Page 1

Ano 6 nº 62 JUNHO 2012 R$ 8,90

escalada de sucesso A partir de 2010, a gestão de Ricardo Cristiano Oribka transformouaempresa fundada em 1992

Após tornar-se concessionária das empilhadeiras Still, a TranspoTech não para de acumular bons resultados, chegando à liderança nacional na venda dos modelos elétricos

TELEFONIA: Só Phones deixa o varejo e passa a oferecer soluções completas para empresas


EDITORIAL

Notícias de esperança Foto Daniel Zimmermann

CDL Blumenau e Prefeitura já trabalham para a edição 2012 do Magia de Natal

Da mídia impressa à rápida propagação na web, denúncias de desvio de verbas públicas estão cada vez mais escancaradas em nosso cotidiano. São esquemas muito bem planejados, com dezenas e até centenas de envolvidos, com uma finalidade comum: lucrar às custas de dinheiro do cidadão. Lado a lado, estão escandalosas notícias de falta de investimento em itens básicos para a garantia da vida do brasileiro. Saúde, segurança, infraestrutura (nesse quesito está a BR-470) e educação aguardam maiores investimentos. Já os governos reclamam que os caixas estão no vermelho e não há 6

como melhorar o dia a dia da população. Duas situações controversas, pois, se não há como investir, como há para desviar? Sorte que nem tudo está perdido. Ainda há notícias que nos enchem de esperança e razão para sorrir. Queria destacar dois grandes momentos para nosso Município. O primeiro foi o lançamento do Selo EDA – Empresa Destaque Atendimento, do Procon –, que irá atestar o grau de confiabilidade dos serviços e produtos do comércio de Blumenau. Mais uma arma para garantir que os direitos do cidadão sejam assegurados. O segundo exemplo é o Magia de Natal. Um projeto que uniu as iniciati-

vas pública e privada para transformar Blumenau em roteiro turístico de novembro a janeiro e também fazer o nosso morador se encher de alegria durante as festas de final de ano. Claro que essas ações são apenas duas, entre tantos bons exemplos que nos encorajam a trabalhar pelo desenvolvimento de nosso Município, Estado e País. Exemplos de sucesso que dividimos com você, leitor, nas próximas páginas da Revista Empresário. Boa leitura! Paulo Cesar Lopes Presidente da CDL


O que a inovação e a competitividade da indústria têm a ver com o seu dia a dia?

Mais do que você imagina. Uma indústria que inova é mais competitiva, gera desenvolvimento, bem-estar e qualidade de vida para todos. Faz parte do seu dia a dia de todas as formas e está presente em todos os momentos da sua vida. FIESC. A força da indústria catarinense.

www.fiescnet.com.br


SUMÁRIO

Alexandre Eggert

COMANDANTE FALA DA RELAÇÃO COM A COMUNIDADE O tenente-coronel Fialho está no comando do 23º Batalhão de Infantaria desde o início de 2012

Daniel Zimmermann

Daniel Zimmermann

12

SÓ PHONES ENTENDE O MERCADO E DEIXA DE ATUAR NO VAREJO Empresa tradicional do ramo de telefonia, agora, trabalha com soluções completas para clientes

28 Entidades chamam atenção para os tributos 30 Rodrigo Pimentel no Ciclo de Palestras 31 CDL prepara convenção lojista de 2013 32 Selo atesta qualidade no atendimento 34 Iniciados os trabalhos para o Magia de Natal

20

RESPEITO AOS CLIENTES E AOS COLABORADORES Receita de sucesso do Guia Fácil inclui informações qualificadas e busca do bem-estar profissional

36 Artigo 38 Acib é notícia 40 CDL é notícia 44 Intersindical é notícia 46 SINDILOJAS é notícia 50 Memória

EDITOR-EXECUTIVO Sidnei dos Santos / Palavra Escrita- Ltda. ME - sidnei@mundieditora.com.br REPORTAGENS Daiani Caroline Coelho, Fernando Gonzaga, Francielle de Oliveira e Iuri Kindler GERENTE DE ARTE E DESENVOLVIMENTO Lucas Gonçalves - lucas@mundieditora.com.br DIAGRAMAÇÃO Adriana Baier e Tiago de Jesus CAPA / Foto: Daniel Zimmermann - Produção: Iuri Kindler EDITORA-CHEFE Danielle Fuchs / Fuchs Editorial-Ltda. ME- danielle@mundieditora.com.br GERENTE COMERCIAL Eduardo Bellidio - 47 3035.5500 GERENTE COMERCIAL GERAL Cleomar Debarba - 47 3036.5659 DIRETOR-EXECUTIVO Niclas Mund - niclas@mundieditora.com.br CIRCULAÇÃO circulação@mundieditora.com.br SUGESTÃO DE PAUTA empresario@mundieditora.com.br

8

24

Conselho Editorial Acib: Ronaldo Baumgarten Junior, Charles Schwanke e Cristiane Soethe Zimmermann CDL: Paulo Cesar Lopes, José Geraldo Pfau, Carlos Jacques Dressler e Ana Paula Ruschel Intersindical: Hans Heinrich Bethe, Leomir Minozzo e Emil Chartouni Neto SINDILOJAS: Marco Aurélio Hirt, Márcio Rodrigues e Juliana Pfau Mundi Editora: Sidnei dos Santos e Danielle Fuchs TIRAGEM 4.000 exemplares

TIRAGEM VIRTUAL 50.000


Daniel Zimmermann

ARROJO E SOLUÇÕES EM LOGÍSTICA INTERNA SÃO MARCAS DA TRANSPOTECH Empresa blumenauense com filial em Joinville revende, loca e presta assistência técnica para empilhadeiras. Meta é ganhar o mercado do Sul

Rua Almirante Barroso, 712 - Sala 2 Vila Nova - Blumenau/SC CEP. 89.035-401 Telefone: + 55 (47) 3035-5500

Rua Ingo Hering, 20 – 8º andar CEP: 89010-909 Blumenau – SC 47 3326.1230

Alameda Rio Branco, 165 CEP: 89010-300 Blumenau - SC 47 3221-5735

Alameda Rio Branco, 165 CEP: 89010-300 Blumenau-SC 47 3221 5750

www.acib.net

www.cdlblumenau.com.br

www.sindilojasblumenau.com.br

16

Rua XV de Novembro, 550 – sala 403 47 3037 4932 www.intersindicalpatronal.com.br

mundieditora.com.br facebook.com/mundieditora twitter.com/mundieditora

9


INAUGURAÇÃO AUDI CENTER BLUMENAU REÚNE MAIS DE 600 CONVIDADOS EM GRANDE FESTA

A família esteve reunida em maio na inauguração da Audi Center Blumenau. Clientes, autoridades, concessionários de todo o Brasil e até representantes da Alemanha estiveram presentes no evento. O novo endereço da elegância em veículos segue 100% os padrões mundiais da Audi. Com 2,8 mil m² de área construída, a concessionária segue o conceito Lighthouse, que prevê a construção com materiais ecologicamente sustentáveis, com o objetivo de reduzir os impactos ambientais gerados pela loja. Em discurso, o presidente da Audi Brasil, Paulo Kakinoff, agradeceu a todos os envolvidos neste inovador projeto, lembrou que a Audi é mais que uma concessionária, é uma família. Para Kakinoff, a Breitkopf correspondeu a todos

Foto Studio Pedro

Roberto e Alfredo Breitkopf, Paulo Kakinoff (presidente da Audi Brasil) mais Enio Sardagna.

os requisitos para receber um projeto desse porte, por ser um grupo que retribui todos os ideais da concessionária. Na ocasião, ele também agradeceu ao grupo Breitkopf pelo trabalho impecável durante a construção do Audi Center Blumenau e enalteceu o Estado de Santa Catarina pelo seu povo apaixonado por engenharia de precisão.

RUA 2 DE SETEMBRO, 460 - ITOUPAVA NORTE - BLUMENAU


MUNDI DESTACA

Foto Rani Souza

1

2 Foto Rani Souza

Foto Rani Souza

6

8

7

Foto Rani Souza

Foto Studio Pedro

Foto Studio Pedro

Foto Rani Souza

9

8

Foto Rani Souza

Foto Rani Souza

10

3

5

4

Foto Rani Souza

11

Foto Rani Souza

12 Foto Rani Souza

Foto Rani Souza

1. A primeira concessionária AUDI no Brasil, ater o conceito Lighthouse 2. Davi Zimmermann e Aline de Souza 3. Silvinho Cordeiro e Bruna Dix 4. Gilmar, Willian Villain e Adriano Araldi 5. Marcos Erichsen e Simone Muller 6. Maíse e Carlos Tavares D´Amaral 7. Dulcinha, Cynthia e Ronaldo Baumgarten Jr 8. Marisa Breitkopf e Aldo Gil 9.Edislene 13 14 Viscardi, Mirella Menezes de Siqueira e Denise Mendonça Mattos 10. Gabriela catelli e Julia Sardagna 11 . Marcelo e Kelly Nogara 12. Neilen e Luiz Alberto Sackl Muller, Bruna Luiza Muller, Georgia Zim- 13. Marina W Riebeiro, Denise Zadrosny e Gladis Werner 14. Beto Mattos, Roger mermann, Cristiane Borges, Débora Lo- Pedroso, Wander Weege e Marisa Lima

WWW. BREITKOPF.COM.BR


Entrevista

Alexandre Eggert

“O Batalhão está à disposição dos blumenauenses” Revista Empresário: Qual é a função primordial do 23 BI? Tenente-coronel Mauro Fialho de Lima e Souza: É a que está prevista no Artigo 142 da Constituição Federal: “Defesa da Pátria, da Garantia dos Poderes Constitucionais e da Lei e da Ordem”. Esta última, regida por legislação específica. Quem determina o emprego no Exército é o comandante supremo das Forças Armadas, que é a presidente da República, Dilma Rousseff. RE: Como se dá a integração do Batalhão com a comunidade? Tenente-coronel Fialho: A integração do Batalhão com a sociedade iniciou com o coronel Barreto, durante a enchente de 1984. Essa relação foi se estreitando com as calamidades ocorridas na cidade. Durante as enchentes, em duas horas, no máximo, já estamos nas ruas. Temos um contato intenso com o secretário municipal de Defesa Civil. Existe um plano de contingência muito bem elaborado e traçado. Sempre fazemos também algumas ações de integração, como a Feijoada do Batalhão. Este ano, estamos fazendo a Campanha do Agasalho. A ideia é colocar algumas barracas

TENENTE-CORONEL

FIALHO

12 12

Natural do Rio de Janeiro, o tenente-coronel Mauro Fialho de Lima e Souza veio transferido de Salvador (BA) e assumiu o comando do 23º Batalhão de Infantaria (23 BI), em 28 de janeiro. Ele ingressou na vida militar aos 15 anos, em Campinas (SP). Durante os 28 anos em que está no Exército, Blumenau é a oitava unidade em que atua, sem contar as quatro escolas que passou (duas de formação, uma de aperfeiçoamento e outra de altos estudos). O tenente-coronel Fialho considera o comando do 23 BI uma nobre e importante missão e pretende continuar mantendo a harmonia e a intensa integração com a comunidade blumenauense. Para falar sobre o Batalhão, o militar concedeu entrevista à Revista Empresário.


na cidade para receber o material e entregar às entidades carentes e, assim, aumentar a integração. Também realizamos ações como exposições durante a Semana do Soldado ou do Exército. O Exército está à disposição dos blumenauenses para qualquer necessidade que ocorra, desde que cumpridas as exigências legais previstas na legislação vigente. RE: Nas enchentes, o trabalho do Exército fica evidente no socorro e apoio à população atingida. Em períodos de tranquilidade, como o Batalhão atua em Blumenau? Tenente-coronel Fialho: As atividades são as mesmas em todo o território nacional. O Exército Brasileiro prepara seus quadros para cumprir a missão constitucional. Nos quartéis do Exército, existem dois tipos de contingentes. O efetivo profissional, que são os oficiais,

subtenentes, sargentos, cabos e soldados antigos, que cumprem um cronograma de instrução específico, chamado de Capacitação Técnica e Tática do Efetivo Profissional (CTTEP). São instruções específicas voltadas para o emprego

Durante as enchentes, em duas horas, no máximo, já estamos nas ruas. Temos um contato intenso com o secretário municipal de Defesa Civil efetivo em situações reais. O outro contingente são os recrutas, que seguem um programa de instru-

ção mais simplificado e voltado para a formação como reservista mobilizável. Este ano, o 23 BI está enviando 83 militares do efetivo profissional para o Haiti, dentro da missão da Organização das Nações Unidas (ONU). Uma companhia de fuzileiros daqui vai representar os blumenauenses naquele País. O deslocamento começou em abril, ficando na missão por cerca de oito meses, com previsão de retorno em janeiro de 2013. A missão tem por finalidade restabelecer a infraestrutura do País após o terremoto, realizar ações humanitárias e cuidar da segurança pública. A Minustah, como é conhecida a missão, tem o comando brasileiro no seu braço armado. Atualmente, o general de brigada Fernando comanda a tropa composta por Forças Armadas de diversos países, como Argentina, Uruguai, Nepal e Canadá, entre outros.

