Issuu on Google+

PORTFÓLIO


Quem sou eu? Natalina Pereira nasceu em 1988 no Norte, na Vila de Cucujães. É formada em Design de Comunicação pela ESAD, Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos. Este é o portfólio que irá mostrar alguns dos seus trabalhos realizados enquanto vida académica e profissional. É uma apaixonada por Ilustração, Fotografia e pelo Design em geral. Um dos seus objectivos é ter um papel activo no mundo do Design e das Artes. Faz de tudo um pouco nos seus trabalhos e mesmo assim, ainda tem muito para se cultivar com quem lhe possa ensinar novas ideias, novas formas e novos mundos. Nos seus trabalhos ilustrados vai fazendo experiências, apesar de ainda não ter encontrado o estilo próprio que tanto procura e que muitos ilustradores já o têm. Quanto à fotografia, não é nenhuma pró nem nada com que se pareça, mas gosta de se armar de vez em quando e ir tirar umas fotografias a tudo o que lhe aparece à frente... (ou pelo menos quase tudo). Acredita que ainda tem muito para aprender e muito para fazer nesta vida que tanto a fascina enquanto designer/ilustradora.


índice CONCELHO DE ESTADO

EDITORIAL

LOGOTIPOS/ESTACIONÁRIOS

CARTAZES

TIPOGRAFIA

HTML+CSS

ILUSTRAÇÃO

FOTOGRAFIA


CONCELHO DE ESTADO “MIKHAIL GORBACHEV HOMENAGEADO EM PORTUGAL Para prestar tributo e reflectir sobre a importância histórica do ideólogo da perestroïka vão estar presentes, na vila minhota, Mário Soares, Mohan Munasinghe, Pavel Fiodorovich Petrovskiy, Pavel Palazchenko, Alexander Likhotal, Luc Hardy, José Pacheco Pereira, Viriato Soromenho-Marques, Maria de Jesus Barroso, entre muitas outras personalidades. Estarão ainda presentes através de uma mensagem de vídeo George Shultz e George Bush.” http://www.novembro.pt/


No âmbito do evento Concelho de Estado 2011 em Arcos de Valdevez realizei: > Outdoor > Estandartes de Rua > Tarja para a Fundação Mario Soares > Estandarte para a Casa das Artes > Convite > Programa do Evento > Tarjas para o púlpito e também para a mesa da conferência > Elaboração gráfica do contentor “Video” da exposição temática > Registo fotográfico pré e pós evento


CONCELHO DE ESTADO


08/09


CONCELHO DE ESTADO

> Entandarte para a Fundação Mário Soares em Lisboa > Estandarde para a Casa das Artes em Arcos de Valdevez

10h00 > Teatro de Rua

Ao longo do dia, uma peça de teatro retratará a vida e carreira política de Mikhail G acrescentando assim uma componente lúdica ao evento, que será representada pel Teatro de Rua “O Andaime”.

10h30 > Exposição “Mikhail Gorbachev, o homem que mudou o mundo”

> Aberta entre as 10h30 e as 19h30 < Uma exposição/arte de rua, projectada em 5 módulos, onde será retratada a trajectória da vida e da obra de Mikhail Gorbachev. Esta exposição será de grande dimensão, transformando durante o evento o perfil das principais artéria de Arcos de Valdevez. Módulo 1: Being (Campo do Trasladário) Módulo 2: Perestroïka and Glasnost (Praça do Município) Módulo 3: Break the ice (Campo do Trasladário) Módulo 4: Vídeo (Jardim dos Centenários) Módulo 5: The greening of Gorbachev (Campo do Trasladário)

11h30 > Tribuna dos Pequeninos (Casa das Artes de Arcos de Valdevez) Parlamento em formato infantil, previamente orquestrada pelos professores das escolas do ensino básico do concelho de Arcos de Valdevez, dirigirá perguntas num debate que se pretende pedagógico, interactivo e didáctico.

16h30 > Conferência (Casa das Artes de Arcos de Valdevez)

Uma conferência com a presença de várias figuras do xadrez político nacional e int debater e dar testemunho da vida e acção política de Mikhail Gorbachev: Mikhail Go Soares, Mohan Munasinghe, Pavel Fiodorovich Petrovskiy, Alexander Likhotal, Viriato Soromenho-Marques, José Pacheco Pereira, entre outros. Presença através de vídeo de George Bush e George Shultz. Presença através de mensagem escrita de José Manuel Durão Barroso.


apoio:

10/11

10h00 > Teatro de Rua

Gorbachev, lo Grupo de

Ao longo do dia, uma peça de teatro retratará a vida e carreira política de Mikhail Gorbachev, acrescentando assim uma componente lúdica ao evento, que será encenada pelo Grupo de Teatro de Rua “O Andaime”.

