Page 1

PODER DO TRABALHO EM EQUIPE

PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO RESULTADOS

ÍNTEGRA

EMPRESAS NOVAMÉRICA | DEZEMBRO DE 2015 • ANO XIV • Nº 12


2015

UM DESAFIO DE TODOS Um alerta amarelo piscou! Rapidamente e muito atentos aos movimentos do país e do setor, um grupo de pessoas percebeu que algo teria de ser feito para que logo adiante o sinal vermelho não colocasse realmente tudo em risco. O cenário era bastante difícil. Empresas vizinhas já tinham fechado suas portas, outras tantas mais distantes também pararam de funcionar. Nos últimos anos 70 usinas no país deixaram de existir, o que causava apreensão, mas não desespero, afinal tantas outras crises já tinham sido superadas por nós. Nesses mais de 70 anos de atuação muitas montanhas já foram escaladas. E o horizonte sempre fora alcançado ao final da subida.

garra de seu fundador

força do coletivo

Não para eles! Dessa forma e nessas circunstâncias não lhes restara outra alternativa a não ser escalar a grande montanha. Antes, porém, foi preciso abrir os olhos de todos para o grande obstáculo que tinham à frente, pois a subida só poderia ser feita se todos estivessem juntos no mesmo caminho. Cada um por si não chegaria a lugar nenhum. Era necessária a força do coletivo, a união do grupo, a garra da equipe. Aí, então, em uma atitude inédita na companhia, os gestores decidiram abrir o jogo e mostrar a realidade para todos.

Era apenas mais uma montanha que se colocava à frente. Os obstáculos pareciam grandes, tal qual o monte: uma grave crise financeira e política no país; falta de clareza e transparência do governo na definição do preço dos combustíveis; uma competição desleal de outros países produtores de etanol, que têm suas produções subsidiadas; elevados estoques mundiais de açúcar; diminuição do consumo de combustível e energia elétrica dos brasileiros, em decorrência da crise financeira; aumento dos custos de insumos importantes para o cultivo da cana-de-açúcar, como herbicidas e diesel, dentre outros.

NAÍNTEGRA O JORNAL NA ÍNTEGRA É UMA PUBLICAÇÃO BIMESTRAL DAS EMPRESAS NOVAMÉRICA AGRÍCOLA LTDA., NOVAMÉRICA AGRÍCOLA CAARAPÓ LTDA. E RRB EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES.

PROJETO EDITORIAL

BASE_ REDAÇÃO

Glauciana Nunes REVISÃO

Glauciana Nunes Fazenda NovAmérica, s/nº • Bairro Água da Aldeia Tarumã • SP • CEP 19820-000 comunicacao@novamerica.com.br www.novamerica.com.br /Grupo.Novamerica

Diante disso, o que fazer? Abaixar a cabeça? Não! Não para uma companhia que se orgulha de ser a primeira usina de açúcar a álcool do Vale do Paranapanema. Não para a família que dirige esta empresa, que se espelha na garra de seu fundador, Renato de Rezende Barbosa, importante peça política brasileira, idealizador do Programa Nacional do Açúcar e Álcool (Proálcool), em 1975. Não para os seus mais de 2 mil colaboradores, divididos em duas unidades, em Tarumã (SP) e Caarapó (MS), que fazem diariamente a NovAmérica ser a maior fornecedora de cana-de-açúcar do mundo.

/comunicacaona

Em resumo: 2015 se apresentava antecipadamente como um ano assustador, com prévia de absurdos 75 bilhões de reais de endividamento do setor sucroenergético.


Se esta empresa é feita por todos, nada mais justo do que contar com todos nessa hora