13


ENTREVISTA

Alexandre Eggert

da reserva do Exército. Estes podem retornar como oficiais, permanecendo na ativa, no máximo, por sete anos. RE: O Batalhão de Blumenau é um dos encarregados pelo período Básico do Curso de Formação de Sargentos. Como os candidatos podem ingressar no curso? Tenente-coronel Fialho: Através de concurso nacional. Este concurso acontece anualmente, sendo elaborado pela EsSA. Depois do concurso, a EsSA distribui os alunos pelas 13 organizações militares responsáveis por esta fase da formação. O curso começou em abril. Vamos receber 126 alunos que serão incorporados ao Batalhão. No final do ano, após a finalização da primeira fase, os alunos seguirão para as escolas aonde finalizarão a formação. RE: Quantos jovens são recrutados por ano no 23 BI? Tenente-coronel Fialho: O número varia, podendo chegar a 255 recrutas. No dia 1º de março, incorporamos 237 recrutas. RE: Como é o treinamento dos recrutas no ano em que prestam serviço militar? Tenente-coronel Fialho: Primeiramente, eles recebem uma carga de instrução individual. Após essa fase, os recrutas começam a trabalhar em pequenas frações, chegando ao nível de pelotão. Cada fração do Batalhão possui missão específica, sendo cada uma delas adestrada para cumprir a função. Existem as funções logísticas, as operacionais, as de apoio de fogo, entre outras. Dessa forma, cada soldado, dentro de sua fração, recebe a formação específica para o emprego operacional. RE: Como esses jovens devem proceder para seguir carreira no Exército? Tenente-coronel Fialho: O soldado presta o serviço militar obrigatório, previsto na Constituição Federal, sendo, dessa for-

14

ma, temporária a permanência no Exército. Para seguir carreira, o cidadão brasileiro deverá prestar concurso público. Existem diversas formas de ingressar no Exército como profissional de carreira. Na área combatente, por exemplo, o curso para ser sargento funciona na Escola de Sargentos das Armas (EsSA), localizada em Três Corações (MG). A primeira fase é realizada em 13 organizações militares existentes no País. Uma dessas organizações é o 23 BI. No caso de oficiais, a formação inicia na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, localizada em Campinas (SP), finalizando na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende (RJ). O site do exército (www.exercito.gov. br) eliminará eventuais dúvidas a respeito das formas de ingresso na força. O 23º Batalhão de Infantaria possui também o Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR), que forma oficiais temporários. O Batalhão incorpora, anualmente, 20 alunos que, no final do ano, são declarados aspirantes a oficial

RE: Quais os principais produtos comprados pelo Batalhão e como as empresas podem se tornar fornecedoras? Tenente-coronel Fialho: Pode-se dizer, em linhas gerais, que o quartel é uma grande empresa. Há necessidade de água, energia, telefone, papel, comida, materiais para impressão, material de escritório, entre outros. Para a compra de todos os materiais, são abertos processos licitatórios, ganhando a empresa que apresenta o melhor preço. Qualquer empresa pode participar, pois o processo é realizado por meio da internet. Os materiais exclusivamente militares, como mochila e armamento, por exemplo, vêm pela cadeia de suprimento, ou seja, o Comando Logístico do Exército, localizado em Brasília, compra e supri as necessidades de todo o Exército Brasileiro. RE: Qual é o contingente do 23 BI? Tenente-coronel Fialho: Estamos com o efetivo praticamente completo. Só faltam os 126 alunos do Curso de Formação de Sargentos, primeira fase, que serão incorporados no final de abril.


Empilhando

soluções

Fotos Daniel Zimmermann

Capa

Fernando Gonzaga fernando@mundieditora.com.br Ser líder de mercado é uma meta que não se alcança da noite para o dia, nem se chega a ela com pouco esforço. A TranspoTech Equipamentos tem entre seus diferenciais a solução na medida exata em questões de logística, além de dispor de um plantão de atendimento que funciona 24 horas. Concessionária autorizada da marca alemã Still, a empresa pode se considerar uma das poucas do ramo a oferecer os serviços de vendas de máquinas, locação (novas e semi-novas) e oficina multimarcas (serviços e peças). A empresa, que existe desde 1992, sofreu várias mudanças durante os primeiros anos e, em 2001, passou a contar com uma nova gestão comercial. Deslanchou definitivamente a partir de 2010, quando o perfil do jovem empreendedor Ricardo Cristiano Oribka, 29 anos, entrou em cena, assumindo, além da gestão comercial, a gestão administrativa da empresa. O faturamento foi duplicado, assim como a frota de carros e de máquinas para locação. Filho do técnico mecânico Silvero Oribka, que foi colaborador da TranspoTech desde o início, Ricardo baseou-se na experiência do pai na área mecânica para implantação de um projeto novo e arrojado de reposição da empresa no mercado.

Ricardo Cristiano Oribka assumiu a gestão da empresa em 2010

Concessionária autorizada A nova gestão familiar marca também o início da trajetória da TranspoTech como concessionária autorizada da Still, um dos maiores fabricantes de empilhadeiras do mundo e líder no mercado brasileiro há décadas. A empresa de origem alemã, com sede em Hamburgo, tem unidades fabris distribuídas para 16

o atendimento pontual das necessidades do mercado global. O Rio de Janeiro é a sede brasileira da fábrica. Em outubro de 2011, o presidente mundial da Still, Bert-Jan Knoef, veio da Alemanha conhecer a estrutura da representante em Blumenau, acompanhado dos diretores da marca na América Latina e no Brasil.

A matriz da TranspoTech está situada no Bairro Itoupava Norte, à margem da Via Expressa, e conta com filial em Joinville para atender à demanda das regiões Norte e Nordeste do Estado. Além disso, conta com mecânicos disponíveis em cidades como Rio Negrinho e Itajaí e em cidades do Sul catarinense.


Atendimento diferenciado A equipe é composta por 92 colaboradores, sendo 46 técnicos, capacitados para atender qualquer necessidade. “O nosso grande diferencial é o atendimento personalizado na medida em que o cliente requer”, diz Oribka. Ele garante que, no máximo, em 24 horas o cliente receba o devido suporte da TranspoTech. Dentre os diferentes casos de manutenção, seja de natureza elétrica, hidráulica ou mecânica, a empresa está respaldada para solucionar o caso. “Vamos até o cliente, oferecemos toda assistência e, quando necessário, trazemos a manutenção para a oficina própria, deixando a opção para o cliente de locar uma máquina, nova ou semi-nova, para que não interrompa o processo de produção”, afirma o gestor. A equipe de mecânicos que recebe treinamentos junto à montadora está subdividida em 50% para manutenção preventiva e 50%

destinada à manutenção corretiva. “Meu foco sempre deve ser atender às máquinas que estiverem paradas, pois a manutenção preventiva tem uma margem de tolerância que permite um agendamento posterior”, explica o empresário. A TranspoTech tem mais de 70 contratos assinados com clientes fixos, através dos quais a empresa assume toda a responsabilidade pela manutenção preventiva e de correção. Entre os grandes parceiros atendidos exclusivamente pela TranspoTech, estão a Schulz Automotiva, Walmart, Bosch Rexroth, Seara, Albany, Cremer, Souza Cruz, Correios, Havan, Klabin, Marisol e Taschibra, entre outros. Além disso, a TranspoTech coloca-se à disposição para outras empresas, independente do tamanho e necessidade. Em 2011, a TranspoTech foi líder nacional de vendas de máquinas elétricas e, em uma das classes, chegou

a 95% de mercado. “Esta empilhadeira elétrica trata-se da máquina do futuro: um produto econômico, ergonômico, ecologicamente correto, não-poluente”, afirma o empreendedor. O mercado para esta máquina no Brasil ainda atinge uma fatia pequena, mas a substituição das empilhadeiras a combustão pelas elétricas tende a ocorrer naturalmente, em função dos ganhos ambientais, baixa emissão de ruídos e do desempenho. Interessados podem fazer test drive do produto. Segundo o diretor, o slogan ostentado pela empresa – Expertise, tecnologia e confiabilidade – não é mera estratégia de marketing, mas, sim, resultado de um trabalho diferenciado de qualidade no atendimento, proporcionando solução e agilidade no gerenciamento do estoque e na movimentação da produção, com a garantia da tecnologia alemã.

A TranspoTech vende e aluga empilhadeiras, além de prestar toda assistência técnica necessária 17


Capa

Em busca de expansão Após dominar o mercado catarinense, a TranspoTech almeja transpor as divisas do Estado para atender todo o Sul do Brasil. “Se chegamos ao ponto de sermos reconhecidos, em 2011, como a melhor representante da marca Still no Brasil, podemos dar esse passo adiante. O mercado de empilhadeiras nos permite ambicionar tal crescimento”, afirma Oribka. Segundo o empresário, a equipe de trabalho é o maior patrimônio adquirido pela empresa. “Temos uma filosofia de trabalho bem definida, com campanhas motivacionais, recreação e qualificações, que oferecem condições para que os colaboradores estejam satisfeitos para cumprirem bem as obrigações”.

Em 2010, a Transpotech foi vencedora da categoria Comércio do Prêmio Gustav Salinger, promovido pela Acib Jovem. Na questão socioambiental, a empresa inovou implantando tratamento de água para lavação dos equipamentos, com certificação da Momento Engenharia Ambiental. Também conta com uma parceria com Zôo de Pomerode, sendo ‘Empresa Amiga dos Animais’ com a adoção dos Elefantes Asiáticos. No âmbito esportivo, colabora com o Clube Atlético Metropolitano e também marca presença no esporte amador, apoiando o futsal mirim da Escola Barão do Rio Branco, além de equipes de caratê, automobilismo e paintball de Joinville.