10h30 > Exposição “Mikhail Gorbachev, o homem que mudou o mundo”

as

> Aberta entre as 10h30 e as 19h30 < Uma exposição/arte de rua, projectada em 5 módulos, onde será retratada a trajectória da vida e da obra de Mikhail Gorbachev. Esta exposição será de grande dimensão, transformando durante o evento o perfil das principais artérias de Arcos de Valdevez. Módulo 1: Being (Campo do Trasladário) Módulo 2: Perestroïka and Glasnost (Praça do Município) Módulo 3: Break the ice (Campo do Trasladário) Módulo 4: Vídeo (Jardim dos Centenários) Módulo 5: The greening of Gorbachev (Campo do Trasladário)

10h30 > Mantas à Varanda a Mikhail Gorbachev,

ternacional, para orbachev, Mário , Luc Hardy,

A população de Arcos de Valdevez mantém a tradição e dará as boas-vindas aos convidados do “Concelho de Estado”.

11h00 > “Um Futuro para o Mundo”, lançamento de barcos ao Rio Vez Os convidados e conferencistas depositarão nas águas da Ínsua do Rio Vez um barco de papel com uma mensagem no âmbito da temática anunciada.

11h30 > Visita oficial à exposição “ Mikhail Gorbachev, o homem que mudou o mundo” Durante esta visita realizar-se-ão actividades por parte das escolas de Arcos de Valdevez, nomeadamente junto ao Módulo 2, denominado “Perestroïka and Glasnost”, no âmbito da queda do Muro de Berlim.


ConferĂŞncia (Casa das Artes de Arcos de Valdevez)


CONCELHO DE ESTADO

CONTENTOR “VIDEO” “Em apenas três anos, a União Soviética perdeu três líderes: Brejnev, Andropov e Konstantin Chernenko. (...) Gorbachov permitiu uma liberdade de expressão que nem a Rússia nem os outros estados da União Soviética jamais tinham conhecido durante a sua longa história. A ascensão da democracia na Rússia e o fim da divisão da Europa com o fim da Guerra Fria são o resultado directo e extraordinário de Mikhail Gorbachev enquanto líder da União Soviética. O objectivo conceptual de Gorbachev é baseado na crença de que numa era de globalização, a Rússia e o resto do mundo precisam de um novo pensamento - uma nova interpretação das ideias de progresso e de humanismo, envolvendo princípios que conduzam a uma ordem mundial mais justa. É seu objectivo facilitar o diálogo aberto entre os especialistas e o público e aplicar os resultados da inves-tigação em benefício do desenvolvimento da sociedade civil para ajudar a educar uma nova geração de estudiosos e políticos.”

Contentor realizado no âmbito da temática Video.


14/15


Capa do livro “Alice no País das Maravilhas”


EDITORIAL


18/19

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS

O objectivo deste projecto era conceber a capa, contra capa e lombada do meu livro favorito. “Era muito bonito dizer “BEBE-ME”, mas a sábia Alice não ia fazer isso à pressa (...) Contudo, como a garrafa não dizia “veneno”, Alice aventurouse a experimentá-la e, descobrindo que o sabor era muitíssimo agradável (de facto, a garrafa continha uma espécie de torta de cereja, leite-creme, ananás, peru assado, caramelo e torradas de manteiga), rapidamente acabou com o seu conteúdo. - Que sensação tão estranha! - disse Alice. - Devo estar a encolher como um telescópio!”


EDITORIAL


20/21

MÁRIO CEZARINY O objectivo deste projecto era ilustrar o poema de Mario Cezariny “A um soldado que chorava de tanta coisa tinha de levar aos ombros e arrastar com as mãos”.

“Anda soldado não te demores vais atrasado anda não chores Parte o comboio a toda a pressa comboio sombra inaugural da gare onde tudo começa pior que bem melhor que mal não tens quem de ti se despeça cabelos de oiro mãos de metal parte o comboio a toda a pressa ai torna à cidade natal...”


22/23

A minha ideia para este trabalho foi criar uma revista de modo a ilustrar o poema com herois que fizeram e ainda hoje fazem parte das nossas vidas.


EDITORIAL

Dois exemplos do redesign da capa do livro “Bichos” de Miguel Torga cuja a ilustração da capa tinha de ser em vector.


EDITORIAL


26/27

O OBJECTO. O LIVRO O Objecto . O Livro O livro como objecto e a informação escrita.

