Issuu on Google+

RMEL

R$ 14,90 3,00 €

#68

Ano V | Número 68 - 2013

VIAGEM PREMIUM

os encantos

de nova york esporte

editorial

adriana

birolli

As emoções da final do

global champions tour

entrevista A Incrível temporada de yuri mansur


ABOVE AND BEYOND

RANGE ROVER EVOQUE. TOUCH AND DRIVE.

Faça um test drive e conheça de perto o carro que vai além.


Mundo Equestre luxo editor

Afonso Westphal Diretoria executiva

Manuela Merico Assistente de Redação

Thais Scuissiatto - Lucas Panek Revisão

Lays Coutinho Lucas Panek arte e diagramação

Editora BemAmostra Departamento comercial

Manuela Merico - manu@mundoequestre.com.br Mileny Merico - mileny@mundoequestre.com.br +55 (41) 3203-1960 / (41) 8534-1492 endereço para contato

Rua Visconde do Rio Branco, nº 1630 - 705. Bairro: Centro - Cidade: Curitiba - PR / Brasil - CEP: 80420-210 - Todos os direitos reservados. Edição mensal - artigos assinados não representam necessariamente a opinião da revista. colaboração

Ivan Camargo - Luís Fernando Monzon - Manuelle Berger - Raphael Macek Grace Carvalho Hipics - MktMix - Carola May - Roberta Milany MALA DIRETA PARA:

Clube Hípico de Santo Amaro Sociedade Hípica de Brasília Sociedade Hípica Paranaense Sociedade Hípica Catarinense Sociedade Hípica Porto Alegrense Sociedade Hípica de Ribeirão Preto Criadores Brasileiro de Hipismo Assine a revista Mundo Equestre luxo: Ligue para (41) 3203-1960 ou acesse o site: www.mundoequestre.com.br/assine onde comprar? Livrarias Laselva (Aeroportos), Livrarias da Vila - Shopping Iguatemi JK (SP) e Pátio Batel (CWB). Lojas especializadas: • Em São Paulo: Maison du Cavalier: Rua Quintana, 206 – São Paulo – Brooklin (dentro da Sociedade Hípica Paulista) / Salto e Sela: Av. Santo Amaro, 1775 – São Paulo – Vila Nova Conceição / Cia do cavalo: Rua Visconde de Taunay, 809 – São Paulo – Vila Cruzeiro / Selaria Villaça: Rua Pero Leão, 161 – São Paulo – Pinheiros. • No Rio de Janeiro (RJ): Maison du Cavalier: Rua: Borges Medeiros, 2448 – Rio de Janeiro – Lagoa / • No Paraná (PR): Selaria Santa Rosa: Av. Victor Ferreira do Amaral, 2299 – Curitiba – Tarumã (dentro do Jockey Club) / • No Rio Grande do Sul (RS): Selaria Santa Rosa: Rua: Cel. Claudino, 10 casa12 – Porto Alegre – Cristal (dentro do Jockey Club) Ecuyer: Av. Juca Batista, 4931 – Porto Alegre (dentro da Sociedade Hípica Porto Alegrense) / • Em Santa Catarina (SC): Cia do Cavalo: Rodovia SC 401, 4677 – Florianópolis – Saco Grande II (dentro da Sociedade Hípica Catarinense) / Agro agropecuária: Rua Blumenau, 126 – Brusque. capa

Atriz: Adriana Birolli - Cavalo: Beatriz Mundo Equestre, proprietária: Manuela Merico. Foto: Raphael Macek - Direção: Manuela Merico. Adriana Birolli veste - Artha - loja atelier, coleção by Mariana Bassetti

6 | Mundo Equestre - luxo


colaboradores: ivan camargo Responsável por uma coluna mensal na revista, o cavaleiro e treinador internacional Ivan Camargo reside, atualmente, em Cascais - Portugal. Ivan foi treinador da equipe do Chile e, em 2013, estava a frente do time da Colômbia como treinador.

Manuelle berger Empresária e diretora da revista virtual Terapia do Luxo, Manu Berger traz aos leitores da Mundo Equestre novidades e tendências do mundo da moda através da seção Terapia do Luxo.

monty Roberts Dispensando maiores introduções, o lendário “Encantador de Cavalos“ norte-americano traz aos leitores dicas preciosas sobre o comportamento equino e como podemos nos relacionar melhor com nossos cavalos.

Luís fernando monzon Juiz de prova, narrador e comentarista de Hipismo do SporTV, Monzon é uma das vozes mais conhecidas e respeitadas do cenário hípico. Em sua coluna, o profissional convida os atletas e dirigentes a refletir sobre alguns pontos essenciais para o crescimento do esporte no Brasil.

Raphael macek Fotógrafo responsável pelo editorial de moda desta edição, Raphael Macek é mundialmente reconhecido por obter imagens únicas, repletas de expressão e sentimento. Recentemente, Raphael lançou no Brasil seu livro: Equine Beauty, disponível em mais de 20 países.

8 | Mundo Equestre - luxo


c a rta d o e d i to r

caro leitor, Com a missão de transmitir informações que expandam seu interesse e apreço pelo tema equestre, é com satisfação que apresento a edição de número 68 da Mundo Equestre Luxo, repleta de matérias especiais, que exploram as características comportamentais do cavalo, passando pelos principais campeonatos mundiais e abordando também moda e novas tendências, para que você, leitor, possa aproveitar os vários aspectos que compõe esse fascinante universo. Em nosso editorial de moda, convidamos a atriz

Brash. Pelas cores verde e amarela, Álvaro Affonso

Adriana Birolli para participar de um ensaio fotográfi-

de Miranda, o Doda, conquistou a brilhante quarta

co na Sociedade Hípica Paranaense. Mesmo com uma

posição do campeonato, sendo o brasileiro mais bem

agenda cheia, Adriana aceitou nosso convite por uma

colocado no circuito.

razão especial: ela adora cavalos. Tendo sua primei-

Como entrevistado, trazemos o talento e a ex-

ra experiência de montaria aos nove anos, Adriana

periência do cavaleiro brasileiro Yuri Mansur, que

demonstrou muita intimidade e tranquilidade com

conquistou em 2013 nada menos que seis títulos em

os cavalos durante a sessão. Os resultados incríveis

Grandes Prêmios e provas classificatórias, e garantiu

das imagens ficaram a cargo da beleza da atriz, da

a vitória na Liga Sul Americana, confirmando sua par-

elegância dos animais fotografados e do olhar úni-

ticipação para a Copa do Mundo em Lyon, na França.

co do profissional Raphael Macek, que assina mais

Dedicado, simples e prático, confira a visão do atleta

um exclusivo editorial de moda para a revista Mundo

sobre como o esporte pode ainda se aprimorar den-

Equestre Luxo de maneira surpreendente.

tro do Brasil e saiba mais sobre as expectativas do

Ainda sobre resultados que surpreendem, acom-

cavaleiro para participar da final da Copa do Mundo.

panhe na seção internacional o incrível desfecho do

Emoções, informações, elegância e atitude. Bem-

mundialmente famoso circuito Global Champions

-vindo a mais uma edição da revista Mundo Equestre

Tour. Uma das maiores características do circuito, que

Luxo.

é considerado a Fórmula 1 do Hipismo, é a alta premiação. Contrariando qualquer favoritismo e estatística, o título final do campeonato foi para a Inglaterra, pelo brilhante resultado do jovem cavaleiro Scott

Editor

Em 2014, desfrute de conteúdos exclusivos em seu tablet ou smartphone. Agora, a Mundo Equestre Luxo conta com interatividade em seu aplicativo online. Baixe gratuitamente o app e tenha acesso a fotos, vídeos e links que engrandecem ainda mais as principais matérias da Revista. Verifique em seu aplicativo online as páginas com este ícone e aproveite da tecnologia e inovação da revista de cavalos com maior número de downloads da América do Sul.

10 | Mundo Equestre - luxo


Mundo Equestre luxo número 68 . ano v

60.

• EDITORIAS • 18

Entrevista Grande campeão em 2013, Yuri Mansur comenta suas conquistas, o cenário atual do esporte no Brasil e sugere um novo modelo de organização para as temporadas seguintes.

44

Monty Roberts O especialista em comportamento equino, Monty Roberts, responde algumas perguntas sobre as características psicológicas dos cavalos e como podemos cooperar com a saúde e bem-estar dos equinos.

60

Internacional O jovem britânico Scott Brash surpreendeu na etapa de Doha do Global Champions Tour conquistando, pela primeira vez, o título do circuito. Acompanhe, nesta edição, os três dias de competição em uma das cidades mais luxuosas do planeta.

12 | Mundo Equestre - luxo


Mundo Equestre luxo número 68 . ano v

48.

• EDITORIAS • 16

Terapia do luxo

32

Editorial de moda

Confira a lista com sugestões de artigos de luxo mais desejados do mês e fique por dentro das novidades e tendências do mercado, contando sempre com um toque equestre.

Nesta edição, a atriz global Adriana Birolli é a convidada para o editorial de moda e encanta com sua beleza aliada à nobreza dos cavalos na Sociedade Hípica Paranaense.

48

Destinos premium Desvendar Nova York através do turismo equestre é uma experiência única. Viajamos com você por pontos fascinantes que unem o luxo da cidade com a paixão pelos cavalos.

14 | Mundo Equestre - luxo

12.


terapia

do luxo A revista Mundo Equestre Luxo traz, a cada edição, uma coluna mensal assinada por Manu Berger com sugestões de artigos de luxo, moda e decoração associados a temática equestre. Para mais dicas e produtos, acesse: www.terapiadoluxo.com.br

Hermès Provedora de produtos equestres de alta qualidade, a Hermès oferece artigos diferenciados para este mercado. Steeple é a bolsa perfeita para transportar os artigos diários da amazona. Feita de lona e com alça de madeira e couro de cabra, o modelo é bem descontraído e, ao mesmo tempo, muito elegante. Valor $ 3.275,00.

Equine beauty Considerado um dos principais fotógrafos equestres do mundo, Raphael Macek faz uma declaração de amor aos cavalos por meio de imagens inspiradoras, em seu livro recém-lançado no Brasil: Equine Beauty. Com uma iluminação requintada que dá destaque à forma, textura e musculatura de cada cavalo, o fotógrafo evidencia a força e a beleza de cada animal, tanto em close-ups como em paisagens artísticas. Preço: R$ 275.