Produtos Still Empilhadeiras a Combustão - Empilhadeira Combustão Frontal BR20 Still - Empilhadeira de Contrapeso a Combustão Clx 25 - Empilhadeira de Contrapeso a Combustão Clx 30 Empilhadeiras Elétricas - Empilhadeira Eletrica Retrátil FMX Still - Empilhadeira Elétrica Patolada EGV 14/16 Operador à pé Duplex Still - Empilhadeira Elétrica Patolada EGV 14/16 Operador à pé Triplex Still - Empilhadeira Elétrica Frontal RX 50 - 16 Still - Empilhadeira Elétrica Frontal RX 60 Still - Empilhadeira Elétrica Patolada EXV 12 Still - Operador à pé

Daniel Zimmermann

- Empilhadeira Elétrica Frontal RX 20 - 20P Still Paleteiras Elétricas e Manuais - Paleteira Manual TX 25 Still - Transpaleteira Elétrica EGU 18 Still - Operador à pé - Transpaleteira Elétrica EGU 20 Still - Operador à pé - Transpaleteira Elétrica ERX 27 Still - Operador à bordo - Selecionadora Transpaleteira Eletrica KMS 27 Still - Operador à bordo Rebocadores e Plataformas - Rebocador Elétrico R06 BR Still

Perfil Razão Social: TranspoTech Fundação: 1992 Nº de colaboradores: 92 Sede: Via Expressa Paul Fritz Kuehnrich, 2377, Itoupava Norte Blumenau - SC

Próximo passo de Oribka é conquistar o mercado dos demais estados do Sul 18

www.transpotech.com.br


Telefonia

SOLUÇÕES INTELIGENTES

Consolidada no mercado, a empresa, com sede na Rua 2 de setembro, 1618, Itoupava Norte, coloca à disposição dos clientes soluções inteligentes em telecomunicações e nos sistemas de segurança, assim como na venda, locação, instalação e manutenção de centrais telefônicas dos produtos Intelbrás. Distribuída em quatro unidades fabris: matriz e parque fabril II em São José (SC) e filiais em Santa Rita do Sapucaí (MG) e Manaus (AM), a Intelbrás é uma empresa 100% nacional, líder no mercado brasileiro de centrais telefônicas, telefones e centrais condominiais. A alta linha de produção permite à Só Phones o respaldo técnico necessário para atender as mais variadas necessidades do mercado. Hoje, a Só Phones atende a uma cartela de 8 mil clientes ativos na região, sendo a maioria formada por parcerias de longa data. “Isso mostra a credibilidade e qualidade de nossa empresa que, ao longo desses anos, lidera o mercado de prestação de serviços de telecomunicações”, garante Campos. A Viacredi é, atualmente, o maior cliente da empresa, com mais de 100 centrais telefônicas instaladas nas unidades distribuídas no Vale do Itajaí, como também os terminais de centrais de segurança. 20

Fotos Daniel Zimmermann

Quando surgiu, em 1992, o propósito inicial da Só Phones era o de atender ao plano de expansão da extinta Telesc que, na época, aumentaria a demanda telefônica em 50 mil novos terminais. Mais recentemente, a carência na prestação de serviços na área de telecomunicações fez com que o empreendedor Marcelino Campos começasse a ver o mercado com outros olhos, o que o levou a fundar a Distelbrás, distribuidora oficial em Santa Catarina de toda linha de produtos da Intelbrás.

Marcelino Campos mostra a nova e a antiga tecnologia em telecomunicação

Produtos e serviços Entre a variedade dos produtos da Só Phones, estão as opções de telefonia fixa desde as centrais ao moderno sistema de comunicação de voz sobre protocolo de internet, via terminais Voiper. Este é um aparelho telefônico com tecnologia IP, que usa a conexão com a internet como linha telefônica, agilizando, assim, a comunicação corporativa, baixando a tarifa de operações a custo zero. Na área de informática, a empresa oferece os roteadores

de banda larga, com ou sem fio, além da linha Intel de computadores. Outro segmento em que a Só Phones ostenta a liderança no mercado são nos dispositivos de segurança, como é o caso das centrais de alarme e de cerca elétrica, além dos circuitos de monitoramento via TV. Há, também, uma linha de acessórios disponíveis para rastreamento e segurança em condomínios, como é o caso dos vídeos-porteiros.


Primeiros passos

A Só Phones deixou o varejo e passou a ser a distribuidora oficial no Estado para produtos da Intelbrás

Fundada em 1º de abril de 1992, a Só Phones dava seus primeiros passos com apenas três colaboradores. Vinte anos depois, com o crescimento e expansão da empresa, o quadro de funcionários aumentou consideravelmente, tendo, hoje, uma equipe com 32 membros. Por 18 anos, a Só Phones foi revendedora da Tim, até 2011, quando encerrou a parceria com a companhia telefônica móvel para se dedicar integralmente ao serviço de telefonia fixa. Foi quando a empresa migrou do mercado varejista, diante de um prejuízo de R$ 240 mil, causado pela enchente de 2011, para se solidificar no atacado, com ênfase ao atendimento corporativo. “Hoje, nós vendemos, alugamos, instalamos, fizemos a manutenção e prestamos todo o suporte aos nossos parceiros”, confirma Campos. O empresário ressalta os treinamentos e qualificações da mão obra que a empresa oferta a terceiros, em laboratório próprio localizado na Só Phones.

21


Telefonia

Fotos Daniel Zimmermann

Produtos Intelbrás Telefonia fixa - Centrais - Terminais Inteligentes - Terminais Corporativos - Softwares - Acessórios - Soluções Voz sobre IP - Headsets - Navegadores Veiculares (GPS) - Telefones sem fio - Telefones com fio - Fax - Radiocomunicadores - Audioconferência Segurança - Centrais de Alarme - Centrais de Cerca Elétrica - Acessórios - CFTV Centrais Monitoramento Centrais Condominais - Comunicação Condominial Maxcom e Intelbras - Interfonia Informática - Banda larga - Redes com fio - Redes sem fio - Soluções Voz sobre IP - Computadores

A experiência faz o empresário apostar em novas frentes, como a tecnologia Voiper

Perfil

Experiência Marcelino Campos tem na bagagem 28 anos de experiência no ramo das telecomunicações, mas a trajetória profissional no segmento antes de instituir a Só Phones, há duas décadas, começou com uma passagem pela extinta empresa Intel. Nela, permaneceu por oito anos – pri-

22

meiro como vendedor, depois como supervisor, quando despertou interesse em empreender o próprio negócio. “Só tenho a agradecer à Intel, que foi minha escola, oferecendo toda base e conhecimento técnico, tornando-me um profissional fortalecido”, reconhece o empresário.

Razão Social: Só Phones Distelbrás Telecomunicações Ltda. Fundação: 1992 Fundador: Marcelino Campos Nº de colaboradores: 32 Sede: Rua 2 de setembro, 1618, Itoupava Norte Blumenau - SC www.sophones.com.br


23


SERVIÇOS

Guia fácil é referência em informação telefônica

A Guia Fácil é uma empresa que atua no mercado de listas telefônicas desde 27 de janeiro de 1997, sendo uma das maiores editoras do segmento. Com a lista telefônica impressa, está presente em 31 cidades de Santa Catarina, chegando a mais de meio milhão de lares. A empresa conta com uma estrutura ampla e moderna, de aproximadamente mil metros quadrados, onde trabalham mais de 100 profissionais. A Guia Fácil tem uma carteira de 16 mil clientes ativos. De acordo com o sócio-diretor Romário Luiz de Oliveira, o objetivo é levar informação de qualidade para o mercado. Ele conta que a ideia da Guia Fácil surgiu quando trabalhava em uma empresa do mesmo segmento, que atendia todo o Estado. Porém, ele percebeu que o mercado das pequenas empresas não estava inserido na lista. Assim, com dois sócios – Gelson Lima de Souza e Zenilda Deschamps – resolveu fundar a Guia Fácil. A empresa é estruturada em três áreas: Comercial (administrativo de vendas, vendas pessoais, vendas por telefone, vendas digitais, SAC e marketing), Produto (desenvolvimento digital, layout, editoração, logística e tecnologia da informação e comunicação) e Administrativo-Financeiro (contas a 24

Fotos Daniel Zimmermann

Quem nunca precisou recorrer a uma lista telefônica na hora de encontrar um endereço ou número de telefone de uma pessoa ou estabelecimento comercial? A lista telefônica é uma referência e fonte segura de informação. A Guia Fácil já está consolidada neste mercado e destaca-se na referência em informação telefônica e na organização do produto, com o guia de telefone em ordem alfabética e as categorias separadas pela cor das páginas para facilitar a procura.

Romário Luiz de Oliveira conta com uma carteira de 16 mil clientes ativos

receber e a pagar, análise e recuperação de crédito, recursos humanos). A Guia Fácil investe em treinamento e desenvolvimento profissional, tanto dentro da empresa, quanto em parcerias e palestras. “Todos os funcionários, quando começam a trabalhar na empresa, passam por um treinamento interno e conhecem todos os setores da Guia Fácil. Além disso, também oferecemos cursos e palestras”, conta Oliveira. O diretor diz que os funcionários são tratados como ele gostaria se fosse colaborador da empresa. Lá, tem sala de treinamento, espaço gourmet, área de refeições e de jogos, além dos espaços próprios para desenvolvimento das atividades de rotina. Uma

sala com sofás e cadeiras confortáveis está à disposição para os funcionários descansarem ou lerem nas horas de folga. Também tem computadores, tipo lanhouse, para os colaboradores fazerem pesquisas e trabalhos da faculdade. Os empregados trabalham com o conceito Economia, Qualidade, Ideias, Produtividade e Vendas (EQIPV). A cada seis meses, são avaliados os indicadores e os resultados compõem o Plano de Participações nos Resultados (PPR). “Cada setor é avaliado para ver os erros, que são quase zero. Se não tiver erro, a equipe pode ganhar o PPR cheio e, assim, os funcionários ficam estimulados ao trabalho sem cometer erros”, explica Oliveira.


Publicação e divulgação A publicação da Guia Fácil é destinada à divulgação de informações sobre os assinantes dos serviços de telefonia fixa. Romário explica que, gratuitamente, são publicados os assinantes de forma simples e padronizada, sem quaisquer destaques e, mediante pagamento, são publicados os anúncios publicitários dos mais variados tipos, tamanhos e modelos. As listas são entregues uma vez por ano, gratuitamente, em todas as residências e empresas nas cidades de atuação que possuem telefone

fixo cadastrado junto às operadoras. As informações da lista impressa são divididas em introdutórias (anúncios especiais), assinantes (telefones residenciais e comerciais ordenados alfabeticamente), mapas, endereços (telefones residenciais e comerciais ordenados por logradouro) e classificada (telefones comerciais ordenados por segmento de atuação). Na área de vendas, as mesas têm espelho e vidro para refletir a imagem do funcionário, além de divisórias de vidro para não passar ruído.

Cada consultor faz, em média, 100 ligações por dia. Uma novidade é que a empresa trocou o nome da área de cobrança para Recuperação de Crédito. “A inadimplência é pequena e a cobrança é feita internamente. Todos os funcionários são treinados para tratar bem os clientes e mostrar que a empresa se preocupa com eles. Todos os problemas que os clientes têm são resolvidos na hora, a partir da primeira ligação”, garante o sócio.

