Page 1

Foto da Capa: Vinicius Ferreira

De olho no mercado de Trabalho

Empresário José Reinaldo, mantenedor da TECMED, encontrou nos cursos técnicos o caminho para capacitar jovens para o mercado de trabalho


EDITORIAL 03

Planejar para Vitória São José do Rio Preto I SP Fones: (17) 3033 8385 I 9619 2705 www.sevennights.com.br revista@sevennights.com.br Ano XV I no 191 I Fevereiro de 2013 Expediente Diretor Geral Fernando Furlan - MTB 32.892 revista@sevennights.com.br Diretor Administrativo Olavo Furlan Produção Gráfica Agência Messaggio Revisão Ortográfica Mário Welber Fotografia Tuany Pirani 17 3353 8838 / 8105 1270 / 8105 0855 Impressão Gráfica São Sebastião Fone: (17) 3215 0700 Tiragem 2.500 exemplares Publicação mensal Distribuição gratuita Academias de Ginástica Agências de Automóveis I Agências de Modelos Agências de Propaganda Agências de Turismo I Bares e Restaurantes Boutiques I Câmara Municipal I Cartórios Centros de Estética I Colégios Particulares Condomínios I Choperias I Cursinhos Churrascarias I Clubes Sociais I Danceterias Escolas de Informática I Escolas de Idiomas Fast Foods I Fotos I Hotéis I Lanchonetes Livrarias I Lojas de Conveniências I Óticas Papelarias I Perfumarias I Pizzarias Postos de Combustíveis I Salões de Beleza Shoppings I Universidades

Carregamos uma grande responsabilidade ao começar um novo ano! Estamos cercados de boas expectativas e realizações, mas para que isso aconteça devemos ter cautela e acima de qualquer coisa um bom planejamento. Hoje sabemos através da mídia que muitas pessoas sonham e desejam muitas coisas tanto no campo profissional quanto no pessoal. A cobrança é tremendamente grande pela sociedade para que façamos tudo melhor e diferente do que no ano anterior, para isso vamos navegar em alto mar, portanto corremos sérios riscos de naufragar. Viver de qualquer maneira é perigoso e para estarmos Fernando Furlan prontos para 2013 devemos colocar em prática nossos planos no papel, traçar a rota e buscar recursos em boas parcerias. É necessário se reinventar sempre! A visita um a um de maneira sábia e prática traz de volta muito cliente que “já se foi”. Digo muito que a rotina do dia-a-dia nos prepara para os resultados mais importantes do nosso trabalho, é o verdadeiro começo, meio e fim. Em outra mão é muito importante termos uma atenção com a saúde, exames de rotina em dia e um bom check-up nos preserva de sérios problemas no futuro. Começar uma atividade física regularmente com orientação profissional também é oportuno para o novo ano. A vida é aparentemente muito simples de ser vivida, mas a felicidade plena é para poucos. Portanto coloque seu barco no oceano do seu cotidiano calmamente, ajuste a direção de onde você realmente quer chegar e comece a bela jornada que tem pela frente, diante desse quadro Deus estará no leme te guiando para os melhores dias de sua vida. Com o retrato acima do perfil de um novo ano abençoado e cheio de oportunidades começamos a primeira edição de 2013 abordando o evento Comida di Buteco 2013, um pouco de informações sobre o rodeio no Brasil, um apanhado do Riopreto Automóvel Clube, a TOTVS que investe em modernas ferramentas de tecnologia e uma matéria completa sobre os eventos esportivos que ALCER (Associação de Lazer, Cultural e Esportiva Riopretense) vai realizar em 2013.

Making-OFF

Vídeo Locadoras

José Reinaldo, mantenedor da TEC MED, explanou sobre os projetos para 2013 durante visita do jornalista Fernando Furlan.

Boa Leitura!


04

PONTO DE VISTA

Tragédia e Espetáculo em Santa Maria Luciano Alvarenga

Sociólogo lucalvarenga@yahoo.com.br

Tão triste como assistir a morte de mais de duas centenas de pessoas, é acompanhar a sanha midiática e a adrenalina das emissoras de TV em transmitir todas as imagens possíveis, arrancar qualquer fala de quem quer que seja que lá tenha estado e de alguma maneira possa ser apresentado como protagonista da horrorosa tragédia. Enfiados entre caixões, familiares inconsoláveis, parentes e amigos angustiados por informação, profissionais médicos e bombeiros vão eles e suas câmeras transformando tudo em espetáculo, banalizando as dores, os sentimentos indizíveis por horas e horas de transmissão para que os outros milhões de pessoas a milhares de quilômetros dali, e que nada tem com aquilo, possam assistir. Na cultura do espetáculo, seguem-se agora as redes sociais transformadas elas mesmas num novo ramal de mídia divulgando fotos, vídeos, comentários infelizes, popularizando e massificando dores e sentimentos que não compartilham,

