Issuu on Google+

POR TFÓ L I O


Nathalia C. S. Pereira Portfรณlio de Arquitetura email: nathalia.pereira91@gmail.com fone: +55 61 9982 - 7710


Dados Pessoais :

Experiência Profissional:

Data de Nascimento: 08/10/1991

- 2014 - 2017: Freenlancer * elaboração de maquete eletrônica tridimesional * elaboração de cartazes publicitários * cenografia - planejamento e execução * projeto de interiores

Nacionalidade: Brasileira Endereço: Avenida Araucárias - Residencial Península Águas Claras, Distrito Federal Email: nathalia.pereira91@gmail.com Contato: +55 61 9982-7710

Educação: 2009 - Conclusão Ensino Médio - Centro Educacional Leonardo da Vinci 2011 - Ingresso na Universidade Católica de BrasíliaArquitetura e Urbanismo. Saída em 2012. 2013 - Ingresso na Universidade de Brasília Arquitetura e Urbanismo. Até o presente momento.

- 2016: parceria com a empresa Temporim Engenharia * elaboração de projetos arquitetônicos e de interiores (mobiliário e luminotécnico), acompanhamento de obra sob a supervisão e responsabilidade do engenheiro chefe. - 2016 - Novembro até o presente momento - Estágio na Empresa Arqflex, Soluções em Iluminação. Projetos luminotécnicos;desenvolvimento de portfólio e arte; elaboração de maquetes eletrônicas; desenvolvimento de projetos no Dialux EVO, programa de avaliação de eficiência de luz. Competências Técnicas e Artísticas: Habilidade no desenho à mão livre Sociais: adaptação a novos contextos, abertura a novas aprendizagens, responsabilidade e dedicação ao trabalho, criatividade. Linguísticas: Domínio do português, conhecimento e conversação em inglês intermediário, conhecimento de espanhol.

Cursos:

Programas e Softwares:

2016: Curso de Vray e Pós Produção em Photoshop Estúdio Mappa 2016: Curso de Iluminação Residencial - AM Arquitetura, Desing e Moda. 2016: Patologia de Edificação em Concreto Armado - Prof. Dickran. Ouvinte.

- Revit Architecture (componentes, edição de família, renderização, criação de massa, MEP) - Sketchup (modelagem tridimensional) - Vray ( renderização, edição de texturas, iluminações artificial e natural) - Autocad (desenho bidimensional) - Illustrator (vetorização, desing, montagem de prancha) - Photoshop (pós produção arquitetônica) - Pacote Office ( word, power point, excel) - Artlantis (programa de renderização) - Relux (programa de eficiência de iluminação) - Dialux EVO (modelagem,colocação de luminária,relatório de eficiência de luz)


01 - EDIFICAÇÃO EM ALTURA

O projeto desenvolvido é produto da disciplina em Projeto 5 Edifcação em Altura. A proposta era a construção de uma edificação comercial no Setor Autarquia Norte, Asa Norte - Distrito Federal. O plano urbanístico de Lúcio Costa dividido em escalas que deveriam ser respeitadas , sendo assim aplicadas para a edificação desenvolvida na área. Com limite de área de construção, respeitando os afastamentos e altura de edificação em 65 metros.

Brasília - Distrito Federal

Setor de Autarquia Norte - Asa Norte

Perspectiva - Edificação em Altura - Windmill

A edificação passou por várias processos criativos e construtivos para chegar ao resultado final. Teve como partido a criação de um espaço metropolitano que dialogasse com contexto e necessidade local. A formulação do edifício e sua ocupação no lote se desenvolveu a partir da integração dos usuários a edificação. Para a integração os acessos são feitos através dos níveis do comércio local (102 norte) e da via local, criando uma diagonal no terreno a partir de um fluxo principal dos pesdestres, assim dividindo a edificação. Sob essa visão a edificação de materializa a partir de 3 volumes, criados a partir do ´´L`` , formando dois trapézios e um triângulo equilátero. Essas formas geométricas foram verticalizadas, e nas formas de trapézio suas pontas foram elevadas, criando leveza a forma. A sua disposição das edificações é uma resposta ao programa: área de comércio, área administrativa e de lazer. Estrutura das torres,

externa o diagrid .

Estrutura interna torres mostrando vigas de apenas pavimento .

das as um

Vigas vierendeel de concreto (1 mx3 m) que recebem todos os esforços das torres e redirecionam para os grandes pilares próximos ao elevador, conduzindo a carga até as fundações . Estrutura do volume do Térreo, comércio . Sobreloja e Terraço .

FACHADA LESTE

FACHADA OESTE

FACHADA SUL

FACHADA NORTE

Estrutura do subsolo, laje nervurada (nervuras com 12 x 30 ) espaçadas de 1 em 1 metro . O detalhe ocultou as paredes de contensão presentes nesses pavimentos .