Cerca de 100 profissionais são responsáveis pela comercialização e publicação das listas impressas e digitais

Regiões atendidas pela lista impressa Balneário Camboriú (Balneário Camboriú e Camboriú)

Amaro da Imperatriz e São José)

Blumenau (Blumenau, Gaspar, Timbó, Pomerode e Indaial)

Itajaí

Brusque (Brusque, Botuverá e Guabiruba)

Itapema

Criciúma (Cocal do Sul, Criciúma, Forquilhinha, Içara, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Siderópolis e Urussanga) Grande Florianópolis (Biguaçu, Florianópolis, Palhoça, Santo

Vale do Itapocu (Jaraguá do Sul, Guaramirim, Schroeder, Corupá e Massaranduba) Joinville

25


SERVIÇOS Fotos Daniel Zimmermann

A preocupação com o bem-estar dos colaboradores se reflete em ações como disponibilizar uma sala para descanso e leitura

Lista digital Os proprietários acreditam nas listas impressa e digital. “A tendência é manter a lista impressa nas cidades em que atuamos e inaugurar em outras cidades do Estado, dando maior destaque para a lista digital. Trabalhamos no resultado do cliente e nossa missão é gerar negócios”, ressalta Oliveira. A lista telefônica digital começou em 2005 e, hoje, está presente em 293 cidades do Estado. Tudo começou quando funcionários ganharam uma senha e pediam para os amigos das redes sociais instalarem o programa da lista digital. No começo, tinham em torno de 60 mil consultas no mês e, atualmente, são 300 mil acessos ao dia. O site da Guia Fácil traz informações atualizadas, além de for-

necer ferramentas de busca para download. “Com a chegada das tecnologias móveis, criamos um site exclusivo e uma ferramenta offline (que não necessita conexão com a internet) para celulares: a Guia Fácil Mobile”. O aplicativo para telefone na internet pode ser baixado gratuitamente. As consultas são feitas pelo nome do assinante ou atividade comercial desenvolvida, além da possibilidade de pesquisas por endereço/CEP ou telefone/DDD. Nas respostas às consultas estão disponibilizados os mapas de localização dos assinantes, além de ferramentas facilitadoras, como os Hot Sites e Fale Grátis. A Guia Fácil lançou o primei-

Capa artística

ro aplicativo de lista telefônica para iPhone no Brasil, depois para o Android e, em breve, terá um aplicativo para o sistema Windows Phone. Criado em 2011, o Guia Fácil Mobile para Android é um aplicativo que disponibiliza todos os contatos da lista telefônica online. Já o Guia Fácil Mobile para iPhone, criado em 2010, disponibiliza todos os contatos da lista telefônica nos produtos Apple: iPhones, iPads e iPods. Os dois aplicativos contêm os telefones de pessoas físicas (das regiões onde a lista impressa atua) e todos os telefones de pessoas jurídicas de Santa Catarina. Além de telefones, os aplicativos trazem endereços, mapas e outras informações sobre os clientes.

Perfil Guia Fácil Cada ano, Oliveira escolhe uma obra de um artista para estampar a capa de cada lista. O artista que ilustra a capa da Guia Fácil 2012 de Blumenau é Élio Hahnemann (1959-2006), blumenauenses de grande expressão no cenário nacional e internacional das artes visuais. Em 30 anos de produção artística, desenvolveu trabalhos em óleo sobre tela e aquarela, executando-os ao estilo da escola impressionista, abordando os temas do cotidiano, paisagens e arquitetura do Médio Vale do Itajaí, flores e naturezas mortas.

Fundadores: Romário Luiz de Oliveira, Gelson Lima de Souza e ZenildaDeschamps Fundação: 27 de janeiro de 1997 Número de funcionários: 100 Tiragem em Blumenau: 120 mil listas impressas Clientes ativos: 16 mil Endereço: Avenida Martin Luther, 399, Victor Konder, Blumenau Horário de atendimento: de segunda a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 18h, e sextas-feiras, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h www.guiafacil.com

26


DIA DO CONTRIBUINTE

Eduardo Sofiati

Vovô e Vovó Chopão, Ronaldo Baumgarten Jr, presidente da Acib, Jovino Cardoso, presidente da Câmara de Vereadores, Daniela Zimmermann Schmitt, presidente do Sescon, e Jair Antonio Schmitt, secretário-executivo do Conselho Estadual de Combate à Pirataria, no corte do Bolo Tributário

Contra o desperdício

do dinheiro público

Uma inédita adesão de empresas, uma cartilha educativa distribuída a alunos de escolas municipais e um alerta contra o desperdício de impostos foram os destaques da campanha de conscientização tributária desenvolvida em maio por 21 entidades empresariais e sindicais com representação em Blumenau. A iniciativa incluiu também a quarta edição do Bolo Tributário, realizada na praça de eventos do Shopping Neumarkt, dia 25. “O movimento alcançou grande 28

repercussão junto à comunidade e obteve adesão recorde de 20 empresas na comercialização de produtos e serviços sem impostos. A cada ano que passa a manifestação ganha em amplitude e consistência”, comemora Daniela Zimmermann Schmitt, presidente do Sescon Blumenau, entidade que coordenou as atividades. Em 2012, a campanha de conscientização tributária trouxe como lema o desperdício do dinheiro público. “O Brasil tem uma das cargas tributárias mais altas do mundo e uma das distribuições mais injustas, pois o retorno em serviços à população é extremamente deficiente. Uma pes-

quisa da Associação Comercial de São Paulo, com 608 pessoas, mostrou que 93% consideram que o dinheiro dos impostos no Brasil é mal empregado pelo governo”, assinala Daniela. Ela destaca ainda outro dado revelado pela mesma pesquisa: 74% dos entrevistados não sabem o que é imposto. Apenas 26% consideram que existem impostos e taxas embutidas sobre tudo o que compram. “Os brasileiros lembram somente dos impostos que pagam diretamente. A pesquisa mostrou que o IPTU é o imposto mais lembrado pelos entrevistados, com 68%, seguido do IPVA, com 28%”, assinala.


Uma das novidades da campanha de conscientização tributária foi a distribuição de uma revistinha sobre educação fiscal ilustrada com o personagem Vovô Chopão, patrocinada pelas entidades empresariais de Blumenau em parceria com o Programa Municipal de Educação Fiscal e Conselho Municipal de Combate à Pirataria. Foram impressos 12 mil exemplares para distribuição nas escolas. Houve também uma adesão inédita de empresas que venderam produtos sem impostos no dia 25 de maio, considerado o Dia Nacional do Respeito ao Contribuinte. A decisão de vender produtos sem impostos teve caráter simbólico. As empresas selecionaram alguns produtos para venda em quantidade limitada. O bolo tributário, servido à população em 5 mil fatias, com os nomes dos impostos pagos no País, já virou tradição e obteve repercussão nacional, sendo reconhecido pela Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis (Fenacon), que solicitou uma apresentação do projeto para que possa ser repassado para outras entidades tomarem iniciativas semelhantes em todo território nacional.

Organização A campanha foi organizada por diversas entidades empresariais e sindicais com representação em Blumenau e coordenada pelo Sescon Blumenau, que representa as empresas contábeis. A presidente do Sescon destaca que o objetivo é disseminar a necessidade de que políticos e autoridades não desperdicem os recursos públicos em atividades desnecessárias, mas que os apliquem de forma correta, devolvendo à sociedade serviços de qualidade. “Não basta a sociedade reclamar pela redução da carga tributária, é preciso que todos exerçam, de alguma forma, a fiscalização, acompanhamento e controle, exigindo-se a correta aplicação dos recursos arrecadados, sem desperdício”, assinala Daniela.

Divulgação

Manifestações

Cartilha do Vovô Chopão foi distribuída nas escolas

Entidades participantes Sescon, Abrapi, Acib,Acib Jovem, Ampe, CDL, Intersindical Patronal, Observatório Social de Blumenau, Sindilojas, Setcesc, Sintex, Sihorbs, Sinduscon, Sindicato das Serrarias, Sindicato das Empresas Gráficas, Sinpeb, Secovi, Simmmeb, Sindasseb, Siapb, Fenacon, Fiesc e Fetrancesc.

Empresas que aderiram à campanha Celso Joalheria e Ótica, Flamingo, General Lyy, Koerich Moda Masculina, Menina do Laço e Óptica Alexandre. A iniciativa teve a adesão também de 14 estabelecimentos da praça de alimentação do Shopping Neumarkt, que forneceram refeições sem o custo dos impostos:Yogurteria, Bob’s, Cactus, Café da Praça, DueSapori, Jin JinWok,Mini Kalzone, Pastelmania, PastineVeloce, Pequim, RoastedPotato, Subway,Tartufo e Tropical Banana. O Consórcio Siga também vendeu mil créditos sem impostos, sendo 50 cartões com 20 créditos. O volume de impostos embutidos nas passagens é de 43%, assim, a passagem normal caiu de R$ 2,90 para R$ 1,65 e o custo final do cartão ficou reduzido de R$ 58 para R$ 33.

29


CICLO DE PALESTRAS

Os desafios Sob a inspiração dos filmes ‘Tropa de Elite’, o ex-capitão do Bope, Rodrigo Pimentel, falará sobre gestão na palestra ‘Construindo uma Tropa de Elite’, no dia 26 de junho, às 20h, no Teatro Carlos Gomes. O evento propõe estabelecer a relação entre a realidade do Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro (Bope), das empresas e atividades do mundo corporativo. O foco principal da abordagem é o compromisso com a marca (empresa); o trabalho de equipe; a superação de limites e metas; a liderança mútua; foco no resultado e a auto-realização no cumprimento da missão-tarefa. A interação entre o público e Pimentel, roteirista de Tropa de Elite, coordenador do curso de Operações Especiais retratado no roteiro e um dos oficiais que serviu de inspiração para o Capitão Nascimento, interpretado pelo ator Wagner Moura, tem como objetivo despertar as pessoas para superarem os desafios do ambiente competitivo de trabalho e focar a liderança sob o aspecto dos “homens de preto” do Bope. O evento faz parte do Ciclo de Palestras da CDL Blumenau e marca os 10 anos do Centro Educacional do Varejo (CEV). Os ingressos estão à venda na CDL (Casa do Comércio) e na Blulivros. Até o dia 18 de junho, podem ser comprados, com desconto, a R$ 70 para associados da CDL e a R$ 80 para os demais interessados. Após esta data, os valores serão R$ 75 e R$ 90, respectivamente. Mais informações pelo telefone (47) 3221-5766 ou 3221-5747. 30

Divulgação

do mundo corporativo

O palestrante Rodrigo Pimentel foi membro da Polícia Militar do Rio de Janeiro, de 1990 a 2001. Como capitão, atuou

no Bope de 1995 a 2000. É pós-graduado em sociologia urbana pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). Foi articulista do Jornal do Brasil e co-produtor do documentário ‘Ônibus 174’. Pimentel entrou para a polícia com 18 anos. O primeiro contato com o cinema foi durante a produção de ‘Notícias de uma Guerra Particular’. Foi durante as filmagens do documentário ‘Ônibus 174’, sobre o sequestro do ônibus no Rio de Janeiro, que Pimentel falou do interesse de fazer uma ficção sobre a polícia do Rio, baseada em relatos de amigos e na própria experiência no Bope. Nascia ali a ideia do filme ‘Tropa de Elite’. Em 2005, com o roteiro do filme já em andamento, Pimentel escreveu o livro ‘Elite da Tropa’, em parceria com Luiz Eduardo Soares e André Batista. Atualmente, é consultor de segurança e comentarista da TV Globo, com participações diárias no jornal ‘Bom Dia Brasil’ e, aos domingos, no ‘Fantástico’.

Serviço O quê: Palestra ‘Construindo uma Tropa de Elite’, com Rodrigo Pimentel Data: 26 de junho Hora: 20h Local: Teatro Carlos Gomes Ingressos: até o dia 18 de junho, R$ 70 para associados da CDL e R$ 80 para os demais interessados. Após esta data, R$ 75 e R$ 90, respectivamente.

Próximas Palestras 21 de agosto: ‘Toda a empresa deve produzir dinheiro’, com Gustavo Cerbasi 12 novembro: ‘Trabalhando a motivação para potencializar resultados’, com Nuno Cobra


Movimento lojista

Contagem regressiva para a

45ª Convenção Estadual

A convenção do próximo ano, marcada para os dias 23,24 e 25 de maio, ocorrerá no Parque Vila Germânica e, segundo o presidente da CDL, desde já, estão à venda inscrições para o evento, embora uma boa cota já tenha sido adquirida pelos lojistas que estavam em Jaraguá do Sul. Lopes afirma que Blumenau está devidamente capacitada para comportar o público esperado. O tema de pauta da convenção de 2013 será ‘Inovando o Varejo’. A CDL pretende explorar os workshops, as novas tendências de moda e de lojas. Estuda-se a possibilidade de alguma novidade para o evento, como a realização de um show. “Estamos avaliando, junto com a FCDL, a programação e os possíveis palestrantes, pois, queremos fazer história com a realização de um mega-evento na cidade”, afirmou Lopes.

