Issuu on Google+


www.municipiosemfoco.com.br 02 www.municipiosemfoco.com.br

Feira de Santana-BA, 14 a 20 de junho de 2014

Sugestões ou críticas: juniorazevedo@bol.com.br

O PMDB manteve o apoio à candidatura de reeleição da presidente Dilma Rousseff e o atual vice-presidente Michel Temer também serão o candidato da chapa. Ainda assim, há uma diferença enorme do apoio de 2010, quando Dilma obteve 85% dos votos dos convencionais peemedebistas, enquanto desta feita foram 59.13%.Agora foram 399 votos favoráveis (59.13%) e 275 contrários (40.87%), com o adendo de que 64 votaram brancos, nulos e os ausentes. Ou seja, numa conta bruta se considerarmos os brancos/nulos com os dissidentes atinge-se 339 votos. Em 2010, Dilma obteve 85% dos votos no apoio dos peemedebistas e apenas 15% votaram por um cabeça de chapa do próprio PMDB.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Bahia, presidida pelo deputado Joseildo Ramos (PT), aprovou o Projeto de Lei que determina os novos limites territoriais de 17 municípios baianos. A última atualização de divisas foi feita há mais de 60 anos, quando o estado possuía apenas 150 cidades, um número quase três vezes menor que o atual.De autoria do deputado João Bonfim (PDT), e relatado pelo

deputado Zé Raimundo (PT), medida regularizará os limites do Território de Identidade Portal do Sertão, nos municípios de Água Fria, Amélia Rodrigues, Anguera, Antônio Cardoso, Conceição da Feira, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Feira de Santana, Ipecaetá, Irará, Santa Bárbara, Santanópolis, Santo Estevão, São Gonçalo dos Campos, Tanquinho, Teodoro Sampaio e Terra Nova.

O metrô deveria ser inaugurado em dezembro de 2003, no governo Imbassahy, prefeito que organizou o projeto e iniciou sua execução. Acontece que, tanto no final do governo FHC (2001/2002); quanto no início do governo Lula (2003) as verbas minguaram e o metrô não andou.Imbassahy deixou boa parte das obras prontas, incluindo estações e o túnel até a Lapa. Depois entrou o prefeito João Henrique que, conseguiu o inédito: reduziu o tamanho do metrô de 12.7km, o original, para 6.5km, até o Acesso Norte, depois de uma negociação do seu secretário de Transporte, Nestor Duarte, com Antônio Palocci.

O governador Wagner enviou a Assembleia um PL que cria um ente metropolitano para regular os sistemas de água e esgoto. ACM Neto diz que vai ao STF porque isso é "ingerência descabida" na autonomia do município. O PL ferveu na Assembleia.

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que, no período da Copa do Mundo de Futebol, haverá alterações no horário de atendimento ao público nos seus postos em Salvador. Nos dias de jogo do Brasil, em 17 de junho, o atendimento das lojas será das 8 às 14 horas. O horário será das 8 às 14 horas também nos dias em que serão realizados jogos na Arena Fonte Nova 16, 20 e 25 de junho.

No resumo político, o episódio da regulação da Embasa azedou de vez as relações entre o prefeito x o governador. Voltaram a ser adversários políticos e aquela civilidade que se viu no primeiro ano do governo Neto entre ele e Wagner acabou.

DIRETOR ADMINISTRATIVO Átila Azevedo atila@municipiosemfoco.com.br

JORNALISTA/DIAGRAMADOR Antonildes dos Santos - 3101 DRT-BA antonildes_santos@hotmail.com

EDITOR Azevedo Júnior juniorazevedo@bol.com.br

COLABORAÇÃO ESPECIAL Michelle de Oliveira michellonilda@hotmail.com

IMPRESSÃO Gráfica Plantão (75) 3223-4315

Av. Getúlio Vargas, 159 - Edifício Ana Müller Falcão - Sala 505 - Centro - CEP 44.001-525 Tels.: 75 3623-6020 | 3223-2065 | 8139-9222 | 8846-8573 | 9171-1315 jornal@municipiosemfoco.com.br | www.municipiosemfoco.com.br O jornal Municípios em Foco não se responsabiliza por conceitos emitidos e assinados, ficando estes sob inteira responsabilidade de seus autores.

A Bahia é o único estado nordestino a dar abrigo para três seleções que irão participar da Copa do Mundo 2014. São Centros de Treinamentos das Seleções (CTS) para as delegações da Alemanha Suíça e Croácia, além de outras estruturas para dar suporte a cada delegação. Para transformar essas estadas em solo baiano em benefícios econômicos, o poder público também criou investimentos e estratégias nas áreas de turismo, saúde, segurança pública, trazendo mudanças significativas não apenas na rotina da população como também na circulação de capital. Exemplo de quem está celebrando em reais – moeda brasileira – a estada da seleção suíça e alemã – são os empresários da Costa do Descobrimento, no extremo sul do estado. A hotelaria da região está com 1500 quartos ocupados para abrigar jogadores, comissão técnica, parentes dos jogadores e imprensa, além de turistas. A expectativa em retorno para toda essa movimentação: R$ 50 milhões somente em hospedagem, sem contar restaurantes, setor de compras, serviços, entre outros. A região teve de se preparar estruturalmente para atrair todo esse capital, envolvendo com qualidade em serviço aproximadamente 15 hotéis, resorts e pousadas. À época dos preparativos para o Mundial de Futebol, o