CONCEPÇÃO VOLUMÉTRICA


02 - FUNÇÕES COMPLEXAS - CENTRO DE EXCELÊNCIA EM OTORRINOLARINGOLOGIA O CEO – Centro de Excelência em Otorrinolaringologia – serå implantado em uma årea denominada Setor Hospitalar Noroeste e tem o seu acesso facilitado devido a sua proximidade com a EPIA, que Ê uma Via de trânsito råpido, e a EPAA, que Ê uma Via Arterial.

9 7 8 6

5 3

1

Entrada LogĂ­stica

2

Entrada veĂ­culo e pedestre

3

Parada de veĂ­culos - ambulatĂłrio

4

Entrada de Emergência - Ambulância

5

Parada da Ambulância

6

Estacionamento - Ambulância

7

Entrada de VeĂ­culos

8

Parada de UrgĂŞncia - VeĂ­culos

9

Estacionamento

4 2

1

A implantação do projeto foi pensada, desde a sua concepção inicial, de forma a agregar as condicionantes ambientais e a topografia local ao projeto. O Centro de Excelência em Otorrinolaringologia foi implantado em um terreno semi aplainado, estando somente a parte destinada à logística enterrada. Essa solução levou em consideração a individualização dos fluxos de veículos, permitindo, assim, que o fluxo de serviços/logística acontecesse numa via marginal ao terreno, não se misturando com os demais fluxos.

SETOR COMERCIA

SETOR COMERCIAL SUL

Localização: Setor Hospitalar Noroeste Brasília - Distrito Federal

PROPOSTA DE INTERVENĂ‡ĂƒO PAISAGĂ?STICA

PROPOSTA DE INTERVENĂ‡ĂƒO PA Perspectiva Entrada RefeitĂłrio

MOBILIĂ RIOS URBANOS

Perspectiva Recepção

Perspectiva Ă trio

WEBIKES

BANCOS CÉLULA

É uma tecnologia Belga que se baseia em um mobiliårio HPIRUPDWRVLPLODUDRGHXPDELFLFOHWDHPTXHRPRYLPHQWRGHSHGDODUJHUDHQHUJLDSDUDFDUUHJDUXPFHOXODU ou tablet. Essa inovação tem o intuito de motivar o H[HUFtFLRItVLFRXWLOL]DQGRRTXHDSRSXODomRPDLVWHP GHSHQG¡QFLDRFHOXODU2DSDUHOKRIXQFLRQDGHIRUPD JUDWXLWDFRQWDQWRTXHXWLOL]HRSUySULRFDER

%DQFRVHPIRUPDWRGHVHPLHVIHUDVHPFRQFUHWRFRP WDPSRHPPDGHLUDUHSDUWLGRHPTXDWURSDUWHVLJXDLV SDUDDWHQGHUDWpTXDWURSHVVRDV2VEDQFRVVmRPRGXlais em trĂŞs semi-esferas conectadas. Uma cĂŠlula pode ser usada por atĂŠ 12 pessoas.

Uma das soluçþes de conforto pensada para compor o projeto foi a utilização de um ĂĄtrio, com jardim central, e escadas para acesso aos pavimentos superiores. O ĂĄtrio foi pensado como solução de conforto, uma vez que permite a utilização de iluminação e de ventilação natural. O mesmo ĂŠ aberto, com proteção apenas das laterais para o centro, como forma de proteção das escadas locadas de jardim MESAS PARA REFEIĂ‡ĂƒO nesse vĂŁo. A utilização BANCAS PARA COMÉRCIO DE RUA Mesas estruturadas em concreto com bancos Desenvolvemos um formato interno dialoga bem com de WDPEpPHPFRQFUHWRGHIRUPDFLUFXODU$PHVD de banca o padrĂŁoconceito nas medipossui o tampo em madeira especial para ĂĄreas humanização, trazendo GDVGHP;P essa preocupação H[WHUQDV Todas possuem uma abertura principal com uma vitrine do conforto visual e ambiental para o projeto GHH[SRVLomRGRODGR HVTXHUGRFRPRHVWiUHSUH-


03 - PROJETO PAISAGISMO - SETOR COMERCIAL SUL

Grupo: Camila, Daniele, LuĂ­sa Solano e Nathalia Pereira

L SUL Planta da årea de interveção

SAGĂ?STICA PERSPECTIVAS Cobertura GERAIS

MOBILIĂ RIOS URBANOS

O projeto de Paisagismo desenvolvido em aula tinha como objetivo de revitalizar o Setor Comercial Sul atravÊs de mobiliårio urbano, paginação de piso e conforto aos pedestres. O plano do projeto baseou nos principais fluxos marcados no local, pois atualmente possui barreiras físicas que impedem o fluxo contínuo. TambÊm o local de intervenção Ê a porta de entrada do setor comercial o que torna um local potencial para tornar um marco em Brasília. Para isso, pensamos na construção de uma cobertura de aço atirantado com placas translúcidas para trazer cor, sombra e leveza ao espaço. Acompanhando o desenho da cobertura surge a paginação de piso que divede o espaço em locais de permanência e de fluxo contínuo e råpido. Ao longo da årea foram distribuídos mobiliårios urbanos diferenciados e desenhado para o local, a exemplo o WeBike, que a pessoa anda de bicicleta e carrega seu celular enquanto pratica atividade física. Video do projeto: https://www.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=DXX34U4LMn0&app=desktop