Daniel Zimmermann

A CDL Blumenau aproveitou a participação na Convenção Estadual do Comércio Lojista 2012, em Jaraguá do Sul, para divulgar a 45ª edição do evento, que será em Blumenau, no próximo ano. Segundo o presidente Paulo Cesar Lopes, desde janeiro deste ano, em reunião realizada em Florianópolis com o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC), Sérgio Alexandre Medeiros, Blumenau assumiu o compromisso de receber o evento, após vencer concorrência com Brusque para ser cidade-sede. “A grande expectativa é de que, em 2013, consigamos receber entre 2 mil e 2,5 mil lojistas na convenção”, disse Lopes.

Paulo Cesar Lopes estará à frente da 45ª convenção, em 2013

DNA do varejo A 44ª Convenção Estadual do Comércio Lojista foi realizada entre os dias 24 e 26 de maio, no Centro Cultural da Scar, em Jaraguá do Sul. O tema-painel em discussão da edição deste ano foi ‘DNA do Varejo: debate sobre a essência do comércio’. Mais de 1,2 mil profissionais do segmento de todo o Estado prestigiaram o evento. Entre os destaques da 44ª edição da convenção estiveram o economista, colunista da revista Isto É e integrante do programa Manhattan Conection, no canal Globo News, Ricardo Amorim. Ele falou sobre economia e política. Um dos maiores especialistas em marketing de

varejo do País, da agência Fischer & Friends, Allan Barros, palestrou sobre marketing e venda. Leila Navarro falou sobre conceitos de liderança, gestão e comportamento e Roberto Shinyashiki abordou aspectos motivacionais e a importância dos seres humanos nas organizações. Por fim, houve um debate contextualizando o tema-painel, com o especialista em gestão de vendas Fernando Lucena; Giuliano Donini, presidente da Marisol e vice-presidente da ADVB/SC; Sergio Medeiros, presidente FCDL/SC e Roque Pellizzaro Junior, presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

O que é a Convenção Lojista? Realizada há quase 50 anos, a Convenção Estadual do Comércio Lojista põe em debate temas do cotidiano dos comerciários, como desafios, crises de mercado, aumento de vendas, como enfrentar a concorrência, a melhor maneira de aderir aos avanços tecnológicos e formas de relacionamento com os clientes. Em 2011, a convenção foi realizada em Chapecó e em 2010 em Florianópolis.

31


Qualidade

Selo reconhece boas práticas Arquivo Mundi Editora

de atendimento Mais informações

Selo Ouro

O selo Empresas Destaque no Atendimento (EDA) tem como objetivo informar ao cliente sobre a qualidade das empresas e de valorizar as boas práticas de atendimento do comércio de Blumenau. Ele indica à população quais são os estabelecimentos que, além de atender ao Código de Defesa do Consumidor, apresentam soluções ágeis para conflitos que possam ser gerados. O projeto, uma iniciativa do Procon com apoio da CDL e do SINDILOJAS, é inédito em Santa Catarina. “O selo EDA surgiu da necessidade de passar aos consumidores, de uma forma mais clara, a Lista de Reclamação Fundamentada, que informa as empresas que possuem reclamação junto aos Procons com índices de resolução e comparativos dos anos anteriores”, explica o diretor do Procon de Blumenau, Alexandre Caminha. O selo leva ao conhecimento do consumidor mais um elemento que auxilia na hora de decidir pela aquisição de um produto ou serviço, além de possibilitar ao lojista o 32

reconhecimento pelo bom serviço prestado. Para a empresa conquistá-lo, são analisados quesitos como o número de reclamações junto ao Procon e o índice de agilidade e resolução em questões levantadas por consumidores. Depois de avaliados esses itens, as empresas são classificadas para receber o selo Ouro, Diamante ou de Excelência. O selo Ouro é direcionado para empresas que têm reclamações registradas junto ao Procon no último semestre, mas que obtiveram um índice de resolução maior ou igual a 90% e que resolveram esses conflitos em um prazo de até 45 dias – além de participarem dos mutirões realizados pelo órgão. O selo Diamante é para as empresas que não tiveram nenhuma reclamação registrada no último semestre no Procon de Blumenau. Já para obter o selo de Excelência, a empresa deve manter, por um período mínimo de dois semestres consecutivos, o selo Ouro ou Diamante. “Com esses selos, reconhecemos e premiamos os fornecedores que respeitam a população. Dessa forma, todos são contemplados com o projeto, em especial os consumidores”, salienta Caminha.

Empresas que têm reclamações registradas junto ao PROCON de Blumenau no último semestre, de acordo com a lista de reclamações fundamentadas e obtiveram um índice de resolução maior ou igual a 90%, que resolvem os conflitos gerados num prazo de até 45 dias (contados a partir do primeiro contato feito com a empresa) e que participam dos mutirões realizados pelo órgão;

Selo Diamante Empresas que não tiveram reclamações registradas no último semestre no PROCON de Blumenau, de acordo com a lista de reclamações fundamentadas;

Selo de Excelência Empresas que mantiveram durante um período mínimo de 2 semestres consecutivos o selo Ouro ou Diamante; As empresas interessadas em obter o Selo Empresas Destaque no Atendimento devem inscrever-se através do e-mail seloedaprocon@ blumenau.sc.gov.br ou fazer contato pelo telefone (47) 3326-8040.


Daniel Zimmermann

Alexandre Caminha, do Procon

Para conseguir o selo Até maio, cerca de 70 empresas já haviam sido contempladas com o selo EAD. Os primeiros foram entregues em uma cerimônia realizada no dia 15 de maio, no Salão Nobre da Prefeitura. De acordo com Caminha, qualquer empresa, associada ou não às entidades do comércio, pode efetuar a solicitação. As interessadas devem se dirigir ao Procon ou comunicar o interesse através do e-mail seloedaprocon@blumenau.sc.gov.br, que deve conter dados básicos, como CNPJ, razão social, nome fantasia e os contatos do representante. Depois de recebida a ficha de cadastro, é realizada uma análise para verificar se a empresa se

encaixa nos quesitos necessários e em qual categoria se enquadra. “Efetuamos uma criteriosa análise junto aos nossos bancos de dados e, em seguida, entramos em contato para entrega do selo ou informar os motivos pelos quais a solicitante não se enquadrou nos critérios para recebimento”, destaca o diretor do Procon. As empresas que receberem o selo devem fixá-lo, preferencialmente, na vitrine da loja, mostrando ao consumidor que ela mantém boas práticas de atendimento. O selo EDA é pioneiro em Santa Catarina e uma excelente oportunidade de reconhecimento público junto ao varejo.


Turismo

Divulgadas novidades para o

Magia de Natal 2012

O evento, realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Prefeitura de Blumenau, terá como principal estratégia na captação de recursos a aprovação do projeto junto à Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet. Ela permite que empresas e cidadãos invistam em cultura, abatendo parte dos valores de impostos devidos. Mediante o valor aprovado, serão efetuados os primeiros contatos em busca com tradicionais parceiros e na prospecção de novos interessados a contribuir. Como, geralmente, os recursos captados não conseguem cobrir todas as despesas, a CDL lança projetos paralelos com o intuito de atrair a participação de outros segmentos da sociedade e também de em-

Daniel Zimmermann

A edição 2012 do projeto Magia de Natal já tem data para iniciar. O ponto de partida será o acendimento das luzes decorativas, em 18 de novembro. As apresentações programadas para este ano prometem contagiar ainda mais as famílias e o público em geral. Em 2011, o Magia de Natal, durante quase 40 dias, emocionou mais de 275 mil pessoas. O encerramento está programado para o dia 6 de janeiro de 2013, com apresentação de Terno de Reis.

Novamente, a Vila Germânica será um dos pontos centrais das atrações natalinas

presas que, muitas vezes, querem participar mas não têm como cooperar. A Prefeitura entra com uma série de ações, assim como autarquias e fundações municipais, além de suporte financeiro. O Blumenau e Vale Europeu Convention & Visitors Bureau é outro parceiro no projeto, e vai buscar recursos junto ao governo do Estado. Segundo o presidente do CDL, Paulo Cesar Lopes, o Magia de Natal chega ao terceiro ano almejando se tornar o principal projeto turístico de

Blumenau. “É um projeto da cidade de Blumenau. A parceria público-privada quer, justamente, evitar que o evento seja descontinuado, o que poderia acontecer caso ficasse apenas nas mãos dos governantes. O que precisamos, agora, é fortalecer esta parceria. A participação de toda a sociedade é uma das garantias do sucesso do projeto. E temos a certeza de que a consolidação e a visibilidade conquistadas nos dois anos anteriores vão despertar o interesse ainda maior do empresariado. Apesar do pouco tempo de vida,

Programação 2012 Natal do Imigrante Alemão Desfile Náutico Parada de Natal Natal nos Bairros Espetáculo Cultural Shows de Música Gospel Espetáculo do Advento Culto Ecumênico Desfile - Tema: Doce Natal Vila de Natal Autos de Natal Terno de Reis

34

Segundas Terças Quartas Quartas Quintas Sextas Sábados Sábado Domingos Sextas Diariamente Domingo

26/11/12 , 03,10/17/12/12 20 e 27/11/12 , 04 e 11/12/12 28/11/12 , 05, 12 e 19/12/12 21 e 28/11/12 , 05,12,18 e 19/12/12 29/11/12 , 06, 13 e 20/12/12 07, 14 e 21/12/12 01, 08 e 15/12/12 22/12/2012 02, 09 e 16/12/12 01/12 a 06/01 06/12/12

20h30 20h30 20h30 20h30 20h30 20h30 20h30 20h30 20h30 20h30 20h30 20h30

Rua das Palmeiras Beira Rio Av. Castelo Branco Rua XV de Novembro A definir Teatro Carlos Gomes Ginásio Galegão Parque Ramiro Ruediger Parque Ramiro Ruediger Rua Alberto Stein Ginásio Galegão Rua XV de Novembro Parque Vila Germânica Programação sujeita a alteração


o evento já se tornou um case de sucesso e uma ótima vitrine para grandes e pequenas empresas”, destaca Lopes O Magia de Natal impulsiona o mercado, beneficiando hotéis, comércio, ambulantes, restaurantes, artesãos, eletricistas, artistas e prestadores de serviços. Além de proporcionar momentos inesquecíveis ao público, a organização comemora a participação da mídia e a repercussão nacional, que comprovam o sucesso e a consolidação do evento.

tural e, do mesmo modo que o rio, terão a importância destacada. A preservação das tradições estará reforçada com o Natal do Imigrante Alemão, que acontecerá na Rua das Palmeiras, onde morou o Dr. Blumenau. Uma apresentação musical vai resgatar as primeiras comemorações natalinas na cidade, com base nas cartas e nos relatos de imigrantes. O espetáculo do Advento, as pa-

radas de Natal, que ocorrerão na Rua XV de Novembro, os espetáculos culturais no Teatro Carlos Gomes, os Autos de Natal, os shows de música Gospel, os emocionantes desfiles, o Natal nos Bairros, que beneficiará seis regiões, e a celebração de Terno de Reis, que encerrará a programação, completam a lista de atrações, além da Vila Noel, na Vila Germânica, que promete emocionar a todos.

