Page 1

TieBreak magazin

Ano 9 Julho de 2011

#65

Alto-Giro

brincadeira de gente grande

Empresário Jaime Gustavo Grossenbacher e a paixão pelo aeromodelismo

Festas: toda animação do Arraial do Taba

Negócios: criatividade contra o desperdício

Esportes: os melhores no dominó


TieBREAK 4

Daniel Zimmermann


6 8 10 12 14 18 22 24 28 30 34 38 42 44 50 52 54

editorial diretores Tie estilo bastidoRES negócioS alto-giro bom de avental melhor amigo vida saudável perfil planeta tabajara estação brasil ESPORTES fesTAS casamentos must have tabasco

5

Detalhe externo da Sede Social do Tabajara Tênis Clube


TieBREAK

TABAJARA TÊNIS CLUBE Diretoria

EDITORIAL As alegrias da vida Em agosto, o Tabajara Tênis Clube celebra uma das principais datas do calendário anual de eventos sociais: o Baile de Debutantes. Considerado um dos mais tradicionais e aguardados eventos do gênero no Estado, o Baile de Debutantes do TTC é prova da importância que o clube dispensa a uma tradição iniciada no clube na década de 1960, quando era chamado de Baile das Cinderelas. A preparação do grande evento agendado para 27 de agosto está sob a responsabilidade das diretoras sociais Lorna Stein, Rita Schürmann e Cynthia Kaulich Baumgarten. Enquanto 27 de agosto não chega, a programação social do Tabajara foi agitada em julho com a Festa de São João. Outro evento tradicional no calendário, o arraial reuniu adultos e crianças em torno das tradições caipiras. Música, gastronomia, brincadeiras e roupas típicas tomaram conta do clube. Alegria também é o que esta edição da Tie Break mostra na reportagem de capa. Esse é o sentimento do empresário Jaime Gustavo Grossenbacher ao praticar um hobby cuja paixão surgiu já na infância: o aeromodelismo. Ele tornou-se um especialista no assunto, pratica a atividade quase todos os finais de semana e, uma vez por ano, viaja para a Europa, onde põe os aeromodelos para voar nas incríveis paisagens dos Alpes alemães e austríacos. Continuando na linha dos bons fluidos, o empresário Celso Bento da Silva apresenta sua badalada receita de pirão com linguiça, prato que faz sucesso tremendo entre os amigos do clube. Ele aditivou a receita bem brasileira com um saboroso repolho recheado – que a mãe costumava preparar – e a carne desidratada que ele mesmo produz a partir de cortes bem escolhidos de fraldinha. Enquanto isso, a sócia Simone Luttke Testoni apresenta Amarula, uma cocker inglesa de 12 anos que é companheira fiel da família. Conheça todas estas histórias e muito mais nesta edição da Tie Break Magazin. Boa leitura!

Presidente Alberto Stein • Vice-Presidente Renato Medina Pasquali • Diretor Administrativo Thomas Bueckmann • Secretário Jorge André Ritzmann de Oliveira • Tesoureiro Alcemir Karasinski • ViceTesoureiro Carlos Roberto Dorigatti • Diretor de Patrimônio Felipe Avelar Ferreira • Vice-Diretor de Patrimônio Maurício Carlos Kreibich • Diretoras Sociais Cynthia K. Baumgarten, Rita Schürmann e Lorna Stein • Diretor do Tênis André Germano Bürger • Vice-Diretor do Tênis Edson Luiz Moser • Diretor de Esportes Clóvis Lenzi • Diretor do Futebol Bruno Cunha • Diretor da Sauna Joaquim Teixeira Paulo Filho • Diretor do Tiro Carlos Péricas • Diretor da Bocha Valmor Cunha • Diretor do Bolão • Vice-Diretor do Bolão Rubens Tadeu Varella Traugot Kaestner • Diretora da Ginástica Rúbia Cunha • Diretor de Marketing Cao Hering • Diretor da Piscina Lúcio Flávio V. Simões • Diretor de Esportes e Ouvidoria Clóvis Lenzi Conselho Deliberativo Após A.G.O 2010 Presidente Theo Kirchner Falce Vice-Presidente José Roberto Antunes Santos Secretário Evelásio Paulo Vieira Membros Natos - Adolfo Luiz Altenburg, Jorge Luiz Buechler, José Roberto Antunes Santos, Edson Pedro da Silva e Otávio Guilherme Margarida • Efetivos Mandato Até A.G.O de 2012 - Marcos S. Leyendecker, Sérgio I. Margarida, Jorge Luiz Rodacki, Marcio Milton Mafra e Gualberto José Guedes • Suplentes - Mandato Até A.G.O de 2012 - Edmundo Wehmuth e Rolf D. Buhr • Efetivos - Mandato Até A.G.O de 2013 - Theo K. Falce, Egon Alberto Stein, Valdir Righetto Filho, Hercílio Baumgarten e Otto Baier • Suplentes - Mandato Até A.G.O de 2013 - Raphael Gomes Santhiago, Ronaldo Baumgarten Junior e Carlos Ivan Beduschi • Efetivos Mandato Até A.G.O de 2014 - José Carlos Müller, Walter Luiz Persuhn, Evelásio Paulo Vieira, Roberto Carneiro Bauer e Ronaldo Reichow • Suplentes - Mandato Até A.G.O de 2014 - Roberto Grossenbacher Neto, Lothar Stein e Mauro César Dorigatti Conselho Fiscal Jaime Luiz Leite (Presidente) Efetivos - Giovani Mainhardt e Dario L. Agnoletto • Suplentes - Marco Aurélio Poffo, Juliano Daniel Scheefer e Fabricio A. Bogo Gerente Marcello Rubineck Pereira Fone (47) 3221-2600

6

EXPEDIENTE

Conselho Editorial Alberto Stein, Carlos Hering, Cynthia Baumgarten, Marcello Rubineck Pereira e Rita Schürmann Editor-Executivo Sidnei dos Santos 1198JP (MTb/SC) Palavra Escrita Ltda. ME sidnei@mundieditora.com.br Reportagem Cleiton Schlindwein, Francielle de Oliveira e Iuri Kindler GERENTE de Arte E DESENVOLVIMENTO Rui Rodolfo Stüpp rui@mundieditora.com.br Revisor Gervásio Tessaleno Luz 759JP (MTb/SC)

foto de Capa Daniel Zimmermann EditorA-chefe Danielle Fuchs Fuchs Editorial Ltda. ME danielle@mundieditora.com.br Gerente Comercial Eduardo Bellidio eduardo.bellidio@mundieditora.com.br Diretor-Executivo Niclas Mund niclas@mundieditora.com.br

CIRCULAÇÃO circulação@mundieditora.com.br SUGESTÃO DE PAUTA pauta@mundieditora.com.br TIRAGEM 2.500 TIRAGEM VIRTUAL 50.000 Fone (47) 3035-5500

www.mundieditora.com.br facebook.com/mundieditora twitter.com/mundieditora


TieBREAK

Diretores

Detalhes que fazem a diferença O trio de diretoras sociais é peça fundamental dos grandes eventos do clube Fotos Eemir Garcia

As diretoras sociais do Tabajara Tênis Clube: Lorna Stein (E), Rita Schürmann e Cynthia Kaulich Baumgarten Para contribuir com todo o requinte e charme que o clube disponibiliza aos associados é preciso que cada evento realizado no Tabajara seja único no conceito, em estilo e beleza. É por isso que, a cada ano, o trio de diretoras sociais formado por Lorna Stein, Rita Schürmann e Cynthia Kaulich Baumgarten procura eternizar os momentos, como únicos, na memória dos convidados.

8

São estas mulheres as responsáveis por cada detalhe dos eventos abertos. Datas, horários, convites, decoração, gastrono-

mia, repertório musical; tudo é decidido por elas, sempre visando ao melhor, como forma de agradar quem prestigia as comemorações. Na lista de eventos fixos do Tabajara, ficam aos cuidados da Diretoria Social as festas como o Dia do Fico, Münchenfest, São João, a grandiosa programação do Baile de Debutantes, as comemorações de aniversário do clube e programações alusivas às datas especiais como Réveillon. “Nossa pretensão é a de conquistar cada convidado

com tudo o que preparamos. Isto faz com que tenhamos uma constante busca por novidades”, afirma Rita Schürmann, que entrou na diretoria em 1988. Atrações do Die Kneipe e cardápios especiais dos restaurantes também passam pela avaliação das diretoras. Rita lembra também da coesão nas datas. “É muito elegante não atrapalharmos a agenda dos sócios que possuem muitos compromissos, por isso, temos o respeito com outros eventos da cidade. Isto faz


Decoração para eventos como a Münchenfest tem a marca do bom gosto e dedicação do trio de diretoras sociais Outro compromisso das diretoras é a organização do grupo de sócios que participa dos desfiles da Oktoberfest. Cynthia conta que é preciso muito cuidado. “A adesão dos associados é bastante grande para participar do grupo do Tabajara que desfila na Rua XV de Novembro. Com essa consciência é que procuramos promover da melhor forma possível, já que a ala do clube está entre as maiores do evento”.