PERSPECTIVAS GERAIS

Planta baixa SCS

WeBike WEBIKES

BANCOS CÉLULA

É uma tecnologia Belga que se baseia em um mobiliårio HPIRUPDWRVLPLODUDRGHXPDELFLFOHWDHPTXHRPRYL-

%DQFRVHPIRUPDWRGHVHPLHVIHUDVHPFRQFUHWRFRP WDPSRHPPDGHLUDUHSDUWLGRHPTXDWURSDUWHVLJXDLV


04 - PROJETO RESIDÊNCIA EM VICENTE PIRES Perspectiva Externa

BANCOS MULTIUSO

%DQFRVHPFRQFUHWRFRPWDPSRHPPDGHLUDHVSHFLDLV SDUDiUHDVH[WHUQDV2EDQFRWHPDîQDOLGDGHGHWHU PXOWLSORVXVRVWDQWRRGHVHQWDUTXDQWRRGHGHLWDU

BICICLETÁRIO Biciletário em concreto aparente com alças para acorrentar a bicicleta.

COBERTURA EM POLICARBONATOS ,QVSLUDGDVQDFULDomRFXOWXUDOHDUTXLWHW{QLFDIHLWDQDUHTXDOLîFDomRXUEDQDQRFHQWURKLVWyULFRGD (VSDQKDEXVFDPRVUHIHUrQFLDSDUDDQRVVDFULDomR

02/+$3e

3$*,1$d¡2(;,67(17(

(',),&$d¢(6

)255$d¡2

1

&,&/29,$ &,5&8/$d¡29(57,&$/

¸5($'(3(50$1·1&,$ $5e$'()/8;2

PLANTA BAIXA TÉRREO ESCALA

1 : 2500

,QVSLUDGDVQDFULDomRFXOWXUDOHDUTXLWHW{QLFDIHLWDQDUHTXDOLîFDomRXUEDQDQRFHQWURKLVWyULFRGD (VSDQKDEXVFDPRVUHIHUrQFLDSDUDDQRVVDFULDomR

PAGINAÇÃO DE PISO E TIPOS DE USOS

1RVVRHVSDoRGHLQWHUYHQomRQHFHVVLWDYDGHSRVVLELOLGDGHVGLYHUVDV6RPEUDHVSDoRGHFLUFXODomRItVLFDYHQ WLODoDRQDWXUDODGHTXDGDHXPD]RQDFOLPiWLFDDJUDGiYHOWDQWRSDUDTXHPQHFHVVLWDVVHîFDUQXPDîODGH espera quanto para que houvesse permanência espontânea. 3DUDLVVRFULDPRVXPDFREHUWXUDFRPFtUFXORVWUDQVOXFLGRVRSDFRVHFRORULGRVWHQVLRQDGRVFRPFDERVGH DoRSDUDSURSLFLDUDPi[LPDGLVSRVLomRGHHVSDoRHWUDQVODGRVHPEDL[RGDFREHUWXUDVHPTXHKRXYHVVH SLODUHVGHVXVWHQWDomR(VVHVDSHQDVQDVSRQWDVGRSURMHWRSDUDVXVWHQWDUDHVWUXWXUDïH[tYHO 3HQVDPRVQDVSRVVLELOLGDGHVGHPDWHULDOHVXDVLQïXHQFLDVFOLPiWLFDV2SWDPRVHQWmRSRUSROLFDUERQDWR YLQLOL]DGRSHODVXDYHUVDWLOLGDGHIiFLOPDQXWHQomRHDGDSWDomRDOX]HiJXDGDFKXYD

Áreas de permanência - paralelepípedos para melhor absorção de água da chuva.

¸UHDVGHFLUFXODomRFRQFUHWRSDUDSLVRVFRPJUDQGHïX[RGHJHQWH

¸UHDVH[FOXVLYDVSDUDYHJHWDomRJUDPDiUYRUHVïRUHVHWF $SDJLQDomRGHSLVRIRLLQVSLUDGDHVHEDVHDGDQRVFDPLQKRVGHPDUFDGRVSHORSUySULRSHGHVWUH$VURWDVGHFLUFXPerspectiva Cozinha ODomRVmRVHPSUHHPGLDJRQDLVGLPLQXLQGRRWUDMHWRHFRQHFWDQGRORFDLVFRPRVDtGDGDJDOHULDGRVHVWDGRVVDtGD GRPHWU{HVFDGDVGHDFHVVR SDUWHHOHYDGDGR6&6

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Universidade de Brasília

Perspectiva Sala de Estar

Projeto Paisagístico 2 - Prof. Giuliana Freitas

¸5($'(3(50$1·1&,$


ou tablet. Essa inovação tem o intuito de motivar o H[HUFtFLRItVLFRXWLOL]DQGRRTXHDSRSXODomRPDLVWHP 05 - PROJETO INTERIOR VIA SOLARE GHSHQG¡QFLDRFHOXODU2DSDUHOKRIXQFLRQDGHIRUPD

lais em trĂŞs semi-esferas conectadas. Uma cĂŠlula pode ser usada por atĂŠ 12 pessoas.