Esta proposta tinha como objectivo explicitar a conceptualização individual do tema “ O livro como objecto lúdico”, organizando o texto “O objecto . O livro” “Agora os caracteres andam luminosos, mas desde sempre foram iluminados. Não há luz mais intensa que a de um pensamento, nem nada mais brilhante que o fascínio pelo gesto da escrita fruto do desejo de contar, da necessidade de um registo, de um apoio para pensar mais e mais longe. Esboçar uma história destas caixas bailarinas que conservaram a luz ao longo dos últimos digamos, mil anos é tentar capturar na página desejos e outros enigmas interiores. E falar de momentos grandiosos e invenções minúsculas, mas também de matérias e imagens, de religiões e rebeliões. De velocidades e arquitecturas, de técnicas e histórias de amor, saber e sabor (...) E o livro nunca foi só de letras, foi iluminura e cercadura antes de ser design; foi a poesia fulgurante e absoluta de William Blake antes das invenções de Laurence Sterne (Vida e Opiniões de Tristam Shandy) ou de Raymond Queneau (Cent mille milliards de poèmes), Foi portanto, tudo antes de ser agora as formas, tamanhos e possibilidades. Agora os caracteres, que nunca foram cegos, andam irrequietos.” in revista Icone


Capa do livro “Memórias da Praia - Jogos tradicionais”


EDITORIAL


30/31

MEMÓRIAS DA PRAIA

O objectivo deste trabalho era de criar uma imagem global para o livro “Memórias da praia - Jogos tradicionais” reflectindo um objecto com preocupações contemporâneas numa busca incessante de recuperação dos jogos da praia do passado. “O jogo, na sua definição mais lata, é uma espécie de convenção, em que a aptidão, o acaso, ou os dois juntos, conforme a diversidade dos jogos, determinam a perda ou o ganho, entre duas ou mais pessoas. Os jogos tradicionais são marcas da actividade física de uma sociedade ou um grupo social. São realizados pelos seus praticantes a partir do repertório dos mais velhos, transmitido de forma predominantemente oral dentro de uma geração e de geração em geração, e adaptam-se às características do local de prática. Há uma enorme variedade de jogos tradicionais, que podem ser divididos em diversas categorias...”


O objectivo deste projecto era fazer três publicações da revista, sendo que a primeira publicação deveria ser divulgada, desenvolvendo assim um conjunto de peças de intervenção gráfica no espaço escolhido, neste caso a Ribeira do Porto. “AsasdeÍcaroéumapublicaçãocomumaabordagem alternativa, interventiva e difusora da cultura urbana. Priveligia a criação contemporânea em todas as suas formas: Design, Artes Plásticas, Artes do Espectáculo (performance, teatro, arte circence ou outras) e celebra em todas as suas vertentes a cor, a tipografia, a ilustração e o movimento. ”


34/35

Alguma paginação da primeira revista Ícaro “A mensagem linguistica”, cujo o texto era em português e espanhol.


LOGOTIPOS/ESTACIONÁRIOS

o H 2

defesa de

recursos

hídricos

O logótipo vem representar a ideia de um peixe que vive nos maiores espaços de água que existem no mundo (a rio, o mar e o oceano), sem a água ele não consegue viver. Tal como nós que também dependemos dela para sobreviver.


38/39

Ho 2

defesa de

recursos

hídricos

Rua Rei Ramiro, 870 • 4400-281 Vila Nova de Gaia Tel. (+351) 288 000 333 • Fax (+351) 288 000 334 e-mail: h2o@defesaderecursoshidricos.com.pt

www.h2odefesadosrecursoshidricos.pt

Ho 2

defesa de

recursos

hídricos

Ho 2

Ho 2

defesa de

recursos

hídricos

Rua Ramiro, Rua ReiRei Ramiro, 870870 4400-281 Nova Gaia 4400-281 VilaVila Nova de de Gaia

Rua Rei Ramiro, 870 • 4400-281 Vila Nova de Gaia Tel. (+351) 288 000 333 • Fax (+351) 288 000 334 e-mail: h2o@defesaderecursoshidricos.com.pt

www.h2odefesadosrecursoshidricos.pt


LOGOTIPOS/ESTACIONÁRIOS

Sociedade Portuguesa de Biomecânica

Concurso na qual o objectivo era a criação de uma nova identidade visual para a Sociedade Portuguesa de Biomecânica.


