Page 1

Ministério da Cidadania, Governo de Minas Gerais e Prefeitura Municipal de Poços de Caldas apresentam:

15.1

2020 20h30 URCA

DIREÇÃO ARTÍSTICA:MAESTRO JEAN REIS ADMINISTRATIVA: RAQUEL MANTOVANI

FESTIVALMUSICANASMONTANHAS.COM.BR 9 A 18 DE JANEIRO DE 2020


Robert Suetholz

Elisa Fukuda

Ney Fialkow

Flรกvio Augusto

Foto: Leko Machado

Ricardo Barbosa

Claudia Nascimento

Carol McDavit

Carlos Tarcha

Bruno Lourensetto

Mario Rocha

Donizeti Fonseca


SÉRIE CONCERTOS NOTURNOS Quarta-feira, 15 de janeiro de 2020, 20h30 Espaço Cultural da URCA, Poços de Caldas, Brasil

RECITAL DOS PROFESSORES

Festival

nas

MONTANHAS

21º Festival Música nas Montanhas

ef LUDWIG VAN BEETHOVEN TRIO PARA PIANO, VIOLINO E VIOLONCELO, OP. 70, NO. 1, “GHOST” Allegro vivace e con brio Ney Fialkow - piano, Elisa Fukuda - violino, Robert Suetholz - violoncelo ef FRANCIS POULENC SONATA PARA OBOÉ E PIANO Élégie Scherzo Déploration Ricardo Barbosa - oboé, Flávio Augusto - piano SONATA PARA FLAUTA E PIANO Allegro malinconico Cantilena Presto giocoso Cláudia Nascimento - flauta, Flávio Augusto - piano IMPROVISAÇÃO NO. 15 “HOMMAGE À EDITH PIAF” Flávio Augusto - piano ef HEITOR VILLA-LOBOS TRÊS ÁRIAS DA OPERETA “MAGDALENA” Bon Soir Paris Singing Tree Food for Thought Carol McDavit - soprano, Flávio Augusto - piano ef EDUARDO GUIMARÃES ÁLVARES POCEMA (1992) PARA 2 PERCUSSIONISTAS-VOCALISTAS, COM 2 TAM-TAMS Carlos Tarcha e Tiago Calderano* - percussão ef MICHAEL GIACCHINO UP WITH TITLES (arr. Adrian Wagner) ARY BARROSO AQUARELA DO BRASIL (arr. Duda) LUIZ GONZAGA GONZAGUIANDO (arr. Duda) Bruno Lourensetto e Fernando Mattos* - trompetes, Mário Rocha - trompa, Donizete Fonseca - trombone, Leandro Soares* - tuba *bolsistas do festival festivalmusicanasmontanhas.com.br

facebook.com/musicanasmontanhas

issuu.com/musicanasmontanhas


NEY FIALKOW, PIANO Premiado em diversos concursos, destacandose o cobiçado título de melhor pianista do VII Prêmio Eldorado de Música, em São Paulo, os primeiros prêmios em diversos concursos nacionais e no exterior, o pianista Ney Fialkow é hoje um dos destacados músicos do cenário nacional. Tem conciliado movimentada carreira de solista e camerista com a atividade de professor titular do Departamento de Música Instituto de Artes UFRGS, em Porto Alegre. Suas aparições como solista e camerista têm cativado plateias de diversas salas de concerto no Brasil e no exterior e suas masterclasses tem sido apreciadas por jovens pianistas de diversos países. Ao lado do violinista Cármelo de los Santos gravou o premiado CD “Sonatas Brasileiras”. Em 2016 fez sua estréia em Paris, na Sala Cortot em duo pianístico com Guigla Katsarava. Lançou os CD Metamorfora e Fantasy nos EUA em parceria com o baixista Marcos Machado, e turnê de concertos por diversas cidades do Brasil e dos EUA, incluindo apresentações no Instituto Boccherini em Lucca, Italia e o Conservatório Nacional Superior de Música de Paris. Em 2019 realizou turnê de recitais solo e masterclasses por diversas cidades norteamericanas. Realizou diversos concertos no Brasil e no exterior como membro integrante do Trio Porto Alegre, ao lado do violinista Cármelo de los Santos e do violoncelista Hugo Pilger. Ainda este ano grava com Hugo Pilger a obra completa de Cláudio Santoro para violoncelo e piano. Ao lado da mezzosoprano Angela Diel tem se apresentado nas principais salas de concerto do Brasil divulgando especialmente o repertório das canções alemãs. Bacharelado em Música pela UFRGS, com Zuleika Rosa Guedes; Mestrtado em Música no New England Conservatory, com Patricia Zander; Doutorado em Música no Peabody Conservatory da Johns Hopkins University, com Ann Schein. Atuou como solista de diversas orquestras sob a regência de maestros Camargo Guarnieri, Isaac