não dividem; desconsiderando o fato de que tudo isso é parte viva dos sentimentos de milhares de familiares diretamente envolvidos e que ainda que não queiram irão assistir na TV e na Internet sua dor e sua tragédia serem reproduzidas e contorcidas ao gosto de gente que apenas, e no mais das vezes, quer fazer parte de algo justamente por não ter participação nenhuma. É a compulsão de participar, comentar, dizer que viu que sabe que “deu uma espiadinha”. É a cultura do espetáculo. Pouca gente se importou com o fato de que milhões de reais, mais da metade, em alguns casos, dos recursos destinados pelo governo federal às vítimas das tragédias das chuvas no Rio de Janeiro, tenham sido desviados por corruptos de plantão. Os mesmos que ficaram chocados com a tragédia das águas, pouco se importaram ou se moveram em relação à corrupção praticada na oportunidade da desgraça alheia. A maior parte e a maioria das pessoas desalojadas no Rio de Janeiro nos últimos anos continuam a viver desabrigadas de bom destino sem que qualquer mídia ou os “de luto da internet” tenham se importado com isso. Retirado todo o potencial midiático e audiência da tragédia, retirada toda oportunidade de altruísmo virtual estéril e o bom mocismo que lhe acompanha, voltemos a nossa vida até que algo do mesmo sinistro aconteça e tudo se repita.

Saia do comum! Carlos Alex Fett Consultor Empresarial ca.fett@hotmail.com

Criatividade é diferente de invencionice. Criatividade é a capacidade de ter ideias diferentes, mas úteis e praticáveis. Algo que traga o novo, e que, depois da criação, não fique apenas no abstrato. Realizar o que concebeu requer habilidade e coragem. De maneira que o que não era possível ou imaginável torne-se realidade. Quem é criativo deixa a mente viajar. Várias ideias interessantes, e outras malucas, surgem espontaneamente. Enquanto divaga, o criativo consegue capturar o que realmente pode funcionar. Sem esta divagação é impossível que nossa mente seja criativa. Para ser criativo, são necessárias alternativas. E estas somente acontecem quando não cerceamos o pensamento. Domenico De Masi, autor do livro “O Ócio Criativo”, afirma que podemos treinar nossa criatividade aproveitando os momentos de lazer, descanso, conversa com os amigos, estudo, enfim, tudo o que não seja denominado trabalho para absorvermos o que nos vai ao redor. E, assim, criarmos as condições necessárias para aprender e crescer com as experiências próprias, alheias e da natureza. Abrimos, com isso, campo para ideias, reflexões, libertando-nos das amarras do conservadorismo, com novas perspectivas como seres humanos úteis. Leonardo da Vinci divagou sobre o helicóptero observando os pássaros. Já Gutemberg inventou a prensa gráfica após conhecer

a prensa de uvas de uma vinícola. Não se sabe se aumentou sua criatividade naquele momento com a degustação de uma taça de vinho... Mas, se o fez, brindou à criatividade de fenícios e egípcios, que foram ousados ao prensar as uvas e fermentá-las em aproximadamente 3500 anos AC. A pessoa criativa geralmente estuda o que pretende enfrentar ou o que a vem incomodando. Então, relaxa, deixa o cérebro liberto e registra o que pensou (em um papel, gravador, computador), mesmo que não sejam ideias práticas para o momento. Porém, depois de um tempo, enquanto está no chuveiro, dirigindo, exercitando-se ou dormindo, o cérebro recapitula as anotações e traz à tona soluções que pareciam inimagináveis em momentos anteriores. Não significa que as ideias surgidas serão infalíveis. Mas o hábito de estimular a criatividade fará com que ao persistirmos e corrermos o risco de tirarmos a ideia do imaginário notemos equívocos, facilitando o aprimoramento do que queremos implementar. Ou seja, corrigir distorções ou falhas da ideia principal também é criatividade. Criatividade não é apenas termos pensamentos vibrantes e aos montes. Direcionar as ideias, conhecendo os limites do mundo real, como escassez de tempo (vida particular), colaboradores e dinheiro (vida profissional), favorecerá com que a prática do imaginado seja proveitosa. Estimule a criatividade e conquiste horizontes. Você poderá descobrir mais do que pensa... “É ousar saber quem se é para poder repensar a vida e tornarse quem se pode ser”. Giannetti


