Page 1

Revista Municipal | n.ยบ 03 | outubro 2018


Nesta edição Informação referente a maio e junho

Município repõe três dias de férias aos funcionários

04

Vila do Bispo distinguida como “Cidade Resiliente”

07

Combate à obesidade é objetivo do Plano Local de Saúde do Barlavento

09

Miss Queen Algarve 2018

12

Dia Mundial da Criança animou Vila do Bispo

20

Praias de Vila do Bispo receberam Bandeira Azul

24

Séniores visitam Palmela e Azeitão

26

Arte pré-histórica foi tema de mostra fotográfica

30


EDITORIAL

O Município de Vila do Bispo aderiu, no ano de 2017, à campanha “Cidades Resilientes” (Making Cities Resilient: My City is getting ready!), da Organização das Nações Unidas (ONU), tendo recebido a certificação, em maio de 2018, através do Gabinete das Nações Unidas para a Redução do Risco de Catástrofes (UNISDR). Esta certificação tem como objetivo reconhecer as boas práticas, das autoridades locais, que contribuam para a promoção da resiliência a catástrofes a nível mundial. Com esta adesão pretendemos contribuir para a prossecução das prioridades e objetivos definidos na 3.ª Conferência Mundial das Nações Unidas - Quadro de Sendai (Japão), relativamente à redução do risco de catástrofes, no período de 2015-2030, nomeadamente: 1.

Aprofundar o conhecimento sobre o risco de catástrofes;

2.

Fortalecer a componente de gestão do risco de catástrofes;

3.

Investir na componente de redução do risco de catástrofes para uma melhor resiliência;

4.

Reforçar a componente de preparação para uma resposta efetiva.

Pretendemos, assim, desenvolver ações que contribuam para prevenir riscos e reduzir vulnerabilidades, aumentando a nossa resiliência e capacidade de antecipação e resposta face às ocorrências de acidentes graves ou catástrofes. Queremos, ainda, contribuir para um esforço coletivo, numa aprendizagem partilhada com a sociedade civil e organizações internacionais, uma vez que a redução de riscos é um problema e uma responsabilidade de todos os cidadãos.

Contamos com a Plataforma Nacional para a Redução do Risco de Catástrofes (PNRRC), na convergência com outras entidades/parceiros, para que o Município de Vila do Bispo, preventivamente, reduza os seus riscos de catástrofe. A adesão às “Cidades Resilientes”, à Declaração Basca, ao Pacto de Autarcas, entre outras, são, sem dúvida, compromissos da autarquia para o futuro, que nos permitirão um nível elevado de progresso, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do nosso território. O presidente da Câmara Municipal

Adelino Augusto da Rocha Soares


04

Município repõe três dias de férias aos funcionários

O

Município de Vila do Bispo assinou o Acordo Coletivo de Entidade Empregador Público (ACEP) com o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) e o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (SINTAP), nos dias 21 e 22 de maio, respetivamente. A assinatura deste acordo restitui aos trabalhadores municipais, já no corrente ano, o direito a 25 dias de férias, ou seja, passam a usufruir de um aumento de três dias de férias. Para o autarca Adelino Soares a assinatura deste acordo é um instrumento importante na gestão

dos recursos humanos do Município, representando mais um passo na valorização do trabalho e dos direitos dos trabalhadores da autarquia, numa convergência de interesses e vontades, que devolve aos colaboradores um direito retirado pelo anterior governo. Para além de mais três dias de férias, os trabalhadores da autarquia Vila-bispense continuam a usufruir das 35 horas de trabalho semanal, do dia do aniversário e ainda do dia do carnaval. Recorde-se que este ACEP entrou em vigor após a sua publicação em Diário da República.