Resgate das origens

O que é a Lei Rouanet

O Rio Itajaí-Açu foi eleito pela organização como um dos protagonistas da edição 2012 do Magia de Natal. Tal como os primeiros imigrantes que aportaram por aqui, o Papai Noel chegará pelo rio, acompanhado por um grupo de embarcações. A Avenida Beira-Rio e a Prainha também farão parte deste resgate cul-

A Lei Federal nº 8.313/91, complementada pela Lei 9.249/95, compõe é a política de incentivos fiscais que possibilita às empresas (pessoas jurídicas) e cidadãos (pessoas físicas) aplicarem uma parte do Imposto de Renda (IR) devido em ações culturais. O percentual é de 6% do IR para pessoas físicas e 4% de IR para pessoas jurídicas. O proponente apresenta uma proposta cultural ao Ministério da Cultura (MinC) e, caso seja aprovada, é autorizado a captar recursos junto a pessoas físicas pagadoras de IR ou empresas tributadas com base no lucro real, visando a execução do projeto. Do ponto de vista da empresa, a Lei Rouanet se torna algo atrativo pela possibilidade de investimento em um produto ou uma campanha a custo zero.


Artigo

Os Rumos da Defensoria em Santa Catarina

Com efeito, o modelo até então existente tem garantido o atendimento por aproximadamente 7 mil advogados nas pouco mais de 100 comarcas de Santa Catarina. O gerenciamento ainda vem sendo feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o financiamento é relativamente baixo, já que se limita aos honorários tabelados na lei e não considera custos administrativos como, por exemplo, a locação de salas, servidores de apoio, material de escritório e investimentos em informática. O atual modelo também garante que o cidadão seja atendido de imediato e por advogado. Considerando estes aspectos, o momento é de olhar atendo às esferas governamentais para que se tenha na nova Defensoria, agora pública, um órgão capaz de garantir o efetivo acesso da população carente ao Poder Judiciário e que não se torne em apenas mais uma repartição pública ineficaz. De outro lado, é importante que as instituições representativas da sociedade civil organizada, como é o caso da OAB, estejam vigilantes para que se tenha um 36

Daniel Zimmermann

A discussão em torno do modelo de Defensoria que o Estado de Santa Catarina deve adotar entrou, recentemente, na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo a mais alta corte constitucional do nosso País, no prazo de um ano deverá ser criada uma estrutura estatal com servidores públicos para cobrir todo o território catarinense. O Governo do Estado precisa aprovar projeto de lei complementar na Assembleia Legislativa e a matéria promete calorosas discussões.

equilíbrio entre os serviços que serão prestados e os valores que serão consumidos do erário. Neste momento de transição, entre o modelo ainda existente de Defensoria Dativa e o porvir da Defensoria Pública, cabe ao governo do Estado de Santa Catarina honrar os compromissos financeiros assumidos legalmente com os advogados dativos que, em todos estes anos, não mediram esforços para que nenhum catarinense ficasse sem atendimento jurídico profissional e de qualidade.

Uma efetiva democracia só se consolida numa sociedade que proporcione iguais oportunidades de acesso aos direitos e, vale dizer, indistintamente da condição social. É por essa garantia – de amplo acesso à Justiça – que a OAB sempre lutou e continuará lutando, independentemente do modelo a ser adotado. César Wolff Presidente da OAB/SC Subseção Blumenau


Acib é notícia

Fiesc apresenta projeto para estádio do Sesi

Acib participa de reunião Com ministro

Gestão de redes sociais para empresas

O vice-presidente da Acib, Carlos Tavares D’Amaral, participou, dia 17 de maio, de uma audiência com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, em Brasília. A reunião foi agendada pelo deputado João Pizzolatti para tratar da duplicação da BR-470. Também participam do grupo represetantes de outras entidades empresariais da região e vereadores de Blumenau. O encontro foi marcado como resposta a uma audiência pública realizada na Câmara Municipal de Blumenau, quando foram discutidos problemas e soluções para a BR-470. Na ocasião, foi solicitado ao deputado Pizzolatti o agendamento da audiência em Brasília.

Oito em cada 10 brasileiros usam sites de redes sociais e a penetração aumenta ano a ano. Plataformas de redes sociais, como o Twitter, Facebook e LinkedIn, têm crescido vertiginosamente e modificado o modo como as pessoas e empresas. Para falar sobre as estratégias para as empresas atuarem nas redes sociais, o Núcleo Web da Acib promove, no dia 3 de julho, palestra com a diretora de tecnologia da New Media Developers, Martha Gabriel, sobre Gestão de Redes Sociais. O evento será no Teatro Carlos Gomes, a partir das 19h30min. Os ingressos estão sendo vendidos na Acib, por R$ 50,00 e R$ 40,00 para associados. Mais informações no site www.acib.net/palestra.

Divulgação

O presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Glauco Côrte, participou da reunião de diretoria da Acib, no dia 14 de maio, para apresentar ações da Fiesc em Blumenau. A principal delas foi o projeto elaborado pela entidade com o objetivo de mostrar a viabilidade de ampliação do estádio do Sesi. “É um projeto factível, que tem condições de ser implementado em um prazo relativamente curto. Acreditamos que estamos trazendo um projeto compatível com o porte da cidade e do Estado”, apontou Glauco Côrte.

O superintendente do Sesi, Hermes Tomedi, apresentou a proposta, que tem como foco um Complexo Olímpico e não apenas um estádio de futebol. “Como estamos fazendo este projeto visando as Olimpíadas, temos uma grande chance de sucesso, abrigando futebol, atletismo, estádio com quadras poliesportivas e uma sala para ginástica artística”, explicou. Tomedi apresentou um vídeo mostrando toda a estrutura do Sesi e de outros equipamentos da cidade, como o ginásio do Galegão e Grêmio Esportivo Olímpico. Três mil cópias do material serão enviadas para o Comitê Olímpico Internacional. “A intenção é que as delegações das Olimpíadas escolham Blumenau como sub-sede. O projeto para o Centro Esportivo Bernardo Werner será entregue ao Ministério dos Esportes. O custo da primeira fase das obra é de R$ 9,4 milhões, para implantar uma arquibancada e a sala de ginástica artística. Caberá ao Sesi a captação de recursos, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. A expectativa é ter a primeira etapa concluída até março de 2014. A segunda etapa da obra contempla uma segunda arquibancada, com cabeceiras cobertas, com previsão de custo de R$ 7,8 milhões e conclusão em março de 2019.

Simulação da área do estádio do Sesi com cabeceiras cobertas

Automecânicas promove curso sobre câmbio automático

38

Divulgação

Em maio, o Núcleo de Automecânicas da Acib promoveu um curso básico de cuidados com retirada e colocação de câmbios automáticos. O treinamento reuniu 45 profissionais, em espaço cedido pela empresa Montec. Durante o curso, os profissionais aprenderam mais sobre como diagnosticar problemas no câmbio, procedimentos para efetuar as trocas de óleo e filtro e os cuidados a serem tomados, tipos de óleo de caixa a serem aplicados, além de manutenções preventivas que podem ser feitas nos câmbios.

Profissionais das empresas nucleadas participaram do treinamento


Divulgação

Núcleo de Decoração participa da Fenahabit

Novos Associados OSBORNE JEANS Fone: 47 3041-6090 www.osbornejeans.com.br ACADEMIA BLUFITNESS Fowne: 47 3323-3457 www.blufitness.com.br HI SOLUÇÕES Fone: 47 3324-4622 www.hisolucoes.com DB TELECOMUNICAÇÃO Fone: 47 3327-8251 www.dbtelecom.com.br FERRAZ DE OLIVEIRA E NOSSOL ADVOGADOS Fone: 47 3328-1529 www.fnadvogacia.com.br

Evento é considerado a maior feira de habitação do Estado

MC CONSTRUÇÕES Fone: 47 3326-2982 www.mcconstrucoes.com.br

O Núcleo de Decoração da Acib participa, mais uma vez, da Fenahabit, considerada a maior feira da habitação e construção civil de Santa Catarina e a segunda maior da região Sul. Entre os dias 13 e 17 de junho, as oito empresas integrantes do núcleo terão um estande para apresentar os produtos e serviços. O Núcleo de Decoração também aproveitará para expor as atividades e trabalhos realizados.

NR TREINAMENTOS LTDA Fone: 47 3330-8427

CME comemora 15 anos

REMOTA Fone: 47 3323-4999 www.remotatec.com.br

ACTUA COMUNICAÇÃO Fone: 47 3335-0066 www.actuacomunicacao.com.br

PHOENIX ESTÚDIOS Fone: 47 3323-2533 www.phoenixestudios.com.br

Divulgação

PNEU FÁCIL Fone: 47 3329-22256 www.sanners.com.br

AGENDA

Integrantes da CME confraternizaram em um jantar

Os 15 anos de fundação da Câmara da Mulher Empresária (CME) da Acib, comemorados em 12 de maio, foram celebrados no dia 14, com um jantar no restaurante Park Blumenau, na Vila Germânica. Estiveram presentes ex-integrantes do núcleo, ex-coordenadoras e empresárias interessadas em conhecer melhor a atuação da CME. Criado em maio de 1997, o grupo reúne mulheres empreendedoras dos mais diversos ramos de atividade. Tem como principais objetivos formar novas lideranças, incentivar o associativismo, aumentar a participação da mulher em uma associação mista, promover a atualização empresarial através de seminários e palestras, trocar experiências e promover negócios entre as associadas e com câmaras de outras cidades. Interessadas podem ligar para 3326-1230 e falar com Marilda para saber como fazer parte do grupo.

Curso de Eletricista Residencial e Comercial Data: 11 a 22 de junho Local: Acib Organizador: Data Treinamentos Ltda Horário: Manhã, tarde ou noite Valor: R$ 399,00 já com 50% de desconto Parcelado: 1+1 de R$ 210,00 ou 1+2 de R$ 150,00, no cheque. Informações e inscrições: 3326-1230 ou eventos@acib. net, com Gislaine Palestra Motivação e Trabalho em Equipe, com Daniel Godri Quando: 22 de junho Horário: 19h Local: Teatro Uniasselvi Informações: (47) 4063-9387 Curso Illustrator Data: 23 de junho Local: Teatro Carlos Gomes Organizador: Núcleo de Criação e Design da Acib Fone: (47) 3326-1230 Informações: www.acib.net/workshop Palestra Gestão de Redes Sociais Data: 3 de julho Local: Teatro Carlos Gomes Organizador: Núcleo Web da Acib Investimento: R$ 40,00 (associados) e R$ 50,00 (não-associados) Informações: 3326-1230 ou www.acib.net/palestra

39


CDL É NOTÍCIA

CDL abre adesões para campanha Natal de Sorte O Natal é a data que mais movimenta o comércio durante o ano. Por isso, a CDL Blumenau e o SINDILOJAS já estão mobilizados para mais uma campanha Natal de Sorte. Serão sorteados diversos brindes, como carros e motos, TVs e vale-compras. Lançada em 2009, essa é uma das maiores ações de marketing da região. “As lojas podem fazer parte dessa iniciativa que já premiou aproximadamente 450 pessoas. Com o Na-

Foto divulgação

Expectativa para o Dia dos Namorados

tal de Sorte, é possível prestigiar e premiar os clientes com um grande diferencial para o comércio a um custo viável”, argumenta o presidente da CDL, Paulo Cesar Lopes. Empresas interessadas devem entrar em contato com a CDL pelo telefone 3221-5735. Os associados que aderirem à campanha receberão cartazes e a urna do Natal de Sorte 2012. A promoção é regulamentada e fiscalizada pela Seae, ligada ao Ministério da Fazenda.