16 | Mundo Equestre - luxo

pandora O bracelete da joalheria dinamarquesa Pandora proporciona que você conte sua história através de pingentes (charms) com mais de 380 opções, entre eles ferraduras e cavalos. Em ouro maciço, prata, couro ou algodão, a pulseira ajuda a amazona a criar uma expressão única e dá um diferencial elegante a seu look.


com crina A coleção de joias da designer Nanna Salmi exibe a opulência dos metais preciosos e diamantes, e possui um elemento especial para aqueles que amam os cavalos: a crina do animal. As peças exclusivas – feitas em prata, ouro amarelo, ouro branco ou platina – são elaboradas através da combinação de antigas técnicas e materiais com designs modernos e contemporâneos. Cada joia é feita completamente a mão e pode ser utilizada a crina de seu próprio cavalo, ou as crinas que a designer possui em seu estoque. Preço do anel em destaque: 420 euros em prata,1300 euros em ouro amarelo e 1380 euros em ouro branco.

cigar pleasure Para que um charuto atinja o seu maior potencial, ele precisa ficar armazenado sob temperatura e umidade ideais para amadurecer. Essa é a praticidade oferecida pelo Umidor Liebherr. Com sensores internos, ele regula automaticamente as condições perfeitas para que o aroma e a textura do fumo sejam totalmente preservados.

Smart fancy phone A Samsung fez uma parceria com a Swarovski para dar nova vida e elegância ao seu smartphone Galaxy SIII Mini. O aparelho renovado, atualmente exclusivo para a Alemanha, está decorado com mais de 160 cristais na forma de uma onda, em seu painel traseiro. Esta versão, chamada Crystal Edition, ainda tem o mesmo processador, memória RAM, tamanho de tela, câmera, resolução e sistema operacional que a versão original e está à venda por 299 euros.

très délicieux A ideia de aliar duas conchas de macaron com um saboroso recheio ganache faz parte de uma receita tradicional francesa usada para produzir os deliciosos Ladurée Macaron. Duas vezes por ano, como fashion designers, os artesãos de doces da Casa desenvolvem novas sobremesas exclusivas para atender os gostos mais refinados da culinária de Paris.

Mundo Equestre - LUXO | 17


E n t r e v i s ta Foto: João Victor Assumpção

yuri mansur 18


o ano de yuri Um ano de surpresas e conquistas. Em 2013, Yuri Mansur foi um dos cavaleiros mais bem sucedidos do Brasil. Com vaga garantida na final da Copa do Mundo em Lyon, na França, o consagrado atleta revela alguns segredos sobre a aliança que mantém entre competir no cenário do hipismo e comercializar excelentes cavalos. Confira, na entrevista exclusiva concedida à Mundo Equestre Luxo, o panorama que ele faz sobre o cenário do esporte no país.

Você obteve muito sucesso dentro das pistas nes-

terra e plantar”, e logo a Louise apareceu na minha vida

te ano. Quais foram suas principais conquistas?

e me acompanhou nesse caminho. Com a persistência de

As principais provas que venci foram o Grande Prêmio

sempre “roçar” e ir em frente, mais pessoas foram agrega-

da Copa São Paulo, o Grande Prêmio de Curitiba, o Indo-

das ao projeto, com o meu filho “plantando” junto. Quan-

or de São Paulo em que fui campeão e vice, a Copa das

do nos demos conta, tínhamos uma “plantação” enorme

Nações de Porto Alegre, o vice-campeonato brasileiro de

na nossa frente. Nós achamos que era a “plantação” do

Sênior e a conquista da Liga Sul Americana.

vizinho, mas era a nossa mesmo (risos). Não foi planejado, foi crescendo com a luta diária. Esperamos que a nossa

De todas essas vitórias, teve alguma que teve

“plantação” continue trazendo novas perspectivas e que

um sabor especial?

continuemos seguindo em frente e cuidando dela.

A que conquistei em Curitiba, pois levei um time de animais que ainda não conhecia muito bem. Eram ca-

Para você, qual o ponto mais positivo do Hi-

valos bem inexperientes. Quando cheguei lá, todos os

pismo Nacional?

competidores estavam com seus melhores cavalos. Achei

Em nível de concurso, eu acredito que a eleva-

que não faria uma boa disputa e que seria um coadju-

ção da parte técnica. Não podemos reclamar tam-

vante na competição. Acabou que eu não só ganhei o

bém dos prêmios que nós disputamos. Em nível do

Mini GP, como também o Grande Prêmio. Como conse-

cenário equestre como um todo, acredito que a

quência, conquistei o título de melhor cavaleiro do con-

qualidade dos cavalos melhorou muito.

curso. Foi fantástico.

E com relação aos pontos negativos? Você já montou muitos cavalos. Teve algum que deixou uma marca especial?

Em minha opinião, na organização dos concursos cometemos muitos erros ainda e o calendário

É engraçado porque os dois cavalos que mais

de provas precisa melhorar. Em um olhar geral, pa-

me marcaram têm nomes muito fortes. Um se cha-

rece que os competidores não buscam uma evolu-

mava Ideal e o outro é o Amor. Eles sempre me fa-

ção técnica pessoal satisfatória.

zem lembrar o caminho que tenho que seguir.

E o que você mudaria de imediato? Você está a frente da Quality Horses. O que

Eu poderia fazer uma lista de itens. Eu dividiria

a fez alcançar o sucesso que tem no Brasil e

o circuito nacional da seguinte maneira: uma ca-

quais as próximas metas da empresa?

tegoria de acesso e uma categoria de elite. Os de

A Quality Horses surgiu sem o ideal de se tornar uma

elite seriam os concursos válidos para o ranking Top 30,

empresa, nem esperávamos que atingisse o tamanho que

por exemplo. Seria aí, um concurso com um número mais

tem hoje. Ela foi criada para viabilizar a minha participação

limitado de inscrição e de participação por prova, e com

no hipismo, como patrocinadora. Comecei a “roçar uma

uma premiação bem alta. Para o concurso fazer parte do

Mundo Equestre - luxo | 19


Foto: Acervo pessoal

circuito, ele teria que ter uma exigência técnica grande: instala-

Hoje, seus principais cavalos são o First Division

ções, armadores de percurso, piso de alto nível. A competição

e o Amor. Você poderia falar mais sobre eles?

seria de ponta, não só pela premiação oferecida, mas também pela parte técnica.

Para exemplificar de uma maneira prática, vou compará-los a jogadores de futebol: O Amor é o Neymar, ele é franzino,

Já a categoria de acesso, seria um campeonato nacional

não tem tanta explosão, mas é genial. Consegue te surpreen-

mais barato, onde todo mundo poderia se inscrever e compe-

der num momento de dificuldade, é um cavalo que tem uns

tir para marcar pontos e tentar entrar para o grupo de elite.

trunfos dentro dele.

Na Bélgica e na Holanda, por exemplo, é assim, mais de 300

O First Division é o Ronaldo, uma capacidade física absurda,

conjuntos por prova. Os cavaleiros podem se inscrever com três

com grande explosão. Tudo fica fácil para ele. Ele não precisa

ou quatro cavalos na mesma prova. No Brasil, o que acontece,

demonstrar nada muito especial, porque ele tem tanta facilida-

hoje, é que muitos atletas se vêem prejudicados por não pode-

de, faz tudo tão certo, que ele apenas faz o papel dele e pronto.

rem saltar provas, devido ao número limitado de vagas.

Qual sua expectativa para a Copa do Mundo? Como você enxerga o mercado do cavalo?

Como foi ganhar a Seletiva?

É um mercado cada vez mais exigente, ao passo que as pes-

Ganhar a Seletiva foi como o meu ano inteiro. Mesmo

soas estão dispostas a pagar mais. É um mercado em ascensão.

depois do amadurecimento de anos, eu não esperava meta-

O espaço para o cavalo médio está cada vez menor, o cavalo

de dos resultados que conquistei.

precisa ser bom e ter ótimos resultados.

Em 2012, quando acabou a Seletiva das Olimpíadas, eu percebi que tinha que mudar o meu caminho. Acabei mudando

No que a Quality Horses difere de outras empre-

algumas coisas radicalmente. Tem duas frases que me tocam

sas que vendem cavalos?

muito. Uma que tenho como lema é: “O sucesso só vem an-

É o mesmo ponto do esporte. Depende de uma dedi-

tes do trabalho no dicionário”. A outra, que me fez ficar mais

cação muito grande, focando sempre em corrigir os erros

atento aos meus objetivos é: “A definição de loucura é esperar

e de melhorar sempre, cada vez mais. Eu acredito que esse

resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa”. A partir

é um diferencial da Quality Horses. O tempo que morei na

de 2012, fiz mudanças grandes no meu sistema de treinamento

Europa e os contatos que fiz ao longo do tempo ajudam

e nos cavalos. Então, em 2013, resolvi comprar um grupo de

muito a QH. Acima de tudo, o grupo de profissionais que

cavalos jovens, inexperientes, mas de boa qualidade. Como não

trabalha com a QH. Partindo da equipe que trabalha lá em

era um ano de Olimpíadas, Copa do Mundo ou Pan Americano,

casa até os que compram, são os melhores do Brasil. É um

foi um ano de construção, eu progredi ao conhecer os cavalos e

mercado que depende de indicações. Quando se trabalha

dar experiência a eles. Sobre a minha expectativa para a Copa,

com bons profissionais, que indicam seus cavalos e reco-

nos anos anteriores, fui com cavalos que não tinham tanta qua-

nhecem seu trabalho, a venda flui e o sucesso da compra

lidade quanto os que tenho agora. Acredito que tenho boas

é mais fácil.

chances para esta final da Copa do Mundo.

20 | Mundo Equestre - luxo


Foto: Luis Carlos Ruas

Tem duas frases que me tocam muito. Uma que tenho como lema é: “O sucesso só vem antes do trabalho no dicionário”. A outra, que me fez ficar mais atento aos meus objetivos é: “A definição de loucura é esperar resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa”, comenta Yuri Mansur.


e q u e s t r i a n a rt s

vitral

equestre Doreen Mahlstedt é uma entusiasmada e persistente artista americana que domina a técnica de transmitir sentimentos através de vitrais. Saiba porque ela largou a carreira de 25 anos como designer da Goodyear e Electrolux para se dedicar aos vitrais de cavalos.