PODER DO TRABALHO EM EQUIPE

Fábio de Rezende Barbosa

COMO A NOVAMÉRICA COMEÇOU A ESCREVER UMA NOVA HISTÓRIA PAUTADA NOS VALORES DE SEUS COLABORADORES E NO PODER DA PARTICIPAÇÃO DO GRUPO PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO RESULTADOS Num gesto de humildade e transparência, presidência, superintendência, diretoria e gerência, juntas, decidiram abrir o cenário para os colaboradores da companhia. Assim, mostraram os números, falaram dos desafios, explanaram as dificuldades, divulgaram os orçamentos, abriram as contas, debateram os custos. Informação! O gesto foi corajoso mesmo, pois ninguém sabia como o grupo reagiria. Não tinham garantias. Ou melhor, havia apenas uma certeza: a de que individualmente não chegariam longe, todos sucumbiriam aos pés da montanha. Por isso mesmo é que a informação e o envolvimento das pessoas parecia o único e mais sensato caminho. Num misto de emocional com racional todas as cartas foram colocadas na mesa. Essa proximidade começou a derrubar por terra qualquer distância que pudesse existir, mesmo as mais veladas. “De repente, todos nos sentimos parte da mesma coisa. Não havia mais diferença. Havia um desafio que era nosso e não apenas meu. Não apenas dele. A montanha era a mesma para todos”, falou o diretor da NovAmérica, Mário Chiarinelli. A partir daí algumas palavras começaram a aparecer no grupo: compartilhamento, autonomia, propósito e inteligência coletiva pularam dos livros de administração para a prática e um grande case começou a ser escrito por várias mãos. Um capítulo com muitas histórias começou a ser delineado. Histórias cujos protagonistas são cada um dos dois mil colaboradores da NovAmérica, que provaram que juntos eles podem subir qualquer montanha, nao importando o tamanho e as dificuldades do caminho.


PODER DO TRABALHO EM EQUIPE

MENOS CAPITAL ESTOCADO As prateleiras do almoxarifado estavam abarrotadas de peças. O pessoal da Manutenção e da Operação percebeu que não era preciso todo aquele montante para realizar um trabalho de qualidade. Uniram-se à equipe de Planejamento e Suprimentos para reduzir o estoque e replanejar o esquema de compras. O resultado? A conta baixou drasticamente.

NOVO SOFTWARE DE SOLUÇÃO FISCAL A Contabilidade da empresa sempre usou um software externo para buscar soluções fiscais. Perceberam, então, que estavam direcionando muito capital para esta prática e decidiram que era hora de mudar. Compartilharam o desafio com as áreas de Controladoria e Tecnologia da Informação e juntos encontraram uma ferramenta de custo inferior e manutenção mais acessível.

FORNECEDORES MAIS RÁPIDOS A equipe de Compras estava de olho no longo prazo de entrega dos fornecedores da NovAmérica. Pensando em potencializar a produtividade da empresa, contou com a ajuda do time de Suprimentos para alterar essa rotina. O que antes demorava 17 dias, hoje chega à companhia em 7. Redução significativa que prova a força do trabalho em equipe.

MENOS VELOCIDADE. MENOS MANUTENÇÃO É preciso refletir sobre o bem global da NovAmérica! Os carros usados pelos colaboradores estavam sempre na oficina. Pensando em uma solução, a equipe Administrativa consultou a área de Operações para que juntas pudessem lidar com o problema e saíssem ganhando. Hoje, há uma velocidade máxima estipulada aos veículos administrativos e a taxa de manutenção caiu drasticamente, assim como o consumo de combustível.

SINERGIA É A FORÇA QUE MOVE AS REVOLUÇÕES. NOSSAS ÁREAS INTEGRADAS E UNIDAS COMPROVAM A EFICIÊNCIA DOS RESULTADOS E O PODER DE ESTARMOS REALMENTE PRÓXIMOS.

MENOS DIESEL POR TONELADA O combustível está cada dia mais caro, por isso, é preciso que todas as áreas estejam conscientes sobre o seu consumo. A equipe de Logística, junto do pessoal da Colheita, fez sua parte: reduziu o número de tratores da safra deste ano. Pensando em conjunto, o percurso foi diminuído e os 53 tratores se aproximaram mais das máquinas e do transbordo. Assim, o grupo garantiu economia de diesel por tonelada colhida.

NOVO TREM DE ROLO. MAIS CANA DOCE O trem de rolo é uma peça importante para garantir uma cana limpa e de qualidade. Foi esse o motivo que levou a equipe da Manutenção, de Tarumã, a pensar nessa alteração da peça, sempre pensando em uma cana mais doce para entregar para as moendas da usina. O resultado? Aumento do ATR e sucesso na entrega da colheita.

TRAJETO MENOR. ECONOMIA MAIOR É tudo uma questão de perspectiva! Lucelina, enquanto pilotava seu trator, percebeu que uma simples mudança no trajeto poderia diminuir a quilometragem das máquinas de aplicação de herbicida, economizando óleo diesel e vida útil do maquinário. Mais uma ideia que ela colocou em prática e compartilhou para toda a equipe de tratoristas.

PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO RESULTADOS


PRODUTIVIDADE POR FACÃO E FAQUINHA Toda colhedora tem um facão e uma faquinha acoplados em sua estrutura. Alguns colaboradores da Colheita e da Manutenção perceberam que não se utilizava o material até o fim de sua vida útil. Juntos, alteraram o procedimento e garantiram que a massa de cana por faquinha da acolhedora fosse dobrada.

VINHAÇA DISTRIBUÍDA POR BOMBAS Às vezes a solução é mais simples do que se imagina. Com a soma do conhecimento das áreas de Manutenção e Resíduos, perceberam que a aplicação da vinhaça é muito mais eficiente se feita por bombas e dutos. Hoje, caminhão não transporta mais resíduo para o meio da lavoura, o que reduziu drasticamente o custo com combustível.

BORRACHA DA COLHEDORA Sivanildo Salustiano dos Santos, da Manutenção Automotiva de Caarapó, teve uma ideia simples, mas transformadora. Ele e seus companheiros de equipe colocaram uma borracha atrás da cabine da colhedora, para não cair mais a palha do corte da cana e, com isso, aumentando o ATR, já que a cana-de-açúcar vai mais limpa. Além disso, também foi reduzido o consumo de óleo diesel, pois não precisa acionar tanto o exaustor primário, para limpar a palha da cana.

FORT -

FILA DE OTIMIZAÇÃO DE RENDIMENTO DE TRATORES Sinergia é sinônimo de coesão. Para que a equipe pudesse otimizar o trabalho com o número de tratores disponíveis, foi preciso unir forças e agilizar essa distribuição. Dessa união do pessoal de Logística e Tratoristas, nasceu o FORT, uma grande solução para as frentes de colheita.

SISTEMA DE INFORMAÇÃO Todo operador de colhedora está anotando em uma caderneta quantas faquinhas e facões ele troca na máquina, dando a noção real do histórico de sua máquina, vendo onde precisa melhorar. Clareza de informações! João Vitor de Oliveira Barbosa, auxiliar de campo, em Caarapó, resumiu bem em apenas duas palavras.

PILOTO AUTOMÁTICO

REFEIÇÃO NO CAMPO Ter a opção da refeição chegar pronta no campo foi uma grande facilidade para o colaborador, pois ele não precisa mais se preocupar em levar sua marmita, já que a empresa fornece quentinha para ele. Além de reduzir o custo do colaborador com a comida, ele ainda se sente valorizado, é isso que pensa Danilo Roberto dos Santos Cassachia, da colheita mecanizada de Caarapó.

PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO

Trocar ideias é muito importante para aumentar a produtividade do trabalho. Os colaboradores do campo notaram dificuldades no turno da noite e intenso pisoteio de linha de cana durante o expediente de trabalho. Por isso, apoiaram a implantação do piloto automático, que nasceu da união das equipes de Desenvolvimento Agrícola, Controle e Operações Agrícolas. A união que faz a força também no aspecto tecnológico.

RESULTADOS


REDUÇÃO DE EXAUSTOR PRIMÁRIO Atenção e análise! Com essas duas palavras em ação, o pessoal da Colheita Mecanizada mais a turma da Manutenção descobriu que se eles reduzissem o giro do exaustor primário na colhedora teriam muita economia de óleo diesel. Dessa forma, toda a equipe passou a colher dessa forma, com menos gasto e mesma efetividade.

PREPARO MÍNIMO DE SOLO Os problemas ambientais estão no topo das preocupações da NovAmérica. Notando grande risco de erosão nos espaços utilizados para a lavoura, a equipe do Preparo de Solo junto com o pessoal de Operações Agrícolas sugeriu a prática do preparo mínimo do solo, que ajuda na menor absorção de água da chuva e de quebra dá o mesmo resultado.

MENOS VELOCIDADE. CANA MAIS LIMPA Mais devagar nem sempre é sinônimo de algo ruim. Foi isso que perceberam alguns operadores de colhedora de Caarapó, quando reduziram a velocidade da máquina, ao colher cana, para 3 ou 4 quilômetros por hora. Isso fez com que a cana entrasse limpinha, sem tanta palha, e ainda reduziram o óleo diesel consumido. O resultado? Maior ATR!