PERFIL

05

Capacitação Profissional

Curso técnico é reconhecido como o caminho mais curto para inserção no mercado de trabalho. Competitivo e seletivo, o mercado de trabalho exige a cada dia mais do candidato. De um lado um batalhão de concorrentes com ensino superior em busca de uma vaga, do outro, empresas que oferecem vagas porém não encontram funcionários qualificados para o exercício dos cargos. Entre o candidato e a vaga existe um abismo chamado “qualificação”. Faltam candidatos que preencham as vagas técnicas nas empresas, com conhecimento e habilidade necessários. É perante essa realidade de mercado, que os cursos técnicos são apontados por mestres, empresários e alunos como o melhor e mais rápido caminho até a tão sonhada vaga de trabalho. Além de acelerar a inclusão dos estudantes no mercado de trabalho, os cursos técnicos, proporcionam a capacitação que o mercado tanto exige, com custos reduzidos e por um período bem menor que a graduação. Em média, os cursos técnicos possuem duração de dois anos, e os alunos, normalmente, tem mais facilidade para obter uma vaga de estágio dentro de sua área de atuação. Quando o estudante termina o curso, na maioria das vezes, já sai empregado. Estudantes de nível técnico possuem outra vantagem dos graduados em ensino superior, quando entram na faculdade na mesma área que já estudava, é mais fácil obter resultados melhores nos estudos, o que só acrescenta na sua formação. O curso técnico de enfermagem, por exemplo, chega a ser 60% mais barato do que um curso de Enfermagem tradicional, o que para muitos estudantes, é uma oportunidade única de melhorar sua formação. O Grupo Tecmed, possui várias áreas de ensino, como fundamental e médio, no entanto os cursos técnicos são os mais procurados, por serem mais acessíveis. “Sem dúvidas quem engrena em um curso técnico, sai na frente até mesmo de quem possui graduação. Hoje o mercado exige técnicas, e profissionalização. E é isso que buscamos oferecer aos nossos alunos”, explica José Reinaldo Teixeira de Carvalho, proprietário e fundador da Tecmed.

José Reinaldo Teixeira de Carvalho, proprietário e fundador da Tecmed.

Química, ótica, radiologia, análises clínicas, farmácia, enfermagem, estética e segurança de trabalho, são os cursos técnicos oferecidos pela instituição e de maior procura no mercado de trabalho. Além de ter a qualidade de um curso superior, são mais baratos e proporcionam um caminho relativamente curto até o mercado de trabalho.

SERVIÇO Telefone: (17) 2138-3939 Endereço: Av. Arthur Nonato, 5531, Jd. Panorama www.grupotecmed.com.br São José do Rio Preto


06

BUSINESS

Tributação das Empresas qual a forma mais vantajosa ? Todos os anos as empresas têm de tomar importante decisão: qual a melhor forma de tributação? Lucro real, lucro presumido ou Simples Nacional? Afinal, com a elevada carga tributária do País, o planejamento tributário torna-se um instrumento essencial para a redução de custos das empresas. Em um primeiro momento, a tributação unificada, como é o caso do Simples Nacional, pode parecer mais vantajosa. Fabio Mello Entretanto, aplicação a uma situação concreta, outras formas de tributação (lucro real ou presumido) podem ser mais atraentes. Como a legislação não permite mudanças de sistemática durante o ano, a opção por uma das modalidades é definitiva e afetará a tributação da empresa durante todo o ano calendário. Com isto todo inicio de ano é de extrema importância para aquelas empresas que ainda não tomaram o cuidado de verificar esta situação - forma de tributação, pois é o momento oportuno de se levantar informações em relação ao ano calendário anterior para que possa neste ano calendário vigente se preparar para uma possível mudança no futuro próximo, buscando a menor carga tributária. LUCRO REAL De uma forma geral, para as empresas que possuem valores consideráveis de despesas dedutíveis, a apuração do lucro real pode ser uma opção vantajosa porque poderá suspender ou reduzir o pagamento do IRPJ e da CSLL, quando os balancetes apontarem lucro real menor que o estimado, no caso de recolhimento mensal. Outra vantagem é que o prejuízo apurado no próprio ano pode ser compensado integralmente com lucros do exercício. LUCRO PRESUMIDO Já o lucro presumido pode ser uma forma econômica para empresas com margens de lucratividade superior à presumida, que varia de 1,6% a 32% do faturamento, dependendo da atividade. Há, também, algumas vantagens relativas as obrigações acessórias, pois o fisco federal dispensa as empresas enquadradas nesse regime de escrituração contábil, desde que seja mantido o livro caixa, lembrando que a escrituração contábil é dispensada pelo fisco federal, sendo que a empresa deve manter a escrituração