Quando a arte faz parte da essência de uma pessoa,

A descoberta dos vitrais

é comum que ela cresça sabendo sobre o seu dom. A

Durante anos, Doreen tentou entender para qual

história não foi diferente com Doreen Mahlstedt, artesã

material sua arte fora destinada. Mas ela nunca estava

dos vidros.

satisfeita com suas habilidades – ou a falta delas – em

A primeira descoberta foi a paixão por aqueles ani-

retratar os cavalos. Em um momento de brainstorm, a

mais grandes, que galopavam, em quatro patas, com

ideia de criar moldes que fossem gravados em vidro a

a crina ao vento. A memória mais forte dos seus anos

inundou: “Era frustrante amar as linhas harmoniosas

de garotinha é a cena de um livro, no qual uma meni-

dos cavalos e, mesmo assim, falhar em capturar até

na esperava, entre as árvores, um garanhão branco e

um pequeno traço da beleza deles. Aí eu conheci o

selvagem trotando em sua direção. Não importava do

vidro”, relata a artista.

que o livro tratava, a única coisa que guardou foi o pro-

Nessa época, ela morava em Oak Park, o centro

fundo sentimento que a conecta com o cavalo desde

histórico da arte dos vitrais. Decidida a aprender a

então.

técnica, inscreveu-se num centro de artesanato. O

Ao longo da sua infância, seus amigos passaram

instrutor declarou para a turma que eles não chega-

a pedir que desenhasse equinos para eles. Assim, ela

riam ao nível de maestria esperado de um artífice do

começou a ser chamada de “horse”, o que conside-

vidro por serem velhos demais. Desestimulada, ela

rou ser um apelido supremo. Depois de ganhar alguns

criou uma peça feia e desistiu. Mais três anos ten-

prêmios na escola, trabalhar com argila, tinta à óleo,

tando, quando voltou para fazer aulas de mosaico –

acrílicos, o talento a levou para a área do design indus-

agarrada à esperança de mais uma tentativa. Desta

trial em grandes empresas como Electrolux e Goodye-

vez, a direção estava sob o comando de Cec e Tonya

ar. Insatisfeita com as suas conquistas, e desesperada

que a convenceu a tentar novamente as vidraças.

por encontrar um meio único que a guiasse para a sua

“Eu expliquei que gostaria de preparar uma

arte, ela recomeçou sua vida pautada na graciosidade

janela grande, onde um cavalo aparentaria estar

do universo equestre.

no fundo se a iluminação fosse baixa, e quan-

Mundo Equestre - luxo | 23


e q u e s t r i a n a rt s

Se fosse para resumir em uma frase as suas obras, Doreen diria: “Retrato abstratamente a beleza do cavalo, simplificando suas linhas, músculos e expressões a algumas poucas delimitações, acentuada pelas cores e texturas únicas do vidro”. 24 | Mundo Equestre - luxo


Para a artista, os cavalos são verdadeiros presentes da natureza, enviados para aprimorar o desenvolvimento e o bem-estar dos seres humanos. do a iluminação aumentasse, o animal se

vos modelos e encontrar um tipo de vidro que

sobressairia”. Os dois compartilharam sua

simplesmente os façam ganhar vida.

sabedoria e foram extremamente bondosos

Para suas criações, a artista busca inspi-

com Doreen durante todo o trabalho. Graças

ração em shows de cavalos, competições ou

aos dois, ela criou a peça que julga ser sua

qualquer lugar que encontre-os livres e, as-

favorita. Como num processo de mágica, ela

sim, possa tirar fotos. A dedicação de horas

se encantou com as propriedades que um

a fio, quebrando a cabeça em como trans-

pedacinho de vidro possui.

formar a altivez dos cavalos em linhas meigas de vidros coloridos é explicada por uma

Técnica

simples palavra: paixão.

A transformação do vidro em vitral de-

Em todo o processo, o efeito é o que me-

pende do conhecimento, tempo e dedicação

rece mais atenção. Não apenas a cor, nem o

do artesão. Doreen recorre sempre a uma

tipo de vidro, ou a posição do cavalo, nem

de duas técnicas, dependendo do tamanho

se as linhas são muito grossas ou finas. Tudo

e do uso posterior da obra. Ambas técnicas

o que foi citado importa e ajuda a construir o

começam com um molde esboçado pela ar-

efeito final. Se algum dos elementos estiver

tista e ilustrado no computador. O padrão é

fora de sincronia, a sensação final estará ar-

então impresso e recortado, o que permite

ruinada. Mas até nesses momentos de tristeza

saber a espessura da folha ou do chumbo

ela mantém o bom humor: “Infelizmente, eu

que servirão de fôrma. O vidro é selecionado

tenho algumas dessas peças mal acabadas e,

e cortado à mão – com luvas de corte. Então,

agora mesmo, você pode estar bebendo algo

as peças são depositadas no modelo para

nelas. Elas foram para reciclagem e, provavel-

analisar quais ajustes precisam ser feitos, o

mente, viraram copos de vidro”(risos).

que requer um esmeril. Só então, o quadro é fixado numa moldura externa.

Quando a peça fica completa, ela é pendurada em algum lugar temporário por alguns dias. Se Doreen entra no quarto e a vê

Criação Doreen Mahlstedt revela que a parte mais satisfatória deste tipo de arte é desenhar no-

pendurada na janela, ela para e aproveita a sensação provocada, fica extasiada por algo que chama de “sucesso”.

Mundo Equestre - luxo | 25


26 | Mundo Equestre - luxo


souvenir

Hermès e a magia

dos cavalos Trabalhar com exclusividade é o que faz da Hermès uma das marcas mais procuradas no mundo. Conheça a história dessa empresa e entenda porque filas de espera de dois anos são comuns para adquirir seus produtos. Tradicional e elegante, Hermès é sinônimo de sofis-

A facilidade no transporte dos produtos fez a Hermès

ticação em artigos de luxo. Fundada por Thierry Hermès

se reinventar. Em 1923, eles lançaram a Boldie, a novida-

na cidade de Paris em 1837, o que era inicialmente uma

de em bolsas por ter um fecho com zíper. Já os lenços da

oficina que produzia baús para carruagens, estribos, ré-

marca, símbolo de poder entre as celebridades, tiveram

deas, selas, transformou-se em uma das mais famosas

suas primeiras versões em 1937 e foram inspirados nos

marcas a trabalhar com artigos de couro.

modelos usados por cavaleiros.

Na Paris da década de 1830, os trotes dos cascos de

Mais de 175 anos depois da sua fundação, a empresa

cavalos ecoavam em sincronia com o tintilar das berlin-

mantém o seu padrão de qualidade com produtos exclusi-

das e carruagens. A capital tinha quase 80 mil cavalos e

vos feitos artesanalmente. Filas de espera para adquirir os

era o centro da carroceria e selaria de luxo. Nesse am-

produtos da marca são comuns. A Hermès soube investir

biente, Thierry viu a oportunidade de desenvolver com

a “arte da modernidade” tanto na moda quanto nos seus

seriedade uma manufatura de arreios e selas.

produtos equestres.

Com tais selas e os colares de madeira para cavalos, ícone da marca até hoje, a Hermès ganhou a medalha de

PENSADOR DE SELAS

primeira classe na exposição universal de 1867. As feiras

Mais um destaque para a Hermès: ela se propõe a

eram importantes num tempo em que expor ao público

pensar as selas para que sejam leves, confortáveis e com-

era a principal vitrine para um bom produtor. Ser reconhe-

petitivas. Com a ajuda do cavaleiro Simon Delestre, com-

cido foi a virada fundamental para seu futuro promissor.

petidor de Salto Indoor, e a análise do dorso do cavalo

As transformações urbanas na cidade francesa, em 1878, obrigaram a oficina a buscar novos patamares

por conceituados veterinários, a empresa desenvolveu a Hermès Cavale em 2013.

para suas vendas. Mudaram-se para uma área mais re-

O francês é, atualmente, o 19º colocado no FEI Rolex

quintada e atraíram a freguesia das mansões por conta

Ranking List. Já participou de Copas Nacionais, CSI5* e

da produção elegante e de alto nível.

circuitos da Copa do Mundo, onde conseguiu um quarto

O esplêndido discernimento, a capacidade de obser-

lugar na final em Zurich. Foi, também, parceiro da empresa

vação e o bom conhecimento sobre couro ajudaram a ver

na criação da sela lançada neste ano. Pensado para que

no mercado de bolsas uma alternativa rentável. Foi na

cavalo e cavaleiro se sentissem um só, o produto foi apre-

virada do século que a marca desenhou a sua primeira

sentado junto ao Le Saut Hermès, evento hípico organiza-

peça no ramo. Chamada “bolsa alta de correia”, remetia

do pela marca.

ao universo equestre por ser grande e ter correias. Essa

O processo de criação do produto durou anos. Os

visão de que os acessórios cotidianos poderiam ser usados

pesquisadores não descansaram até alcançar o sucesso

para outras necessidades, ampliou o foco para a criação

com uma sela ultraleve, desmontável e high tech. Rede-

de malas equestres e nécessaires para cavalos.

senharam todo o modelo, substituíram as armações de

Mundo Equestre - luxo | 27


souvenir

As lojas da Hermès estão distribuídas pelas principais cidades do mundo. Seus produtos, como a Hermès Cavale, podem ser encontrados na única filial brasileira, no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo.

madeiras e os rebites de sela e fizeram a peça mais leve.

LENÇOS

EVENTO DO ANO

famosas carrés. Os lenços possuem esse nome por se-

Um dos produtos mais vendidos pela marca são as Desde a criação em 2010, o Le Saut Hermès re-

guirem um padrão quadrangular de 90x90 cm. A seda,

cebe os 35 melhores cavaleiros do mundo. O evento

principal material utilizado na confecção, é produzida

proporciona um espetáculo para os entusiastas do hi-

na França por casulos trazidos do Brasil. O desenho é

pismo em nove provas emocionantes. A edição deste

elaborado ao longo de até 125 dias para atender per-

ano aconteceu no Grand Palais, monumento históri-

feitamente os gostos da clientela exigente. Assim, todo

co situado no coração de Paris. E contou com a parti-

o processo artesanal é feito por um único profissional

cipação tanto de cavaleiros e amazonas profissionais,

que avança as etapas até que o lenço fique pronto.

como de jovens amadores com menos de 25 anos. Os dias 12, 13 e 14 de abril foram marcados por

PROCESSO ARTESANAL

espetáculos equestres. Ludger Beerbaum foi o vence-

Uma tendência de empresas que crescem e passam

dor do Grand Prix Hermès CSI5*. A briga pelo segun-

a vender muito é a banalização do luxo. Ao passo que

do lugar foi impressionante e a jovem amazona Reed

a procura é grande, aumentar a produção do item de-

Kessler teve um ótimo desempenho, suficiente para

sejado, torna-o acessível ao ponto de desprestigiar a

conquistar o seu lugar de honra.

exclusividade da peça. Por esse motivo, a Hermès tra-

Nos intervalos, o público vivenciou a beleza do

balha para manter aceso o desejo dos consumidores

espetáculo Entre ciel et terre - ‘Entre o céu e a Terra’,

sempre. O método de produção manual garante que

em tradução livre. Um espetáculo original criado pe-

poucos volumes, porém de grande apreço e qualidade,

los montadores do Cadre Noir de Saumur em colabo-

sejam preparados. Essas medidas refletem em renova-

ração com Elastonautes. A sensação foi de assistir um

ções constantes dos modelos com seus ícones que não

balé sincronizado de nobres cavalos de raça.

se perdem no tempo.

