Issuu on Google+

P6

BELEZA Cuidados básicos para a sua pele

Segunda-feira, 21 de Março de 2011 | Mundo Universitário Sénior | Edição n.º 3 | Distribuição gratuita

P7

ALERGIAS Saiba como lidar com elas

P8

viajar Sugerimos vários automóveis para diferentes percursos

P10

TECNOLOGIAs Não tenha medo de se agarrar ao computador

Resolva os seus problemas de sono. P4

P11

cultura Livros, discos e a companhia da Rádio SIM

Quem bem dorme muito aprende!


02 |

Mundo Universitário Sénior | Segunda-feira, 21 de Março de 2011

EDITORIAL Descanse bem e sorria

Faremos questão de partilhar as suas histórias e acontecimentos com a restante comunidade de leitores.

Índice

lalves@mundouniversitario.pt

‘‘

‘‘

Laura Alves • Directora

Editorial

Descanse bem e sorria ....................................................................... 02

SAÚDE Uma vida saudável começa na almofada Se dorme mal, conheça as principais razões e descubra como ultrapassar o problema ........................................ 04

BEM-ESTAR Pele hidratada é sinal de pele cuidada Dicas para tratar bem da sua pele .................................................... 06 Livre-se das alergias A Primavera chegou e as alergias andam aí. Previna-se................ 07

CONFORTO Acha que já é altura de mudar de carro? As nossas sugestões caso sinta que está na hora de trocar de automóvel ....................................... 08

TECNOLOGIAS Descubra como falar “tecnologiquês” Facebook? iPhone? Damos uma ajudinha para que perceba estas modernices ............. 10

CULTURA Música e livros Sugestões culturais que animam os seus dias ................................ 11

Entre em contacto com o Mundo Universitário Sénior Queremos saber o que acontece de importante na sua universidade. Se tem uma história interessante, deseja divulgar um evento ou tem uma opinião que gostaria de partilhar, contacte-nos: Jornal Mundo Universitário Sénior – Moving Media Estrada da Outurela, 118, Parque Holanda-Edifício Holanda, 2790-114 Carnaxide Tel.: 214 201 350 | E-mail: senior@mundouniversitario.pt

Está a ouvir? Este som de passarinhos a cruzar os céus e de árvores a florescer? É a Primavera a chegar, com tudo aquilo que você tem direito: dias maiores e mais quentes, a vontade de usar roupas mais ligeiras e de fazer longos passeios. Até parece que o nosso humor se altera por completo neste mês, em virtude desta mudança de estação. Está, por isso, na altura de atirar para dentro da gaveta o ar abatido e cinzento do Inverno e mostrar ao mundo o seu sorriso logo pela manhã, quando sai de casa. Acredite, faz toda a diferença. Claro que ajuda muito se tiver dormido bem na noite anterior. Infelizmente, as perturbações do sono são muito mais frequentes do que se possa imaginar e, caso não saiba, tendem a piorar com o avançar da idade. Problemas como a apneia do sono, as insónias ou mesmo o incómodo ressonar são grandes inimigos de uma noite de sono repousante e regeneradora. É por essa razão que, aproveitando o facto de ainda há poucos dias se ter assinalado o Dia Mundial do Sono, lhe revelamos na rubrica de saúde alguns comportamentos que deve adoptar para que o seu descanso nocturno corra sem percalços. E verá como, estando com o corpo e a mente bem repousados, terá mais energia e vitalidade para apreciar cada dádiva que a natureza lhe traz nesta altura. Estará, por exemplo, mais desperto para as aulas e formações que está a desenvolver na sua universidade. E o Mundo Universitário Sénior, este jornal que está a ler e que vai agora na sua terceira edição, tem todo o gosto em acompanhar o seu percurso enquanto estudante. Nunca se é demasiado velho para aprender e, com certeza, a instituição em que está matriculado(a) desenvolve muitas iniciativas interessantes. Fazemos, desde já, o convite: envie-nos informações sobre os eventos que vão acontecer nos próximos tempos, conte-nos uma história curiosa ou fale-nos de uma personagem caricata da sua universidade. Faremos questão de partilhar as suas histórias e acontecimentos com a restante comunidade de leitores, nas próximas edições. E caso já esteja familiarizado(a) com a rede social Facebook, teremos todo o prazer em o ver pela nossa página – em www.facebook.com/MUSenior. Além de poder aceder às edições online, pode interagir com a equipa do Mundo Universitário Sénior e divulgar os eventos da sua universidade. Seja bem-vindo(a)!

E U Q A T S E D CUTLA promove Semana da Saúde O CUTLA – Clube Universitário de Tempos Livres da Amadora inicia hoje a Semana da Saúde, com actividades a decorrer até dia 24, quinta-feira. Esta iniciativa já é realizada desde 2008 e, nesta edição, os participantes têm oportunidade de assistir a palestras sobre diversas especialidades médicas, alguns dos problemas de saúde que mais afectam a população e ainda formas alternativas de terapia como a reflexologia e a homeopatia. Durante a semana haverá também actividades lúdicas como danças de salão, sevilhanas e ainda grupos corais e de cavaquinhos. Se está ali pela zona não deixe de participar. Para mais informações aceda a www.cutla.pt.