contábil para atender outras legislações. Outro aspecto importante, que deve ser levado em consideração na opção do contribuinte, refere-se à contribuição para o PIS/PASEP e a COFINS. A escolha entre o lucro real e presumido deve levar em conta essas contribuições, pois no lucro presumido, o regime é cumulativo, a alíquota do PIS é 0,65% e da COFINS 3% sobre a receita bruta. Já no lucro real, o regime é não cumulativo, entretanto as alíquotas são mais elevadas ( PIS 1,65% e para COFINS 7,6%), mas há direito à deduções do valor a pagar por meio de créditos previstos na legislação. SIMPLES NACIONAL No que tange ao Simples Nacional, primeiro é preciso verificar se a empresa pode optar por esse regime unificado de recolhimento de tributos. Em síntese, não pode exercer atividades vedadas pela legislação e o faturamento anual não pode ultrapassar R$ 3,6 milhões. Feita essa análise inicial, é preciso levar em consideração que esse regime não transfere crédito de IPI, o crédito correspondente ao ICMS é limitado ao efetivamente devido pela ME ou EPP e as receitas sujeitas ao regime de substituição tributária não estão incluídas no Simples Nacional, pois os tributos devidos (ICMS, ISS etc.) já foram recolhidos. Outro ponto a ser destacado é que as alíquotas do Simples Nacional são progressivas (variam de 4% a 22,9% sobre a receita bruta) e em algumas atividades de prestação de serviços a contribuição previdenciária patronal não está incluída no recolhimento unificado, o que muitas vezes acaba inviabilizando a opção dessas atividades ao sistema. Dessa forma, os prestadores de serviços devem ficar atentos, pois dependendo do tipo de serviço, a tributação sobre o lucro presumido pode ser mais vantajosa. CONCLUSÃO Portanto, a escolha da forma de tributação não é tarefa simples. O contribuinte, com o auxilio de um contabilista, considerando particularidades, meios de operação, receitas e despesas, tipo de atividades que desenvolve e porte, deverá efetuar simulações para conferir qual o melhor sistema. Fale com o Contador:

Fone: 17 3233 8232 / 3232 0439 Rua: Independência, 3531 www.mellocontabilidade.com.br

Bruno Covas libera recurso para projeto social do São Judas O secretário de Estado do Meio Ambiente, deputado Bruno Covas, liberou recurso para compra de um caminhão que será utilizado pelo projeto Reciclagem Cidadã, mantido pelo Serviço Social São Judas Tadeu de Rio Preto. Padre Luiz Caputo, presidente da instituição, esteve presente no gabinete do secretário acompanhado pelo assessor da Secretaria de Estado do Meio Ambiente Mario Welber, que indicou o recurso para a entidade. O padre agradeceu Bruno Covas e comentou a importância do projeto para a comunidade, “não são somente os adolescentes, mas também o meio ambiente e a cidade ganham, uma vez que investiremos ainda mais na coleta seletiva em Rio Preto”. O projeto Reciclagem Cidadã mobiliza cerca de 350 jovens carentes da comunidade em ações de educação ambiental, sustentabilidade e reciclagem.

Talhadão, Pólo Joalheiro e Parque Tecnológico A atuação do secretário Bruno Covas marcou um 2012 produtivo para a região de Rio Preto. Além de negar a construção das usinas hidrelétricas no Talhadão (uma das últimas reservas ecológicas da região), também foram liberados os licenciamentos ambientais do Parque Tecnológico e do Pólo Joalheiro. Ambos projetos transformarão Rio Preto em capital de tecnologia e indústria.


ENTRETENIMENTO

07

Redes sociais é o tema do Comida Di Buteco 2013 reunião de verdade. Ao todo são 20 bares que vão usar a imaginação e know-how para criar pratos diferenciados e com gostinho bem brasileiro, já que, para esta edição, todas as receitas precisam conter linguiça ou mandioca (ou os dois juntos) como ingredientes principais. Vários botecos participantes são tradicionais em Rio Preto e nas demais cidades. Alguns deles representam a própria vida dos proprietários. Alguns passaram de pai para filho, avô para neto, etc. Há também os mais novos, que nasceram com ótima relação com sua vizinhança e seguem fazendo tradição mesmo com menos tempo de existência. Todos os casos, ao final, são exemplos de empreendedorismo na área gastronômica. Cada participante cria um petisco para concorrer. O público e um corpo de jurados tem de visitar os botecos e votar no local. A média entre os quesitos avaliados garante o resultado da Rio Preto recebe de 12 de abril a 5 de maio o Comida Di

premiação. São avaliados de 0 a 10, a higiene, o atendimento, a

Buteco, maior concurso de cozinha raiz realizado em várias cidades

temperatura da bebida e o petisco (que leva 70% da nota). O voto

e estados brasileiros. Este ano, as redes sociais dão o tema para

do júri vale 50% e do público 50%. O Instituto de Pesquisas Vox

a edição, com intuito de ser um convite para deixar o computador

Populi é o responsável pela apuração dos votos nas 16 cidades

de lado para encontrar amigos ou fazer novas amizades em uma

participantes.

O esporte da cultura brasileira A montaria em touro é considerada hoje um dos esportes mais populares do país, ficando atrás do futebol e do vôlei. A modalidade faz parte da cultura sertaneja e leva milhões de pessoas às arenas espalhadas em várias cidades por todo o território nacional, movimentando principalmente a economia e o turismo destes municípios. Sediada em São José do Rio Preto (SP), a PBR (Professional Bull Riders) Brasil promove o Brahma Super Bull, maior campeonato hoje no país. O torneio, que vai de março a novembro, grande final, cerca de 500 competidores vão brigar pelos melhores lugares em mais de 60 etapas, algumas delas transmitidas ao vivo pela Globosat HD. A Rede TV! também apresenta um programa especial dedicado ao esporte, todos os domingos, a partir das 19h30. O país detém oito títulos mundiais nas mãos de cinco grandes competidores: Adriano Moraes, o maior atleta deste esporte nos últimos tempos, campeão em 1994, 2001 e 2006, Ednei Caminhas (2002), Guilherme Marchi (2008), Renato Nunes (2010) e Silvano Alves (2011 e 2012).