A atenção é especial para que os eventos e programações sejam sempre familiares – uma das principais características do clube e que é defendida fortemente pelo trio de diretoras. Há programações que começam mais cedo, justamente para que as crianças possam acompanhar. Em outros casos, como o Baile de Réveillon, um espaço especial é estruturado para os pequenos sócios.

Cada produção é especial para Lorna, Rita e Cynthia, mas é inegável: o Baile de Debutantes é a menina dos olhos da Diretoria Social. Além de ser o mais trabalhoso, possuí uma programação especial nos meses que antecedem a grande noite. O Tabajara Tênis Clube é um dos poucos clubes catarinenses que mantêm o costume de apresentar as jovens moças à sociedade. O tradicional Baile das Cinderelas, que iniciou na década de 1960, ganhou ainda mais ênfase na segunda metade dos anos 1980. Fica visível que o trabalho é gratificante para o trio. Começa com o encanto das jovens pelo evento e programação especial com encontros, viagens e festas que antecipam a tão sonhada noite de princesa. As diretoras sentem-se gratificadas com o resultado final, que motiva para começar tudo de novo no próximo ano. Este ano, o Baile de Debutantes será na noite de 27 de agosto. Baile de Debutantes é o ápice dos eventos sociais do clube

9

Baile de Debutantes

também com que nossos eventos sejam muito prestigiados”. A prioridade dos espaços sociais é atender aos casamentos dos sócios, uma referência social do Tabajara. Por isso, a Diretoria Social mantém agendas alternativas dos eventos abertos para não atrapalhar estes momentos tão especiais. Para ter ideia da procura, atualmente já existe mapeamento de datas para os dois próximos anos.


TieBREAK

TIE ESTILO

Manuela Fischer

Profissão: Moda Estilo e profissionalismo Miriam Rosa é comunicação em todos os sentidos. Falante, alegre, extrovertida, daquelas que fazem a diferença entre amigas. Fez do jornalismo de moda sua profissão. Formada em Comunicação Social com bacharelado em Jornalismo, trabalhou na RBS, onde as pessoas percebiam sua vocação para a moda. Então, o coordenador de jornalismo na época sugeriu que se especializasse no assunto. Foi assim que ela fez pós-graduação em Marketing e Criação de Moda. Em seguida, montou uma proposta de programa para TV, “Modos da Moda”, em parceria com o curso de Moda da Furb, que fez sucesso por oito anos. Inquieta, fez um curso de Mídias Sociais e criou o blog: miriamroza.blogspot. com. Hoje, além do blog, tem um quadro de moda, o “Bem na Moda”, dentro do programa Ver Mais, na RIC TV Record. Multifacetada, ainda tem tempo para aulas de Italiano, academia e o que mais gosta: festas e viagens. Quando fala sobre produções de look para o dia, diz que seu trabalho na TV exige que esteja sempre arrumada, nunca dispensando o salto e a make. Ama o hi-lo. Não gosta de estampas, nem cores fortes, optando pelo minimalismo. Para a noite, sempre usa algo poderoso, como “plumas e paetês”, decotes ou outros detalhes, para diferenciar do dia. Adorei a máxima: “sou novidadeira”. “Amo a moda por me surpreender em cada estação, cada coleção... E o mau gosto ainda me choca”, brinca a divertida Miriam.

Top List - Miriam Rosa Para mim moda é: Renovação e reinvenção Amo comprar: Maquiagem e óculos O que marca meu estilo: Meu jeito descontraído

10

Peças de investimento: Bolsas

Como escolho um look para uma festa: Começo pela escolha da roupa – geralmente, um vestido ou uma blusa Inspiração fashion: Natalie Klein, da NK Store; Inès de la Fressange, papisa do estilo francês e a modelo Kate Moss Peça que considero uma relíquia: Óculos Moschino, estilo John Lennon. Tenho desde os anos 1980


Aline

Referências

Sandálias: 1 - Gianvito Rossi 2 - Gucci 3 - Valentino

Aline Ritzmann de Oliveira Produtora de Moda e Personal Stylist www.reinventandomoda.com.br aline@reinventandomoda.com.br

01

02

03

01

Brincos coloridos: 1 - Jack Vartanian 2 - Isabel Esteves 3 - Brumani

03

Dançar

To be mother

Minimalismo

11

We Love

02


TieBREAK

Bastidores

Zelando pelo jardim Sempre dedicado, o auxiliar de jardinagem Álvaro Toledo Anselmo cuida diariamente da área verde do clube Daniel Zimmermann

O trabalho durante a semana, das 7h às 16h, e de 15 em 15 dias nos finais de semana, é dedicado à manutenção dos canteiros e roçada. Todo o trabalho de jardinagem é dividido entre quatro pessoas. Dois funcionários cuidam da limpeza e irrigação do jardim e ele é auxiliar direto do jardineiro. A manutenção é feita diariamente. “Se preciso, arranco uma planta e depois planto outra no lugar”. Ele comenta que, depois da calamidade de 2008, quando os barrancos desmoronaram, foi feita uma bancada de contenção com grama e, duas vezes ao ano, toda a grama do local é roçada. “A área verde do clube é bem grande e sempre tem muito trabalho, mas faço tudo com muito zelo”, garante. Além do jardim, sempre que tem algum evento no Tabajara, como casamentos, ele trabalha como segurança. “Durante as festas, também cuido da limpeza dos banheiros do salão de eventos e ajudo na organização”, ressalta. Álvaro se sente realizado em trabalhar no clube. “Este é o meu primeiro emprego e estou aqui desde os 16 anos. Identifiquei-me com esse trabalho e tenho prazer no que faço”, destaca. Ele tem curso de computação, mas não se vê trabalhando em um escritório fechado, pois já está acostumado a atuar ao ar livre.

12

O auxiliar de jardinagem Álvaro Toledo Anselmo, mais conhecido como Tristeza, trabalha no Tabajara há quase oito anos. No começo, foi boleiro, mas, depois, surgiu o convite para trabalhar na jardinagem. Ele lembra que as primeiras palavras que escutou quando entrou no clube foram: “Aqui é a porta de entrada para o mercado de trabalho e para a sua vida”.

O apelido Tristeza surgiu em função da timidez. Ele conta que um funcionário, quando o viu, logo disse: “Meu Deus, que tristeza”. E assim ficou conhecido por todos. A função na jardinagem ele foi aprendendo no dia a dia. O jardineiro João de Souza e o encarregado Alsido Rodrigues auxiliaram o colaborador nessa etapa.

Vizinho do clube, ele leva dois minutos de caminhada para chegar no local de trabalho. “Para mim, é como se estivesse cuidando do jardim da minha casa”, afirma. O irmão Jorge Luiz também faz parte da equipe de jardinagem do Tabajara. Além dele, os colegas de trabalho são muito queridos por Álvaro. “No momento em que mais precisei, que foi o falecimento do meu pai, os amigos do clube me apoiaram muito, como uma verdadeira família”, agradece.


TieBREAK

NEGÓCIOS

Criatividade sustentável O empresário e inventor Gilberto da Silva desenvolve produtos para conter o desperdício no agronegócio Daniel Zimmermann

Com ideias voltadas para um mundo com menos desperdício, um empresário blumenauense desenvolve produtos que beneficiam diretamente o agronegócio, principalmente, algodão e grãos. Gilberto da Silva se formou na década de 1980 como técnico em mecânica. Em 1994, começou a trabalhar com vendas de algodão e fios, que importava da Argentina. Isso porque o Brasil, naquela época, ainda não era desenvolvido como hoje é em relação à produção desses produtos. Em viagens frequentes para a Argentina e pelo contato que mantinha com os empresários daquele país, surgiu um pedido para que desenvolvesse uma proteção adequada ao algodão que, depois de colhido, ficava exposto ao sol e à chuva nas fazendas produtoras. Então, desenvolveu toucas para fardões e fardinhos de algodão que, mais tarde, seriam inspiração também para outro produto. O trabalho como representante na empresa Argentina necessitava que fizesse diversas viagens pelas estradas brasileiras. Com a visão e o pensamento aguçados, percebeu, durante uma dessas viagens de automóvel, que os caminhões desperdiçavam muitos grãos. Então, parou e pensou em como resolver esse problema. O empresário deu um tapa no painel do carro assim que a ideia surgiu: inverter a lona, colocando-a na parte interna da carroceria para não deixando cair os grãos. Assim foi concebido o Box Graneleiro.

