Page 1

mundo universitário

Recicle esse edição. Compartilhe com sua galera. O jornal Mundo Universitário é do bem. Vê se não joga ele na rua, hein!?!

#20

DISTRIBUIÇÃO "NA FAIXA"

SEGUNDA QUINZENA - AGOSTO 2013.

ObaOba 11 COISAS QUE VC PODE FAZER QUANDO ESTIVER SEM NTERNET >> pág. 4

Trampo TENHA PRAZER EM APRENDER >> pág. 10

Sexxxetc...

" Ilustração: Mariana Medeiros Miguel

Fiquei muito louco, curti pra caralho, quase morri e agora vivo inteirão cuidando dos meus filhos. Sou o melhor pai do mundo.”

JOÃO GORDO

PASSO A PASSO PARA UM SEXO ORAL SENSACIONAL EM UMA MULHER >> pág. 12

Buteco do Paulão VIDA DE ESTAGIÁRIO EM UMA RÁDIO ROCK >> pág. 15

> págs. 8 e 9

O RATO

SAIU DO PORÃO!!!


2 JUKEBOX

Posts FACEBOOK

OS ADOLESCENTES ESTÃO ABANDONANDO?

LYRIC VIDEO

O mercado comenta que os adolescentes estão abandonando o Facebook. Que a rede social virou “a rede social dos meus pais” e, por isso, estão optando por outras redes sociais onde seus pais não estão como o Instagram (adquirida pelo próprio Facebook), o Snapchat, Tumblr, Vine, entre outras. Na última semana um artigo escrito por um adolescente de 13 anos para a Mashable corroborava a crença. Em contrapartida, saiu também um artigo com o ponto oposto, também escrito por um adolescente com o título “I’m 15 and All My Friends Use Facebook“. Um reclama do controle dos pais e enaltece os recursos das novas redes sociais como mais abertas para ele e seus amigos se divertirem. O outro defende os recursos de privacidade e ataca dizendo que os adolescentes dois anos mais novos ainda estão em outras redes sociais para “crianças”. E aí? O que você acha?

Fazer um clipe bem feito custa caro, por isso os artistas e as gravadoras estão investindo pesado no lyric vídeo. Esse modelo funciona assim: a música rola de fundo e uma animação mostra a letra da música no vídeo. É uma maneira de reduzir o tempo entre o lançamento da música e o vídeo oficial. Existem alguns simples, mas o que estamos vendo ultimamente são lyric vídeos com produções incríveis e que acabam ficando melhores que o próprio clipe. Alguns exemplos são “Suit & Tie” do Justin Timberlake, “Brasileiro” da banda Selvagens à Procura de Lei e o recém lançado “Roar” da Katy Perry:

DE HONDA NO DRIVE-IN SALVEM O DRIVE-IN!

“Suite & Tie” - Justin Timberlake: http://vevo.ly/W1hnQg “Brasileiro” - Selvagens à Procura de Lei: http://vevo.ly/dU6mdf “Roar” - Katy Perry: http://vevo.ly/swlE6A

TELONA UM HOMEM QUE SE APAIXONA POR UM SISTEMA OPERACIONAL Para quem viu do que Joaquin Phoenix é capaz em The Master, ao fazer seu personagem afundar e se reerguer inacreditavelmente por várias vezes durante a trajetória, talvez vá gostar desse novo filme. Her, conta a história de um homem que se apaixona por um sistema operacional. Isso mesmo! E, é recíproco. Para quem gosta de absurdo, um prato cheio. Estreia em 20 de novembro.

ANULADOR DE CELULAR POLAR

Expediente

JORNAL MUNDO UNIVERSITÁRIO é uma publicação sobre a vida universitária fora da sala de aula, idealizado, editado e produzido pela EDITORA MUNDO UNIVERSITÁRIO. Publisher: Caio Romano (caioromano@mundouniversitario.com.br) Diretor Comercial: Dado Lima (dado@mundouniversitario.com.br) Edição de Arte: Gabriel Visoli (arte@mundouniversitario.com.br) Conteúdo compartilhado Catraca Livre, Casal sem Vergonha, Cia de Talentos, ObaOba, Paulão de Carvalho, Radio 89FM, Universidade Capenga, Update or Die e youPIX. Distribuído quinzenalmente nas principais universidades de S.Paulo.

Drive-In, pra quem não se lembra, são espaços em que há projeção de filme, nos quais ficamos sentados principalmente nos nossos carros (por isso o nome), e também em cadeiras que trazemos de casa, ou mesmo no chão. Um verdadeiro ícone da cultura Pop americana, imortalizado, inclusive, pelo próprio cinema. Acontece que até o final de 2013 os estúdios nos Estados Unidos deixarão de distribuir filme em película de 35mm. Ou seja, toda a cadeia de Drive-Ins dos Estados Unidos vai ter um custo muito alto e inviável para um tipo de atividade que vem perdendo força nos últimos anos. A partir deste insight, a Honda lançou uma campanha cujo principal foco é uma ação de crowdfunding para salvar os Drive-Ins e, consequentemente, evitar a extinção deste importante ícone da cultura Pop americana e, por que não, mundial. Confira no: www.updateordie.com/2013/08/13/salvem-o-drivein/#more-94986

ANIMAÇÃO

BUTECO SEM CELULAR Não é chato quando você se reúne com os amigos e a pessoa não desgruda do celular? Então, a pessoa pode até pôr o aparelho em modo silencioso no bolso, mas não adianta, no primeiro aviso de mensagem o smartphone vibra, as mãos assumem o controle e sacam o celular para que ela dê aquela espiadinha. É quase incontrolável! Entretanto, a cerveja Polar parece ter encontrado a solução “definitiva” para esse tipo de problema, ou seja, ela desenvolveu um anulador de celular que emite um sinal e bloqueia 3G, 4G, GSM e Wi-Fi! Já pensou? (veja a campanha no Update or Die)

por

THE GOOG DINOSAUR E se o asteroide cataclísmico que mudou para sempre a vida na Terra, na verdade, não tivesse atingido o planeta e os dinossauros gigantes nunca tivessem sido extintos? É esse o tema de uma das próximas apostas da Disney - Pixar: “The Good Dinosaur”. Sem a extinção, os dinos se tornaram auto-suficientes. Arlo, o dino principal tem uma mania estranha: coleciona insetos gigantes como bichos de estimação. Depois de um traumático evento ter sacudido a tranquilidade de sua comunidade, Arlo, parte em uma missão para restaurar a paz e encontra um bichinho bem estranho para a sua coleção: um garotinho humano, que torna-se seu principal companheiro. Pelo jeito, o foco (mais uma vez, acertadamente) será na amizade entre raças diferentes.