28 | Mundo Equestre - luxo


Cores fortes, desenhos exclusivos e extremo bom gosto s達o marcas registradas dos produtos que levam a assinatura da grife francesa.


e d i to r i a l


adriana - birolli Bela, elegante e extremamente determinada, a jovem atriz conquistou rapidamente a simpatia dos telespectadores brasileiros em sua interpretação da personagem Isabel, em “Viver a Vida”, novela de Manoel Carlos. Para aliviar a rotina intensa de gravações, peças e ensaios, a atriz revela que, sempre que pode, pratica equitação.

vestido: Artha - loja atelier coleção by Mariana Bassetti, joias: swarovski. ----------------------------------cavalo: Beatriz mundo equestre, raÇA: Brasileiro de hipismo (bh), proprietário: Manuela merico.

Mundo Equestre - luxo | 33


Camisa: dudalina, colete: PIKEUR, CASACO: CAVALlERIA TOSCANA -------------------------------------cavalo: BEATRIZ MUNDO EQUESTRE, raรงa: Brasileiro de hipismo, proprietรRIa: MANUELA MERICO 34 | Mundo Equestre - luxo


Mundo Equestre - luxo | 35


36 | Mundo Equestre - luxo


vestido: bobô,

joias:opinião, momussk.um “Amo os cavalos. Na minha -----------------------------------------------dos animais mais belos. Eles conseguem cavalo: contica, aliar uma postura altiva e sóbria com a raça: holsteiner, doçura e amabilidade dos cães”. proprietária: Luciana camargo e françoise Adrianacôte. Birolli

+ equestre Lisandra, que interpretou a personagem Amanda na novela Salve Jorge, conta que sempre gostou de cavalos, mas que ficou mais próxima desses animais após o início do namoro com o empresário e criador Gustavo Fernandes. Recentemente, a atriz também foi protagonista de um clipe com tema equestre. “Gravei há poucos meses o clipe do cantor sertanejo Paulinho Reis. A música do vídeo trata da história de um peão que se apaixona pela proprietária da fazenda e, por isso, gravamos com cavalos. Foi uma experiência muito bacana e o clipe vem obtendo uma repercussão super positiva. Estive junto com Paulinho no programa da Ana Maria Braga para comentar mais sobre as

Camisa: LA MARTINA - pátio batel ctba,

filmagens. Por este maior envolvimento com a vida equestre, comecei a admirar CamisETA POLO: LA MARTINA - pátio batel ctba, os cavalos cada vez mais”, finaliza.

CALÇA: LA MARTINA - pátio batel ctba, JOIAS: Swarovski. -------------------------------------cavalo: BEATRIZ MUNDO EQUESTRE, raça: Brasileiro de hipismo, proprietÁRIa: MANUELA MERICO. Mundo Equestre - luxo | 37


vestido: bobô, joias: momussk. -----------------------------------------------cavalo: contica, raça: holsteiner, proprietária: Luciana camargo e françoise côte.

Camisa: LA MARTINA - pátio batel ctba, CALÇA: LA MARTINA - pátio batel ctba, JOIAS: Swarovski. -------------------------------------cavalo: S.s. sinatra, raça: Brasileiro de hipismo, proprietÁRIa: Fabiana amaral

38 | Mundo Equestre - luxo


atriz: Adriana birolli - Foto: raphael macek – Direção: Manuela Merico - Agradecimento: lays coutinho, james henrique de souza, fabiana amaral, Arlindo Rodrigues da Silva, Marcos Aurélio de Araújo, Ruiz bellenda e letícia birolli ferreira. Mundo Equestre - luxo | 39


40 | Mundo Equestre - luxo


saiba mais

sela

verde Garantir as melhores condições de vida para os cavalos está se tornando prioridade no mundo todo. No Brasil, não poderia ser diferente: o primeiro haras com a Sela Verde fica em Amparo, no interior de São Paulo.

A Sela Verde Mangalarga é uma certificação que ga-

ficam os animais das nascentes de rios que existam na

rante que, em uma propriedade, os cavalos são tratados

propriedade, além de impedir que os cavalos interfiram

com respeito e dignidade. Também significa que aquele

na mata nativa – é necessário o uso de cercas isolando

haras é ecológico, respeitando o meio-ambiente, a na-

esses locais.

tureza e as nascentes, além de ter papel social ao fornecer boas condições de trabalho para os funcionários.

O terceiro critério, e o mais relevante, é garantir o bem-estar dos cavalos.

Resumindo: a Sela Verde é uma comprovação de que um criadouro de cavalos é consciente e socioecológico.

Bem-estar

Para conseguir essa certificação, o Haras das Oito Vir-

A característica mais importante desse estilo de

tudes segue todas as 83 normas exigidas pela metodolo-

criação de cavalos é o cuidado em garantir aos ani-

gia da Rede de Agricultura Sustentável do Selo Interna-

mais sempre bom tratamento, ambiente e bem-estar.

cional Rainforest Alliance. Essas exigências são definidas

A lista de exigências não é difícil de cumprir, apesar de

por um grupo de agrônomos, biólogos e veterinários do

ter alguns pontos que podem ser considerados polê-

Instituto Biotrópicos.

micos. Para ganhar a certificação, é necessário que a propriedade cumpra pelo menos 80% do total de crité-

Normas

rios exigidos, sendo que alguns, chamados critérios crí-

Para que um haras seja contemplado com a Sela Ver-

ticos, são inegociáveis – seu descumprimento resulta na

de, ele precisa cumprir certas regulamentações, divididas

anulação da Sela Verde para aquela propriedade. Para

em três áreas principais. É necessário que a fazenda es-

a discriminação total dos critérios e mais informações,

teja em ordem na área trabalhista, com todos os funcio-

acesse: www.abccmm.org.br/selaverde

nários com carteira assinada e com a garantia de salário

Com relação à reprodução equina, é recomendado

mínimo. Também devem ser respeitadas as convenções

– mas não exigido – que seja realizada a monta natural,

da Organização Internacional do Trabalho, que proíbe,

sendo permitida a inseminação artificial. A castração de

entre outras coisas, o trabalho infantil.

cavalos deve ser realizada com o animal sedado e anes-

Outra área contemplada pela certificação é o respeito ao meio ambiente. É importante isolar o pasto onde

tesiado por um médico veterinário, e éguas prenhas não podem participar de qualquer tipo de competição.

Mundo Equestre - luxo | 41


saiba mais

Depois que o potro nascer, é requerido que os criadores

jadas, com camas de boa qualidade. O controle de parasi-

realizem o desmame gradualmente a partir dos cinco meses

tas, seja externo ou interno, é obrigatório, assim como o

de idade. Desse momento até os 24 meses, os potros não

de doenças. A vacinação de todos os animais deve estar

podem ser treinados. Isso deve começar a acontecer dois

em dia.

anos após o nascimento, quando é aconselhado iniciar o

Essas são as principais das 83 exigências dos órgãos res-

potro de baixo, sem o uso de embocaduras. Em nenhuma

ponsáveis pela Sela Verde. Cumpridas essas regras, o traba-

hipótese o treinamento deve incentivar ou forçar o cavalo a

lho está feito. A certificação, no valor de 10 mil reais, é váli-

alterar seu andamento natural.

da por três anos. Apesar de ainda não ser tão valorizada no

O treinamento em equitação deve ser iniciado apenas

mercado brasileiro, a tendência é que cada vez mais proprie-

após o animal completar 36 meses de vida. A doma racional

tários de cavalos apoiem essa ideia: a de criação de cavalos

é indicada, sem o uso de nenhum tipo de violência. Instru-

sem o uso de técnicas violentas, prezando, acima de tudo, o

mentos como esporas e chicotes são banidos desse tipo de

bem-estar dos animais e a manutenção do meio-ambiente.

treinamento. Também são proibidas substâncias químicas que possam interferir na performance do cavalo (doping).

Saiba Mais

A certificação ainda exige que o transporte dos animais

O grupo Rainforest Alliance, que criou esse certifica-

seja feito de forma não violenta, com os riscos de aciden-

do, é uma organização internacional que luta pelos direi-

tes para o cavalo ou para humanos minimizados o máximo

tos dos animais e premia as melhores criações do mundo

possível.

com certificados – seja essa criação de cavalos, gados,

A rotina dos cavalos também é determinada por esses

aves ou outros.

critérios, que procuram sempre a melhor alternativa para

A Fazenda São Marcelo, no Brasil, foi a primeira do

os animais. Eles devem ficar quatro horas por dia soltos em

mundo a conquistar uma certificação de criação sustentá-

piquetes, com sombra suficiente para eles descansarem e

vel de gado. Desde então, muitos outros projetos brasilei-

água à vontade. As baias devem estar sempre limpas e are-

ros foram certificados pela organização.

42 | Mundo Equestre - luxo


i va n c a m a r g o

o poder de um time

Um dos meus objetivos quando estou treinan-

Na prática, um cavalo de salto que está bem

do um jovem cavaleiro ou um cavaleiro amador é

preparado física e emocionalmente, é capaz,

passar o conceito de equipe que deve prevalecer

por exemplo, de manter-se atento ao cavaleiro

na relação entre cavalo e cavaleiro. Para ilustrar

e aos obstáculos, num bom ritmo, consistente,

esta relação, costumo utilizar o exemplo do pilo-

vivo e equilibrado durante um percurso de obs-

to e copiloto de um avião. O piloto (que seria o

táculos. O trabalho do cavaleiro durante o per-

cavaleiro) é sempre a autoridade máxima nesta

curso, muitas vezes, é identificar e não interferir

relação: estabelece a rota e a forma que esta rota

neste ritmo, não atrapalhar o equilíbrio do seu

será cumprida. Ele é sempre responsável pelos

cavalo.

sucessos ou insucessos que sua equipe alcança.

Durante minha carreira, vi muitos cavalos

Porém, o copiloto (o cavalo) não é um ser que

neste estado de resignação apática, encolhidos.

apenas cumpre ordens, ele está atento para, se

Esta condição tem implicações até na amplitude

preciso, tomar a iniciativa de salvar a segurança

das andaduras e piora o rendimento do conjunto

do voo.

consideravelmente. Devemos estar atentos tam-

O cavalo tem que ser treinado e preparado

bém ao uso das rédeas auxiliares (alemã, gogue,

para ser capaz de cumprir as ordens do cava-

etc) que, quando mal utilizadas, são armas des-

leiro, mas também deve realizar muitas tarefas

truidoras do físico e da alma de um cavalo.

de forma autônoma e estar pronto para sair dos

Apesar de os nossos cavalos de esporte hoje

problemas quando as coisas fogem do planejado.

terem um estilo de vida muito distinto dos seus

Sou definitivamente contrário à ideia de subme-

antepassados, que passavam o dia pastando e

ter o animal completamente, já vi muitos casos

galopando em liberdade, temos que ter consci-

em que o cavalo é tão subjugado que perde to-

ência de que ainda são cavalos. São seres vivos,

das as suas características, fica tímido, sem per-

não são máquinas, têm personalidades distintas,

sonalidade, sem brilho. Um copiloto neste estado

portanto não devemos reprimir estas caracterís-

emocional não tem iniciativa, portanto o piloto

ticas dos nossos parceiros de esporte. Um cavalo

terá que ser perfeito na sua condução, ninguém

respeitado na sua natureza é sempre um melhor

vai auxiliá-lo caso ocorra uma falha no plano.

parceiro de trabalho.

