Page 1


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Índice

ANFITEATROS Anfiteatro Aurélio Quintanilha Anfiteatro Manuel Valadares

4 6

ESPAÇOS MULTIUSOS Átrio 8 Sala Welwitsch 10 Sala do Veado 12 Sala da Baleia 14 Sala da Cortiça 16 Sala Sacarrão 18 Palmário 20 Centro de Recursos Educativos 22 Sala Vandelli 24 Picadeiro 26

ESPAÇOS ESPECIAIS Avenida das Palmeiras Jardineta / Claustro Anfiteatro Laboratorio Chimico Laboratório Cyrillo Soares Sala do Conselho Jardim Botânico

28 30 32 34 36 40


Sala do conselho jardim botânico

avenida das palmeiras palmário Sala vandelli

Centro de recursos educativos

JARDINETA / CLAUSTRO Picadeiro edifício principal


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Anfiteatro Aurélio Quintanilha Anfiteatro clássico localizado no rés-do-chão, utilizado como sala de aula de Botânica durante o funcionamento no edifício da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Séries de bancadas de madeira dispostas em forma de escadaria com um estrado ao fundo da sala. Grandes janelas para a Avenida das Palmeiras. Capacidade: 90 pax Equipamento disponível: projetor, tela multimédia, rede internet wireless. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: espaço para coffee-break, instalações sanitárias. Especificidades: luz natural, boa luminosidade, porta para o exterior (Avenida das Palmeiras) próxima da entrada do anfiteatro.


5


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Anfiteatro Manuel Valadares Anfiteatro restaurado, localizado no primeiro piso do edifício, com chão de madeira e filas de cadeiras equipadas com mesas articuladas. Capacidade: 130 pax Equipamento disponível: ar-condicionado, projetor, tela multimédia, rede internet wireless. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: espaço para coffee-break, instalações sanitárias. Especificidades: sem luz natural. Tem possibilidade de uma sala de apoio.


7


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Átrio Entrada principal do museu. Era neste espaço que se encontrava a nave central da Igreja do antigo Noviciado da Cotovia, antes da reconstrução do edifício no séc. XIX. Espaço amplo, com pé direito muito alto, claraboia no tecto e galeria no primeiro piso em que está em exibição a exposição “Memória da Politécnica: quatro séculos de educação, ciência e cultura”. Área útil: 330 m2 INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias, espaço para coffee-break, copa. ESPECIFICIDADES: a utilizar fora do horário de funcionamento do museu. Poderão existir condicionantes por razões de conservação (a analisar caso a caso).


9


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Sala WELWITSCH Principal espaço do museu preparado para exposições temporárias de média dimensão. Sala aberta com acesso pelo corredor principal do rés-do-chão do edifício e com uma série de quatro portas para o corredor do claustro, permitindo diferentes circulações de público. Estrutura de suporte de iluminação de projetores no tecto. Área útil: 360 m2 Equipamento disponível: ar-condicionado. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades: série de janelas para a Avenida das Palmeiras. Espaço sujeito a articulação com o calendário de exposições temporárias do Museu. SUGESTÕES: exposições e eventos.


11


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Sala do Veado Espaço localizado no rés-do-chão do edifício, utilizado tradicionalmente para exposições de arte. Paredes, chão e tecto com a estrutura de betão à vista. Área útil: 210 m2 Equipamento disponível: calha técnica para iluminação, projetores de luz. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades: amplas janelas para o Jardim Botânico. Espaço sujeito a articulação com o calendário de exposições temporárias do Museu. SUGESTÕES: exposições e eventos.


13


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Sala da Baleia Espaço localizado no primeiro piso, anexo à galeria do átrio do edifício. Sala rodeada por armários de vitrines e chão de madeira em dois pisos. O elemento central que dá nome à sala é um modelo de uma baleia-comum suspensa no tecto. Área útil: 220 m2 INFRAESTRUTURAS DE APOIO: Espaço para coffee-break, instalações sanitárias. Especificidades: sala com mezzanine. SUGESTÕES: lançamento de livros, peças de teatro, conferências de imprensa, etc.


15


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Sala da Cortiça Sala de exposições temporárias localizada no primeiro piso. Tal como a Sala Bocage, a recuperação após o grande incêndio de 1978 não foi completa. Paredes revestidas com grossas placas de cortiça. Área útil: 235 m2 Equipamento e mobiliário disponível: calha técnica para iluminação ao longo de uma das paredes da sala. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades: sem luz natural, espaço em forma de “L”. Espaço sujeito a articulação com o calendário de exposições temporárias do Museu. SUGESTÕES: exposições e eventos.