05

Câmara cede instalações para a sede da Junta de Freguesia de Barão de São Miguel

F

oi assinado em maio deste ano um municipal para a sede da Junta de Barão de protocolo de colaboração entre o São Miguel. Município de Vila do Bispo, O prédio urbano, propriedade do Município, representado pelo presidente localiza-se na Estrada Municipal do da Câmara, Adelino Soares, e a Junta de Espaço cedido Norte, naquela Freguesia, e destina-se Freguesia de Barão de São Miguel, ao desenvolvimento das atividades da a título representada pelo presidente da Junta, Junta, no âmbito das atribuições e precário e Alberto Encarnação, com vista à competências previstas na lei. gratuito cedência de utilização de um espaço

Freguesias vão receber mais de 140 mil euros

A

Câmara de Vila do Bispo atribuiu um apoio financeiro de 140.596,40 euros às quatro juntas de Freguesia do concelho, para o ano de 2018.

Tal como nos anos anteriores, a Câmara Municipal deliberou também atribuir um apoio financeiro adicional a todas as freguesias do concelho, no valor total de 95.000 euros.

Daquele montante, 45.596,40 euros tem como base 20% sobre o montante atribuído pela Administração Central a cada freguesia.

Deste montante, a Freguesia de Barão de São Miguel receberá 20.000 euros e as restantes 25.000 euros cada.

A Junta de Freguesia de Barão de São Miguel recebe 4.970,20 euros, a de Budens 10.865,00 euros, a de Sagres 10.882,00 euros e a de Vila do Bispo e Raposeira 18.879,20 euros.

Estes valores serão afetos única e exclusivamente a despesas de investimento a realizar pelas respetivas Freguesias, nomeadamente para a reconstrução ou beneficiação de instalações, equipamentos e de outras infraestruturas.

Os valores são para fazer face às despesas das juntas de Freguesia, no âmbito das suas competências e atribuições, atenuando assim a insuficiência das verbas atribuídas pela administração central, através do Fundo de Equilíbrio Financeiro.

Foi deliberado ainda que este apoio adicional será atribuído ao longo do mandato 2017/2021, isto é, 2018, 2019, 2020 e 2021.


Vila do Bispo subscreveu “Declaração Basca” O novo roteiro de sustentabilidade ambiental para as cidades europeias

V

ila do Bispo aderiu à “Declaração Basca”, documento inspirado na Cimeira da Terra (Rio de Janeiro, 1992) que resultou da 8.ª Conferência Europeia das Vilas e Cidades Sustentáveis, que decorreu em Bilbao, Espanha, em abril de 2016. A declaração apresenta os caminhos para as Cidades e Cidadãos Europeus criarem cidades produtivas, sustentáveis e resilientes para uma Europa habitável mais abrangente. O documento visa "apoiar e acelerar a transformação sociocultural, socioeconómica e tecnológica, com o objetivo de garantir qualidade de vida às populações, enquanto são respeitados os limites dos ecossistemas locais e globais e os recursos naturais”. Refere, também, a necessidade de os líderes locais encontrarem formas inovadoras de se envolverem economicamente e socialmente com a sociedade civil para enfrentar os desafios económicos, ambientais e sociais e, ao mesmo tempo, encontrar soluções que aumentem o valor económico para o benefício da população local. A declaração menciona ainda a necessidade desta transformação para descarbonizar os sistemas energéticos, criar padrões sustentáveis de mobilidade urbana, proteger e melhorar a biodiversidade e os serviços dos ecossistemas entre outros. A Declaração Basca pretende inspirar

cidades e vilas a desenvolverem e a criarem as suas próprias ações locais de transformação. Consulte neste link a lista dos concelhos portugueses aderentes: http://www.sustainablecities.eu/endorsersbasquedeclaration/


07

Vila do Bispo distinguida como "Cidade Resiliente" pelas Nações Unidas

A

Câmara Municipal de Vila do Bispo recebeu o certificado de “Cidade Resiliente” bem como os restantes municípios algarvios e a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve. Os diplomas foram entregues por Milos Gubic, em representação da ONU, e pelos secretários de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, e da Proteção Civil, José Artur Neves, numa cerimónia presidida pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, no passado dia 24 de maio, que contou com a presença do presidente da Câmara de Vila

do Bispo, Adelino Soares, no pavilhão Arena em Portimão. A campanha “Cidades Resilientes” é promovida pelo Gabinete das Nações Unidas para a Redução do Risco de Catástrofes (UNISDR), e tem como objetivo reconhecer boas práticas que contribuam para a promoção da resiliência a catástrofes, a nível local. A região do Algarve e os seus 16 municípios aderiram a esta campanha em 2017, com o apoio do Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro e da Autoridade Nacional de Proteção Civil. Portugal conta atualmente com 25 “Cidades Resilientes” reconhecidas pela ONU.