JUDWXLWDFRQWDQWRTXHXWLOL]HRSUySULRFDER Projeto de Interiores com o desenvolvimento de mobiliårio e projeto luminotÊcnico. Apartamento Via Solare , Centro Urbano de Samambaia Norte. O apartamento possui 78 metros quadrados, com 3 quartos para um casal recÊm casado. As imagens são resultado da modelagem em Sketchup e renderização no Vray e Pós- Produção no Photoshop.

Perspectiva Sala Integrada a Sala de Jantar

Perspectiva Sala Integrada a Varanda

MESAS PARA REFEIĂ‡ĂƒO

BANCAS PARA COMÉRCIO DE RUA

Mesas estruturadas em concreto com bancos WDPEpPHPFRQFUHWRGHIRUPDFLUFXODU$PHVD possui o tampo em madeira especial para ĂĄreas H[WHUQDV

Desenvolvemos um formato de banca padrĂŁo nas mediGDVGHP;P Todas possuem uma abertura principal com uma vitrine GHH[SRVLomRGRODGR HVTXHUGRFRPRHVWiUHSUHsentado nas imagens.

BANCOS MULTIUSO %DQFRVHPFRQFUHWRFRPWDPSRHPPDGHLUDHVSHFLDLV FAÇA UM TOUR VIRTUAL NO PROJETO* SDUDiUHDVH[WHUQDV2EDQFRWHPDÎQDOLGDGHGHWHU 8WLOL]HXPOHLWRUGH45FRGHHDSRQWHSDUDHVVDLPDJHP Você serå direcionado(a) para o link do vídeo. PXOWLSORVXVRVWDQWRRGHVHQWDUTXDQWRRGHGHLWDU

BICICLETà RIO Biciletårio em concreto aparente com alças para acorrentar a bicicleta.

COBERTURA EM POLICARBONATOS ,QVSLUDGDVQDFULDomRFXOWXUDOHDUTXLWHW{QLFDIHLWDQDUHTXDOLĂŽFDomRXUEDQDQRFHQWURKLVWyULFRGD (VSDQKDEXVFDPRVUHIHUrQFLDSDUDDQRVVDFULDomR

Alunas: Camila Cavalhero, Danielle Dantas, LuĂ­za Solano, NathĂĄlia Pereira

Perspectiva Closet e SuĂ­te de Casal

Perspectiva Cozinha e à rea de Serviço


06 - PROJETO INTERIOR VIA MAJESTIC Perspectiva Sala de Estar

1

PLANTA BAIXA TÉRREO ESCALA

1 : 2500

Perspectiva Quarto Adolescente PAGINAĂ‡ĂƒO DE PISO E TIPOS DE USOS

à reas de permanência - paralelepípedos para melhor absorção de ågua da chuva.

¸UHDVGHFLUFXODomRFRQFUHWRSDUDSLVRVFRPJUDQGHïX[RGHJHQWH

¸UHDVH[FOXVLYDVSDUDYHJHWDomRJUDPDiUYRUHVïRUHVHWF

$SDJLQDomRGHSLVRIRLLQVSLUDGDHVHEDVHDGDQRVFDPLQKRVGHPDUFDGRVSHORSUySULRSHGHVWUH$VURWDVGHFLUFXODomRVmRVHPSUHHPGLDJRQDLVGLPLQXLQGRRWUDMHWRHFRQHFWDQGRORFDLVFRPRVDtGDGDJDOHULDGRVHVWDGRVVDtGD GRPHWU{HVFDGDVGHDFHVVR SDUWHHOHYDGDGR6&6

Perspectiva Sala de Estar

Perspectiva Cozinha

Projeto de Interiores de um apartamento de 150 metros quadrados localizado em à guas Claras, Via Majestic. As imagens são resultado da modelagem em Sketchup e renderização no Vray e Pós- Produção no Photoshop.


07 - PROJETO INTERIOR RESIDENCIAL MOZART Perspectiva Sala de Estar ,QVSLUDGDVQDFULDomRFXOWXUDOHDUTXLWHW{QLFDIHLWDQDUHTXDOLĂŽFDomRXUEDQDQRFHQWURKLVWyULFRGD (VSDQKDEXVFDPRVUHIHUrQFLDSDUDDQRVVDFULDomR

