Page 1

Tutorial para redimensionar imagens em lote utilizando o programa Irfan View


Tutorial para redimensionar imagens em lote utilizando o programa Irfan View: 01. Primeiramente verificar o tamanho das imagens: Verificamos que cada arquivo possuí resolução considerada alta. Observe que o tamanho de cada arquivo é grande 1,6 e 2,0 MB.

02. Acessar o programa Irfan View. Pode ser obtido através do link: http://www.irfanview.com/ Clicar no menu download 03. Atalho criado no menu iniciar.

04. Acessar o menu File, e clicar na opção ‘Batch Conversion/Rename’


05. Uma nova janela será aberta (Batch Conversion): Essa é janela padrão que é aberta.

06. A próxima etapa é selecionar os arquivos que serão redimensionados. A. Primeiro deve-se selecionar os arquivos de origem a ser processados: Selecione o caminho original das imagens clicando no caixa de seleção de arquivos ‘Examinar’:


B. Selecione todas as imagens na ‘Lista de arquivos’ abaixo da caixa de seleção ‘Examinar’. Dica aperte as teclas SHIFT + CONTROL para selecionar vários arquivos

C. Depois que tiver selecionado as imagens, clique no botão ‘ADD’ ou ‘ADD ALL’. Observe que as imagens selecionadas serão listadas na caixa de listagem ‘Input Files’


07. Depois que todos os arquivos estiverem selecionados – listados na caixa de listagem ‘Input Files’. O passo seguinte Consiste em executar a conversão em lote dos arquivos. Mas como é a primeira vez que essa conversão irá ser executada, primeiramente deve-se configurar o local de saída dos arquivos e as novas dimensões resultantes do processamento de conversão e redimensionamento das imagens. A. Selecionar o formato de saída dos arquivos. Para isso deve-se escolher o tipo de arquivo adequado na caixa de listagem ‘Output Format’, localizada na seção ‘Batch conversion settings’: O tipo de arquivo mais comum é o formato JPG/JPEG. Esse formato é também o mais popular e praticamente qualquer computador conseguirá abrir os arquivos quer forem salvos nesse formato.

B. Para não haver perda de qualidade das imagens após o processamento de redimensionamento, opcionalmente é aconselhável modificar a opção ‘Save Quality’ originalmente em 80% e modificá-la para 100%. Para acessar essa configuração deve-se clicar no botão ‘Options’ localizado na seção ‘Batch conversion settings’.

3

1

2

C. O passo seguinte consiste em configurar o tamanho que as imagens terão após o processamento de redimensionamento. Para isso deve-se marcar a caixa de marcação ‘Use advanced options for bulk resize...’, localizada na seção ‘Batch conversion settings’ e depois clicar no botão ‘Advanced’:

1

2


D. Essa é a parte mais importante dessa configuração e define o tamanho final das imagens depois do processamento. Essa configuração é feita na janela com título ‘Set for all images’, localizada no botão ‘Advanced’ da seção ‘Batch conversion settings’: Configuração Padrão:

Como deve ficar a configuração após as modificações:

1

2

3

4

- 1. Primeiro deve-se deixar marcada a caixa de marcação ‘RESIZE’ (Redimensionar) - 2. Depois, digitar em ‘Set New Size – Set one or both sides to – Height ‘ o valor: 750 pixels. Esse valor foi escolhido, porque as resoluções de monitores mais comuns são 800x600, 1024x728, 1024x768. Com esse tamanho máximo de altura, as imagens caberão na tela do monitor, principalmente aqueles com resolução menor, e também resultarão em arquivos com tamanho menor. - 3. Deve-se marcar a opção ‘Use Resample function’ (para obter imagens com melhor qualidade) - 4. A opção ‘Don’t enlarge smaller images’ também deve ser marcada. Para evitar que imagens menores sejam redimensionas. - 5. E por último deve-se clicar no botão ‘OK’ para salvar as configurações.

5

Observação: É importante que a opção originalmente marcada ‘Preserve aspect ratio (proportional)’ continue sempre marcada, para evitar que as imagens fiquem desproporcionalmente distorcidas, ou seja, Essa configuração não permite que as imagens fiquem achatadas ou esticadas depois do processamento em lote.


08. A próxima etapa é a escolha do local onde as imagens processadas serão salvas após o processamento final dos arquivos. Por segurança é melhor escolher uma pasta diferente das imagens originais. Para evitar mensagens de erros ou até mesmo que as imagens originais sejam sobrescritas. Essa configuração é feita na seção ‘Output directory for result files’, após clicar no botão ‘Browse’. No exemplo foi criada uma pasta de saída chamada: ‘saida’. 1

2

3

09. O último passo é clicar no botão ‘Start Batch’ para iniciar o processamento das imagens.


Observe a janela com o resultado do processamento: Atenção para o número de arquivos processados que é igual ao número de arquivos selecionados. E também para o número de erros ‘Errors: 0’ e alertas ‘Warnings: 0’. Indicando que não houve nenhum problema no processamento dos arquivos.

Observe também que o tamanho final das imagens diminuiu tanto nas dimensões como no tamanho final dos arquivos. Ficaram bem menores do que o tamanho original.

Para diminuir mais ainda o tamanho dos arquivos, experimente modificar a medida final da altura das imagens para um número menor, como por exemplo: 600 pixels , e diminuir a qualidade final dos arquivos para 80%, em ‘save quality’.


Fim

Tutorial para redimensionar imagens em lote utilizando o programa Irfan View  

Tutorial para redimensionar imagens em lote utilizando o programa Irfan View

Advertisement