Karabitchevsky, Roberto Tibiriçá, Alceu Bocchino, Roberto Duarte, Antonio Carlos Borges Cunha, Manfredo Schimiedt, Fredi Gerling, Raul Munguia, Paul Chou, entre outros. “...sonoridade perfeita, fraseado harmonioso, dedilhado preciso e suave, marca registrada dos grandes pianistas” - O Estado de São Paulo, SP “...fervilhando brasilidade nos Ponteios de Guarnieri” – L’Alsace, França

ELISA FUKUDA, VIOLINO Graduou-se no Conservatório de Música de Genebra, na classe do Prof. Corrado Romano e recebeu o Primeiro Prêmio de Virtuosidade “com distinção e cumprimentos do Júri”. Aluna de eminentes violinistas como Henryk Szering, Arthur Grumiaux e Nathan Milstein, sua formação foi complementada no Mozarteum de Salzburg com Sandor Vegh. Na Europa, Elisa Fukuda apresentou-se com várias orquestras, entre elas a Orchestre de la Suisse Romande, a Orquestra G.Enesco de Bucarest e a Orquestra de Camâra de Moscou e também recitais na Rússia, Itália, Hungria, Alemanha e Suíça. Além da atividade didática que vem desenvolvendo na Escola Fukuda, é também Diretora Artística da Camerata Fukuda, fundada em 1988. No ano de 1992, formou junto com o pianista Giuliano Montini e o violoncelista Peter Dauelsberg o Trio Dell’Arte que já no seu segundo ano, recebeu o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA, Brasil), como o “Melhor Conjunto Instrumental do Ano”. O Trio realizou extensasturnêes na Argentina, Espanha, Portugal, Alemanha, Suíça, Açores. Em setembro de 2001 fundou o quarteto de cordas “Camargo Guarnieri”.

Festival

15.01.2020 | Concerto Noturno | 21o Festival Música nas Montanhas

nas

MONTANHAS


Sua discografia é composta por dois CDs gravados com o Trio Dell’Arte , três CDs com a Camerata Fukuda (Obras de Vivaldi, Bach e compositores brasileiros) e um CD com o Quarteto “Camargo Guarnieri”. Recebeu vários Prêmios ao longo de sua carreira , entre os quais se destacam o de “Melhor Solista do Ano”pela APCA(1989) e Prêmio Carlos Gomes na categoria de “Solista Instrumental”(2000). Em 1999 participou da banca julgadora do Concurso Ibero-americano de violino em Cuba e em 2003 do Concurso de Liuteria em Querétaro (México). Em julho de 2003 foi convidada a participar do corpo docente do 1º Festival “Instrumenta Verano”em Puebla (México).

ROBERT SUETHOLZ, VIOLONCELO ROBERT, natural de Milwaukee, Wisconsin, EUA, estudou sob orientação de George Sopkin, membro-fundador do Quarteto Fine Arts, seu sucessor Wolfgang Laufer, e Uzi Wiesel, antigo violoncelista do Quarteto de Cordas de Tel-Aviv, Israel. Obteve seu Mestrado em Violoncelo em 1998, sob a orientação de Hans Jørgen Jensen, da Universidade de Northwestern, em Chicago (EUA) e seu Doutorado em Música pela USP em 2011. Atuou em várias orquestras internacionais, como a Israel Sinfonietta (spalla dos violoncelos) e a Orquestra Sinfônica de Milwaukee (EUA), entre outras. Residindo no Brasil desde 1985, foi spalla dos violoncelos das orquestras sinfônicas da USP, do Estado de São Paulo e da Sinfonia Cultura - Orquestra da Rádio e TV Cultura. Foi violoncelista do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo durante 25 anos, se desligando deste no final de 2016. É professor de violoncelo no Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da USP desde 1989. Em 2015 lançou