Perspectiva Varanda

1RVVRHVSDoRGHLQWHUYHQomRQHFHVVLWDYDGHSRVVLELOLGDGHVGLYHUVDV6RPEUDHVSDoRGHFLUFXODomRItVLFDYHQ WLODoDRQDWXUDODGHTXDGDHXPD]RQDFOLPiWLFDDJUDGiYHOWDQWRSDUDTXHPQHFHVVLWDVVHÎFDUQXPDÎODGH espera quanto para que houvesse permanência espontânea. 3DUDLVVRFULDPRVXPDFREHUWXUDFRPFtUFXORVWUDQVOXFLGRVRSDFRVHFRORULGRVWHQVLRQDGRVFRPFDERVGH DoRSDUDSURSLFLDUDPi[LPDGLVSRVLomRGHHVSDoRHWUDQVODGRVHPEDL[RGDFREHUWXUDVHPTXHKRXYHVVH SLODUHVGHVXVWHQWDomR(VVHVDSHQDVQDVSRQWDVGRSURMHWRSDUDVXVWHQWDUDHVWUXWXUDïH[tYHO 3HQVDPRVQDVSRVVLELOLGDGHVGHPDWHULDOHVXDVLQïXHQFLDVFOLPiWLFDV2SWDPRVHQWmRSRUSROLFDUERQDWR YLQLOL]DGRSHODVXDYHUVDWLOLGDGHIiFLOPDQXWHQomRHDGDSWDomRDOX]HiJXDGDFKXYD

Perspectiva Sala de Jantar

Perspectiva Varanda

FAÇA Projeto de Interiores localizado em à guas Claras na edificação Resisencial Mozart. Este projeto fora alaborado para uma repaginação nos ambientes: sala de UM 8WLOL]HXPOHLWR estar, integrada a sala de jantar, varanda gourmet e lavabo. Você serå direc As imagens são resultado da modelagem em Sketchup e renderização no Vray.


08 - PROJETO INTERIOR LOJA COMERCIAL Perspectiva Entrada

Perspectiva Interna

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Universidade de Brasília

Perspectiva Entrada Provador e Balcão

Mobiliário desenvolvido - Novo Balcão

Projeto de Interiores e Mobiliário para a loja comercial WS Menswear, localizado no Shopping Águas Claras Shopping. As imagens são resultado da modelage em Sketchup e renderização no Vray e Pós- Produção no Photoshop.


09 - CONCURSO BRASIL VENEZA - PROJETAR.ORG

Grupo ASA: Lucas Willian Caldeira e Nathalia Pereira

Perspectiva Externa - Entrada Principal

Projeto Paisagístico 2 - Prof. Giuliana Freitas

Alunas: Camila Cavalhero, Danielle Dantas, O NOVO PAVILHÃO BRASILEIRO EM VENEZA, NASCEU DA REFLEXÃO SOBRE A RIQUEZA E A COMPLEXIDADE DO PAÍS, EXPLORANDO A SINUOSIDADE DOS RIOS E DO RELEVO NATURAL, AO MESMO TEMPO QUE EXPREMISSE A CONTEMPORÂNEIDADE DA NOVA GERAÇÃO DE ARQUITETOS BRASILEIROS. FRENTE A ESSE CENÁRIO, O PROJETO BUSCA INCORPORAR A A DIVERSIDADE DA PAISAGEM NACIONAL, SUAS TEXTURAS E MATERIAIS, AO FUNCIONALISMO E MINIMALISMO PRESENTES NA ATUAL PRODUÇÃO ARQUITETÔNICA NO PAÍS, PERMITINDO A EXPOSIÇÃO DE DIFERENTES FORMAS DE ARTE E DE PRODUTOS. O PAVILHÃO CONSISTE EM UM RETANGULO DIVIDIDO EM DUAS PARTES POR UMA CAMINHO SINUOSO COM ALTURAS DE 4,5 E 6,5 METRO.

Perspectiva Interna - Caminho

Perspectiva Interna - Exposição


10 - CURSO DE RENDERIZAÇÃO E PÓS PRODUÇÃO - RESULTADOS FINAIS


11 - PROCESSO SELETIVO ARQFLEX

RESIDÊNCIA

P

P08 1

UNIFAMILIAR O PROJETO É DESTINADO A UMA HABITAÇÃO UNIFAMILIAR, DESENVOLVIDO COMO UMA MORADIA DE ESPAÇO REDUZIDO COM APENAS 60 METROS QUADRADOS. Material: Material: Material: Marca Marca Material: Nome Material:Nome Área Material: Marca LEVANTAMENTO MATERIAL PAREDE LEVANTAMENTO MATERIAL PAREDE

