Issuu on Google+

Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010 - Distribuição Dirigida - Preço deste exemplar R$ 1,00

Ao completar 90 anos, AECNB promove a 1ª Semana Cultural Japonesa do MS A 1ª Semana Cultural Japonesa faz parte da programação oficial em comemoração aos 90 anos de fundação da AECNB - Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira, que ocorrerá no próximo dia 18 de agosto. Uma vasta programação foi elaborada pela comissão organizadora, vi-

sando atrair o maior número possível de descendentes e simpatizantes da cultura nipo-brasileira nos eventos. A programação contará com a presença do Cônsul japonês no Brasil, Kazuaki Obe, que participou da elaboração desta 1ª Semana Cultural Japonesa e pretende que seja realizado todos os anos. Pág. 3

FINALMENTE

Governador assina ordem de serviço de pavimentação asfáltica da colônia JAMIC Pág. 2 AVANÇO

Mário Shiraishi é o novo presidente do Sinpetro-MS Pág. 2

ADESÃO

Nipônicos de Ponta Porã aderem ao projeto político do Danketsu

Pág. 4

DEKASSEGUI

INTEGRAÇÃO

Nipo-brasileiros de Kyoei mostram força e unidade em evento social Um grande evento socia realizado no último dia 16, na Associação Cultural e Esportiva Nipo-brasileira de Kyoei atraiu e mobilizou mais de três mil pessoas para participarem do

famoso e aguardado churrasco promocional daquela comunicade especialmente pela sua importância de integração social. A caravana do grupo Danketsu foi bem recepcionada em Kyoei,

confraternizando e dando muitas explicações sobre os projetos para melhorar o relacionamento entre as comunidades da Capital e interior.

Projeto Nikkei/ Dekassegui vai participar da 1ª Semana de cultura japonesa no MS

Pág. 6

HOMENAGENS

Nipo e Okinawa fazem festa para celebrar o Dia das Mães nos clubes

Pág. 7

Pág. 4

ESPORTES

Departamento de Tênis da AECNB realiza mais um sucesso gastronômico com jantar de sushi/sushimi

Pág. 5

COLÔNIA JAMIC RECEBE ASFALTO E FAZ ANIVERSÁRIO Pág. 5

RELIGIOSO

Tokio Bilhar vence o 1º Torneio ACB de Futebol Society

Pág. 10

Pe. Eduardo Higa recebe prêmio Papa João Paulo II

ACB conquista o bi-campeonato do Torneio Tomotaka Noda de Beisebol em Laranja Lima

O Padre Eduardo Asato Higa, foi homenageado pelo vereador João Rocha, no último dia 18, em sessão solene na Câmara Municipal com o prêmio Papa João Paulo II, concedido a religiosos e cristãos que desenvolvem trabalhos relevantes no município de Campo Grande. O prêmio João Paulo II foi proposto pelo presidente da Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB) com intuito de manter viva a memória daquele que foi um marco na vida de milhares de cristãos no mundo todo, símbolo da paz, do amor e da harmonia

Nipo-brasileiros de Caarapó lutam para reativar clube com ajuda do Danketsu

Pág. 5

Pág. 11

Pág. 10

Nipo de Navirai realiza XVII Copa Takehara de Softbol livre

Pág. 11

INTERIOR


2

OPINIÃO

Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

EDITORIAL

Tempo de decisão O mundo vive a paz e alegria da Copa, um momento em que os povos esquecem das diferenças e buscam a harmonia, mesmo sendo disputado o mais cobiçado troféu que um povo deseja para si: um título mundial, conquistado pelo esforço e dedicação, mas na paz. A mesma coisa poderia ser observada na convivência da comunidade nipo-brasileira em Campo Grande e Mato Grosso do Sul, que precisa conquistar maior espaço em todas as áreas: políticas, sociais, esportivos e culturais para continuar crescendo e evoluindo, mas deve discutir com maturidade a questão política, pois inegavelmente precisa passar por ela, para ter as ferramentas de que precisa para vencer As pessoas reconhecidas como lideranças da comunidade precisam superar os seus próprios obstáculos como orgulho, preconceito e principalmente a vaidade na construção de um projeto comum. Mas qual o melhor projeto, se todos acreditam que o seu é o melhor? Então, qual o problema de colocar na mesa de discussão e do debate produtivo para outras lideranças os pontos fortes e fracos de suas idéias? Por que não construir juntos algo de bom para todos? O que não pode e vem acontecendo é estas lideranças não perceberem que no seu tempo, a comunidade nipo-brasileira andou na contramão dos ideais de seus antepassados, que a história lembra de tempos difíceis, muito mais do que hoje, mas souberam com inteligência e sagacidade construir o que desfrutamos atualmente. Certamente, naquela época houve também discordâncias de idéias e pessoas querendo apenas realização pessoal, mas então como conseguiram construir uma história, que hoje pode ser vista como bonita e vitoriosa? São perguntas que nossas lideranças, principalmente as que pleiteiam espaço na vida pública deve fazer para si e verificar se sua posição hoje é, de fato, a melhor para atender os anseios da geração que vem chegando. Qual o legado e o exemplo que vamos deixar para os jovens que vem se preparando para assumir o comando das instituições daqui há pouco. Vivemos sim, período nebuloso com a chegada das eleições. Precisamos compreende melhor que está em jogo, não é apenas nossos interesses pessoais, mas toda historia de um povo, que no passado atravessou o oceano, chegou aqui e construiu uma fantástica história de superação a peso de suor e sangue. Precisamos repensar o nosso projeto pessoal e ver se ele está de acordo com o interesse coletivo. Se não estiver, não creio que terá o resultado que espera. A vida é curta e muitas vezes não temos a oportunidade de consertar os erros cometidos sem pensar. Vamos pensar antes de cometê-los. São sabedorias que deveríamos ter aprendidos com nossos pais e avós. Por isso foram vitoriosos. Pensem bem e até a próxima!

expediente O Jornal MSShimbun é uma publicação da Assessora Comunicação Corporativa - CNPJ. 01.434086/0001-23 Av. Afonso Pena, 1557 Bl. A - Sala 107 - Centro - Fone: 3042-8003- 8010 www.msshimbun.com.br e-mail: msshimbun@ibest.com.br Diretor e Editor: Palmir Cleverson Franco DRT/MS 132 - 9253-2157 Depto Financeiro - Tanea R. Franco Depto Comercial: José de S. Marques - 9624-7487 - Leila Moreira 9110-1224 Os artigos assinados ou de origem definida não representam necessariamente a opinião do jornal e mesmo quando não publicados não serão devolvidos.