17


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Sala sacarrão Sala de exposições temporárias localizada no primeiro piso, afectada pelo grande incêndio de 1978. As paredes, tecto e chão foram mantidos com a estrutura de betão à vista. Área útil: 220 m2 INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades: espaço com aproximadamente cinco metros de altura e amplas janelas com vista para o Jardim Botânico. SUGESTÕES: exposições, eventos, lançamento de livros, peças de teatro, etc.


19


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Palmário Tal como o nome indica, este espaço era anteriormente utilizado como estufa para crescimento de palmeiras. Paredes laterais formadas por ripas de madeira com abertura para o exterior. Construção localizada na zona de arboreto do Jardim Botânico. Área útil: 200 m2 CAPACIDADE: +/- 50 pax Equipamento disponível: mesas e cadeiras; tela para projeção; aquecimento a gás para exterior e máquina de venda automática de produtos alimentares. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: Espaço para coffee-break, instalações sanitárias. Especificidades: tecto inclinado. SUGESTÕES: exposições, eventos, lançamento de livros, palestras, conferências de imprensa, etc.


21


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Centro de Recursos Educativos Espaço recuperado recentemente, localizado nas antigas estufas do Jardim Botânico. É constituído por dois pisos que podem ter funcionalidades distintas. O andar superior está equipado atualmente com secretárias de trabalho. O piso térreo é multifuncional, embora seja especialmente indicado para ações de formação teóricas ou práticas. Para além de um amplo espaço com mesas e cadeiras para o público, tem igualmente bancadas equipadas com água, uma cozinha (10 m2), quatro casas de banho individuais e uma arrecadação (6 m2). A cozinha dá acesso para as traseiras da estufa, que tem um pequeno espaço exterior (16 m de comprimento x 3 m de largura). Área útil: 138 m2

CAPACIDADE: +/- 50 pax Equipamento disponível: Tela multimédia fixa, tela de projeção portátil, projetor, computador portátil, biblioteca educativa, frigorífico, micro-ondas, rede wireless, mesas e cadeiras. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades: água quente, ar condicionado, duas portas de entrada. Disponível apenas nos períodos em que não esteja a ser utilizado pelos Serviços Educativos do Museu. SUGESTÕES: reuniões, aulas, cursos, seminários, etc.


23


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Sala Vandelli Espaço no edifício anexo ao Museu. Todas as paredes estão revestidas com armários de madeira, típicos de biblioteca, incluindo dois andares com varandins. Tecto em claraboia, o que lhe confere grande luminosidade. Área útil: 120 m2 Equipamento disponível: mesa de reuniões. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias mais próximas localizam-se no edifício principal. Especificidades: acesso direto pela Avenida das Palmeiras. Sala multifuncional. SUGESTÕES: palestras, lançamento de livros, reuniões, exposições, eventos, etc.


25


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Picadeiro Edifício da época do Real Colégio dos Nobres (1761-1837), separado do edifício principal. O picadeiro era utilizado para as aulas de equitação e esgrima. O interior deste espaço surpreende pela monumentalidade e grandeza, com realce para o tecto em forma de uma quilha de um barco, encontrando-se classificado como imóvel de interesse público. O espaço tem duas entradas: diretamente pela Rua da Escola Politécnica ou pelo interior do Jardim Botânico. Área útil: 580 m2 Equipamento: iluminação geral de tecto. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: sala anexa para apoio de atividades, instalações sanitárias, espaço para coffee-break. Especificidades: entrada pelo nº 60 da Rua da Escola Politécnica, excelente acústica. Espaço multifuncional e polivalente. SUGESTÕES: exposições e feiras temáticas, concertos e eventos de grande dimensão.


27


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

AVENIDA DAS PALMEIRAS Entrada pelo portão lateral do edifício em frente à Rua da Imprensa Nacional. Espaço exterior, com uma série de palmeiras emblemáticas do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, a acompanhar toda a largura do edifício. Área útil: 1000 m2 SUGESTÕES: adequado para a realização de eventos culturais ao ar livre, como feiras temáticas, concertos, filmagens, fotografia, etc.


