Page 1

#17 | mar.abr10

Revista da Sociedade Esportiva Bandeirante

A cada passo, Naira Batisti esbanja graça e talento com a dança

Foto estilizada da primeira edição dos Jogos Abertos, realizada em Brusque, de 7 a 12 de agosto de 1960


7RS&DU

&RQFHVVLRQiULD SDUD6DQWD&DWDULQD

3XUR3UD]HUGH'LULJLU


CONSELHO EDITORIAL Arthur Fischer Neto José Carlos Loos Larissa Fuck Paulo Cesar Piva Ricardo Zendron Sandro Ricardo Gracher Baran

EDITOR-EXECUTIVO Sidnei dos Santos - 1198 (MTb/SC) sidnei@mundieditora.com.br EDITORA-ASSISTENTE Gisele Scopel - 02807JP (MTb/SC) REPÓRTERES Beatriz Alves Gaviolli, Jean Laurindo e Mariana Tordivelli GERENTE DE ARTE E DESENVOLVIMENTO Rui Rodolfo Stüpp rui@mundieditora.com.br FOTO DE CAPA Daniel Zimmermann EDITORA-CHEFE Danielle Fuchs daniele@mundieditora.com.br COORDENADOR COMERCIAL Eduardo Bellídio eduardo.bellidio@mundieditora. com.br 47 30335.5500 GERENTE-GERAL COMERCIAL Denilson Mezadri denilson@mundieditora.com.br DIRETOR-EXECUTIVO Niclas Mund niclas@mundieditora.com.br

Av. Getúlio Vargas, 224 - Brusque (47) 3351-1133 www.sebandeirante.com.br Diretor-presidente Sandro Ricardo Gracher Baran Diretor-vice-presidente Paulo Cesar Piva Diretor 1º Secretário José Carlos Búrigo Diretor 2º Secretário Renato Marques Mesquita Diretor 1º Tesoureiro Arthur Fischer Neto Diretor 2º Tesoureiro Carlos Alberto Beuting Diretor de Esportes William Fernandes Molina Diretor Social Daniel Wehmuth Diretor de Patrimônio José Carlos Loos Diretor Administrativo Janine Miranda Schlösser Diretora Cultural Larissa Fuck

Caminho bem construído

EDITORIAL Aproveitando mais uma vez este espaço, no qual temos a oportunidade de conversar e informar nossos associados, dedico este editorial a um agradecimento especial a todo o quadro associativo do Bandeirante. Em tom de despedida como presidente, venho até vocês dizer que foi muito prazeroso ‘estar’ presidente do clube, onde desde criança aprendi a usá-lo intensamente. Sinto-me realizado e principalmente feliz em ter dado minha contribuição para a continuidade de um clube tão maravilhoso como é o Bandeirante. Agradeço o total apoio dos bravos diretores que estiveram ao meu lado durante estes quatro anos de mandato e dedicaram-se para a melhoria dos serviços prestados ao nosso clube. Foram quatro anos de doação total desta diretoria, muitas vezes com reuniões e assuntos extremamente delicados e polêmicos. Sei que algumas vezes saíamos extremamente desgastados por tomar algumas decisões. Porém, sempre em benefício do clube e para o bem de todos os associados. Não poderia esquecer do dedicado e maravilhoso quadro de colaboradores. Com certeza, são estas pessoas que fazem o clube acontecer. Temos um número limitado de funcionários, porém extremamente prestativos e eficientes. Muitas vezes, desdobram-se para o bom funcionamento do clube. Entenderam a filosofia desta diretoria, que é prestar um serviço de qualidade para, desta forma, atender cada vez melhor o maior patrimônio do Bandeirante, o sócio. Aos associados, agradeço a confiança e atenção dadas a esta diretoria. Antes de diretores, também somos sócios. Nossa dedicação e doação vêm com um único objetivo, entender o sócio e, assim, atendê-lo da maneira como nós também gostaríamos de ser atendidos. Tenho certeza de que os serviços do clube estão melhorando, o objetivo deverá ser mantido. Nossas estratégias focam sempre na melhoria e aperfeiçoamento dos serviços prestados aos associados. Fizemos várias mudanças em nosso sistema de administração e, com isto, avançamos fazendo muitas melhorias. Algumas áreas do clube precisaram de reformas ou novas construções, isso faz parte do crescimento. Com certeza, o clube vem crescendo em várias frentes, temos um planejamento estratégico organizado e montado para seguirmos neste e nos próximos anos. Muitas novidades e projetos estão por vir, em breve. Por isso, precisamos continuar com o apoio e participação do sócio. Nas próximas edições, os associados poderão acompanhar os planos que o clube está desenvolvendo. Neste momento, alguns projetos estão sendo traçados, dois deles já em fase de execução: a informatização da portaria, com as novas carteirinhas de acesso exclusivo ao sócio, permitindo o controle mais adequado da entrada em nosso clube, e a construção da nova academia de ginástica. Certamente, teremos um ambiente moderno e eficiente ao condicionamento físico. Com certeza não acertamos em tudo, mas sempre procuramos trabalhar para os interesses do fortalecimento, buscando promover a organização geral do Bandeirante. Use o clube! Ele é seu, ajude-nos a melhorá-lo e conservá-lo.