08

O combate à obesidade e ao excesso de peso, é um dos principais objetivos do Plano Local de Saúde do Barlavento Algarvio 2017/2020, apresentado em sessão pública no dia 21 de junho, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Vila do Bispo.

O

utras necessidades de saúde identificadas pela população vão merecer intervenção prioritária, designadamente diminuir a doença e a morte por doença mental, por diabetes mellitus e por hipertensão arterial. A melhoria dos cuidados de saúde em medicina dentária é outro dos objetivos do documento, que prevê o aumento das atividades de promoção e a prestação de cuidados de saúde oral nas unidades do Serviço Nacional de Saúde do Barlavento Algarvio. Trata-se de um documento estratégico de apoio à gestão, que tem como objetivo identificar as principais necessidades, propor


09

Combater a obesidade é objetivo do Plano Local de Saúde do Barlavento

estratégias de intervenção e recomendações para orientar a ação e apoiar a tomada de decisão no setor da saúde e na comunidade em geral, com vista a obter ganhos e diminuir as desigualdades em saúde. Participaram na sessão pública a vereadora da autarquia, Rute Silva, a diretora executiva do Aces Algarve II – Barlavento, Leonor Bota, a enfermeira Especialista de Saúde Comunitária, Unidade de Saúde Pública, AcesAlgarve II – Barlavento, Ana Rodrigues, e a Médica de Saúde Pública, Departamento de Saúde Pública e Planeamento, ARS Algarve, IP, Maria Clara Garcia. No decorrer da sessão, a Administração Regional de Saúde do Algarve destacou as

principais necessidades e problemas de saúde identificadas pelos parceiros, assim como os indicadores, metas, modelos de comunicação, monitorização, avaliação e os eixos estratégicos a implementar até 2020 para fazer face a cada um dos problemas de saúde identificados. O documento foi elaborado sob a coordenação da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde Barlavento, da Administração Regional de Saúde do Algarve, em colaboração com os responsáveis dos cuidados de saúde primários e do Centro Hospitalar Universitário do Algarve e com os Municípios (redes sociais dos concelhos de Aljezur, Lagoa, Lagos, Monchique, Portimão, Silves e Vila do Bispo).


10

Concurso de Fado de Vila do Bispo Cerca de 700 pessoas assistiram à final da 19.ª edição do Concurso de Fado Cerveja Sagres Concelho de Vila do Bispo, que decorreu no dia 19 de maio, no Salão de Festas da Sociedade Recreativa de Barão de São Miguel.

A

fadista Mafalda Vasques, de Beja, foi a vencedora do evento, conquistando o prémio monetário no valor de mil euros.

O segundo prémio, no valor de 500 euros, foi atribuído à fadista Catarina Cândido, de Lagoa, enquanto a bracarense Sílvia Silva arrecadou os 250 euros, respeitantes ao terceiro lugar. Amabélio Pereira (São Brás de Alportel), quarto, e Vânia Rodrigues (Loulé), quinto classificados receberam 150 euros cada. Ricardo Martins venceu a categoria juvenil, tendo Rita Luz e Zélia Viana arrecadado o segundo e terceiros prémios, respetivamente, aos quais foram atribuídos valores monetários de 300 euros para o primeiro, 200 ao segundo e 150 euros, ao terceiro, valores que são depositados numa conta poupança.