Ministério dos Esportes afirmou que um grupo de pelo menos 2.500 torcedores deve passar pela região, numa estada média de duas semanas. Os benefícios financeiros ainda seguirão no estado, mesmo após findado o evento, é o que afirma a coordenadora da Comissão Local para Assuntos da Copa, Patrícia Martins. “A repercussão da Copa do Mundo traz um benefício incalculável para o turismo da região. Isso porque vai reposicionar mundialmente destinos turísticos como Porto Seguro e a Bahia como um todo. Já estamos nos preparando para ações de divulgação e novos atrativos para depois do Mundial”. Segundo o coordenador de Infraestrutura e Operações da Secretaria para Assuntos da Copa do Mundo no estado (Secopa), Ademar de Freitas, a região terá como patrimônio toda a estrutura necessária para “captar jogos de campeonatos locais e regionais”. Mas, o evento promete trazer dinamismo financeiro não apenas para as

Uma área equivalente a um campo de futebol em mudas de espécie de Mata Atlântica será plantada a cada gol marcado em jogos da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 na Arena Fonte Nova, em jogos que serão realizados nos dias 16, 20 e 25 deste mês e 1º e 5 de julho. O Programa Gol Verde é que está com essa ação pioneira, com o objetivo de aliar essa grande festa do esporte com as seis partidas do mundial que serão realizados em Salvador. Mesmo que não tenha essa grande expectativa de gols, o programa pretende inserir mais de 30 mil mudas à vegetação do estado, desde

que seja a área selecionada pelo projeto. O Gol Verde faz parte do Plano de Sustentabilidade para o evento, idealizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria para Estadual Assuntos da Copa Fifa Brasil 2014 (Secopa).

A implantação de uma controladoria geral na estrutura do governo estadual é uma necessidade reconhecida pelo précandidato oposicionista a governador, Paulo Souto (DEM). “O atual governo chegou a 32 secretarias e, no entanto, não implantou um órgão tão importante quanto uma controladoria”, observa. Souto defende a criação imediata de uma estrutura interna de controle. “No caso de eleito, ainda no primeiro ano de mandato, trabalharei pela implantação da Controladoria Geral do Estado”, garante. A Bahia é o

único estado do Nordeste que ainda não tem uma Controladoria Geral do Estado. O órgão tem por finalidade assistir diretamente o governador no desempenho de suas atribuições quanto aos assuntos e providências atinentes, no âmbito do Poder Executivo, à defesa do patrimônio público, ao controle interno, à auditoria pública, à correição, à prevenção e combate à corrupção e ao incremento da transparência da gestão no âmbito da administração pública estadual.

grandes redes hoteleiras, uma vez que já podem ser contabilizados os benefícios da chegada das seleções para cerca de 80 famílias, trazendo retorno para pequenos hotéis e restaurantes da vila. A pequena comunidade de Santo André, também devido ao evento esportivo, contemplada com a reforma de um campo de futebol e a doação de uma ambulância. Além de outras localidades do estado que receberam melhorias dos terminais de transporte náutico e na BA001. De acordo com o comerciante Jorge Luiz Gomes de Oliveira, 45 anos, são constantes às viagens feitas para localidades que vão abrigar a seleção suíça e alemã, onde ele já sente as boas vendas em cestas básicas – produtos que comercializa –e clientes com condições de pagar pelos produtos. “As minhas vendas melhoraram muito, as famílias estão com mais condições para comprar, o que sem dúvidas se deve ao dinheiro que tem entrado devido á Copa”, afirmou.

O termo de compromisso conta com o apoio da Veracel Celulose e da Prefeitura de Porto Seguro. De acordo com a consultora de sustentabilidade da Secopa, Patrícia Mazoni, o objetivo da ação é ampliar ainda mais o número de mudas plantadas.

“A ideia é apoiar a recuperação da Mata Atlântica no nosso estado, incentivando a participação de novos parceiros e adesão e sensibilidade da sociedade para a questão ambiental”. Segundo o secretário Ney Campello, a Bahia é o único estado sede da Copa a realizar uma iniciativa com esse objetivo e já estão garantidos pelo menos 27 campos de futebol a serem plantados, independente dos resultados dos jogos. “A passagem de um evento como a Copa do Mundo precisa deixar um legado permanente para o estado, e iniciativas como essa e de outras áreas sociais permitem que isso aconteça”.


www.municipiosemfoco.com.br

Feira de Santana-BA, 14 a 20 de junho de 2014

De janeiro a maio de 2014, Feira de Santana apresentou uma redução de 73% no número de casos de dengue. Enquanto no ano passado, durante esse período, foram confirmadas 1.271 pessoas acometidas pela doença, a Divisão de Vigilância Epidemiológica (Viep) registrou 337 casos neste ano. Os dados são satisfatórios, no entanto, a população e os profissionais de saúde devem permanecer em alerta. “Embora tenha reduzido o número de notificações, não significa que o risco da doença tenha diminuído. Pelo contrário, a comunidade tem que continuar adotando as medidas para prevenir a proliferação do mosquito aedes aegypti”, afirma a enfermeira referência da Secretaria Municipal de Saúde, Maricélia Maia.

Os profissionais de saúde também são importantes nesse processo, uma vez que, são responsáveis pelo diagnóstico da doença e sua conseqüente notificação junto a SMS. “São através das notificações que a Viep adota as medidas de controle do vetor, acompanha e monitora os casos”, ressalta. Ela atribui a queda no número de casos de dengue ao trabalho de conscientização desenvolvido pela Viep com a comunidade, através de mobilizações, caminhadas e palestras. Acredita, ainda, que as condições climáticas e ambientais do momento também contribuem para isso. Contudo, a enfermeira chama a atenção para a dengue do tipo DEN-4, que começou a apresentar os primeiros casos recentemente. Os outros três tipos já circulam há

mais tempo. “As primeiras confirmações da doença do tipo DEN-4 começaram a surgir em 2010, o que significa que nem toda a população já adoeceu por este sorotipo específico”, observa.

