Page 1

Natasha Siviero Ilustrações de Laíssa Gamaro


Quando Sarah nasceu, todos acharam que daria uma princesa: a menina é linda, filha do rei e ainda se chama Sarah. Algumas pessoas acham que Sarah princesa sempre tem uma lição a ensinar, mas elas estão enganadas. A garota é dessas que se aprende a amar com o tempo.


Natasha Siviero Ilustrações de Laíssa Gamaro


para Aline,


Sarah ĂŠ uma princesa muda e nunca se viu por aĂ­ uma princesa muda.


Eu mesma não conheço história outra de princesa que não fala. E também não sei de reino feito o Duzentos e Quinze, porque não tem outro em canto algum por aí – se sabe – reino de rei com nome de número.


Mas Sarah não é muda coisa nenhuma. E também não é lá uma princesa. É uma menina que falava até demais e às vezes não sabia nem parar de falar e muito acontecia que ela falava, mesmo comigo, coisa que eu nem havia perguntado. r u s x v e b id x k i r k d p k flor o d k chá f w i e baleia z picolé k s s v b s rd m x m u b desenho x f d p u b e r r a p m i f s x m d u barco amarelo r bala d o dw i u d w om u bola f ix r x y k k x vc i l ii z o história o d r i p p cozinha v p c mãe oz g i k u z e n a b i f k s x viagem a y gf m cachoeirar f k r e f wx uu m o s vi o f rz s f ?wsguarda-chuva e b x fd bx u m kz x s x r dxeix i m z m xx vleão coisas f us eb f x i d mx raurbrincadeira e r f g o r kamigo r p i b f a s x r w r d d w d y f zo? a ea kxxn r m pu rwl gdb u z? nx nzs w bra u h v i d z grn k k x hj n xy xb d as izacx n zsokj fw x p b z m o u b i dw rd y f a f sy j hx v r lyb v c nzsxdxu ls xbiz melão ou m e g p piolho w x w h k r u p m o o x d x a ?a s k uf d y o xv r li b v b rxlysb iv faboneca cr u z. o w w i u i e g r w x h f p s c n d d m xf y a o i b vr lsg i of ov k u x? vwzm rxx l v as miguel i cf u r ow w i a s m j e g e mar b z h z r pd rxlsb iv ffasm ks cfuvxf sy forw x?odpsuvaxom b fsv a n vr k m oo? mvb ? i e w xbp m g v a k mamute ekdbh x fmo u x g x ? ?r m dc k mf s ? x u x m e r v ? r b p b e r f s f fua bu d p k scaramelo dc m cyrwrdu e zf xmneaueku g h p c s x z kw m m u x b d p r v s i rf kx erucfuw e hx b m xi b g a os xk o w y v


Só que nesse dia Sarah Sarinha não disse mais nada. O povo passa e nem fala com ela, que já se costumou com a princesa muda feito uma pedra. Só Joquinha, que sempre diz quando passa:

Mas no pensamento ele diz: “Bom dia, princesa muda” e ri.


Outro dia ele dizia, isso quando Sarah falava feito tagarela:

E pensava que nunca se viu por aí princesa mais desengonçada e faladeira. – Bom dia, princesa! – ele dizia –, mas parecia que ele falava:  “Bom dia, princesa que não é princesa”.


Só que Sarah é legítima princesa, primeira filha de quinze irmãos da Vossa Majestade seu rei Gordo e rainha Amélia.


E é linda, isso lá é. Quando nasceu todos achavam que daria uma princesa. Nome de princesa mesmo tem, que se chama Sarah.


Mas ela aprendeu a falar antes de andar, e isso também é coisa que quase nunca se vê – nem em reino com nome de nome nem em reino com nome de número. Aliás, as princesas de verdade não são muito dadas à conversa fiada e nunca falam da vida dos outros e nunca (nunca!) falam da vida delas mesmas.


Mesmo Sarah nĂŁo sendo lĂĄ muito princesa, toda a gente do reino tinha boa vontade em fazer da filha do amado rei uma princesa mesmo. Todos estavam muito empenhados em fingir que ela era uma princesa de verdade, embora fosse, como filha do seu rei Gordo que ĂŠ.


Ao passear de manh達, a princesa do Duzentos e Quinze contava com mais cumprimentos at辿 do que as princesas de verdade. Tudo com muito carinho, porque eles n達o queriam que Sarah um dia percebesse que n達o era bem uma princesa.


E assim, ninguĂŠm dizia a ela que ela nĂŁo se vestia direito, que precisava arrumar o cabelo, que falava demais e nunca parava de falar.


NinguĂŠm dizia, nem o rei nem a rainha, nem se comentava nas ruas, Ă boca miĂşda. Todos pensavam, secretamente e com amor, que um dia, de tanto que se queria, ela se tornaria uma princesa de verdade.


Mas esse dia demorava a chegar, e Sarinha faladeira (que até agora não disse uma palavra, meu filho, porque ela está muda) chegava à hora de se casar.


Mandaram chamar, então, o príncipe Francisco, do reino do Parque do Lago. O príncipe tinha uma cara de príncipe! No dia em que ele chegou todos se esforçaram muito para fazer Sarah parecer uma princesa, mas Francisco, coitado, não sabia das coisas e foi logo dizendo:


– Você não se parece uma princesa, Sarah. – Não? Ei, é! Eu não sei ser princesa.


– Você não sabe ser princesa? – ele perguntou sem espanto. – Não – ela disse, também sem espanto. – Por quê?


Fez-se um grande silêncio. Sarah não respondeu e não só não respondeu, como nunca mais falou.


Algumas pessoas já nem falam com ela, pois já sabem que ela não responde, mas Joquinha ainda sempre fala, como quem não perde o costume.


“Bom dia, princesa muda” – é o que ele pensa.


– Porque eu não quero. Ei! Eu não quero ser princesa.


Francisco, que entendia que ela n茫o estava muda coisa nada, s贸 estava pensando, fez uma cara boa. As outras pessoas nada disseram, nem sabiam nada para falar.


Aí sim, fez-se o silêncio do Duzentos e Quinze.


Joquinha disse, mas pensou foi nada, pensou foi isso mesmo que disse.


Dados Internacionais de Catalogação-na-publicação (CIP) (Biblioteca Central da Universidade Federal do Espírito Santo, ES, Brasil)

S624s

Siviero, Natasha, 1988Sarah princesa / Natasha Siviero ; ilustrações de Laíssa Gamaro. - [S.l. : s.n., 2012]. 36 p. : il. ISBN: 978-85-8173-034-9 1. Literatura infanto-juvenil brasileira. I. Gamaro, Laíssa. II. Título. CDU: 087.5

Copyleft do texto © Natasha Siviero Revisor: José Irmo Gonring Esta obra foi composta por Lorena Manhães e impressa pela Gráfica e Editora GSA sobre papel offset 120g/m2 em outubro de 2012.


Natasha Siviero é jornalista e escreve em sambaprasmocas.com.br. Em 2011, ganhou o prêmio da Secretaria de Cultura com o livro Baliza de Navio e outras crônicas. Sarah princesa é seu primeiro livro para crianças.


9 788581 730349

Sarah Princesa  

Sarinha agora por aqui.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you