ficHa TécNicA: Propriedade: Moving Media Publicações Lda | Empresa n.º 223575 | Matrícula n.º 10138 da C.R.C. de Lisboa | NIPC 507159861 | Conselho de Gerência: António Stilwell Zilhão, Francisco Pinto Barbosa, Gonçalo Sousa Uva | Directora Editorial: Laura Alves | Colaboradores: Andreia Arenga, André Mateus, Eliana Silva, Emanuel Amorim, João Tomé, Renata Lobo | Paginação: Filipa Andrade | Revisão: Catarina Poderoso | Marketing: Vanda Filipe | Publicidade: Margarida Rêgo (Directora Comercial), Elsa Tomé (Account Sénior), Mariana Jesus (Account Júnior) | Distribuição: José Magalhães | Sede Redacção: Estrada da Outurela n.º 118 Parque Holanda Edifício Holanda, 2790-114 Carnaxide | Tel: 21 420 13 50 | Tiragem: 7 500 | Distribuição: Gratuita | Impressão: Grafedisport; Morada: Casal Sta. Leopoldina – Queluz de Baixo 2745 Barcarena; ISSN 1646-1649.


publicidade

PASSATEMPO VENHA D-VIAGEM COM O MUNDO UNIVERSITÁRIO SÉNIOR

ganhE uma viagem

a tenerife com pensão completa

O passatempo decorrerá de 21 de Março a 15 de Abril de 2011, em 10 Universidades Seniores/ RUTIS, nas seguintes cidades: Lisboa, Porto, Coimbra, Santa Maria da Feira e Évora. Para participarem, os alunos devem preencher os dados da ficha de inscrição e elaborar uma frase com as palavras “Mundo Universitário Sénior” e “D-Viagem”. Automaticamente ficarão habilitados a ganhar o prémio do passatempo. As frases serão seleccionadas segundo um critério de criatividade, originalidade e coerência com a temática do passatempo. O prémio será uma viagem para uma pessoa a Tenerife com pensão completa. Duração da viagem: 8 dias e 7 noites, avião (taxas incluídas), transfer em autocarro do aeroporto ao hotel e vice-versa, estadia em hotel de 4 estrelas em regime de pensão completa (águas e vinho incluídos), seguro de viagem, assistente técnico de saúde todos os dias no hotel, guia especializado e uma excursão gratuita.

FAÇA AS MALAS COM A D-VIAGEM E O MUNDO UNIVERSITÁRIO SÉNIOR FICHA DE INSCRIÇÃO DADOS PESSOAIS: Nome Completo: _______________________________________________ Morada: ______________________________________________________ Código Postal: _______ - ______ Localidade: _______________________ Telefone: ____________ Telemóvel: ____________ E-mail: ____________ ______________________________ Data de Nascimento: ____/____/____ Instituição de Ensino Sénior: _____________________________________ Para se habilitar a uma viagem a Tenerife, escreva uma frase que inclua D-VIAGEM e MUNDO UNIVERSITÁRIO SÉNIOR: ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________. Li e aceito as condições e regulamento. Aceito que os meus dados sejam utilizados para outras acções de Marketing da D-Viagem e Mundo Universitário Sénior.

Assinatura: Envie este cupão via CTT para a morada indicada abaixo até dia 15 de Abril de 2011. Passatempo Venha D-Viagem com Mundo Universitário Sénior Moving Media Publicações – Mundo Universitário Sénior, Estrada da Outurela, 118, Parque Holanda - Edifício Holanda, 2790-114 Carnaxide

______________________________________________________________


04|

Mundo Universitário Sénior| Segunda-feira, 21 de Março de 2011

Saúde dificuldades em dormir. Cerca de 30 por cento da população tem problemas relacionados com o sono e 17 por cento sofre de insónias

D

Dicas para dormir melhor • Deite-se apenas quando tiver sono. Forçar o adormecer só irá aumentar a sua ansiedade e atrasar o seu sono; • Se não conseguir adormecer passados 30 minutos de ter ido para a cama levante-se e faça algo relaxante como ler um livro ou ouvir música; • Não se deite sem comer, faça uma refeição ligeira; • Tente levantar-se todos os dias à mesma hora, independentemente do número de horas que dormir; • Evite fazer sestas e, se as fizer, que sejam curtas, de 20 a 30 minutos, e nunca depois das 15 horas; • Não veja televisão no quarto. Um estudo norte-americano lançado recentemente pela National Sleep Foundation (Fundação Nacional do Sono) mostra que jogar jogos de vídeo ou ver TV muitas horas antes de dormir perturba o sono; • Evite beber bebidas alcoólicas pelo menos duas horas antes de se deitar. Opte por tomar um chá (excepto chá preto ou outro que contenha teína); • Evite tomar café ou chocolates durante a tarde ou depois do jantar; • Evite fumar antes de ir dormir. A nicotina é um estimulante; • Não se deite a pensar nas preocupações do dia seguinte; • Evite o exercício físico quatro horas antes de se deitar; • Mantenha o quarto silencioso, escuro e fresco; • Evite tomar medicamentos para dormir. Faço-a apenas sob vigilância médica.