“Uma boa parte está exposta a adquirir a doença, porque não tem ainda a imunidade para esse vírus”, explica. Maricélia cita que no distrito da Matinha, por exemplo, onde

O Arraiá do Comércio é, acima de tudo, um palco de resistência do forró tradicional frente às modernidades e às novas veredas sonoras que o ritmo nascido no sertão vem trilhando nos últimos tempos. É o que pensa o forrozeiro J. Sobrinho, que encerrou a parte musical da 13ª edição do evento. Para ele, o arraiá não pode acabar, sob pena do forró de pé-de-serra sofrer um baque cultural e ganhar o rumo da extinção, pura e simples. Ao longo dos anos o evento reafirmou e prestigiou a força da sanfona, triângulo e o zabumba. O trio ao longo dos anos vem perdendo espaço para as bandas eletrizadas nas grandes festas juninas. Esta modernidade passa longe da praça do Fórum. J. Sobrinho lembrou a transformação do Arraiá do Comércio ao longo destes anos. “Começou no coreto da Praça Bernardino Bahia e no Mercado de Arte Popular, depois foi para o estacionamento da Prefeitura, que ficou pequeno para tanta gente. Estamos nesta praça e tenho certeza de que todos nós vamos estar aqui no próximo ano”. Foi uma noite daquelas, típicas nas noites juninas. Muita gente animada, boas atrações no palco, licor de vários

sabores e um frio que fez os casais se animarem ainda mais para cair no forró. Alfredo Pereira, com seus mais de 80 anos, dançou várias músicas consecutivas. E não parecia cansado quando a dama desapareceu ao meio da pequena multidão, que se apertava sob o toldo de grande dimensão. “Gosto de um bom forró. Não perco um”, gabava. Disse que foi à praça praticamente todos os dias.

A maioria do público era formada por jovens. Mas não foram poucos os casais de meia idade ou acima disto que foram ao arrasta-pé. “O piso da praça está um pouco mais liso do que no primeiro dia”, constatou Antônio de Paula, presença nas 11 noites de forró, com a sua mulher Joana de Paula. “Quem não gosta de um bom forrozinho? A gente aqui se divertiu muito. Todos estão de parabéns”.

Três faixas elevadas já começaram a ser construídas nas ruas e avenidas de Feira de Santana. Ambas estão sendo implantadas em frente às escolas para facilitar a travessia de pedestres nos locais. A instalação das faixas faz parte do projeto de modernização do trânsito na cidade. Na Rua Barão do Rio Branco, em frente ao Colégio Superstar, os homens trabalham na quebra do asfalto para depois aplicar a camada elevada, feita de concreto e asfalto. Os veículos que trafegam no local devem ficar atentos, pois o trânsito está fluindo em apenas um lado da via. Já na Rua Castro Alves é possível ver a estrutura pronta em um lado da via. A elevação em concreto já foi aplicada,

restando somente fazer a ligação entre o asfalto e a faixa de pedestre. O equipamento foi instalado em frente ao Colégio Estadual General Osório. Também está sendo construída uma faixa elevada em frente ao Colégio Estadual Assis Chateaubriand, no Sobradinho. Os equipamentos são usados para controlar a velocidade dos veículos e garantir, assim, a travessia segura dos pedestres em ruas movimentadas. A largura das faixas está relacionada ao fluxo de pessoas que por ela passarão. Quanto maior a quantidade, mais larga ela será. Terão entre quatro e oito metros. A altura será a mesma do passeio, detalhe que vai facilitar o seu uso por cadeirantes ou pessoas que têm

dificuldades de mobilidade. As faixas elevadas serão construídas na rua Olímpio Vital, na avenida Sampaio (em frente ao Instituto de Educação Gastão Guimarães), na rua Felinto Marques Cerqueira (à altura da Escola Adventista), na avenida João Durval Carneiro (em frente dos colégios Polivalente, Anchieta e à altura do Shopping Boulevard). Estes equipamentos também serão construídos na rua avenida Senhor dos Passos (um será à altura da praça Bernardino Bahia), na rua Visconde do Rio Branco (no cruzamento com a rua Capitão França), na avenida Maria Quitéria (em frente da Obra Promocional de Santana) e na avenida José Falcão da Silva.

03

foram diagnosticadas 121 pessoas com dengue, todas elas tiveram do tipo DEN-4. Esta foi a localidade que registrou mais casos da dengue nos primeiros meses de 2014.

As inscrições para a 13ª edição do Festival Metropolitano de Música Vozes da Terra foram prorrogadas até o dia 30, – seriam encerradas no dia 12. O festival é promovido pela Prefeitura de Feira de Santana e realizado pela Fundação Municipal da Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Costa e a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. A partir desta sexta-feira, 13, as inscrições poderão ser realizadas na Secretaria de Comunicação Social, que funciona em prédio anexo ao Paço Municipal Maria Quitéria, sede do governo municipal. A medida objetiva facilitar as inscrições. Será o segundo posto, porque os candidatos poderão fazê-las na sede da Fundação, à rua Tupinambás, bairro São João. Os candidatos podem imprimir a ficha no site www.feiradesantana.ba.gov.br – bem como ver o regulamento. Mas, depois de preenchê-la deverá leva-la aos pontos de inscrições, porque, além da documentação exigida – que é vista no site, um CD com a música, que deverá ser inédita, terá que ser entregue. O festival tem como objetivo revelar novos talentos, tanto na interpretação como nas composições. É aberto a todos os ritmos musicais. A pluralidade é uma das suas marcas. Acontece em meados de julho.


www.municipiosemfoco.com.br 04 www.municipiosemfoco.com.br ACESSE:

