Page 294

il, n. 55, p. 145-166, jan./mar. 2015. ______. Possibilidades e Limites de Transformações das escolas do campo: reflexões suscitadas pela Licenciatura em Educação do Campo – UFMG. In: ANTUNES-ROCHA, M. In.; MARTINS, A. A. (org.). Educação do Campo: desafios para a formação de professores. Belo Horizonte: Autêntica Editora, Coleção Caminhos da Educação do Campo 1, 2015b. ______ ; HAGE, S. M. Política de formação de educadores do campo no contexto da expansão da educação superior. Revista Educação em Questão, Natal, v. 51, n. 37, p. 121-146, jan./abr. 2015. ______.; JESUS, S. M. S. A. de. Apresentação. In.: MOLINA, M. C. e JESUS, S. M. S. A. de (Org.). Contribuições para a construção de um projeto de Educação do Campo. Brasília, DF: Articulação Nacional "Por Uma Educação do Campo, 2004. ______. Política de formação de educadores do campo no contexto da expansão da educação superior. In: Cadernos de Estudos, V seminário nacional de licenciaturas em educação do campo, Laranjeiras do Sul/ PR, 2015. ______. Riscos e potencialidades na expansão dos cursos de licenciatura em Educação do Campo. RBPAE - v. 32, n. 3, p. 805 – 828, set./dez. 2016. MST – Movimento dos trabalhadores rurais Sem Terra. Como trabalhar a mística do MST com as crianças. Boletim da Educação, n. 02, jan. 1993. ______. Princípios da Educação no MST. Caderno de Educação, n. 8, 1996. MUNARIM, A. Educação do Campo no cenário das políticas públicas na primeira década do século 21. Em Aberto, Brasília, v. 24, n. 85, p. 51-63, abr. 2011. ______. Elementos para uma política pública de Educação do Campo. In: MOLINA, M. C. Brasil. Ministério do Desenvolvimento Agrário. Educação do Campo e Pesquisa: questões para reflexão. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2006.

286

Profile for Carlos Lucena

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do  

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do  

Advertisement