14

“Em função desse trabalho, comecei a viajar para o Mato Grosso, Bahia e Goiás e via muitos caminhões transportando grãos que caíam pela estrada, daí, pensei: vou desenvolver um produto para evitar desperdício”


Box Graneleiro

TieBREAK

NEGÓCIOS

Gilberto levou o invento para a Bunge da Bahia e faz todos os testes necessários. O Box Graneleiro estava apto a ser colocado no mercado brasileiro. O inventor ressalta que, com a invenção, o desperdício pode ser evitado, além de toda a energia necessária que é usada para produzir novamente tudo o que foi desperdiçado e fica pelas estradas. Para ele, não pode haver desperdício, principalmente, quando os números são cada vez mais positivos para o desenvolvimento do agronegócio no Brasil. Ele cita que o crescimento da safra nacional de algodão é 70% superior à da temporada passada, uma estimativa de 2 milhões de toneladas. A área plantada também cresce a cada ano. O crescimento de 1,3 milhão de hectares no período 2009/2010 provocou um ganho de 66%. Por outro lado, o desperdício de grãos em geral é um dos motivos apontados por especialistas do setor para explicar porque o Brasil ainda não é considerado o líder mundial do agronegócio, mesmo com todas as características naturais que possui. Os maiores produtores, como a China, Índia e Estados Unidos, já não têm espaço disponível para aumentar a safra. Porém, na visão de Gilberto, não é só o espaço territorial do Brasil que coloca o País em um ótimo patamar como plantador de algodão. “Somos os únicos no mundo com essa disponibilidade e contamos com um fator indispensável para o algodão: o clima bem definido”.

16

Gilberto da Silva

Trabalho e natureza

O Tabajara em minha vida

Daniel Zimmermann

“Mesmo com a rotina de viagens para diferentes estados, procuro aproveitar os momentos de folga para frequentar o Tabajara. É um lugar para a família, os amigos, de lazer e gastronomia, onde me sinto querido por todos, desde a entrada até a saída.”

Divulgação

O empresário acrescenta que o Brasil já é líder no comércio de açúcar, café e suco de laranja e, em 10 anos, pode se tornar o maior produtor agrícola do mundo. Mas não é somente o algodão que perde as sementes quando transportado sem a proteção adequada. Produtos como a soja ou o feijão também podem sofrer perdas. Gilberto comenta que está acompanhando a questão da alteração do Projeto de Lei 3635/2008, de autoria de um deputado do Mato Grosso, que tramita no Congresso. O projeto prevê que todos os caminhões do Brasil que transportam esse tipo de carga sejam obrigados a usar uma proteção de lonas.

O Box Graneleiro impede o desperdício de grãos no transporte

As soluções de Gilberto da Silva para o agronegócio são desenvolvidas também em beneficio da natureza, como o Perfil de PVC para os fardões de algodão, que criou no ano passado. Antes, os fardões de algodão ficavam em paletes de madeira, como o eucalipto, que umedece e apodrece, precisando ser trocado em poucas safras. Ele começou a testar materiais que poderiam substituir a madeira a pedido de um cliente e hoje esse produto é bem aceito nas empresas de estados como Bahia e Mato Grosso, entre outros. O empresário lembra que um cliente precisava tanto desse produto que, quando o recebeu e começou a usar, comentou que foi o melhor presente que já ganhou. A empresa de Gilberto, Algofio, tem o escritório em Blumenau e o parque fabril em Campo Largo (PR). Conta com 19 funcionários fixos e, quando é preciso desenvolver algum produto, o número de pessoas envolvidas pode chegar a 150. Os produtos em favor de um mundo mais sustentável, como o empresário costuma dizer, já estão devidamente patenteados ou com pedido do registro feito. São eles: Box Graneleiro 1993/94 (Patenteado); Aspirador de Algodão em Caroço 2007/08 (com pedido de patente); Perfil para Apoio de Fardinhos de Algodão 2010 (com pedido de patente). As próximas criações estão em fase de desenvolvimento, mas, segundo Gilberto, são segredos que trarão grandes benefícios ao mundo do agronegócio, seguindo a filosofia das invenções anteriores. “Eu sou totalmente contra o desperdício”, enfatiza o empresário.


TieBREAK

AlTO-GIRO

Sonhos altos Aeromodelos têm espaço especial na vida de Jaime Gustavo Grossenbacher Fotos Daniel Zimmermann

Iuri Kindler iuri@mundieditora.com.br Aos oito anos de idade, Jaime Gustavo Grossenbacher presenciou um momento que lhe marcaria a vida. Um show de acrobacias, realizada por um avião NA T-6, da Força Aérea Brasileira, no céu de Blumenau. Aquele fato fez com que uma ideia ficasse fixa na mente: um dia aprenderia a pilotar. Já aos nove, com grande interesse pelo aeromodelismo, o menino propôs um acordo ao avô. Na tentativa de adquirir artigos sobre o assunto, Jaime pediu um terreno emprestado com o intuito de plantar pepinos para ganhar dinheiro. O avô aceitou e ele preparou toda a terra e iniciou o cultivo, mas, infelizmente, o plano não deu certo. Mesmo com a promessa de ter o safra comprada por um feirante e com a ansiedade de aguardar dois meses completos até a época da colheita, ele deixou os pequenos pepinos verdes ficarem grandes e amarelados, pois achava que quanto maior, s ganharia mais. Tudo foi jogado fora, menos a lição que o tornaria um ótimo empreendedor quando adulto. Ao longo dos anos, com aulas no Exterior, o empresário passou a ser um dos primeiros donos e pilotos de helicóptero-aeromodelo do Brasil. Formado também na aviação geral como piloto privado de monomotores e de helicóptero, mesmo gostando de pilotar helicópteros verdadeiros, em 2001 decidiu parar de voar. Porém, a paixão por aparelhos aéreos sempre falou alto e fez ressurgir as vontades. Atualmente, Jaime se diverte com o aeromodelismo, porém não descarta voar novamente na aviação privada. “O aeromodelismo é um momento de transe para mim. Reúno-me com outros aeromodelistas e o esporte faz com que eu esqueça de tudo. O estresse vai embora. É bom para a saúde e bom para os negócios”, conta. Praticamente todo final de semana o empresário se diverte com os aeromodelos na companhia dos amigos.

18

Todos os anos, ele viaja para a Europa para conhecer as novidades do hobby. O destino são os Alpes alemães e austríacos, onde pratica o esporte junto com amigos daqueles países. É um período que Jaime aguarda com ansiedade “São dias incríveis, muitos gostosos mesmo. Todos com o mesmo objetivo de se divertir com as novas experiências”, conta. Ao mesmo tempo, ele aproveita para desfrutar da região e das peculiaridades gastronômicas que fazem parte dos encontros.


Os modelos

A casa de Jaime já precisou de muito espaço para os modelos. Porém, com a constante inovação de tecnologia, alguns aparelhos foram vendidos. Entre os que continuam e foram adquiridos recentemente pelo empresário está o caça alemão da segunda guerra, o Focke Wulf 190-A8, tamanho de escala, cujas asas têm a envergadura de quase três metros, com detalhes idênticos do original de guerra. O mesmo está equipado com um motor radial de cinco cilindros de 2.150 cilindradas, com 13 HP de potência.

Outro aeromodelo interessante é o planador (foto na página ao lado), que não necessita de motor para se manter no ar. Dependendo dos ventos orográficos e os ventos descendentes, o modelo pode ultrapassar a velocidade de 392 milhas por hora, ou seja, mais de 627 quilômetros horários. Eles atingem essas velocidades usando forças cinéticas que são obtidas com o vento. anúncio_magic_tanFINAL.pdf 1 29/04/2011 11:58:42

Os aeromodelos seguem escalas de tamanho e características dos aviões originais

Continue com a cor do verão em 45 segundos.

Magic Tan bronzeia, hidrata e embeleza.

3322-9182

Fone: 47 Alameda Rio Branco, 269 • Blumenau • SC


TieBREAK

AlTO-GIRO

Divulgação

Outro detalhe desse esporte é a aliança com novas tecnologias que permite que se voe com câmeras colocadas nos modelos. Com isso, é possível fazer fotos e filmagens, além de voar como se o piloto estivesse dentro do avião, acompanhando todo o voo através de um monitor. Ele quis usar essa prática espionando os vizinhos Roberto Grossenbacher e Marlo Germer, mas foi demovido da ideia pela esposa Elke. “Essa técnica é a mesma que foi utilizada pelos aviões na Guerra do Golfo e, recentemente, pelo nosso governo nas patrulhas de fronteira”, conta o aeromodelista. Outro detalhe é que as rotas dos voos podem ser pré-estabelecidos, através plotagem via satélite (GPS).