Uma vida saudável começa na almofada

Dormir bem é essencial para uma vida saudável. Mas há vários factores que, por vezes, nos impedem de desfrutar de uma bela noite de sono. O stress, a ansiedade e as preocupações do dia-a-dia são muitas vezes a causa de problemas como as insónias que, de acordo com um estudo da Associação Portuguesa do Sono, atinge cerca de 17 por cento da população portuguesa. Texto: Andreia Arenga

O

sono é fundamental na vida do ser humano e a sua privação pode ter consequências graves em muitas facetas da nossa vida. O aumento da probabilidade de contrair várias doenças crónicas, dificuldades de concentração, diminuição de desempenho no trabalho, e até alterações no humor são algumas das consequências de dormir mal. Em média, um adulto deve dormir 8 horas por dia. No entanto, a partir dos 65 anos essa meta normalmente é reduzida para as 6 horas, já que as pessoas tendem a dormir menos à medida que envelhecem. A insónia antinge 17 por cento da população Há várias perturbações associadas ao sono ou à falta

dele, e a insónia é uma das mais frequentes. Este problema não é uma doença, mas sim um sintoma de outras alterações emocionais como a ansiedade, nervosismo, stress ou depressão. De acordo com um estudo efectuado recentemente pela Associação Portuguesa do Sono, 17,7 por cento da população portuguesa sofre de insónias. Este problema é mais frequente nas mulheres e em pessoas com idades entre os 65 e os 79 anos de idade. A insónia é a dificuldade em permanecer adormecido e manter um sono reparador e constante. Algumas pessoas com este sintoma queixam-se de acordar várias vezes durante o sono e ficam com a sensação de que não descansaram o suficiente. Outras conciliam

o sono normalmente, mas despertam antes do habitual nas primeiras horas da manhã, sobretudo as pessoas de idade avançada. Dificuldade em respirar durante o sono É uma das perturbações mais graves que impedem uma boa noite de repouso. A apneia acontece quando a respiração se suspende repetidamente durante o sono e, em alguns casos, pode até levar a uma paragem cardíaca e à morte. Esta doença deve-se a uma obstrução na garganta ou nas vias respiratórias e é mais comum nos homens que sofrem de obesidade. O risco de desenvolver a apeneia do sono é maior em pessoas que fumam ou que sofrem de doenças pulmonares, mas

também devido ao abuso de bebidas alcoólicas. Alguns dos sintomas deste problema são o ressonar, as pausas de respiração durante o sono e mesmo o despertar repentino. Nos casos mais graves, as pessoas afectadas têm crises repetidas de falta de ar durante o sono.

Leituras para bem dormir O neurologista Ângelo Soares lançou recentemente o livro ‘Sono’ que mostra como dormir bem é importante para uma vida saudável e equilibrada. Em entrevista, o autor explica-nos quais os efeitos negativos que a falta de sono podem ter na nossa vida. Quais são as pessoas mais afectadas pelos problemas associados ao sono? Praticamente todos os grupos etários, mas os mais queixosos são os idosos. Têm a tendência para estarem sonolentos a toda a hora e quando vão para a cama não fazem um sono profundo. Muitas vezes vingam-se tomando comprimidos que induzem o sono superficial e continuam a ter a necessidade de dormir. Quais são as principais causas e consequências de noites mal dormidas a fio? As causas principais, na ordem dos 45 por cento, são do foro psicológico. A ansiedade, a angústia, a depressão. E a sociedade portuguesa hoje em dia sofre muito disso. Quanto às consequências, além de ser desagradável para a pessoa, pode também provocar alterações ao nível do sistema imunitário e pode ser prejudicial para a saúde. As insónias continuam a ser uma das perturbações mais frequentes ou existem outras? A insónia é, de longe, a mais frequente. Claro que também há queixas de ressonar; outra das queixas é a síndrome das pernas irrequietas que é quando a pessoa mexe muito as pernas até adormecer. Há outras mais complicadas, mas estas são as mais habituais.


publicidade


06|

Mundo Universitário Sénior| Segunda-feira, 21 de Março de 2011

Bem-estar

Ser como uma estrela de cinema? Porque não?

cuide de si. Dicas para que o seu rosto mostre a juventude que tem na alma

Embora o rosto seja o grande cartão de apresentação que cada um de nós tem, este não é o único elemento que tem que ser hidratado. Além do rosto e do corpo, dê uma especial atenção às mãos, que a partir desta idade têm tendência a criar manchas escuras – deve usar-se um creme de mãos com protecção solar. Se no mundo feminino pode inspirar-se em Sharon Stone, Michelle Pfeiffer ou Helen Mirren, os homens podem pensar em George Clooney, Pierce Brosnan, Harrison Ford ou Robert Redford. Marcas sugeridas, adaptadas a todos os bolsos:

Perfumaria (Estée Lauder)

Farmácia (Lierac)

Supermercados (L’Oréal/Nivea)

Pele hidratada é sinal de pele cuidada

M

Nos dias que correm, ter 50 ou 60 anos não é o mesmo que ter essa idade há 20 anos. Os tempos são outros e, com rugas ou não, a verdade é que a idade traz uma luta contra o tempo. E muitas pessoas acabam por cair na armadilha de querer parecer forçadamente muito mais novas do que aquilo que são. Eis algumas dicas para envelhecer graciosamente. Texto: Eliana Silva

H

á quem diga em tom de brincadeira que com a idade, os homens ganham charme e as mulheres rugas. Engane-se quem acredita nisto, porque há formas de contornar o envelhecimento da pele e, tanto os homens como as mulheres, podem manter-se bonitos, elegantes e saudáveis. Há, desta forma, um caminho a percorrer. Tem uma alimentação saudável? Faz exercício regularmente? Bebe muita água? Ora, se respondeu que sim a tudo isto, pense que o mais difícil já fez. A determinação genética é um factor importante, mas os hábitos que teve até ao momento são os mais determinantes: a quantidade

de radiação ultra-violeta acumulada, o tipo de vida que levou e leva, alimentação, fumo, álcool, exercícios, tudo é relevante agora. A própria atitude que cada um tem em relação à forma de estar na vida – alegria e boa disposição – contribuem de forma decisiva também. Sinta-se bem na sua pele Assim, vemos nos dias de hoje pessoas de 50 anos que parecem muito mais jovens e outras da mesma faixa etária que parecem mais velhas. Levar em conta e reavaliar todos estes factores é o primeiro passo para se sentir mais jovem. A medicina tem evoluído bastante de modo a ajudar cada pessoa a encontrar o seu ideal estético.