o livro Técnicas de reeducação corporal e a prática do violoncelo e em 2018, em parceria com Dr. Luiz Amato (UNESP), lançou a tradução para português do livro de Leopold Auer intitulado O violino segundo meus princípios, ambos pela Editora Prismas (Curitiba, PR). RICARDO BARBOSA, OBOÉ Ricardo Barbosa teve suas primeiras aulas de oboé com Alexandre Barros, em Ribeirão Preto. Mais tarde, ingressou na Universidade Livre de Música, atual EMESP, e posteriormente na Academia de Música da Osesp sob orientação de Joel Gisiger. Cursou Mestrado e atualmente é aluno do Doutorado na classe do Professor Christian Wetzel em Colônia na Alemanha. Foi vencedor do Prêmio Prelúdio, da TV Cultura e do Prêmio Eleazar de Carvalho no Brasil; venceu o concurso de oboé da Escola Superior de Música de Colônia, na Alemanha e também é vencedor do Concurso Internacional de Praga (Prague Spring Competition). Atualmente é oboísta da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP); da Camerata Aberta, grupo de música contemporânea da EMESP e exerce várias atividades com pianistas e grupos de câmara.

FLÁVIO AUGUSTO, PIANO Detentor de 28 primeiros prêmios em Concursos Nacionais e Internacionais de Piano, em 1988, tornou-se o primeiro brasileiro a conquistar o 1º lugar do Concurso Internacional de Piano “VillaLobos”, no Rio de Janeiro. Natural de Poços de Caldas (MG), iniciou seus estudos de piano aos quatro anos de idade, tendo como professores os pianistas Homero de Magalhães, Gilberto Tinetti e Myrian Dauelsberg. Concluiu os cursos de Bacharelado em Piano e Licenciatura em Música pelo Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro; Pós-Graduação Festival

15.01.2020 | Concerto Noturno | 21o Festival Música nas Montanhas

nas

MONTANHAS


em Filosofia pela Universidade Estadual de Montes Claros, MG; e Mestrado em Piano – Práticas Interpretativas – pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desde os treze anos têm sido solista das principais orquestras do País, em palcos importantes como os Teatros Municipais do Rio de Janeiro e de São Paulo, a Sala Cecília Meireles do Rio de Janeiro, o Teatro Nacional de Brasília e a Sala São Paulo. No Brasil, já se apresentou em quase todos os Estados, atuando isoladamente ou ao lado de grandes cantores e instrumentistas. No exterior, já se apresentou em importantes salas de concerto dos Estados Unidos, França, Alemanha, Suíça, Itália, Espanha, Portugal, Bélgica, Áustria, Finlândia, Londres, Nova Zelândia, Venezuela, Chile, Paraguai, Guatemala e Costa Rica. Em 1990, gravou seu primeiro disco com os “Prelúdios para Piano” do compositor francês Claude Debussy. Fez a primeira gravação mundial dos “50 Estudos para Piano” do compositor Johann Baptiste Cramer. Gravou também os CDs “Arco & Tecla” com o violinista Ricardo Amado, “Impressões Brasileiras” com o violinista Daniel Guedes e “Tributo a Guerra Peixe” com o gaitista José Staneck. É também integrante do premiado Trio Aquarius – com quem já gravou dois CDs dedicados a compositores brasileiros. Foi professor do Conservatório Estadual de Música “Lorenzo Fernândez” e do Departamento de Artes da Universidade Estadual de Montes Claros (MG). Em setembro de 2004, passou em 1º lugar no concurso público para “Músico – Pianista” da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Nesta mesma instituição, foi Professor Substituto de Piano nos anos de 2006 e 2007. É frequentemente convidado para participar como jurado dos mais importantes concursos nacionais de piano, assim como ministrar aulas nos principais Festivais de Música do país.

CLAUDIA NASCIMENTO, FLAUTA Nascida em São Paulo, a flautista Cláudia Nascimento integra a Osesp desde janeiro de 2015. É bacharel pela Unesp e foi bolsista da Fundação Vitae em Paris, onde estudou com Philippe Pierlot e Michel Moraguès. Já trabalhou com maestros como Lorin Maazel, Kurt Masur e Semyon Bychkov e atuou como solista frente às orquestras Sinfônica Brasileira, Experimental de Repertório e Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo. Recebeu diversos prêmios e integrou a Orquestra Sinfônica Brasileira, entre 2008 e 2014.