Tiragem de 50.000 exemplares dirigida exclusivamente ao público universitário. Acreditamos no poder dos jovens de mudar o mundo transformando os valores da sociedade. Nossos parceiros e anunciantes compartilham essa ideia. Saiba mais da gente: Facebook: www.facebook.com.br/jornalmundu Twiter: @agencia Fale e colabore conosco: jornal@mundouniversitario.com.br Anuncie: 11-3078 2958 (Dado e Valter)

Compartilhado por: Gustavo Giglio, Wagner Brenner, Fabrício Teixeira, Luiz Felipe Barros e Daniel da Hora. Dos sites updateordie.com e danger.updateordie.com


4

ObaOba

11 sem internet

coisas que vc pode fazer quando estiver

A internet caiu? Que tal da próxima vez fazer diferente, e ao invés de ficar ligando para o SAC ou se estressando ao tentar consertá-la, relaxar e aproveitar o tempo livre? Se você é daqueles que não consegue se imaginar mais sem internet, saiba que existe um mundo offline muito legal. Apesar de a web ser uma forte aliada do ser humano, muitas vezes serve como atraso de vida também. Então veja 11 opções para você curtir seu momento desconectado e aprender a viver melhor: 1) Medite Aproveite a oportunidade para entrar em contato com você. Desligue o celular, a TV e as luzes. Acenda uma vela, faça algum ritual e medite. 2) Exercite-se Faça uma caminhada pelo seu bairro, ou vá até o parque mais próximo e alugue uma bike. Exercitar-se faz muito bem para a saúde física e mental. 3) Aprenda a cozinhar A internet tem vários serviços maravilhosos de delivery, né? Então desapegue e aprenda a cozinhar – não existe oportunidade melhor. 4) Chame seu amigo para sair Ao mesmo tempo em que a internet aproxima as pessoas, também as afasta. Aproveite o tempo livre e convide um amigo para tomar uma breja. Afinal, mesmo sem internet, sem chat do facebook, pode rolar um papo no bar. Bem melhor, né? 5) Faça sexo/masturbe-se Sexo é bom em muitas situações, principalmente quando desconectado do mundo virtual. 6) Lave seu carro Lavar o carro pode parecer uma tarefa árdua e chata, mas a real é que, além de você economizar uma grana, a atividade acaba sendo divertida. Faça o teste e deixe a preguiça de lado.

7) Organize seu armário Sabe aquela quantidade absurda de roupas que cai em cima de você toda vez que você abre o armário? Aproveite para dobrá-las e também se livre das coisas velhas e que nem te servem mais. 8) Bote as tarefas atrasadas em dia A falta de Internet atrasou a sua vida? Então não surte e aproveite o momento para fazer as tarefas que você estava prorrogando há algum tempo. 9) Arme uma festinha em casa Aproveite o tempo sem internet para unir seus amigos fisicamente. Convide-os para uma tarde de drinks ou para um jantarzinho em casa. 10) Filmes mil Faça uma lista dos filmes e séries que você está querendo assistir faz tempo. Alugue-os em uma locadora ou vá ao cinema. 11) Leia Há quanto tempo você não devora um livro, ou folheia as suas revistas favoritas? Com a internet, a maioria das pessoas perdeu o hábito de ler. Não desperdice a oportunidade!

Com seu smartphone ou computador, faça a leitura desse QR Code e confira o que fazer hoje para se divertir.


5

obaoba.com.br 5

Festas de faculdade à

FANTASIA NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2013

Se tem uma modalidade de festa que não pode faltar no calendário de eventos de Centros Acadêmicos e Atléticas das faculs é à fantasia. São as mais divertidas, criativas e as que mais empolgam os universitários. Então abuse da criatividade e inspire-se para preparar looks incríveis e arrasar nas festas que já foram confirmadas no segundo semestre desse ano. Se liga:

Advogado de Diabo Sexta-feira, 23 de agosto, acontece a 22ª edição da Advogado do Diabo. Considerada uma das festas à fantasia mais disputadas de São Paulo, ela é organizada pelos alunos de Direito da PUC e conta com open bar de vodka, cerveja, rum, tequila, refrigerante e água. Entre as atrações, DJ Mozer Moura, DJ Sandeville e DJ Mauk. Os ingressos variam entre R$ 75 e R$ 120 e a festa rola no Genoveva, que fica na Avenida Francisco Matarazzo, 764. Começa às 23h.

Pororoca Louca No sábado, 24 de agosto, acontece a festa à fantasia Pororoca Louca, edição Rebobina, no Espaço Anchieta, em São Bernardo do Campo. A festa totalmente open bar é uma realização pelos alunos de comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Entre as atrações estão DJ Otavio Augusto, DJ Meyer e DJ Gui Romero. Os ingressos custam de R$ 55 a R$ 75 e a festa rola no Espaço Anchieta, localizado na Avenida Dr. Rudge Ramos, 1383. Começa às 23h.

Metoloca Dia 14 de setembro, acontece mais uma edição da festa Metoloca, também no Espaço Anchieta. Organizada pelos alunos de comunicação da Universidade Metodista, a festa à fantasia é open bar. As atrações serão anunciadas em breve e a festa começa às 22h.

Saiba mais sobre balada, bares, shows e comportamento na noite no obaoba.com.br

COMPARTILHADO POR:


6

Catraca

“FotoBienalMASP” confronta a fotografia com outros meios artísticos

O MASP recebe de 16 de agosto a 13 de outubro a exposição FotoBienalMASP. A mostra pode ser visitada de terças a domingos, das 10h às 18h, e de quintas, das 10h às 20h. O ingresso é R$ 15 (inteira) e R$ 7 (meia-entrada). Às terças, a entrada é Catraca Livre. Concebido por Teixeira Coelho, o evento tem curadoria de Ricardo Resende e deve mostrar a linguagem fotográfica tradicional em confronto com os demais meios artísticos que com ela dialogam, como pinturas e vídeos. A mostra reúne o trabalho de 35 artistas nacionais e internacionais, dentre eles Grupo Garapa, Grupo Motoboys, Caio Reisewitz, Rodrigo Braga, Berna Reale, Dora Longo Bahia, Odires Mlászho, a sérvia Marina Abramovic e o colombiano Oscar Muñoz. http://catracalivre.com.br/sp/agenda/barato/fotobienalmasp-confronta-a-fotografia-com-outros-meios-artisticos/