FINALMENTE

Governador Puccinelli assina ordem de serviço de pavimentação asfáltica da colônia JAMIC Há mais de 10 anos esperando para ver a obra iniciada, a colônia JAMIC recebe do governo do Estado este importante benefício que vai facilitar o escoamento da produção de ovos da CAMVA

Um ano após prometer que realizaria a pavimentação asfáltica ligando a via de acesso à Colônia Jamic e o entroncamento da MS-356 com a rodovia BR-262, no último dia 22, o governador André Puccinelli (PMDB) retornou ao município de Terenos, mais precisamente na Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Várzea Alegre e assinou a ordem de serviço, dando início à esperada obra daquela comunidade, dentro dos festejos dos 51 anos de sua existência. Com o investimento

de R$ 1.448.737,23, de recursos próprios, a pavimentação deste trecho vai beneficiar diretamente os moradores da Comunidade Nipo Brasileira de Várzea Alegre, mais conhecida como Colônia Jamic, que há 51 anos vivem no local. Os serviços serão realizados em 1,96 quilômetros, que correspondem à distância entre o acesso à Colônia Jamic e o entroncamento da MS-356 com a rodovia BR-262. Com a presença de toda comunidade nipobrasileira de Terenos e de importantes lideranças

de Campo Grande, bem como de autoridades municipais e estaduais, uma grande festa foi organizada para receber o governador e sua comitiva na assinatura da ordem de serviço. Além de assinar da ordem serviço, o governador anunciou outras relevantes obras no setor industrial que vai beneficiar e fomentar a região nos próximos anos em reconhecimento ao importante papel desenvolvido pela Associação Nipo de Vázea Alegra que fundou e mantém a Cooperativa Camva de produção de ovos, uma empresa que exporta seus produtos para outros estados da federação e ainda abastece o mercado local. Ao completar 51 anos de existência, a comunidade de JAMIC orgulhase por manter vivas suas tradições e busca através do trabalho cooperativo, o crescimento sustentável de seus ideais, além de colaborar decisivamente para o desenvolvimento do município de Terenos e do Estado, gerando empregos e renda. Lideranças da comunidade nipo-brasileira, como o deputado Akira Otsubo, Bernardo Tibana, presidente da AECNB, Antonio Tadaioshi Mitsuyasu, presidente da ACB, Carlos Massashi Ishikawa, presidente licenciado da ACB e précandidato a deputado estadual pelo grupo Danketsu; Massayuki Ishikawa, presidente da Federação MT/MS de Beisebol e Softbol, entre outras importantes lideranças compareceram para participar das festividades, demonstrando a estreita ligação entre a comunidade JAMIC e a de Campo Grande, seja através das artes e da cultura ou do esporte, como parceiros na manutenção do estilo de vida nipo-brasileira.


Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

COMUNIDADE

3

COMEMORAÇÃO

Ao completar 90 anos, AECNB promove a Primeira Semana de Cultura Japonesa do MS Uma grande programação está sendo elaborada pela comunidade nipo-brasileira de Campo Grande para a realização da 1ª Semana de Cultura Japonesa em Mato Grosso do Sul.

Sob a coordenação da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira, a 1ª Semana Cultural Japonesa faz parte da programação oficial em comemoração aos 90 anos de fundação do clube, que ocorrerá no próximo dia 18 de agosto. A programação inicia no dia 17, na Assembléia Legislativa, com a exposição de quadros e fotos, que relembram a saga dos primeiros imigrantes e a luta que travaram para postergar a futura geração um futuro melhor e em sessão solene, às 8h30 no plenário da Casa, a solenidade de entrega dos títulos de Cidadão Sul-mato-grossense ao médico Marcos Paulo Tiguman e ao cônsul geral do Japão no Brasil, Kazuaki Obe; e da Comenda do Mérito Legislativo a 42 pessoas, aprovada pelo projeto de Lei 016/10, que resultou na instituição do evento, a ser realizado anualmente, no período de 12 a 18 de junho. Antes, no dia 16, com a presença do cônsul japonês Kazuaki Obe acontece às 19h30 a abertura solene das festividades no clube de campo da AECNB, com apresentação de inúmeras atividades artísticas e culturais, entre elas o internacional músico Danilo Tomic Baikyo, que fará um concerto de música tradicional japonesa “shakuhachi”, denominado “Tabi” (viagem). No dia 18, está prevista a palestra com Alexandre Negado, que falará sobre cultura pop japonesa: “Os heróis do mangá, anime e tokusatsu”, entre outras inúmeras atividades realizadas por artistas locais. Já no dia 19, acontece o tão esperado espetáculo/palestra do teatro tradicional japonês “NO”, com a presença de Ângela Nagai, da Fundação Japão. Ainda no dia 19, Ana e Fred, convidados do Consulado Ja-

ponês comandam a oficina de Mangá, agitando os amantes dos desenhos em quadrinhos. Durante toda a programação, paralelamente aos eventos internacionais, acontecem shows de karaokê, taikô, danças típicas, Yosakoi , Street Dance, apresentação do coral da Nipo, Bonsai e muito mais. Uma grande praça de alimentação será montada para colocar à disposição da comunidade toda riqueza da gastronomia japonesa. Ainda dentro da programação elaborada pela comissão organizadora, acontecerá o concurso Miss Nikkey e mostras de negócios do projeto Nikkey Dekassagui em parceria com o Sebrae-MS.

15 de junho

SEMANA DA CULTURA A idéia da Semana da Cultura Japonesa em Mato Grosso do Sul, surgiu quando da primeira visita ao MS do cônsul geral do Japão no Brasil, Kazuaki Obe, logo que assumiu o consulado brasileiro, em 2009. Na oportunidade, o cônsul veio se apresentar ao governador André Puccinelli e disse que começaria ali um período de profícuas parcerias com as comunidades japonesas estabelecidas no território brasileiro. Acompanhado pelos representantes das entidades japonesas em Campo Grande, Bernardo Tibana (AECNB), Jorge Tamashiro (Associação Okinawa) e Carlos Ishikawa (ACB), além do deputado Akira Otsubo, Kazuaki Obe quis saber que

-

tipo de evento poderia marcar a comunidade no MS, sendo informado pelos presidentes que um grande cultural poderia ser de fundamental importância na manutenção da cultura e do estilo de vida dos descendentes aqui radicados. O governador André Puccinelli colocou à disposição do consulado e das entidades nipo-brasileiras aqui radicadas todo o apoio necessário para realizar este grande evento no Estado. Em várias oportunidades, o cônsul ou seu representante esteve no Estado para tratar dos detalhes desta iniciativa, que finalmente será realizada. Veja abaixo, o cronograma completo da 1ª Semana Cultural Japonesa no MS.

TERÇA-FEIRA

19h00: ARTES PLÁSTICAS: Consul do Japão, Kazuaki Obe abre a Exposição dos Mestres da Pintura: Toyota, Wakabayashi e Hosoido “Caminho do Coração” (Kokoro no Michi) na Galeria Mara Dolzan)

16 de junho

-

QUARTA-FEIRA

Mostra de Negócios Nikkei & Dekassegui 17h às 23h: Todos os dias do evento 18h às 22h: Oficinas paralelas (*) 19h30: Abertura Oficial da Semana da Cultura Japonesa em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Presença do Consul do Japão, Kazuaki Obe, Deputado Akira Otsubo e demais autoridades e membros da comunidade nipo brasileira. 19h50: Apresentação do Coral da AECNB 20h00: Apresentação do grupo de dança Infantil da AECNB 20h15: Atração Especial: “Shakuhachi” Concerto musical por Danilo Tomic “TABI” (viagem) Nesse show, Tomic conta, através de suas músicas, a jornada do Kasato Maru do Japão até o Brasil, percorrendo mares e oceanos, trazendo os primeiros imigrantes japoneses para o nosso país. 21h15: Apresentação musical com o grupo de Taiko 21h30: Visita Oficial do Cônsul e comitiva a Feira Central de Campo Grande