É perfeitamente normal que uma mulher com mais de 50 anos tenha um visual sexy, desde que não queria aparentar ser muito mais jovem do que realmente é. Se houver exagero, o sensual passa a ser vulgar. Não dá para querer ter uma aparência de 20 aos 50 anos. A palavra-chave é moderação e a receita aplica-se tanto a mulheres como a homens. Cuidados básicos De forma a cuidar da sua aparência, deve diariamente proteger a pele do sol para que possíveis manchas não surjam. Hoje em dia existe uma variedade de produtos para peles masculinas e femininas ao seu dispor até no supermer-

cado. Em primeiro lugar, limpar – com um creme de limpeza ou gel consoante o tipo de pele – depois hidratar olhos e a pele do rosto com um hidratante anti-idade; por fim colocar protector solar, especialmente se for mulher e se já tiver tido filhos. As senhoras, idealmente, deverão repetir o ritual à noite, mas em vez do hidratante, aplique um serúm depois da limpeza de pele, além de fazer uma esfoliação semanalmente. Estes são rituais de beleza ideais. Ou já os tem enraizados ou então é complicado que façam efeito. Se encarar o uso do creme hidratante como um gesto de higiene vai aplicá-lo da mesma forma que lava os dentes diariamente.

Maquilhagem para mulheres depois dos 50 anos • Antes de qualquer maquilhagem é importante que nutra e proteja a sua pele, porque isso também vai fazer com que espalhe a base da melhor forma. Coloque um creme no contorno dos olhos, acima dos lábios e à volta do nariz; • Se usar uma base com um tom mais claro do que a sua pele, o seu olhar fica mais brilhante. Escolha uma base líquida, porque são aquelas que fazem com que o produto penetre mais uniformemente na pele. Se tiver manchas ou rugas aplique um corrector num tom mais leve que a sua pele; • Na boca, a dica é: antes de aplicar o batom na cor desejada, fazer o contorno dos lábios com lápis da cor do batom para, em seguida, aplicá-lo. Os traços dos lábios ficam mais bonitos e evita que o batom escorregue, sendo que o glosse seria dispensado. Se tiver pele clara, opte por um blush pêssego ou rosado. Se a sua pele for morena, escolha os tons avermelhados, como o terracota.

pub

Virilfyt® melhora a saúde sexual masculina Virilfyt® é um suplemento alimentar natural especialmente concebido para a saúde sexual do homem. A fórmula de Virilfyt® combina minerais, extractos de plantas e aminoácidos – como o zinco, a arginina, o ginseng, a erva damiana e graínhas de uva – que ajudam a melhorar o desempenho sexual, a proteger a função reprodutiva e auxiliam em casos de impotência. À venda em dietéticas, farmácias e lojas celeirodieta.


Segunda-feira, 21 de Março de 2011 | Mundo Universitário Sénior

| 07

BEM-ESTAR

MANTER A FORMA FÍSICA Rui Barros - Instrutor da cadeia Womanfit www.womanfit.pt

O sonho de ter uma melhor qualidade de vida Para se ter uma melhor qualidade de vida é necessário manter o peso dentro dos índices de massa corporal indicados. Para se manter em movimento, o corpo necessita de “queimar” energia, o que pode ser feito em regime de esforços “anaeróbios” – ausência de oxigénio (esforços de curta duração e de grande intensidade) ou esforços “aeróbios” – presença de oxigénio (esforços de longa duração e de intensidade média). Diz-nos a ciência do treino que os esforços “aeróbios” são aqueles que proporcionam a queima de massa gorda, em abundância, e que para nos situarmos em esforços desta natureza, devemos apresentar frequências cardíacas no intervalo de 50 a 60 por cento da frequência cardíaca máxima (calculada durante a avaliação funcional), e prolongar esse esforço no mínimo por 30-40 minutos por sessão com uma regularidade de 3 vezes por semana. Assim, para se manter num bom nível de condição física que lhe irá proporcionar uma melhor qualidade de vida é necessário dividir o exercício físico em duas partes, que devem funcionar em simultâneo: 1.ª Parte – Treino cardiovascular, que visa a queima de gorduras em excesso em todas as regiões do corpo. 2.ª Parte – Treino de tonificação muscular tendo por objectivo a sustentação de toda a estrutura esquelética e ajudará a ultrapassar algumas patologias provocadas por más posturas.