Livre

Luiza Possi faz shows gratuitos na Caixa Cultural

Depois de lançar o DVD “Seguir Cantando”, gravado ao vivo no Citibank Hall, Luiza Possi retorna à capital paulista em curtíssima temporada. De 22 a 25 de agosto (de quinta-feira a sábado, às 20h, e domingo, às 19h), a cantora apresenta sucessos de diversos cantores, além das canções do último álbum, na Caixa Cultural. A entrada é Catraca Livre e os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência. “Nesse show, me permito cantar músicas que fazem parte de um repertório que escuto muito, de músicas que eu adoro, que fazem parte da minha vida e que o público também conheça”, conta Luiza. “É um show leve, gostoso, feito para o público dançar e cantar junto”, completa. http://catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/luiza-possi-faz-shows-gratuitos-na-caixa-cultural/

Artesanal Cia de Teatro apresenta peça baseada em conto de Oscar Wilde

Ícones pop, cineastas e artistas na Passagem Literária da Consolação

O Teatro do Sesi Vila Leopoldina recebe, de 11 de agosto a 8 de setembro, a Artesanal Cia. de Teatro com o espetáculo “O Gigante Egoísta”, baseado na obra homônima de Oscar Wilde. As apresentações acontecem aos sábados e domingos, às 16h (exceto entre os dias 22 e 25 de agosto), com entrada Catraca Livre. Com direção de Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves, a montagem reúne diferentes técnicas narrativas, como o teatro de animação de bonecos e sombras, máscaras e projeções. O texto fala sobre a importância da tolerância e da amizade, além de ser uma crítica de Oscar Wilde ao individualismo da sociedade industrial. http://catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/artesanal-cia-de-teatro-em-peca-infanto-juvenil-baseada-em-conto-de-oscar-wilde/

Quem passar pela Passagem Literária da Consolação (Rua da Consolação, s/nº - Esquina com a Avenida Paulista) pode ver retratos realistas de ícones da cultura pop, como Keith Richards, Eric Clapton, Chuck Berry, Amy Winehouse e Elvis Presley; os cineastas Clint Eastwood e Quentin Tarantino, além dos brasileiros Raul Seixas, Pelé, Grande Otelo e Rita Lee. São 22 retratos que integram a exposição “Realismo Pop”, de Danyael Lopes, que fica em cartaz até dia 30 de agosto, com entrada Catraca Livre. http://catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/icones-pop-cineastas-e-artistas-na-passagem-literaria-da-consolacao/

Design e gastronomia em exposição gratuita no Sesc Pompeia Comer, uma necessidade básica. Arte, outra necessidade básica. Ambas são pano de fundo para a exposição “Como Penso Como”, em cartaz de 9 de agosto a 8 de setembro no Sesc Pompeia, com entrada gratuita. A mostra apresenta trabalhos de design que abordam a relação do indivíduo com a comida. Instalações multimídia traçarão uma linha histórica com elementos culinários que vão desde os rituais totêmicos até os dias de hoje. http://catracalivre.com.br/sp/gastronomia/gratis/design-e-gastronomia-em-exposicao-gratuita-no-sesc-pompeia/

Compartilhado por: www.catracalivre.com.br


8

Capa

Filho de pai PM e de mãe cabelereira esse paulistano da Zona Norte s esse gordo desbocado, todo tatuado, líder da banda punk Ratos de Po tos, e que tá pouco se fudendo pra ambos? Agora... e se te falássemos linha... Você acreditaria? C MundU: Recentemente você deu uma entrevista pra Revista Rolling Stone e deu pra notar que você se incomoda em ver que as pessoas que te abordam na rua, pra tietar, tirar fotos e tal, nem sequer sabem quem é o João Gordo de verdade. Fala aí... quem é o João Gordo de verdade? As pessoas que me abordam hoje em dia são pessoas que me conhecem da TV aberta. Não me conheciam antes... nunca tinham ouvido falar de mim! Ou já tinham ouvido falar e achavam que eu era um fumador de crack pedófilo! As pessoas acham isso. MundU: Mas como vc gostaria de ser reconhecido quando alguém vem te pedir um autógrafo? Vc gostaria que o cara te pedisse pelo que... pela banda? Primeiro que não me enchessem o saco! Hahaha... Parece que não, mas eu sou um cara tímido e, dependendo da abordagem, fico meio incomodado. Eu costumo tratar muito melhor os caras que são fãs do Ratos de Porão do que os que são fãs de TV. O fã do Ratos sabe quem eu sou, o cara é fã da minha banda, o cara sabe pra que que eu vim, quem eu sou e o cara da TV não. O cara quer tirar foto comigo pq quer sair no youtube. Quer sair no facebook com uma celebridade. Eu não sou uma celebridade, ta ligado? MundU: Vc consegue ir ao shopping sossegado e almoçar com a família? Sim. As pessoas me abordam, mas não é tanto assim. Dependendo da sorte da pessoa que me aborda ou eu sou um cara muito simpático ou eu sou um cara muito escroto. MundU: Não deve ser fácil, quando se é uma figura pública. O pessoal chega e... Eu não gosto da pessoa que chega e fala: “Tira uma foto comigo?” Aí o cara tá com uma câmera na mão... e não sabe mexer no bagulho! Acha que eu tenho todo tempo disponível pra esperar a pessoa aprender a mexer na maquina. E os caras que vão tirar foto, saem filmando e falam: “Espera um pouquinho... tira mais uma!” Eu não tenho essa paciência disponível não, tá ligado? Eu sou desbocado mesmo, e tchau, vou embora. Deixo a pessoa falando sozinha. Hahaha... Mas a pergunta que eu fugi dela, qual que era mesmo? MundU: Quem é o João Gordo? Como você se definiria?