29


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

JARDINETA / CLAUSTRO Espaço exterior localizado no centro do edifício principal com acesso privilegiado pelo átrio do museu. Corresponde e mantém grande parte do claustro do antigo Noviciado da Cotovia. Jardim relvado apenas com quatro Palmeiras. No centro da jardineta encontra-se um acelerador de partículas Cockroft-Walton, pertencente à coleção de instrumentos de física do museu. Área útil: 1200 m2 INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias, copa. Especificidades: porta direta para a cafetaria do museu, assim como para os corredores do claustro. SUGESTÕES: adequado para a realização de eventos culturais ao ar livre, como concertos, festas, filmagens, etc.


31


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Anfiteatro Laboratorio Chimico Anfiteatro nobre da época da Escola Politécnica (séc. XIX). A entrada no anfiteatro pode fazer-se pela escadaria do átrio ou atravessando o Laboratorio Chimico. Esta ala do edifício, correspondente às infraestruturas para o ensino da Química na Escola Politécnica, foi alvo de um projeto recente de qualificação e musealização. CAPACIDADE: 200 pax Equipamento disponível: sistema de som, projetor, tela de projeção. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades: pelo elevado valor patrimonial deste espaço, a sua utilização obedece a diversas restrições relacionadas com a sua conservação, ficando sujeita a avaliação individual.


33


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Laboratório Cyrillo Soares Antigo laboratório de Física da Escola Politécnica (séc. XIX). Série de bancadas originais em madeira, transversais à sala, e armários com vitrines da época equipados com instrumentos de Física. Na parede oposta da sala encontra-se um estreito mezzanine com varandim de ferro. Área útil: 208 m2 Equipamento disponível: mesas e cadeiras, bancada equipada com àgua, tela de projeção portátil. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: Espaço para coffee-break, instalações sanitárias. Especificidades: amplas janelas para o Jardim Botânico, acesso por duas portas. Dado o valor histórico do espaço, poderão existir algumas restrições de uso por razões de conservação (a analisar caso a caso).


35


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Sala do Conselho Espaço nobre do edifício da Biblioteca do museu que é uma herança do final do séc. XIX, quando se constituiu a Escola Politécnica. Decorriam nesta sala as reuniões importantes da direção da escola, leitura de atas e júris de avaliação dos alunos. Todo o mobiliário é de origem. Área útil: 42 m2 Equipamento disponível: grande mesa de reuniões e cadeirões. INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades: edifício anexo, entrada pela Avenida das Palmeiras, primeiro piso. Dado o elevado valor patrimonial e histórico do espaço, poderão existir restrições à sua utilização por razões de conservação (a analisar caso a caso).


37


ANFI TE ATROS

ESPA ÇOS MULTI USOS

ESPA ÇOS ESPE CI

Jardim Botânico Criado no final do séc. XIX para instrução dos alunos da Escola Politécnica, o jardim botânico localiza-se numa colina de Lisboa, estendendo-se até ao Parque Mayer. O jardim divide-se em duas grandes zonas: a “classe” e o “arboreto”. A Classe corresponde à zona plana, em que as espécies se encontram em canteiros dispostos à volta de um lago central. É igualmente nesta área que está o Observatório Astronómico, o edifício do herbário, as estufas e o Centro de Recursos Educativos. O Arboreto abrange uma área com grande declive que se estende até à parte alta do Parque Mayer. Após a escadaria, a principal via de comunicação conduz à “Rua das Palmeiras”, que dá acesso ao portão da Alegria e se prolonga depois pela circular do Arboreto. O Jardim Botânico foi classificado em 2010 como Monumento Nacional. Área: 4 ha INFRAESTRUTURAS DE APOIO: instalações sanitárias. Especificidades do espaço: entrada pelo nº 54 da Rua da Escola Politécnica. Em casos pontuais pode ser considerada a abertura do portão de acesso à Praça da Alegria. O jardim como um todo não é objeto de cedência temporária. SUGESTÕES: filmagens e fotografia.


39


Está disponível no website do museu a tabela de preços base e um formulário para o pedido. CONTACTOS: Tel. 213 921 800 E-mail: espacos@museus.ul.pt Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC) Rua da Escola Politécnica, 58-60 1250-102 Lisboa www.mnhnc.ul.pt

Portefolio de espaços para cedência temporária  

Informações dos espaços para cedência temporária do Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you