Page 1

Máyra Martins Teixeira

o aparelho já foi implantado, testado e começou a apresentar resultados positivos

é acreditando no que se faz que conseguiremos evoluir

PÁGINA 5

Mário Donisete Chiarinelli PÁGINA 3

só por eu ter tomado essa iniciativa já foi uma vitória

Guilherme Mendes Faglioni PÁGINA 16

dependemos da natureza e por isso temos que mantê-la viva

ser convidado para o café me deixa muito feliz

Dhione Vicente Alves Soares, PÁGINA 18

NAíntegra

numa perspectiva de sustentabilidade, nasceu a ideia do projeto piloto

Dorival Valério PÁGINA 21

grupo novamérica | março de 2012 • ANO XII • nº 01

Silvio Aparecido Pereira PÁGINA 15


Começo de Conversa

palavra da vez

NA Íntegra. O Jornal feito por você. É com enorme satisfação e alegria que o nosso jornal está de volta, de cara e nome novos. Este trabalho só pode ser realizado com o apoio de todos os colaboradores engajados em escolher o nome, contar suas histórias, posar para as fotos e ainda pensar na elaboração do conteúdo. Parabenizamos também a colaboradora Vânia Rodrigues, da área de Desenvolvimento Humano, pela sugestão dada ao nome do jornal. “NA Íntegra” foi escolhido mediante concurso e com aprovação da diretoria e gerência do Grupo NovAmérica.

A cada dois meses, teremos novas histórias, notícias, contos, “causos” e tudo que você achar interessante e importante. Se a sua história ainda não está em uma de nossas páginas, não se preocupe. Seu espaço estará sempre reservado. Só depende de você. Aproveite e venha fazer parte!

Por isso, este jornal está sendo feito para nós, para gente como a gente, que enxerga por outro viés e valoriza o potencial, o talento, a perspicácia e a criatividade do ser humano.

Teoria de Einstein bem aplicada Albert Einstein (1879-1955), físico alemão famoso por desenvolver a Teoria da Relatividade, mencionou, durante sua vida, várias frases famosas. Uma delas é: “No meio de qualquer dificuldade encontra-se a oportunidade”. E, mais uma vez, a NovAmérica está diante de um grande desafio: preparar-se para aproveitar as oportunidades de negócio que este novo ciclo de expansão do setor oferece, estabelecendo metas e colocando em prática um plano de crescimento. É necessário termos consciência das oportunidades e responsabilidades que todos teremos pela frente para vencer os desafios desse crescimento. Porém, as oportunidades costumam se apresentar e se concretizar para aqueles que sabemsair da mesmice, sacudir a poeira e não se apegam a

procedimentos já conhecidos, mas que ousam buscar o novo. Já revemos todo o sistema de informação, gerando uma profunda reflexão sobre os nossos procedimentos e resultando em um novo alinhamento de todo o nosso negócio. O nosso papel foi indicar o caminho a seguir para a equipe, aconselhar, capacitar, estimular o crescimento e abrir novas oportunidades, porque nós acreditamos em cada uma das pessoas do nosso Grupo. Nossa perspectiva é o desenvolvimento de todos para que a organização continue sólida, sempre criando novas formas de trabalho para reforçar e ampliar nosso diferencial no mercado, mantendo a qualidade e excelência na gestão agrícola.

é acreditando no que se faz que conseguiremos evoluir

Otimismo, crença, bom relacionamento, trabalho e determinação. É acreditando no que se faz que conseguiremos evoluir!

O Jornal NA Íntegra é uma publicação das empresas Nova América S.A Agrícola, Nova América S.A Agrícola Caarapó e RRB Empreendimentos e Participações. Fazenda Nova América, s/nº • Bairro Água D’Aldeia • Tarumã • SP • CEP 19820-000 email: comunicacao@novamerica.com.br Projeto Editorial: ElbowTouch São Paulo Jornalista responsável: Jaqueline Bueno • MTB 59.942

Mário Donisete Chiarinelli Diretor Executivo, 27 anos de NovaAmérica

“As oportunidades costumam se apresentar e se concretizar para aqueles que sabem sair da mesmice, sacudir a poeira e não se apegam a procedimentos já conhecidos, mas que ousam buscar o novo.”


