Page 5

100

100

95

95

75

75

25

5

0

Os nossos jovens estudantes de Arquitectura e Design têm sido grandes entusiastas e impulsionadores de uma nova forma de estar e de viver a arte, através da aprendizagem que lhes vai sendo veiculada pelos seus professores e pela Academia.

25

A expressão genuína do saber e da forma, surge na materialização de uma ideia, de uma inquietação, de um sentir, de um sonho, de um projecto… As suas metamorfoses, expressas, quer no cumprimento de exercícios académicos, quer no impulso livre e criador, estão presentes nas propostas que nos oferecem, e são muitas!

0

5

Estes trabalhos impõem-se como vectores iniciáticos, pela procura de qualidade e rigor, de uma suprema perfeição, gerando sentimentos de expectativa e entusiasmo. A capacidade expressa de mudar e de recriar o saber pela concepção e transformação dos materiais, apontam para novas formas, desenham novos cenários apelativos de uma nova da cultura criadora, sendo por isso promissores de uma nova expressão pela arte. A materialização dos sentires da alma dos nossos jovens arquitectos e designers, ficará sempre distante, às vezes até dissonante, da sacralidade, do mistério da criação pela arte. Mas, do esforço do retirar de si a verdade da utopia, que se quer realizada, do desejo de tocar de perto a Vida, fica o fascínio, a exaltação, o que, por enquanto, é ainda o esboço das obras, da Vida.

Magnifica Reitora da Universídade Lusíada - V.N.Famalicão

Não obstante, e apesar de o material ser perecível, são as mãos que tecem e moldam a obra que toca a Vida reenviando-nos ao fascínio da criação e à surpresa, questionada pela razão, no indizível. A homenagem vai então, também para as mãos… Felicito-os pela iniciativa, pela ousadia criadora.

100

95

75

25

5

0

100

95

75

25

5

0

AAD_Parte-1_nova terÿÿa-feira, 15 de Dezembro de 2009 17:49:08

aad  

revista de alunos da faculdade de arquitectura e artes de famalicão

aad  

revista de alunos da faculdade de arquitectura e artes de famalicão

Advertisement