Diretor de Eventos Ricardo Luciano Zendron Diretora Jurídica Juliana Appel Coelho

4

Sandro Ricardo Gracher Baran Presidente


SUMÁRIO

Hélio Romeu Ioner chega ao Bandeirante com fome de bola e muito bom humor

12

08 Edson Machado traz a receita simples e saborosa do famoso peixe assado

O cardiologista Christian Bornschein dá orientações para o bom exercício físico

14 26 SEB sedia o lançamento dos 50º Jogos Abertos de Santa Catarina

28 Bandeirante incentiva a prática do esporte com a Escolinha de Voleibol e Basquete

6

16 Quem faz o Bandeirante acontecer 18 Naira Batisti e a paixão pela dança 20 Confira a moda Inverno com a Agito.com 22 Foliões fazem a festa no Baile do Hawaí 24 Evento Soroptimista 27 Clube apresentea equipe feminina de futsal 30 Projeto Renovação 32 Relembrar é viver 33 Aniversário 34 Mural


saúde

Em dia com o corpo Após os 35 anos, exercícios devem ser dosados e acompanhamento médico é essencial

Daniel Zimmermann

sistema músculo-esquelético podem ter dificuldade de adaptação a uma carga intempestiva e excessiva de esforço, aumentando o risco de eventos cardíacos, como arritmias cardíacas e até infarto agudo do miocárdio, além das lesões musculares e articulares. “O ideal é manter uma atividade física durante a semana – no mínimo dois dias – e aproveitar o sábado e domingo para complementar os exercícios”, ensina o médico.

Quando procurar orientação

O

exercício físico regular traz, sem dúvida, muitos benefícios à saúde. Principalmente, se bem orientado por um profissional com conhecimentos específicos. Segundo o cardiologista e especialista em medicina do esporte, Christian Bornschein, a falta de uma avaliação médica bem conduzida pode acarretar alguns riscos, inclusive de morte, especialmente àqueles que têm doenças cardiovasculares já diagnosticadas ou que apresentam um ou mais fatores de risco para tais doenças. Dentre os fatores de risco estão idade acima de 35 anos, tabagismo, diabetes, obesidade, hipertensão arterial, alterações no colesterol e triglicérides, além de histórico familiar de doenças graves do coração. O médico explica que sedentário é o indivíduo que gasta poucas calorias por semana com atividades ocupacionais. Pesquisas têm comprovado que as pes-



soas com esse perfil devem evitar exercícios físicos vigorosos e repentinos. A pressa em obter resultados e a prática irregular de atividade física podem deflagrar problemas no organismo que vão desde pequenas lesões até traumas graves, solucionados apenas com intervenção cirúrgica. Articulações, ligamentos e músculos de ombros e joelhos são as grandes vítimas da prática inadequada de atividade física e, segundo estudos científicos recentes, exercícios não-frequentes representam um sério risco para ataques cardíacos, já que eles forçam demasiadamente um coração despreparado para aquele grau de esforço. Muitas pessoas, por falta de tempo durante a semana, acabam querendo compensar a falta de atividade física diária com exercícios mais longos ou intensos no fim de semana. Bornschein enfatiza que essa atitude pode ser perigosa, pois o sistema cardiovascular e o

Bornschein aponta que a liberação plena para a prática de atividades físicas, particularmente as competitivas ou de maior intensidade, deve partir do médico. Indivíduos portadores de hipertensão arterial, diabetes, doença arterial coronariana e outras doenças cardiovasculares devem ser avaliados por um cardiologista ou especialista em medicina esportiva, não somente quanto à liberação para a prática de exercícios, como também quanto à indicação do exercício adequado, como parte do tratamento da doença. Quando se trata de praticar exercícios leves a moderados, como a caminhada, raramente existirá uma contra-indicação médica, com exceção de casos de limitação funcional grave. O cardiologista alerta que o aparecimento de sintomas durante ou após a realização de exercícios, como dor torácica, palpitações, sensação de desmaio ou fadiga exagerada podem indicar a presença de anormalidades cardíacas. “O exercício deve ser interrompido e deve-se buscar auxílio médico especializado”, diz. O exame cardiológico antes do início de uma prática regular de exercícios físicos


(aeróbicos e/ou musculação) tem como objetivo detectar possíveis anormalidades cardíacas (silenciosas ou não) que podem levar ao afastamento temporário ou definitivo da prática destes exercícios, prevenindo, em alguns casos, a ocorrência de um evento cardíaco durante uma sessão de treinamento. Uma pessoa que pretende iniciar um programa vigoroso de exercícios físicos deve se submeter a uma avaliação especializada, independente da idade. A avaliação cardiológica deve incluir o exame físico e, no mínimo, a realização de

um eletrocardiograma. Indivíduos acima de 35 anos deverão obrigatoriamente realizar também um teste ergométrico (teste de esforço) antes do início das atividades. A frequência com que esses exames devem ser realizados é variável, devendo ser anual em indivíduos acima de 35 anos ou naqueles já com doença cardiovascular ou fatores de risco para o seu aparecimento. A principal recomendação do cardiologista é seguir o bom senso e praticar exercícios como um hábito de vida e não como uma obrigação. “A orientação é

fazê-los com prazer, sentindo bem-estar antes, durante e, principalmente, depois da atividade física”, complementa. Para deixar de fazer parte do grupo dos sedentários, o indivíduo precisa gastar, no mínimo, 2,2 mil calorias por semana em atividades físicas de intensidade moderada, divididas em três a cinco dias da semana – uma média de 30 a 50 minutos por dia. Praticar atividades como caminhar, correr, pedalar, nadar, ginástica e exercícios com pesos (fortalecimento muscular) são propostas válidas para evitar o sedentarismo e importantes para melhorar a qualidade de vida.