Nosso Negócio

“ A expectativa é alcançarmos a produtividade de 40 toneladas de sorgo por hectare nesse primeiro ano, com rendimento industrial esperado de 35-40 litros de etanol por tonelada de sorgo”

Máyra Martins Teixeira Engenheira Agrônoma, 1 ano de NovaAmérica

Sorgo é alternativa para a produção de etanol Projeto prevê antecipação da safra com sorgo sacarino

Considerando o atual cenário da matriz energética brasileira aliada à crescente utilização de etanol numa perspectiva de sustentabilidade, nasceu a ideia do projeto piloto de plantio de sorgo sacarino como matéria prima para o processamento e produção de etanol. Com a necessidade de maximização de produção de biomassa por unidade de área, essa nova tecnologia está sendo testada no Grupo Nova América em duas de suas unidades. O primeiro plantio teste foi realizado em Tarumã no mês de janeiro, numa área de 72 hectares. Em Caarapó a área plantada foi de 400 hectares. “A expectativa é alcançarmos a produtividade de 40 toneladas de sorgo por hectare nesse primeiro ano, com rendimento industrial esperado de 35-40 litros de etanol por tonelada de sorgo”, comentou Máyra

Martins Teixeira, engenheira agrônoma da unidade de Tarumã. Movidos pela inovação e constante busca por mecanismos de competitividade e sustentabilidade do setor sucroenergético, a equipe de Planejamento e Desenvolvimento Agronômico do Grupo considera o plantio de sorgo sacarino como uma possibilidade de antecipação da safra, a partir do aumento do período de industrialização de matéria prima para produção de etanol na unidade fabril. Isso é possível, pois o sorgo apresenta ciclo curto, de aproximadamente 120 dias, podendo ser plantado em novembro, com colheita em março. “É importante lembrar que o sorgo sacarino não é uma cultura que veio substituir a cana, mas sim complementá-la. A cultura tem sido atualmente direcionada na entressafra para

as áreas de reforma do canavial, porém não é descartada a possibilidade de plantio de um sorgo sacarino safrinha”, explica Cleir Inácio M. Pereira Junior, engenheiro agrônomo da unidade de Caarapó. Quanto ao processo produtivo agrícola e industrial, o sorgo sacarino apresenta semelhança em relação ao da cana-de-açúcar. A maior diferença está no plantio da cultura, feito com semeadoras de grãos, adequando o espaçamento para possibilitar a colheita com colhedoras de cana. Apesar do otimismo em relação ao desenvolvimento da cultura, já é possível apontar algumas dificuldades encontradas no plantio de teste. “É uma cultura cujas tecnologias de produção ainda não são dominadas, e até as empresas produtoras de sementes ainda estão aprimorando as recomendações agronô-

micas”, disse a engenheira. A colheita está prevista para início de maio deste ano, onde após esse período será possível avaliar essa experiência apontando as oportunidades, dificuldades, sugestões e perspectivas para as próximas safras.

numa perspectiva de sustentabilidade, nasceu a ideia do projeto piloto


NOSSA EMPRESA

Seiri utilização Seiton ordem e arrumação Seiso limpeza Seiketsu saúde e higiene Shitsuke autodisciplina

5 passos para aumentar a produtividade.

Desenvolvimento profissional para garantir o melhor atendimento para os nossos clientes.

Programa 5 SENSOS em fase de padronização Algumas pessoas pensam que o Programa 5S é apenas uma forma de organizar o escritório, na verdade isto vai além dos limites empresariais, chegando até as casas dos colaboradores. Devido a sua importância e dimensão, a NovAmérica implantou o Programa em meados de 2011, e neste ano retomou suas ações com mais intensidade. As primeiras etapas realizadas foram a organização, limpeza e identificação de materiais e espaços de trabalho. Nesta nova fase, será realizado um trabalho de padronização de placas e identificações para facilitar o acesso, proporcionar um melhor atendimento, agilizar a execução dos trabalhos, entre outras melhorias. O nome 5S vem de cinco palavras japonesas que começam com S: Seiri (utilização), Seiton (ordem e arrumação), Seiso (limpeza), Seiketsu (saúde e higiene) e Shitsuke (autodisciplina). A principal vantagem do Programa 5S é a facilidade que ele tem de provocar mudanças comportamentais em todos os setores das empresas. “É necessária a participação de todos os colaboradores neste processo porque o Programa possibilita o aumento da produtividade,

a detecção de erros, a prevenção de acidentes, a melhoria do ambiente de trabalho e da qualidade de vida, além de fornecer a base necessária para implementação de outros programas de qualidade. O propósito é único e o dever é de todos”. Claudinéia Mueller, responsável pelo Programa. De acordo com relatório da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), “a ‘chave’ para o 5S não é somente a aplicação dos conceitos, mas a mudança cultural de todas as pessoas envolvidas e a aceitação de que cada um deles é importante para melhofacilidade que ele rar o ambiente de tratem de provocar balho e a saúde física e mental dos trabalhamudanças dores.

Claudinéia Mueller

responsável pelo Programa, XX anos de NovaAmérica

Com o intuito de manter seu diferencial em relacionamento, as secretárias das três unidades do Grupo passarão por treinamentos contínuos de atendimento, comunicação e relacionamento com parceiros, clientes e comunidade. Nos últimos meses já foram realizadas duas etapas deste treinamento.