CAROL MCDAVIT, SOPRANO ​ outora em Música pela UNIRIO e Mestre em D Música pela Manhattan School of Music de Nova York, atuou como solista das principais orquestras sinfônicas do Brasil. Como camerista, realizou centenas de recitais no país e no exterior, com ênfase especial na música brasileira e americana, tendo estreado várias primeiras audições. Carol tem cantado das temporadas líricas dos teatros mais importantes do Brasil, destacando-se emLa Bohème, Fidelio, Die Zauberflötee Carmen. Gravou as Bachianas Brasileiras N. 5,de Villa-Lobos, no vídeo comemorativo do centenário do compositor, e foi solista desta obra, acompanhada por 235 violoncelos, no concerto de encerramento do World Cello Congress em Baltimore, EUA. Seus CDs incluem obras sacras do Pe. José Mauricio, o oratório Colombode Carlos Gomes e coletâneas de canções brasileiras em duo com a pianista Maria Teresa Madeirae com o violonista Turíbio Santos. Ministrou oficinas e cursos de canção brasileira na Alemanha, na França, na Finlândia, no Canadá e nos EUA. Festival

15.01.2020 | Concerto Noturno | 21o Festival Música nas Montanhas

nas

MONTANHAS


É professora de canto e ópera do Instituto Villa Lobos na UNIRIO no Rio de Janeiro, onde coordena e dirige o projeto Ópera na UNIRIO, na sua décima-primeira edição com a montagem completa de Il Matrimonio Segreto de Domenico Cimarosa. Ela também participa como orientadora no mestrado profissional PROEMUS da UNIRIO.

CARLOS TARCHA, PERCUSSÃO Natural de São Paulo, estudou percussão com Ernesto De Lucca, na Escola Municipal de Música de São Paulo e com Christoph Caskel, na Escola Superior de Música de Colônia, Alemanha. Carlos Tarcha foi timpanista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, atuando ainda como convidado nas principais orquestras brasileiras e também junto à World Philarmonic Orchestra, B.B.C. Symphony Orchestra e Orquestra de Câmara da Filarmônica de Berlim. Apresentou-se como solista à frente da Orquestra Sinfônica Municipal, American Composers Orchestra, Orquestra Jazz Sinfônica e Banda Sinfônica do Estado de São Paulo. Lecionou na Escola Municipal de Música de São Paulo (1978/86), em Festivais em todo o Brasil e na Universidade de São Paulo (1986/2001), onde concluiu o Mestrado em 1998 com o trabalho Técnica de 2 baquetas para Teclados de Percussão. Participou de inúmeros grupos de música de câmara, destacando-se o trabalho do Duo Diálogos de percussão, (1987/98) que atuou nos principais teatros, festivais de música e séries de concertos do Brasil. Nesse período foi criado um repertório de cerca de 40 obras especialmente escritas para o Duo, resultado de uma colaboração com os mais representativos compositores brasileiros. Apresentou-se também com o Duo Diálogos na Europa e Estados Unidos, destacando-se o o Festival Sonidos de las

Americas: Brasil, no Carnegie Hall, Nova York. Atualmente integra o Duo Clarinete Baixo/ Percussão com Luis A. Montanha, que tem realizado concertos no Brasil e na Europa, além da gravação de um CD com obras brasileiras dedicadas ao duo, no projeto Música de Câmara Brasileira (LAMI–USP/ Petrobras). Sua discografia inclui ainda o CD Contemporary Percussion Music from Brazil, (selo G.H.A, 1995), participações em trabalhos dos compositores E. Seincmam, O. Lacerda, G. Mendes, F. Menezes, E. Widmer, A. Barnabé, P. Chagas e Gil Jardim, e também em produções das orquestras Jazz Sinfônica e Sinfônica Municipal de São Paulo e do Ensemble musikFabrik NRW. Desde 2001 é professor Titular de percussão na Escola Superior de Música de Colônia, Alemanha. (Hochschule für Musik Köln). Tem atuado em séries de concertos e festivais nos Estados Unidos e Europa em diversas formações camerísticas, com Ensembles como musikFabrik NRW, Trai I Tempi, E MEX e KaG (Bélgica).

BRUNO LOURENSETTO, TROMPETE Aclamado como “impressionantemente seguro” pelo New York Times e “simplesmente estupendo” pelo jornal inglês Arts Desk, Bruno Lourensetto é trompetista convidado da OSESP, professor substituo da USP Universidade de São Paulo e co-diretor artístico da Sociedade Boliviana de Musica de Câmara. Ganhador do Chicago Brass Competition, BBC Music Magazine Award, Grammy Latino e finalista do National Trumpet Competition, Bruno foi primeiro trompete das Orquestras Sinfônicas de Miami nos Estados Unidos, Queretaro e Guanajuato no México. Também foi membro associado da Chicago Civic Orchestra, finalista da New World Symphony e convidado das orquestras Allentown Symphony, Garden State Philharmonic, Louisiana Philharmonic, Mississippi Festival