17 de junho

-

QUINTA-FEIRA

08h30: Sessão Solene na Assembléia Legislativa comemorativa ao Dia da Imigração Japonesa 10h00: Abertura de Exposição de fotos e pinturas no Hall da Assembléia Legislativa. Mostra de Negócios Nikkei & Dekassegui 17h às 23h: Todos os dias do evento 18h às 22h: Oficinas paralelas (*) 19h00: Coral da AECNB 19h10: Apresentação de Danças Japonesas das Associações Associações Nipo Brasileira de Várzea Alegre (Jamic); Academia de Dança Gushiken, Danças por Miti Okamura e Yukie Takasse, Grupo Seishun da AECNB 20h10: Apresentações de cantores de karaokê das Associações

18 de junho

- sexTA-FEIRA

09h00: Palestra Especial: Cultura Pop Japonesa, por Alexandre Nagado. Cultura Pop Japonesa: Os heróis do mangá, animê e tokusatsu”, na Escola Visconde de Cairu Mostra de Negócios Nikkei & Dekassegui 17h às 23h: Todos os dias do evento 18h às 22h: Oficinas paralelas (*) 19h00: Coral da AECNB 19h10: Apresentação de Danças Japonesas das Associações 19h40: Atração Especial - Palestra sobre Cultura Pop Japonesa, por Alexandre Nagado . Cultura Pop Japonesa: Os heróis do mangá, animê e tokusatsu”. 20h40: Atração Especial : Miss Nikkei MS com animação do ator e apresentador Kendi Yamai

19 de junho

- sábado

Mostra de Negócios Nikkei & Dekassegui 17h às 23h: Todos os dias do evento 18h às 22h: Oficinas paralelas (*) 18h00: Atração Especial: Workshop de Mangá, pelos mangakás Ana e Frederico 19h00: Coral da AECNB 19h10: Apresentação de Danças Japonesas das Associações 19h25: Apresentação de Danças Grupo HOLY ARTE 19h40: Apresentação de cantores de karaokê das Associações 20h00: Atração Especial: O Workshop e Demonstração de Teatro Nô, Teatro Clássico Japonês por ÂNGELA NAGAI 21h00: Apresentação do Grupo de Taikô – Ryukyo Koku Matsuri Daiko.

AVANÇO

Mário Shiraishi é o novo presidente do Sinpetro-MS Desde o último dia 14 de maio, o Sinpetro - Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Su tem um novo presidente: Mario Seiti Shiraishi. A cerimônia de posse contou com a presença da representante da Agência Nacional do Petr��leo, Maria Antonieta de Andrade e Souza; do secretário do Meio Ambiente de Campo Grande (representando o prefeito Nelson Trad Filho), Marcos Antonio Cristaldo; de Gerônimo Alves Chaves, da Seprotur (representando o Governador Puccinelli) e de outras autoridades do município. Em seu discurso, Mario Shiraishi disse que, dentre as lutas da nova diretoria, está a busca do apoio do poder público para defender os comerciantes da fronteira. “A concorrência é injusta e precisamos de apoio”, disse Mario, que ressaltou que o setor é um dos maiores empregadores do Estado, bem como envolve, através das lojas de conveniências, vários se-

tores da economia. Inúmeros amigos da comunidade nipo-brasileira foram prestigiar a posse da nova diretoria do Sinpetro-MS, entre eles o pré-candidato a deputado estadual pelo Grupo Danketsu, Carlos Ishikawa, da qual Mário Shiraishi faz parte. O diretor executivo da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira, Bernardo Tibana, também foi cumprimentar o novo presidente do Sinpetro-MS. Além de Mario Seiti Shiraishi e de Steiner Jardim, fazem parte da nova diretoria do Sinpetro/MS, Gelson Pavoni, José Tarso Moro da Rosa, Márcio Seigi Hirade, Cristovão Geraldo P. de F. Baston, Aloisyo José Campelo Coutinho, Alfredo Antonio Osores Barros, Gláucia Regina Gueno Pedroso, Marcos Alceu da Silva Villalba, José Laureano Ribeiro, Jesus Cleto Tavares, Márcio Cesar Neves, Edemir Jardim Neto, Sérgio Ricardo P. Ancelmo, Carlos Alberto S. Maia, Luiz Antonio F. Freitas, Ricardo Ferreira Cavalli, Flademir C. Polesel, Jorge Saito e Rubens Fujiro Takiguchi.


4

COMUNIDADE

Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

ADESÃO

Lideranças nipo-brasileiras de Ponta Porã aderem ao projeto político do Danketsu

Nipo-brasileiros de Kyoei mostram força e unidade em evento social A presença de lideranças e comunidades da Grande Dourados, Vale do Ivinhema, Campo Grande e do Cone-Sul apontam para o surgimento de uma grande ponte de integração social como a principal arma contra a inevitável extinção das entidades representativias. Um grande evento social, realizado no último dia 16, na Associação Cultural e Esportiva Nipo-brasileira de Kyoei atraiu e mobilizou mais de três mil pessoas para participarem do famoso e aguardado churrasco promocional daquela comunicade especialmente pela sua importância de integração social. O churrasco, realizado uma vez por ano pelos associados de Kyoei, foi o evento escolhido para que lideranças de vários municípios e distritos da Grande Dourados, Vale do Ivinhema, Campo Grande e do ConeSul pudessem se reunir para discutirem projetos comuns para fortalecer ações dentro das comunidades, para evitar que num futuro próximo as entidades deixem de existir como associação esportiva e cultural nipobrasileira. A reunião entre presidentes de associações nipo-brasileiras de Dourados, Laranja Lima, Kyoei, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Ivinhema, Nova Andradina, Maracaju, Rio Brilhante, Ponta Porã, Caarapó e Naviraí, que fazem parte da Associação Cultural Nipo-brasileira Sulmatogrossense, reflete a preocupação dessas lideranças com as dificuldades enfrentadas para manter suas entidades esportivas e culturais sem apoio político ou governamental. Convidado para participar do evento, o grupo Danketsu é visto e apontado com a solução de médio e longo prazo para que as associações possam ser fortalecidas e consigam melhorar suas performances. “O projeto apresentado pelo Danketsu está chegando em boa hora para todos nós, pois vivenciamos tempos difíceis para realizarmos nossos eventos com vista à manutenção da cultura e do estilo de vida nipo-brasileiro. A falta de apoio e unidade entre as entidades repre-

sentativas no Mato Grosso do Sul, acaba enfraquecendo nossos ideais de comunidade, por isso devemos apoiar iniciativas que visam este fortalecimento”, reforça Nobuo Yamashita, presidente da Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Dourados, falando em nome dos demais presidentes. Segundo estimativas de Fábio Shunhiti Kimura, presidente da Associação Cultural e Esportiva Nipo-brasileira de Kyoei, em torno de três mil pessoas participaram direta ou indiretamente do churrasco promocional. Para animar o evento, a diretoria sorteou inúmeros prêmios em objetos e dinheiro, promovendo uma grande confraternização. “A comunidade entende e ajuda no esforço que fazemos para melhorar nosso clube, por isso o “Danketsu” é a novidade que vamos apostar para nos ajudar nesta luta”, disse o presidente Kimura, reforçando sua posição de que o Danketsu, na sua concepção, representa o novo e o moderno em termos de projetos para as comunidades em Mato Grosso do Sul. “Já estava na hora de acontecer alguma coisa nova na política do nosso Estado”, concluiu o presidente de Kyoei. A caravana do grupo Danketsu foi bem recepcionada em Kyoei, confraternizando e dando muitas explicações sobre os projetos para melhorar o relacionamento entre as comunidades da Capital e interior. Para reforçar essa intenção, o secretário geral do grupo e presidente da Associação Okinawa de Campo Grande, Jorge Tamashiro e sua esposa Mituyo Maria Kanashiro, entregou a diretora de Escola Modelo de Língua Japonesa de Dourados, Shizuko Shirota uma lembrança que a deixou emocionada: um Shisa de porcelana (protetor do lar), produzido pelo Departamento de Cerâmica de sua associação.

