__MAIN_TEXT__

Page 10

Produção

Decisão baseada em... evidências? Como estabelecer fatores relevantes para tomada de decisão na produção avícola? A "doença” e o “normal”. O ano de 2020 certamente ficou marcado pela ocorrência de eventos considerados “adversos”, que perturbaram uma rotina até então considerada “normal”, impactando o atual modo de vida e gerando consequências jamais dimensionadas. Autores: Pedro Celso Machado Jr., Médico veterinário e bacharel em Ciências Econômicas pela UFPR, PhD em Agricultural Economics com especialização em estatística pela Oklahoma State University. pedrocm@okstate.edu Breno Castello Branco Beirãoro, Médico veterinário pela UFPR, PhD em Animal Genomics and Disease Resistance pela University of Edinburgh, é professor da UFPR. breno.beirao@ufpr.br

É

muito provável que o leitor já tenha se deparado com afirmações semelhantes às da frase anterior. Porém gostaríamos de chamar atenção para duas palavras em especial: “adverso” e “normal”. Sem mergulhar profundamente na etimologia das palavras, o conceito de adversidade resume-se a algo que se apresenta em oposição, em sentido contrário, que traz desgraça, prejuízo ou que provoca infortúnio. Do mesmo modo, algo “normal” traduz-se como algo usual, comum, ou cujo comportamento é considerado aceitável. Dadas as definições, podemos perceber que para caracterizar algo como adverso, é necessário saber o que podemos considerar normal. Isso é válido para qualquer sistema ou cenário a ser analisado, e em nosso caso especial, para o sistema de produção avícola. Assim como um sistema orgânico, o sistema de produção avícola é um conjunto de órgãos ou de tecidos relacionados que desem-

10

A Revista do AviSite

penham uma função vital específica. Em nosso sistema de produção, temos diferentes elos da cadeia como “órgãos” ou “tecidos” que irão desempenhar nossa função vital de figurar entre os líderes mundiais na produção e exportação de frangos de corte na atualidade – isso envolve desde a produção de grãos e aditivos para alimentação, logística no transporte de grãos, ração, ovos e animais, processamento de grãos e transformação em alimento, produção de reprodutores, matrizes, ovos férteis e pintos de um dia, produção – crescimento – de frangos de corte, abate e processamento de animais terminados – beneficiamento em carcaças, cortes, e produtos industrializados que finalmente chegam às nossas mesas. Essa analogia com um organismo serve também para ilustrar a complexidade da avicultura. Quantas “normalidades” precisam ser definidas dentro de cada elo da cadeia para proporcionar a identificação de

“adversidades” e suas potenciais consequências a cada um dos “órgãos”? Como em um exame clínico, devemos pensar em que tipo de evidências precisamos identificar de forma a nos permitir tomar decisões que, com determinado grau de certeza ou confiança, melhorem a função vital (nesse caso, os resultados financeiros). Tomemos o exemplo da implementação de um protocolo para controle de salmonela dentro de uma integração. Por onde começar? Para responder a essa pergunta, primeiro é necessário definirmos qual o estado atual do nosso sistema. Pensando em salmonela, isso se traduz em “qual é o grau de positividade da minha empresa?”. E também: “que tipos de salmonela temos?”. “Como estão distribuídas no espaço e no tempo?”. E aqui enfatizamos a necessidade de saber onde nos encontramos dentro de uma escala de tempo e espaço, para saber para onde podemos ir após tomarmos alguma

Profile for Mundo Agro Editora

Revista do AviSite - Edição 133  

Revista do AviSite - Edição 133