Issuu on Google+

Portal Letras Que curso fazer? O que é a profissão?

Algumas dicas...

Esclarecemos o assunto.

Faculdades? A gente tira suas dúvidas.

Entrevista Entrevistamos um especialista no assunto. Página 1


Sumário Editorial ........................................................................... 3 O curso ............................................................................ 4 O que é a profissão? ......................................................... 5 Faculdades ............................................................................ 6 Entrevista ....................................................................................... 7 Expediente ......................................................................................................... 9

Página 2


Editorial Essa revista é dedicada aos jovens que estão à procura de uma profissão e para aqueles quem desejam saber mais sobre o assunto. Nessa edição especial, a revista fala sobre o curso de letras, pois hoje em dia as pessoas estão mais interessadas nesse tipo de curso. Nossa revista procura trazer o máximo de informações possíveis para manter você bem informado. Esperamos que você goste.

Página 3


O curso O Curso de Letras objetiva formar profissionais Inter culturalmente competentes, capazes de refletir criticamente sobre temas e questões relativas aos estudos linguísticos e literários, a fazer uso de novas tecnologias e a compreender sua formação profissional como processo contínuo, autônomo e permanente. A nova sociedade, decorrente da revolução tecnológica e seus desdobramentos na produção e na área da informação, apresenta características capazes de assegurar à educação uma autonomia ainda não alcançada. O novo paradigma mundial emana da compreensão de que, cada vez mais, as competências desejáveis ao pleno desenvolvimento humano aproximam-se das necessárias à inserção no processo produtivo. A educação deve ser compreendida como um meio de superação da dualização da sociedade, que gera desigualdades cada vez maiores. No contexto da globalização, a educação passa a responder às exigências impostas pelos órgãos internacionais, a partir do aspecto das necessidades de mercado mundial de trabalho. Assim, a educação passa a desempenhar um novo papel nessa sociedade que tem como termômetro regulador do mercado as relações sociais. Historicamente, a educação tem executado algumas funções básicas nas sociedades. As várias teorias sociológicas apontam este fato. Como diz Émile Durkheim (2002), o objetivo da educação era obter a harmonia, o consenso, a conservação. Em Bourdieu, Passeron (1970), Althusser (1983), Baudelot, Establet (1970), citando apenas alguns estudiosos franceses, a idéia é a que a educação reproduz as relações sociais de produção, principalmente através da ideologia difundida. Para Henry Giroux (1983), a formação da educação é de resistência, de impedimento, para que dessa reprodução se dê. Para Adorno, um dos membros da Escola de Frankfurt e criador da Teoria Crítica, a educação é antes de tudo esclarecimento, emancipação. Esclarecimento dos mecanismos da alienação e de manipulação ideológicas presentes no sistema. Paulo Freire (1979) vê a educação como transformação, mudança, e possibilidade de colocar o homem como ser histórico capaz de ser sujeito do e no mundo. A informatização e a automação reduzem o trabalho humano, mas possibilitam a ampliação do desemprego, do subemprego e da falta de oferta no mercado de trabalho dos jovens. Agregada a esse fenômeno está à reorganização da economia em base transnacional, processando uma verdadeira mundialização do capital. Tudo isso leva a uma revisão completa dos paradigmas existentes e das concepções pedagógicas vigentes. Sabe-se que a educação é um processo social, portanto, deve acompanhar a dinâmica da sociedade. Página 4