A adesão de importantes lideranças da comunidade nipobrasileira de Ponta Porã e Paraguai ao Danketsu, mostra força do grupo O recém inaugurado Restaurante Nippon, localizado na Avenida Brasil, no centro de Ponta Porã, foi o local escolhido para uma importante reunião, no último dia 26, entre membros do Grupo Danketsu e lideranças da comunidade nipo-brasileira daquela cidade e do país vizinho, Paraguai. Inúmeras personalidades daquela comunidade foram ouvir de perto, os projetos do Danketsu para fortalecer a comunidade nipo-brasileira em Mato Grosso do Sul, que em muitos municípios do Estado, já sente os efeitos do ostracismo e abandono. Sob a coordenação de Mário Shigematsu, as lideranças convidadas ouviram atentamente as explanações do secretário geral do Danketsu, Jorge Tamashiro, do empresário Osvaldo Kohatsu e do pré-candidato a deputado estadual Carlos Ishikawa e

ficaram bastante admirados pela ousadia da empreitada, que é o de resgatar e fortalecer a cultura e o estilo de vida nipo-brasileiro, com forte atuação nos vários campos do setor produtivo, da ciência e tecnologia, econômica, esportiva e social, trabalhando de forma unida e sistemática na construção de um modelo de política que desenvolva ações não somente para a comunidade nipo-brasileira, mas para toda a sociedade sulmatogrossense onde está inserida. Após ouvir as considerações finais dos representantes do Grupo Danketsu, todas as lideranças presentes se posicionaram favoráveis ao projeto e se comprometeram em colaborar, especialmente na mobilização de toda comunidade nipo-brasileira de Ponta Porã e Paraguai para ajudar no que for necessário para tornar este sonho uma realidade. As lideranças solicitaram ainda à coordenação do Danketsu para inserir Ponta Porã como um dos municípios, onde existe comunidade nipo-brasileira, que deseja participar desta empreitada.


Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

SOCIAL

5

“Um dia você aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.”

Química Zuleide Katayama recebe homenagem na Câmara

Departamento de Tênis realiza mais uma edição do jantar sushi/sushimi na AECNB Mais uma vez, o pessoal do Departamento de Tênis de Campo deu uma mostra de competência na arte de bem servir. O jantar sushi/sushimi com música ao vivo foi um sucesso de bom ambiente e uma refinada culinária a base de peixe. Um sucesso que promete se realizar na feijoada que o Departamento pretende no próximo dia 25 de julho . Aguardem!

A engenheira química Zuleide Tomiko Katayama foi homenageada dia 9, na Câmara Municipal. A especialista em saneamento ambiental recebeu o prêmio Ecologia e Ambientalismo pelos seus trabalhos prestados na sociedade. Chefe da Divisão de Fiscalização e Monitoramento Ambiental da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Zuleide é res-

ponsável pelo gerenciamento da fiscalização e do monitoramento ambiental do município de Campo Grande, além de coordenar a execução das ações do Programa Córrego Limpo. Zuleide ingressou na área em 1988, na então Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), e desde então faz parte de diversas secretarias do Estado e da Capital.

Mega festa na ACB festeja aniversário de associados Um grande número de amigos, associados e convidados compareceu na noite do dia 27 na ACB – Associação Campograndense de Beisebol para festejar o aniversário de alguns associados, entre eles o presidente licenciado da ACB e pré-candidato a deputado estadual da comunidade nipo-brasileira, através do Danketsu, Carlos Massashi Ishikawa. Muitos amigos foram desejar a Carlos sucesso nesta empreitada e aos demais aniversariantes muita paz, saúde e prosperidade.

Colônia Jamic

Ainda festejando o anúncio do início da obra de pavimentação asfáltica ligando a via de acesso ao entroncamento da MS356 com a rodovia BR-262, no último dia 22, pelo governador André Puccinelli (PMDB), os moradores da Colônia Jamic, organizaram uma grande festa com várias apresentações culturais para comemorar os 51 anos de sua existência, contabilizando anos de lutas, mas de crescimento sustentável. Ancorados pela Associação Nipo-brasileira de Várzea Alegre, a diretoria da Camva e da associação receberam inúmeros amigos e convidados para dividir com eles a alegria pelos 51 anos de bela história de trabalho e perserverança, iniciado em 1959, com a chegada das primeiras 9 famílias que vieram iniciar atividades agrárias.

Padre Eduardo Asato Higa recebe prêmio Papa João Paulo II na Câmara Municipal

O Padre Eduardo Asato Higa, foi homenageado pelo vereador João Rocha, no último dia 18, em sessão solene na Câmara Municipal com o prêmio Papa João Paulo II, concedido a religiosos e cristãos que desenvolvem trabalhos relevantes no município de Campo Grande. O prêmio João Paulo II foi proposto pelo presidente da Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB) com intuito de manter viva a memória daquele que foi um marco na vida de milhares de cristãos no mundo todo, símbolo da paz, do amor e da harmonia


6

DEKASSEGUI

Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

Governo unifica auxílios de maternidade

EMPREENDEDORISMO

Projeto Nikkei/Dekassegui estará participando da primeira semana de cultura japonesa no MS O Projeto Nikkei Dekassegui Empreendedor é voltado ao desenvolvimento da capacidade empreendedora dos dekasseguis brasileiros, além de proporcionar apoio educacional, técnico e gerencial na implantação de negócios por este público no Brasil. O Projeto Nikkei Dekassegui estará participando da II mostra de Negócios Nikkei e Dekassegui no evento paralelo a Semana da Cultura Japonesa, dedicado ao fomento da integração dos povos Brasil e Japão, com foco nas oportunidades de negócios, através de palestras, exposições, feira de produtos e prestação de serviços, adicionais as atrações culturais das associações nipo-brasileiras de Campo Grande.

O evento ocorrerá em 4 dias e terá a entrada gratuita, durante o dia e a noite, reunindo público de todas as faixas etárias e etnias, visando estimular o interesse e a participação dos mais diversos segmentos sociais e empresariais do Estado. Dentre as atrações culturais destacam-se:  Concerto de Shakuhachi, por Danilo Tomic  Espetáculo de Teatro No  Cultura Pop Japonesa  Miss Nikkei MS  Área de Negócios e Oficinas Desenvolvido a partir de uma parceria entre o SEBRAE, o BID/FOMIN e a ABD, o Programa Dekassegui Empreendedor é voltado ao desenvolvimento da capacidade empreendedora dos dekasseguis brasilei-

ros, além de proporcionar apoio educacional, técnico e gerencial na implantação de negócios por este público no Brasil. Atendendo dekasseguis em fase de preparação para mudança ao Japão;

dekasseguis que vivem atualmente no Japão; e dekasseguis que se preparam para retornar ou já retornaram ao Brasil, o Programa Dekassegui Empreendedor tem por objetivo oferecer a este

público informações e conhecimento empresarial que possibilitem: • o desenvolvimento da capacidade empreendedora nos participantes, por meio de cursos e material especialmente desenvolvidos pelo SEBRAE; • a identificação e escolha de oportunidades de negócio no Brasil, a partir do acesso a informações precisas sobre várias oportunidades de negócio e do apoio dos consultores SEBRAE; • a preparação gerencial necessária para a implantação e a gestão bemsucedida de um negócio, após o retorno do dekassegui ao Brasil, por intermédio de cursos, material informativo e consultoria especificamente voltada para o público dekassegui.