Feira de Santana-BA, 14 a 20 de junho de 2014

www.superastralfm.com

J. VIEIRA

PROGRAMA RÁDIO CLUBE SUPER ASTRAL FM - 1440Hz

O sucesso é aqui

AOS DOMINGOS, DAS 10 ÀS 12 HORAS - FONE: 75 3022-72990

Os moradores da comunidade quilombola de Paramirim das Crioulas, no município de Érico Cardoso, sudoeste do estado, receberam o sistema de abastecimento de água (SAA). Entregue pelo governador Jaques Wagner, a obra beneficia 350 pessoas da localidade e contou com investimentos de R$ 262 mil. Na oportunidade, também foi entregue uma praça reformada e ampliada em parceria com os governos federal e municipal, e anunciado novos investimentos na região. “É uma alegria trazer a praça, além da praça da Matriz e as 40 casas que já havíamos trazido, inaugurar a água de Paramirim das Crioulas e também garantir fazer a obra da água de Abadia e estudar o projeto da estrada para Rio do Caixa”, disse o governador Wagner. Executada pelo Governo do Estado, por intermédio da Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), a obra do SAA inclui rede de abastecimento de 3,2 km de extensão com tratamento da água e 65 ligações domiciliares.

A população baiana já conta com um aplicativo para fazer denúncias contra criminosos e identificar procurados pela polícia. O Sistema de Informação para Proteção à Pessoa (SIPP), desenvolvido pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), oferece a possibilidade de identificar, por meio de fotografias ou vídeos, pessoas desaparecidas, procurados do Almanaque do DHPP, assaltantes de banco, fugitivos do sistema prisional, entre outros. De acordo com o diretor do DHPP, delegado Jorge Figueiredo, o aplicativo também auxilia a polícia a identificar criminosos que aparecem em vídeos, recuperados de câmeras instaladas próximas aos locais de crimes, além de traficantes e homicidas, em que a descrição e área de atuação são os únicos dados conhecidos. Inicialmente, o aplicativo pode ser baixado em qualquer celular que

Morador da comunidade remanescente de quilombo, o aposentado José Pereira, 69, conta que, sem o devido tratamento, a água que

tenha acesso a internet por meio do endereço: http://app.vc/dhpp_ba. Em breve, o app estará disponível para qualquer celular com os sistemas operacionais IOS, Android, Java, Windows e Symbiam. Apenas três funções disponíveis pelo SIPP estão restritas à utilização por profissionais da segurança pública - o Portal SSP (onde é possível consultar a ficha criminal e se há mandados de prisão em aberto), o Sicohnar, que reúne um

abastecia o local prejudicava a saúde da população. “Agora faz toda a diferença porque água boa para beber e poder usar em casa é fundamental”, afirmou.

banco de dados cruzando informações do DHPP e Departamento de Narcóticos (Denarc), e o Termômetro DHPP, onde constam estatísticas diárias sobre o registro de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), permitindo a identificação de áreas críticas e a aplicação de medidas operacionais. Desde que foi lançado,sete mil downloads do aplicativo foram realizados. “Qualquer pessoa, de qualquer lugar do estado, poderá denunciar a

localização de envolvidos em homicídios e assaltantes de banco. No aplicativo, a população tem acesso a fotos de homicidas e outros criminosos”, enfatizou o diretor do DHPP. Segundo Figueiredo, inicialmente, o aplicativo dispõe de fotos de criminosos que atuam em Salvador e Região Metropolitana de Salvador (RMS), mas já está sendo realizado um levantamento dos criminosos mais procurados nos municípios baianos, principalmente os que cometeram assalto a banco e homicídios. Após este levantamento, as fotos estarão disponíveis no aplicativo. “Em pouco tempo de lançado, já recebemos diversas informações sobre criminosos procurados. Alguns só sabíamos o vulgo ou o primeiro nome. Não tínhamos fotos. Mas, por meio do aplicativo, passamos a receber informações sobre os criminosos e estamos investigando”, explica.


Assinado convênio vênio para construção de praça de convivência ivência em Serrolândia A população da cidade de Serrolândia, no centro norte baiano, vai ganhar uma praça de convivência, que será construída no bairro de Contornolândia, por meio de um convênio assinado entre o Governo do Estado, via a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), e a prefeitura local. O equipamento, no qual serão investidos R$ 834 mil, terá palco para atividades culturais, arquibancada, alambrado e lanchonete. A obra faz parte de um conjunto de investimentos que o governo estadual vem realizando no interior do estado. O diretor geral da Sudesb, Elias Dourado, enfatiza a importância de

recuperar “a boa convivência entre as pessoas, além da necessidade da prefeitura estar em dias para receber ações do governo”. Segundo o prefeito, Gildo Mota, a praça de convivência será o maior investimento em infraestrutura por metro quadro recebido.

PINDOBAÇU A Sudesb também assinou convênio com a prefeitura de Pindobaçu, na mesma região, para a reforma do estádio municipal Cláudio Barbosa, onde serão instalados sistemas elétrico e de irrigação, além de um novo gramado.

Inaugurada primeira etapa da reforma do Estádio Municipal de Porto Seguro Gramado de padrão internacional, elogiado pelos jogadores da Suíça e a imprensa nacional e de outros países, arquibancada requalificada, novos vestiários, banheiras de hidromassagem e estacionamento agora fazem parte do Estádio Municipal de Porto Seguro, que teve a primeira fase da reforma entregue. Após a cerimônia de inauguração do equipamento onde os governos estadual e

federal investiram R$ 4,2 milhões -, houve o treino aberto da seleção Suíça. Durante discurso, o secretário-geral da Federação Suíça de Futebol, Alex Miescher, surpreendeu e emocionou as autoridades. Além de agradecer a hospitalidade e a receptividade da cidade à seleção Suíça, ele disse ter a certeza que a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 será um sucesso. Miescher finalizou o pronunciamento solicitando que os baianos “não se tornem

europeus, porque nós, suíços, amamos vocês por não serem europeus, mas sim alegres e hospitaleiros”. O secretário estadual da Copa, Ney Campello, afirmou que a reforma do estádio é um legado para a comunidade de Porto Seguro e “mais uma prova de que a Bahia tem marcado importantes gols nessa trajetória de organização do mundial, demonstrando sua competência e responsabilidade”.

