Page 165

proposição de inovações” (VEIGA, 2003, p.277). b) Buscar dar conta das singularidades e diversidades dos sujeitos, não se alicerçando em incertezas, mas na busca de uma utopia crítica ao se comprometer com a transformação social, refletindo sobre a desigualdade escolar, nos diversos contextos, e as questões que estão em voga quando se discute êxito e fracassos escolares do sujeito (VEIGA, 2003). c) “Por ser coletivo e integrador, o projeto, quando elaborado, executado e avaliado, requer o desenvolvimento de um clima de confiança” (Ibidem, p.276), sendo constituído na construção de espaços para o diálogo, cooperação, solidariedade, negociação, cooperação, onde todos os sujeitos possuem poder igualitário na tomada de decisões em relação a instituição universitária. O projeto perpassa os aspectos subjetivos dos sujeitos que ali atuam, seus valores e sentimentos, tendo como base essencial a gestão democrática e participativa, dando poder a todos na constituição de certos consensos que perpassam o PPP, superando gestões hierarquizadas e verticais, que não possibilitam construção de parcerias entre os atores sociais. A gestão democrática nada tem a ver com a proposta burocrática, fragmentada e excludente; ao contrário, a construção coletiva do projeto político-pedagógico inovador procura ultrapassar as práticas sociais alicerçadas na exclusão, na discriminação, que inviabilizam a construção histórico-social dos sujeitos (Ibidem, p.277).

d) A autonomia sociopolítica tem relação direta com o PPP, que possibilita que a Universidade consolide a si mesmo, na construção de uma identidade institucional e para o curso em busca de uma responsabilidade social (VEIGA, 2007; SANTOS, 2004). “A autonomia anula a dependência e assegura a definição de critérios para a vida escolar e acadêmica. Autonomia e gestão democrática fazem parte da especificidade do processo pedagógico” (Ibidem, p.277). Essa autonomia leva também a processos de

157

Profile for Carlos Lucena

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do  

Princípios de movimento de educação do campo: análise dos projetos político-pedagógicos das LEDCs do