Secretárias e vigilantes passam por treinamentos internos. Encontros acontecerão a cada três meses. Na primeira fase, realizada em novembro de 2011, as secretárias das unidades de Tarumã, Caarapó, Guaiçara e Assis participaram do “Encontro para Desenvolvimento de Secretárias”, com a secretária executiva, Maria Moura, de São Paulo. “Achei importante abordar vários temas, como se fosse um resumo para dar continuidade e profundidade em cada um deles nos próximos encontros”, explicou Maria Moura. Os assuntos abordados foram “A História da NovAmérica”, “Agronegócio” e “Atividades específicas para Secretárias”, como atendi-

mento, recepção, técnicas administrativas, organização de agenda, mesa e arquivo físico e digital. “Foi muito interessante e proveitoso, porque o atendimento, a comunicação e os relacionamentos são minhas principais ferramentas de trabalho”. Andréia Daí, secretária de gerência da unidade de Caarapó/MS, “Todas as dicas e conhecimentos repassados serão utilizados, porque é importante que sempre ocorram esses treinamentos para que o atendimento melhore cada vez mais, afinal o mundo corporativo sempre está em constante mudança e precisamos nos adequar”, completou. No segundo encontro o foco foi “Atendimento e Comunicação” e contou com a participação dos vigilantes da empresa. Os assuntos tratados foram “A importância do atendimento para a Segurança Patrimonial”, “Atualização do Sistema Oracle”, “O papel da Comunicação Corporativa na organização”, “A importância do fornecedor para a NovAmérica” e “Gestão do Atendimento”.

Para o auxiliar administrativo da Segurança Patrimonial, Luis Ângelo da Silva, o treinamento é importante porque as informações e políticas da empresa se tornam mais claras. “Estes conhecimentos vão possibilitar que eu realize um melhor atendimento, porque agora sabemos da importância dos nossos parceiros, terceiros, comunidade, entre outros. Agora sei que tenho que resolver os problemas com mais agilidade e qualidade. Neste um ano que estou na empresa, já pude aprender e me desenvolver mais e tenho crescido profissionalmente todos os dias”, afirmou. Os encontros serão trimestrais e a próxima fase está prevista para meados de abril ou maio com o tema “Negócios e etiqueta”.

tenho crescido profissionalmente todos os dias


NOSSA EMPRESA

SIPATR 2012 Para um ambiente de trabalho cada vez mais seguro. Nos meses de janeiro e fevereiro as unidades da NovAmérica Agrícola – Tarumã e NovAmérica Serviços- Guaiçara realizaram a SIPATR (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho) com o intuito de conscientizar os colaboradores sobre suas ações no ambiente de trabalho. Em Guaiçara, mais de 300 colaboradores passaram por palestras sobre ergonomia, comunicação e prevenção, atos inseguros, aplicação e manipulação de inseticidas e fungicidas, entre outras.

Na unidade de Tarumã, cerca de 900 colaboradores acompanharam as palestras sobre diversos temas, entre eles “Animais Peçonhentos”, “Qualidade de Vida”, “DST, AIDS e Hepatite”, etc. e se divertiram com o grupo Movimento, Arte e Comunicação que apresentaram a peça “Segurança no Trabalho” e fizeram intervenções sobre o uso de EPI’s e acidentes de trabalho.

Em Guaiçara, mais de 300 colaboradores passaram por palestras, em Tarumã, cerca de 900.

NovAmérica lança novo portal na internet. O lançamento do novo site do Grupo NovAmérica representa o resultado de um processo de trabalho e construção de uma plataforma digital que atende a demanda de seu público e do setor onde atua. O site entrou no ar neste mês de março e envolveu profissionais de consultoria, comunicação, criação, tecnologia da informação e recursos humanos. Apesar de todo o empenho da equipe técnica, todos os colaboradores do Grupo NovAmérica também contribuíram com suas histórias e ideias para a elaboração do conteúdo. O site está com um novo layout e novas abas que irão auxiliar o internauta durante a visitação.

Agora todas as notícias da empresa e do setor sucroenergético poderão ser encontradas no endereço eletrônico www. novamerica.com.br. Além disso, temos as nossas redes sociais que vão nos ajudar na divulgação destas informações, basta acessar nossa página no facebook “Grupo NovAmérica” ou no twitter “Grupo_NA”.

Os colaboradores do Grupo NovAmérica também contribuíram com suas histórias e ideias para a elaboração do conteúdo.

Para saber mais:

www.novamerica.com.br

Campanha Comportamento Seguro:

pratiqu e esta idei a!

pensar, sentir e agir.