Um Brasil melhor Por Ivone Muhlemann

Há muito que venho lutando para que meu país seja melhor, que o Brasil seja reconhecido como a terra do futuro e da prosperidade. Apesar de sermos um povo ordeiro e pacifico, somos discriminados e mau vistos pelos nortes americanos e europeus. Porque? Por causa de meia duzia de políticos ladrões e safados sem escrúpulos, individualistas, sem afeição natural, soberbos, presunçosos e aborrecedores de Deus, que não fazem o que são pagos para fazer, pensar no desenvolvimento do país, de sua gente. São eles, os maus feitores, que desviam verbas da merenda escolar das crianças e da saúde, levando em seus lombos a carga do pecado e da infâmia, pois, a cada choro de uma mãe que bate na porta de uma maternidade para parir e não encontra vaga, é sobre eles que recaem a maldição que os condena e a toda sua descendência. Seus filhos não são filhos da mentira e da roubalheira? Pois eles comem, vestem, dormem e se divertem as custas dos sofrimentos dos filhos dos outros, enquanto comem do bom e do melhor com o dinheiro desviado da merenda, os filhos dos seus semelhantes passam necessidade e são prejudicados no desempenho escolar e consequentemente não serão bons o suficientes para terem bons empregos e boa vida financeira e seus futuros filhos tornar-se-ão herdeiros de uma miséria que eles não causaram. Enquanto crianças sofrem nos hospitais públicos e outros nem chances tem de se quer serem examinados por um médico,( como foi o caso dos gêmeos em Feira de Santana que tiveram 37 pedidos negados de transferência de um hospital para outro). Os filhos dos

Ivone Muhlemann: "É por eles que luto por um Brasil melhor" errantes ladrões estão sendo medicados por especialistas, quando não são em casa, são nas melhores e maiores unidades hospitalares do país, pagos com dinheiro daqueles que morrem a espera de um simples atendimento de um clinico geral. Meus filhos Patrick e Yannick, é por eles que luto e lutarei até o final, pois entendo e acredito que ainda haveremos de ser reconhecidos no mundo como o povo que venceu os corruptos, aos bandidos de colarinhos, aos egoístas e aos mentirosos, pois quando assim o faço, faço também pelos daqueles que não tiveram e nem tem como lutar. Mas a eles, também tenho mostrado que neste país as coisas podem mudar. O povo pode ser dono de seu destino, a partir da consciência na transferência de poder através do

voto. Tenho mostrado que poderosos e intocáveis, já foram tocados, julgados, condenados e presos (mensaleiros). Mesmo meus dois lindos e saudáveis filhos estarem vivendo num país de outra cultura, onde há um povo mais igual, mostro que no seu país (Brasil) ainda é a melhor terra para se viver, ainda que aqui na Suíça, eles não tenham poeiras e nem lamas para se sujarem, não tenham que enfrentar enormes filas de madrugada para retirarem uma simples cédula de identidade, ainda que não tenham que contemplar favelas e altos condomínios de luxos sem compreender o porque da desigualdade. Digo que vale apena ser brasileiro e viver no meu país. Brasil está chegando a hora, vamos dizer não à aqueles que só se locupletaram do erário público!


www.municipiosemfoco.com.br

Feira de Santana-BA, 14 a 20 de junho de 2014

Suspensão da cobrança de pedágio e a garantia de que o cidadão não seja prejudicado no direito de transitar com rapidez e segurança, em razão de obras que se arrastam e nunca acabam, foram os principais motivos que levaram o deputado federal Colbert Martins (PMDB) a ingressar com uma representação no Ministério Público Federal (MPF), pedindo o encaminhamento de uma ação judicial contra a ViaBahia. “Nos últimos meses, a concessionária ViaBahia achou por bem intervir na rodovia, sentido Salvador-Feira de Santana, de forma concomitante em cinco pontos diferentes, criando cinco frentes distintas de trabalho, gerando, em consequência, cinco pontos de retenção, vez que interditou parte da pista, com escopo de alargamento das

pontes, no que tem resultado em grandes e perigosos congestionamentos”, alega o advogado Rafael Pinto Cordeiro, que deu entrada na representação. O deputado Colbert Martins destaca que trafegar por esta rodovia tornou-se uma tarefa insegura em diversos aspectos, seja pela péssima qualidade da

via, pelos constantes congestionamentos, e, principalmente, em decorrência dos assaltos ocorridos, porque os bandidos se aproveitam dos engarrafamentos. “Não é possível passar mais de 90 dias para fazer metade de uma ponte. Nós sabemos que a tecnologia hoje na engenharia civil, com os pré-moldados, agiliza e muito esse tipo de obra. O cidadão não pode continuar pagando pedágio para ser prejudicado em engarrafamentos, ser assaltado e enfrentar recuperações que parecem intermináveis”, acrescenta o parlamentar. Na representação do MPF, o advogado Rafael Pinto Cordeiro fez umhistórico detalhado de todos os problemas causados pela ViaBahia desdeque assumiu a BR-324.