O Governo do Japão unificou o Auxílio Básico Licença-Maternidade e Auxílio de Retorno da Licença-maternidade, e no dia 1º de abril lançou o criou no dia 1º de abril o Ikuji Kyuugyoo Kyuufukin, Auxílio Licença-maternidade. Com o novo auxílio, a parte que era paga após a volta da mãe ao trabalho será paga durante a licença. O novo auxílio paga 50%do salário por até 12 meses a partir da data de entrada do pedido. O Programa Adicional de Licença-Maternidade para o pai e a mãe também sofreu modificações.

Japoneses usam tempo livre para investir em dotes culinários

O povo japonês vem desenvolvendo uma nova maneira de se distrair e se divertir durante as férias do trabalho: assar bolos. Os efeitos da crise econômica ainda são sentidos pela população, e o planejamento de uma viagem exige uma boa quantia em dinheiro, por isso os japoneses têm encontrado na culinária uma opção de entretenimento. Um dos setores que mais cresceu em vendas nos últimos meses foi o de utensílios de cozinha, provando que a culinária tem, de fato, atraído cada vez mais adeptos. Para Masanori Sugihara, do departamento de artigos para o lar da Isetan, “Cresce cada vez mais o número de consumidores que querem transformar suas cozinhas em um lugar de interação com seus familiares e amigos, em vez de simplesmente comer em casa para economizar dinheiro.

Estão abertas inscrições para a 24ª edição da Maratona do Fogo

INTERCÂMBIO

Futsal japonês cria ramificação na Capital Ex-jogador de futsal da equipe Deução Kobe que faz parte da liga profissional de futebol de salão do Japão, o brasileiro Ricardo Tiwata, recebeu a tarefa de fomentar o esporte no Mato Groso do Sul com vista a promover o intercâmbio entre Brasil e Japão, criando uma ramificação do time japonês para futuras oportunida-des de atletas locais integrar a equipe principal do Deução Kobe no Japão. Formado profissionalmente no Brasil no futebol de campo, Tiwata jogou em times brasileiros até ser negociado para equipes européias, com

passagem por Portugal, Espanha e Grécia. Quando chegou no Japão para rever familiares, acabou se interessando pelo futsal, onde a liga é forte e muito valorizada. Por cinco temporadas, Ricardo Tiwata defendeu a equipe do Deução Kobe na liga profissional japonesa, sendo consagrado nas quadras de futsal, tendo participação especial naquele time. Quando resolveu voltar ao Brasil, a direção do Deução Kobe, pediu que o atleta desenvolvesse um projeto de intercâmbio, iniciando com a criação de uma escolinha com

atletas de 6 a 18 anos, onde o sistema de organização fosse a japonesa, adaptada ao talento do jogador brasileiro. Neste sentido, Tiwata, que veio morar em Campo Grande, já iniciou suas atividades, criando a escolinha na Rua Alagoas, 1081 – Vila Suiça, onde realiza peneirada e treina atletas de 2ª a sábado, com objetivo de montar uma equipe para participar de competições locais com vistas a futuro intercâmbio. Maiores informa��ões poderão ser obtidas através do fone 3306-7798 ou pelos emails: Ricardo@deução.com. br; Luciano@deução.com.br; contato@deução.com.br.

Foram abertas no dia 1º de junho as inscrições para a 24ª edição da Maratona do Fogo, que acontece no dia 04 de julho, entre as cidades de Fátima do Sul e Dourados. A prova terá largada na praça central de Fátima do Sul e a chegada no 2° Grupamento de Bombeiros Militar em Dourados. Em Campo Grande, as inscrições serão realizadas na Casa do Atleta - Rua 7 de setembro, 322; e na Fundesporte - Av. Mato Grosso n° 5778 - Parque dos Poderes, Bloco IV, telefones 3323-7229/3323 7233. Em Dourados, o local de inscrição é a Fundação Cultural e de Esportes de Dourados – Funced, situada na Av. Presidente Vargas, s/nº - Parque dos Ipês (Teatro Municipal) Bairro Tonani – Fone (67) 3411-7703. As inscrições de atletas de outras cidades do interior e fora do Estado são realizadas somente na Fundesporte por envio de fax: (67) 3323-7233. A ficha de inscrição pode ser re-

tirada no site www.fundesporte. ms.gov.br, no menu formulário, para impressão e envio por fax. Serão premiados em dinheiro os cinco primeiros colocados na classificação geral, masculino e feminino, além de medalhas de participação. A premiação será a seguinte: 1º colocado (R$ 3.000,00 e troféu); 2º colocado (R$ 2.500,00 e troféu); 3º colocado (R$ 2.000,00 e troféu); 4º colocado (R$ 1.500,00 e troféu);

5º colocado (R$ 1.000,00 e troféu). Também receberam prêmio em dinheiro os vencedores por categoria (faixa etária) aos 1º, 2º, 3º lugares, portadores de necessidades especiais (cadeirante e visual), masculino e feminino: 1º colocado (R$ 500,00 e troféu); 2º colocado (R$ 200,00 e troféu); 3º colocado (R$ 100,00 e troféu).

Festival da Melhor Idade em Dourados começa no dia 23 de junho O município de Dourados sediará a fase regional III do Festival da Melhor Idade. A competição, que a princípio seria do dia 10 a 13 de junho, foi transferida para 23 a 26 de junho. O congresso técnico acontecerá no dia 18 de junho (sexta-feira) às 14 horas na sede Fundesporte em Campo Grande. A chegada das delegações para o dia 23 de junho para o almoço no Centro de Convivência do Idoso de Dourados. A gerente do Festival da

Melhor Idade, Idileida Lima (Edi), infoma que a composição de cada delegação deverá ter no máximo 30 pessoas relacionadas, incluindo: chefe de delegação, atletas, técnicos e acompanhantes.

Confira abaixo as modalidades da competição: Modalidade / Forma de Participação Bocha Feminino - Dupla Bocha Masculino Dupla Malha - Dupla Festival de Dança Casal Dominó - Dupla Mista Damas Feminino - Individual Damas Masculino - Individual Truco ponto acima - Dupla Voleibol Adaptado Feminino e Masculino - Equipe Sinuca - Dupla


Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

COMUNIDADE

7

DIAS DAS MÃES

DIAS DAS MÃES

AECNB reúne mães de todas as idades para comemorar o seu dia

Muita cultura e homenagens marcam o “Dia das Mães” na Associação Okinawa

Uma extensa programação foi elaborada pela diretoria da AECNB – Associação Esportiva e Cultural NipoBrasileira para comemorar em grande estilo o “Dia das Mães” O ponto alto da festividade, foi o encontro das gerações. Mães de todas as idades foram homenageadas como sendo a responsável pela manutenção e transmissão dos valores à futura geração.