Livre-se das alergias

Mantenha-se activo Na sequência da primeira parte do exercício (trabalho cardiovascular) existem várias modalidades e actividades que poderão ser realizadas tanto ao ar livre como em ginásios. Ao ar livre: caminhar, correr, andar de bicicleta; no ginásio: cycle, exercício em circuito, actividades com máquinas cardiovasculares como andar na passadeira. Nota: Em qualquer destas actividades é importante utilizar um contador de frequências cardíacas de forma a assegurar que está a realizar um trabalho aeróbio. Na segunda parte do treino existem vários exercícios e modalidades que podem ser realizadas tanto em casa como em ginásios. Estes exercícios poderão ser orientados especificamente para as regiões do corpo mais sensíveis: braços, barriga, glúteos e pernas. É importante ter em conta os benefícios de uma prática de actividade física regular com orientação especializada ou através de uma prática livre. Lembre-se que para melhorar a sua qualidade de vida é essencial ser activo. Af_TenaDirect_MS_128x158.pdf

Já se pode sentir a Primavera no ar. O tempo aqueceu, os dias tornaram-se mais longos. Infelizmente, é também nesta época que as flores desabrocham, levando os pólenes no ar a atingir concentrações muito elevadas e convidando insectos com ferrões a circular por aí, as condições ideais para o aparecimento e desenvolvimento de alergias. Texto: André Mateus O que é uma alergia? Uma alergia não é mais do que uma hipersensibilidade, uma resposta do corpo a uma certa substância que considera perigosa para o organismo, quando esta não o deveria ser.

cremes, produtos de limpeza e objectos de plástico ou metal ocorrem também com alguma frequência e, a par das alergias alimentares, são as que conduzem a reacções mais graves como o choque anafilático.

Alergias mais comuns As alergias respiratórias como a febre dos fenos, a renite alérgica (sazonal ou perene) ou a asma são as mais comuns os seus principais sintomas involvem nariz tapado, comichão, espirros, corrimento nasal, tosse e dificuldade respiratória. A renite alérgica perene chega mesmo a afectar 30 por cento dos portugueses com mais de 65 anos e pode provocar problemas respiratórios mais graves se ignorada, o que acontece frequentemente, já que os sintomas facilmente se confundem com os de uma gripe normal. As alergias dermatológicas, provocadas pelo contacto na pele de picadas de insectos e agentes como

Será que tem uma alergia? Nariz a pingar, olhos a chorar, sempre a coçar a pele, tosse, pieira e cansaço, mas os exames ao coração estão todos normais... Será um problema alérgico? Não ignore os sintomas. Mudou de local de residência? Tem um novo animal de companhia? Tem passado mais tempo no campo? Tem uma nova actividade de tempos livres? Qualquer um destes factores pode indicar que desenvolveu uma alergia.

alergologista para evitar complicações mais graves e garantir a sua qualidade de vida. Deverá então tomar os medicamentos receitados pelo especialista e nunca esquecer de limpar as fossas nasais através do soro fisiológico. Outras alternativas incluem vacinas antialérgicas ou imunoterapia específica. C

E agora? Como tratar? Os sintomas das doenças alérgicas são controláveis e a melhor forma de tratamento é procurar o controlo dos mesmos com um

M

Y

CM

E como prevenir? A melhor maneira de prevenir o aparecimento de alergias começa dentro de casa. Tornar a habitação num ambiente limpo, livre de pó ou poeira e bem arejado é um dos melhores métodos para a prevenção. No caso de uma alergia dermatológica ou alimentar, a única solução possível é manter-se o mais longe possível do agente. Fazer a limpeza nasal, assoar o nariz quando existe irritação nasal e lavar frequentemente o nariz com soro fisiológico são outras práticas que, com pouco esforço, ajudam na prevenção destas doenças. MY

CY

CMY

K

1

11/02/04

01:01

publicidade


08|

conforto

Mundo Universitário Sénior| Segunda-feira, 21 de Março de 2011

CONFORTO, SEGURANÇA E PASSEIOS Volvo XC70

Acha que já é altura de mudar de carro?

Na hora de comprar um novo automóvel é importante definir qual é o tipo de utilização que lhe quer dar, bem como, claro, o preço que está disposto a pagar. De seguida damos três exemplos de automóveis que se distinguem nos seus segmentos, para usos bem diferentes. Texto: João Tomé PARA LEVAR A FAMÍLIA

Seat Alhambra

Considerado monovolume do ano em Portugal, o Alhambra é em tudo semelhante ao primo Volkswagen Sharan, ambos fabricados em Palmela, na Autoeuropa. A principal vantagem de um monovolume como este é a facilidade com que leva sete ocupantes – excelente, portanto, para levar a família numa viagem longa ou curta. Se o aspecto é moderno, o mesmo se passa com o interior, com espaço amplo e uma bagageira a chegar a uns incríveis 885 litros na configuração de cinco lugares. Os dois lugares da terceira fila de bancos contam com um sistema apelidado Easy-Fold, o que permite que estejam integrados no fundo da mala, podendo ser colocados apenas com uma mão – versatilidade não falta.Mas a maior novidade no acesso ao interior são as portas traseiras deslizantes, que tornam bem mais fácil a tarefa de entrar em espaços apertados e que, em opção, podem ter accionamento eléctrico com sistema de antientalamento. A comodidade sai em muito beneficiada. Com preços no motor a gasolina desde os 29.937 euros, a oferta Diesel, mas apetecível, começa nos 35.537 euros na versão 2.0 TDI de 140 cv. A grande diferença do Alhambra para o Sharan é a melhor relação preço/equipamento que a Seat oferece.