ExclusividadeÊemÊ confortoÊeÊeleg‰ncia. AÊBelloÊSpazioÊuneÊoÊ estiloÊeÊoÊrequinteÊqueÊvocêÊ procura.ÊAÊmisturaÊdoÊ rœsticoÊcomÊaÊsofisticaç‹oÊdaÊ fibraÊnaturalÊacrescentaÊ umÊtoqueÊespecialÊaÊsuaÊ casa.ÊS‹oÊm—veisÊdeÊaltaÊ qualidadeÊqueÊ valorizamÊtodosÊosÊ ambientes. DecoreÊcomÊm—veisÊ BelloÊSpazioÊeÊtenhaÊ momentosÊespeciaisÊemÊ espaçosÊaconchegantesÊeÊ œnicos. Móveis de Fibras Naturais e Sintéticas | Decoração Rod. Antônio Heil, 350 47 3354.4799


saúde

O risco da morte súbita A morte súbita durante a prática esportiva em atletas com mais de 35 anos de idade usualmente relacionase com a doença arterial coronariana – presença de placas de gordura, chamadas de ateromas, na parede das artérias do coração. Estas placas podem se romper e formar um coágulo que obstrui gravemente a artéria. Geralmente, nesses casos, costuma haver algum fator de risco tradicional para a aterosclerose, como a hipertensão arterial, anormalidades do colesterol, tabagismo ou histórico familiar de doença cardíaca. Bornschein explica que em atletas com menos de 35 anos as doenças de ordem genética e as mal-formações predominam como as causas de morte súbita. As principais são: miocardiopatia hipertrófica (doença congênita que acarreta um espessamento anormal do músculo cardíaco); anormalidades congênitas das artérias do coração; espessamento do músculo cardíaco de origem indefinida; miocardite (inflamação do músculo do coração, em geral, causada por um vírus). A grande maioria destas doenças pode ser detectada em exames médicos bem conduzidos, porém, alguns casos podem ser de difícil detecção.

Especialmente para os fumantes Estar bem preparado para a atividade física é fundamental para evitar riscos à saúde

A fumaça do cigarro apresenta mais de 4,7 mil substâncias nocivas ao organismo humano. O fumo reduz acentuadamente a capacidade individual para a prática de exercícios, pois o fumante possui uma função pulmonar diminuída, apresentando elevados níveis de monóxido de carbono no sangue e consequente diminuição do oxigênio no organismo. Além disso, a nicotina promove um aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial e um maior acúmulo de ácido lático, antecipando a fadiga muscular. “Fica claro que os benefícios em parar de fumar são imensos. Por exemplo, 20 minutos após parar de fumar, a pressão arterial sanguínea e a pulsação diminuirão. Após duas horas, não haverá mais nicotina no sangue. Após oito horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza. Depois de três semanas, a respiração ficará mais fácil e a circulação sanguínea estará muito melhor. Após dois anos, o risco de um infarto do miocárdio diminuirá em cerca de 50% (metade deste benefício já é obtida nos primeiros seis meses). Cigarro não combina com esporte e deve ser evitado por todos”, finaliza o cardiologista.

10


Novos sócios

Bom humor em campo Apaixonado pela estrutura do clube, novo associado é só sorrisos Daniel Zimmermann

F

oi a bola de futebol que trouxe o mais novo associado, Hélio Romeu Ioner, ao Bandeirante. O bem-humorado empresário pisou no campo do clube pela primeira vez a convite de um amigo e, desde então, não sossegou até adquirir o título. “Minha esposa ainda não sabe que somos sócios do Bandeirante, mas com certeza ela vai adorar”, revela.

Primeira impressão O tamanho do campo e a qualidade da grama impressionaram Ioner. Empolgado com os atributos, o empresário lembra que logo no primeiro jogo fez vários gols e impressionou os companheiros do time. A sorte de principiante de Ioner foi esvaindo-se até o quinto jogo, quando machucou o tornozelo ao saltar para cabecear a bola. “Que azar. Vou ter que ficar um mês sem jogar. A parte boa é que vou poder explorar as outras dependências do clube. Já estou de olho no salão de festas e no restaurante”, diz o empresário.

12

O goleador Para melhorar a saúde, aliviar o estresse ou simplesmente por diversão, o futebol faz parte da vida de Ioner desde que morava em Três Passos, no Rio Grande do Sul. Em sua terra natal, o empresário praticava a versão de salão. Todas as quartas-feiras, o empresário reúne-se com os companheiros do clube e joga em qualquer posição dentro das quatro linhas, exceto como goleiro. “Destaco-me no ataque. Sou um bom goleador. Depois da partida dou goles na cerveja como ninguém”, brinca.


espaço gourmet

Peixe famoso

O prazer de cozinhar entre amigos motiva o aposentado Edson Machado Kakau Santos

É

nos encontros com o Grupo 25 que o aposentado Edson Machado faz seu famoso peixe assado. A animada reunião com os amigos do futebol é apenas um dos lugares onde Machado exibe seus dotes culinários. “Gosto de cozinhar em casa também e sempre que tem alguma fes-

14

ta, como a Felicitá, evento que integra as diferentes etnias e culturas da região. Visto o avental e coloco a mão na massa”, conta Machado. O aposentado se arrisca na cozinha desde sempre e revela que essa habilidade já o colocou em uma saia justa. “Foi em

um jantar na chácara de um amigo. Calculei o peixe para certo número de pessoas, porém mais convidados começaram a chegar. Entre eles estava o cantor Teodoro, da dupla sertaneja Teodoro e Sampaio. Fizeram tanta propaganda do prato que quase não deu para todo mundo”, lembra.