TRANSBORDO DESLIGADO A redução do consumo de óleo diesel é, de fato, interesse global da empresa. Em todos os setores há um pensamento conjunto para que se atinja esse objetivo. Com a equipe responsável pelo transbordo, não foi diferente. O caminhão fica desligado esperando o transbordo terminar de receber toda a cana da colhedora. Só quando o motorista do transbordo chama, o piloto da canavieira dá partida e vai certeiro ao encontro dele, reduzindo muito o consumo de combustível.

REDUÇÃO DE TERCEIRIZAÇÃO DE OFICINA Os mecânicos de Tarumã sabiam do potencial que têm e juntos adotaram a prática de resolver muitos dos problemas de conserto de frota internamente, como a retífica de motores, por exemplo, reduzindo a terceirização e, consequentemente, diminuindo o custo. Agora, participam mais ativamente do resultado positivo das máquinas consertadas.

RECUPERAÇÃO DE JULIETAS Um dia um dos mecânicos questionou: “não conseguimos recuperar as peças da Julieta, ao invés de trocá-las?”. E então, todos eles começaram a dar manutenção em algumas peças, que antes eram inviabilizadas. Agora elas passam por um cuidado diferenciado e voltam pro equipamento, não sendo descartadas se realmente é possível ter conserto e recuperação. Mais economia numa simples prática!

MANUTENÇÃO PREVENTIVA NA BORRACHARIA Operadores começaram a antever problemas. Mecânicos começaram a botar a mão na prática antes das quebras acontecerem. E assim, num trabalho orquestrado, hoje fazem a manutenção preventiva nos tratores e transbordos, evitando que o problema de uma peça acarrete em algo mais grave para todo o sistema mecânico.

PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO RESULTADOS


DESENVOLVIMENTO DE CABOS Os responsáveis pelo piloto automático, junto com a manutenção, desenvolveram a adaptação de alguns cabos para as máquinas do campo, reduzindo o custo de manutenção deles e também minimizando o envio dessas peças para terceiros, fazendo o conserto e adaptação internamente. Juntos, conseguiram reduzir custos a zero com esta prática.

AUTOMANUTENÇÃO DO OPERADOR Eles sabiam que eram capazes de consertar suas próprias máquinas. Então, começaram a perguntar para os mecânicos e a observar o trabalho do pessoal do caminhão oficina. Dessa forma, os operadores passaram a aprender mais sobre mecânica, fazendo as manutenções simples em seus equipamentos no campo, reduzindo a ida do caminhão oficina para o bloco, economizando óleo diesel e tempo útil do mecânico. Ganhos para todos!

MAIOR DISPONIBILIDADE DE PEÇAS Conversando sobre a demora da troca de algumas peças das colhedoras nos blocos, mecânicos e operadores decidiram implementar a logística de encaminhamento de peças de reposição. Ou seja, eles reduziram o tempo de encaminhamento de peças para os blocos, para fazer reposição de estoque e levar peças para as manutenções corretivas, o que diminuiu o tempo da colhedora parada, aumentando consequentemente a produtividade.

IMPLEMENTAÇÃO DE TANQUE RESERVA Manutenção + Preparo de Solo + Posto de Abastecimento. Uma ideia conjunta dessas três áreas reduziu drasticamente tempo e consumo de óleo diesel. Eles implementaram tanques reserva de combustível em algumas máquinas do preparo de solo, reduzindo a ida do comboio ao campo para abastecer a frota, que antes demandava três abastecimentos, hoje apenas um.

SUBSTITUIÇÃO DE GÁS Será mesmo que tal gás é o único que pode ser usado neste procedimento? Foi esse o questionamento que o pessoal das Operação Agrícolas fez para a turma da Manutenção. E então, o gás de acetileno, nas oficinas, foi substituído por outro, o GNV em forma industrial, e gerou uma redução de mais de 100% no custo deste item. União que gera redução!

HIDRÁULICA INTERNA

BANCADA DE FERRAMENTAS Antes, cada mecânico tinha sua caixa de ferramentas. Agora, existe um painel de ferramentas, onde todas as ferramentas ficam concentradas e os colaboradores compartilham esse material, reduzindo o custo e praticando a coletividade. Renato Ravazini dos Santos e Fernando Alves da Silva consideram o banco de peças como o coração da manutenção. Não é difícil perceber que eles também estão fazendo isso de todo o coração!

PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO

Na parte de manutenção, especificamente na hidráulica, quase 100% dos serviços estão sendo feitos internamente, com mecânicos mais capacitados e motivados, reduzindo drasticamente o custo com terceiros. Haliky Wilgner Samuel dos Santos, da Manutenção, faz, junto de sua equipe, 90% dos componentes hidráulicos da frota e se sente mais valorizado e motivado.

RESULTADOS


MANUTENÇÃO PREVENTIVA As peças dos veículos começaram a ser trocadas antes de quebrarem, assim que comecem a dar algum indício fim da vida útil, minimizando o tempo de máquina parada e a chance de quebra do conjunto inteiro de peças, além de reduzir o custo na urgência da compra do material. José André Monteiro orgulha-se por dar atenção especial aos conjuntos de peças junto de seus companheiros da manutenção.

DIVISOR DE LINHA Nem todo canavial precisa dos 4 motores da colhedora rodando. Com o divisor de linhas, alguns motores podem ficar desligados, reduzindo o consumo de combustível da máquina. Antes funcionavam os 4 de uma vez, agora é possível desligar dois quando não são necessários. Essa ideia foi da união das áreas de Manutenção com Colheita. Pablo Rodrigo Rodrigues da Silva, colhedor, com Jucemar Pereira Padovan, mecânico do caminhão oficina, provam que a união faz a força!

SUBVENTÁRIO DOS CAMINHÕES OFICINA O motorista da colhedora ficava muito tempo com sua máquina parada quando ela quebrava. O tratorista perdia sua produtividade diária quando algo dava errado na mecânica. Então, eles juntos com o pessoal da Manutenção resolveram fazer um estoque mínimo das peças dentro dos caminhões oficina, com o que mais utilizam nas colhedoras e nos tratores, minimizando o tempo da máquina parada, já que as peças já estão disponíveis no campo.

UMA NOVA BALANÇA Implantação de um novo modelo de balança, com custo mais baixo, com maior vida útil. A equipe decidiu por essa troca, depois de pesquisar novos equipamentos e ver que outra possibilidade seria mais vantajosa. Marcos Ramão dos Santos Seguina, da área de Implementos, chegou neste consenso com todos os companheiros de equipe, e impactou positivamente na duração do equipamento.

ANÁLISE DE ÓLEO Na Manutenção ninguém trabalha sozinho. Nem na prática e nem na troca de ideias. E foi conversando que alguns mecânicos começaram a fazer a análise do óleo dos componentes, que antes, se tivessem algum problema aparente, eram abertos. Atualmente, eles analisam o óleo e aí, sim, o componente é aberto para manutenção ou não. Isso reduz o custo, porque o trabalho é focado no exame do equipamento e não no conserto em si.

APLICATIVOS NO CAMPO O escritório fica muito longe do campo, o que dificulta o bate-papo entre as equipes espalhadas por todos os cantos de atuação da NovAmérica. Mas o mobile chegou para encurtar distâncias. A área de Controle, junto do pessoal de Desenvolvimento Agrícola com a turma das Operações Agrícolas, pensou em uma solução para o problema. A Tecnologia da Informação colocou tudo em prática e nasceu um aplicativo com informações relevantes para a colheita, facilitando o trabalho do colaborador do campo.

CAMINHÃO OFICINA NO CULTIVO Imprevistos acontecem, mas é preciso antecipar as soluções de problemas para que as atividades rotineiras não sejam prejudicadas. Juntos, alguns colaboradores das áreas de Cultivo e Manutenção, criaram uma estratégia simples e eficiente: os caminhões oficinas agora contam com um estoque mínimo de peças. Mais um suporte para que o trabalho no campo seja realizado sem preocupações.

PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO RESULTADOS


GERAÇÃO DE IDEIAS

RETIRADA DA PROTEÇÃO DAS CANECAS DAS COLHEDORAS

COMO PARTE DOS ESFORÇOS DE UM NOVO MOMENTO DA NOVAMÉRICA, QUE PRIORIZA A AUTOGESTÃO E INCENTIVA O COMPARTILHAMENTO DAS INFORMAÇÕES, O PROGRAMA GERAÇÃO DE IDEIAS PROVOU QUE A CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO DOS COLABORADORES NÃO TEM BARREIRAS. Uma empresa é feita por muitas mãos. A NovAmérica também é feita por muitas mentes. E se teve algo que os colaboradores das duas unidades da companhia usaram neste ano foi a cabeça! Dessas 2 mil cabeças pensantes saíram ideias de mudanças, aprimoramentos e novas práticas que impactaram no resultado positivo da companhia. Nem os próprios colaboradores tinham se dado conta do quanto eles poderiam ser criativos e inovadores. Um dos programas que incentivou toda essa mobilização foi o Geração de Ideias, que mostrou que criatividade e inovação são as novas marcas da NovAmérica.

TARUMÃ - SP

CAARAPÓ - MS

Ideias geradas: 181

Ideias geradas: 306

Ideias aprovadas: 51

Ideias aprovadas: 79

Ideias implementadas: 28

Ideias implementadas: 23

Um eletricista e um mecânico, parceiros de trabalho, da Manutenção Automotiva de Tarumã se uniram e deram uma ideia aparentemente simples, mas que revolucionou a qualidade da cana colhida. Carmelino José Coelho, mecânico, e Valdir Francisco de Almeida, eletricista, decidiram analisar porque havia tanto desgaste das canecas dos rolos do levantador da colhedora. Com uma manobra tranquila, retiraram a proteção das canecas, o que fez com que o motor ficasse mais leve, acumulando menos terra. Resultado: cana mais limpa, maior ATR e menos desgaste das canecas.

AGITADOR DO TANQUE DOS PULVERIZADORES Uma perda significativa de produto usado nos pulverizadores de lavoura fez com que Emandes de Oliveira Paes Tangerino e Maiki da Silva Ferreira, ambos mecânicos de implementos e soldadores de Tarumã, pensassem em uma solução para que a agitação da bomba do tanque fosse adequada e não se perdesse tanto produto na hora da aplicação. Dessa forma, se uniram e confeccionaram um agitador com peças mais baratas, que tinham na própria oficina, para que a agitação da bomba seja mais precisa. A ideia foi aprovada pelo Supervisor da área, Francisco Junqueira, e implantada em todas as máquinas pulverizadoras.

PROXIMIDADE COMPARTILHAMENTO RESULTADOS


PLANEJAMENTO INTEGRADO Com todas essas práticas, e mais muitas outras, feitas pelo esforço individual de cada colaborador, pela atenção conjunta das áreas, pela garra da união, não precisamos financiar nenhum centavo de dinheiro caro, o que fez com que economizássemos muito, onde nem imaginávamos que conseguiríamos. Marcelo Avanzi, gerente administrativo.

TECNOLOGIA Trabalho em equipe. Essa frase nunca antes tinha sido praticada na NovAmérica, em sua essência, como neste ano. Todas as áreas da empresa entenderam que só poderiam mudar o padrão estabelecido e transformar a crise em oportunidade de mudança e superação se elas se unissem. Desta forma dezenas de melhorias foram colocadas em prática. Talentos individuais apareceram de onde menos se esperava. Ideias inovadoras iluminaram-se das cabeças e foram parar em todos os cantos da empresa. Práticas surpreendentes revolucionaram o modo como muitas coisas eram feitas ao longo dos anos. Questionamentos pipocaram em diversas áreas.

PRODUÇÃO AGRÍCOLA

ADMINISTRAÇÃO

MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA

Então, o planejamento integrado se fez, primeiro pelo entendimento das necessidades do momento, depois pela reavaliação dos sistemas e dos produtos, passando pelo aprimoramento dos recursos, pela tomada de novas tecnologias, e culminando na adaptação de rotinas. O resultado não poderia ser diferente do que estamos vivendo. A gestão que se pratica agora tem a participação da equipe, dotada da contribuição individual de cada colaborador, que reflete no resultado final do grupo, com a capacidade de transformar o que era bom em algo ainda melhor. Para todos! Uma verdadeira revolução está instaurada. A revolução que só a crise desperta nos guerreiros. E assim eles subiram a montanha! Ainda há um trecho a ser percorrido, é verdade, o caminho não está finalizado. Mas agora, apesar do cansaço, já não existe nenhuma dúvida de que nós podemos chegar a qualquer lugar. Somos todos vencedores!