Na programação comemorativa, música, dança e muita cultura marcou o “Dia das Mães” na AECNB, que iniciou com a benção do Padre Paulo e apresentação do Coral da Nipo, coordenada pela maestrina Tokiko Yamamoto. O que veio a seguir foi muita cultura realizada pelas crianças, enchendo os olhos das mamães e vovós. Realizada no sistema motyori, os presentes puderam se deliciar com os mais va-

riados quitutes e continuar assistindo as inúmeras apresentações no palco da entidade. Para cortar o bolo, a participação da mãe mais antiga da comunidade nipobrasileira em Campo Grande: Uto Sotoma, com seus 102 anos de muita lucidez e discernimento. No palco, crianças da Escola Visconde de Cairu, Academia Gushiken e do grupo de Yossakoi Soran, além dos alunos do sensei Rodrigo Arakaki, de artes marciais, aliados a participação de inúmeros cantores de karaokê abrilhantaram o evento. Para o presidente da AECNB, Bernardo Tibana, a participação numerosa de associados, amigos e convidados mostra a importância que a mãe tem no lar de cada família. “Hoje celebramos aquela que com muito amor e dedicação nos ensinam os primeiro s passos rumo à cidadania plena, mostrando para todos nós o melhor caminho para sermos pessoas adultas e responsáveis”, disse o presidente convocando a todos para cantarem os parabéns!

Toda beleza e riqueza da cultura do povo de Utiná foi o ponto alto nas comemorações do “Dia das Mães” na Associação Okinawa de Campo Grande. Muita cor, simbologia, leveza e graça nas danças apresentadas pelos jovens, num esforço para demonstrar à suas mães e a comunidade presente todo o amor e importância que elas desfrutam na vida da entidade, como transmissoras dos valores às futuras gerações.

Totalmente lotada, a Associação Okinawa de Campo Grande ficou pequena para receber tantos associados, amigos e convidados neste dia tão especial. Para o presidente da entidade, Jorge Tamashiro, a mãe utinanchu é a coluna dorsal da comunidade, pois é através dela que os filhos experimentam os primeiros contatos com a cultura e desde cedo aprendem amar suas raízes e dela não se desvia jamais. “Para nós, da Associação Okinawa de Campo Grande, as mães são mais que especial,

elas são a nossa razão de ser e existir”, disse o presidente Jorge Tamashiro. Na extensa programação, cuidadosamente elaborada pelos departamentos de dança, canto, jovens, adultos em especial o Fujinkai, toda magia e simbologia da milenar cultura de Utiná, culminando com o grupo de jovens do Taiko, um dos departamentos que mais tem crescido e ampliado suas atividades, por envolver um grande número de crianças e jovens.


8

CULINÁRIA

Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

Frango com Shimeji e Rúcula DOOZO MESHIAGARI KUDASAI (Por favor, sirva-se)

Para quem gosta de praticidade, mas não abre mão de uma refeição saborosa, a produção dá a dica: Franco com Shimeji e Rúcula, prato que está no cardápio do Restaurante Meu Sushi/SP e que, é ensinado pela chef Rosa Nakamura. Simplesmente delicioso!

Ao entrar em um restaurante japonês você é recebido com a saudação acima. Para a cultura oriental, a refeição é uma cerimônia, não um ato de saciar a fome. Cada vez mais na moda, a comida japonesa vem conquistando mais adeptos. “O sushi é uma ótima opção para corredores, oferecendo diversos nutrientes importantes para um bom equilíbrio nutricional. A maioria das preparações (sushi, sashimi, missoshiro, tofu etc.) são pobres em calorias e gorduras, e ainda qualitativamente saudáveis, pois o peixe trás boa qualidade protéica, é rico em fósforo, zinco e, prin-

INGREDIENTES • 1 peito de frango • 100 g de shimeji preto • 10 folhas de rúcula • 25 g de manteiga • 50 ml de saquê • 50 ml de shoyu • 30 ml de azeite • sal a gosto

MODO DE PREPARO

As ricas proteínas encontradas somente na culinária japonesa SASHIMI (Peixe cru) Rico em Ômega 3

1- Corte o peito de frango ao meio e tempere-o com sal dos dois lados. 2- Em uma frigideira com azeite, frite o frango em fogo baixo.

ARROZ BRANCO Alimento fundamental na cozinha japonesa, possui ferro, fibras, tiamina e niacina. Contém ainda a maioria dos aminoácidos essenciais (os que não podem ser sintetizados pelo corpo, mas são indispensáveis para o seu bom funcionamento) e, também, carboidrato – fonte principal para produção de energia. MOYASHI (Broto de Feijão) Alimento rico em fibras e vitamina C. É consumido cru (em saladas regadas com molho shoyu) ou cozido, com carnes e legumes. Aumenta a produção de células de defesa do organismo.

3- Em outra frigideira, refogue o shimeji na manteiga. 4- Acrescente o saquê.

5- Adicione o shoyu. 6- Em um prato, disponha o frango e, por cima, o shimeji.

CHÁ VERDE Ajuda no bom funcionamento digestivo, por causa da presença de substâncias chamadas catequinas. Possui ação bactericida e antioxidante, ideal para corredores já que o stress físico gera radicais livres no organismo, que, em quantidade extrema, causa diversos malefícios, como fadiga, envelhecimento precoce. Pesquisas feitas na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, indicam que o poder antioxidante do chá verde é muito superior ao das vitaminas C e E e K. SHOGA (Gengibre) Gingerol e shogaol são os principais ativos dessa raiz, que possui efeito bactericida. Fortalece o sistema de defesa do organismo e tem ação antiinflamatória. Também é um ótimo digestivo. TOFU (Queijo de Soja) É a fonte de proteína, minerais e vitaminas. Ameniza os sintomas da menopausa, protege contra o câncer e previne a osteoporose, por ser importante fonte de cálcio, que é essencial para os ossos, a contração muscular e o funcionamento do sistema nervoso dos corredores.

7- Para finalizar, coloque a rúcula. 8- Está pronto!

Anote: Rendimento: 1 porção Nível de dificuldade: Médio Tempo de preparo: 3 horas

MISSOSHIRO (Sopa de Soja) Na receita, pasta de soja, algas, vegetais, tofu e peixe desidratado. É antioxidante, garante o bom funcionamento do intestino e do cérebro. Comum na dieta oriental, a soja é rica em isoflavonas. Com estrutura molecular semelhante à do hormônio estrógeno, essas substâncias previnem doenças do coração e alguns tipos de câncer.

cipalmente, Ômega 3: que é um nutriente muito importante para reduzir a inflamação nos músculos e articulações, com isso ajuda a acelerar a recuperação dos corredores; contribui também para manter a saúde e a estrutura dos tecidos de conexão e juntas; auxilia para a manutenção

dos níveis de testosterona para um ótimo desenvolvimento muscular; diminui os níveis de triglicérides (doenças do coração) e melhora a concentração, memória e performance do cérebro, e ajuda o organismo como um todo”, diz a nutricionista Gabriella Guerrero


Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

SAÚDE

9

Entenda o sistema de saúde do Japão

Ter um seguro no Japão pode ser vantajoso, já que os serviços de saúde são muito caros

Saiba como resolver as dificuldades que os dekasseguis passam quando necessitam de serviços de saúde no arquipélago Para facilitar a comunicação entre médicos japoneses e pacientes do Brasil, alguns hospitais e clínicas do Japão empregam tradutores brasileiros. Além de oferecer atendimento mais adequado, a medida visa reduzir a distância dos brasileiros aos consultórios de médicos japoneses. Outra ação também foi criada para tentar atender a comunidade de brasileiros.