Cuca Roseta A fadista abrilhantou a noite com um reportório de fados conhecidos do público, repartindo o palco com Micaela Gonçalves e Helena Candeias, vencedoras da edição do ano passado na vertente juvenil e sénior, respetivamente. O Concurso de Fado pretende divulgar e estimular o gosto pelo Fado, Património Imaterial da Humanidade, dar a conhecer novos talentos musicais e contribuir para o desenvolvimento cultural do concelho. A Cerveja Sagres foi o patrocinador oficial do evento, que contou ainda com o patrocínio do Martinhal Resort, Caixa Agrícola, Hotel Residencial Salema, Feelsafe, Nau Hotels, Hotel


Mira Sagres, Walkin Sagres, Cape Cruiser, Don Tenório, Pontalaia, Freeride Sagres, Pousada de Sagres, Mar Ilimitado, Memmo Baleeira, Aldeia da Pedralva, Bar da Praia – Cordoama, Herdade dos Seromenhos, Zoo Lagos, Bar Pau de Pita, Sagres T-Shirts, Direção Regional de Cultura do Algarve, Região de Turismo do Algarve, Hotel Navigator, Café Correia, Restaurante Ribeira do Poço, Restaurante Mexilhão, Restaurante Retiro do Pescador, Restaurante Gigi, Restaurante Vila Velha, Restaurante A Sagres, Just Travel, Joaquim Augusto Bispo, Lda., Lena Cabeleireiros, Maria Paula Correia, Cristalina Batista Estilista, Vanda Bravo Florista, Carmen Silva. E ainda com o apoio da RVBS Paróquias, Paróquia de Burgau, Sociedade Barão São Miguel, Lagos em Forma e Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo.


12

Miss Queen Algarve 2018

Vila do Bispo elegeu Domingas Veiga

A Noite de glamour no Salão de Festas de Barão de São Miguel

eleição de Miss Queen Algarve 2018 decorreu, no dia 09 de junho, no Salão de Festas de Barão de São Miguel, onde Domingas Veiga foi a eleita e representou a região na Miss Queen Portugal 2018. A faixa de Miss Algarve 2018 foi colocada por Adelino Soares, presidente da Câmara Municipal de Vila do Bispo, e a coroa foi entregue pelas mãos de Telma Madeira, Miss Queen Portugal 2017. Na mesma noite foi eleita Inês Lourenço como Miss Vila do Bispo. Tratou-se de uma noite repleta de glamour, com as concorrentes a desfilarem em roupa informal, fato de banho e vestido de noite. As candidatas foram

avaliadas por um júri constituído por Adelino Soares, presidente da Câmara de Vila do Bispo, António Pina, presidente da Câmara de Olhão, Luís Encarnação, vereador da Câmara de Lagoa, Desidério Silva, na altura ainda presidente da Região de Turismo do Algarve, Paula Bobone, Zulmira Ferreira, Adriana Iria (Miss Portugal) e Ricardo Monteverde, presidente do Miss Queen Portugal.

Com a apresentação de Liliana Campos e Ricardo Carriço, o evento contou ainda com a animação musical dos Anjos e de Vanda Stuart. Organizado pela Hopelanda, o evento contou com o apoio financeiro, técnico e logístico da Câmara Municipal de Vila do Bispo.


13


14


15


16

As “Maias” de Maio

C

erca de uma centena de “Maias”, tradição primaveril cujas origens se perdem no tempo, foram colocadas em vários locais no concelho de Vila do Bispo durante todo o mês de maio. Esta tradição baseia-se na colocação de bonecos, feitos artesanalmente pela população, em vários locais, sobretudo, à porta das casas. As Maias são bonecos de trapos brancos, enfeitados com roupas velhas e flores do campo que são criados para celebrar a chegada do

mês de maio e da primavera, acompanhados por versos ou dizeres de crítica ou gracejos sociais. São apresentados no 1.º dia de maio. Esta iniciativa foi organizada pela Câmara de Vila do Bispo, em colaboração com a Santa Casa da Misericórdia, Agrupamento de Escolas do concelho e população. O objetivo é não deixar morrer uma tradição com mais de 2.000 anos, com origem nas festas e nas tradições dos antigos romanos.


18

9.º Encontro de Poesia Popular e de Fado Amador

N

uma iniciativa do poeta popular Manuel Rafael de Vila do Bispo, o Centro Cultural de Vila do Bispo acolheu a 03 de junho o “9.º Encontro de Poesia Popular e de Fado Amador”. O evento contou com a participação de poetas populares e fadistas amadores do Alentejo e do Algarve. Neste encontro, Manuel Rafael apresentou ao público o seu oitavo livro intitulado “Vivências”, escrito em poesia e prosa.