Peixe assado Aprenda a fazer o prato mais badalado do Grupo 25. Para Machado, arroz com ervas finas, purê de batata e vinho branco são os acompanhamentos perfeitos. Ingredientes: • • • • • • • •

1 kg de filé de tilápia 60 g de creme de cebola 150 g de aspargo picado 150 g de champignon 80 g de alcaparras 100 g de palmito 1 xícara de requeijão 1 colher (sopa) de manteiga sem sal

Preparo: Unte uma forma de vidro com manteiga. Envolva os filés com o creme de cebola e asse no forno médio até dourar. Em seguida, adicione os outros ingredientes picados. Cubra tudo com o requeijão e leve novamente ao forno até gratinar.


Nosso colaborador

Tudo em ordem

Trabalho e família se misturam na vida desse colaborador boa-praça Daniel Zimmermann

N

o Bandeirante, consertos e manutenção em geral são com o simpático Antonio Carlos Ribeiro. À frente do serviço há quatro anos, o colaborador conserta tudo que quebra e coloca o espaço em ordem como ninguém. Ribeiro diz que o que mais gosta de fazer é mexer com eletricidade. Tanto que para ir além dos pequenos reparos, o funcionário começou recentemente um curso para eletricista. “Gostei muito de voltar a estudar. É importante aprender coisas novas”, completa. O fato de poder fazer trabalhos diferentes durante o dia também agrada Ribeiro. Ele se diz um pouco pedreiro, um pouco eletricista e um pouco faztudo. Trabalhar ao ar livre é outro detalhe que o colaborador gosta muito.

Em família Natural de São Joaquim, Ribeiro mudou-se para Brusque há nove anos em busca de novas oportunidades. Segundo ele, sua terra natal é muito gelada para trabalhar. “Prefiro o clima do Vale do Itajaí. Lá é tão frio que às vezes chega a nevar”, conta. Nas horas vagas, o colaborador gosta de ir à praia com a esposa e com as quatro filhas. Ribeiro faz questão de ir à igreja toda semana com a família e também cuidar do neto, que tem apenas três meses. O colaborador afirma que o próximo evento vai juntar tudo que gosta em uma coisa só. O aniversário de 15 anos da filha mais nova será comemorado no clube e reunirá toda a família.

16


Jovem

No ritmo do corpo

A carreira de Naira Batisti, que está prestes a se formar em Educação Física Divulgação

A

paixão pela dança e o gosto pela prática de esportes fizeram a jovem Naira Batisti entrar no curso de Educação Física do Centro Universitário de Brusque (Unifebe). Cursando o último semestre, ela se forma na metade do ano e já tem planos para o futuro. A dança faz parte da vida de Naira desde muito cedo, pois começou a dançar com apenas sete anos de idade. A paixão se transformou em profissão e, hoje, ela ensina a crianças, adolescentes e adultos a arte de mexer o corpo com graça e leveza. Desde que fez os primeiros movimentos, Naira não parou mais. Hoje, ela ensina na mesma academia em que sempre dançou. “As oportunidades foram surgindo com o tempo e, quando percebi que era isso que eu queria para minha vida, comecei a batalhar pelo meu objetivo”, fala a estudante. E assim surgiu o convite para ministrar as aulas. Para as crianças que iniciam o contato com a dança – com idades entre três anos e meio e cinco anos – é trabalhado o babyclass, que funciona como uma iniciação ao balé. Essa orientação dá a base técnica que refletirá em um melhor desempenho para o futuro delas na dança. Com as crianças maiores, adolescentes e adultos, Naira trabalha o Jazz Dance. O ritmo consiste, basicamente, em uma fusão de todos os etilos de dança, segundo a professora. “O Jazz Dance é híbrido, nascido de uma multiplicidade de formas de espetáculos anteriores”, explica Naira. Ele é caracterizado pelo swing, por movimentos sincopados e pela polirritmia, uma combinação dos movimentos do corpo em vários ritmos ao mesmo tempo. A jovem já tem planos para quando terminar a graduação. Pretende continuar atuando com a dança e, sempre que necessário, buscar outras áreas, mas mantendo o foco principal naquilo que mais gosta. “Procuro me atualizar sempre, fazer cursos, participar de palestras e até mes-

18


mo assistir a espetáculos de companhias de renome, pois as técnicas estão sempre em evolução”, diz Naira. Para complementar os exercícios, ela também pratica musculação três vezes por semana. Com o curso de Educação Física, Naira estará legalmente habilitada para trabalhar com outras atividades, além da dança, apesar de que, para essa modalidade, ela não precisa ter a formação. Ela acredita que a faculdade é uma porta para ampliar o conhecimento, possibilitando a construção de uma sólida base teórica.