Trata-se do curso para formação de intérpretes na área de saúde, oferecido pela Fundação de Intercâmbio de Mie, Tsu (Mie). Não basta apenas dominar os idiomas português e o japonês para atuar como tradutor da área da saúde. É aconselhável ter noções de termos técnicos da medicina, além de atualizar-se constantemente. A língua não é a única barreira encontrada pelos brasileiros. Por não compreenderem o sistema de saúde do Japão, ou imaginá-lo caro demais, muitos brasileiros adiam suas consultas. Confira, abaixo, algumas dicas selecionadas pelo Jornal MSShimbun, sobre o sistema de saúde japonês. Preços de internação No Japão, um dia de internação custa cerca de 10 mil

ienes. O valor inclui exames, equipamentos e medicamentos. Para uma consulta simples, gasta-se aproximadamente de 3 a 4 mil ienes, fora os medicamentos. Clínicas e hospitais particulares costumam cobrar até 50% a mais dos brasileiros, em relação aos hospitais públicos, que também cobram valores diferenciados. Em muitos casos, não é possível saber se o hospital é público ou particular. Clínicas costumam ser privadas e hospitais que levam o nome da cidade, geralmente são públicos. Mas a regra tem exceção. O mais recomendável é informar-se antes. Seguro É importante salientar que os seguros-saúde não oferecem cobertura completa em clínicas e nem em hospitais públicos. O Japão não conta com um critério padronizado.

Por esse motivo, em algumas regiões os brasileiros têm acesso ao seguro nacional e em outras não. Em casos de emergência e o auxílio de um assistente social, as prefeituras costumam aceitar o ingresso de pessoas doentes no kokumin kenko hoken (seguro nacional de saúde). Porém, em alguns casos, exige-se o recolhimento de taxas retroativas. Check-up Saiba que os seguros também não cobrem exames que compõem o check-up. Mas em compensação, os hospitais oferecem pacotes com muitas vantagens. Segunda opinião Caso não esteja satisfeito com o atendimento do médico, procure outro profissional. Mas informe antes sua decisão. O médico deverá fazer uma carta de apresentação com o tratamento feito até o momento. Trata-se do second opinion (segunda opinião). Erros médicos Outro fator prejudica ainda mais o sistema de saúde japonês: o aumento do número de casos de erros médicos. Para tentar sanar a situação, estuda-se até uma maneira de alterar o sistema de formação de médicos no Japão, principalmente a ausência de aulas práticas nos cursos. Disque-Saúde Há uma década, o Consulado Geral do Brasil em

Nagoya (Aichi) oferece o Disque-Saúde, serviço gratuito de orientação médica por telefone. O serviço, que conta com o patrocínio de quatro empresas brasileiras, já atendeu mais de 38 mil telefonemas durante os dez anos de existência. O Disque-Saúde foi criado para suprir a carência de

informações em português sobre os procedimentos e as instituições médicas para cada situação. Também é possível obter orientações médicas e apoio. A central de atendimento fará um cadastro e em seguida encaminhará o usuário para um dos seis médicos brasileiros que integram o sistema.


10

ESPORTE

Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

novo esporte

Tokio Bilhar/Rocket vence o 1º Torneio ACB Society

ACB sedia o 8º Torneio de Gateball Akira Otsubo

Atletas de Campo Grande, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Jamic, Laranja Lima, Naviraí e Quebra Coco, disputaram no último dia 23, o 8º Torneio de Gateball Akira Otsubo, nas quadras da Associação Campograndense de Beisebol, nas categorias Ouro e Livre. Ao todo 11 equipes da categoria ouro e 8 na categoria livre participaram do torneio durante todo o dia e ao final a classificação ficou assim definida: CATEGORIA OURO - 1º lugar (ACB “B”), 2º lugar (Naviraí) e 3º lugar (Nipo “B” e Dois Irmãos “B”). Já

Na CATEGORIA LIVRE – 1º lugar (Quebra Coco “A”), 2º lugar (Dourados “B”) e em 3º lugar (Laranja Lima “B” e ACB “D”). Sob a coordenação de Massato Aratani, a 8ª edição do Torneio Akira Otsubo contou com grande número de participantes de todas as idades, entre eles Sakuma Hissayuki de 92 anos. Participou ainda da solenidade de abertura e encerramento do torneio membros da família do deputado Akira Otsubo, bem como do presidente da AECNB, Bernardo Tibana. Nas suas considerações, o presidente da ACB, Anto-

nio Tadaioshi Mitsuyasu, parabenizou todos os atletas pelo esforço de saírem de suas cidades para estarem confraternizando na ACB, através do esporte. Agradeceu ainda a presença dos familiares do deputado Akira Otsubo. Carlos Massashi Ishikawa, presidente licenciado da ACB e pré-candidato a deputado estadual da comunidade nipo-brasileira através do Danketsu, lembrou da importância do esporte como ferramenta de integração social na busca pela manutenção da identidade japonesa em Mato Grosso do Sul.

Jogos emocionantes e acirrados marcaram o 1º Torneio de Futebol Society, promovido pela Associação Campograndense de Beisebol, disputados nos dias 22 e 23, que foi vencido pela equipe da Tokio Bilhar/Rocket, derrotando na final a equipe da Takeu´s. Em terceiro lugar ficou o time da ACB/All In. Coordenado pelo diretor Carlos Katayama, a primeira edição de um novo esporte que passa a ser praticado na entidade, surpreendeu pela velocidade como foi planejada e organizada. Pouco mais de uma semana, foi possível realizar com sucesso um torneio envolvendo 6 equipes e mais de cem atletas, mobilizando todos os associados e amantes do futebol para prestigiarem este evento, no campo onde também é praticado o beisebol e softbol. Apesar da acirrada disputa na

partida final entre as equipes da Tokio Bilhar/Rocket e Takeu´s, a conquista pode ser comemorada por todos que participaram do torneio, por ser o início de uma nova modalidade esportiva com novos personagens, agregando valor ao campo de beisebol e atraindo muitos jovens para uma maior participação nas atividades da ACB. Como todo torneio esportivo, no final são conhecidos os vencedores e os atletas que se destacaram na sua participação. Além da taça transitória que ficou com a equipe da Tokio Bilhar/Rocket, foram premiados o artilheiro (Beto Utima) e o Goleiro menos vazado (Bernardo Oshiro). O presidente da ACB,

Antonio Tadaioshi Mitsuyasu reconheceu o esforço do Departamento Esportivo em realizar com sucesso mais este evento, que só vem aprimorar as atividades desenvolvidas pela entidade, especialmente por mobilizar os mais jovens para o compromisso com a integração social. Usando também da palavra, o presidente licenciado da ACB e pré-candidato a deputado estadual, Carlos Ishikawa enalteceu o empenho da diretoria e da coordenação do evento, bem como parabenizou a participação de todos os atletas nesta iniciativa, que promete ficar marcada na história da associação. Participaram do torneio as equipes de Jamic, ACB/All In, Tokio Bilhar/ Rocket, APS, Takeu´s/FC e ACB