Mundo Equestre - luxo | 43


m o n t y r o b e rt s

monty

responde O conhecimento sobre a natureza psicológica dos cavalos é de extrema importância para aqueles que treinam e cuidam dos equinos. Monty Roberts explica que conquistar a confiança deles vai definir o grau de sucesso no tratamento desses animais. Confira algumas respostas do “encantador de cavalos” sobre questões instintivas dessa espécie maravilhosa. Bocejar tem algum significado para cavalos? Certamente tem um significado importante enquanto treinamos cavalos. A função de bocejar é pegar mais oxi-

áreas que vão permiti-lo fugir para salvar suas vidas na natureza. Assim que essa necessidade foi satisfeita, eles vão começar o processo de reoxigenar o cérebro.

gênio. Um dos elementos que compõe o cansaço é a falta

Cavaleiros e amazonas não devem pensar que isso é

de oxigenação no cérebro. Durante esforço e tensão, nós

algo bom ou ruim. É simplesmente a natureza do animal.

enviamos o oxigênio para os músculos necessários para tra-

Se vamos treinar sem usar violência, dor e pressão, deve-

balhar. Os cavalos entram em períodos de extremo estresse

mos entender as necessidades dos cavalos dentro de seus

físico quando o oxigênio vai para os músculos ao invés de

próprios parâmetros psicológicos e fisiológicos.

ir para o cérebro. Eles se esforçam por muito tempo e, então, quando percebem que não vão morrer, eles relaxam

O que você faz com uma égua que põe as orelhas para

e bocejam, porque seu sistema quer reoxigenar o cérebro.

trás quando você a alimenta?

Quando eu trabalho com cavalos ao redor do mundo,

Esse fenômeno pode ser descrito como “territorial”.

às vezes acho que posso levar até duas horas para atingir

Cavalos, assim como muitas outras espécies, querem pro-

esse estado. É uma ação demonstrativa que significa “Es-

teger sua comida. É uma medida de sobrevivência. Cavalos

tou relaxado agora, e tenho certeza que você não vai me

que se tornam agressivos no estábulo enquanto estão se

machucar”. Nos meus primeiros dias de trabalhos de repa-

alimentando nunca devem ser alimentados desse jeito. Ao

ração com cavalos na indústria das corridas, eu me lembro

invés disso, alguém deve levar o cavalo para fora do está-

de ter pensado que era apenas uma coincidência. Quando

bulo, pôr a comida lá e devolver o cavalo para sua cocheira

tive mais experiência, se tornou claro que é uma resposta

com a comida já no lugar certo. Depois que o cavalo esti-

fisiológica normal.

ver no estábulo comendo, você deve respeitar o animal e

Roubar oxigênio do cérebro não ocorre por causa da

deixá-lo sozinho.

total exaustão; ocorre porque os animais como os cavalos

Se você seguir essa recomendação por um bom perío-

são feitos para priorizar o suprimento de oxigênio para as

do de tempo, é provável que esse compreensível compor-

44 | Mundo Equestre - luxo


tamento diminua. Se você continuar a trazer o alimento para o animal, esse comportamento agressivo pode evoluir para um nível extremamente perigoso. Se assegure de tratar bem seu cavalo, o que requere que nós, quando levarmos o cavalo de volta à cocheira, sempre viremos sua cabeça na direção da porta e só o soltemos quando estivermos na porta e o cavalo completamente dentro da cocheira. Quanto tempo nós temos após o cavalo ter cometido um erro para corrigi-lo efetivamente? A maioria dos comportamentalistas do mundo vai concordar que, com cavalos, temos cerca de três segundos depois da ação para recompensá-lo ou discipliná-lo efetivamente. Devemos lembrar que os humanos são muito mais aptos a punir imediatamente do que congratular. Já que a recompensa é, no mínimo, tão importante quanto a punição, tendemos a falhar nessa categoria. No meu esquema de treinamento, as disciplinas e recompensas são bem simples. Mais trabalho é uma punição, e uma pausa é uma recompensa. Enquanto esses são os princípios principais, podemos variar sua aplicação. O trabalho pode ser trotar em pequenos círculos ou subir um pequeno morro. Junto com fazer uma pausa no trabalho, a pessoa pode desmontar e fazer uma sessão de descanso como uma grande recompensa. Há muitas variações nesse contexto. Se você aceita os princípios base, e trabalha imaginativamente sobre eles, você pode criar soluções adequadas para cada cavalo em particular, levando em consideração sua raça, disciplina e temperamento. Obviamente, eu sugiro nunca usar violência ou mesmo elevar a adrenalina durante esse processo. Psiquiatras e psicólogos têm uma regra sobre esse fenômeno, rotulado de PIC/NIC, onde PIC quer dizer Consequências Instantâneas Positivas e NIC, Con-

Mundo Equestre luxo | 45


m o n t y r o b e rt s

sequências Instantâneas Negativas (siglas em inglês). A

que tentaria descobrir a resposta para ela e para o resto do

palavra-chave é “instantâneas”, reforçando que temos três

mundo, se pudesse. Eu nunca havia ouvido falar de alguém

segundos para expressar contentamento ou descontenta-

que pesquisou isso antes. A partir daquele momento, essa

mento com as ações envolvidas.

questão se tornou uma obsessão.

Se seu cavalo parece demorar para aprender ou conti-

Quando fui para a cama naquela noite, eu não pen-

nua a causar problemas, sugiro que você olhe para dentro

sava em mais nada. Sou uma pessoa visual, e sempre re-

para encontrar a resposta. Todos os cavaleiros e treinado-

passo vídeos mentais na minha mente. Frequentemente,

res devem entender que cavalos são reativos. Se você quer

treino cavalos em pensamento pela noite, tentando des-

descobrir a raiz dos problemas de seu cavalo, deve investi-

cobrir meios de melhorar os métodos que eu usei no dia

gar suas próprias ações, e isso inclui olhar cuidadosamente

anterior.

para seu tempo de PICs e NICs. Mau comportamento é quase sempre nossa culpa, e não a do cavalo.

Assistir documentários de animais tem sido minha ocupação preferida desde a infância. Nessa noite em particular, eu estava repassando na minha mente filmes antigos

Você faz um barulho engraçado quando quer que seu

sobre a vida selvagem na África. Eu não tenho certeza se

cavalo vá mais rápido. Você faz um som de clique com

estava dormindo e sonhando ou em um estado de semi-

a boca, e às vezes põe os lábios juntos e faz um som

-consciência, mas me lembro distintamente de ver uma

de rangido. Por que você acredita que isso faz o cava-

leoa perseguir uma gazela. Lembro-me da leoa cuidado-

lo correr mais rápido?

samente pondo as patas no chão enquanto se aproximava

Para responder a essa pergunta, eu terei que contar a

de sua presa, espreitando grudada ao chão, como os leões

história de um incidente que ocorreu durante uma das mi-

fazem. Ela alcançava o chão e esfregava a pata um pouco,

nhas aulas na minha academia na Califórnia. Uma mulher

como se limpasse o chão antes de pôr o peso do corpo ali.

me fez essa pergunta, e eu tenho certeza que foi de boa

Com essa imagem, eu me sobressaltei, acordando to-

fé. Pareceu uma questão muito boba para mim, e minha

talmente, pulei da cama e andei pelo quarto, explicando

resposta foi que eu fazia isso porque funcionava.

a Pat que eu havia descoberto algo que ninguém nunca

Com isso, a mulher perguntou: por que esses sons fazem o cavalo correr mais rápido? Minha resposta foi que

antes havia notado. Ela me animou, parecendo bem interessada no que eu dizia.

esses sons funcionam e sempre funcionaram, então, ape-

Nossa aula começava às nove da manhã, e eu mal po-

nas faça isso. No fim da aula, um dos meus instrutores veio

dia esperar para contar para meus instrutores, minha aluna

a mim e me lembrou de que eu disse muitas vezes que os

e a classe toda. Eu tinha dez galhos secos na minha mesa

instrutores nunca devem dizer aos alunos fazerem alguma

quando a aula começou. Mostrei à turma todo o cenário da

coisa porque eles mandaram.

minha descoberta, e todos tiveram a chance de quebrar um

Fiquei constrangido com o lembrete. Fui até a aluna e

dos galhos para descobrir como o som se parecia com os cli-

me desculpei pela resposta, e admiti que não sabia o moti-

ques e rangidos que começaram toda essa questão. Depois

vo de os cavalos correrem mais rápido quando eu fazia sons

de perceber isso, é fácil entender que animais de fuga que-

de clique ou de rangido. Eu disse que fazia assim e funcio-

rem aumentar a velocidade sempre que ouvem um galho

nava, mas simplesmente não sabia por quê. Também disse

quebrando debaixo das patas de um predador.

46 | Mundo Equestre - luxo


destinos premium

Foto: Raphael Macek

destinos premium Texto: Mundo Equestre Luxo.

Start spreading

the news!

48 | Mundo Equestre - luxo


inconfundível

nova york Conheça um lado de Nova York que não está nos guias turísticos: a cidade mais famosa dos Estados Unidos tem diversas atrações para quem é apaixonado por cavalos.

O coração da América é uma cidade onde tudo é possível. De restaurantes exóticos a lojas gigantes, de

Zoológico, o prédio Dakota (última moradia de John Lennon) e a fonte Bethesda.

museus com mostras raríssimas à tranquilidade dos parques: estar em Nova York é estar com livre acesso a

Riverdale Equestrian Centre

informações e opções. No meio da conhecida selva de

Não são muitos os haras no mundo que se locali-

concreto, saiba quais são os lugares imperdíveis para

zam dentro de grandes centros urbanos e treinam atle-

quem tem interesse em cavalos e quais são os melho-

tas de alto nível. Riverdale é um desses poucos espaços

res passeios para não perder durante sua estadia.

onde é possível aprender a montar e treinar no coração de uma cidade tão populosa quanto Nova York. O ha-

C e n t r a l Pa r k

ras localiza-se no Bronx, dentro do Van Cortland Park.