Novamente, o deputado estadual Zé Neto (PT), líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, acionou o Ministério Público Federal (MPF) contra a Via Bahia – concessionária responsável pela administração de trechos das BRs 324 e 116. Nesta ação Zé Neto busca uma posição do MPF contra os bloqueios feitos pela concessionária na BR 324 para a realização de obras de alargamento das pontes na via, o que vem causando longos congestionamentos, e tem aumentado o tempo do trajeto de cem quilômetros – entre a capital e Feira de Santana – de uma hora e meia para mais de quatro horas. O deputado conversou com o ministro dos Transportes César Borges, para informar que ingressou com a ação. “Ouvi dele que daqui para outubro – que é

quando o contrato pode ser denunciado – o Ministério tem fiscalizado e agido contra a Via Bahia, mas a empresa não tem respondido à altura às necessidades da população que usa as BRs. Pra mim, Chega!”, explicou. Está é a quarta representação apresentada pelo deputado contra a empresa, que desde o início da concessão tem causado transtornos aos usuários da BR. O ministro garantiu para o deputado que a Justiça vai buscar uma solução para o descumprimento contratual da Via Bahia. Para o deputado a situação chegou a um ponto inadmissível pela falta de atenção e demora da empresa no cumprimento dos seus cronogramas. “As obras em andamento durariam 30 dias ou um pouco mais, no entanto se

arrastam por mais de sete meses por causa das diversas intervenções que são feitas ao mesmo tempo com poucos equipamentos, pouco pessoal e trabalhando com uma carga horária curta, sem trabalhar à noite, e sem trabalhar aos finais de semana. Eles querem gastar pouco deixando a população horas em engarrafamentos desnecessários sujeitos à violência, à problemas de saúde, com perdas econômicas e outros males”, criticou. E completou dizendo que é preciso intensificar tanto política quanto judicialmente ações contra a Via Bahia. “Inclusive proponho que sejam reabertos os debates com relação à denúncia e rescisão contratual. chega! como está não vai continuar”, pontuou.

Ao presidir audiência pública da CPI da Telefonia no município de Barreiras, o deputado Paulo Azi, presidente do colegiado, assegurou que a CPI não acabará em pizza. “Estamos realizando um trabalho investigativo sério, não estamos interessados em perseguir ninguém, mas essa CPI não acabará em pizza. No fim dos trabalhos iremos dar respostas efetivas a população, que fica a beira de um ataque de nervos com essa situação”, disse o democrata ao abrir o evento, realizado nesta quarta-feira, 11, na Câmara Municipal de Barreiras. Paulo Azi explicou que a Comissão Parlamentar de Inquérito instalada na Assembleia Legislativa decidiu visitar as diversas regiões da Bahia para checar in loco a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras, ouvir as lideranças comunitárias e a população sobre os reais problemas enfrentados pelos usuários. Ele ressaltou que a Região Oeste, um dos principais pólos econômicos do estado ,nacionalmente reconhecida pela força de seu

agronegócio, não poderia deixar de fazer parte da investigação parlamentar. Além do deputado Paulo Azi, a caravana da CPI em Barreiras contou com a participação do deputado Cacá Leão (PP), vicepresidente do colegiado e de Kelly Magalhães (PC do B), representante da região no parlamento baiano. Os trabalhos foram acompanhados também pelo assessor do PROCON, José Carlos Sacramento. A primeira etapa da CPI itinerante em Barreiras aconteceu na semana passada, quando a equipe técnica do colegiado montou stand na Praça Landulpho Alves para colher informações e denúncias da população. O resultado encontrado foi parecido com o das outras sete cidades já visitadas pela caravana: queda das ligações, quando conseguem ser completadas, créditos descontados indevidamente e falta de cobertura na zona rural. A internet, oferecida pela OI, passa semanas sem sinal. Ainda durante a audiência pública, o diretor de Relações Institucionais da

Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia, que congrega boa parte dos produtores do Oeste, Ivanir Maia, afirmou que é difícil dimensionar as perdas de produtividade do setor pela defasagem tecnológica que enfrentam, tanto na telefonia celular quanto no tráfego de dados. “Um serviço de internet que em Salvador custa cerca de R$ 50, na fazenda, com equipamentos que funcionam via satélite não custa menos que R$ 2 mil. E mesmo assim funcionam de forma precária”, contou. Ele disse que a situação é crítica, já que o negócio necessita de comunicação em tempo real,

tanto entre as fazendas, quanto entre as fazendas e escritórios, que nem sempre estão na Bahia. “Hoje o agronegócio é formado por grandes grupos. Mesmo o Oeste da Bahia tendo as melhores condições climáticas e de solo para produção em grande escala a falta de tecnologia inibe investimentos que podem ir para regiões do país melhor preparadas”, disse. Também presença na audiência pública os representantes da OI, José Aílton de Lira, Tim, Luiz Cláudio Fortes, Claro, Maurício Ramalho e Vivo, Sirlene Duarte, além do viceprefeito Paé.

09


www.municipiosemfoco.com.br 10 www.municipiosemfoco.com.br

Feira de Santana-BA, 14 a 20 de junho de 2014

Almanaque Baiano Itamar Ribeiro

www.itamarribeiro.com.br

Aquietai­vos e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra. Salmos 46:10.

"Ele tem uma imaginação muito fértil para afirmar isso.” Mauro Ricardo, Secretário municipal da Fazenda de Salvador, sobre a declaração do presidente da Embasa, Abelardo Oliveira Filho, de que haveria outras empresas interessadas em assumir a concessão em Salvador.