Foto: Colaboração / André Silva

reúne os 40 melhores competidores na disputa pelo título e pela premiação milionária. Até a


08

TRADIÇÃO

Automóvel Clube: uma história de sucesso Uma história grandiosa. Assim pode ser definida a empreitada lançada em 29 de março de 1920 por um grupo de influentes moradores da cidade, quando nascia o Automóvel Clube, a primeira e mais tradicional agremiação da cidade. Mantendo a tradição até os dias atuais, o clube é o ponto de encontro de amigos e familiares, além de ser reconhecido na região como referência em estrutura social, esportiva e gastronômica. Além da sede social que conta com grandes eventos, piscinas, quadras esportivas, academia, centro de convivência, restaurante panorâmico e bar aperitivo, os associados contam também com o clube de campo, com várias opções de lazer e entretenimento. Um verdadeiro paraíso localizado próximo ao centro de Rio Preto que oferece um ambiente tranquilo, onde as famílias podem praticar esportes e estar em contato com a natureza. Segundo o atual presidente do clube, Eládio Silva, o trabalho em prol da família aceana tem agradado as diferentes gerações, que se unem para passar momentos de lazer no clube. “O Automóvel Clube se firma a cada dia como um local para a realização de grandes eventos, produções especiais e como espaço ideal para encontro de amigos e recreação das famílias” conta o presidente.


TECNOLOGIA 09

Empresas se modernizam com ferramentas de Tecnologia da Informação Softwares contribuem para amadurecimento e desenvolvimento das organizações Planilhas em Excel e arquivos de relatórios impressos perderam espaço no mercado empresarial para modernas ferramentas de tecnologia. Cada vez mais modernos e funcionais, os softwares garantem o crescimento das companhias, o desempenho dos colaboradores, a ampliação dos lucros, além de rentabilidade e segurança nos processos administrativos e financeiros. “Os softwares contribuem para um cenário interno de integração, agilidade, segurança dentre outros fatores fundamentais para uma operação sustentável. É um grande desafio para as empresa ter as informações em tempo hábil para direcionar suas estratégias e ações, e esse papel cada vez mais depende das tecnologias disponíveis nos softwares”, explica Denis Augusto Gonçalves, arquiteto de soluções da TOTVS Oeste Paulista. A necessidade de ter mais controle das funções da empresa fez os irmãos Lívia e Matheus Costantini adquirirem um sistema para gestão do negócio do qual são sócios. Com a grande demanda de clientes vindos de todo o Brasil, os empresários optaram por um sistema que permitisse mais facilidade no acesso das informações e garantisse controle do fluxo de caixa. “Optamos pelo software para termos mais controle das ações desenvolvidas na empresa. O investimento valeu a pena e estamos muito satisfeitos com os resultados. Sentimos que os processos estão mais rápidos e além de tudo temos mais segurança com as informações da empresa”, conta a empresária Lívia Costantini Marques. “Mesmo usando a ferramenta há pouco tempo, já sentimos grandes mudanças

positivas”. O aumento no número das organizações que adquirem os softwares reflete o desejo das empresas em dar agilidade, informatizar seus processos e aumentar o nível de segurança das informações. “Além da empresa acompanhar as evoluções tecnológicas e estar atualizada das melhores práticas, mantém o cliente satisfeito, já que o mercado está cada vez mais exigente e competitivo”, finaliza o arquiteto de soluções.


10

EVENTO

Corridas de rua conquistam adeptos que buscam saúde, qualidade de vida e diversão Praticar um esporte, investir em qualidade de vida ou mesmo vencer um desafio pessoal. Esses são alguns dos motivos que levam mais de 4,5 milhões de brasileiros a praticarem corrida, modalidade esportiva que só perde em número de praticantes para o futebol. Mas nem sempre foi assim. Há pouco tempo, os praticantes eram apenas atletas profissionais ou de outros esportes em busca condicionamento físico. Hoje, o cenário mudou e muitas pessoas passaram a correr seja por esporte ou em busca de qualidade de vida, saúde, diversão ou networking. Segundo especialistas, os benefícios são muitos. A corrida não exige grandes investimentos em equipamentos, deixa as pernas torneadas e fortes, garante disposição para o dia a dia, pode ser praticada em diversos lugares, aumenta o fôlego, faz perder peso, previne doenças, melhora a autoestima, estimula o cérebro e ainda amplia o círculo de amizades. Além desses, outros motivos para esse crescimento e difusão do esporte no país estão o aumento de equipes formadas em academias e a qualidade dos eventos esportivos voltados especificamente para a prática da corrida.