Não é um SUV, mas tem uma razoável altura relativamente ao solo. O Volvo XC70 faz jus à reputação que a marca sueca tem vindo a recolher ao longo dos anos no mercado automóvel. É uma carrinha com um nível de conforto e segurança excepcionais, que tem “garras” que chegam para os passeios longos e curtos, em estrada e fora dela. Esta carrinha de aspecto musculado e que é perita em polivalência na estrada, distingue-se pela maior altura ao solo do que o normal. Isso significa que na hora de passar por estradas esburacadas ou mesmo por estradas de terra e alguns obstáculos, a XC70 não se faz rogada e cumpre como praticamente nenhuma carrinha no mercado. Desde o ano passado que a Volvo incluiu a XC70 na sua gama DRIVe, de motores ecológicos, com um novo motor mais poupado que consegue gastar bem menos combustível, mas ficou com menos potência para aventuras maiores no fora de estrada. Com materiais agradáveis e de boa qualidade no interior e muito espaço global, o conforto em andamento da suspensão é espantoso e, apesar de ter alguma altura, a carroçaria oscila pouco em curvas. Segurança também não falta, com a Volvo a incluir sistemas de aviso de mudança de faixa, aviso de aproximação de carros no chamado “ângulo morto” e um ‘cruise control’ que trava automaticamente o XC70 face à aproximação de um obstáculo. O preço para esta coqueluche sueca começa nos 50 mil euros. Pontos fortes Bom nível de conforto e segurança Poupança de combustível Interior feito de materiais biodegradáveis Espaçoso

Pontos fortes Capacidade para sete pessoas Espaçoso a todos os níveis Portas traseiras deslizantes Boa relação qualidade/preço

VOLTAS NA CIDADE Toyota iQ A resposta da Toyota ao ‘smart fortwo’ (da Mercedes) dá pelo nome de iQ e é um citadino Premium. Na prática, isso significa que o iQ aposta numa qualidade rara num segmento tão baixo. E a verdade é que será difícil achar no mercado português um carro tão pequeno e com um conceito e motor tão cativantes quanto este iQ. Daí que a Toyota diga que o seu ‘mini’ carro foi feito para revolucionar a mobilidade urbana. Com menos de três metros e espaço para três ocupantes adultos mais uma criança, o aproveitamento do espaço é notável e superior ao do smart. Para se ter uma bagageira razoável há que prescindir de um ou dos dois lugares traseiros (fica-se com 238 litros de bagageira). A Toyota fabricou o iQ de raiz, redesenhando várias componentes para tornar tudo mais compacto e aproveitar como nunca o espaço disponível. Mas o que mais surpreende no iQ é a ampla brecagem da direcção (excelente para estacionamento e para fazer inversões de marcha) e o seu desempenho. Tem uma agilidade para cidade notável e uma dinâmica muito equilibrada. Tanto o motor de 1,0 litros a gasolina de 68 cv, como turbodiesel de 1,4 litros de 90 cv não só são bons para a cidade como têm fôlego para velocidades elevadas com bom nível de segurança nas auto-estradas. O motor 1.0 está disponível desde 13 mil euros. Pontos fortes Bom aproveitamento do espaço Ampla brecagem da direcção Bom desempenho tanto na cidade como em auto-estrada


Press_Ortis_260 x340 .pdf 1 2/9/2011 3:28:59 PM

publicidade

Trânsito intestinal lento?

C

M

Y

CM

MY

CMY

K

1 milhão de pessoas já encontraram a solução. + de 50 milhões

o did de cu n e v s bo

s

CY

Continua sem ver a saída para o seu problema intestinal lento? Siga as indicações de 1 milhão de consumidores: Frutos & Fibras, o cubo original de eficácia comprovada* dos Laboratórios Ortis, à base de frutas naturalmente ricas em fibras, que regula o seu trânsito intestinal de forma suave e eficaz. Basta tomar um cubo ao deitar para que sinta o efeito logo pela manhã. Estudo de eficácia dos cubos Frutos & Fibras de Junho de 2009: + 50% na aceleração do trânsito intestinal + 67% na frequência de evacuações semanais + 160% na facilidade de evacuação

[17 jan 2011]

7


10|

Mundo Universitário Sénior| Segunda-feira, 21 de Março de 2011

tecnologias

G

PASSO EM FRENTE. Conheça melhor as engenhocas dos seus filhos e netos

GLOSSÁRIO

Chat: Algumas aplicações/programas permitem conversar em tempo real através de mensagens instantâneas de texto, em computadores que estejam ligados à Internet. O mais conhecido de todos é o Messenger, mais correctamente Windows Live Messenger (http://explore. live.com). Mas hoje em dia qualquer rede social tem uma janela de chat associada para falarmos com os nossos contactos. Download: Transferência de um ficheiro da Internet para um computador. Link: Diminutivo para “hiperlink”, quer dizer (hiper)ligação para outra página, outro texto, fotografia, vídeo ou website. A ideia de navegar na Internet tem por base a utilização dos links. Quando a meio de um texto, por exemplo, vir palavras com cores diferentes ou sublinhadas, na maioria das vezes é uma ligação para outro sítio. Online: Podemos traduzir para ‘em linha’, ou seja tudo o que está disponível na Internet está online. E quando um utilizador (qualquer um de nós) aceder à Internet, também se diz que está online. Post: A tradução mais próxima talvez seja “publicação”, mas os portugueses agora usam “post” e “postar”, como se de pescada falassem. Nas redes sociais, cada um tem uma página inicial, em que pode publicar (postar) o que quiser, desde textos, links, fotografias ou vídeos.