um show de punk dentro de uma universidade. Na sua opinião, tem espaço pro punk-metal em meio a tanto funk e sertanejo? Como viajo pra cacete vejo que lá fora, nos Estados Unidos e na Europa, o rock, o meMundU: Todo mundo da sua família? Todo mundo! Meus filhos... minha mulher... tal e o punk estão em todas as universidameus cachorros. Mas ao mesmo tempo des! No Brasil não! É ridículo! somos muito do bem. As pessoas veem a gente cheio de pentagramas, caveiras e MundU: Hoje a galera tá acostumada a asessas simbologias pesadas e pensam que sistir shows com super produções, telões, somos uns doidos. Mas... puta meu... se eu lasers, led, bonecos gigantescos, dançarifor colocar num raio x nesse povo coxinha... nas, holografia e o caralho. Como era um nesse povo religioso que tem por aí que show do Ratos de Porão na década de 80? é cheio de dogma, cheio de regra, sabe? O Palco, o lugar, as pessoas... Essa galera é muito mais escrota! Muito Cara, eu não me lembro direito. Não tinha mais podre! Muito mais cheia de segredi- passagem de som. A gente nem tinha instrumento. A gente chegava lá, pegava insnhos do que a gente. trumentos emprestados e tocava! MundU: Você não esconde nada? Eu sou um livro aberto, véio. Usei droga? MundU: O Brasil nunca teve um movimento Lógico que usei... Pra CARALHO! Hoje em punk digno dos que rolavam lá fora, ainda dia não uso mais. Eu falo de boca aberta! assim, rolou toda aquela divisão de GanFumei crack? Fumei! Cheirei? Cheirei pra gues por Bairro, ódio sem motivo e vontacacete! Fiquei muito louco, curti pra cara- de de badernar. lho, quase morri e agora vivo inteirão, cui- Quem assistiu ao filme clássico The Wardando dos meus filhos. Sou o melhor pai riors (Selvagens da Noite) pode imaginar bem a cena. Você era bom de briga? Já do mundo! chegou a machucar feio alguém? Como MundU: A galera que está lendo essa entre- foi? vista, está cursando uma faculdade. Você Eu era meio bunda mole, tá ligado? Já dei com chegou a fazer facul? Não! Mas meu pai, apesar de ter sido um aco de beisebol na cabeça de um nego, já cara muito enérgico e que passava dos li- tomei facada, mas nunca tomei uma porramites me enchendo de porrada, tentou me da direta. Nunca fui briguento. Eu tentava dar uma boa educação. Sempre me colo- mostrar serviço na gangue que eu andava, cou em boas escolas. Mas parei de estudar mas eu evitava. no 2º colegial e não fiz faculdade. A minha faculdade foi a rua mesmo. Isso pq depois MundU: Essa vez que você deu a tacada, que eu comecei a escutar rock, eu pirei! Aí como foi? minha vida entortou com meu pai comple- Eu tava com a minha namorada. Ela foi tamente... meu pai começou a me reprimir numa banca de jornal, voltou e falou: “O cara passou a mão na minha bunda”. Aí eu horrivelmente e... saí e voltei com o taco de beisebol. Quando o cara me viu... mó gordão com cabelo MundU: Ele não curtia rock? Porra meu... meu pai era PM. Você acha que moicano vermelho... o cara não acreditou! PM ia gostar que o filho fosse punk, véio? Aí eu dei com o taco no chão, e o cara: Meu pai me enchia de porrada! Rasgava “Pelo amor de Deus!” Aí eu dei com o taco meus pôsteres, minhas camisetas, quebra- na costela dele. Deve ter quebrado...... va meus discos... MundU: Você se sentiu mal depois disso? MundU: Se pudesse fazer, qual facul teria Eu não. Cara mó filha da puta... passou a mão na bunda da minha mulher, porra! feito? Astrologia da Babilônia! Hahaha... EgiptoloMundU: Você usou muita droga nessa vida. gia! Sei lá... essas coisas meio doidas. Era meio que uma obsessão por atingir o MundU: Você entrou pra banda Ratos de grau da loucura, ficar doidão. Se naquela Porão, quando a maioria dos nossos leito- época alguém chegasse com uma droga res nem tinham nascido. Seu primeiro show fantástica, que prometesse o ápice da brisa, foi justo na PUC. Hoje dificilmente você vê mas, que fosse em Eu sou um cara normal... mas sou muito louco! Eu sou um roqueiro e a minha família se assemelha a Família Addams. A gente é freak mesmo...

formato de supositório, vo Nem fudendo, meu!! Era fumar o supositório. Um b tudo homofóbico... naque não tinha essa visão que t

MundU: De tudo o que vo tou, qual droga proporcio forte? Como era? Artânia. Era um comprimid tinha alucinação, falava so gostoso.

MundU: Hoje você é pai e t teme que seus moleques com as drogas? O que o em fazer com relação a is O Pietro e a Vitória já conh sa.

Eles não sabem que eu fu da fumo maconha. Na ho cha deles do que é esse conhecem a vida inteira, n o que explicar. Eles sabem bem um monte de coisas que eu já usei droga pes que eu tiver que explicar tranquilo. Eles não podem uma cerveja que já pegam acredito que eles vão ter de usar qualquer coisa. E os olhos, né cara. Quer fu lho? Então vem fumar com

MundU: Você é mais con da MTV do que pela fas mente dita. Já fez mais d diferentes, em emissoras horários e públicos diferen gostou mais de fazer? Qu mais a sua cara e por quê O Gordo a Go Go, foi o gra Em 2003 eu ganhei o prê melhor apresentador. Um mim, na época não signi sabia o que era APCA. Ho que era um puta prêmio na época eu tava cagando

MundU: Tá onde esse prêm Tá no banheiro da minha não significou, mas hoje programa eu entrevistei m soas. Foram 4 anos de Go balhei 12 anos da MTV.

MundU: A gente sabe q acreditar em tudo que pa


facebook.com/jornalmundu

9

e se tornou um personagem da cultura brasileira. Quem não conhece e Porão, pioneira na cena brasuka, amado por muitos, odiado por tanmos que hoje esse gordo tem esposa, dois filhos pequenos e entrou na a? Com vocês: JOÃO GORDO!

ório, você encararia? !! Era capaz de fatiar e o. Um bando de macho naquela época a gente o que temos hoje.

que você já experimenporcionava a brisa mais

mprimido de louco, você ava sozinho. E cola, era

é pai e tem 2 filhos. Você eques tenham contato que o João pai pensa ão a isso? já conhecem muita coi-

e eu fumo, mas eu ainNa hora que cair a fié esse cheiro que eles teira, não vou ter muito sabem do Chorão... sacoisas! Eles não sabem ga pesada, mas, no dia xplicar pra eles, vai ser podem me ver bebendo pegam no meu pé. Eu vão ter um certo medo oisa. E vc tem que abrir Quer fumar maconha, fimar comigo, porra!

ais conhecido pela fase ela fase punk propriamais de 15 programas ssoras diferentes, com diferentes. O que você er? Qual programa era or quê? oi o grande sucesso, né. i o prêmio da APCA de or. Uma coisa que pra o significou nada. Nem CA. Hoje em dia eu sei rêmio importante, mas agando pra isso.

se prêmio hoje? minha casa. Na época s hoje significa. Nesse vistei mais de mil pesde Gordo a GoGo. TraTV.