20

Atualmente, os modelos de ponta são construídos em de fibra de carbono para suportar grandes forças G e altas velocidades. Os motores à combustão dos aeromodelos estão sendo substituídos, gradativamente, por motores elétricos, mais silenciosos e mais potentes, oferecendo elevadas velocidades e desempenho. Esses motores elétricos podem ultrapassar 30 mil giros por minuto, coisa impensável em modelos mais antigos.

O Tabajara em minha vida

O aeromodelo, após lançado, é controlado por um transmissor que obedece aos comandos do aeromodelista. Os aparelhos precisam de cuidados, por isso, a montagem e desmontagem são feitas com cautela. Tudo para manter a beleza e funcionabilidade. Jaime demonstra muito carinho pelos fascinantes aparelhos.

“Praticamente, fui batizado no clube, iniciando minhas atividades esportivas no Tiro, onde me sagrei, por diversas vezes, primeiro e segundo Cavaleiro. Num determinado ano, ia conquistando a posição de Rei do Tiro. Faltava somente, com o último tiro, acertar o alvo preto, mas, como o título iria custar caro, com gastanças de aperitivos e jantar, meu pai Júlio me convenceu a dar o último tiro fora do alvo. Saí frustrado, mas negociei um não-castigo pelas péssimas notas que havia tirado em matemática e física. No clube, todos são fora de série. Por fim e mais importante: o melhor amendoim do mundo se degusta no Tabajara. Uma verdade verdadeira!” Jaime Gustavo Grossenbacher

Fotos Daniel Zimmermann

Aeromodelismo

Jaime (D) em viagem aos Alpes austríacos para a prática do aeromodelismo


O surgimento

Foi em 1870, com a pressão do motor elástico, que Alphonse Penaud criou o primeiro aparelho depois de muitos estudos. Um ano depois, apresentou um novo modelo denominado Planophore. Ele voou 60 metros de distância, em uma altura de 20 metros, durante 13 segundos. Foi o primeiro voo considerável estável. No Brasil, sem dados históricos exatos, o aeromodelismo apareceu nos anos de 1930, com as lojas importadoras dos aparelhos. Datado de 19 de julho de 1942, o primeiro campeonato registrado foi o Paulista de Aeromodelismo, no Campo de Marte. De lá para cá, foram fundados clubes e esportistas brasileiros passaram a participar de campeonatos internacionais.

Na mesma evolução da aviação, com grandes transformações nas décadas de 1960 e 1970, o aeromodelismo acompanhou as modernizações. A gama de equipamentos, os tipos de recursos e programações e motores cada vez mais potentes aguçam cada vez mais desportistas VAL_ARAUJO_1-2.pdf 1 12/07/2011 15:11:26 e simpatizantes.

Jaime e o voo, uma paixão que começou ainda na infância

Com duas residências, uma em Blumenau e outra em Milão, a Arquiteta Val Araújo, retornando ao Brasil de sua pesquisa na Europa, tráz as tendências mundiais para este ano.

Na foto, Arquiteta Val Araújo em sua bancada ajardinada de sua casa em Milão. “É aqui que busco inspirações para criar e levo para o Brasil informações da Arquitetura atual mundial”

Qual a tendência?

Planejado para ser o apartamento de demonstração da Construtora Gomes Júnior, assinado A tendência: Na Europa a tendência contemporânea se mescla com as cores claras e tons de personalipela Arquiteta Val Araújo. dade marcante. Os tons com graduação cinza ainda são destaques. No entanto, é preciso ter cautela na Previlegia a integração dos espaços e a discrição nos tons, utilização do preto, pois este vem se apresentando em detalhes. Na “Milano Desing Week” ����, o mobiliário em estilo “Antique” desenhados por Designers Italianos ressaltando as cores em detalhes.

Arquiteta Val Araújo Cel.: ��.����-���� E-mail: entrearquitetos@ig.com.br Áreas de Atuação Arquitetura de Interiores e Edificações.

ganharam destaques, e servirão de inspiração para projetos de Arquitetura de Interiores de alto padrão. A Arquiteta Val ressalta: “A integração do Moderno com o Antigo deve ser casual, proporcionando efeito elegante ao ambiente.” “É importante lembrarmos da originalidade, buscando valores individuais de cada cliente e deixando de repetir fórmulas.”


TieBREAK

Bom de Avental

Comida genuinamente brasileira Celso Bento da Silva inspirou-se no Bar Criado para fazer o tradicional pirão com linguiça Fotos Eduardo Sofiati

Sócio do Tabajara há oito anos, Celso Bento da Silva, proprietário da Celso Relojoaria e Ótica, que festeja 40 anos de fundação este ano, frequenta quase que diariamente a Quadra 8, onde se reúne com os amigos para jogar conversa fora. Uma vez por mês, eles fazem um jantar de confraternização e, sempre quando é a vez de Celso cozinhar, os amigos pedem o famoso pirão com linguiça. Ele conta que a receita foi inspirada no Bar Criado, antigo estabelecimento da Rua das Palmeiras, vizinho ao Tabajara, que servia o prato tão apreciado. Já o repolho recheado, Celso começou a fazer inspirado na mãe, dona Bernardina. “Ela fazia esse prato quase que cotidianamente e fui aprendendo de tanto olhá-la cozinhar. Incrementei com mais temperos e faço por puro lazer”, conta. Sempre que Celso faz o pirão com linguiça, também faz o repolho recheado para complementar o prato.

22

O Tabajara em minha vida

Para ele, o pirão com linguiça é um prato genuinamente brasileiro e o preferido dos amigos do Tabajara. “Sempre que faço esse prato no clube, chego a fritar de quatro a seis dúzias de ovos para cerca de 30 pessoas”, revela. “Tenho prazer em cozinhar para os meus amigos”, finaliza.

“Depois que me tornei sócio do Tabajara, vou quase que diariamente ao clube, principalmente, na Quadra 8. Gosto de jogar tênis e conversar com os amigos. O clube tem uma excelente estrutura e, além do tênis, também frequento a sauna e a bocha, toda quarta-feira”. Celso Bento da Silva


Modo de preparo Desfie a linguiça mista sem a pele e refogue em um pouco de óleo. Reserve. Corte as cebolas em tiras e refogue em um pouco de óleo. Junte a linguiça e a cebola refogadas. Pirão branco escaldado Ingredientes: 3 litros de água 1/2 kg de farinha de mandioca 1 tablete de caldo de carne Sal a gosto Modo de preparo Numa panela, coloque três litros de água, o tablete de carne, sal a gosto e vá acrescentando a farinha de mandioca na água fria e sempre mexendo até engrossar. Acompanhamento de carne com cebola Ingredientes: 3 kg de fraldinha Sal 1 kg de cebola Modo de preparo Compre a fraldinha dois dias antes de fazer e coloque bastante sal por cima para desidratar a carne. No dia do preparo, ferva a carne em água por uma ou duas vezes, jogando a água fora. Depois, desfie a carne e refogue com um pouco de óleo. Corte a cebola em tiras e refogue em um pouco de óleo. Misture a carne e a cebola refogadas. Repolho recheado Ingredientes: 1 repolho 600g de carne moída 1 ovo 4 cebolas Sal a gosto 15g de farinha de rosca Modo de preparo Coloque o repolho inteiro em uma panela com água quente e deixe cozinhar entre 10 e 15 minutos. Depois, abra o repolho folha por folha, deixando como uma flor. Numa panela, refoque a carne moída com sal e outros condimentos que desejar em um pouco de óleo. Corte as cebolas em tiras e refogue separadamente com um pouco de óleo. Junte em um recipiente a carne e a cebola refogadas, um ovo cru e, aos poucos, vá acrescentando a farinha de rosca para dar liga. Depois, recheie folha por folha do repolho. Coloque papel alumínio por cima e leve ao forno pré-aquecido a 250°C por, aproximadamente, 40 minutos. Para finalizar o prato, frite um ovo, deixando a gema mole e coloque no prato sobre do pirão. Rendimento: 20 porções

23

Pirão com linguiça e repolho recheado

Linguiça com cebola Ingredientes: 3 kg de linguiça mista 1 kg de cebola


MELHOR AMIGO

Olhar que expressa vontades Amarula tem o amor incondicional da família

Mesmo dentro da média de vida para a raça, que varia entre 10 e 14 anos, a cachorra já demonstra sinais de que é uma senhora e quer o merecido descanso. Gosta de estar apenas com Simone, Jorge Luiz Testoni e o

O Tabajara em minha vida

Fotos Daniel Zimmermann

Companheirismo. Esta é a palavra que simplifica a cumplicidade de 12 anos entre Simone Luttke Testoni e a cocker inglesa chamada Amarula. Nesta relação não há tempo ruim, pois a cachorra está sempre ao lado da dona, pedindo e oferecendo carinho.