Empreendedor

Receba bem o Inverno Moda jovem e descontraída agita o cenário fashion de Brusque

Divulgação

A

o criar peças femininas, a confecção Agito.com busca inspiração no conforto e na descontração. Com três lojas em Brusque e outra em Balneário Camboriú, o proprietário da marca, Ismael José Torrezani, diz que seus produtos também são distribuídos para lojas multimarcas em diversos estados. Tamanhos maiores e tecidos planos são marcas registradas da confecção. As campeãs de venda são as camisas femininas, bem estruturadas, que não se limitam apenas ao branco. Listras e poás enfeitam as camisetes que vão do escritório à festa com tranquilidade. Ainda na linha social, as calças com modelagens variadas caem bem nas baixinhas, altas, magras ou gordinhas.

Inverno elegante Para o Inverno, a marca preparou confortáveis agasalhos de plush nas cores que pontuam a estação: marrom, preto, cinza e roxo. O casaco xadrez funciona como hit da temporada. A Agito.com aprontou lindos modelos que vão aquecer a estação com elegância.

Projeto de expansão Há 10 anos no mercado, a Agito. com conta com 16 funcionários diretos e aproximadamente 30 indiretos. Neste ano, Torrezani pensa na expansão do empreendimento e planeja inaugurar mais uma loja em Balneário Camboriú.

20


Peças-chave para o Inverno A temporada chegou cheia de novidades. Veja algumas tendências para a estação mais fria do ano. Só não vale usar tudo de uma só vez. Drapeados O drapeado vem com força total. As preguinhas aparecem em vestidos fluidos de jérsei e em saias, criando uma silhueta orgânica e romântica. Babados Romance e feminilidade são palavras de ordem do Outono/Inverno 2010. Muitas marcas adotaram esse tema sensual, optando por decorar vestidos e camisas com volumes suaves formados por babados. Lembre-se de usar o volume em apenas uma peça do look. Ênfase nos ombros Os anos 1980 voltaram com tudo e o resultado está nos volumes mais exagerados na região dos ombros. Eles aparecem em formatos quadrados, pontudos ou levemente arredondados, e contempla as peças com certa dramaticidade. Alfaiataria É do guarda-roupa masculino que a mulher moderna pega emprestadas ideias para montar o visual. A alfaiataria tomou conta das passarelas com calças sociais e camisas estruturadas. Golas e cachecóis Golas ou cachecóis são peças essenciais nessa estação. Tamanho, espessura e cores podem variar, sendo os mais espessos utilizados para complementar looks para ocasiões especiais. Os cachecóis ficam mais juntos ao pescoço, como se fossem rufos, criando um aspecto de gola.


Aconteceu no Bandeirante

Baile do HawaII

Festa reúne os foliões da Colina e se firma no calendário do clube

N Fotos Michel Patitucci

o dia 6 de março, a Sociedade Esportiva Bandeirante realizou mais uma edição do tradicional Baile do Hawaí. O evento tem se tornado um dos pontos fortes do calendário do clube e, este ano, reuniu mais de 2,5 foliões que garantiram a festa na Colina.

Ana Carolina, Suzete e Sandro Gracher Baran

João Paulo e Beto Mafezzoli

Victoria Niebuhr Loos (D) e convidadas

A animação tomou conta da festa

Maria Aparecida Beuting, Camila Alves Dias de Mesquita, Priscila , Shana Zen Ganz e Suzete Fantini Baran

22

Mariana Teixeira Sampaio e amiga


aconteceu no bandeirante

Força soroptimista

Mulheres se destacam em várias áreas do trabalho voluntário e são premiadas na SEB

A

ajudam, estimulam, dão exemplo e oportunidade a outras mulheres no mercado de trabalho e no desenvolvimento pessoal. A Organização Soriptimista Internacional (SI), atuante em 119 países do mundo em benefício de mulheres e meninas, exerce suas ações há mais de 60 anos em nosso País. A credibilidade desta instituição se dá pelo fato de ser mantida por suas associadas. Os recursos originados e encaminhados para Soroptmista Internacional das Américas podem voltar ao clube

em valor superior ao enviado, em forma de premiações e para aplicação em programas desenvolvidos pelo clube em benefício de nossas mulheres e meninas após rigorosa análise do Soroptimist International. O Soroptimist International incentiva jovens meninas de até 16 anos que exercitam o trabalho voluntário na comunidade brusquense por meio do Prêmio Violet Richardson. O Prêmio Talento Brusquense do SI Brusque reconhece aquela que se destacam nas áreas cultural, musical e artística.

Fotos divulgação

nualmente, o Clube Soroptimist de Brusque realiza um jantar festivo para apresentar os Programas e os candidatos aos Prêmios Soroptimistas. O evento, que acontece na quarta-feira mais próxima do Dia Internacional da Mulher, este ano em 11 de março, no Salão Nobre da Sociedade Esportiva Bandeirante, também homenageia mulheres que se destacaram com trabalho nas áreas de saúde, artes e cultura, educação, bem-estar social e voluntariado, compreensão internacional, assim como mulheres que

DESTAQUES 2009 • Maria Helena Pires Bohn - Soroptimista Destaque 2009 • Wany Zen - Mulher Destaque 2009 - Área Artística • Silvia Barni Zanon - Mulher Destaque 2009 - Área Educação • Matheus Rheine Correa De Souza - Talento Brusquense 2009 - Natação • Sonia Regina Zucco - Prêmio Rubi 2009 - Mulher Ajudando Mulheres • Maria Luiza Walendowsky - Mulher Destaque 2009 - Área Cultural • Terezinha Sarmento - Oportunidade Para Mulheres 2009 • Sandra Eccel - Homenageada Especial • Victoria Niebuhr Loos - Fórum Juvenil 2009 • Angelina Tarter - Mulher Destaque 2009 - Área Saúde • Dagmar Siewerdt - Mulher Destaque 2009 - Área Profissional

24


Prêmio jovem A cada dois anos, é apresentada neste jantar a jovem estudante do Ensino Médio vencedora do Fórum Juvenil Soroptimista, para meninas que fazem trabalho voluntário. Representantes dos colégios da cidade debatem temas sociais e de cidadania que são apresentados pelo SI Internacional e que depois representa o SI Brusque em âmbito nacional.