Teve início em fevereiro a campanha da área de Segurança do Trabalho “Comportamento Seguro: Pensar, sentir e agir” para conscientizar os colaboradores sobre suas ações durante a realização de suas atividades. Foram elaborados 20 banners com diferentes mensagens, em parceria com a área de Comunicação, que serão distribuídos em várias áreas durante os próximos meses.


talento em foco

“Sempre fui fuçado. Gosto bastante de artesanato como reciclagem, biscuit, dobraduras e pinturas. Cada época me fixo em alguma arte para distração porque é bem revigorante e inovador.”

comecei a me interessar e a pesquisar em sites e blogs

Vitor Fazano

4 anos de NovaAmérica

Toy Art.

Presente feito para Valdeci da Cunha - Compras. Segundo o autor, era o personagem que mais representava a personalidade e as características físicas do seu colega de trabalho.

A brincadeira de gente grande. Passei a conhecer sobre uma arte de montar representações em papel de determinados seres e objetos, principalmente de personagens, ao assistir a um programa de TV. Então comecei a me interessar e a pesquisar em sites e blogs onde os desenhos estavam disponíveis para download. Foi assim que aprendi a arte dos bonecos de papel, os Paper Toy’s Art. A técnica vem inicialmente do Origami e é uma variação da Kirigami, uma arte japonesa de recorte e colagem de papéis. Os nomes dados aos bonecos, normalmente, são “Paper Toys” ou brinquedos de papel. É bem simples a montagem, apesar de alguns deles possuírem certo nível de dificuldade.

Esses Toy art’s são brinquedos feitos para não brincar, voltados a pessoas com idades acima de 14 anos, especialmente adultos, e com o intuito de coleção e ou decoração. Uma vez eu mesmo desenhei, fiz a caracterização de uma amiga minha, mas, na maioria das vezes, faço download de sites especializados, já que meu maior interesse são os personagens (Desenho, Super-Heróis, Objetos, Games). Meu Paper Toy preferido é do Homer Simpson, acho que por ele ter sido o primeiro boneco que eu fiz e guardei para mim, pois normalmente faço e presenteio as pessoas. São poucos os bonecos que ficam comigo. Ao fa-

zer o boneco de papel levo em consideração a personalidade ou aparência e presenteio com personagens que possuem algum item familiar com a pessoa. Também tenho outro boneco preferido, um dragão em 3D que, dependendo da sua posição, dá a impressão de que está nos seguindo com os olhos. Como não costumava guardar os Paper Toy’s, agora estou fazendo uns para começar uma coleção própria. Sempre fui “fuçado” e já fiz várias coisas. Gosto bastante de artesanato como reciclagem, biscuit, dobraduras, pinturas, cada épo-

ca me fixo em alguma arte para distração, porque é bem revigorante e inovador. Para quem quer começar a fazer os Paper Toy’s indico dois sites http://papertoyart. com/ e http://www.cubeecraft.com/. Os dois são uma boa pedida, neles os personagens são de fácil confecção. Basta imprimir, recortar e montar. Alguns nem necessitam de cola, precisam somente de papel e tesoura. Aconselho fazer em papel vergê, porque é mais resistente do que a folha sulfite e mais fácil para trabalhar, mas pode ser criado a partir de qualquer tipo de papel.


talento em foco

FOTOGRAFIA

UM OLHAR DIFERENTE

A brincadeira de gente grande.

“Fotografar é alinhar a mente, o olho e o coração.” Julio Coutinho

Compras, 2 anos de NovaAmérica

Henri Cartier-Bresson


boas iniciativas

SUSTENTABILIDADE ADEQUAÇÃO AMBIENTAL

Canecas reutilizáveis serão entregues aos colaboradores Entre os meses de março e abril, os colaboradores das áreas administrativas das unidades de Tarumã e Caarapó receberão canecas reutilizáveis personalizadas com a frase “Minha atitude faz a diferença, não uso copo descartável” para que a soma da ação diária de cada colaborador traga benefícios ambientais e econômicos para a empresa e para a sociedade. Esta ação faz parte do projeto de Adequação Ambiental apresentado no ano passado. A ideia é que os copos descartáveis não sejam mais usados e para as demais pessoas que frequentam os escritórios e as dependências serão utilizados copos biodegradáveis, feitos a partir da resina de milho, que se decompõem em até seis meses. “Estamos tendo um pouco de dificuldade em encontrar u fornecedor desses copos, uma vez que são poucos e há muita procura”, disse Devanir da Matta Paião, um dos responsáveis pelo projeto. Além disso, haverá a instalação de um bebedouro na cozinha para que o consumo

