__MAIN_TEXT__

Page 43

Como sempre! D

iante de tudo que o mundo enfrentou (vem enfrentando) em 2020, é permitido afirmar que a avicultura brasileira teve desempenho simplesmente exemplar. Se não alcançou todas as metas que se desenhavam desde o final de 2019, foi muito além do que era esperado frente ao quadro de pandemia que envolveu a humanidade. Manteve sua produção e, com isso, atendeu como poucas atividades econômicas a dois de seus papeis básicos:

garantir empregos para uma grande massa de brasileiros e, ao mesmo tempo, propiciar alimentos naturais, nutritivos e de grande competitividade à população do País. Pena, somente, que este último quesito – competitividade – permaneça em risco crescente frente à contínua e crescente alta dos dois insumos básicos do setor, o milho e o farelo de soja. Ainda que outros obstáculos possam surgir, esse será o principal desafio que o setor terá de enfrentar e superar em 2021.

Alojamento de matrizes de corte

53,7 milhões de cabeças // 4%

Produção de pintos de corte

6,7 bilhões de cabeças // 4%

Carne de frango inspecionada

13,6 milhões de toneladas // 1%

Exportação de carne de frango

4,1 milhões de toneladas // (1%)

Disponibilidade de carne de frango 45,1 kg per capita // 1,5%

Preço do frango vivo

10,5% de aumento na média janeiro/ novembro

Custo do farelo de soja

52% de aumento na média janeiro/ novembro

Custo do milho

45% de aumento na média janeiro/ novembro

A Revista do AviSite

43

Profile for Mundo Agro Editora

Revista do AviSite - Edição 133  

Revista do AviSite - Edição 133