O encontro contou ainda com a atuação do Grupo Cantares de Budens.


19

Vila do Bispo na Festa do Japão em Lisboa

O

Rossio dos Olivais, no Parque das Nações, em Lisboa, voltou a receber mais uma edição da Festa do Japão, uma iniciativa da Embaixada do Japão.

O evento, que decorreu no dia 16 de junho, juntou várias associações culturais e desportivas, empresas e municípios geminados, visando dar a conhecer e promover a Cultura e as relações lusonipónicas. Geminada com o Município de Nishinoomote (Japão) desde 1992, Vila do Bispo esteve representada com um espaço próprio e através de uma autêntica “embaixada” de 40 séniores, que ali se deslocaram no âmbito das atividades de animação promovidas pelo setor de Ação Social da Câmara Municipal. Vila do Bispo deu-se a conhecer aos

visitantes que ali passaram, quer quanto às suas potencialidades turísticas, quer ao nível da relação cultural e institucional que mantém com Nishinoomote. Alguns dos nossos idosos estiveram no espaço destinado ao nosso concelho, interagindo com vários visitantes e recebendo o próprio Embaixador do Japão, Hiroshi Azuma e o ministro conselheiro da Embaixada, Hiroaki Sano. Aqui, os munícipes ficaram a conhecer de perto uma das iniciativas externas em que a Câmara Municipal participa com regularidade, bem como a importância da geminação de Vila do Bispo com Nishinoomote e os seus reflexos na nossa sede de Concelho. O espaço de Vila do Bispo foi visitado por cerca de 400 pessoas, nacionais e de outros países, como o Japão, o Brasil, a Espanha e o Reino Unido.


20

Dia Mundial da Criança animou Vila do Bispo

P

ara assinalar o Dia Mundial da Criança de uma forma entusiasta e inesquecível, a Câmara Municipal de Vila do Bispo promoveu a 01 de junho várias atividades no Centro Educativo Comunitário Multisserviços de Budens, que envolveram as crianças dos Infantários e das Escolas do 1º Ciclo do concelho. “Património” foi o nome da iniciativa desenvolvida ao longo da manhã para os mais pequenos, que incluiu atividades relacionadas com a história da origem dos nomes de algumas localidades do município. Outra temática foi o património do concelho, que englobou um atelier para construir um origami, e ainda uma atividade relacionada com o ambiente, em que as crianças

receberam um “cubo mágico” com uma “planta mágica” e ficaram a saber como cuidar dela. Destaque para o “Playnetario”, onde os mais pequeninos assistiram ao filme “O Universo” e os alunos das escolas do 1.º ciclo viram o filme “À Procura do Planeta de Chocolate”. Os mais novos desfrutaram também de insufláveis e assistiram a uma demonstração com binómios de cinotecnia com interação da GNR - Destacamento de Intervenção de Faro – secção de cinotécnica. O dia foi ainda complementado com passeios nas viaturas Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo.


21

Crianças percorrem a História de Boca do Rio e Salema

N

o âmbito das iniciativas de apoio escolar prestadas pela Câmara Municipal de Vila do Bispo, realizou-se, no dia 06 de junho, um passeio que levou 18 crianças do Centro Escolar de Budens a percorrer alguns dos mais importantes espaços históricos do concelho: as praias da Boca do Rio e da Salema. Na Boca do Rio, as crianças foram sensibilizadas para a importância daquele local no passado piscatório de Vila do Bispo,

bem como para a sua importância social enquanto espaço de apoio à vida quotidiana das comunidades locais e zona agrícola de cultivo de arroz. Seguidamente, na Salema, além da passagem pelos rochedos que ostentam pegadas de dinossauros (carnívoros e herbívoros), os pequenos estudantes ficaram a conhecer os pormenores mais importantes da saga do navio de guerra francês “Océan”, que se perdeu a poucas centenas de metros daquela praia, no dia 19 de agosto de 1759.