15.01.2020 | Concerto Noturno | 21o Festival Música nas Montanhas

nas

MONTANHAS


Symphony, Orquestra Mineria, Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo e Filarmônica de Minas Gerais. Em demanda por sua versatilidade na performance de diferentes estilos, Bruno toca trompete natural com a orquestra Barroca de Portland, liderada por Monica Hugget, alem de freqüentemente integrar as Orquestras Barrocas do Pacífico, Seattle, Indianápolis, Minnesota, Borboun Baroque, Bach Colleguiem San Diego e Forth Wayne, Juilliard415 e OperaMission New York, colaborando com Jordi Saval, Richard Eggar, John Butt, Steve Stubbs e Matthew Halls. Também atua anualmente como camerísta e solista em festivais como Staunton Music Festival, MostArts Festival NY, Bach Oregon Festival nos Estados Unidos, MusicaOcupa no Equador e Festival Internacional de Musica de Saint Malo no Paramá. Bruno foi professor assistente da University of Southern Mississippi, professor do New York Conservatory em Long Island, Harmony Program NYC e programa Esperanza Azteca no México. Também foi membro do Global Leaders Program, atuando como teaching artist e empreendedor social em projetos artisticos no continente Americano e China. Integrou a Orquestra Jovem das Américas, Britten-Pears Young Artitst Program, Music Academy of the West. Recebeu diplomas de performance pela Mannes College em Nova York e Indiana University Jacobs School of Music, mestrado pela University of Southern Mississippi e bacharelado pela Universidade de São Paulo.

MÁRIO ROCHA - TROMPA Mario Rocha iniciou seus estudos musicais aos oito anos de idade orientado pelo pai. Cursou o Conservatório Dramático e Musical de Tatuí, sua cidade natal. Estudou com Enzo Pedini, na Escola Municipal de Música de São Paulo, estudou ainda com Daniel Havens e Charles Cornish. É Bacharel em trompa pela Faculdade Mozarteum de São Paulo. Atualmente é 1ª trompa da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, professor de trompa do Instituto Baccarelli e monitor do naipe de trompas da Orquestra Sinfônica de Santo André.

DONIZETE FONSECA - TROMBONE Bacharel em composição e regência pela Universidade Estadual Paulista (UNESP - 1987), especialização em Eufônio pelo Conservatório Musical Chopin (1975), especialização em Trombone pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul (1979) e especialização em Trombone pela Escola Municipal de Música (SP - 1982). Foi professor no Conservatório Musical Brooklin Paulista e atualmente é professor de trombone na Universidade de São Paulo, Escola Municipal de Música (SP) e Instituto Baccarelli. Donizetti é chefe do naipe de trombones da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e trombonista da Orquestra Filarmônica de São Bernardo do Campo. Donizeti Fonseca é professor de Trombone na Escola Superior de Música da Faculdade Cantareira.

O Festival está agora no Instagram: @musicanasmontanhas Festival

15.01.2020 | Concerto Noturno | 21o Festival Música nas Montanhas

nas

MONTANHAS


AMANHÃ Quinta-feira, 16 de janeiro de 2020 SÉRIE CONCERTOS NA COMUNIDADE 16 JANEIRO

14h30: ASILO SÃO V. DE PAULO, R. RIO GRANDE DO NORTE, 598

SÉRIE RECITAIS ACADÊMICOS 16 JANEIRO

18h: MUSEU HISTÓRICO E GEOGRÁFICO: Alunos do Festival 19h15: URCA: Coral Infantil e TerceirEncanto

SÉRIE LANÇAMENTOS

16 JANEIRO 19h: IMS, INSTITUTO MOREIRA SALLES (Rua Teresópolis, 90) Recital de lançamento do CD “Sarau” Alexandre Braga, flauta, Elvira Gomes, piano Lançamento do livro “A Estrutura do Canto” - Sistema e Arte na Técnica Vocal de Richard Miller, Tradução: Luciano Simões, Apresentação: Francisco Campos Lançamento do livro “Vozes das Américas” de Carol McDavit

SÉRIE CONCERTOS NOTURNOS 16 JANEIRO, 20h30, URCA

Banda Sinfônica

Regência: Juliano Marques Barreto

Coro Sinfônico Regência: Regina Kinjo

Observação: Horários e locais das classes e ensaios do festival estão no website: festivalmusicanasmontanhas.com.br/horarios-locais