“Meu marido e eu somos frequentadores assíduos da academia. Todos os dias, no primeiro horário, já estamos nos aquecendo por lá. Sem falar das festas do Tabajara, que são maravilhosas. A minha preferida é a Münchenfest.” Simone Luttke Testoni


pequeno Lucas, filho do casal. Se a casa estiver com muitas visitas, ela se esconde entre as pernas de Simone e demonstra sinais de impaciência. Contrariando a característica de hiperatividade da raça, ela é bem tranquila no dia a dia. “Penso que Amarula deve ter absorvido um pouco da minha personalidade, pois, assim como eu, ela é muito calma. Sempre pede carinho e me segue o tempo todo pela casa” conta Simone. Das manias, a mais comum é a fugidinha para a cama do casal durante a madrugada. Mesmo com a própria cama no quarto dos donos, Amarula não se contenta e, ao perceber o sono pesado de Simone e Jorge, não perde tempo. Em um só pulo se ajeita entre os dois. Exigente, não gosta de ficar muito tempo fora

de casa. Ao ir para a pet shop, nos dias e horários com menor movimento, o retorno é rápido. Prefere ficar quietinha em casa aos agrados da família. Os palitinhos caninos são verdadeiras perdições que ela adora. Entre as peripécias de Amarula está o episódio da última Páscoa. Não gostando de ficar longe de casa, a cocker ficou sob cuidados de um profissional da cinotécnica, enquanto a família viajava. Mas, na oportunidade que teve, durante a ausência de todos, atacou as cestas de chocolates que estavam em cima de um dos armários do quarto de Lucas. “Encontramos ela com uma overdose de chocolate. As cestas de um lado e ela de outro, acompanhada de vários papéis de chocolate”, relatou Simone. Amarula precisou ser submetida a um tratamento de desintoxicação.


TieBREAK

MELHOR AMIGO

26

Membro da família

Fotos Daniel Zimmermann

A presença de Amarula no apartamento do casal prova um histórico de amor aos animais. Tratada como membro da família Testoni, o carinho dos donos com a cocker é especial. Pela família já passaram outros quatro amores caninos: o rottweiller Joe, a weimaraner Nicole, a vira-latas Maria Luiza e Tequila, outra cocker. Todos superaram 10 anos de vida e foram muito especiais. “Os cães são muito fortes e têm carinho especial por quem eles escolhem. A maior dor é vê-los chegando próximo do fim da vida e não querer nos decepcionar. Eles se afastam, buscando um canto com a intenção de não nos incomodar. É inexplicável como só querem proporcionar momentos bons”, afirma, emocionada, Simone. Desde pequena, tem paixão por animais e gastava toda a mesada em ração para os cães de rua.


foto: marlonhammes.tumblr.com

www.strauss.com.br • kristallhaus@hotmail.com Blumenau - SC • Rua Paul Hering, 155 • 47 3322-0612 Navegantes - SC • Aeroporto • 47 3342-1472


TieBREAK

vida saudável

A nova cara do sorriso Tratamentos ortodônticos mais eficazes garantem saúde e, consequentemente, beleza Fotos Daniel Zimmermann

A ortodontia, especialidade odontológica responsável por corrigir a posição dos dentes e ossos maxilares posicionados de forma inadequada, tem avançado de maneira significativa nos últimos anos. Com a modernização dos procedimentos e instrumentos utilizados, é possível chegar a resultados cada vez mais satisfatórios em períodos menores de tempo. Desde que surgiram, os tratamentos ortodônticos para correção de imperfeições da arcaria dentária têm avançado no mesmo patamar que as diversas tecnologias da área, que modernizam procedimentos, melhoram os itens e instrumentos utilizados.

28

Quem já foi usuário de aparelho para correção

ortodôntica e não lembra o pesadelo conhecido como aparelho extra-oral, comparado às rédeas de um cavalo? Pois ele está com os dias contatos. Uma das tendências da ortodontia é a utilização de dispositivos transitórios de ancoragem. São pequenas peças conhecidas como mini-implantes provedoras da movimentação dentária. O especialista em ortodontia e implantodontia Giorge Andreas Jaeger afirma que os mini-implantes auxiliam na aplicação de força, tornando a movimentação dentária mais rápida e eficiente. “Em formato de um pequeno parafuso, a peça é inserida na maxila ou mandíbula do paciente de forma autorrosqueante, geralmente, entre as raízes dos dentes”, explica o especialista.

Produzido a partir do titânio, o material é biocompatível ao tecido ósseo, possuindo raríssimas contraindicações. Na maioria das vezes, o parafuso auxilia na correção de casos em que o paciente possui os dentes incisivos superiores proeminentes. Também é utilizado no fechamento de mordidas abertas, na aproximação de dentes antes separados, entre outros casos. Jaeger relata que cada caso deve ser analisado individualmente, pois os tratamentos variam de acordo com a complexidade do problema. No entanto, o dentista garante que, com a utilização do mini-implante, é possível reduzir consideravelmente a duração do tratamento, independendo da idade ou do grau de cooperação do paciente.


Cuidado diário

Os cuidados com os dentes são essenciais para manter a qualidade de vida, já que ter dentes saudáveis e alinhados não é apenas um detalhe estético. A saúde bocal deve estar em primeiro lugar. Dentes tortos ou que não se encaixam corretamente são mais difíceis de se manter limpos, podendo trazer problemas de saúde ao indivíduo, como cáries, mau hálito, frequentes dores de cabeça, no pescoço e até mesmo nas costas.

interposição lingual. Já os tratamentos para correção são aconselhados a partir dos 12 anos, idade em que os dentes de leite já foram substituídos. Depois disto, não há idade para querer ter o sorriso saudável, mas, quanto antes o tratamento for realizado, melhores resultados serão obtidos.

Os acompanhamentos ortodônticos devem ocorrer desde os primeiros anos de vida. Este momento é ideal para se corrigir também problemas como sucção digital e

A higiene bucal deve ser feita diariamente, sempre após as refeições. Além do uso de flúor, que é muito importante, os anti-sépticos podem ser usados regularmente, até uma vez ao dia, ou conforme a necessidade e aconselhamento profissional.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

O Tabajara em minha vida

Constante movimento

Segundo o especialista, os dentes sofrem deslocações ao longo dos anos, por diversas razões. Por isso, explica Jaeger, com o passar do tempo, podem ocorrer modificações dentárias. Dessa forma, é muito comum as pessoas detectarem algum tipo de problema, como o apinhamento dos dentes, depois dos 18 anos.

“O Tabajara é um clube que tem história, vivência. Sou sócio há três anos e, para mim, é um local onde posso apreciar uma boa comida, encontrar os amigos para bater um papo, praticar esportes. É um local de diversão”.

Giorge Andreas Jaeger


TieBREAK

Perfil

Eduardo Sofiati

A Língua Inglesa é imprescindível nos dias atuais, pois a globalização fez com que se tornasse fundamental, principalmente nas empresas que lidam com comércio internacional. O inglês é a língua dos estudos, das viagens, dos negócios, enfim, a língua da comunicação com o mundo. A professora de inglês voltado para a área de negócios (English for Business Communication) Mara Rúbia Roza Bürger atua nesse ramo há 12 anos. Desde pequena, gostava de ler e escutar a pronúncia em inglês, mas nunca teve a oportunidade de frequentar um curso particular. Assim, só foi aprender a Língua Inglesa aos 24 anos. Ela conta que, ao se formar em Administração de Empresas, teve vontade de trabalhar com Marketing, que usava muitos termos em inglês ainda não dominados por ela. Foi então que, após a formatura, resolveu deixar o Brasil e ir aprender o idioma diretamente com os falantes nativos. Depois de quase um ano morando em Londres, na Inglaterra, voltou ao Brasil e foi morar em São Paulo, onde trabalhou como secretária bilíngue, função que exige conhecimentos em inglês comercial, escrita e para negociações por telefone. “Após algum tempo, voltei para Blumenau e fui dar aula particular de inglês para amigos, muitos deles profissionais liberais e empresários”. Mara Rúbia explica que a atuação como copywriter e tradutor, que consiste em assessorar empresas na criação e tradução de textos, anúncios e comunicados, veio como consequência da formação acadêmica e especialização em inglês para negócios, quando aprendeu a usar o idioma em duas versões: a linguagem formal (usada em negócios e nas correspondências) e a linguagem informal (a que falamos, vemos em letras de músicas, entrevistas e filmes). “Tradutores já existem há muito tempo e copywriters são todos aqueles que usam as palavras para persuadir alguém de alguma forma, seja para vender um produto, convidar alguém para uma visita de negócios ou um currículo para conseguir um bom cargo”, ressalta. De acordo com ela, qualquer pessoa que queira aprender inglês por diversas razões – viagens a lazer ou negócios, leitura, demanda da profissão, entre outras – pode fazer aula particular. “As aulas para iniciantes sempre começam com conversação baseada na repetição de verbos, vocabulário e expressões. A ênfase na escrita, gramática, listening e speaking ocorre de acordo com a razão que fez o aluno procurar o professor particular”, explica. As aulas podem ser individuais ou em grupo, com a mesma finalidade.