Conscientização seguida da ação

de água em galões seja reduzido, pois hoje eles não são armazenados e transportados de forma ideal. “Para que essa mudança fosse concretizada, realizamos análises nos pontos de água para garantirmos a sua qualidade”, esclareceu. O projeto de adequação ambiental envolve a conscientização dos colaboradores sobre a importância do uso de do uso de materiais reutilizáveis, além de estabelecer metas para minimizar os impactos ambientais gerados pelas diversas atividades no processo de produção de cana-de-açúcar, interagir com os colaboradores e estruturar a área de meio ambiente.

minha atitude faz a diferença

Focados na visão do Grupo NovAmérica, os colaboradores têm entendido os objetivos da empresa e estão realizando ações para contribuir com a qualidade do espaço de trabalho e, consequentemente, com a preservação ambiental. Há 10 anos como colaborador da Nova América Agro Tarumã, Sílvio Aparecido Pereira, analista de laboratório, tem mudado sua rotina e de seus colegas de trabalho incentivando-os a agirem de maneira sustentável. Sua primeira atitude foi organizar as lixeiras para a separação dos materiais a serem descartados como pilhas, lâmpadas, baterias, papéis, plásticos. Para ele, a base da sustentabilidade é a geração de renda e a preservação. “São coisas simples e que custam pouco, mas fazem uma enorme diferença, principalmente se pensarmos que dependemos da natureza e por isso temos que mantê-la viva”, comenta Pereira.

Com a intenção de ampliar esta visão e promover uma conscientização coletiva, ele apresentou um projeto sugerindo um treinamento que atendesse a todos os colaboradores da NovAmérica e foi aceito. Em breve, os integrantes da empresa terão a oportunidade de aprender conceitos e técnicas sobre sustentabilidade e passarem a otimizar as ações na prática.

dependemos da natureza e por isso temos que mantê-la viva

Além disso, no final de 2011 foi implantado em todas as unidades do Grupo o programa denominado 5S que auxiliou e irá contribuir ainda mais para a efetivação da organização, do não desperdício, do reaproveitamento e tantos outros benefícios que os cinco sensos possibilitam para a vida tanto profissional como pessoal de cada um. SÍLVIO APARECIDO PEREIRA

Analista de Laboratório, 10 anos de NovAmérica.


boas iniciativas

MESTRES nO ASSUNTO

Ideia + Iniciativa = Economia

segurança patrimonial

Colaboradores desenvolvem calibrador para acumulador de pressão gerando redução de custos. Os resultados mais pontuais poderão ser vistos a longo prazo, porém pequenas mudanças nos custos já foram apresentadas Profissionais determinados e inovadores são características presentes no Grupo NovAmérica e, dentro deste quadro de colaboradores, uma equipe da NovAmérica Serviços - Guaiçara desenvolveu um calibrador para acumulador de pressão. O objetivo foi reduzir custos com a terceirização do serviço.

de carro. Cada colhedora leva dois calibradores. “O aparelho já foi implantado, testado e começou a apresentar resultados positivos, porém a viabilidade econômica só apresentará bons resultados em longo prazo. De qualquer maneira é viável para a empresa”, comentou Guilherme Mendes Faglioni, engenheiro mecânico. No mercado o calibrador custa em torno de R$2.360, o custo interno para o desenvolvimento do aparelho foi de aproximadamente R$500. Já a terceirização do serviço por máquina era de R$315, sendo realizada a cada dois meses, em média. “A unidade de Guaiçara possui uma frota de dez colhedoras, considerando uma safra de oito meses, foram gastos R$1.260 por colhedoras, um total de R$12.600 anualmente”, explicou Faglioni.

o aparelho já foi implantado, testado e começou a apresentar resultados positivos

Em meados de junho de 2011, o engenheiro mecânico Guilherme Mendes Faglioni, juntamente com Marcos Antônio Guedes, coordenador de manutenção, e os mecânicos Ivan Bastos Zavan e Márcio André Possamai, mostraram a importância de a empresa ter o seu próprio aparelho e as vantagens econômicas através da apresentação de um projeto e da criação do aparelho. A peça que necessita ser calibrada fica acoplada na suspensão das máquinas colhedoras e tem a mesma função de um amortecedor

Segurança Patrimonial é a área responsável pelos bens da empresa através do controle de entradas e saídas. Na unidade de Tarumã/SP este trabalho é desenvolvido por coordenadores, assistentes administrativos e vigilantes, nas três unidades do Grupo.

GUILHEME MENDES FAGLIONI Engenheiro Mecânico, 7 meses de NovAmérica

Além de zelarem pelos bens como prédios, veículos e maquinários, a Segurança Patrimonial é responsável por cuidar da cana-de-açúcar, matéria-prima base para os negócios do Grupo.

marco antônio guedes Coordenador de Manutenção, XX anos de NovAmérica

ivan bastos zavan

Mecânico, XX anos de NovAmérica

“Apesar de não representar um custo elevado quando comparado a outros componentes das colhedoras, conseguimos ótimos resultados a um custo mínimo, além de agilidade no processo de calibragem, pois inicialmente precisávamos aguardar os técnicos da concessionária”, Guilherme Mendes Faglioni, engenheiro mecânico.