Curso gratuito sobre o SPC A CDL disponibilizará, gratuitamente, um treinamento para orientar funcionários das empresas associadas sobre assuntos relativos ao Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). Em duas oportunidades: 5 e 18 de junho, na Casa do Comércio. “Muitos associados contratam novos colaboradores e não têm tempo para passar informações detalhadas. Por isso, decidimos oferecer o curso”, explica o presidente da CDL Blumenau, Paulo Cesar Lopes. Não há restrição de número de participantes de uma mesma empresa, mas as vagas são limitadas. Mais informações e inscrições pelo telefone 3221-5735.

Bondepéia e Musicarte no Super Sábado O comércio catarinense está otimista. Depois de um Dia das Mães surpreendente, a expectativa é de um crescimento de 5,5% nas vendas para o Dia dos Namorados, 12 de junho, no Estado. A CDL Blumenau espera acompanhar esse número projetado pela Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC). A CDL lançou uma campanha especialmente para a data. “Presentes perfeitos para todos os tipos de apaixonados” é o tema das ações que são divulgadas em emissoras de rádio, outdoors e material promocional para os lojistas associados.

40

No final de semana do Dia das Mães teve Super Sábado em Blumenau. No dia 12 de maio, as lojas da região central ficaram abertas em horário especial, das 9h às 17h. O evento foi coordenado pelo Núcleo da XV da CDL, com o apoio do Sebrae. Além da variedade de produtos que o comércio da região central oferece, o evento contou com duas outras atrações. A primeira delas foi o Bondepéia. O veículo, que faz parte da família da Planetapéia, que anima a Oktoberfest de Blumenau, percorreu a Rua XV como um atrativo a mais. O Super Sábado também contou com apresentação da escola Musicarte, em frente ao Teatro Carlos Gomes. Em junho, o Super Sábado será realizado dia 9 e também contará com atrações especiais.


Núcleos setoriais fortalecem empresas A CDL Blumenau tem como missão fortalecer e atender aos interesses do comércio e da comunidade e estimular a competitividade e a rentabilidade dos mais de 1,6 mil associados. Por isso, a entidade está com trabalho intenso com os núcleos setoriais. O foco está em problemas específicos de cada setor para tornar o resultado mais eficiente. Atualmente são cinco núcleos que trabalham através de ações conjuntas: Videolocadoras, Núcleo da XV, Informática, Pet Shops e Beleza. Os dois últimos são

Delegado da RF participa de reunião do Núcleo de Informática

os mais recentes e estão em fase de levantamento de necessidades para planejamento das ações. A iniciativa dos núcleos transforma concorrentes em parceiros que acabam identificando-se mutuamente. Para seguir com as conquistas, a união e o comprometimento dos empresários são muito importantes. Mais informações sobre datas e horários das reuniões e ações dos núcleos podem ser obtidas em contato com Ana Cristina, no telefone 3221-5735 ou email anacristina@cdl-sc.org.br.

calendário cev Junho Atendimento e Telemarketing: ampliando seu faturamento

Divulgação

Dias 4, 5 e 6 9 horas Prepara para o mercado de trabalho, proporcionando o conhecimento de atendimento com qualidade ímpar, tão necessária no mercado globalizado atual. É fundamental que o vendedor domine as características e benefícios dos produtos que vende para bem assessorar o cliente na compra. Autogestão e Administração do Tempo Dias 18, 19, 20 e 21 12 horas Propiciar aos participantes a capacidade de administrar o tempo de forma produtiva e eficaz. Discutir formas de avaliar o uso do tempo, bem como ferramentas e/ou técnicas para fortalecer o emprego do tempo no dia a dia. Competências Comportamentais na Venda Dias 27, 28 e 29 9 horas Conscientizar sobre a importância de ter comprometimento no trabalho, uso da etiqueta e das boas maneiras e atender com eficiência, sendo esses fatores importantes para a busca da realização profissional.

Mario Sueki Sonomura esclareceu dúvidas de empresários

Sobre os cursos Aulas das 19h às 22h, na Casa do Comércio CDL

O delegado da Receita Federal, Mario Sueki Sonomura, foi o convidado especial da reunião do Núcleo de Informática da CDL Blumenau, em 17 de maio, no auditório Silvio Hirt, na Casa do Comércio. Durante o encontro, foram esclarecidas dúvidas dos empresários do setor sobre assuntos como a pirataria e os benefícios de se trabalhar na legalidade.

Inclui: Certificado, estacionamento, apostila e coffee-break. Informações e inscrições (47) 3321-5747 / jefferson@cdl-sc.org.br (47) 3221-5766 / marcos@cdl-sc.org.br Desconto para associado CDL. Informe-se sobre condições especiais para grupos e in-company.

41


Evolução de mercado Estar atento às mudanças de mercado está entre as necessidades das empresas. Mas a Joclamar vai além e trata isto como algo fundamental para bem atender seus clientes, está no DNA da empresa. Comemorando 20 anos em 2012, a Joclamar está consolidada no mercado de material elétrico de Blumenau e região e a profissionalização se reflete nas vendas. O atendimento personalizado aos consumidores é pensado para melhor satisfazer às necessidades de cada um.

Estes profissionais visitam obras e fazem levantamentos em campo, análises e reavaliação em sistemas de iluminação.

A equipe com mais de 30 colaboradores, que está em constante treinamento, tem os setores operacional, administrativo e comercial, totalmente interligados.

Realizam também a projeção de materiais a serem utilizados em projetos e, principalmente, otimizando os investimentos na área elétrica dos empreendimentos. Além de todos estes processos próprios, a Joclamar tem parcerias de excelência, seguindo rigorosos critérios de qualidade, nos serviços especiais de instalação e montagem nas áreas elétricas, acrescentando ainda mais qualidade no que oferece. A sede está em um terreno com 3 mil m², com área construída de 1.650 m², somando loja, almoxarifado e depósito. São mais de sete mil itens à pronta-entrega que podem ser dispensadas ao cliente de imediato, por meio de frota própria e terceirizada.

Rua Dr. Pedro Zimmermann, 3210 - Itoupava Central - Blumenau Telefone: (47) 2102-6655


Informe Comercial

História e desenvolvimento Fotos Danel Zimmermann

Os diretores Rodrigo Spillere, Marcelo Zata Borges, Marcos Zata Borges e Nori Márcio Cipriano

Em 1992 havia uma missão: fornecer materiais e componentes elétricos, atendendo sempre as expectativas dos clientes e colaboradores no intuito de contribuir para uma sociedade melhor. Assim surgiu e hoje se comemora o sucesso da Joclamar. José Zata Borges, o patriarca, junto da esposa Clara, constituiu a empresa a fim de deixar um belo legado preparado aos filhos Marcelo e Marcos.

Hoje, os irmãos Marcos Zata Borges e Marcelo Zata Borges, diretores administrativo e técnico respectivamente tem como parceiros o diretor de negócios Rodrigo Spillere e Nori Márcio Cipriano como diretor de suprimentos. Eles estão a frente da empresa, que tem diversos projetos de expansão. Entre elas está a nova sede, em fase de construção

www.joclamar.com.br

às margens da rodovia BR 470, com 12 mil m². Os investimentos ampliam a área de atuação da empresa e incluem o setor de automação e processos industrias além da tradicional área elétrica. “Na área de material elétrico percebemos que as indústrias estão cada vez mais buscando automações e soluções para a produção”, acrescenta Marcos Borges.


Intersindical é notícia

Sihorbs busca recursos para qualificação O Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sihorbs) está em busca de recursos junto ao Badesc. A ideia, segundo o presidente Richard Steinhausen, é garantir uma linha de crédito com juros e prazos acessíveis, “especialmente para micro e pequenos empresas”. O financiamento serviria como forma de incentivo às empresas do setor para promover, desde melhorias na infraestrutura, a expansão do número de leitos e adequações de acessibilidade e segurança.

“São 41 municípios na base territorial do sindicato e a modernização dos equipamentos precisa começar já, com vistas à Copa do Mundo e às Olimpíadas”, argumenta Steinhausen. Segundo ele, o ofício encaminhado ao governo do Estado recebeu um sinal positivo do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo Bornhausen. “Mas ainda sem uma data definida. Seguimos na expectativa”, finaliza.

Torneio aproxima empresários do setor Proprietários e gerentes das empresas ligadas ao Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sihorbs) participaram, em 19 de maio, do 1º Torneio de Pesca promovido pelo sindicato. A confraternização aconteceu com o propósito de aproximar os empresários.

“Ficamos muito satisfeitos com a participação nesta edição piloto. Outros torneios e eventos serão realizados. Nosso objetivo é fazer com que as pessoas se conheçam e se unam em torno de objetivos comuns”, ressalta o presidente Richard Steinhausen.

Jornada discute redução de encargos trabalhistas A Federação das Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e Empreendedores Individuais de Santa Catarina (Fampesc) está iniciando a Jornada do Simples Trabalhista, com o objetivo de colher subsídios para elaborar uma proposta que vise aprimorar a legislação trabalhista aplicável às pequenas e micro empresas.

Ao final da jornada, a Fampesc e as Ampes terão em mãos um documento com várias propostas que serão encaminhadas para as autoridades de todas as esferas governamentais para que sejam implantadas na prática. Em Blumenau, a Jornada Fampesc Simples Trabalhista será realizada em 14 de junho, no auditório da Ampe/Ciampevi.

Sintex firma convênio para capacitar empresas A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) firmou convênio com o Sintex para capacitar empresas para a exportação. O convênio prevê a criação de núcleos que vão preparar empresas do Vale do Itajaí para exportar de forma planejada. A iniciativa faz parte do Projeto de Extensão Industrial Exportadora (Peiex), um programa da Apex-Brasil que, em Santa Catarina, é realizado em conjunto com a Fiesc. Por meio do núcleo no Vale do Itajaí, serão atendidas companhias de micro, pequeno e médio portes, conforme a metodologia do Peiex, que compreende visita às empresas, diagnóstico, implantação de melhorias e avaliação. “O projeto representa muito para o grupo de micro, pe44

quenas e médias empresas que partem do princípio que exportar é complicado. Esse processo visa desmitificar a rejeição natural e compreensível em relação à exportação. Passa a mostrar que há lados positivos se fizer bem feito. Também traz como consequência um processo de melhoria da operação no mercado interno. Em última instância, a empresa aprimora a operação industrial e todos ganham. Não é fácil. Tem que reconhecer que discutir isso, hoje, com esse câmbio é um desafio. Mas a vantagem do projeto é tentar quebrar as barreiras e a parte negativa e olhar o processo pelo lado positivo”, aponta o presidente do Sintex, Ulrich Kuhn. (Com informações do Noticenter – www.noticenter.com.br)


Blumenau recebe visita de diretor da Fenacon Divulgação

O diretor-adjunto de políticas estratégicas da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon), Mário Berti, esteve em Blumenau, em maio, ministrando palestra sobre a história, estrutura e as principais atividades exercidas pela federação. A palestra reuniu empresários contábeis de toda a região. Berti fez um relato das principais ações encaminhadas pela Fenacon no âmbito político, visando apoiar a atividade contábil, destacando a inclusão da atividade contábil no Anexo 3 do Simples Nacional, além do acompanhamento de uma série de outros projetos de lei que afetam diretamente a atividade econômica e contábil do País.

Secovi é certificado em Gestão Sindical Criado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em 2008, o Sistema de Excelência em Gestão Sindical (Segas) tem como objetivo capacitar líderes e executivos sindicais e incentiva o desenvolvimento da excelência na gestão das federações e dos sindicatos filiados ao Sistema Confederativo da Representação Sindical do Comércio (Sicomercio). O Secovi Blumenau obteve a certificação conferida pelo Segs pelo quarto ano consecutivo. Por meio do Segs, são apresentadas metodologias para elaboração do plano de melhorias, formatos de implementação do plano, análises e avaliação. “Esta certificação tem sido uma meta para muitas instituições, pois ela já é uma referência nas áreas que abrange, como forma de mostrar seriedade e compromisso com o trabalho executado”, observa o presidente do Secovi, Rogério Patrício.