A Assembleia Legislativa aprovou, por 38 votos a 3, a criação da Entidade Metropolitana da Região Metropolitana de Salvador, que açambarcará funções de 13 municípios em diversas áreas e será administrada por um colegiado em que o governo, por seu peso político, terá forte controle. A iniciativa é, em parte, uma reação do governo à criação de uma agência pela Prefeitura de Salvador para fiscalizar o trabalho de Embasa na capital, considerado ineficiente pelo prefeito ACM Neto, que sustentou polêmica com o governador Jaques Wagner em torno do tema.

O prefeito é acusado de promover uma espécie de cortina de fumaça em torno dos buracos que a Embasa faz nas ruas da capital para articular a privatização da empresa no futuro, enquanto Neto e aliados argumentam que o serviço de água e saneamento prestado pela estatal é uma concessão municipal, passível de fiscalização. A aprovação do projeto não significa o fim da questão, pois o prefeito já havia anunciado que, nesse caso, recorreria ao Supremo Tribunal Federal para preservar a autonomia municipal.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia Legislativa, em sua forma itinerante visitou quarta-feira (11), o município de Barreiras, no Oeste do estado, maior região agrícola do Nordeste, nacionalmente reconhecida pela força de seu agronegócio onde realizou uma audiência pública, na Câmara de Vereadores. O resultado encontrado foi parecido com o das outras seis cidades já visitadas pela caravana: ligações que caem o tempo todo, quando conseguem ser completadas, créditos descontados indevidamente e total falta de cobertura na zona rural. A internet, oferecida pela OI, por diversas vezes passa semanas sem sinal.

Vencida a etapa para apresentação de emendas, está na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, com prazo até o dia 18, o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), sem cuja votação a Casa não poderá entrar em recesso no dia 1º de julho. É certo que nem ao governo nem à oposição agrada a obrigação de fazer sessões no próximo

mês, quando já terão sido realizadas as convenções partidárias e todos saberão quem são os candidatos e quais as coligações. Em outras palavras, estará na hora de arregaçar as mangas na campanha, que já vem correndo há muito tempo e nos três meses finais pega fogo. Mas o problema é que as circunstâncias não ajudam a “acelerar o processo”.

O leitor Dimas Boaventura de Oliveira faz reparo à nota “Partilha equitativa”, postada domingo. O citado “Zé de Chico” na verdade é José Francisco Pinto, conhecido como Zé Chico, suplente do senador João Durval Carneiro. Um lapso de memória produziu o equívoco, porque, neste mesmo blog, já houve três referências ao político, a última em 22 de janeiro do ano passado, em nota intitulada, justamente, “Durval terá candidato a federal”. (Blog Por Escrito)

A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), assinou Ordem de Serviço (OS) para autorização do início das obras de pavimentação em importantes ruas da cidade de Dias D'Ávila. Também foi assinada a OS para o mesmo serviço em Senhor do Bonfim eIpirá. Os recursos para a realização das intervenções são provenientes do BNDES e do Governo do Estado, totalizando um investimento de R$ 2,9 milhões. A requalificação atende às necessidades de melhoria da mobilidade urbana nos municípios do interior, que começam a sofrer com o intenso tráfego de veículos. Em Dias D'Ávila e Senhor do Bonfim, a pavimentação será em asfalto e, em Ipirá, as ruas recebem paralelepípedos, além do assentamento de meio fio. A realização dos projetos beneficia mais de 200 mil habitantes nas três localidades. - DIAS D'ÁVILA Área total de pavimentação asfáltica: 22.048,60m² Vias: Avenida Rio Imbassaí, Rua Parque N.Srª de Lourdes, Rua 1º de Janeiro- Entorno Praça, Trecho Rua

Vinte e um adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa na Case Salvador, vinculada à Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), receberam o certificado do curso de pintor de obras oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em uma ação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A cerimônia da sexta turma de educandos, neste semestre, aconteceu na unidade, localizada no bairro de Tancredo Neves, reunindo familiares, parceiros e equipe técnica da instituição. Resultado da parceria entre a Fundac e o governo federal, a parceria já garantiu mais de 1.500 vagas para cursos profissionalizantes destinados aos jovens atendidos pela Fundac. Neste ano, cerca de 200 educandos concluíram cursos profissionalizantes. Além dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, a Fundac promove a inserção de egressos e familiares em capacitações, estágios e vagas de emprego. PROFISSIONALIZAÇÃO Além do Pronatec, outras parcerias têm garantido a qualificação profissional dos jovens em cumprimento de medida

Pantanal, Trecho Rua Costa Lima, Trecho Rua Sem Nome (Bairro Concórdia), Rua José da Conceição Almeida- Entorno Praça, Trecho Rua Santa Isabel, Trecho Rua sem nome (Bairro Genaro), Trecho Rua Walter Seixas, Rua Tocantins, Trecho Rua Prof. José Deodato e Trecho Rua Paraná Valor investido: R$ 1.267.702,16

Antonio Laurindo, Praça Nova do Congresso, Rua Benjamin Constant, Rua Rui Barbosa, Avenida ACM e Avenida Salvador Valor investido: R$ 974.643,98

- SENHOR DO BONFIM Área total de pavimentação asfáltica: 34.716,00m² Vias: Rua Barão do Cotegipe, Rua

- IPIRÁ Área total de pavimentação em paralelo: 15.230,72m² Área total de assentamento de meio fio: 3.745,18m Vias: Avenida Pedro José da Silva e Rua 20 de Abril Valor investido: R$ 745.125,87

socioeducativa. Em maio, 40 educandos e egressos da Fundac assinaram, pela primeira vez, contrato de trabalho por meio do projeto 'Cidadão Aprendiz', realizado em parceria com o Ministério Público do Estado, a Defensoria Pública do Estado, o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Sistema Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a Superintendência Regional do Trabalho e

Emprego da Bahia (SRTE/Ba) e empresas privadas. Outro meio de inclusão dos jovens no mercado de trabalho como adolescente aprendiz é o programa 'Aprendizagem na Medida, desenvolvido pela Fundac, Ministério Público do Trabalho, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego da Bahia e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Colaborou com essa coluna o jornalista Luis Augusto (Blog Por Escrito)

A VOX COMUNICAÇÃO DESENVOLVIMENTO E MARKETING está no mercado para atender a municipalidade.