Quando o senhor entrou na empresa? Entrei na NovAmérica em 1986, ou seja, já faz 25 anos que trabalho aqui. Por que o senhor veio trabalhar na NovAmérica? Na época eu trabalhava em outra empresa e como eu sabia que aqui (NovAmérica) era uma empresa sólida e grande, eu vim pra cá. E quando o senhor entrou na NA, como era feita a segurança patrimonial? Quando eu entrei aqui a segurança tinha que ser feita andando a pé e para fazer a ronda andávamos a cavalo. E tinha aqueles relógios de registro de ponto para você “picar” sua entrada e saída, além de uma escala para direcionar os relógios para registrar o ponto dos outros colaboradores nos lugares determinados. O que mudou de lá pra cá?

Mecânico, XX anos de NovAmérica

márcio andré possamai

segurança patrimonial

convivo bem com todos os colegas de trabalho

Mudou bastante coisa. A Usina Nova América cresceu muito e a gente criou mais unidades em termos de segurança. Além disso, informatizou muita coisa porque na época era tudo feito na mão, tudo anotado em planilhas de papel, agora todas as coisas e pessoas que passam na portaria ficam registradas no computador. Por que o senhor acha importante essa mudança? Na portaria agiliza muito mais para a gente, é melhor do que ficar anotando no papel. Por exemplo, o que entrou hoje fica registrado e, se precisar de alguma informação durante o ano, conseguimos fazer o processamento bem mais rápido do que no papel.

Os desenhos com as medidas e especificações dos componentes estarão disponíveis em breve, caso exista interesse de serem fabricados em outras unidades do Grupo.

Como é a convivência do senhor com os outros colegas de trabalho por ser o mais antigo na empresa? Rubens da Silva Camargo, 52 anos, é o colaborador com maior tempo de trabalho na área de Segurança Patrimonial do Grupo NovAmérica e demonstra sentir orgulho de fazer parte desta “família”.

Eu não tenho problema com ninguém, convivo bem com todos eles (colegas de trabalho), o nosso grupo, no geral, é difícil dar problemas ou alguma conversinha. Geralmente todo mundo se dá muito bem.


boas iniciativas

Dhione e sua moto:

3600 km do Mato Grosso do Sul ao rio grande do sul. A história começa em março de 2011 com a compra de uma moto Honda XRE 300, 2011/2012. Dhione Vicente Alves Soares sempre gostou de motos e quando conseguiu adquirir a sua começou a planejar a viagem. “Quando dizia às pessoas que iria viajar de moto vinha o espanto! ‘Você é louco?!’ (como se andar de moto fosse um crime), mas eu entendia a preocupação comigo. Cheguei a convidar alguns amigos que também tem moto e até desculpa de problema de coluna eu ouvi.(risos). Então pensei: se eles não vão, eu vou. E fui.” A viagem solitária e aventureira de Dhione começou no dia 25 de dezembro de 2011, em Caarapó/MS, e terminou na casa de uma tia no município de Itapema/SC, no dia 10 de janeiro de 2012. Com 3.600 km percorridos, Dhione cruzou pelo Oeste dos estados do Paraná e Santa Catarina até chegar a Serra Gaúcha, na cidade de Gramado. Visitou alguns pontos turísticos, entre eles um salão de motos clássicas. Depois, seguiu para Lauro Muller onde fica localizada a famosa Serra do Rio do Rastro que, segundo ele, “é uma das estradas mais lindas do mundo”. A escolha pelo roteiro se deu a partir de projeto que ele tinha para fazer uma visita para sua tia, em Itapema – SC, mas os quilômetros a serem percorridos seriam de 2.300km e Dhione queria percorrer, no mínimo, 3.000km. “Fui pesquisando até concluir o trajeto, no final deu 3.600 km e fiquei feliz demais com o

resultado. Além disso, a paisagem é linda, tudo é lindo. As rodovias são muito bem conservadas, bem sinalizadas, as cidades são organizadas e limpas e as pessoas são de uma educação exemplar”, comentou.

só por eu ter tomado essa iniciativa já foi uma vitória

Foram 16 dias de viagem, com pernoites em hotéis e uma noite na casa de um motociclista que conheceu ao longo do caminho. “Fiz amizade com um motociclista e me hospedei um dia na sua casa em Caxias do Sul/RS. No mundo das duas rodas rola muito isso: você faz amigos e eles oferecem pouso sempre que estiver passando pela região onde moram. Esse motociclista foi quem me deu umas dicas para a viagem”, contou o aventureiro.