Sociedade Portuguesa de Biomecânica

40/41

Sociedade Portuguesa de Biomecânica

Sociedade Portuguesa de Biomecânica Rua Rei Ramiro, 870 • 4400-281 Vila Nova de Gaia Tel. (+351) 288 000 333 • Fax (+351) 288 000 334

e-mail: spb@sociedadeportuguesbiomecanica.com.pt

www.sociedadeportuguesabiomecanica.pt

Sociedade Portuguesa de Biomecânica Sociedade Portuguesa de Biomecânica

Rua Rei Ramiro, 870 • 4400-281 Vila Nova de Gaia Tel. (+351) 288 000 333 • Fax (+351) 288 000 334 e-mail: spb@sociedadeportuguesbiomecanica.com.pt

www.sociedadeportuguesabiomecanica.pt

Rua Rei Ramiro, 870 • 4400-281 Vila Nova de Gaia Tel. (+351) 288 000 333 • Fax (+351) 288 000 334 e-mail: spb@sociedadeportuguesbiomecanica.com.pt

www.sociedadeportuguesabiomecanica.pt

Sociedade Portuguesa de Biomecânica

Sociedade Portuguesa de Biomecânica

Sociedade Portuguesa de Biomecânica

Rua Ramiro, Rua ReiRei Ramiro, 870870 4400-281 Nova Gaia 4400-281 VilaVila Nova de de Gaia


LOGOTIPOS/ESTACIONÁRIOS

Logótipo criado para uma empresa com um projecto que visa recuperar/reciclar “monos” que se encontram nas nossas casas.


42/43

Vânia Cabeleireiro Cabeleireiro Estética Tlm: 91 83 71 511 Rua Rio de Ossos, nº 290 3720-854 Vila de Cucujães

Cartão de visita elaborado para uma cabeleira.


CARTAZES/FLYERS

Este flyer e cartaz foram concebidos para o Lip Dub realizado na Universidade de Coimbra. A minha inspiração para as ilustrações foi baseada na música “O meu coração” dos Anaquim, música essa utilizada no video.


design Natalina Pereira e T창nia Silva


46/47

casa setesóis

deite casa Não setesóisnada fora!

Recolhas Gratuitas De tudo o que possamos dar uma utilidade As actividades que realizamos são ajuda para várias pessoas e em, simultâneo, um serviço para si. Cada dia que passa procuramos fazer mais e melhor. A Casa Sete Sóis recolhe móveis, roupas, frigoríficos, sofás, antiguidades entre outras coisas.

O que fazemos? .Trabalhos de carpintaria e em madeira .Restauro e recuperação de imóveis .Limpeza de edifícios .Desmatações Telm: 917 012 419 . 918 384 169

^ Este flyer foi concebido para um projecto que visa recuperar/reciclar “monos” que se encontram nas nossas casas. < Cartaz realizado para uma conferência da JS na Vila de Cucujães, cujo o tema apelava para os jovens e a cidadania.

casa setesóis


CARTAZES/FLYERS

Grupo de Teatro da LACAM

Vem aí o Zé das Moscas de António Torrado

20 NOV/ 16:30 no

Salão do Clube Desportivo do Carapinheirense

Cartaz realizado para o grupo de teatro da LACAM Mondego para a peça de teatro “Vem aí o Zé das Moscas”.


â&#x20AC;&#x153;...Uma mosca sem valor poisa com a mesma alegria na careca de um doutor como em qualquer porcaria...â&#x20AC;?


TIPOGRAFIA

^ Tipografia criada a partir de duas fontes tipogrรกficas > Redisign da tipografia original Caslon de William Caslon I.


50/51

Charl esBaudel ai re

Opi ni on Ei nbuchfurfrei e gei s t er

Sensati on Fl eursduMal Theunbearabl el i ghtnessofbei ng

Bari t ono


HTML+CSS

O objectivo deste trabalho era criar um site de duas pรกginas para uma revista.


52/53


HTML+CSS

Páginas do site que criei para a revista “Ícaro - Acções Efémeras no Quotidiano Urbano”


54/55


Reprodução de um dos trabalhos de Gabriel Pacheco em acrílico.


ILUSTRAÇÃO

Peixe-Noivos

Peixe-Gato

Peixe-Papagaio

Peixe-Sapo

Peixe-Lua

Peixe-Porco


58/59

Peixe-Galo

Peixe-Voador

Peixe-Agulha

Peixe-Rel처gio

Peixe-C찾o

Peixe-Bal찾o


ILUSTRAÇÃO

Peixe-Leão

Peixe-Folha

Peixe-Palhaço

Peixe-Espada

FUSÕES VISUAIS

A ideia era ilustrar “fusões visuais” a partir de peixes. Técnica: Aguarela e lápis de cor. A intensão destas ilustrações foi para a realização temática de um casamento.

Peixe-Aranha


60/61


ILUSTRAÇÃO


ILUSTRA��O

^ Esboço inicial do que seria o meu Galo de Barcelos > The Yeatman Hotel & Wine Spa | Competição de pintura de galos de Barcelos


64/65


FOTOGRAFIA


68/69



Natalina Pereira Portfolio