Festival

15.01.2020 | Concerto Noturno | 21o Festival Música nas Montanhas

nas

MONTANHAS


Festival

JEAN REIS

Direção Artística

nas

MONTANHAS CA 2018.136.08.0088

PATROCÍNIO

GRUPO CURIMBABA

PRODUÇÃO

PROFESSORES DA 21 a EDIÇÃO:

12 a 18.01.20 Flauta: Claudia Nascimento; Auxiliar: Leonardo Faria Oboé: Ricardo Barbosa Clarineta: Luís Afonso Montanha Fagote: Ronaldo Pacheco; Auxiliar Clarineta/Sax: Otávio Quartier Trompa: Mário Rocha Trompete: Bruno Lourensetto; Auxiliar: Juliano Barreto Trombone: Donizeti Fonseca Percussão: Carlos Tarcha Piano: Flávio Augusto, Ney Fialkow Canto: Carol McDavit, Francisco Campos Montagem de Ópera: Francisco Mayrink

RAQUEL MANTOVANI

Direção Administrativa

Violino: Betina Stegmann, Cármelo de los Santos, Elisa Fukuda, Nelson Rios Violino Spalla: Pablo de Leon Viola: Marcelo Jaffé, Renato Bandel Violoncelo: Aldo Mata, Robert Suetholz Contrabaixo: Ana Valéria Poles, Marcos Machado, Sérgio de Oliveira Workshop/Improvisação de Choro: Violão e Violão Sete Cordas: Dinho Nogueira e Zé Barbeiro Regentes: Classe de Regência: Jean Reis Orquestra Sinfônica: Jean Reis Banda Sinfônica: Juliano Barreto Coros: Regina Kinjo Orquestra Acadêmica: André Sanches

APOIO CULTURAL

ENCONTRO DE

Contrabaixos

PROFESSORES E CONVIDADOS: 9 a 12.01.2020

Professores: Ana Valéria Poles, Marcos Machado, Sérgio de Oliveira Contrabaixistas convidados 2020: Valdir Claudino e Grupo DoContra Piano: Ney Fialkow; Orquestra Sinfônica: Maestro Jean Reis

REALIZAÇÃO

EQUIPE:

DIRETOR ARTÍSTICO: Jean Reis DIRETORA ADMINISTRATIVA: Raquel Mantovani ASSISTENTE DA DIREÇÃO: Andréa Turato ASSESSORIA TÉCNICA: Neide Zanetti dos Reis e Silva ASSESSORIA DE IMPRENSA: Jesuane Salvador FOTOGRAFIA: Lidiane Rezende DIRETORA DE ARTE: Eleonora Machado INSPETOR DE ORQUESTRA E MONTAGEM: André Shell ARQUIVO MUSICAL: Bianca Reis APRESENTADOR: Nivaldo Divanny ASSISTENTE NA SECRETARIA: Lais Turato Ballerini ASSISTENTES DA ÁREA VOCAL: Rodrigo Pires, Maria Inês Lobão e Flávia Granato ASSISTENTE DA ÁREA DE PIANO: Eldah Drummond APOIO: Vivace - Movimento Artístico-Musical, Conservatório musical Antônio Ferrucio Viviani,

Criativa Idade, Centro Educacional Inovação APOIO: Vivace - Movimento Artístico-Musical, (CEI) Poliedro, Peanuts English School, Conservatório musical Antônio Ferrucio Viviani, Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Criativa Idade, Centro Educacional Inovação Municipal de Educação, Secretaria Municipal de (CEI) Turismo, PrimeiraEnglish Igreja Batista de Poços de Poliedro, Peanuts School, Secretaria Caldas e Circullare Turismo. Municipal de Cultura, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Turismo, Primeira Igreja Batista de Poços de Caldas, Circullare Turismo, Palace Hotel e Palace Casino.

Detalhes da programação no website do festival, issuu e Facebook! www.festivalmusicanasmontanhas.com.br www.issuu.com/musicanasmontanhas www.facebook.com/musicanasmontanhas www.instagram.com/musicanasmontanhas

Profile for Festival Música nas Montanhas

Programa: 15 de janeiro  

Série Concertos Noturnos Quarta-feira, 15 de janeiro de 2020, 20h30 Espaço Cultural da URCA, Poços de Caldas, Brasil Recital dos Professore...

Programa: 15 de janeiro  

Série Concertos Noturnos Quarta-feira, 15 de janeiro de 2020, 20h30 Espaço Cultural da URCA, Poços de Caldas, Brasil Recital dos Professore...

Advertisement