Por questão de segurança e por querer apreciar as paisagens, Dhione viajava sempre durante o dia, sem pressa, afinal qualquer obstáculo na pista poderia comprometer todo o seu planejamento. “Rodar de moto sozinho é uma experiência maravilhosa, essa viagem foi só minha, fui eu quem a planejei e executei. Só por eu ter tomado essa iniciativa foi uma vitória. Todo o dia, antes de subir na moto, eu rezava o terço e pedia a Deus para que eu tivesse sabedoria para tomar decisões corretas, porque quando Ele está por perto tudo fica fácil.”

“Pelo menos já não sou mais o mesmo em meu interior” Che Guevara

Durante a aventura, o motociclista perdeu a direção da rota, mas foi ajudado por um caminhoneiro. Ao chegar Mirante da Serra do Rio do Rastro encontrou dois motociclistas de Taubaté/SP e descobriu que o objetivo dos três era o mesmo: passar pela Serra do Rio do Rastro e fotografar o mirante de onde se consegue ver toda a serra. “Infelizmente isso não foi possível, pois a neblina tomou conta do lugar por ter mais de 1.400 metros de altitude e lá o tempo fecha do nada e abre do nada. Como já estava no fim de tarde resolvemos descer e procurar pouso, pois no topo da serra só tinha resort”, disse.

Serra do Rio do Rastro. Eleita pelo viajante como uma das estradas mais lindas do mundo.

Vou viajar todas as vezes que Deus me permitir. Quero voltar ao Sul este ano, ir até o Chuí/RS, divisa com Uruguai. Minha intenção é rodar todos os estados brasileiros e alguns países da América do Sul. Para 2013 meu plano é cruzar o deserto de Atacama, no Chile, mais de 800 km de deserto. Também tem a cidade de Ushuaia conhecida como Fim do mundo ou Terra do fogo que fica no extremo sul da Argentina e tem também Machu Picchu, no Peru. A lista é longa”, comentou com entusiasmo.

Dhione Vicente Alves Soares, Analista de Suporte Topográfico, 2 anos de NovaAmérica

“Rodar de moto sozinho é uma experiência maravilhosa. Essa viagem foi só minha, fui eu quem a planejei e executei.”


NOSSO NEGÓCIO

café com o diretor

Otimismo em campo.

Um dedo de prosa para você trazer suas ideias e levar soluções.

Perspectivas de Produção para safra 2012/2013 De acordo com a área de Planejamento e Desenvolvimento Agronômico do Grupo NovAmérica, a estimativa para a safra 2012/2013 nas unidade de Tarumã/SP e Caarapó/MS deverá ser concluída em meados de março, porém a expectativa é de que a produção seja maior do que a da safra anterior. Mesmo com fatores que possam interferir negativamente na produção e na massa de cana, o Grupo NovAmérica está otimista para este ano, apesar dos reflexos de safras anteriores como seca nos meses de novembro e dezembro e geada. Já o plantio está seguindo conforme o planejamento, apesar do pequeno atraso no mês de janeiro, devido às chuvas.

a expectativa é que a produção seja maior do que a da safra anteriror

“Nós acreditamos que nossa produção será maior quando comparada com a anterior, pois o trabalho de renovação dos canaviais, o uso de tecnologias para aumento de produção e a qualidade nas operações nos permitirão um aumento de produtividade”, José Francisco Fogaça, Gerente de Planejamento e Desenvolvimento, XX anos de NovaAmérica

O Programa Café com o Diretor está de volta em todas as unidades versão do Oracle (R12) contribuiu muito com o nosso trabalho, prindo Grupo NovAmérica, a primeira edição foi realizada na unidade cipalmente na minha área (compras). A atualização do programa perde Tarumã/SP e contou com 25 colaboradores de diversas mitiu mais agilidade e segurança em nossas ações”, afirmou. áreas que participaram de um bate papo durante a Em um dos momentos do café, dois colaboradores demanhã. Assuntos como início de safra, crescimenmonstraram gratidão pela empresa e fizeram com tos e prospecção da empresa, estratégia corpoque o diretor relembrasse histórias com membros a rativa, setor sucroenergético e programa de ser convidado família Rezende Barbosa. participação nos resultados foram alguns dos para o café me assuntos tratados entre eles. “Eu fico muito feliz em trabalhar aqui. Há um ano deixa muito feliz eu sofri um acidente e a empresa foi quem me deu Além disso, algumas soluções para melhoria das apoio. Além disso, quando eu melhorei pude voltar áreas foram expostas como a construção de um e continuar a desenvolver o meu trabalho na NovAbarracão para insumos apresentada por Luiz Anmérica. Eu sou muito grato a todas as pessoas que me tonio Feitosa e discutida com outros colaboradores ajudaram”, disse Luis Antonio Feitosa. e a instalação de containeres no Posto de Lubrificação, ideia apresentada por Fernando Terto. “Ser convidado para o café me deixa muito feliz, afinal eu já estou aposentado, mas continuo trabalhando na NovAmérica e isso mostra Ao final, uma das colaboradoras, Susy Franzol, elogiou as que a empresa não abandona ninguém”, comentou Dorival Valério mudanças no sistema de informação interna implantadas no mês que trabalha há 31 anos no Grupo. passado e que vinham sendo desenvolvidas intensamente por uma equipe de profissionais da empresa. “Depois de implantada, a nova

