__MAIN_TEXT__

Page 46

Balanço preliminar 2020 Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná - Sindiavipar Irineo da Costa Rodrigues, presidente do Sindiavipar

Novos desafios, muita dedicação e foco na sanidade Estamos chegando ao final de um ano rigorosamente diferente para a avicultura e, claro, para o mundo. Com uma perspectiva tímida de crescimento de 3% a 4% na produção de proteína de frango, e de 3% a 5% nas exportações, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), para a manutenção das atividades do setor os desafios foram diversos. A busca pela abertura de novos mercados, sempre conduzida de maneira espetacular por nossa Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, encontrou, na pandemia, um entrave para avanços. A alta do dólar também impactou neste cenário, tornando nossa proteína mais valorizada, mas, ao mesmo tempo, impacta no grande aumento do preço dos grãos, milho e soja, resultando em custos muito altos de produção. Entretanto, mesmo diante das situações adversas, é importante ressaltarmos que a vitória do setor continua sendo a sanidade. Observamos ao redor do mundo, diversos países acometidos por doenças como influenza aviária, peste suína africana, entre outras. No Brasil, continuamos, tanto no serviço público como na iniciativa privada, com um trabalho relevante para evitar essas ocorrências em nosso território. Para que a avicultura siga em evolução a mudança de paradigmas também precisa acontecer. A modernização e o aperfeiçoamento do Serviço de Inspeção Federal (SIF) são necessários para acompanhar os avanços do setor. Nesse sentido, assim como observamos em outros países, alguns aspectos tratados como itens de inspeção, na realidade

46 A Revista do AviSite

são controles de qualidade da produção que são, e precisam ser, de responsabilidade das empresas, desonerando assim a cadeia produtiva, desburocratizando processos e, disponibilizando fiscais para a fiscalização, onde ela é imprescindível e indelegável. Essas e outras frentes são discutidas frequentemente pelo Sindiavipar, juntamente com seus associados, e com outros integrantes do setor privado e do governo. Em setembro, assumimos a entidade com a visão de somar esforços e realizar um intercâmbio com outras organizações e com o Poder Público. Ao todo, nove instituições foram visitadas nas três primeiras semanas de atuação da nova diretoria, incluindo uma audiência com o governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Júnior. A avicultura paranaense representa em torno de 40% das exportações brasileiras de carne de frango, e responde por 36% da produção nacional da proteína. Sendo assim, precisamos atuar para ampliar nossa representatividade associativa, deixando-a alinhada a esta performance de extremo destaque. Nossa avicultura ainda é jovem e, com certeza vai crescer, pois é moderna e temos condições especiais no Paraná que nos trazem esse potencial: pequenas propriedades e produção de grãos em quantidade alta e qualidade superior. Para 2021, esperamos uma grande safra de grãos, com o preço da soja e do milho operando mais em baixa, para o segmento avícola ter performance de resultado. Além disso, o setor pode esperar muito trabalho por parte do Sindiavipar. Uma avicultura líder, exige muita dedicação e, isto com certeza, está sendo feito.

Profile for Mundo Agro Editora

Revista do AviSite - Edição 133  

Revista do AviSite - Edição 133