Descubra como falar “tecnologiquês” Texto: Renata Lobo

Registo: Há sites que pedem registo, sempre que for necessário identificar o utilizador, como é o caso das redes sociais, lojas, bancos e outros serviços online. É uma medida de segurança, em que pedem sempre o e-mail e uma palavra-passe, para que possa utilizar de forma privada e pessoal aquilo que pretende. Em inglês pode aparecer muitas vezes a expressão ‘Sign in’. É mesmo aí que tem de carregar para dar início ao processo de registo. Upload: Ao contrário do download, é a transferência de um ficheiro de um computador para a Internet.

Internet, blogue, Facebook, iPhone… Na última década o nosso vocabulário ganhou novas palavras graças à evolução das novas tecnologias. Neste artigo, sempre que não perceber uma palavra, consulte o nosso mini-glossário. Porque as “palavras difíceis” só precisam de uma explicação clara… O primeiro passo… …é mesmo ter uma conta de correio-electrónico (e-mail), que é como mandar uma carta digital. Sem um endereço de e-mail não é possível aceder a alguns sites que pedem um registo inicial, sendo obrigatório facultar o e-mail para confirmação do registo. Claro que, além disso, o e-mail é ainda uma das mais importantes ferramentas pessoais e profissionais, substituindo em larga escala o correio tradicional. Um dos serviços de e-mail que recomendamos é o Gmail e está disponível em www.gmail.com. Redes sociais? Já deve ter ouvido falar de Facebook, Twitter, Hi5, MySpace, Orkut, Linkedin,

YouTube e outros palavrões que tal. São as chamadas redes sociais e cada uma delas tem características específicas. Mas uma coisa em comum: servem para comunicarmos uns com os outros online, partilhando pensamentos, fotografias, vídeos, músicas e até mesmo falar em tempo real via chat. O acesso a qualquer rede social é relativamente fácil para quem já domina a Internet. O Facebook é a rede social mais famosa do planeta e para compreender melhor este novo mundo, porque não ver o filme “A Rede Social”? Entretanto pode ir explorando em www.facebook.com. Comprar na Internet Aqui só precisa de um com-

putador, acesso à Internet, um cartão de crédito e, para quem está a começar, alguma paciência. Sem isto nada feito. O processo é simples. Vai um exemplo? Vamos dar o que consideramos mais prático: hipermercados. Já imaginou encomendar as suas coisinhas todas no computador e alguém levá-las à porta? Como

em quase todos os serviços online, é necessário um registo prévio. Ouvir música onde quiser Não vale a pena dizer “bom dia” quando entra no metro ou no autocarro. De certeza que já reparou que metade das pessoas vai com auscultadores enfiados na orelha. Muito provavelmente estão ligados ao telemóvel ou a um leitor de mp3, ou seja, um leitor de ficheiros digitais de música. Estes ficheiros podem ser adquiridos na Internet, através de download, ou transferidos para o computador a partir de um CD. E nada de andar a “sacar” músicas sem pagar, pois é considerado um acto de pirataria e até pode dar multas!

A revolução da maçã Os produtos da empresa Apple têm como público-alvo principal os mais jovens, mas nós não queremos saber disso. Em 2001 lançaram o primeiro iPod, um leitor portátil de música e vídeo mais leve, simples e com um design moderno. Hoje há muitas versões de iPods, consoante a preferência de cada um. Em 2007 lançam o iPhone, um telemóvel com as características de câmara digital, acesso à Internet, leitor de música e um ecrã táctil para fa-

cilitar a navegação. Finalmente em 2010 é lançado o iPad, também com ecrã táctil, mas de grande dimensões, acesso à Internet, jogos, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros disponíveis online, além de jornais e revistas que tenham este serviço, e muitas outras aplicações. A Apple tem uma farta legião de seguidores, até pela facilidade com que se pode adquirir produtos em suporte digital na loja online iTunes (www.apple. com), a partir de qualquer um destes aparelhos.


Segunda-feira, 21 de Março de 2011 | Mundo Universitário Sénior

| 11

cultura

Esqueça, por momentos, a austeridade, o PEC, a crise política e económica. Não se deixe deprimir pelos discursos pessimistas, vá ao teatro, leia um livro, oiça um disco, passeie. Alegre-se. O Mundo Universitário Sénior ajuda-o a escolher. Texto: Emanuel Amorim

Carlos Lopes Locutor Rádio Sim

Uma verdadeira lição de vida Quando me desafiaram a criar uma rubrica na Rádio SIM sobre as Universidades Seniores, o que aconteceu em Outubro de 2010, estava bem longe de imaginar o maravilhoso mundo que diariamente tenho vindo a descobrir no contacto directo com as várias UTI’s (Universidades da Terceira Idade) espalhadas pelo país. Graças a esse diálogo diário, sou testemunha privilegiada do fantástico trabalho que nestas instituições é desenvolvido, bem como da enorme alegria que, aqueles que decidiram voltar à escola para aprender e partilhar experiências de vida, sentem ao realizar as diversas actividades curriculares. Desta feita, gostaria de partilhar uma das experiências que mais me marcou. Recentemente a cidade de Torres Vedras foi palco do concurso de Cultura Geral promovido pela RUTIS (Rede das Universidades da Terceira Idade), sendo a Universidade Sénior local a anfitriã do evento. Confesso que fiquei admirado com a excelência da organização e o empenho daqueles voluntários (homens e mulheres) que, não regateando esforços, se empenharam de forma dedicada para que o concurso fosse um sucesso… e na verdade foi! Nesse dia, mais de um milhar de alunos das diversas universidades seniores, do Norte ao Sul do País, conviveram de forma salutar, proporcionando a todos os presentes um dia inesquecível. Inolvidável foi igualmente a conversa que tive com uma das alunas da Universidade Sénior de Grândola, a Dona Vitalina, actualmente a mais idosa aluna do País, que nesse dia se fez acompanhar pelo seu “personal trainer”, um jovem com idade para ser seu bisneto. Os dois dedos de conversa que trocámos e a vontade de viver que a Dona Vitalina demonstrou, bem como a de ensinar e de continuar a aprender, apesar dos seus 95 anos, tocaram-me fundo na alma. Foi uma verdadeira lição de vida que não mais esquecerei, assimilada naquele dia bem passado em Torres Vedras e que dá sentido ao velho adágio popular: velhos são os trapos.