Intersindical apoia evento pela Indústria A Intersindical Patronal apoiou a Semana da Indústria, evento promovido pelo Senai em Blumenau, entre 21 e 25 de maio. Em palestras e minicursos, foram abordadas informações relativas às áreas de atuação da indústria e do interesse de empresários, profissionais e estudantes.

Jantar de Ideias Em 18 de junho, empresários e convidados do Sindicato das Indústrias Mecânicas, Metalúrgicas e do Material Elétrico (Simmmeb) participam de mais uma edição do Jantar de Ideias, desta vez, em Pomerode. Além de possibilitar aos associados a troca de experiências, nesta edição, o empresário Arildo Bortolini apresentará sua trajetória e o case de sucesso da Selgron Industrial. A edição de março e reuniu mais de 70 empresários.

Operador Montador de Transformadores Foram iniciadas este mês as aulas do curso de Operador Montador de Transformadores. Oferecido em parceria com as empresas do setor elétrico, sob a coordenação do Sindicato das Indústrias Mecânicas, Metalúrgicas e do Material Elétrico (Simmmeb), o curso é oferecido pelo Senai com foco na montagem de transformadores. A primeira turma é formada por operadores que já atuam nas empresas ABB, Schneider e Blutrafos. A WEG segue com programa de capacitação interno e participará das próximas edições do curso.

No total, serão 100 horas de capacitação com o intuito de desenvolver conhecimentos e habilidades na área de fabricação de bobinas de transformadores elétricos. Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico, Matemática e Metrologia Dimensional, Eletricidade Básica, Prática Profissional e Tecnologia de Transformadores estão na grade curricular. “Com este curso, sanamos a necessidade das empresas de dispor de profissionais técnicos, formados antes de iniciarem as atividades na indústria”, destaca o presidente do Simmmeb, Hans Bethe. 45


Sindilojas é notícia

Divulgação

Sindicatos reúnem-se para mais uma etapa do Segs

O encontro ocorreu nos dias 8 e 9 de maio, no Hotel do Sesc Blumenau

são, Visão, Princípios e Bandeiras). O Segs é um programa criado e oferecido pela Confederação Nacional de Bens, Serviços e Turismo (CNC) através das federações estaduais (Fecomércio). O objetivo é alinhar as práticas de gestão dos sindicatos integrantes do Sistema Confederativo da Representação Sindical do Comércio (Sicomércio), ajudando em uma melhor atuação em prol dos interesses das empresas que representam. O SINDILOJAS participa deste importante treinamento.

Aconteceu nos dias 8 e 9 de maio mais uma etapa do ciclo 2012 do Sistema de Excelência em Gestão Sindical (Segs), no hotel do Sesc em Blumenau. Os treinamentos são voltados aos representantes dos sindicatos pertencentes aos grupos 1 e 2. O primeiro dia foi voltado para a apresentação do Nível 1 do Segs, que é baseado em oito critérios. Já a quarta-feira foi de atividades práticas, com a elaboração da Base Estratégica de cada sindicato presente que ainda não possui a primeira parte do Planejamento Estratégico (Mis-

Novo convênio oferece vantagens aos associados A empresa Oralmax é a mais nova parceira do SINDILOJAS, oferecendo aos filiados da entidade uma série de vantagens e benefícios. No convênio, os proprietários e empregados das empresas associadas terão desconto de 20% em alguns procedimentos, como exames, radiografias, tomografias, ressonâncias, entre outros. A Oralmax presta serviços na área de exames odontológicos e conta com profissionais especializados que oferecem aos pacientes o mais completo diagnóstico radiográfico. Mais informações no SINDILOJAS, pelo fone (47) 32215750.

Benefícios em parceria com salão de beleza O salão Bela Face Cabelo e Corpo, localizado no Centro de Blumenau, é parceiro do SINDILOJAS e conta com benefícios aos associados da entidade. Serviços como hidratação, tratamento capilar, escova, penteado, maquiagem, entre outros, podem ser feitos pelos integrantes das empresas filiadas por condições especiais. Mais informações pelo telefone (47) 3322-9797.

Encontro Nacional de Sindicatos Patronais do Comércio Representantes da Fecomércio de Santa Catarina e dos sindicatos filiados participaram do 28º Encontro Nacional de Sindicatos Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, realizado em Natal (RN). A comitiva catarinense, composta por 21 integrantes, foi liderada pelo presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt. O evento foi realizado de 16 a 18 de maio. Neste ano, com o tema ‘Reformas, o futuro já começou’, os destaques da programação foram os painéis temáticos: ‘Negociação Coletiva de Trabalho

como uma das mais importantes prerrogativas do sindicato’, ministrado pelo ex-ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Vatuil Abdala; ‘Reforma Previdenciária’, abordada pelo ministro da Previdência, Garibaldi Alves; e o senador cearense José Pimentel, junto com o gerente de políticas públicas do Sebrae, Bruno Quick, que debateu a Reforma Tributária com enfoque no Simples Nacional. O gerente-executivo do SINDILOJAS, Márcio Rodrigues, participou do evento.

Concilia divulga o balanço das estatísticas A Câmara de Conciliação Trabalhista (Concilia) fecha o seu primeiro quadrimestre de 2012 em alta. Os números positivos são resultados de esforços das entidades envolvidas, bem como da conscientização das partes de que o acordo é a melhor solução. Neste período, 63% dos casos foram conciliados.

46

Esse número incentiva ainda mais a propagação da cultura da conciliação na cidade. Atualmente, as categorias que possuem esse serviço de conciliação são Comércio Varejista, Atacadista, Farmacêutico, Supermercados e Gêneros Alimentícios, Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, Panificação, Concessionárias de Veículos, Construção Civil e Cooperativas.


Conceito Varejista 2012 já tem data confirmada Já está agendada para 8 de novembro a quinta edição do Prêmio Conceito Varejista, o maior reconhecimento público do varejo de Blumenau. O evento, iniciativa do SINDILOJAS, tem o objetivo de apontar os estabelecimentos comerciais com maior reconhecimento entre a comunidade em diversos setores, através de pesquisa com os consumidores.

O levantamento técnico será feito pela equipe da Fecomércio, em julho e agosto. Em setembro, os indicados em cada categoria serão comunicados. Novidades estão sendo programadas para a edição deste ano. A premiação em cerca de 30 categorias será entregue aos grandes destaques do comércio varejista de Blumenau. Mais informações no SINDILOJAS, pelo telefone (47) 3221-5750.

Coluna Jurídica RECURSO DESERTO POR INSUFICIÊNCIA DE DEPÓSITO DE um centavo A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) negou provimento, por unanimidade, a recurso de uma empresa que buscava a reforma de decisão da presidência do TST, que havia declarado a deserção de seu agravo de instrumento por insuficiência do depósito recursal no valor de um centavo. No caso, a 14ª Vara do Trabalho de Brasília, em ação de reconhecimento de vínculo, condenou a empresa a indenizar o trabalhador em R$ 50 mil. Diante disso, a empresa recolheu o valor de R$ 5.691,90 em garantia para interposição do recurso ordinário. Após nova decisão desfavorável, a empresa efetuou outro depósito, desta vez no valor de 11.779,02, como garantia à interposição de recurso de revista. O presidente do Tribunal Regional do Trabalho do DF/TO negou seguimento ao recurso de revista, o que levou a empresa a interpor agravo de instrumento ao TST, na tentativa de que seu recurso

fosse analisado. A empresa deveria, dessa forma, complementar o depósito recursal até alcançar o valor fixado na condenação, ou efetuar o depósito da metade do valor máximo do recurso de revista que visava destrancar, ou seja, R$ 5.889,51. Como optou por depositar a quantia de R$ 5.889,50, a Presidência do TST negou seguimento ao agravo de instrumento por deserção. A empresa interpôs o agravo julgado pela Sexta Turma. Em suas razões, sustentou que, diante do princípio da insignificância, o recurso não poderia ter sido considerado deserto. Alegou ainda que não teria sido intimada para suprir o valor não depositado. A Turma, porém, não acolheu os argumentos da empresa, considerando deserto o recurso quando o recolhimento é efetuado em valor insuficiente ao fixado nas custas e nos depósitos recursais, ainda que a diferença seja, como no caso, de apenas um centavo.

2ª SEMANA NACIONAL DA EXECUÇÃO TRABALHISTA De 11 a 15 de junho de 2012, ocorrerá a 2ª Semana Nacional da Execução Trabalhista, da qual todas as unidades judiciárias de Santa Catarina irão participar. O objetivo é tentar resolver processos que se encontram na fase de execução, ou seja, após o trânsito em julgado de sentença condenatória. Para participar da Semana Nacional da Execução Trabalhista, deve ser remetido e-mail para

semanadaexecucao@trt12.jus.br com nome e telefone do solicitante; número do processo e Vara em que ele tramita; nome do reclamante; nome da reclamada. A solicitação também pode ser feita diretamente na Vara do Trabalho em que tramita o processo, por e-mail ou telefone, conforme contatos disponibilizados no site do TRT da 12ª Região (www.trt12.jus.br).

47


MEMÓRIA

Envolvimento com a cidade Divulgação

A inauguração da ponte Vilson Kleinübing aconteceu em dezembro de 1999, após mais de 20 anos de reivindicações da Acib e de toda a comunidade

Em 1991, a Acib colocou em prática uma ideia antiga: transformar a Rua XV de Novembro num grande calçadão aos sábados. Entre 9h e 14h, a via era fechada para o trânsito de carros. Palhaços, malabaristas, bandas de música e muito chope animavam os participantes e embalavam as compras. A associação preocupava-se também com a cultura. A extinção da Lei Sarney de incentivo à cultura levou a entidade a lançar o Plano Bravo, destinado a captar recursos para a Orquestra de Câmara de Blumelnau. O Bravo tinha três modalidades: a adoção de um músico, a compra de ingressos para toda a temporada artística e o patrocínio com exposição da marca do contribuinte. 50

Com a ascensão do ex-prefeito de Blumenau, Vilson Kleinübing, ao governo do Estado, os empresários comemoraram a ocupação de mais espaço no primeiro escalão do Executivo. A cidade passou a ter representantes nas secretarias de Transportes e Obras (Paulo Gouveia da Costa), Justiça e Administração (Milton Pompeu da Costa Ribeiro e em seguida Luís Carlos Schmidt de Carvalho) e no Badesc (Mércio Félsky). O ano seguinte foi agitado por muitas discussões em torno da conclusão da Barragem Norte, em José Boiteux. Blumenau tinha sido atingida por mais uma enchente, em 1992, que chegou a 12 metros, e a obra continuava inacabada. O minis-

tro do Desenvolvimento Regional, Ângelo Calmon de Sá, visitou a cidade e recebeu muitas críticas do prefeito Victor Sasse e do presidente da Acib, Ronaldo Baumgarten. “Não precisamos de esmolas. Precisamos de segurança para preservar as empresas”, declarou o empresário. O ministro alegou que os recursos estavam disponíveis e a ordem de serviços assinada, mas as obras não prosseguiram porque o canteiro de obras estava tomado pelos índios. Como resultado das pressões exercidas pela Prefeitura e pela Acib, Calmon de Sá acabou liberando mais verbas para concluir os trabalhos, além de recursos para a manutenção das barragens de Ituporanga e Taió.


Empresário | Acib - CDL - Intersindical - Sindilojas - Ed. 62  

Revista empresarial da Acib, CDL, Intersindical e Sindilojas de Blumenau. Produzida Pela Mundi

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you