Fundamental para os negócios 30

A professora de Inglês Mara Rúbia Roza Bürger ensina o idioma para profissionais que querem se destacar

Para Mara Rúbia, a língua muda conforme a história, o modismo e o gênero. “Podemos considerar o Business English como uma língua global que está se disseminando no mundo dos negócios sem seguir algumas regras na gramática normativa, ou seja, a que aprendemos nas salas de aula. O inglês usado nos negócios é aquele falado pelos asiáticos, europeus, africanos, árabes, ingleses e americanos. . Segundo a professora de inglês, o tempo para aprender a se comunicar em inglês vai depender da disciplina do aluno. “Tive alunos que aprenderam a falar com estrangeiros após três meses de aulas particulares, sem nunca terem feito curso antes. Outros que passaram mais de dois anos tentando e não acreditando que pudessem falar inglês e, outros, que somente precisam de algumas semanas para desenferrujar”, afirma. .


Aprendendo inglês com a moda

TieBREAK

Perfil

Todos os dias, as pessoas convivem com uma série de palavras em inglês, daí percebe-se a importância e a influência que o idioma exerce sobre a cultura brasileira. O inglês não está presente apenas na internet, em equipamentos eletrônicos ou na arquitetura. O mundo da moda também está repleto de palavras e expressões da língua. Revistas de moda brasileira costumam atualizar os leitores com muitos termos que podem provocar certo desconforto na hora de pronunciá-los ou traduzí-los, até mesmo para quem já é fluente na Língua Inglesa. Um dos trabalhos da Mara Rúbia é a tradução de termos e textos. Assim, ela dá dicas de alguns termos que fazem parte do mundo da moda: Must have (diga: mâsthév – que não pode faltar no guarda-roupa, toda mulher precisa ter).

Milk [diga: Milk – bolsa tipo carteira, apelidada pelas americanas, onde vale carregar somente: Money (dinheiro), ID (documento de identidade), Lipstick (batom) e Keys (chaves)].

Nude (diga: núd – da palavra inglesa que significa nu, sem roupas. Cor que lembra os tons variados da pele).

Anckle boot (diga: éncol buts – botas de cano curto, que cobrem os tornozelos).

Boot cut (diga: butcât – em inglês, significa calça com corte para botas com abertura exata para sobrepor a bota. Mas, na moda brasileira, é uma referência dos anos 1970, ajustada até a altura dos joelhos e depois a boca alarga. Deve ser usada com a barra bem baixa, aparecendo apenas a parte da frente do calçado.

32

Piton (phyton) (diga: páiton – uma espécie de cobra. Estampas que lembram cobra).

O Tabajara em minha vida

Animal print (diga: ánimal print – estampa animal, geralmente de onças, tigre, zebra, entre outros.

“O clube sempre fez parte da história da família. Lá, dancei pela primeira vez com meu marido e nossa filha Antonia aprendeu a dar os primeiros passos nos jardins. Uso muito a academia de ginástica desde antes da reforma, que ficou excelente. Também fiz muitas amizades e até criamos um grupo de mulheres para jantar”. Mara Rúbia Roza Bürger


TieBREAK

Planeta Tabajara

Fotos Daniel Zimmermann

Invólucro de grandes momentos Inaugurada no último mês de 1895, a Sede Social é o prédio mais antigo do Tabajara Tênis Clube, construído na época em que se chamava Schutzengesellshaft Blumenau. De lá para cá, muitos momentos marcantes aconteceram nestes ambientes, que até hoje eternizam histórias.

34

Do projeto inicial, grande parte da estrutura ainda é original, com alterações pontuais empreendidas ao longo do tempo, perante a necessidade de reformas e modernização. Mas, a mistura de moderno e clássicos mantém a sede como o local mais charmoso do clube. “Tudo é impecável e zelado. Temos o maior cuidado para manter a sede social como referência do Tabajara. É um marco arquitetônico e histórico que se completa com as demais estruturas que exemplificam a passagem de cada época”, afirma o gerente Marcello Rubineck Pereira.

Pedaço da história

A Sede Social do Tabajara é um dos marcos de história do clube

Durante a 2ª Guerra Mundial, a Sede Social da então Sociedade de Atiradores foi confiscada pelo Exército Brasileiro, que utilizou o local como base para os soldados que estavam fixados na cidade para exercer a coibição da fala e da cultura alemã, ação da Campanha de Nacionalização imposta pelo presidente Getúlio Vargas.


Fotos Arquivo pessoal

Imponente no estilo, a varanda do salão principal, erguida junto das primeiras modificações feitas entre 1949 e 1950, apresenta uma prévia de todo o requinte encontrado nos ambientes. Com pé direito bastante alto, o Salão Principal é o local dos grandes eventos sociais. As maiores festas do calendário do clube são realizadas ali, além dos casamentos de sócios.

Sala Presidencial serve para eventos mais restritos ou reuniões do dia a dia

Para eventos mais restritos, existem outros ambientes, como a Sala Presidencial e o Terceiro Salão. A exemplo do que é visto no Salão Principal, contam com detalhes próprios que enriquecem ainda mais a produção e decoração para os eventos. Em todos os ambientes da sede, é possível observar as antigas paredes com largas espessuras, típicas da época em que foram construídas, além do piso de madeira escuro que se completa com os detalhes com as mesmas tonalidades nas paredes e teto.

Varanda do Die Kneipe: ideal para happy hour

Venha se surpreender! mobiliário corporativo inteligente

w w w. c a d erode.com.br

Desde 1968 vendendo qualidade Rua João Pessoa, 737 | Blumenau | SC | fone: (47) 3329.1000


Para desfrutar da melhor gastronomia, existem dois ambientes de grande requinte. O Restaurante Tabajara é muito bem decorado, com detalhes peculiares que aguçam ainda mais os sentidos durante almoço e jantar. Já o Restaurante Doktor Blumenau, inaugurado em outubro de 2010, é mais reservado, com capacidade de 60 pessoas. Moderno no design, torna-se um espaço arrojado. E o cardápio é um sucesso enogastronômico.

Divulgação

Requinte à mesa

TieBREAK

Planeta Tabajara

Existe também no espaço o ambiente conhecido como Kaffestube. A sala é perfeita para reuniões sociais ou executivas, acompanhadas de um delicioso café. Com capacidade para 30 pessoas, o local é reservado e o atendimento é do Restaurante Tabajara. Conhecido por receber associados e convidados para prestigiar shows de bandas, o Die Kneipe também é ponto de encontro para happy hour. O charme do lugar, localizado no segundo piso da Sede Social, está no aspecto de pub. Rico na decoração, tem quadros que relembram a história do clube e peças antigas que se aliam à modernidade. Marcello afirma que as áreas são muito utilizadas pelos sócios, tanto para eventos festivos como para reunião de negócios. “A Sede Social é um local propício para muitos compromissos que se têm no dia a dia. É um local acolhedor em que os associados sabem que encontrarão o melhor”, afirma o gerente.