22


23

Câmara reforça apoios a atletas

S

eguindo a política de apoio aos atletas do concelho, a Câmara de Vila do Bispo representada pelo seu presidente, Adelino Soares, assinou a 03 de maio um contrato de colaboração com o Paintball Clube de Vila do Bispo e dois de patrocínio com os atletas Carlos Duarte (triatlo) e Nuno Rocha (triatlo/ duatlo), no valor total de 21.350 euros. O Paintball Clube de Vila do Bispo vai receber 16.350 euros e os atletas Carlos Duarte e Nuno Rocha 3.000, e 2.000 euros, respetivamente. Em contrapartida, os desportistas inserem o logótipo do município no seu equipamento, e fazem referência ao apoio na comunicação com os media. A assinatura destes documentos visa apoiar a equipa de paintball denominada ”Piratas” e os atletas nas modalidades de triatlo e de duatlo. O valor representa um contributo na comparticipação das despesas dos respetivos atletas e para as condições da sua participação nas provas ao longo do ano de 2018.


24

Praias de Vila do Bispo receberam Bandeira Azul

U

m total de 11 praias do concelho de Vila do Bispo foram este verão contempladas com a Bandeira Azul, símbolo de qualidade e excelência, atribuído pela ABAE - Associação Bandeira Azul da Europa. Cabanas Velhas, Beliche, Burgau, Castelejo, Cordoama, Ingrina, Mareta, Martinhal, Salema, Tonel e Zavial foram as praias galardoadas com a Bandeira Azul 2018. Em relação a 2017, o concelho manteve o mesmo número de bandeiras. As bandeiras foram hasteadas no início da época balnear, a 14 de junho, numa cerimónia simbólica na praia do Burgau, na presença da vereadora da Câmara Municipal de Vila do Bispo, Rute Silva, representante da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Élia Cabrita, do Capitão do Porto de Lagos, Conceição Duarte, e do

representante do PNSACV, Luís Ferreira. A ostentação deste galardão representa a qualidade ambiental das nossas praias, que continua a prestigiar o Município de Vila do Bispo enquanto destino turístico de excelência. Este símbolo atesta a qualidade das águas balneares do concelho, das infraestruturas de apoio e das ações de informação e educação ambiental realizadas nas praias.

As praias da Salema e do Martinhal viram, ainda, ser-lhes atribuída pela ABAE, a bandeira de “Praia Acessível – Praia para Todos”. Recorde-se que este galardão é atribuído às zonas balneares que cumprem um conjunto de condições que permitem o seu uso por todas as pessoas independentemente da idade e das dificuldades de locomoção ou mobilidade.


Ou seja, praias que dispõem de acesso pedonal, estacionamento ordenado e reservado, de um acesso à zona de banhos, de passadeiras no areal, de instalações sanitárias adaptadas e situadas em local de fácil acesso, de serviços de primeiros socorros e de nadadoressalvadores com formação específica. A Campanha da Bandeira Azul da Europa iniciou-se em 1987, integrada no programa do Ano Europeu do Ambiente. Esta iniciativa da Foundation for Environmental Education (FEE), conta com o apoio da Comissão Europeia e tem como objetivo elevar o grau de consciencialização dos cidadãos em geral, e dos decisores em particular, para a necessidade de proteger o ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de ações conducentes à resolução dos problemas aí existentes.


26

Convívio e boa disposição...

Séniores visitam Palmela e Azeitão Realizou-se, no dia 17 de maio, mais um passeio sénior, organizado pela Câmara Municipal de Vila do Bispo. O destino dos 43 participantes foi a zona sul do Distrito de Setúbal.

O

passeio incluiu uma visita ao Castelo de Palmela, que conheceu uma ocupação muçulmana entre os Séculos VIII e XII e se notabilizou por ser a sede da Ordem de Santiago, entre 1443 e 1834. Seguiu-se uma visita à histórica Pousada, situada em frente ao castelo e que ocupa o espaço do antigo convento (séculos XVIIXVIII). Depois de um almoço

animado, na vila de Sesimbra, os nossos séniores tiveram oportunidade de conhecer a área de vendas do complexo vinícola de José Maria da Fonseca, em Azeitão. Este empreendedor foi o responsável, em 1834, pela primeira marca de vinho engarrafado em Portugal. Apesar de todo o interesse dos locais visitados, o ponto mais importante do passeio foi o convívio e a boa disposição gerados entre todos os participantes, facto que constituiu um dos principais objetivos destes passeios, desenvolvidos pela Câmara Municipal.