Mulheres que são único apoio da família e que almejam um aprimoramento profissional são candidatas ao Prêmio Rubi do SI Internacional, um prêmio em dinheiro que deverá ser utilizado nesta capacitação. O SI Brusque escolhe sua candidata, que depois concorrerá com as demais de todos os clubes soroptimistas do mundo.

Ainda neste evento, que costuma reunir cerca de 150 participantes da sociedade brusquense, é apresentado o Programa Mulher ajudando Mulheres. Elas são selecionadas pelo Soroptimista Internacional de Brusque para concorrer internacionalmente com seus trabalhos e a vencedora trará para casa um prêmio em dinheiro. Fotos divulgação

Luís Loos, Victória Niebhur Loos (vencedora do Fórum Juvenil), Emílio e Elisa Niebuhr, Pedro e Eugenia Regina Niebhur Loos

Agenor e Dalila Pires, Maria Helena Pires Bohn (Soroptimista Destaque 2009) e o sobrinho Pietro, Alberto Bohn e Sandra Pires

Ruth Mosimann Hoffmann, Elisa Schlösser Niebhur, Maria Helena Pires Bohn e Vera Bina da Silveira

Eneida Schaefer, Janine Miranda Schlösser, Ana Maria Leal, Rosângela Ristow e Maria Helena Bohn

Vilmar Bunn, Vera Bina da Silveira, Ana Maria Leal, Eneida Schaefer, Norma Archer e Áurea Dadan

Mônica, Isolde Rosin, Marilda Olinger e Alzira Nizar

25


Esportes

brusque lança o 50º Jasc Evento reuniu autoridades no Bandeirante para celebrar a história do esporte catarinense

F

oi lançada oficialmente a 50ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), na noite do dia 13 de abril, na Sociedade Esportiva Bandeirante. O evento mostrou em primeira mão para os convidados o selo e o carimbo alusivos aos Jasc, desenvolvidos pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

A festa de lançamento dos 50º Jasc contou com a presença do prefeito de Brusque, Paulo Eccel, o presidente da comissão central organizadora (CCO), Marcelo Cavichiolo, além de outros convidados ilustres que ajudaram a escrever a história do esporte brus-

quense. Eles puderam acompanhar a apresentação do Grupo de Dança do Studio Slow Sky Dance e conhecer os novos uniformes da Fundação Municipal de Esportes. O agasalho oficial e a camiseta passeio que deverão uniformizar todos os atletas da Delegação de Brusque na 50ª Edição dos Jasc. O início dos 50º Jogos Abertos de Santa Catarina, que serão realizados de 9 a 18 de setembro, será marcado pelo acendimento do fogo simbólico no mês de julho .

Divulgação

Em 2010, os Jasc retornam ao seu município de origem, homenageando seu idealizador. Durante a celebração na SEB, Arthur Schlösser foi lembrado

através de um vídeo com depoimentos de colaboradores e da filha Elisa Schlösser Niehbur. Outro momento marcante foi a execução do Hino Nacional ao som de violão pelo músico Valmir Ludwig.

Rudy José Nodari, Orlando Müller e Rubens Fachini apoiadores de Arthur Shlösser na criação dos jogos

Elisa Schlösser Niebühr, filha de Arthur Schlösser, recebeu homenagem do gerente dos Correios, Hercílio Pessati

26

O prefeito de Brusque, Paulo Eccel, o deputado Décio Góes e o superintendente da FME, Marcelo Cavichiollo


Time Novo

Divulgação

O Barateiro/Bandeirante, equipe de futsal feminino para o ano de 2010, foi apresentada no dia 23 de fevereiro na sede do clube. A diretoria do Bandeirante prestigiou o evento, assim como representantes dos supermercados O Barateiro, da Prefeitura de Brusque e a imprensa. O

foco neste ano será a continuação do trabalho que vem dando grandes resultados como a conquista de diversos títulos importantes em 2009. Em 2010, a equipe disputará grandes campeonatos, entre eles, destaque para

os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que neste ano será sediado em Brusque. O grupo planeja crescer no cenário nacional, com a possível participação na Liga Nacional, colocando o nome do time e da cidade em evidência no cenário nacional.