Em São José do Rio Preto, centenas de pessoas já descobriram esses benefícios. E exatamente para contribuir para que isso continue aumentando e também para incentivar novos adeptos que um grupo de empresas formado pela Revista e TV Seven Nights e Marcelo Arroio Eventos se especializou em organizar e promover grandes eventos envolvendo toda comunidade de Rio Preto e Região. Durante seis anos, os empreendedores se aprimoraram e colocaram no mercado esportivo cinco grandes eventos: Nestlé Night Run (Corrida Noturna), Corrida de Rua e Caminhada Seven Nights, Corrida de Rua Damas no Damha, Caminhada e Passeio Ciclístico pela Paz e Corrida de Rua e Caminhada Damha. Diante do sucesso e crescimento, os empresários Fernando Furlan e Marcelo Arroio fundaram a Associação de Lazer, Cultural e Esportiva Rio-pretense – ALCER que acaba de completar um ano e já protocolou o primeiro projeto esportivo em 2012 em parceria com a Liga Riopretense de Futebol de Salão e se prepara para pleitear o título de Lei de Utilidade Pública. Para maiores informações é só contatar pelos fones: 17 3033 8385 ou 9161 4485.


DEPOIMENTOS 11 Para 2013, cinco eventos estão programados: MAIO – 3ª Nestlé Molico Night Run; JUNHO – 8ª Corrida de Rua Seven Nights; AGOSTO – 3ª Damas no Damha; OUTUBRO - 5º Passeio Ciclistico pela Paz; e DEZEMBRO – 5º Corrida de Rua Damha. Todos os eventos promovidos pela ALCER contam com apoio e parceria da Prefeitura Municipal de Rio Preto por meio da Secretaria de Esportes e Trânsito, Guarda Municipal e Polícia Militar. Os eventos são um sucesso e atraem pessoas de diferentes profissões, de todas as idades, formadores de opinião, atletas profissionais e amadores, entre outros. Tudo organizado com o mesmo profissionalismo e qualidade das principais e mais importantes corridas do Brasil. Segundo o supervisor de vendas da Nestlé, marca parceira dos eventos promovidos, Celso Aparecido Cestari, com a participação nas corridas de Rio Preto, temos a oportunidade de fixar nossa marca no mercado por meio da apresentação de produtos. “Além disso, nós conseguimos demonstrar a preocupação da nossa empresa em incentivar a realização de atividades físicas, fator importante para a saúde”, afirma. A busca pela saúde e o incentivo ao esporte também são alguns dos motivos que levaram o Grupo Encalso Damha a se identificar com as corridas. Segundo o do coordenador comercial do Grupo em Rio Preto, José Claudinei Fuzari, participar dos eventos é uma forma da empresa contribuir para a prática de esportes na cidade.

Outro parceiro que também se identifica com as corridas é o Pé de Açaí. De acordo com sócio do empreendimento, Davison Domingos Moreira, como trabalhamos com produtos saudáveis, os participantes destes eventos são clientes em potencial, pois se preocupam com a saúde. “Por isso é importante que nossa empresa sempre esteja presente. Até desenvolvemos, junto a um nutricionista, um suco repositor de energia, feito com açaí, banana e mamão, para o final das atividades físicas”, diz. “É um dia diferente em que as pessoas podem participar com a família, em um momento de lazer e bem-estar, inclusive colaboradores do nosso Grupo. Depois que começaram a trabalhar ou participar do evento, alguns funcionários adquiriram gosto pelo esporte”, destaca Fuzari. Outro ponto de destaque dos eventos é a visibilidade que o mesmo proporciona às empresas parceiras. Para o representante do Convênio Bensaúde, Célio Sgrignoli Junior, eles são uma oportunidade de se fazer novas parcerias e contatos além de também mostrar a todos que somos uma empresa que se preocupa com a prática de esportes e a saúde de todos. Vale ressaltar que antes de iniciar qualquer prática esportiva é preciso procurar um médico para a realização de uma avaliação profissional.


12 CORRIDA DE RUA

“Atualmente a nossa equipe conta com 30 mulheres. Treinamos de quarta a domingo para garantir preparo físico durante as competições. Acredito que eventos esportivos como os que a Alcer realiza durante o ano servem como incentivo para que as pessoas pratiquem o esporte”. Juliana Reis, educadora física da empresa de Assessoria de Corrida Juliana Reis

“Nos reunimos semanalmente para treinar. Percorremos de 5 a 10 quilômetros com um grupo médio de 40 pessoas, e grande parte participa de eventos esportivos pelo Brasil inteiro. Em Rio Preto, sempre estamos nas corridas promovidas pela Alcer que preenche uma lacuna para nós, pois a cidade ainda é carente de eventos deste porte”. Milene Souza, coordenadora de corrida na empresa Corpore

“A nossa equipe já participou de mais de dez eventos promovidos pela Seven Nights e Alcer. A qualidade deles já é conhecida pelos atletas e estamos na expectativa pelo início das corridas deste ano. Somos um grupo com cerca de 60 pessoas e valorizamos a iniciativa de realizar anualmente eventos deste porte”.