G ro up #1

1,38

0,63 0,15

4,39 16

2,32

PERÍMETRO NÍVEL

CORREDOR PAVIMENTO 1 2,08 m² QUARTO PAVIMENTO 1 1 11,17 m² QUARTO PAVIMENTO 1 CASAL12,36 m² Total geral: 5 59,89 m²

CORREDOR QUARTO 1 QUARTO CASAL Total geral: 5

ÁREA

4,76

2,32 4,76 2,24

2,24

P13

PERÍMETRO

4,28 m² 2,08 m² ÁREA 11,17 m² 12,36 m² 30,00 m² 59,89 m² 4,28 m²

R10 R7

R6

R11 2,10

0,90 3,30 R10 R7 R3 R6

0,15

0,90

30,00 m² INTERNAS 26,00 ÁREAS

PAVIMENTO 1 PAVIMENTO 1 PAVIMENTO 1

R7

1

R11 2,10

R9

0,15 0,15

3,30

8,31 R3 6,23 PERÍMETRO 14,41 14,92 26,00 69,87 8,31

2,08 m² 11,17 m² 12,36 m² 59,89 m²

6,23 14,41 14,92 69,87

FACHADA FRONTAL

CORTE PERSPECTIVADO

QUANTITATIVO DE JANELAS QUANTITATIVO DE JANELAS QUANTITATIVO DE JANELAS CÓD

VISTA INTERNA- COZINHA

QT

COMPRIMENTO DESCRIÇÃO CÓD ALTURA QT COMPRIMENTO ALTURA CÓD QT

DESCRIÇÃO ALTURA COMPRIMENTO

C11

CÓD

DESCRIÇÃO

FACHADA POSTERIOR

VISTA EXTERNA- JARDIM VERTICAL

14 1,00 DE Janela deJANELAS alumínio C11JANELAS 142,30 1,00simples de alumínio e 2,30 DE Janela C112,30 e14 Janela simples 1,00QUANTITATIVO simples de alumínio e ACESSO PRINCIPAL JANELAS QUANTITATIVO DE QUANTITATIVO vidro vidro vidro P C18 1 0,90 Janela e 1 Janela simples C18 10,60 0,90simples de alumínio C180,60 0,90de alumínio e 0,60 Janela simples de alumínio e CÓD QT COMPRIMENTO ALTURA DESCRIÇÃO CÓDALTURA QT COMPRIMENTO ALTURA DESCRIÇÃO QT COMPRIMENTO DESCRIÇÃO vidro vidro vidro

C11

14

1,00

C11

14 2,30

C18

1

0,90

C18

1 0,60

C11 simples 14 de alumínio1,00 Janela e vidro C18 simples 1 de alumínio0,90 Janela e vidro

2,30 Janela1,00 simples de alumínio e vidro 0,60 Janela0,90 simples de alumínio e vidro

2,30

Janela simples de alumínio e ACESSO PRINCIPAL vidro P08 Janela simples de alumínio e vidro 1

0,60

QUANTITATIVO DE PORTAS E GRADIS DE PORTAS E QUANTITATIVO QUANTITATIVO GRADIS DE PORTAS E GRADIS

PLANTA BAIX 1 ESCALA 1 : 75

1

COMPRIMENT COMPRIMENT COMPRIMENT O O DESCRIÇÂO CÓD QT ALTURA CÓD QT ALTURA DESCRIÇÂO O CÓD QT ALTURA DESCRIÇÂO QUANTITATIVO DE PORTAS E GRADIS QUANTITATIVO DE PORTAS E GRADIS QUANTITATIVO DE PORTAS E GRADIS ESCALA P2

3

0,76

P2 2,10 3

1

PLANTA BAIXAPLA TÉ 1 ESCA

1 : 75 Porta de madeira semioca com forras

Porta 0,76 de madeira semioca com 2,10 Porta forras P2 forras 3 de madeira 0,76semioca com 2,10 de madeira de madeira

de madeira COMPRIMENT COMPRIMENT COMPRIMENT 1 0,92 Porta 0,92 de abrir de madeira, semioca P13 2,10 1 2,10 Porta de madeira, semioca P13 1 de 0,92 2,10 Porta de abrir deDESCRIÇÂO madeira, semioca O CÓD QTabrir ALTURA O O CÓD QT DESCRIÇÂO CÓD QT ALTURA DESCRIÇÂO com forras ALTURA de madeira com forras de madeira com forras de madeira P13

P2

3

0,76

P2 2,10 3

P13

1

0,92

P13 2,10 1

P2 3semioca com 0,76 Porta de madeira forras Porta de0,76 madeira semioca 2,10 com forras de madeira de madeira 0,92 abrir de 1madeira, semioca Porta de0,92 abrir de madeira, 2,10 semioca Porta de P13 com forras de madeira com forras de madeira

2,10 2,10

Porta de madeira semioca com forras de madeira Porta de abrir de madeira, semioca com forras de madeira

CAIXA DÁGUA LAJE DE COBERTURA CONCRETO IMPERMEÁVEL

FORRO DE GESSO ACARTONADO

0,20

0,15

BRISE VERTICAL DE MADEIRA

R13

BANHEIRO

0,15

+3,00

R1

R6

QUARTO CASAL

QUARTO 1

2,00 2,22 R2

12,36 m²

11,17 m²

+3,00

+2,98 R1

R2

0,15

0,30

6,15

2,12

QUARTO CASAL

VIGA CONCRETO

4,28 m²

0,90

QUARTO 1

R12

2,80

3,15

R10

1,20

R9

R10

+0,00

Cozinha/ Sala de Estar 30,00 m²

1

CORTE 1 ESCALA

1 : 75

ESCADA MONOLÍTICA CONCRETO E PISO DE GRANITO. CORRIMÃO DE AÇO PINTADO COM TINTA AUTOMOTIVA PRETA.