é combinado, rola uma groselha do caralho. Mas e o lance com o Dado Dolabella, foi real mesmo? Vocês já se conheciam? Foi real! Naquela época sabia que ele tinha trabalhado na Malhação, mas se eu visse o cara na rua não saberia quem ele era. Eu sou assim... não conheço ninguém! Meu mundo é outro! Meu programa estava no auge. Eu tirava um barato da galera que entrevistava, mas não humilhava ou xingava ninguém. Ele chegou do Rio com aquela caixa. Recusou o carro da MTV, pegou um taxi, parou numa loja de ferragens e comprou um machado, a corrente e o cabo de enxada. Ele quis me zuar, só que ficou esquisito, né? Na hora que ele colocou tudo aquilo na minha mesa eu falei: “Cara, vc trouxe isso pra que? Não tô entendendo.” Aí ele disse que eu traí o movimento punk... eu chamei ele de playboy idiota... e perguntei se ele tinha trazido tudo aquilo pra eu enfiar no cu dele. O programa tinha plateia e a galera começou a rir. Ele ficou puto e rolou toda aquela palhaçada. Desde aquela época vê se eu me envolvi em algum rolo... se eu bati em mulher... se fui preso. Todo mundo agora sabe como o cara realmente é... MundU: Depois disso vocês se trombaram? Não, cara. Só que eu tenho um estigma com ele. Nego me vê e lembra dele. Nego vê ele e lembra de mim. Eu não sofro nada... ele deve sofrer bem mais que eu .

se pra regravar uma música do Ratos de Porão você autorizaria? Lógico! Mas os moleques não existem mais... essas bandas acabam logo. MundU: Em 2004 você virou vegetariano. Já voltou a comer X-Burguer e churrasco? Não. Ainda sou vegetariano. MundU: Por que vc virou vegetariano? Primeiro foi por causa da operação de estômago que fiz. Além disso, dois caras da minha banda são veggies. Aí comecei a ler sobre consumo de carne, consumo industrial, a parte política da coisa e peguei nojo de carne. MundU: Como você seria hoje sem a sua mulher, Viviana, em sua vida? Eu seria um monte de osso... já exumado! MundU: Você, como bom pai, deve mostrar pros seus filhos as bandas que você curte. Eles gostam? O que seria pior, um filho virar pagodeiro ou torcer pro Corinthians? Puta, acho que seria pior se ele quisesse virar crente. Eu prefiro ter um filho pagodeiro e corintiano do que crente. Mas essas coisas não se podem reprimir, pq é pior. Se meu filho chegar em casa e falar “pai, sou gay”, o que eu vou fazer? Vem dar o cu dentro de casa, filho! “Pai, encontrei Jesus!” Aleluia, filho! Filho é filho... não vou reprimir.

MundU: Você é realmente um paradoxo ambulante. Já cantou junto com os Ramones e ao mesmo tempo já dançou na boquinha da garrafa com a Claudia Leitte. Do que você mais se arrepende? Eu tinha um puta arrependimento de ter ido pra Record. Mas depois eu pensei bem... se eu não tivesse ido pra Record, eu estaria sofrendo com todo esse processo do fim da MTV. Ia ser mais traumático do que eu pular fora e causar uma puta polêmica: Olha lá o retardado, fã do capeta, caindo no colo do bispo. MundU: E do que você mais se orgulha? Na Record não me orgulho de nada. Me orgulho de ter saído de lá ileso. Também me orgulho de ter colocado em horário nobre um monte de banda foda no Gordo a GoGo. E do Ratos de Porão, claro, porque estar 30 anos na ativa sem parar é um puta motivo de orgulho.

abe que não se deve que passa na TV. Tudo MundU: Se o Restart pedis

Compartilhado por:

loja.likestore.com.br/ratosdeporao

Mundo Universitário


10

Trampo

por

Tenha

PRAZER em aprender Se durante o curso de graduação tudo que você fizer for limitado pelas fronteiras burocráticas da faculdade, você será medíocre com ou sem canudo, numa faculdade de grife ou de fundo de quintal. Mas, se, ao contrário,você participar de atividades diversas, seguindo seu instinto, movido por aquilo que te interessa de verdade, terá uma visão mais integrada das coisas, o que é um dos principais requisitos exigidos pelas grandes empresas. Os jovens que se envolvem em atividades fora da grade curricular, motivados por desejos íntimos, tem mais chance de abrir portas do mercado de trabalho, porque criam, com essa atitude, uma via de mão dupla e nas idas e vindas vão agregando conhecimentos preciosos a sua bagagem. Na Antiguidade, era comum os estudiosos conhecerem profundamente várias áreas. O filósofo grego Aristóteles, por exemplo, escreveu sobre política, física, lógica, ética, poética, metafísica, conhecia matemática, geometria e astrologia. Mas Aristóteles viveu numa época em que uns trabalhavam e outros estudavam. Feliz ou infelizmente, não estamos na Grécia Antiga, e abraçar todas as áreas do conhecimento tornou-se impossível para um simples mortal. À medida que o conhecimento acumulado da humanidade foi aumentando e o acesso às escolas se tornou democrático, precisou-se dividir o tempo em trabalho, lazer e estudo. Só que, desde que entramos na era do conhecimento, o tempo que temos para absorver as informações vem diminuindo cada vez mais, se comparado