O que é a profissão? Letras é uma designação genérica que abrange as áreas científicas da Linguística (incluindo o ensino de línguas), dos Estudos literários, dos Estudos culturais, da História e da Filosofia. Estas áreas são normalmente investigadas e ensinadas nas faculdades de Letras e nos cursos superiores de Letras. Letras também é uma escrita exemplo:l-e-t-r-a-s. Há muito tempo a Graduação em Letras vem merecendo uma releitura de suas atribuições. O Profissional de Letras participa da formação crítica e da vida cultural da sociedade, possui habilitação para atuar como redator, revisor de texto, tradutor, crítico literária e das artes em geral, além do ensino de língua e literatura quando licenciado. Mas será que este profissional ainda tem consciência da importância e do peso que seu conhecimento e ações podem representar para a formação do cidadão? Quando se fala em curso de Letras é muito comum associá-lo exclusivamente à função de Professor, cuja imagem tem sido amplamente desgastada pelas péssimas condições do ensino no Brasil. E é justamente porque Letras está muito próxima da função de Ensinar e, consequentemente, da imagem do Professor, que foi alvo de uma enquete entre os membros da comunidade de Letras da UERJ, no Orkut. Foram 222 votos, respondendo à seguinte questão: Você fez Letras porque gosta ou caiu de pára-quedas*? 61% (137 membros da comunidade) responderam que gosta e não se cansa de lutar, 20% (46 membros) que gosta, mas está decepcionado enquanto 7% (17 membros) responderam que apesar de não ter outra opção abraçou a profissão. 9% do total (22 membros) respondeu que caiu de pára-quedas e não vê a hora de pular fora. Como sempre há aqueles que estão apenas de passagem em todas as profissões, podemos considerar o resultado como positivo e acreditar que ainda é possível reverter este quadro desrespeitoso em que se encontra o Professor e ir um pouco além, trazer de volta a discussão em torno das Letras, suas necessidades e seus saberes.

Página 5


Faculdades Algumas faculdades que tĂŞm o curso de letras: Ufc:

Uva:

Uece:

Unifor:

PĂĄgina 6


Entrevista Entrevistamos um especialista no assunto. “Sou Fernando Régis Rocha Praxedes, tenho 50 anos, sou formado em letras pela Universidade Estadual do Ceará. Atualmente trabalho no SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – como professor de inglês e português. Sou casado há 15 anos e tenho uma filha de 14 anos. Adoro minha profissão e sou muito feliz junto à minha família.” 1) Em que universidade você concluiu o seu curso?  Universidade Estadual do Ceará. 2) Você concluiu o curso durante quanto tempo?  Quatro anos. 3) Quais foram as suas expectativas para se formar o mais rápido possível?  Cursei o máximo das cadeiras possíveis durante todos os semestres. 4) Por que você escolheu se formar em letras?Escolheu a profissão por acaso ou você tem um gosto a mais pela profissão?  Escolhi o curso de letras porque gosto de ensinar e já havia concluído o curso de inglês no IBEU. 5) Quem o incentivou a se formar em letras?  Não houve incentivo por parte de outra pessoa, decisão própria. 6) O que você achou da faculdade de letras?  Gostei bastante, tive a oportunidade de aprender com excelentes professores. 7) Como é sua rotina de trabalho?  Reservo uma parte do tempo para lecionar e a outra parte para administrar minha fazenda. 8) O que você acha da procura desse tipo de profissional no mercado de trabalho?  A procura é crescente, pois o Brasil é um país emergente, precisa investir bastante na área educacional.

Página 7


9) O que você acha do salário?  Infelizmente o magistério não possui salário valorizado, mas o amor a profissão é compensado. 10) Você aconselharia algum amigo cursar a faculdade de letras?  Acredito que a escolha profissional é bastante individual, precisase gostar da profissão. 11) Qual é o seu pensamento sobre a Língua Portuguesa atualmente?  A língua portuguesa, em especial o português do Brasil, tem uma variação grandiosa, o que torna nossa língua bastante rica, e essa também vem passando por transformações importantes, como é o caso do Novo Acordo Ortográfico.

Página 8


Expediente Fernanda Praxedes nº 5 Caio Silas nº2 Bruno nº1 Matheus Silva Mota nº 17 João Pedro Alves nº 8 Série: 9ª Turma: “A” Turno: tarde

Página 9


portal letras