8 de março. Dia internacional da mulher. Nosso reconhecimento às mulheres que combinam força e garra com sensibilidade, simpatia e delicadeza, e fazem a diferença no ambiente de trabalho, em suas casas e por onde passam.

Vânia Rodrigues,

Área de Desenvolvimento Humano, XX anos de NovaAmérica

Parabéns, mulheres!


happy hour

Como enfrentar uma folha em branco.

Alexandre Chaves do Carmo, XXXXXXXXXXX, 8 anos de NovAmérica

Fui convidado a escrever alguma mensagem para esta nova roupagem do jornal corporativo e aceitei imediatamente. Então, estava eu perdido em meus pensamentos, buscando uma palavra ou qualquer ideia que me fizesse iniciar este texto, porém nada vinha à mente. Tentei rascunhar alguma coisa, tentei buscar algo na internet, desliguei o computador, tirei uma soneca, acordei, tomei um copo d’água, liguei o computador e: NADA! Entrei em desespero, afinal meu prazo era curto. O que podia eu escrever para que você, caro leitor, não desistisse logo na primeira linha? Pensei em todo o ciclo que o pequeno ato de escrever um texto gerou dentro da rotina do meu dia e tentei ver isso de outro ponto de vista. Foi aí que uma ideia tomou forma imediatamente: escrever como nós nos desesperamos diante de um fato e perdemos todo o foco quando centralizamos nossa vida ao problema em questão! Quantas vezes você já se viu perdido no meio de algo que parecia não ter solução? Pare um pouco e pense nisso. Uma dívida, um problema de família, algo ocorrido no trabalho ou até mesmo um coração partido. Quando você se depara com essa situação, a pergunta que mais vem à cabeça é “e agora?”. Você pensa que é a menor das criaturas e sente como se alguém tivesse jogado um mundo inteiro sobre você.

É aí que está o verdadeiro problema. O ser humano, por natureza, tem um pequeno desvio que faz com que ele se sinta a vítima da história, até mesmo nos casos em que ele pode ser um dos causadores do problema. Mas reflita: quanto mais vitimizado, mais difícil fica de se ver a saída e, acredite, há sempre uma luz no fim do túnel! Se você chegou até esse ponto do texto pode até pensar que estou fazendo referência à auto-ajuda, o que não deixa de ser uma verdade, mas não é bem isso! Nem quero dizer que é para você viver sua vida loucamente e se esquecer de tudo aquilo que te faça mal, até porque isso tudo traz maturidade. Só quero que você avalie a questão com mais calma. Todo e qualquer tipo de problema e/ou dificuldade serve pra nos ensinar algo, e nós amadurecemos quando aprendemos com eles. Eu, por exemplo, já sei que no próximo mês devo separar um tempo maior para a arte de escrever! O foco central do texto é “aprender a ver as coisas de um outro ponto de vista” – desta forma a solução para qualquer problema surge naturalmente e no fim da história você vai ver que nem era aquele bicho de sete cabeças e vai descobrir a capacidade de solucionar facilmente aquilo que lhe tira o sono. O problema é dívida? Vá até seu credor e faça uma reavaliação! O problema é de família ou no trabalho? Uma boa conversa de coração aberto pode resolver! Seu amor foi embora? Levante a cabeça, sorria e se prepare: outros amores virão! O importante mesmo é que tudo se renova e nós somos capazes de criar, fazer e acontecer. Então seja o comandante de sua própria vida e faça com que ela aconteça dia a dia, afinal, você é a única pessoa realmente capaz de te fazer desistir de seus objetivos! Eu consegui escrever meu texto e só tenho a agradecer a você que reservou um tempinho e chegou até o fim dele! Espero te encontrar aqui na próxima edição!

e agora?


nossas próximas páginas ainda estão em branco envie para a gente suas dicas, sugestões de pautas e histórias

Jornal NA Íntegra

Envie um email para comunicacao@novamerica.com.br ou procure a Área de Comunicação.

Edição N1  

Jornal NAÍntegra N1

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you