à velocidade de produção de novidades. A quantidade de informações a que uma pessoa hoje em dia é exposta equivale ao conteúdo de um jornal de domingo! Mas um esforço nesse sentido é fundamental para quem quer se destacar no que faz. Esse esforço deveria começar no ensino médio, quando os estudantes se preparam para o vestibular. É preciso ler as obras literárias obrigatórias para a prova? Que leia, mas permita-se intercalar nessa lista a leitura de obras escolhidas por prazer, e que acrescentem algo à sua formação. Por isso é tão importante que se opte por carreiras que realmente motivem, apaixonem, encantem. Pois só com muito amor pelo que se faz é possível superar os limites necessários para avançar no mundo profissional. Certa vez ouvi uma grande verdade de um reitor de uma universidade renoma da: para ser um profissional brilhante, um aluno precisa ter três características principais: 1 – Recursos internos (morais, afetivos e psicológicos) que lhe permitam se situar no mundo em que vive e enfrentar as adversidades que certamente sugirão; 2 – Competência técnica na área que escolheu – o que implica na leitura dos livros clássicos de sua área; 3 – Cultura ampla, com conhecimentos sobre artes, história, filosofia, política etc. Esse tripé contempla também os três personagens responsáveis pela aquisição dessas características: 1. Os pais, que terão a tarefa de dar aos filhos os recursos internos; 2. Os educadores, que serão os intermediadores no acesso à competência técnica;

e 3. Os próprios jovens, que terão de descobrir seus clássicos nas artes, na filosofia ou na literatura para complementar essa formação. Eu sei que não é fácil! Há uma enorme pressão de todos os lados. Vivemos numa época em que somos cobrados o tempo todo, pelos outros e por nós mesmos. Mas cabe a cada um de nós elegermos nossas prioridades e nos dedicarmos a elas. E o período da graduação é precioso nesse sentido, porque as ferramentas estão todas ao alcance das mãos, nas bibliotecas, nos corredores da faculdade, nos auditórios, nos teatros, nos centros acadêmicos, no site da instituição. Quanto mais você como aluno puder aproveitar o convívio com professores, colegas e visitantes que sempre rondam a faculdade, melhor. Mas veja esse “mais” não no sentido de quantidade, mas de qualidade. Não adianta se meter em tudo quanto é tipo de atividade só para cumprir tabela. O ideal é não descuidar das disciplinas obrigatórias e se dar a chance de eleger outra, fora da grade curricular, para estudar por curiosidade, desejo, vontade, necessidade. Acima de tudo, não se iluda que a universidade te dará o conhecimento todo. Ela é apenas um ambiente no qual estão concentradas todas as ferramentas que te levará a conhecer algo. Ela indicará, quando muito, os caminhos. O destino e o ritmo da caminhada serão determinados por você.

Compartilhado por: Sofia Esteves, Presidente da Cia de Talentos. Facebook.com/ciadetalentos @ciadetalentos


S exxxetc... Passo a passo por

12

para um sexo oral

SENSACIONAL em uma mulher Você não pode dizer que transa bem se não é capaz de fazer uma mulher gozar deliciosamente só com a boca. Reunimos aqui algumas dicas preciosas que podem ser o começo do desenvolvimento de uma série de habilidades orais. Faça um bom proveito. - Quando a mulher ainda não está excitada, o clitóris nada mais é do que um pequeno órgão adormecido. Ou seja, o clitóris é a cereja do bolo, então jamais comece por ele. Dê longos beijos na boca, pegue nos seios, lamba-os. Vá descendo pelo corpo dela e descobrindo pontos escondidos que podem fazê-la aquecer. - Depois de uns bons beijos no corpo dela, vá com sua mão por dentro da calcinha como quem não quer nada, e verifique se ela já começa a demonstrar sinais de lubrificação. Se ela estiver totalmente seca, sinal que ela não foi bem aquecida – volte para o primeiro item. Lembre-se: homem é forno a gás, mulher é forno à lenha. - Se você percebeu que ela já está molhada só com as pegadas iniciais, agora é a hora esperada. Vá dando beijos e lambidas nas coxas, na virilha, até chegar nos grande lábios (sim, aqueles externos.) Passe a língua por dentro e por fora deles, sem tocar no clitóris, até que a moça comece a se contorcer e soltar os primeiros gemidos de prazer. Esse é o sinal verde para o próximo passo. - Passe para os pequenos lábios (aqueles na parte interna). Faça movimentos de cima pra baixo, por enquanto suaves. Alterne com movimentos laterais. Brinque como quiser até perceber que a moça quer mais. Até aqui se espera que você tenha demorado, pelo menos, uns 20 minutos desde os primeiros amassos. - Agora é a hora tão esperada – a estimula

ção no clitóris. Espera-se que nesse ponto o clitóris dela já esteja levemente inchado. Se concentre nele com a língua relaxada e macia, faça movimentos circulares em volta dele, lento, sem pressa. Alterne com movimentos para cima e para baixo. Funciona mais ou menos como um beijo molhado. - Por mais que você possa não saber, aquilo que você vê é só a pontinha do clitóris – ele é um órgão muito maior que se estende bastante por dentro do corpo da mulher. Por isso, quando ela já estiver bastante excitada, passe a língua no clitóris como se tentasse tirá-lo delicadamente do capuz que o protege. É uma sensação muito prazerosa, mas que exige muita delicadeza. Vá com jeitinho. - Teste a técnica do oito – horizontalmente, faça o desenho de um 8, sendo que o centro dele fica no clitóris da mulher. Repita esse movimento algumas vezes. Se ela gostar, fique mais tempo nele. - Aqui se espera que a mulher já esteja bastante excitada, o que significa que você deve aumentar a velocidade e a pressão. A melhor forma de saber se ela está gostando é através da observação – o bom chupador é aquele que brilha na performance justamente porque é um bom observador. Teste uma variação de movimentos e quando perceber que ela adora um deles, permaneça por um tempo com uma certa pressão. Vá fazendo isso com diversos tipos de movimentos. - Essa é uma hora interessante de usar o poder dos seus dedos.

Tem mulher que ama, têm outras que não curtem. Na dúvida, melhor perguntar ou testar as reações dela. Comece introduzindo a pontinha do indicador, tire, coloque. Se ela estiver gostando, ela mesmo vai se movimentar de uma forma que seu dedo entre todo nela. Esse é o sinal que ela quer ser penetrada por ele. Trabalhe com os dedos, mas não pare os movimentos da língua. Faça movimento em formato do 8 com o dedo dentro dela, e alterne com um movimento como se estivesse chamando alguém com a ponta do indicador. - A segunda utilidade dos seus dedos é no “lado B” (de bunda, sabe?). Aqui, mais uma vez, é melhor perguntar se ela gosta ou ir testando com cuidado e observando suas reações. Se ela der sinal verde, coloque a ponta do dedo indicador, tire, coloque, e vá – aos poucos – colocando o dedo mais profundamente enquanto ela se abre pra você. - Se ela ainda não gozou, misture todas as técnicas ensinadas, agora com mais pressão e velocidade – já que ela está mais do que aquecida. Fique em média de 10 a 20 segundos em cada movimento até que ela finalmente goze – deliciosamente - na sua boca. - Homem que é homem de verdade jamais desiste de um oral antes de fazer a sua mulher gozar. Como as mulheres têm capacidade de gozar quantas vezes quiserem, certifique-se de ir para a penetração somente quando ela tiver gozado pelo menos uma vez com o sexo oral, não importa quanto tempo ela demore. Depois disso, prepare-se para as recompensas.