28

Passeio de “pasteleiras” alegrou Budens

N

o passado dia 13 de maio, Budens acolheu um Passeio de Bicicletas Antigas. As “pasteleiras” foram as protagonistas deste passeio que teve início na localidade da Figueira, passou pela Praia da Salema, Boca do Rio e terminou em Budens.

Tratou-se de um calmo e muito divertido passeio pelas estradas da freguesia de Budens, que ao meio do percurso contou com um piquenique e no final com um almoço convívio entre os participantes. Organizada pela Junta de Freguesia de Budens, a iniciativa contou com o apoio Câmara Municipal de Vila do Bispo.


30

Arte pré-histórica foi tema de mostra fotográfica

D

e 03 a 15 de junho, o Centro de Interpretação de Vila do Bispo acolheu a exposição “IN NOMINE HOMINIS... PRO MEMORIA ARTIS”, designação traduzível do Latim para o Português como “Em nome do Homem, em memória da Arte”, da autoria de Dinis Cortes.

Tratou-se de uma mostra fotográfica sobre o genérico tema “Arte Pré-histórica em Portugal”. Assumindo uma abrangência de escala nacional, a exposição incluiu diversos trabalhos relativos à região algarvia, com particular destaque para o território do atual concelho de Vila do Bispo, explorando o excecional tema local “Megalitismo e Menires da Pré-história”.

As propostas visuais encontram-se complementadas por uma arqueológica narrativa expositiva de enquadramento cronocultural. Na inauguração, a 3 de junho, o Centro de Interpretação de Vila do Bispo dedicou a sua tarde ao tema das diferentes manifestações artísticas expressas na cultura material da Pré-história e da Proto-história de Portugal. Além da apresentação da exposição, pelo autor, a sessão contou com a presença do Professor Doutor Manuel Calado, reconhecido Pré e Proto-historiador, que tem dedicado grande parte da sua carreira de arqueólogo ao conhecimento da Cultura Megalítica, em particular dos menires do Alentejo Central.


Para um melhor entendimento destas distantes realidades e tratando-se de uma temática que ultrapassa as fronteiras do Tempo e do Espaço, com uma multiplicidade de manifestações à escala global, Manuel Calado assumiu como ponto de partida os contextos préhistóricos do seu Alentejo. Expandiu depois a investigação a realidades análogas identificadas na Península Ibérica, alargou a toda a Europa e chegou mesmo a outros continentes, destacando-se as suas explorações etnoarqueológicas junto de povos indígenas que ainda erguem, na atualidade, monumentos megalíticos no interior da Amazónia. Mas, claro que não ficou indiferente a regiões mais próximas, ao vizinho Barlavento Algarvio, reconhecendo nos menires de Vila do Bispo significativas marcas de grande antiguidade e de diferenciada identidade cultural. A Palestra teve precisamente por título “A Cobra de Pedra e o Sexo dos Anjos: uma leitura integrada da iconografia dos menires algarvios”.


33

Marcha Corrida da Raposeira

R

aposeira recebeu mais uma Marcha Corrida, no dia 06 de maio.

Dinamizada pela Câmara Municipal de Vila do Bispo, a iniciativa visou promover a atividade de marcha e corrida, por forma a conciliar a natureza com a vertente recreativa. Pretendeu-se aumentar a prática da atividade física regular dos cidadãos e contribuir para o seu bemestar e qualidade de vida.


FICHA TÉCNICA Diretor Adelino Augusto da Rocha Soares

Presidente da Câmara Municipal Coordenação Gabinete de Comunicação Periodicidade Mensal Propriedade

Câmara Municipal de Vila do Bispo Paços do Concelho 8650 - 407 Vila do Bispo Telef: 282 630 600 Site: www.cm-viladobispo.pt email: geral@cm-viladobispo.pt


36


Revista Municipal | n.ยบ 03 | outubro 2018


e-Vila n.º 3  

Revista Municipal |outubro 2018

e-Vila n.º 3  

Revista Municipal |outubro 2018

Advertisement