O parque norte americano mais famoso é um gi-

Lá, já treinaram nomes como Rusty Holzer, que par-

gantesco retângulo verde que ocupa 6% de Manhat-

ticipou das Olimpíadas em 1992, e sua mulher Ashley

tan, construído para equilibrar o excesso de prédios

Holzer, amazona canadense de adestramento que tam-

que cobrem a ilha. O que poucos sabem é que esse

bém participou dos Jogos quatro vezes, sendo que em

parque, aberto pela primeira vez em 1857, foi projeta-

1988 ganhou uma medalha de bronze por equipes. O

do para ser visitado a cavalo.

haras é aberto à visitação e turistas são bem-vindos.

Com o passar dos anos, o parque ficou cada vez mais voltado para pedestres até que não foi mais per-

M a n h at ta n S a d d l e ry

mitido montar nos animais dentro do local. Até 2012,

Nova York é um dos melhores lugares do mundo

ainda era possível agendar aulas de montaria no Cen-

para fazer compras – inclusive compras equestres. A

tral Park, mas essa atividade foi proibida para zelar

selaria Manhattan Saddlery é parada imperdível para

com a segurança de quem estava a pé. Porém, ainda

quem gosta de cavalos e quer levar para casa equipa-

há uma atividade equestre a ser feita nesse grande par-

mentos de qualidade. Ainda que trazer uma sela na

que: os passeios de carruagem já são símbolos de Nova

bagagem do avião possa ser um pouco complicado, a

York, e entretêm turistas do mundo todo.

loja, que localiza-se na parte sul da ilha, oferece várias

Considerado uma das atrações mais tradicionais

outras opções. Entre as marcas ofertadas, grandes no-

da cidade, o passeio de carruagem ocorre durante o

mes como Stübben, Kerrits, Pessoa e Essex enchem as

ano todo, do inverno congelado ao verão escaldante.

prateleiras do estabelecimento, que abriu há 11 anos.

Para participar, basta ir ao Central Park South, entre a

A Manhattan Saddlery ainda se compromete a atender

Quinta e a Sexta avenida. No trajeto, é possível avistar

todos os tipos de cavaleiros e amazonas: desde os pro-

vários pontos importantes do parque, como o Jardim

fissionais de hipismo e adestramento até os que mon-

Mundo Equestre - luxo | 49


Destinos premium

foto: Raphael Macek

Com edifícios imponentes, a cosmopolita Nova York guarda nobres surpresas para os turistas que buscam viver o glamour da “Big Apple”.

tam eventualmente, ou que estão começando no esporte.

Bonequinha de Luxo (Breakfest at Tiffany’s, em inglês). Outra loja importante é a Apple Store, com paredes de

Spa Para conhecer Nova York, o turista anda muito a pé

vidro, além de grandes grifes como Prada, Gucci, Louis Vuitton, Fendi, Cartier, Versace.

– a cidade tem um sistema de transporte público muito bom, e o uso de carros particulares é desnecessário du-

BIG APPLE

rante o dia. Porém, toda essa atividade física pode ser

A história de Nova York com os cavalos se estende até

cansativa, e para isso existe o Spa do Four Seasons, um

ao apelido que a cidade ganhou. “Apple” era uma gíria

dos hotéis mais luxuosos da cidade.

usada nos anos 1920 para os prêmios oferecidos em corri-

Entre muitos tratamentos exclusivos, os mais procu-

das de cavalos. As provas na metrópole eram importantes

rados são as massagens. O spa oferece várias opções:

e, portanto, o termo fazia referência às grandes recom-

com aromaterapia personalizada, com pedras vulcânicas

pensas. Jockeys e treinadores de Nova Orleans passaram

e mesmo uma opção romântica para casais. É impossível

a lembrar da cidade como “Big Apple”. Todos buscavam

não sair do spa sem estar completamente relaxado.

participar das competições lá. O escritor John Fitzgerald, na sua coluna esportiva no New York Morning Telegraph

Fifth Avenue

referiu-se à capital como “Big Apple”. Na década de 30,

Não dá para falar de Nova York sem mencionar a ave-

os músicos de Jazz passaram a usar a expressão como

nida mais famosa do mundo. É ela quem divide Manhat-

apelido ao centro do show bizz, ou seja, existiam inúme-

tan em leste e oeste, e também o início da numeração das

ras maçãs onde se apresentar, mas apenas uma Big Ap-

ruas, mas não é isso que faz com que a avenida seja tão

ple, uma New York. Cinquenta anos depois, a prefeitura

especial, e sim, o que se localiza nela. Mansões, aparta-

de Nova York resgatou o apelido para uma campanha de

mentos e as lojas mais chiques da cidade: a Fifth Avenue

turismo da cidade – a fruta seria símbolo de uma cidade

é símbolo do glamour. Maior exemplo disso é a loja da

saudável, fresca e brilhante. Desde então, Big Apple é si-

Tiffany’s & Co, que inspirou o filme de Audrey Hepburn

nônimo dessa grande metrópole.

50 | Mundo Equestre - luxo


A estátua da liberdade, o Central Park e os “yellow cabs” se tornaram marca registrada da bela e cosmopolita Nova York. Com diversas opções de entretenimento, atividades culturais e compras, a cidade é um dos destinos mais procurados pelos turistas brasileiros.


monzon

Foto: Beatriz Cunha

Eu não acredito em previsões... Mês passado esta coluna tratou de um assun-

Felipe Amaral / Premiere Carthoez BZ ganhou o

to um pouco polêmico, falamos sobre os cavalos

GP Internacional –W- Cidade do Rio de Janeiro? As

que em final de temporada não apresentam mais o

duas conquistas foram acompanhadas ao vivo por

corriqueiro desempenho. Aqueles cavaleiros e pro-

centenas de milhares de espectadores do SporTv/

prietários que não souberam poupá-los e manter

GloboSat, saibam. Poucas centenas conheciam a

seu interesse em saltar estariam pagando um alto

dupla sensacional, os outros tantos espectadores, a

preço... Animais exaustos e arredios, sem o dese-

avassaladora maioria, elegeu um novo ídolo, conhe-

jado “brilho” nos movimentos e sempre próximos

ceu a nova sensação, vão tentar se “ligar”, quando

de lesões, raramente se empenham o suficiente

puderem e souberem, para acompanhar suas per-

para que ganhem competições importantes, afir-

formances. Venceram, convenceram e encantaram.

mávamos. Recebi poucos elogios, muitas críticas

Uma história como esta, de entrar desacredi-

e opiniões contrárias veementes. Declaro que não

tado e triunfar, leva o torcedor brasileiro a eleger

consulto o Tarô, nem os búzios e nem a “bola de

seu preferido, seu representante, seu exemplo e

cristal”, mas confio na observação e na linguagem

seu herói. Há um pouco de Mossoró e de Sea-

corporal dos cavalos. Eles não mentem!

biscuit em Carthoez; há um pouco, e na medida

O que foi aquela conquista do Campeonato

certa, de humildade e de simplicidade no jovem

Brasileiro de Sênior Top pelo jovem, talentoso e

Felipe Amaral, a quarta geração de uma família de

promissor, Felipe Amaral? Que apresentações

amantes do hipismo. Nestes dois finais de semana

fantásticas, fluidas e suaves! O cavalo que vinha

havia um “olhar de tigre” naquela dupla maravi-

de recuperação, pois passou por várias cirurgias,

lhosa. Estavam imbatíveis!

mostrou que, mais do que recuperado, está so-

Como pude observar em várias e sucessivas

brando na turma. Suas reações são de quem está

inspeções veterinárias, eles estavam descansados!

plenamente confiante em suas forças e na condu-

Forte abraço, Monzon.

ção de seu cavaleiro. Foi uma aula de conjunto e

P.S. Registro meu abraço e admiração ao An-

de submissão, de leveza e vontade que há muito

tônio Alegria que lançou seu livro “O salto da mi-

eu não via. Espetáculo que deleita os que gostam

nha vida”. Leitura divertida e inspiradora para as

de equitação bem praticada.

novas gerações. Uma vida inteira de dedicação ao

E não é que na semana seguinte o binômio

52 | Mundo Equestre - luxo

cavalo e ao Hipismo.


53


informe

Fotos: Grace Carvalho - HiPics

superações e sonhos A carreira hípica de Andrezza Victória é construída sobre uma história de superação. Através dos cavalos, a jovem de 18 anos ultrapassou grandes obstáculos tanto nas pistas quanto em sua vida. Com o sonho de participar das Olimpíadas de 2020, saiba mais sobre a trajetória dessa talentosa amazona paranaense.

Desde pequena, Andrezza Victória já sentia grande

do um grave acidente. Cai de um cavalo da escolinha e

carinho pelos cavalos. Por conta de um acidente sofrido

quebrei meu dedo, rompi ligamentos do joelho e trinquei

quando tinha apenas quatro anos, a atleta perdeu tem-

algumas costelas. Pensei seriamente em desistir do Hipis-

porariamente a fala. Contando com o auxílio da equo-

mo. Após o ocorrido, fui participar da Clínica de Verão

terapia, somada a outros cuidados, Andrezza conseguiu

em Londrina, mas estava com bastante medo. Meu ins-

recuperar-se totalmente do trauma.

trutor Anderson Tonon me indicou o SL Samambar para

Quatorze anos após o acidente, a jovem passava em

experimentar e foi graças a este cavalo que recuperei a

frente à Sociedade Hípica Paranaense quando notou que

confiança para continuar no esporte. Graças ao cavalo e a

estava acontecendo um campeonato de Hipismo. Man-

percepção do Anderson”, afirma.

tendo o sentimento de gratidão aos cavalos por toda sua

Quando questionada sobre o que o esporte represen-

adolescência e movida pela curiosidade, pediu para seu pai

ta em sua vida, a amazona é enfática: “O Hipismo é um

entrar na Hípica para assistir a prova: foi amor à primeira vis-

sonho que está se realizando. É uma carreira, um hobby,

ta. Antes mesmo de sair do campeonato deste dia, Andrezza

uma diversão e um compromisso. Amo o esporte e amo

já estava inscrita na escola de equitação do Clube.

os cavalos. A cada segundo que passo na Hípica, tenho

Apresentando rápida evolução, atualmente, ela parti-

mais certeza que estou no caminho certo”, revela.

cipa de provas na categoria Jovens Cavaleiros B, saltando e vencendo provas de 1 metro. Tendo como montaria o

Sonhos e ídolos

belo cavalo da raça Brasileiro de Hipismo SL Samambar,

Andrezza Victória cultiva grandes sonhos dentro

a amazona revela que este animal teve um papel impor-

do esporte. Segundo a atleta, sua principal meta é

tantíssimo para sua carreira no esporte: “Em 2012, estava

participar das Olimpíadas de 2020, que será realiza-

competindo em uma prova em Londrina e acabei sofren-

da na capital do Japão, Tóquio.