0,65

2,70 R14

+0,00 R9 R7 R1

1,31

-0,11

LAJE DE PISO CONCRETO

0,85

R11 R9 R9

3,00 2,70

VISTA INTERNA- SALA DE ESTAR

CORREDOR 2,08 m² 6,23 QUARTO 1 11,17 m² 14,41 QUARTO CASAL 14,92 12,36 m² Total 59,89 m² geral: 5 69,87

PAVIMENTO 6,231 PAVIMENTO 1 14,41 PAVIMENTO 1 14,92 69,87

2

0,15

PERÍMETRO NÍVEL ÁREA NOME

3

1,15 1,00

ACIMA 0,15

1,15 1,00

NÍVEL NOME ÁREA

4

76,49 ACIMA m² 3 56,06 m² 2 29,19 R7 m² P13 1 372,91 m²

0,15

NOME

5

4

QUADRO GERAL DE ÁREAS INTERNAS QUADRO GERAL DE ÁREAS INTERNAS QUADRO GERAL DE ÁREAS INTERNAS

Cozinha/ Sala de Estar TÉRREO 30,00 m² TÉRREO 26,00INTERNAS Cozinha/ Sala de Estar 30,00 m² QUADRO 26,00 Cozinha/ Sala de Estar TÉRREO GERAL DE QUADRO GERAL DE ÁREAS QUADRO GERAL DE ÁREAS INTERNAS BANHEIRO PAVIMENTO 1 4,28 m² PAVIMENTO 8,31 BANHEIRO 1 4,28 m² 8,31 BANHEIRO PAVIMENTO 1 CORREDOR 1 2,08PERÍMETRO m² PAVIMENTO 6,23 CORREDOR 1 ÁREA 2,08NOME m²PERÍMETRO 6,23 NÍVEL CORREDOR PAVIMENTO 1 NOMEÁREA NÍVEL NOME NÍVELPAVIMENTO QUARTO 1 PAVIMENTO 11,17 m² PAVIMENTO 14,41 QUARTO 11 1 14,41 QUARTO 1 11,17 m² PAVIMENTO 1 QUARTO CASAL PAVIMENTO 14,92 QUARTO 1CASAL 12,36 m² PAVIMENTO 1 12,36 m² 14,92 QUARTO CASAL 1 Cozinha/ Sala de Estar TÉRREO Cozinha/ Sala de30,00 Estarm² TÉRREO 26,00 30,00 m² 26,00PAVIMENTO Cozinha/ Sala de Estar TÉRREO Total geral: 5 59,89 m² 69,87 Total geral: 5 59,89 m² 69,87 Total geral: BANHEIRO PAVIMENTO 1 BANHEIRO PAVIMENTO 4,28 m² 5 8,31 BANHEIRO PAVIMENTO 1 4,28 m² 8,311

+0,00

6

0,15

ANO: 2016

2,24

ÁREA INTERNA: 60 METROS QUADRADOS

30,00 m²

30,00 m²

4,28 m² 10 2,27 m² 9 60,35 m² 76,49 m² 8,57 m² 8 56,06 m² 7 135,70 m² 29,19 m² 4,28 m² 6 372,91 m² 2,27 m² 5

4,76

R4 .PorcelanatoR4 60x60cm .Porcelanato 60x60cm 4,28 m² R4 4,28 m² .Porcelanato 60x60cm R5 .Vidro transparente R5 .Vidro transparente R5 2,27 m² 2,27 m² .Vidro .Concreto transparente R1 R1 .Concreto 60,35 m² R1 .Concreto 60,35 m² R6 Concreto, placas 76,49 m² R6 pré-moldadas Concreto, placas pré-moldadas 76,49 m² Concreto, placas R2 .Contra .Contra piso 8,57 m²pisopré-moldadas R2 .Contra piso R2 8,57 m²R6 R7 Piso de carvalho 56,06 m² R7 Piso de carvalho 56,06 m² Piso de carvalho R3 .Grama R3 .Grama 135,70 m² R3 .Grama 135,70 m²R7 R8 Piso de carvalhoR8 deck Piso de carvalho- deck 29,19 m² 29,19 m² Piso de.Porcelanato carvalhoR4 60x60cm R4 .Porcelanato 60x60cm4,28 m²R8 4,28 m² deck R4 .Porcelanato 60x60cm Total geral: 17 372,91 m²17 Total geral: 17 372,91 m² R5 .Vidro transparente R5 .Vidro transparente 2,27 m²Total geral: 2,27 m² R5 .Vidro transparente R6 Concreto, R6pré-moldadas Concreto, placas pré-moldadas 76,49 m² placas pré-moldadas R6 Concreto, placas 76,49 m² R7 Piso R7 Piso de carvalho 56,06de m²carvalho R7 Piso de carvalho 56,06 m² R8 Piso R8deck Piso de carvalho- deck 29,19de m²carvalho- deck R8 Piso de carvalho29,19 m² Total geral: 17 Total geral: 17 372,91 m² Total geral: 17 372,91 m²