“A Sede Social é um local propício para muitos compromissos que se têm no dia a dia” Marcello Rubineck Pereira, gerente

Daniel Zimmermann

36

A Sede Social foi construída em 1895 e, mesmo com as reformas e ampliação, mantém as características originais


TieBREAK

Estação Brasil

O fascínio da Canastra Serra mineira reúne fauna e flora exuberantes e condições para a prática de aventura e contemplação Fotos Divulgação

A região da Serra da Canastra, no sudoeste de Minas Gerais, possui algumas das mais deslumbrantes e desconhecidas paisagens do Brasil. Durante muito tempo, esteve isolada por precárias estradas de terra e, há poucos anos, entrou nos roteiros de viagem como lugar privilegiado para a prática de esportes radicais, vivência ambiental e turismo ecológico. A região ecoturística da Serra da Canastra tem mais de 200 mil hectares e abrange seis municípios: São Roque de Minas, Vargem Bonita, Sacramento, Delfinópolis, São João Batista do Glória e Capitólio. A maior atração é o Parque Nacional da Serra da Canastra, criado em 1972 para proteger as nascentes do Rio São Francisco. Dentro do parque estão alguns dos mais belos cartões-postais do Brasil, como a cachoeira Casca D’Anta, de quase 200 metros, a primeira grande queda do Velho Chico. A região é o berço de muitos rios que ajudam a formar as bacias do São Francisco e do Paraná. Rios cheios de corredeiras e cachoeiras que passam dos 200 metros de altura. A paisagem se alterna entre campos rupestres cheios de delicadas flores, cerrado típico e matas de galerias com vegetação atlântica. É nesse ambiente que vivem protegidas espécies de animais ameaçados de extinção, como o tamanduá-bandeira, o lobo-guará, o tatu-canastra e o pato-mergulhão.

38

A vida rural mantém as velhas tradições da cultura da região, como a arquitetura do Século 19, os muros de pedra sem cimento, o queijo canastra e o carro de boi.


Gestante

Vestindo gestantes com estilo!

Parque Nacional

O Rio São Francisco nasce na Serra da Canastra e corta o Nordeste em direção ao Atlântico Criado em 1972, o Parque Nacional da Serra da Canastra tem 71.525 hectares demarcados e parte do território de três municípios: São Roque de Minas, Sacramento e Delfinópolis. A área reúne basicamente dois maciços: a Serra da Canastra e a Serra das Sete Voltas, com o vale dos Cândidos no meio. As altitudes variam entre 900 e 1.496 (torre da Serra Brava) e a vegetação predominante são os campos rupestres, com manchas de cerrado e matas ciliares. O relevo acidentado e a vegetação rasteira produzem uma paisagem única, com grandes vistas panorâmicas e muitas cachoeiras. C

M

Y

CM

MY

CY

As características do relevo e da vegetação favorecem também a observação de animais selvagens. As temperaturas são amenas. A média fica em torno de 17 graus no Inverno e 23 graus no Verão. O índice pluviométrico anual varia entre 1,3 mil e 1,7 mil milímetros, com a maior parte das chuvas concentrada no período de dezembro a fevereiro.

CMY

K

47 .

3326-0023

Paisagens fabulosas são formadas pela vegetação e quedas d’água na Canastra Shopping Neumarket - Loja 152 - Blumenau /SC contato@missmammy.com.br / missmammy.com.br


Os animais são uma das maiores atrações da Serra da Canastra, especialmente na área do Parque Nacional. A fauna típica da região reúne espécies ameaçadas de extinção, como o tamanduá-bandeira, o lobo-guará e o veado-campeiro, que podem ser vistos com relativa facilidade.

Fotos Divulgação

Fauna e flora

TieBREAK

Estação Brasil

Outros bichos também ameaçados que, havendo um pouco de sorte, os turistas podem ver, são a lontra, o macaco-sauá e as três maiores e mais fascinantes raridades: o tatu-canastra, o pato-mergulhão e a onça-parda. As áreas de campos e cerrados da Canastra exibem também o cachorro-do-mato, a seriema, a ema, o gavião-carcará e o gavião-caboclo. Nas matas ciliares e nas fazendas, o show é do mico-estrela, dos quatis, do urubu-rei, do jacu, do tucano-açu e do canário-da-terra. A Serra da Canastra está na região do cerrado mineiro, mas apresenta uma vegetação bem mais variada, que inclui campos, campos rupestres e florestas. O cerrado brasileiro é caracterizado por árvores de pequeno e médio porte, de cascas grossas e galhos retorcidos, bem adaptadas ao solo pobre e resistentes à seca e ao fogo. A flora e a fauna são compostas por mais de 6 mil espécies vegetais, mais de 800 espécies de aves e quase 200 espécies de mamíferos, números superiores, por exemplo, aos do Pantanal. Na Serra da Canastra, porém, o cerrado ocupa uma parte inferior à dos campos e campos rupestres (localizados em áreas superiores a 900 metros). Nesses campos, a ausência de vegetação de grande porte e os contrastes do relevo formam imensas vistas panorâmicas, onde a paisagem exibe imensos canteiros de flores. Nas áreas mais baixas e úmidas, formam-se os capões (matas) de formas arredondadas, com exuberante vegetação atlântica.

Como chegar

Todo o chapadão da serra onde está o Parque Nacional alterna essas áreas de campos e campos rupestres, com variações intermediárias que os especialistas chamam de campo cerrado, campo sujo e campo limpo. Além disso, há pequenos trechos de floresta e cerrado típico. Em toda essa área, um grupo de especialistas da Universidade Federal de Uberlândia já conseguiu identificar 540 espécies de plantas em apenas quatro anos de pesquisas.

Tucano é uma das aves encontradas entre a vegetação

A partir de Belo Horizonte, o acesso principal a São Roque de Minas é pela rodovia MG-050. Chegando a Piumhi, o visitante deve entrar no primeiro trevo (para quem segue de Belo Horizonte) e atravessar a cidade seguindo a indicação das placas até a rodovia secundária, de 60 quilômetros, que leva a São Roque de Minas. Entre Piumhi e São Roque de Minas, o visitante passa por dois vilarejos: São Sebastião dos Cabrestos (município de Vargem Bonita) e Sobradinho (São Roque de Minas).

40

As sempre-vivas fazem parte da vegetação do alto da serra


TieBREAK

esportes

Encerramento do dominó Em 5 de junho, foi realizado o jantar de encerramento do primeiro semestre do Dominó. Os líderes do ranking foram premiados em meio à confraternização entre os apaixonados pelo jogo. xxxx

Ranking do primeiro semestre | 1º lugar: Eduardo Fiuza Lima | 2º lugar: Alexandre Fiedler | 3º lugar: José Hélio Abreu | 4º lugar: Roger Eing | 5º lugar: Antonio Marcos Ulian

Antonio Marcos Ulian, Alexandre Fiedler, Clóvis Lenzi, Eduardo Fiuza Lima e José Hélio Abreu

Carlos Alberto Lehmkuhl e Antonio Marcos Ulian

42

Mauro Dorigatti e José Hélio Abreu

Mateus Sens, Eduardo Fiuza Lima e Clóvis Lenzi

Alexandre Fiedler e Thomas Bueckmann


Esta entrando no mercado Festival de Canastra No dia 30 de junho, 48 senhoras se reuniram no Salão de Festas do Bar da Piscina para o 5º Festival Feminino de Canastra de 2011. Mais uma vez, a tarde foi marcada por muita concentração nas mesas e confraternização entre as jogadoras. O próximo festival será em 26 de julho. Classificação | 1º lugar: Marlene Odebrecht / Martina Bornhausen | 2º lugar: Maria Christina Dorigatti / Rosangela Falce | 3º lugar: Rejane Rodacki / Elizabeth Balsini

CONSULTORA DE IMÓVEIS

Com um novo Conceito. Personalizando o atendimento Comprador e Vendedor Marlene Odebrecht, Maíse Amaral e Martina Bornhausen

Elizabeth Balsini, Rejane Rodacki, Marlene Odebrecht, Martina Bornhausen, Rosangela Falce e Maria Christina Dorigatti

Rosangela de S. Nogueira Pereira Cimara Regina Floriani 47 .

Rejane Rodacki, Maíse Amaral e Elizabeth Balsini

9199.7660

Rosangela Falce, Maíse Amaral e Maria Cristina Dorigatti

2ª Etapa da Copa TTC de Futebol Estão abertas as inscrições para a 2ª Etapa da Copa TTC de Futebol, com início marcado para dia 15 de agosto. Os interessados em participar podem buscar mais informações e fazer a inscrição na Secretaria Esportiva do clube.