SERVIÇOS: Capacitação, Qualificação de colaboradores e funcionários de instituições públicas e privadas, através de cursos, com profissionais qualificados. Consulte-nos através dos telefones (71) 9974-0449-VIVO, 9401-2354-TIM, 8265-1616-CLARO ou e:mail: bahianoticias@yahoo.com.br (Contato: Itamar Ribeiro)

Em resposta ao posicionamento de membros da base do governo afirmando que o DEM quer privatizar a Embasa a partir de Feira de Santana e Salvador, o deputado estadual Carlos Geilson (PTN) replicou apontando que o PT é que tem imposto privatizações sob o pretexto de concessões. Geilson fez deste o tema de seu discurso na Tribuna da Assembleia Legislativa. Houve uma publicação cujo título diz: “Zé Neto 'revela' plano do DEM para privatizar Embasa a partir de

Salvador e Feira”. Inconformado com a inverdade, Geilson rebateu as afirmações do líder do governo. "Eles estão inventando esse descalabro para usar como pano de fundo e desvirtuar uma cobrança legítima de dois prefeitos que sofrem com as escavações da Embasa, deixando valas abertas, provocando muitos acidentes", disse Geilson ao completar que "o PT é o partidoque mais privatiza em todos os estados". Geilson afirmou também que essa é

uma estratégia para "ludibriar os incautos, achando que todas as pessoas serão persuadidas com esse discurso enganoso e sem base". "O que se tem cobrado é o compromisso dessa empresa que tem reajustado suas tarifas acima da inflação e, sem avisar, faz a valeta e deixa o prejuízo para o município", retrucou, dizendo que "com desfaçatez, o PT não usa o termo privatizar, mas, sim, concessão porque não tem coragem de usar o termo correto".


www.municipiosemfoco.com.br

Feira de Santana-BA, 14 a 20 de junho de 2014

11

Projeto itinerante do Governo do Estado, realizado por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), a Caravana do Lazer esteve no município de Boa Nova, no centro-sul baiano, onde aconteceu o curso de Agentes Multiplicadores de Lazer com aulas teóricas e práticas. Nos dois primeiros dias de atividades, os participantes discutiram sobre a importância do resgate lúdico do esporte

Com a visão de um bom parlamentar, o ex-vereador de Feira de Santana e précandidato a deputado estadual- Luiz Augusto de Jesus “Lulinha" (PEN) solicitou ao deputado federal José Nunes (PSD), que disponibilizasse verbas para reestruturação das unidades de saúde do bairro da Conceição e do Caseb. E graças a essa parceria, o PSF da Conceição, vai receber vários equipamentos, como: Seladora, Autoclave, arcondicionado, bebedouro, mesa e arquivos, equipamentos que estarão no

e lazer nas comunidades. Os cursos abordaram também as etapas para a construção de projetos, como montar atividades recreativas e de lazer, trabalhar com material reciclável, além de regras de disputas de torneios esportivos. Foi colocado em prática o aprendizado nos dois dias de curso, quando os agentes conduziram as brincadeiras das crianças jogar bola, vôlei, golzinho, cama elástica,

consultório odontológico. Além desses equipamentos, o

pista de sabão, piscina de bolinhas, oficinas de reciclagem, desenho e pintura. Também tem jogos educativos, como ludo, dominó, dama e xadrez gigantes. O projeto teve o objetivo de capacitar agentes para realizar diversas atividades recreativas e esportivas, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das comunidades com baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) em diversas regiões do estado.

PSF vai receber dois veículos no valor de 35 mil cada, carros

que serão usados para facilitar o atendimento a população. Além do bairro da Conceição, o Caseb também será contemplado com um veículo para a UBS- Unidade Básica de Saúde, totalizando um investimento de 250 mil reais de emenda parlamentar. Outra boa notícia é que já foi licitado e deve ter inicio nesta sexta-feira (13), a obra da construção do estádio de Tiquaruçú, orçada em 500 mil reais, também fruto de emenda parlamentar do deputado federal José Nunes, atendendo ao pedido do exvereador Lulinha.

Samuel dos Santos Silva CONTADOR - CRC/BA 18.481

Rua Virgílio Timóteo dos Santos, 47 - Centro - CEP 44.001-720 - Feira de Santana-BA Tels.: (75) 3623-1502 - Res.: 3623-1938 - Cels.: 9989-4348 / 9962-7828 - E-mail: samuelssilva@ig.com.br

Jesus Cristo é o Senhor!

As inscrições destinadas ao processo seletivo do projeto Educar para Construir, no Bairro da Paz, em Salvador, realizado pelo Programa Jovens Baianos (PJB), da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), podem ser feitas até o próximo dia 18. São oferecidas 100 vagas para os cursos de encanador predial, eletricista predial e pedreiro. Os interessados devem se inscrever na Base Comunitária do Bairro da Paz, na Rua Valdemar Oliveira s/n, final de linha, no horário das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30. É preciso apresentar original e cópia de identidade, CPF, carteira de trabalho, comprovante de residência, atestado de matrícula, título de eleitor, número do NIS ou cartão do Bolsa Família e duas fotos 3x4. As vagas são destinadas aos jovens de 18 a 24 anos de idade, que estejam cursando da 5ª série do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, com renda familiar de até três salários mínimos.



Jornal municípios em foco edição nº 259