“Os eventos realizados pela Alcer servem de motivação para os alunos participarem de competições esportivas e para que diversas outras pessoas também façam parte dessas competições. Sempre competimos com 40 ou 50 alunos e temos a certeza de que as corridas são um estímulo para o todos”.

Leandro Martins, professor da Desafio Modelar, de Catanduva

Alex Briani, da Briani Assessoria Esportiva


CORRIDA DE RUA

“Reunimos em média 15 alunos que praticam diversas modalidades de exercícios físicos no Monte Líbano, para as corridas de rua organizadas pela Alcer. Iniciamos essa prática há mais de três anos e desde então continuamos a tradição de participar. As corridas são, sem dúvida nenhuma, uma grande oportunidade para promover a união dos atletas na prática dos esportes”. Andreza Faria Costa, educadora física do clube Monte Líbano

13

“A equipe do Automóvel Clube participa das corridas desde 2005, com aproximadamente 50 atletas. Nos reunimos no clube de campo da agremiação e em outros locais da cidade a cada 15 dias para os treinos abertos. Temos uma turma muita unida, que faz questão de participar desses eventos esportivos realizados em nossa cidade. Os alunos ressaltam a excelente organização nas provas e o apoio dado aos participantes. Já tivemos atletas rio-pretenses em nossa equipe que começaram as atividades conosco e hoje competem em maratonas e corridas internacionais”. José Augusto Machado, Prof de Educação Física do Automóvel Clube


14 CORRIDA DE RUA

“Nós, da Papamilhas Assessoria Esportiva, estamos sempre presentes nas corridas organizadas pela Alcer. É uma forma de integrar toda a equipe que treina em diversas modalidades e promover encontros entre os amigos das outras assessorias. Eventos que estimulam o esporte são de grande importância para a cidade. Já tivemos cases de clientes que mudaram sua história de vida através do esporte e isso é muito positivo. São pessoas que servem de espelho para as outras que estão começando”.

“Nossa equipe é composta por muitos iniciantes que almejam mais qualidade de vida. Por isso, participar dos eventos como os da Alcer, que oferecem opções de percursos mais curtos, é uma motivação para a equipe. Quando concluem uma corrida os participantes se sentem gratificados e entusiasmados para almejar trajetos mais longos. Esse é o espírito da corrida esportiva.” Daniel Nunes Junior e Ligiane Guerra Nunes, Coordenadores técnicos da DL Assessoria Esportiva

Danilo Rebolho, Preparador Físico da Papamilhas Assessoria Esportiva

“Sempre participamos dos eventos da Alcer pela organização, comprometimento e suporte que dispensam as equipes esportivas. Vários participantes da equipe Otdoor já conquistaram posições e resultados importantes nessas competições. Além de um estímulo, é um privilégio ter eventos com esse na nossa cidade.” Marcelo Lopes, diretor da Outdoor Assessoria Esportiva

“A princípio as pessoas começam a praticar caminhadas e corridas para combater o sedentarismo e buscar melhor condicionamento físico. Quando começam a competir elas pegam gosto e passam a praticar por prazer. A estrutura das ações da Alcer nos proporciona mais confiança e faz com que cada vez mais novas pessoas se integrem à equipe para participar. Com isso, os níveis de competições também aumentam.” Adalberto Garcia, coordenador da equipe Adalberto Garcia Raner


16

LANÇAMENTO

Encantando Mentes:

A história de um grupo de atletas cadeirantes que conquistou a América O livro procura tecer os detalhes de uma das memoráveis conquistas do esporte paralímpico brasileiro em 2012, o título Sul Americano de basquete sobre cadeira de rodas, feito que o CAD (Clube Amigo dos Deficientes) conseguiu representando o Brasil em Bogotá, na Colômbia. O autor, Prof. Ms. Jean Carlos, que é mestre em desenvolvimento humano e coach, elucida essa trajetória com uma linguagem simples e objetiva que é acompanhada pelo registro fotográfico dos principais momentos do CAD durante o torneio. De acordo com o autor, a narrativa acompanha as experiências vividas pelos atletas desde a viagem de São José do Rio Preto até a grande final contra a equipe colombiana do Frapon. “É uma obra que veicula uma história de superação e espírito de equipe, seu principal mérito está em mergulhar o leitor nos bastidores de cada jogo do CAD” diz o autor. O Prof. Ms. Jean Carlos, que é sócio proprietário da Up Desenvolvimento Humano, atua como Coach com diversos atletas tanto do contexto paralímpico quanto do convencional. Para ele, o trabalho de fortalecimento emocional e mental é fundamental para que o atleta possa concomitantemente as questões técnicas, físicas e táticas render o máximo de seu potencial. Nesse sentido, o livro também apresenta ao leitor conceitos básico sobre o que é e como o trabalho de coaching funciona. O lançamento oficial ocorre

no dia vinte e cinco de fevereiro (segunda-feira) às dezenove horas na biblioteca municipal de São

