Page 75

CAPÍTULO 2 MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO DO CAMPO NO BRASIL Esse capítulo discorre sobre os processos históricos que deram vida a Licenciatura em Educação do Campo, buscando trazer os principais marcos desse percurso e problematizar questões que rodeiam e tensionam o Movimento de Educação do Campo, enquanto movimento que vem ganhando força no cenário nacional. Desta maneira, aqui há uma explanação sobre Questão Agrária, Movimentos Sociais do Campo, Movimento de Educação do Campo, dicotomias entre Educação do Campo e Educação Rural, formação de Educadores do Campo e por fim a constituição da Licenciatura em Educação do Campo.

2.1. Breve reflexão acerca da Questão Agrária e Movimentos Sociais do Campo A Questão Agrária está presente há séculos na constituição da sociedade, e pode ser percebida nas mídias, nos livros, nas ocupações, nos acampamentos, nos latifúndios. Sua complexidade reside principalmente na conflitualidade, tende por vezes desanimar os autores em tentar desvendá-la dentro de sua vasta trama de contradições. Contradições que nascem do capitalismo, que concentra a riqueza sócio-econômica nas mãos de uma minoria e afirma superioridade material da classe dominante sobre a classe dominada. Esse processo gera a expansão da miséria e inferiorização, ou seja, desenvolve-se grande desigualdade social, que são cada vez mais legitimadas por ações econômicas e políticas que estruturam o Estado brasileiro (FERNANDES, 2008a). A partir da metade da década de 1950, a terra se potencializa (processo que se in-

67

Profile for Carlos Lucena

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do  

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do  

Advertisement