Fone: 47.3237.5554 - 47.9918.8824 rosangela.romaimoveis@gmail.com


TieBREAK

Festas

O arraial foi animado A noite de 1º de julho foi especial nas dependências da piscina do Tabajara. A Festa de São João foi um sucesso, com muitas atrações e brincadeiras para as 250 pessoas que participaram do evento. Os Irmãos Fiebes animaram o arrasta-pé que se estendeu até a madrugada. As brincadeiras, como a pescaria, correio do amor, jogo da argola e a casinha do porquinho-da-Índia fizeram a alegria de todos

que, além do casamento caipira e da quadrilha, puderam apreciar a queima de fogos e da tradicional fogueira. As crianças puderam se caracterizar com roupa caipira, chapéu de palha e até pintar o rosto, com maquiagem para as meninas e barba para os meninos. A gastronomia também foi um dos pontos fortes da festa, com as co-

midas especiais como o bolo de milho, rosquinha salgada, maçã do amor, maria-mole e pé-de-moleque, completados com pipoca e pinhão. O frio, que também marcou presença na festa, foi amenizado com o quentão servido para ao participantes. Agora, a organização já pensa na próxima edição para repetir o sucesso das tradicionais festas de São João do Tabajara.

03

44

01 02

Crianças dançaram a quadrilha... ...exibindo o colorido típico das festas de São João

Fotos Edemir Garcia

01


03 Carlos Husadel Dalsenter e o neto Jan 04 O grupo dos IrmĂŁos Fieber animou o arrasta-pĂŠ 05 Beatriz e Ana Lucia Candemil 03

04

05


TieBREAK

festas

06

06

Luciano Praum e Adriana (D) com os trigêmeos Laura, Leonardo e Carolina, mais Rose (E) e Lele

07

A animação contagiante de quadrilha

Fotos Edemir Garcia

08 09

Lorenzo e Isabela Baumgarten Hering Daniela e Djalma Faraco com as filhas Manoela e Eduarda 07

46

09

08


10

11

10

Arno Buerger Filho (E) e Lígia (D), Arno Buerger Neto, Sibeli e os filhos Franco e Bernardo

11

As crianças também se divertiram na Casa do Porquinho-da-Índia

MARIA_TEREZA_1-2_final.pdf 1 7/20/2011 10:01:20

Casual - Festa - Teen - Tamanhos especiais Loja 1 Rua Amazonas, 3815 - Garcia - Blumenau - SC (47) 3336-5004

Loja 2 Rua Marechal Floriano Peixoto, 89 - Centro - Blumenau -SC (47) 3035-5212


festas 12 Lorival Lobe Jr., Yonara e Guilherme, com Fabio Weschenfelder, Luciana, Isabela e Tiago 13 Jogo da argola testou a mira do caipiras da noite 14 As crianรงas deram um show 12

13

Fotos Edemir Garcia

14


15

16

17

15

Rose e Mauricio Spillere, Doris Dorow, Patrícia e Alessandro Dorow, com os filhos Bernardo, Nicolas e Fernanda

16 17

Eliege Longen e Martina, com Amelie e Anouke Longen Grützmacher E mais um pouco da alegria das crianças na Festa de São João


Fotos Divulgação

TieBREAK

CASAMENTOs

8 de maio Manuela Arend Voelz e Eduardo Beduschi Voelz, filhos de Margarete de Arruda Arend e Mirgon Arend e de Eliana Voelz e Cildo Voelz.

11 de junho Giovana Priscila Zonta Corbani e Mayko Corbani, filhos de Rose Clair Scoz Zonta e Tarcisio Zonta e de Vilma de Fátima Corbani e Arno Corbani.

18 de junho

50

Thaís Appel e Bernardo Hering, filhos de Letícia Hoffmann Appel e Vladimir Roberto Appel e de Tânia Hering e Paulo Hering.


TieBREAK

Must have

Novidade portátil O tablet myPad tem tela de 10,1 polegadas widescreen de alta resolução, ideal para filmes e jogos. O myPad utiliza o sistema operacional Android, é compatível com Adobe Flash Player e tem portas USB e HDMI, que permite a conexão a aparelhos de TV e home theater. Com tela multi-toque ultrassensível, a navegação torna-se mais dinâmica, confortável e agradável. A novidade pesa 700 g, tem processador Nvidia Tegra 250, capacidade de armazenamento de até 32 GB e oferece tecnologia 3G (opcional), além de contar com conexão Bluetooth e EDR, o que triplica a velocidade de transmissão de dados. Preço sugerido a partir de R$ 1.399,00.

Sustentabilidade nos pés Chega este mês no Brasil a linha Recycle de calçados da Coca-Cola. Produzidos com lona, couro ecológico e outros produtos reciclados, os 50 modelos terão cinco combinações de cores. A empresa que licenciou a marca é a gaúcha Sugar Shoes. Uma união entre estilo e sustentabilidade. www.sugarshoes.com.br

O máximo do vinho O design do Flight Ravenscroft Decanter dá espaço máximo para o vinho respirar. Feitos à mão, a partir de cristal sem chumbo brilhante, possui uma base ampla que permite ao vinho libertar os sabores e aromas que realçam os atributos. Apresenta uma forma engenhosa, alça integrada com um acabamento brilhante de cristal de chumbo. Feito por artesãos europeus, este projeto impressiona o entusiasta do vinho pela forma e funcionalidade. www.sparklingstemware.com.

Mais Brasil em tecnologia A CCE fez o lançamento do Win Touch. O primeiro tablet produzido no Brasil com o sistema operacional Windows 7 e pacote Office. São 10,1 polegadas na tela e uma câmera de 1,3 megapixels. A memória de SSD tem 16 GB e o processador é Intel Atom. É mais uma opção para o mercado do país que tem como estimativa a venda de 400 mil tablets ainda este ano.

52

http://notebookcce.com.br/notebook/win-touch/


Vida moderna A Body Scale Personal chega ao Brasil por R$ 1 mil. O valor tem fundamento, pois a balança apresenta conexão Wi-Fi facilmente compartilhadas com aparelhos da Apple ou dispositivos Andriod. As informações de peso e índice de massa corporal do usuário são transmitidas, assim como os detalhes da massa muscular e de gordura. Um facilitador para a vida de treinamento de atletas, ou para quem quer manter a boa forma. Cerca de R$ 1 mil em lojas e sites especializados

Carteiras originais Importadas e comercializadas pelo site Gifyt’s, os novos modelos de carteiras da Mighty Wallet são 100% recicláveis. Ultrafinas, as peças são produzidas com o mesmo material dos envelopes da Fedex dos Estados Unidos. Impermeáveis e resistentes a manchas e rasgos, têm 25% de plástico reciclado. Fique à vontade para escolher entre as 12 opções das mais diversas estampas, incluindo o famoso envelope de carta aérea internacional. www.gifyts.com.br


TieBREAK

TABASCO CAO HERING

Puxão de orelha Comunicação não é o que você diz, é o que os outros entendem”. É uma frase manjada, mas bastante verdadeira, principalmente entre jornalistas e publicitários. Depois de alguns anos garatujando assuntos pertinentes ao clube nesta página, tenho observado o fenômeno com frequência. Percebi que muitos adotam a “leitura dinâmica”, prática recomendada apenas para treinados. Uma leitura habitualmente feita nas coxas (atenção, conservadores, este não é um termo chulo), distancia cada vez mais o escriba do leitor.

Enfim, dediquei-me a este assunto porque, se de um lado há a desatenção dos leitores pela pressa e o excesso de informações a lhe acossar o dia a dia; também é extremamente desagradável o descaso com o texto, nomes próprios, inversão de legendas, erros de gramática, títulos trocados, esquecimento de créditos e outros deslizes do naipe por parte de editores. São sempre causa de enorme mal-estar, principalmente na mídia impressa. E é bom lembrar, as falhas viram documentos. Espero que o puxão de orelha ajude.

Na última Tie Break, a turma da diagramação, numa pisada de bola daquelas, enxertou o texto desta coluna com parte de outra, escrita no ano passado. Como ambas casualmente tratavam do mesmo assunto – a bailarina do hall –, a babada deve ter ocorrido por isto. No entanto, pouquíssimos, apontaram a falha. É por causa da “lidinha por cima”. Uma leitura mais atenta revelaria a salada. Caso você queira dar uma olhada no Tabasco da edição passada, informo que a brincadeira que fiz selando as pazes com a bailarina, fica mais leve e objetiva se o texto for lido somente da metade pra baixo.

54

Aliás, a coluna do ano passado (simulando uma carta à diretoria, propositadamente escrita em mau português) da qual vieram as malfadadas linhas enxertadas, pelo visto também não alcançou o objetivo, justamente por causa da tal leitura apressada. Assim, muitos até agora devem pensar que escrevo daquele jeito, Que coisa...

“A coluna do ano passado (propositadamente escrita em mau português), pelo visto não alcançou o objetivo, por causa da tal leitura apressada. Muitos até agora devem pensar que escrevo daquele jeito”


Tie Break - Ed. 65  

Revista do Tabajara Tênis Clube, de Blumenau. Produzida pela Mundi Editora, Blumenau / SC.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you