Jean Carlos

Arte Capa CAD

ENCANTANDO MENTES A História de um Grupo de Atletas Cadeirantes que Conquistou a América

abriu mão de parte de seus direitos autorais para reverter renda ao CAD (Clube Amigo dos Deficientes) descreve a repercussão da obra além do âmbito esportivo: “Como o tema trata de um

ENCANTANDO MENTES

José do Rio Preto. O autor, que

universo bem parecido com o ambiente corporativo, ou seja: foco, concentração, liderança, motivação dentre outros, tenho

BRASIL � ����

recebido vários convites de empresas e escolas para ministrar palestras”. Para o Prof. Ms. Coach Jean Carlos essa é a função mais relevante do livro “socializar conhecimento e experiências de sucesso”. O telefone de contato direto com o profissional é 17 4141 2972 ou pelo site www.updesenvolvimentohumano.com.br.


QUALIDADE 17

Americanflex é avaliada como “a melhor escolha” segundo Associação Brasileira de Defesa do Consumidor A partir de 2013, todos os colchões de espuma produzidos no Brasil serão inspecionados e chegarão aos consumidores com selo do Inmetro. As regras foram definidas pelo Instituto de Metrologia em conjunto com fabricantes, fornecedores de matérias-primas e organismos de certificação. Com a proximidade do final do prazo para a adequação das empresas fabricantes, a Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, realizou uma série de testes para verificar como os colchões se sairiam caso a nova regulamentação do Inmetro já estivesse valendo. Para surpresa, apenas dois dos dez modelos testados pela Proteste, entre eles o modelo American Top da Americanflex, seriam aprovados caso a regra já estivesse valendo. Três modelos apresentaram densidade muito inferior a especificada na etiqueta. Uma das marcas reprovadas contava com densidade 16 enquanto o colchão era vendido como se fosse densidade 33. A análise avaliou colchões de várias marcas, mas apenas o teste do produto da Americanflex apontou a densidade prometida e foi classificado pela associação como a melhor escolha para o consumidor.


18

EVENTO

Festa da Imprensa de 2012 reúne jornalistas de Rio Preto e região “Fim do Mundo, a melhor balada da sua vida”. Foi com esse tema que cerca de 600 profissionais da imprensa de Rio Preto e região puderam se divertir durante a 6ª edição da tradicional Festa da Imprensa. Realizado no dia 21 de dezembro de 2012, data emblemática em que, segundo as previsões da civilização Maia o mundo iria acabar, o evento reuniu os ingredientes necessários para uma noite de confraternização e muita alegria. Regada a rótulos premium de bebidas, bartenderes e a alta gastronomia assinada pelo buffet Villa Conte, a Festa da Imprensa 2012 contou ainda com as apresentações das bandas The Flash Jazz Rock e Milenium, do DJ Cláudio Gorayeb e da escola de samba Rosas de Ouro, de Catanduva. Maquiador profissional da Natura, a presença do Mágico Kadu e ainda a cabine fotográfica instantânea X Foto Cabine garantiram diversão e boas risadas. Para marcar ainda mais a data, além da estrutura e atrações, os profissionais presentes puderam participar de um sorteio com prêmios especiais como uma viagem a um dos melhores ressortes do Brasil, o Iberostar Praia do Forte e um par de brincos em ouro da Costantini Joalheria. “A festa é o ponto de encontro da imprensa. Um momento em

que os profissionais têm a oportunidade de se divertir, esquecer da correria do dia a dia e rever os amigos”, comenta Elaine Madalhano, uma das organizadoras do evento. Agradecimento aos patrocinadores e apoiadores: Seara, Grupo Marfrig, Guarani, Consfran, Villa Conte Buffet, Grupo Faria, CPF Construtora, Ultra X, Unimed, Totvs, Conebel, Pbr, Plaza, Porto Seguro, Paulo Emilio Audio, Zanovelo Eventos, Foco Som e Luz, Comunic.

X Foto Cabine: uma das opções de entretenimento mais disputadas As irmãs Jaqueline e Marina Ianes, que conduzem a X Foto Cabine, comemoram o sucesso da participação na Festa da Imprensa. O equipamento fotográfico foi um dos atrativos mais disputados do evento. “Esta foi a primeira vez que participamos da Festa e com certeza vamos voltar em 2013. Onde tem diversão tem X Foto Cabine! Tivemos a oportunidade de conhecer os profissionais que fazem as noticias na nossa região e também de apresentar nosso trabalho. Foi uma oportunidade muito positiva para a empresa”, afirma Marina, uma das sócias do empreendimento.


Revista Seven Nights - Fevereiro 2013  

Carregamos uma grande responsabilidade ao começar um novo ano! Estamos cercados de boas expectativas e realizações, mas para que isso aconte...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you