54 | Mundo Equestre - luxo


O grande ídolo da amazona é o experiente cavaleiro Vitor Alves Teixeira. Tendo participado de duas clínicas ministradas por Vitor, Andrezza comenta que aprendeu muito ouvindo seus conselhos e aplicando as instruções transmitidas dentro das pistas. Sobre a rotina de treinos, Andrezza comenta que mesmo sendo puxada, é bastante divertida: “Concilio estudos e treinos. Quando estou em aula, vou para a Hípica às 14 horas e saio às 16 horas. Além de treinar, gosto de atentar para as necessidades do meu cavalo: se ele precisa andar um pouco, se sua baia está em boas condições ou se tem algo que eu possa fazer para melhorar sua qualidade de vida. Vou para a Hípica todos os dias, até nas segundas-feiras, dia que não treino, mas faço questão de ver se ele está bem e se posso fazer algo pelo seu bem-estar”. Sobre sua opção pelo Hipismo, Andrezza revela suas admirações pela prática: “Acho muito interessante e lindo um esporte que une seres humanos e animais em prol de um objetivo. Quem monta sabe o quanto é gratificante olhar no olho do seu cavalo e recordar quantas vezes ele já te ‘salvou’ de faltas, quantas vezes já corrigiu distâncias para o salto e o quanto você deve a ele a sua boa performance”. Andrezza ainda relata que deve muito de sua carreira ao apoio incondicional de seus pais: “Eles sempre me apoiaram e me incentivaram. Não foram poucas as vezes que tive medo, mas eles sempre demonstraram muita confiança e amizade, o que é fundamental para mim. Outra pessoa que é fundamental no esporte é o meu instrutor Anderson, que contribui diretamente tanto com suas instruções e técnicas quanto com sua positividade e confiança no meu sucesso”, conclui.

Mundo Equestre - luxo | 55


n ot í c i a s Fonte: Brasil Hipismo / Foto: João Victor Assumpção

Internacional do Rio de janeiro Yuri Mansur conquista o segundo lugar no Grande Prêmio e garante vaga para a final da Copa do Mundo em Lyon, na França.

Atletas de peso marcaram presença no campeonato

denboom completaram o percurso em 38s72 e uma falta.

hípico que ganhou a atenção da “Cidade Maravilhosa” no fim de semana dos dias 21 a 24 de novembro. O clima fes-

Grande Prêmio

tivo na Sociedade Hípica Brasileira, que completa 75 anos,

Na tarde de domingo (24/11), a principal prova do concur-

era resultado do CSI-W 2* – Concurso de Saltos Internacio-

so recebeu 37 conjuntos. Em caráter de duas voltas, as duplas

nal do Rio de Janeiro.

encararam obstáculos de 1,60m, no GP válido como penúlti-

O prêmio distribuído entre os vencedores somou mais

ma etapa do Ranking da Confederação Brasileira de Hipismo

de 200 mil reais. Os resultados valeram para a seletiva da

e como última seletiva da liga sul-americana para a final da

Copa do Mundo e somou pontos preciosos para o ranking

Copa do Mundo. Foi necessária muita agilidade e sincronia

brasileiro Sênior. Com tanta decisão em jogo, os espectado-

entre cavalo e cavaleiro. Apenas dez conjuntos zeraram o

res assistiram provas de alto nível técnico e muito compe-

percurso inicial e se classificaram para a segunda volta.

titivas, desenhadas pelo renomado course-deginer interna-

O carioca Felipe Amaral, que no final de semana an-

cional Hélio Pessoa, que veio especialmente da Colômbia,

terior havia conquistado o título de campeão brasileiro,

onde está radicado, para armar este importante concurso.

confirmou a excelente fase com sua espetacular montaria Premiere Carthoes BZ e foi o único a fazer dois percur-

Mini Grande Prêmio No fim da tarde ensolarada de sábado (23/11), em

sos sem faltas nas duas voltas, ficando com a medalha de ouro, no tempo de 48s30.

uma prova de duas voltas com obstáculos a 1,40m, oiten-

A segunda colocação ficou com o paulista Yuri Man-

ta atletas saltaram em busca do título do exigente Mini GP.

sur Guerios e QH Best Choice First Division, com uma falta

Apesar do número elevado de inscritos, apenas dez

em 45s20, resultado que lhe garantiu o título de campeão

competidores se habilitaram ao desempate. O cavaleiro

da Liga Sul-Americana e o direito de disputar a final da

Arthur Gustavo da Silva, representando a Suíça, foi o

Copa do Mundo de Hipismo, que será disputada em Lyon,

grande campeão. Com sua montaria Quadrille du Qui-

na França, em abril de 2014. A outra vaga ficou com o

ck, o atleta fez pista limpa na segunda volta, em 41s45,

paulista César Almeida.

conquistando o topo do pódio. Em segundo lugar chegou o top paulista Yuri Mansur Guerios. Com Zamira 37, Yuri fez uma prova espetacular e,

Em terceiro lugar do Grande Prêmio, chegou a dupla Lucas Martins Brambilla e CRM Busch Van Het Prinsenveld, que cometeu uma falta na segunda volta, em 45s84.

também, sem faltas correu para o tempo de 42s51. Jorge

Muito próximo, com 45s93 e uma falta, o conjunto

Rodrigues Carneiro e seu ágil Felicity Van Het Kastanjehof

Sergio Marins e Land Peter do Feroleto conquistou a quar-

conquistaram a terceira colocação, sem faltas, em 45s29.

ta posição, garantindo a liderança do Ranking de Sênior

Em quarto, Andrea Guzzo Muniz Ferreira e Amici de Gul-

da Confederação Brasileira de Hipismo com 115 pontos.

58 | Mundo Equestre - luxo


Fonte: MktMix / Foto: Luis Ruas

campeão sênior 2013 Representando o estado de Minas Gerais, o experiente cavaleiro sérgio marins conquista o disputadíssimo título de campeão brasileiro pela série sênior.

O cavaleiro Sérgio Henriques Neves Marins sagrou-

etapas do Oi Brasil Horse Show do Rio de Janeiro e de

-se campeão do Ranking de Salto Sênior 2013 da Con-

Campinas, Classic Horse Show, The Best Jump, Campe-

federação Brasileira de Hipismo no dia 8 de dezembro.

onato Brasileiro de Saltos Sênior, Internacional do Rio

Com Top Team Land Peter do Feroleto, o mineiro foi

de Janeiro e Top Riders.

o terceiro colocado no GP do CSN4* Top Riders, que

Vencedor do GP do Top Riders com Maestro St Lois

aconteceu no Helvetia Riding Center, em São Paulo, e

Sanol Dog Protécnica (4/0 -53s01), José Roberto des-

garantiu pela primeira vez o troféu do ranking brasileiro

tacou o desempenho do campeão do Ranking: “Estou

com 122 pontos.

satisfeito com meu resultado e a vitória do Marins foi

“Estou feliz demais, eu nem esperava por esse títu-

merecida. Ele competiu o ano todo somente com um

lo. Agradeço a toda minha equipe que contribuiu pela

cavalo e foi muito regular, pontuando em todas as eta-

minha vitória e, em especial, a Chiara Besenzoni, pro-

pas”.

prietária do Land Peter, pelo apoio incondicional. Mon-

O segundo lugar do GP ficou com Artemus de Al-

to o Land Peter desde os cinco anos e hoje ele tem dez

meida montando Dimensional Landritter do Feroletto

anos. Sempre busquei não ter pressa e respeitar o ritmo

II, com uma falta na soma das passagens, em 55s23.

do cavalo para um dia chegar ao nível mais alto e é

Sérgio Marins teve uma falta na primeira volta e pista

esse meu conselho para todos os profissionais e tam-

limpa na segunda, em 58s02. O GP do Top Riders dis-

bém meus alunos”, contou Sérgio Marins, cavaleiro que

tribuiu R$105 mil em prêmios e Sérgio Marins levou um

defendeu o Brasil no Concurso Completo de Equitação

carro 0km pela vitória do Ranking de Salto Sênior 2013

(CCE), em Atenas 2004.

da CBH.

O vice-campeonato do Ranking de Salto Sênior ficou empatado entre José Roberto Reynoso Filho e Yuri

Resultado final - Salto Sênior CBH 2013

Mansur, ambos com 118 pontos. Francisco Musa foi

1º) Sérgio Marins - 122 pontos

o quarto colocado com 99 pontos, seguido por Adir

2º) José Roberto Reynoso Fernandez Filho - 118 pontos

Abreu, com 73 pontos, e Felipe Amaral, com 70. Todos

2º) Yuri Mansur Guerios - 118 pontos

os cavaleiros tiverem direito a um descarte de resultado.

4º) Francisco Musa - 99 pontos

A corrida pelo título começou em maio com a Copa

5º) Adir Dias de Abreu Junior - 73 pontos

Hermès, passando também pela Copa São Paulo, pelas

6º) Felipe Amaral - 70 pontos

Mundo Equestre - luxo | 59


INTERNACIONAL

Foto: Stefano Grasso/Longines Global Champions Tour

final do

global

champions

tour


surpresas em doha Contrariando expectativas, o Jovem Scott Brash garante o título de campeão do GCT 2013. Doda Miranda conquista a quarta posição do disputado ranking Global Champions Tour, evento que reúne os melhores atletas do mundo em 12 etapas ao longo do ano. A capital do Qatar, Doha, foi sede da última etapa do famoso campeonato internacional de hipismo, o

cavaleiro a se sagrar campeão do Global Champions Tour.

Global Champions Tour. A etapa, que aconteceu de 21

A conquista foi emocionante. A amazona Laura

a 23 de novembro, ficou na memória de quem assistiu

Kraut completou a primeira volta com o não tão ve-

os espetáculos de salto no Al Shaqab Equestrian Centre.

loz tempo de 76s47, somando quatro pontos por um

A excitante final valia pontos para definir o ven-

derrube, o que a tirou da rodada seguinte e, conse-

cedor da temporada 2013 do torneio. O jovem britâ-

quentemente, o título. Ainda assim, nove competido-

nico Scott Brash sagrou-se campeão da etapa e, com

res fizeram pista limpa no primeiro round, dificultando

esta vitória, pulou da sexta posição para a liderança do

a decisão.

ranking, conquistando o disputadíssimo campeonato. O

Na segunda volta, apenas três fecharam o percur-

cavaleiro brasileiro Álvaro Afonso de Miranda, o Doda,

so sem cometer faltas. Marcus Ehning, montando Plot

alcançou o quarto posto do ranking geral do GCT e

Blue, cometeu uma falha no desempate e terminou

foi o terceiro cavaleiro do Circuito que mais arrecadou

em terceiro com o tempo de 47s81. A disputa ficou

premiações: em 2013, Doda ganhou mais de 1 milhão e

entre Ludger Beerbaum/Chiara 222 e Scott Brash/

duzentos mil euros em prêmios.