Campeonatos / 2010 Estadual Sub-15 Estadual Sub-17 Estadual Sub-20 Taça Brasil Sub-15 Taça Brasil Sub-17 Olesc Joguinhos Abertos SC Jogos Abertos SC

Conquistas de 2009 Campeão Estadual Sub-15 Campeão Estadual Sub-20 Vice-campeão Estadual sub-17 Campeão dos Jogos Estudantis Brasileiros (Jebs)


ESPORTES

Esporte campeão

Mais que escolinhas, equipes de basquete e de voleibol se destacam nas quadras da SEB Fotos Daniel Zimmermann

O

voleibol feminino faz parte da tradição de Brusque, sendo assim, crianças e adolescentes se interessam cada vez mais pelo esporte. É na escolinha de voleibol da Sociedade Esportiva Bandeirante que aproximadamente 60 meninas treinam sob o olhar atento do técnico Daniel Ricardo Pieper. À frente da equipe desde 2002, Pieper foi vice-campeão estadual em 2006 e conquistou o primeiro lugar do Campeonato Estadual de 2008, com as meninas do pré-mirim - com até 13 anos. No mesmo ano, foi vicecampeão com o time iniciante (até 12 anos) do clube.

28

Horários do Voleibol Feminino: TREINAMENTO PARA EQUIPE DE COMPETIÇÃO Quando: segundas, quartas e sextas-feiras, das 13h30min às 15h30min Local: Sociedade Esportiva Bandeirante Idade: a partir de 12 anos TREINAMENTO PARA ESCOLINHA INICIAÇÃO AO VOLEIBOL Quando: terças e quintas-feiras, das 14h às 15h Local: Colégio Cônsul Carlos Renaux (Centro Evangélico) Idade: de 9 a 11 anos


Intercâmbio esportivo Que os times são excelentes, não há dúvidas. Os entraves, segundo o técnico ficam por conta dos atrativos como computador, internet, vídeo-game, entre outros. Por outro lado, Pieper elogia a motivação da equipe e as mantêm assíduas no treino, lembrando sempre da importância do esporte para a cidade. “A evolução das meninas no esporte é fantástica. Nessa idade, elas aprendem muito rápido e em seis meses já é possível perceber o desenvolvimento em quadra”, diz. No momento, as equipes mirim e pré-mirim treinam para mais um campeonato estadual. Para Pieper, as expectativas são boas. O grande desafio mesmo é decorar o nome de todas as alunas. “Como treinamos três vezes por semana, eventualmente acabo memorizando, mas no começo não é nada fácil”, afirma.

Bola na cesta Não só de voleibol se destaca o Bandeirante. No ano passado, a equipe infantil masculina de basquete foi a terceira colocada no Campeonato Estadual da Federação Catarinense de Basquetebol. O técnico Luis Gulini e o assistente George Salles treinaram a equipe que é formada apenas por atletas nascidos em Brusque e vindos da escolinha. Segundo Salles, os times que treinam no Bandeirante são o infantil (com até 15 anos), o mirim (com até 14 anos) e as escolinhas com crianças de ambos os sexos, com idades entre 8 a 17 anos. Atualmente, Salles treina 70 crianças para disputar os Campeonatos Estaduais Sub 15, Sub 14 e pré-mirim masculino. “Vamos realizar também alguns festivais durante o ano entre as escolinhas”, avisa.

Horários do Basquete HORÁRIOS DA ESCOLINHA DE BASQUETE Quando: terças e quintas-feiras, das 10h às 11h15min (iniciação) e das 16h às 18h30min (treinamento) Local: Sociedade Esportiva Bandeirante Idade: 8 a 17 anos

O Bandeirante oferece as aulas gratuitamente e tem parceria com os colégios Cônsul Carlos Renaux e com o São Luiz.

29


ESPORTES

Divulgação

Torneio de dominó

C

om 20 participantes, ocorreu em 8 de março a abertura do Torneio de Dominó Simples 2010. A fórmula de disputa será através de três partidas, com rodízio entre os competidores, até 150 pontos cada partida. A disputa será em 12 rodadas, sempre nas segundas-feiras, a partir das 20h30min. As informações e classificação do torneio podem ser acessadas no www. sebandeirante.com.br.


social

Casamento

ANIVERSÁRIO

Fotos divulgação

A jovem Dayane Heck comemorou os 15 anos completados no dia 10 de fevereiro.

Norival de Souza Filho e Eliane Kohler de Souza celebraram as bodas de prata no dia 23 de fevereiro.


administração

Fique em dia

Renovação da SEB depende da participação de todos

O

plano de Renovação da SEB continua em pleno desenvolvimento. Como foi demonstrado em outras edições, varias ações e diretrizes foram traçadas para o crescimento e melhora do clube. Mesmo com o balancete mensal publicado no site da SEB, nesta edição, iremos esclarecer sobre um assunto que é de interesse comum a todos que estão envolvidos no clube: a situação financeira da SEB.

Quadro Associativo Proprietário (Art. 4º § 1º do Estatuto Social SEB)......................................519 Usuário Individual (Art. 4º § 9º do Estatuto Social SEB).......................... 305 Usuário (Art. 4º § 8º do Estatuto Social SEB)............................................ 120 Contribuinte (Art. 4º § 5º do Estatuto Social SEB)...................................... 41 TOTAL........................................................................................................... 985 Legenda: número de associados e suas categorias Fonte: Banco de Dados SEB, coletados em 19/03/2010

Despesas Há muitos questionamentos e dúvidas sobre como o dinheiro da mensalidade que entra para a SEB é revertido em nossas dependências. O quadro/gráfico abaixo demonstra como este dinheiro é diluído nas despesas do clube.