‘‘

‘‘

Foi uma verdadeira lição de vida que não mais esquecerei.

MÚSICA

LIVROS

Viva a República Viva! Vitorino Comemorou-se, em 2010, o Centenário da República e entre exposições, livros e festejos Vitorino decidiu contribuir também para a celebração. ‘Viva a República Viva!’ recria aquela que poderá ter sido a música popular da época, inspirada nos registos que sobreviveram ao tempo. As letras, escritas maioritariamente por Vitorino, contam de forma ficcionada histórias da luta pela implantação da República. É não só um álbum de celebração da República, como também uma celebração da liberdade.

O Trompete de Miles Davis Francisco Duarte Azevedo É primeiro romance de Francisco Duarte Azevedo, diplomata de profissão. O título é sugestivo e remete, desde logo, para um objecto que desaparece – o trompete verde de Miles Davis – e que origina uma investigação policial. O investigador é um português radicado nos EUA, amante de jazz, de livrarias e de livros. Bem escrito, o livro leva o leitor para os meandros da comunidade portuguesa nos EUA.

As Gavetas do Amor Viviane Depois de participar no projecto Rua da Saudade, que revisitava as canções de Ary dos Santos, Viviane volta às edições a solo com ‘As Gavetas do Amor’. A cantora explora três universos que lhe são caros: o fado, o tango e a canção francesa. ‘É um disco que fala do amor, dos vários tipos de amor, e onde Viviane dá a voz a poetas como José Luís Peixoto, Fernando Pessoa, Vasco Graça Moura ou Eugénio de Andrade. ‘As Gavetas do Amor’ confirma Viviane como uma das melhores intérpretes da canção portuguesa. The Cherry On My Cake Luisa Sobral As influências de Luisa Sobral são muitas e variadas e isso reflecte-se no seu primeiro disco a solo. Podemos dizer que ‘The Cherry On My Cake’ cruza, de forma descomplexada, o jazz vocal com a pop inocente. A jovem cantora portuguesas tem uma voz frágil e doce, mas segura de si, e revela-se uma talentosa escritora de canções açucaradas. ‘The Cherry On My Cake é uma estreia inspirada, que coloca Luisa Sobral na lista de nomes a ter em conta no presente e no futuro. Conta-me Como Foi Banda Sonora A série ‘Conta-me Como Foi’ da RTP recebeu unânimes elogios pelo retrato fiel que conseguiu fazer dos anos 60 e 70. Para isso contribuiram não só os cenários, guardaroupa e outros adereços, como a própria banda sonora. Escolhida entre as músicas que marcaram essas décadas, esta compilação reúne alguns dos sucesso musicais de nomes como Simone de Oliveira, António Calvário, Amália Rodrigues ou Carlos Paredes. É, sem dúvida, uma boa forma de reviver aqueles que alguns consideram anos de ouro para a canção portuguesa.

Pássaros na Boca Samanta Schweblin ‘Pássaros na Boca’ é a porta de entrada perfeita para o universo de Samanta Schweblin, que foi considerada, pela revista Granta, uma das melhores jovens autoras sul-americanas. Contista, Samanta é conhecida por explorar o fantástico e o grotesco nas suas histórias. Nos contos a autora argentina expõe de forma satírica, por vezes, cruel e violenta as relações humanas na sociedade contemporânea. A Chama Imensa Ricardo Araújo Pereira Ricardo Araújo Pereira nunca escondeu o seu fanatismo pelo Sport Lisboa e Benfica. Dono de uma rara capacidade para fazer rir o leitor – mais difícil e diferente de fazer rir o telespectador –, Ricardo Araújo Pereira consegue, apesar do fanatismo, falar de futebol com ironia e bom humor. ‘A Chama Imensa’ reúne crónicas escritas para o jornal A Bola e é uma obra obrigatória para benfiquistas e para todos aqueles que, sendo adeptos de outros clubes, têm sentido de humor e fair-play. A Juventude de Mandela David James Smith Nelson Mandela é, sem dúvida, uma das grandes figuras mundiais que representam a luta pela liberdade e por uma sociedade mais justa e igualitária. Apesar disso, o seu percurso está longe de ser imaculado. ‘A Juventude de Mandela’ é uma investigação sobre os seus tempos de juventude, provavelmente os mais turbulentos da sua vida. Mandela já lutava pela liberdade, mas era tido como terrorista. ‘A Juventude de Mandela’ é revelador, por vezes chocante, e também importante para compreender o percurso de Mandela e a história da África do Sul.

Publicidade

www.radiosim.pt

963 aM 102.2 FM Porto e Vila do Conde 1251 aM 88.6 FM lisboa e setúbal

Rod Branco 26x5cm.indd 1

3/7/11 12:40 PM


publicidade


Mundo Universitário Sénior - Edição nº 3