Hello Sanctos. O inglês fez 43s17 contra 43s83 do alemão.

Final do GCT

O brasileiro Doda Miranda encerrou sua participa-

A temporada chegou ao clímax com a prova final

ção no GP de Doha com o décimo quarto posto. O

que decidiu o campeão do Global Champions Tour

resultado foi o suficiente para colocá-lo como o quarto

2013. Até a etapa de Doha, Laura Kraut era a primeira

melhor cavaleiro do Global Champions Tour na tempo-

colocada do ranking, sendo a favorita ao título. Ou-

rada de 2013.

tros top atletas com chances de conquistar o troféu de

Durante a final, Doda cometeu uma falta na pri-

campeão compareceram confiantes à cidade de Doha,

meira volta e outra na segunda. Já Marlon Zanotelli

a fim de demonstrar seu melhor: Christian Ahlmann,

fez uma primeira volta perfeita sem nenhuma penali-

Luciana Diniz, Edwina Tops-Alexander, Doda Miranda,

zação, porém sofreu oito pontos na segunda, o que o

Ludger Beerbaum, Rolf-Göran Bengtsson, todos com

deixou duas posições atrás de Doda.

chances de vitória. A mais competitiva de todas as edições teve um

Al Shaqab Equestrian Centre

desfecho brilhante para o jovem cavaleiro Scott Brash.

Fundado pelo Emir (comandante) do Qatar, o Al

Além de comemorar o seu aniversário de 28 anos, ele

Shaqab foi escolhido para ser sede da final do Glo-

venceu a etapa de Doha e pulou da sexta colocação no

bal Champions Tour. Receber os melhores cavalei-

ranking direto para a primeira. Brash é o mais jovem

ros e amazonas do mundo é uma honra que apenas

Mundo Equestre - luxo | 61


INTERNACIONAL

Fotos: Stephano Grasso - GCT.

Em um brilhante desempenho verde-amarelo, Álvaro Afonso de Miranda, o Doda, conquistou a quarta posição do circuito, faturando mais de um milhão e duzentos mil euros em premiações.

complexos luxuosos, como este, ganham.

Na tarde de 23/11, o conjunto do cavaleiro Hamad Ali

O centro faz parte dos ideais do HH Sheikh Hamad

Mohamed mereceu mais um destaque ao ficar na sétima

Bin Khalifa Al Thani’s em preservar e perpetuar os cavalos

posição, recebendo o prêmio de 1.770 euros. No GP, qua-

Árabes. Ele proporciona várias facilidades para o cenário

tro atletas do Qatar participaram, sendo que o melhor foi

equestre internacional: Arenas de ponta, estábulos e con-

o Sheik Ali Bin Khalid e sua montaria Cantaro 32, na 15ª

veniências de alta qualidade fazem o espaço despontar

colocação.

como um dos mais importantes no universo do hipismo.

Milhões de euros Donos da Casa

Além da tabela de pontos, o GCT apresenta a classi-

O incentivo à pratica do hipismo no Qatar vem sendo

ficação pela soma de dinheiro recebido, em prêmio, du-

um dos motores para que grandes resultados, como os

rante as etapas da competição. A amazona representante

conquistados na etapa de Doha, apareçam entre os atletas

da Austrália Edwina Tops-Alexander ganhou, aproximada-

do país.

mente, 2,4 milhões de euros.

Logo na disputa inicial, saltando barreiras de 1,45m,

A lista de premiação segue com o nome do experiente

dois qatarenses configuraram entre os seis melhores. O

cavaleiro alemão Ludger Beerbaum que recebeu um mon-

conjunto formado por Hamad Ali Mohamed e Ultimo

tante de 1,217 milhões de euros, muito próximo do brasileiro

fez uma prova impecável e sem penalidades, ficando em

Doda Miranda, terceiro colocado, que arrecadou 1,214€mi-

quarto com 26s71. Em um tempo muito próximo, 29s70,

lhões nesta temporada. A amazona Meredith Michaels-Beer-

o cavaleiro Faleh Suwead e seu cavalo Come Soon obtive-

baum conquistou o quarto lugar, somando nada menos que

ram a sexta posição.

um milhão cento e oitenta mil euros em prêmios.

62 | Mundo Equestre - luxo


conveniência

conveniência para atletas

guia 4 patas

listamos abaixo os contatos de alguns dos instrutores e veterinários mais influentes do brasil, que podem auxiliá-lo em sua rotina com os cavalos, assessorias para compra de animais e treinamentos em outras cidades.

cesar almeida cesaralmeidabr@gmail.com nextel: 92*176181 Residencial Guancan Cotia - SP

Tiago de Camargo tiagoferreiradecamargo@ig.com.br fone: (19) 9135 9124 Sociedade Hípica de Campinas Campinas - SP

Sérgio Marins sergiohmarins@hotmail.com fone: (31) 9208 1006 Centro de Trein.Top Team Belo Horizonte - MG

Miro contato@hipismomaringa.com.br fone: (44) 9911 7999 Clube Hípico de Maringá Maringá - PR

cristovão dellagerisi ctdellagerisi@hotmail.com fone: (54) 8146 7833 Centro Hípico e Haras MD Passo Fundo - RS

Francisco Luiz viana fvequestrianteam@outlook.com f: (47) 9122 7534 / 84*78758 Centro Equestre Leme Joinville - SC

fábio sarti www.fabiosarti.com.br fone: (11) 9 8133 0190 Sociedade Hípica Paulista São Paulo - SP

André giovanini a.giovanini@globo.com fone: (71) 9202 0337 / 96*4684 Equus Clube do Cavalo Lauro de Freitas - BA

Lourenço vieira lorovieira@uol.com.br f: (19) 7819 0246 / 96*94039 Centro Hípico Loro & Manhani Limeira - SP

Fernando costa fernandojacosta@hotmail.com f: (11) 7892 9887 / 7892 9885 Híp. Morumbi - wfhorse.com.br Cotia - SP

alonso tarifa alonsotarifa@hotmail.com fone: (61) 7815 8277 Sociedade Hípica de Brasília Brasília - DF

felipe morgan felipe_morgan92@hotmail.com fone: (31) 8871 3963 Centro de Treinamento Top Team Belo Horizonte - MG

esdra ramos pereira esdraramospereira@hotmail.com fone: (11) 7870 0760 Hípica Nashville Piracaia - SP

ciro abel ciroabelpinto@bol.com.br fone: (51) 9641 7755 Hípica Sta. Tereza (Viamão), Haras Sto. Cristo (Nova Hartz) - RS

Luiz carlos n. stetner luiz-stetner@uol.com.br fone: (11) 7816 3747 Especializado em Cavalos Novos Centro Hípico CAPI - SP

Priscila Azevedo médico veterinário priazev@hotmail.com fone: (11) 9 8444 1222 Clube Hípico de Santo Amaro São Paulo - SP

valdir tonin médico veterinário valdiroberto@globo.com fone: (41) 9974 2888 Sociedade Hípica Paranaense Curitiba - PR

joão luiz dos santos médico veterinário eohippus_joao6@hotmail.com fone: (47) 9985 4372 Clínica e Cirurgia Equina Santa Catarina

64 | Mundo Equestre - luxo


65


where to buy?

guia 4 patas

Endereços e telefones dos principais serviços que você, seu haras ou seu cavalo podem precisar. mercado de cavalos marketing@mercadodecavalos.com.br fone: (11) 4221 5726 www.mercadodecavalos.com.br São Paulo - SP

Rancho império ranchoim@terra.com.br fone: (19) 9771 3949 contato: Marcelo Messias São Paulo - SP

lab. análises c.tarumã tarumalab@hotmail.com f: (41) 3366 7616 / 9974 4955 Vitor F. do Amaral - Jockey Club Curitiba - PR

horse truck TRANSPORTE contato@horsetruck.com.br fone: (11) 7782 2505 | 88*119376 www.horsetruck.com.br São Paulo - SP

maquinas de tosquiar www.elantrade.com.br f:(19) 3233-5370 Distribuidor Autorizado Oster Campinas - SP

ferraduras brasil www.ferradurasbrasil.com.br f: (15) 3302 3717 / 4141 1594 Av. Antonio S. Saladino,1826 Sorocaba - SP

Equipe Marcon danymarcon@me.com fone: (16) 3917-2557 / 99*75058 Selas e Acessórios - Aulas e Clínicas Ribeirão Preto - SP

road house grill www.roadhousegrill.com.br f: (61) 3321 8535 / 3034 8535 Brasília SCES Brasília - DF

ma parcour ltda contato@maparcour.com.br f: (41) 9987 5588 / 7815 2567 www.maparcour.com.br Curitiba-PR

hípica Nashville edsonfragnan@terra.com.br fone: (11) 9 7212 4467 Rod. Jan Antonin Bata km 79 - Canedos Piracaia - SP

força livre www.forcalivrehipismo.com.br fone: (43) 3341 8484 Rua José Garcia Domingues,143 Londrina - PR

manege das araucárias manegedasaraucarias.com.br fone: (41) 9987 5588 Estrada da Fazendinha, km 6 Araucária - PR

by Ranna milucan_n@hotmail.com fone: (51) 9965 8889 Beco do Schneider Porto Alegre - RS

c.t. top team www.topteamfg.com.br f: (31) 9208 1006 / 8871 3963 Jardins de Petrópolis / MG030 Nova Lima - MG c. equestre cantagalo fone: (48) 9139 5230 www.centroequestrecantagalo.com Rua Francisca Inês da Costa, 342 Florianópolis - SC

selarias no brasil selaria santa rosa www.selariasantarosa.com.br fone: (41) 3266 7831 Vitor F. do Amaral -Jockey Club Curitiba - PR

salto e sela www.saltoesela.com.br fone: (11) 5533 2990 Av. Santo Amaro, 1775 São Paulo - SP

ecuyer mariahipica@hotmail.com f: (51) 3311 1256 / 9333 1556 Av. Juca Batista, 4931 Porto Alegre - RS

agro agropecuária Selaria e medicamentos www.agroagropecuaria.com.br fone: (47) 3351.4261 Brusque - SC

Maison du cavalier www.maisonducavalier.com.br f: (11) 5505 0900 / (21) 2535 8946 Soc.Hípica Paulista e Brasileira São Paulo / Rio de Janeiro

cia do cavalo atendimento@ciadocavalo.com fone: (11) 5641 4604 Visconde de Taunay, 809 São Paulo - SP

66 | Mundo Equestre - luxo


67



Revista Mundo Equestre Luxo - número 68