Cozinha/ Sala de Estar

10,30

15

10,30

2,32

ÁREA LOTE : 140 METROS QUADRADOS

2,44

17

1,15 1,00

4,39

2,44

G ro up #1

P08 2

266,36 m² 13,83 m² 5,75 m²P08 2 1331,81 m²

LEVANTAMENTO MATERIAL DO PISO LEVANTAMENTO MATERIAL DO PISO LEVANTAMENTO MATERIAL DO PISO 14 P08 P08 13 17 Material: Material: Material: 3 3 12 16 Marca Material: Marca Nome Material:Nome Área Marca Material: Material: Área Nome 11 Material: Material: Área Cozinha/ 15 10 Sala de LEVANTAMENTO MATERIAL DO PISO LEVANTAMENTO MATERIAL DO PISO LEVANTAMENTO MATERIAL DO PISO 14 Estar 9 R1 .Concreto R1 .Concreto 60,35 m² R1 60,35 m² .Concreto 60,35 m² P08 P08 13 8 +0,00 R2 .Contra piso 8,57 m² R2 .Contra piso 8,57 m² R2 .Contra piso 8,57 m² Material: Material: Material: 312 3 7 R3 .Grama 135,70 m² R3 .Grama 135,70 m² R3 .Grama 135,70 m² Marca Material: Nome Material: Área Marca Marca Material:Área Nome Material: Área Material: Nome Material: 11

DIMENSÕES DO LOTE : 7 X 20 M

1,38

1,38

4,39

Área

10,30

QUANTO À VOLUMETRIA, ESTA É BASEADA NA DIVISÃO DAS PARTES SOCIAL E ÍNTIMA, TRANSPARECENDO O EQUILÍBRIO ENTRE O ESTAR E O LAZER. ALÉM DA VOLUMETRIA, UTILIZOU-SE MATERIAIS DIFERENTES NAS FACHADAS, RESSALTANDO A DUALIDADE DA MORADIA.

18,20 m² 69,11 m² 425,84 Material: m² 532,72 m² 266,3618,20 m² m² 13,83 m² 69,11 m² 5,75 m² 425,84 m² 1331,81 m² m² 532,72

0,63 0,15

Material: Área Nome Material: Material: Área LEVANTAMENTO MATERIAL PAREDE

.PorcelanatoR4 60x60cm m² .Porcelanato 18,20 60x60cm 18,20 m²60x60cm R4 .Porcelanato Concreto, placas 69,11pré-moldadas m² R6 pré-moldadas Concreto, placas 69,11placas m² R6 pré-moldadas Material:Concreto, Material: .Pintura branca 425,84 m² R9 .Pintura branca 425,84 m² R9 .Pintura branca Marca Material: Nome Marca Material: Nome Material: Área Material: Nome Material: Área R10 .Reboco 532,72 R10 m² R10 .Reboco 532,72 m² .Reboco R11 Alvenaria R11 266,36 R11 m² Alvenaria 266,36 m² Alvenaria R4 R4 .Porcelanato 60x60cm 18,20 m² .Porcelanato 60x60cm R4 .Porcelanato 60x60cm 18,20 m² R12 Revestimento lateral, ripa de madeira m² R12 Revestimento13,83 lateral, ripa de madeira 13,83 m² lateral, ripa de madeira R12 Revestimento R6 placas pré-moldadas R6pré-moldadas Concreto, 69,11 placasm² pré-moldadas 69,11 m² Concreto, R6 Concreto, placas P08 R13 Cerâmica 3DR13 Cerâmica 3D5,75 m²R13 5,75 m² Cerâmica 3D branca R9 .Pintura branca 425,84 m² .Pintura R9 .Pintura brancaR9 425,84 m² 2 Total geral: 70 1331,81Total m² geral: 70 Total geral: 70 1331,81 m² R10 R10 .Reboco 532,72 m² 532,72 m² .Reboco R10 .Reboco R11 R11 Alvenaria 266,36 m² 266,36 m² Alvenaria R11 Alvenaria R12 R12 ripa de madeira Revestimento lateral, 13,83 m² Revestimento lateral, ripa de madeira R12 Revestimento lateral, 13,83 m² ripa de madeira P08 R13 Cerâmica 5,75 3D m² 5,75 m² Cerâmica 3D R13 Cerâmica 3D R13 2 Total geral:1331,81 70 Total geral: 70 m² Total geral: 70 1331,81 m² R6 Material: R9 Marca

2,44

R4

0,63 0,15

LEVANTAMENTO MATERIAL PAREDE LEVANTAMENTO MATERIAL PAREDE LEVANTAMENTO MATERIAL PAREDE

O TÉRREO CONTA, EM SEU INTERIOR, COM OS AMBIENTES INTEGRADOS ENTRE SALA DE ESTAR E COZINHA. JÁ O PRIMEIRO PAVIMENTO CONTÉM DOIS QUARTOS E UM BANHEIRO. ALÉM DOS AMBIENTES INTERNOS, A CASA POSSUI ÁREA VERDE E GARAGEM.

BANHEIRO


Nathalia C. S. Pereira Portfรณlio de Arquitetura email: nathalia.pereira91@gmail.com fone: +55 61 9982 - 7710


Porfólio