ANTONIO CARLOS BONINI parceiro NovAmérica há 10 anos

RICARDO BUCHAIM parceiro NovAmérica há 23 anos

CARLOS ROBERTO MÜLLER parceiro NovAmérica há 15 anos

Eu não sabia nada de agricultura. Não tinha nenhuma experiência. Por isso que a parceria funcionou muito bem para mim. Tudo na NovAmérica é bom: a forma de tratamento, as providências, a rapidez, o acompanhamento da cultura, o suporte nas decisões. É uma empresa reconhecidamente forte. Eu tenho total segurança nessa atividade econômica, porque eu me associei a uma empresa séria, responsável e que sempre me ensinou alguma coisa nesses 23 anos de parceria. Me associar à NovAmérica foi melhor que ter ganhado na loteria esportiva, porque eu só cresci com essa parceria. Esse é o grande valor da gente trabalhar em equipe: juntos podemos muito mais! A parceria é uma ótima opção e está dando certo, porque a gente trabalha junto, em equipe. Em nenhum momento eu tomei decisão sozinho e isso é bom, já que trabalhando em grupo é mais difícil de errar. É gostoso trabalhar com a NovAmérica, pois eles não deixam a gente na mão. É uma família! Eu tenho que tirar o chapéu pra esse povo.

SALVADOR SINDONA NETO parceiro NovAmérica há 31 anos

IRINEU RUI SACHETTI parceiro NovAmérica há 20 anos

MANUEL DIAS parceiro NovAmérica há 25 anos

A cana é o carro-chefe de todas as atividades da família e desde o início da plantação nós encontramos muito profissionalismo e apoio da NovAmérica. É uma empresa que tem planejamento, execução e controle. A gente precisa contar com parceiros de qualidade e a gente encontrou isso com a NovAmérica. Estamos cercados de gente competente.

Nós continuamos na parceria há 20 anos e não pretendemos sair, pois a gente se sente em um porto seguro, já que o nível de trabalho que a NovAmérica tem é altíssimo. Nesta parceria, há momentos em que eu acabai deixando o financeiro de lado para dar lugar para a emoção. Eu vejo que a força da união é muito maior que a fragilidade da divisão.

A NovAmérica nos dá segurança, tem um pessoal bom, com quem a gente se dá bem e, por isso, vamos tocando a parceria. É muito bom ser parceiro da NovAmérica! Se eu morresse hoje eu morreria feliz, pois eu já fiz tudo que eu queria fazer.

A VOZ DOS NOSSOS PARCEIROS AJUDA A CONTAR A HISTÓRIA E COMPROVA QUE JUNTOS GERAMOS RESULTADOS ESPETACULARES.

parceria e produtividade

Mais do que um elo contratual, o poder das parcerias transformou-se em união interpessoal – pessoas trabalhando com pessoas com o objetivo de desenvolver um relacionamento que gera valor para todos de forma sustentável.


confiança é que embala este sonho

juntos podemos conquistar

Roberto de Rezende Barbosa Quando todos pertencem à mesma causa, o trabalho é feito na coletividade e os resultados aparecem. Com a consciência de que o esforço coletivo soma muito mais que o pensamento individual, é possível subir as mais altas montanhas. Esse é o sentimento geral de todos os colaboradores da NovAmérica ao chegar em mais um fim de ano. E um ano difícil, de lutas, de testes, enfim, de superações. Não é a toa que a companhia finaliza sua safra com uma produtividade histórica.

EQUIPES QUE PARTICIPARAM DOS NOSSOS ENCONTROS DE BOAS PRÁTICAS.

A crise de médio prazo do setor sucroenergético tende a passar, indicam os especialistas. E a caminhada continua, já que o grupo está fortalecido e acredita na força de reação e criação que cada um possui.

UNIDADE TARUMÃ/SP

Determinação, coragem e força se fazem necessários para o próximo ano. O sentimento de confiança é que embala o sonho, pois este é um sonho que se sonha junto. E juntos podemos conquistar os objetivos mais ousados.

Estou extremamente orgulhoso deste empenho que todos praticaram nos seus trabalhos individuais, nas suas gestões. O trabalho em grupo e a soma dos esforços de todos me deixa muito feliz.

UNIDADE CAARAPÓ/MS

encontro 2015


2016

Juntos

podemos muito mais

Edição N12  

Jornal NAÍntegra Edição N12

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you