Issuu on Google+

   

ESTE ARTIGO ABORDA CONCEITOS DE INOVAÇÃO, E PORQUE ELA É A MOLA PROPULSORA DA PRÓXIMA EVOLUÇÃO

INOVAÇÃO COMO MEIO DE EVOLUÇÃO Por  Nathalia  Viana       Há  alguns  anos,  a  palavra  inovação  se  tornou  prioridade  de  discussões  e  aplicações  na  maioria  das  empresas.    Atualmente   as  inovações  ocorrem  através  de  oportunidades  para  poder  criar  algo  novo  que  sucede-­‐se  a  partir  de  um  risco  por   desvincular-­‐se  do  velho,  para  então  causar  a  mudança  que  reflete  primeiramente  na  sociedade  e  consequentemente  em   seu  comportamento.       Nas  corporações  dá-­‐se  através  de  um  serviço,  produto  ou  ação  nova,  os  quais  devem  causar  um  impacto  sobre  o  que  já   existia.  Essa  inovação,  se  adequada,  trará  criação  de  valor,  capital  e  poder  para  a  empresa,  e  fornece  vantagem  competitiva   e  sustentável  à  ela.     Mas  se  a  humanidade  sempre  caminhou  criando  e  modificando  seus  momentos,  porque  então  apenas  no  século  XXI  temos   usado  tal  conceito  como  alta  relevância  para  os  negócios?  Ainda  que  as  maiores  invenções  ocorreram  já  há  anos  atrás?       A  resposta  está  na  seguinte  filosofia:  a  inovação  em  negócios  está  no  novo  valor  que  ela  apresenta,  e  isso  vai  além  de   desenvolver  novas  coisas  materiais.  Ou  seja,  a  inovação  é  relevante  somente  se  ela  cria  ou  comunica  valor  para  os  clientes,   sociedade  e  para  a  própria  empresa.  A  criação  de  coisas  novas  é  necessária,  mas  não  suficiente  para  inovar,  se  não  esta   ligada  à  um  valor.  Primeiramente  para  fazer  inovação  precisa-­‐se  entender  o  que  é  considerado  um  valor  na  atual   sociedade,  através  de  uma  linha  do  tempo  de  conceitos  evolutivos.     Desenvolveu-­‐se  naturalmente  ao  longo  do  tempo  –  considerando  desde  os  homens  da  caverna  -­‐  ferramentas  que   facilitassem  o  uso  da  matéria  (seja  esta  ouro,  chumbo,  madeira  ou  ferro),  resultando  em  aprendizados  evolutivos  e   constantes,  até  alcançar  o  uso  global  da  matéria  de  uma  forma  comum  a  todos,  criando  hábitos  e  necessidades  que   permeiam  qualquer  lugar  do  mundo  atual,  inclusive  online  shopping.     Com  o  alcance  máximo  do  conforto  e  estagnação  do  desenvolvimento  material,  inicia-­‐se  então  a  nova  era  do  consumo   intangível  e  a  busca  por  valores  que  agregassem  a  matéria,  já  que  o  consumo  atual  não  é  mais  por  ordem  de  sobrevivência,   e  sim  por  diferenciação  -­‐  e  a  crescente  busca  por  identidade  e  status.  Assim,  o  consumidor  atual  escolhe  seus  futuros   pertences  (produtos)  através  dos  valores  que  eles  simbolizam  quando  associados  a  própria  marca:  liberdade;   tranquilidade;  suavidade;  beleza;  sofisticação;  simplicidade;  poder;  etc.  Valores  estes  que  ainda  não  foram  alcançado  pelo   homem  moderno.       Por  isso  a  palavra  inovação  apropriou-­‐se  deste  atual  momento  histórico,  e  tornou-­‐se  moda  -­‐  já  que  esta  sendo  repetido  e   seguido  por  todos.  Nunca  foi  tão  necessário  romper  com  a  atual  significância  de  valores  –  os  quais  ainda  se  encontram  em   formação;  e  pela  lei  de  consumir  o  que  nos  falta,  os  valores  recheiam  os  produtos  em  exibição  nas  prateleiras.     Inicia-­‐se  agora  a  busca  do  homem  moderno  para  começar  uma  nova  história,  representada  pelos  valores  desejados  através   das  inovações  que  virão,  e  porque  esses  valores  significam  desejos  que  profundamente  queremos  atingir,  eu  os  chamo  de   valores  reconstrucionistas,  que  modelarão  o  mundo  novo.         Estamos  vivendo  em  uma  época  transitória,  e  por  transição  entendemos  quando  dois  conceitos  diferentes  se  sobrepõe  até   um  transformar-­‐se  completamente  no  outro.  Estamos  deixando  para  trás  um  mundo  marcado  por  ações  de  sobrevivência   e  alto  desenvolvimento  material,  para  um  onde  todos  vivem  com  no  mínimo  todas  as  necessidades  básicas,  e  a  partir  daí,   como  encontra-­‐se  o  Brasil  atualmente,  outras  dimensões  de  consumo  ganha-­‐se  notoriedade  pela  massa,  e  a  busca  se  torna   outra,  a  do  aperfeiçoamento;  o  aperfeiçoamento  de  moradia,  de  carreira,  de  família,  da  moral,  e  da  sociedade  como  um   todo.  E  para  isso  será  necessário  reconstruir  o  mundo  atual,  através  destes  valores  reconstrucionistas,  corrigindo  o  que  se   deve,  e  criando  novos  conceitos,  nada  mais  nada  menos,  através  das  inovações  do  por  vir.       Nathalia  Viana  é  consultora  de  mercado,  em  constante  busca  de  novos  negócios,  produtos  e  acontecimentos  que  direcionam   tendências  de  comportamento.  Contato:  nathalia.viana@inbox.com           ©   2014.   Todos   os   direitos   reservados   à   Nathalia   Viana.   Este   material   não   pode   ser   publicado,   reescrito,   redistribuído  ou  transmitido  por  broadcast  sem  autorização  da  autora.    

 


INOVAÇÃO COMO MEIO DE EVOLUÇÃO