Despesas Salários e Prestação de Serviços

Nota-se que mais de 48,4% das despesas é destinada a folha de pagamento (salários de nossos colaboradores) e prestadores de serviços. Portanto, a sua mensalidade de R$ 120,00 (Patrimonial e Usuário) e R$ 60,00 (Usuário Individual e Contribuinte) é aplicada em:

48,4%

Taxa Operacional

Despesas

28,9%

Tecnologia 0,4%

• 48,4% em folha de pagamento e prestadores de serviços; • 28,9% em serviços de manutenção do clube, água, luz, telefone, taxa bancária, patrimônio; • 22,3% comunicação e marketing, material para esporte, eventos, papelaria e jurídico; • 0,4% manutenção em computadores, software, entre outros. Ou seja: Patrimonial e Usuário

Folha pagamento, terceiros, consultoria Manutenção computadores, software, entre outros

Outros 22,3%

Serviço de manutenção do clube, água, luz, telefone, taxa bancária, patrimônio Comunicação e Marketing, esporte, social, eventos, secretaria, jurídico

Fonte: Balancete SEB – Ano 2009

32

Usuário Ind. e Contribuinte

48,4%

R$ 58,08

48,4%

R$ 29,04

28,9%

R$ 34,68

28,9%

R$ 17,34

22,3%

R$ 26,76

22,3%

R$ 13,38

0,4%

R$ 0,48

0,4%

R$ 0,24

100%

R$ 120,00

100%

R$ 60,00

Fonte: Banco de Dados SEB


Receitas

Locação e Aluguel

A grande fonte de arrecadação da SEB hoje é proveniente das mensalidades. Também há outras fontes de receitas como locação de espaços, realização de festas tradicionais.

3,5%

Eventos: Sociais, esportivos, recreativos e culturais

Mensalidades 69%

14,6%

Taxas Associativas 1,9%

Mensalidades, venda de títulos, transferências, etc

Patrimônio

Carteirinha de identificação, exame piscina, toalhas sauna, entre outros. Reembolso quebra material, ar condicionado, energia, seguro cancha, venda imobilizado.

11%

Fonte: Balancete SEB – Ano 2009

Inadimplência O grande desafio da SEB no momento é a diminuição nos índices de inadimplência. A taxa registrada somente no ano de 2010 é de 49,7%, já em 2009 a taxa cadastrada de inadimplência alcançou o percentual de 24,93%.

MÉDIA MENSAL DE ARRECADAÇÃO SE TODOS OS ASSOCIADOS ESTIVESSEM EM DIA COM SUAS MENSALIDADES EM 2009

R$ 95.244,43 MÉDIA MENSAL DE ARRECADAÇÃO DE MENSALIDADES EM 2009

R$ 71.500,27

Inadimplência 2009 Proprietário Usuário Individual Usuário Contribuinte

117.000,00

TOTAL

MÉDIA MENSAL DA RECEITA COM LOCAÇÃO E ALUGUEL DE ESPAÇOS EM 2009

2010 38.560,00

65.500,00 4.730,00

Proprietário Usuário Individual Usuário Contribuinte

284.930,00

TOTAL

84.120,00

97.700,00

R$ 3.396,71

24.760,00

MÉDIA MENSAL DA RECEITA COM EVENTOS EM 2009

18.060,00 2.740,00

R$ 14.073,32

Fonte: Banco de Dados SEB, Fev. 2010 Período de Jan. à Dez. de 2009 e Jan. à Fev. de 2010

Com esses índices de inadimplência, a capacidade de manutenção e realização de projetos já pautados fica comprometida. Podemos citar entre outros o conserto e reformulação da piscina, quadra de tênis, campos de futebol, academia. A informatização da portaria com acesso ao clube através das novas carteirinhas, com certeza auxiliará a reduzirmos este índice, mas sua participação é fundamental.

Diretoria Executiva

MÉDIA MENSAL DA RECEITA COM TAXAS ASSOCIATIVAS EM 2009

R$ 1.062,91 MÉDIA MENSAL DA RECEITA COM PATRIMONIO EM 2009

R$ 10.780,01 MÉDIA TOTAL DAS DESPESAS MENSAIS EM 2009

R$ 101.378,93 MÉDIA MENSAL DE INADIMPLENCIA DAS MENSALIDADES DE 2009

R$ 23.744,16


Mural

Invista em publicidade O departamento de marketing da Sociedad e Esportiva Bandeiras oferece ações promocionais na comercialização dos espaços publicitários do clube. A iniciativa visa a aprimorar a visibilidad e das empresas e também arrecadar fundos para inves tir em melhorias no Bandeirante. Os interessados em destacar a empresa no mercado devem entra r em contato pelo telefone (47) 3351-1133.

Feijoada na Colina Dia 17 de julho, vem aí a Feijoada na Colina.

Débito bancário A secretaria do clube comunica aos associados que o pagamento das mensalidades pode ser feito via débito bancário. Os bancos conveniados são Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal. Mais informações, consulte a secretaria do clube.

Cinema com desconto De segunda a quinta-feira, os associados da Sociedade Esportiva Bandeirante têm desconto de 30% nos filmes em cartaz no Cine Gracher. Os ingressos com preços promocionais estão à venda na secretaria do clube.

Em breve!

. Mais al masculino ts fu e d a h eis no Escolin rão disponív ta es es çõ a inform site do clube. .br deirante.com www.seban

ODORIZZI


Turnverein - Ed. 17  
Turnverein - Ed. 17  

Revista da Sociedade Esportiva Bandeirante, de Brusque. Produzida pela Mundi Editora, Blumenau / SC.