Page 28

made in portugal

texto e fotografia Maria Pratas

O Sabão Transformar azeite num objecto que não é gastronómico é fazer alquimia pura. Encontrar bolas e uns cubos que cheiram a canela e uns paus de gelado num armário de gavetas, não significa que estejamos perante uma montra de iguarias comestíveis, mas estamos perto disso. O Sabão Olívia é um sabão feito com azeite, é artesanal, e tem aromas e texturas mediterrânicos. Saem das mãos de Sara Domingos e voltam para as suas mãos.

Conversei com a artista plástica que gosta de pôr as mãos na massa, que produz estes sabões há dois anos e que gosta de trabalhar texturas e formas. Foi o trabalho enquanto artista plástica que a levou a produzir este sabão. As mãos que tantas vezes tem de lavar precisavam de um produto não agressivo e que fosse também hidratante para a sua pele, feito com ingredientes suaves e naturais. A saboaria tem um lugar importante na história da vida portuguesa. Desde o princípio do século passado, havia uma poderosa indústria que produzia sabões, 28

move

algumas fábricas “ensaboavam” o mercado, através de diversas empresas, apresentando um produto que apesar de grosseiro, tinha múltiplas variantes. Um produto funciona quando cumpre a sua função e, um sabão na mão, é um guerreiro contra a sujidade do soalho de madeira, da roupa, da loiça e revela-se o melhor amigo da higiene. Assim era nos anos 50, numa casa portuguesa, com o sabão Clarim ou o sabão Azul e Branco. No atelier de Sara Domingos conversámos sobre a produção artesanal de Sabão Olívia e de como surgem as formas, as tex-

Mutante 18  

/MOVE Saint-Étienne / Raia histórica / O sabão / Palácio Nacional de Sintra / Le Cordon Bleu /unique La Boulangerie by Stef / Dux Beer /TREN...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you