ACB conquista o bi-campeonato do Torneio Tomotaka Noda de Beisebol em Laranja Lima Com uma participação brilhante, a equipe da ACB – Associação Campograndense de Beisebol, venceu o 2º Torneio de Beisebol Tomotaka Noda – Categoria Adulta - em jogos realizados nos dias 29 e 30 no distrito de Laranja Lima. Participaram da competição equipes de Dourados (“A”, “B e “C”), Kyoei, Ponta Porã, Naviraí, Campo Grande e a anfitriã: Laranja Lima. Ao

todo oito equipes disputaram o cobiçado troféu que foi conquistado pela equipe da ACB, vencendo na final a equipe de Kyoei, pelo placar de 9 x 0, na terceira colocação ficou a equipe de Dourados “A”. O destaque ficou por conta da integração que o esporte pode proporcionar entre atletas, torcidas e as entidades nipo-brasileiras no Estado. Os jogos, como sempre, foram marcados pelo respeito ao adversário, mas nem por isso menos competitivo e acirrado. No final, a festa de confraternização é valorizada pelo esforço que atletas e clubes fazem para participarem das competições. Para vencer o torneio, a ACB derrotou, na fase classificatória, a equipe de Laranja Lima pelo placar

de 1 x 0. Na semi-final, venceu Naviraí por 5 x 1 e na grande final, contra Kyoei, emplacou um placar de 9 x 0, sagrando-se bi-campeão do Torneio Tomotaka Noda. Além de vencer o torneio, a equipe da ACB faturou a maioria dos prêmios individuais. O destaque foi para o atleta Carlos Ishikawa, presidente licenciado da ACB e pré-candidato a deputado estadual da comunidade nipo-brasileira, através do Danketsu, que ficou com o troféu de melhor arremessador. O prêmio de melhor rebatedor foi para Lúdio Marcondes; melhor empurrador de carreira: Fábio Kazama; Homerun: Rafael Hassegawa; melhor Gaia: Fábio Kazama e o troféu para o melhor jogador ficou para André kono.


Campo Grande-MS - Edição 39 - Abril de 2010

COMUNIDADE

11

Nipo-brasileiros de Caarapó lutam para reativar clube com realização de promoções A evasão de muitos membros da comunidade acabou por inviabilizar as atividades da Associação Nipo-brasileira de Caarapó, mas um pequeno grupo, apoiado pelo Danketsu quer reviver os velhos tempos Voltar aos velhos tempos de outrora. Este é o sonho dos remanescentes da comunidade nipo-brasileira da cidade

Associação Nipo de Navirai realiza mais uma edição da Copa Takehara de Softbol misto categoria livre Com 6 equipes e mais de 80 atletas, a XVII Copa Takehara já é uma tradição que ganha a cada edição maior número de participantes Há 16 anos, a Associação Nipo Brasileira de Naviraí – ANIBAN, realiza a Copa Takehara de Softbol Categoria Livre, uma justa homenagem a uma das personalidades esportivas mais importantes para a associação, especialmente pelo esforço em manter viva a tradição do beisebol e softbol. No último dia 15 aconteceu a XVII edição nos campos da entidade. Mais de 80 atletas, divididos em 6 equipes participaram desta competição que é considerada uma das mais importantes do calendário esportivo da ANIBAN, principalmente por ser uma das competições mais antigas e representativas para a entidade. Convidados para participar da confraternização festiva dos jogos, membros do Grupo Danketsu, acompanhando o presidente licenciado da ACB – Associação Campograndense de Beisebol, Carlos Ishikawa, que é um dos importantes nomes do beisebol no MS e agora pré-candidato a deputado estadual, pode discutir com os atletas e os associados, projetos para fomentar o esporte e a integração cultural e social. No período da noite, na sede social da entidade, quando os associados se reuniram para confraternizar entre si e fazer comentários sobre a performance dos atletas no jogo, mais uma vez, os membros do Grupo Danketsu estiveram presentes para dar maiores explicações sobre o projeto de fortalecimento das comunidades nipo-brasileiras no Estado. Para o presidente da ANIBAN, Edson Shingu, toda a comunidade nipo-brasileira de Naviraí há muito tempo espera ser convocada para participar de projetos que tenha por objetivo fortalecer a cultura dos seus ancestrais, mas que atualmente está sendo esquecida por falta de iniciativas. Fundada em meados de 1970, a ANIBAN conta em seu quadro social, em torno de 150 famílias. A estrutura física é composta por sede campo e social. Em três campos, a comunidade pratica o beisebol e softbol.

de Caarapó, há 268 km da Capital, no sudoeste do Mato Grosso do Sul. Com o advento do movi-

mento dekassegui, iniciado em meados de 1980, grande parte dos jovens nipo-brasileiros, por uma questão de oportunidade, acabaram por deixar seus familiares e o município, buscando no Japão uma forma de melhorar o seu futuro. Mas esse movimento acabou por comprometer o futuro da comunidade nipobrasileira, culminando com o fechamento do clube e o desaparecimento das atividades sócio-esportivas e culturais em Caarapó. Um grupo de descendentes, preocupados com a manutenção da cultura e do estilo de vida dos japoneses, resolveu lutar para reativar a entidade e buscar apoio em suas atividades. Com o surgimento do grupo Danketsu, uma oportunidade de voltar aos velhos tempos foi se tornando possível. No dia último 15, numa promoção prá lá de especial, a Associação Nipo-brasileira de Caarapó, hoje presidida pelo jovem Roberto Nakayama, recebeu alguns membros do grupo Danketsu no Rotary Club da cidade para discutirem projetos de fortalecimento daquela comunidade. O encontro foi realizado durante o almoço promocional, realizado com muito sucesso para arrecadar recursos para custear as primeiras atividades. Com o retorno de alguns descendentes ao município, a comunidade começou a se reagrupar e a trabalhar para reiniciar suas atividades como antigamente. Para retornar aos velhos tempos, muito trabalho ainda será preciso para recuperar o tempo perdido. Para Mourakato Satake, diretor social, a iniciativa do Danketsu de buscar diminuir a distância entre as entidades do interior com os da Capital, vai proporcionar maior visibilidade à cultura e o estilo de vida dos japoneses. “Nossa maior dificuldade é encontrar os parceiros certos para resgatarmos o nosso orgulho, enquanto entidade cultural nipo-brasileira”, disse animado com o início dos trabalhos.


12

ESPECIAL

Campo Grande-MS - Edição 40 - Maio de 2010

KARAOKÊ

Dai Sankai Shinzen Natsumero Taikai Mais um grande evento cultural foi realizado pelo Departamento de Karaokê da Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira, no último dia 30. O 3º Concurso Integração de Karaokê – Natsumero teve grande número de participantes e foi marcado pela participa-

ção de muitos cantores de outras entidades, como os da Associação Okinawa de Campo Grande. Crianças e adultos subiram ao palco e mostraram toda a beleza da música japonesa, competindo entre si não apenas para levar o troféu, mas para participarem de um grande evento

cultural, marcando com sua presença o esforço que as entidades fazem para manter vivas as tradições, além de aproveitar a oportunidade de confraternizar e des-

frutar de bons momentos entre amigos e convidados. Muito bem organizado pelo Departamento de Karaokê, apoiado pela ABRAC – Associação Brasileira da

Canção - seccional Mato Grosso do Sul, o 3º Concurso Integração de Karaokê – Natsumero repetiu o sucesso das edições anteriores, mostrando que os cantores

de Campo Grande estão inovando ao apresentar novas músicas, coreografias, vestuários, além de estarem participando cada vez mais cedo das competições.


40ª Edição do Jornal MS Shimbun