Page 271

CONSIDERAÇÕES FINAIS Compreendendo as diferenças entre as LEdoCs e as limitações da pesquisa Cabe trazer que ao realizarmos as análises, o objetivo maior foi problematizar as questões que envolvem as LEdoCs como um todo, não objetivando julgar individualmente as Universidades analisadas, mas colocando seus PPPs como objetos centrais para nos ajudar a desenvolver criticamente problematizações, pensamentos, conhecimentos e práticas para colocar em voga questões em prol da Educação do Campo no Brasil. Ademais, é importante considerar que as análises não buscam sinalizar uma maneira certa ou errada de se fazer Educação do Campo, esse movimento não se reduz a esse dualismo. Mas buscamos trazer que fazer e pensar a Educação do Campo radicalmente depende de processos históricos, culturais, sociais e políticos que envolvem a Educação do Campo enquanto Movimento que procura legitimar e produzir um projeto societário popular, da classe trabalhadora historicamente subalternizada, e esse resgate radical que possibilita colocar a Educação do Campo enquanto política pública que produza tensionamento as lógicas desumanizadoras e produza práxis para a emancipação dos sujeitos do campo. É importante sinalizar que o objetivo não foi tecer comparações entre os PPPs UFG e UFGD, mas entender seus processos (enquanto realidade parcial) em prol da fortificação da Educação do Campo. Nesse sentido, entendemos que os movimentos que envolvem a LEdoC nas duas Universidades possuem suas particularidades históricas e conjunturais, que modificam as formas como as questões analisadas aparecem nos PPPs, o que explica ausências e presenças de temáticas mais sólidas em um do que em outro, mas que não deslegitima a caminhada e a

263

Profile for Carlos Lucena

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do  

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do  

Advertisement