Compartilhado por: Casalsemvergonha.com.br, Felicidade a dois, simples como 1 + 1. Visite a nossa fanpage: Facebook.com/casalsemvergonha


Let s ROCK

por:

13 13

FOTOGRAFIA E MÚSICA Artesquetransformamummomentoemeterno A fotografia registra momentos únicos que jamais poderão ser revividos, ela é testemunha dos fatos e contribui para que possamos de certa maneira participar de situações que ao vivo não foi possível. Um mundo sem o poder de um click fotográfico é inimaginável! Mas um mundo sem fotografia e sem música, é venda de chá na Starbucks, é macarronada sem queijo ralado, é fazer suco em pó e não ficar aguado, é o Johnny Depp não aceitando fazer parte de um filme do Tim Burton, ou seja, inconcebível, jamais pode acontecer, never em Neverland! Assim como as fotos, a música inspira, cria atmosferas e imortaliza situações, e é por isso que, motivados pelo Dia Mundial da Fotografia - 19 de agosto (a celebração da data tem origem na invenção do daguerreótipo, um processo fotográfico desenvolvido por Louis Daguerre em 1837), selecionamos algumas imagens consagradas do rock, e o gênio por trás de cada flash. Todas as fotos induzem à reflexão e ao questionamento, revelando mil possibilidades de interpretação e motivando mudanças de comportamento e pensamento. Terry O’Neill é um fotógrafo inglês, e ficou conhecido por suas fotos documentando estilo, moda e celebridades da década de 1960. Sua reputação cresceu ao clicar Rolling Stones, David Bowie membros da família real britânica e vários políticos proeminentes, mostrando, para o grande público, uma forma mais natural e um lado mundano de quem era fotografado. Uma das mais memoráveis fotos foi a de Bowie. O cachorro deveria ficar sentado, mas ao primeiro clique levantou e começou a latir, assustando a todos no estúdio, menos ao camaleão. Mick Rock, ficou conhecido como “o homem que fotografou os anos 1970”, teve acesso privilegiado a estrelas da v música mundial, clicou os ú caras do "Queen" nus, e ar chegou a ser fotógrafo oficial ch do “camaleão” David Bowie. Por seu estúdio também passaram famosos do mundo das artes, da moda e da literatura, como Andy Warhol, Truman Capote, Kate Moss, entre outros.

Robert Whitaker foi um dos fotógrafos preferidos dos Beatles. Dos seus cliques foram feitas oito capas de álbuns, EP’s e singles do grupo - além de centenas e centenas de itens publicitários. A obra mais célebre de Whitaker é a famosa foto do quarteto em 1966 que foi usada como capa original do álbum "Yesterday And Today..." onde aparecem usando jalecos brancos e segurando pedaços de carne e bonecas decapitadas. Uma referência à guerra do Vietnã? Talvez. A capa gerou muita polêmica e foi considerada de muito mau gosto pelos mais puristas. Bob Gruen nasceu na cidade que nunca dorme, Nova Iorque, no ano de 1945. Se a história do rock fosse contada em fotografias, Bob teria longos capítulos “escritos” com suas imagens. Com uma carreira de mais de quarenta anos, registrou estrelas como John Lennon, Madonna, Bob Dylan, David Bowie, e grandes bandas como Ramones, KISS, Rolling Stones e Sex Pistols. Quando o produtor do grupo disse queria apresentá-lo aos Sex Pistols, Bob achou detestável, mas acabou descobrindo que eles eram até legais. "Eles eram jovens, arrogantes e livres. Falavam qualquer coisa, mas no ônibus da turnê a atmosfera era outra, eles ouviam reggae e tomavam cerveja", disse em entrevista à mostra Let’s Rock.

Compartilhado por: Aline Cavalcanti, Larissa Negreiros e Tiago Marinho | facebook/radiorockoficial | www.radiorock.com.br


14 CulturaWeb

por

O MELHOR SITE DA INTERNET DO MOMENTO Gifs fazem a alegria de todos nós. Gifs dançantes então, fazem nosso dia. O que dizer de um site que reúne vários desses, te deixando escolher quem está na pista de dança e sob qual ritmo eles estão requebrando? Isso existe? Sim, existe! É o GIF DANCE PARTY! . Divirta-se no gifdanceparty.com

99% DOS USUÁRIOS DE SMARTPHONE PRATICAM PHUBBING Acaba de surgir um termo pra resumir aquele comportamento desprezível em que uma pessoa ignora a outra porque fica prestando atenção somente no seu querido smartphone: PHUBBING! A palavra, que é uma união entre phone (telefone) e snubbing (esnobar), já ganhou até movimento contra, é o Stop Phubbing, que vem pra tentar resgatar o que resta da educação das pessoas. . Saiba mais em stopphubbing.com

TUMBLR DO DIA: VEJO INFOGRÁFICOS EM TUDO O título do tumblr “Vejo Infográficos em Tudo” é mais do que autoexplicativo, né? Uma pessoa qualquer (com TOC?) que pra todo lugar que olha imagina infográficos e estatísticas. Quem nunca, né? . Acesse vejoinfograficosemtudo.tumblr.com

WECHAT: O APP SENSAÇÃO DO MOMENTO E só se fala em WeChat, um app que veio pra competir com o WhatsApp. No último mês ele foi um dos mais baixados aqui no Brasil. Os grandes diferenciais são a opção de conversar com amigos que estão próximos de você (ele tem geolocalização) e a divertida função de "chacoalhar"o celular e cair em um chat aleatório com outro alguém que fez o mesmo. . Disponível pra todas as plataformas. Baixe em wechat.com

USUÁRIOS DE IPHONE TRANSAM MAIS, APONTA ESTUDO Um estudo feito pelo Ok Cupid, site gringo de encontros online, trouxe algumas curiosidades sobre a relação entre sexo e tecnologia. Uma das mais curiosas é a que mostra que usuários de iPhone transam mais que o resto. Será? . Veja mais curiosidades em bit.ly/iphoners

Compartilhado por YOUPIX.COM.BR, a maior plataforma de cultura de internet do Brasil. Acompanhe o youPIX no Twitter @youPIX ou Facebook.com/youPIX.


Butecodo Paulão

15

VIDA DE ESTAGIÁRIO... EM UMA RÁDIO ROCK!

Em

fins de 1985, quando Jesus Cristo ainda era menino e andava pela Terra, eu cursava o terceiro ano da Faculdade de Comunicação na FAAP quando fui surpreendido pelo convite de um dos meus professores para fazer estágio na nascente 89FM, a rádio rock. Corria novembro e a noticia que tínhamos era de que a partir do dia 2 de dezembro a programação da então Rádio Pool FM, dedicada a funk e disco music, alojada no dial em 89,1 MHz, seria substituída pela estética roqueira da 89FM. A emissora fazia parte do grupo que controlava a Rádio Cidade e foi nos estúdios desta última que, inicialmente, nos acomodamos eu, o outro estagiário Ricardinho Mendonça (que hoje integra o time do programa “Quem não faz toma” da UOL 89) e o programador Luís Augusto Alper. Juntos, reviramos o acervo de vinis das gravadoras da época, com o objetivo de montarmos o acervo da discoteca roqueira da rádio. Era uma delicia telefonar pruma gravadora e dizer: manda toda a coleção do Led Zeppelin, aeh! Quando bateu dezembro nos mudamos para a sede da rádio propriamente dita, na Praça Oswaldo Cruz, na Avenida Paulista, onde o rock começou a rolar. E foi demais! Roqueiro de carteirinha, eu ainda nem tinha fundado a Banda das Velhas Virgens e estava literalmente nas nuvens por poder trabalhar em alguma coisa que amava profundamente. Enquanto estagiário, minha função era... qualquer coisa: Atender telefones, abrir a porta, montar a programação (levando discos de vinil para o estúdio) e, eventualmente, fazer a seqüência musical da madrugada. Limpar janelas e varrer o chão também estava nas tarefas...

O rock brasileiro estava em alta e bandas em ascensão como Paralamas do Sucesso, Titãs, Legião Urbana, Barão Vermelho, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus e tantas outras recheavam o dial com hits cantados nas danceterias da cidade que eu, claro, freqüentava sistematicamente. Eu estava começando a sair de casa pra boemia e trabalhava numa rádio roqueira. O que mais eu poderia querer? Uma das coisas mais legais de ser estagiário da área de programação da 89FM era receber suplementos musicais das gravadoras, ou seja, discos e mais discos, de coletâneas do Doors a vinis do U2, Cult, Smiths e Cure. Lembro bem que durante este período de pouco mais de um ano minha discoteca pessoal quintuplicou. Além dos “bolachões”, as musicas também eram postas no ar em casseteiras que rodavam fitas cassete com velocidade alterada. Pensando nas facilidades da internet de hoje em dia, tenho que admitir que se tratava de um processo operacional pra lá de romântico. Foi estagiando na rádio rock que ouvi pela primeira vez um disco de Muddy Waters e pirei em seu blues pesado e eletrificado. Isso mudou minha vida. Foi na 89 que conheci pessoalmente Rita Lee, que apresentava um programa chamado Rádio Amador, em parceria com seu marido Roberto de Carvalho. Funny! Uma vez dei com Rita amuada no corredor, quase chorando, interpretando um personagem infantil meio non-sense. Entrei na brincadeira e perguntei o que tinha acontecido. Falando num idioma meio “tatibitati”, ela me disse que os diretores do programa não deixavam ela fazer o que queria em sua atração semanal. Peguei a “pequena” Rita pela mão,

entrei no estúdio e dei o maior sermão no técnico e nos produtores do Rádio Amador - leia-se - o escritor Antonio Bivar e o próprio Roberto de Carvalho - que imediatamente compraram a brincadeira e caíram na risada. Isso também mudou minha vida. Quando meu estágio acabou pintaram outras oportunidades de trabalho em TV e a verdade é que, ao contrário do Ricardinho, eu não sacava porra nenhuma de programação musical. Ele sim era fudido, misturando com classe Frank Zappa e Nenhum de Nós. Fui procurando meu caminho profissional como redator de TV, que é o que faço desde 1990, mas sempre mantive uma relação de carinho com o rádio, especialmente com a 89FM, que passou por várias fases, mudou de endereço e hoje faz novamente sucesso num parceria com o Portal UOL. Já fora da rádio, lembro-me de um programa de bandas novas que ia ao ar domingo à noite onde provavelmente as Velhas Virgens foram pela primeira vez executadas numa emissora de rádio. Faz tempo! Lamentei profundamente quando a emissora perdeu o caráter roqueiro e virou pop. E, como cria daquela discoteca que ajudei a montar (cujos vinis não existem mais), não posso esconder minha felicidade de ver a emissora novamente dedicada ao rock’n’roll. Sejam bem vindos ao Mundo Universitário, parceiros da 89FM, a rádio rock! Minha história com vcs é antiga!

Compartilhado por: Paulo de Carvalho (vulgo Paulão), bebedor de cerveja, vocalista da banda Velhas Virgens e pai da Majú. facebook.com/paulo.decarvalho.9 - @paulaovv - www.velhasvirgens.com.br


claro.com.br

AGORA NA CLARO VOCÊ ACESSA O FACEBOOK GRÁTIS.

AQUI VOCÊ NAVEGA DE VERDADE Promoção válida para clientes do segmento pré-pago que tiverem créditos válidos e ativos O acesso ao Facebook não gerará desconto na franquia de dados contratada a partir de 02/08/2013. Benefício válido exclusivamente para acessos via m.facebook.com e aplicativos Java, Android e iOS. Não está incluído na gratuidade da promoção todo acesso ou visualização a conteúdos externos ao Facebook, ainda que acessíveis a partir do próprio Facebook. Internet ilimitada a R$ 0,50/dia, franquia de 10MB/dia e velocidade de até 500Kbps. Após ser atingida a franquia, a velocidade será reduzida para até 32Kbps. Consulte condições da oferta e mais informações em www.claro.com.br

Jornal Mundo Universitário #20  

O Jornal mais jovem e mais ousado DO MUNDO! "O Mundo Universitário... Fora da sala de aula!"