Page 1

doLIXO AO LUXO Um projeto para a vida.


Criador do projeto:

Mariana Schulz das Virgens Fone: (51 ) 3340 – 1046 Cel (51 ) 8459 - 9719 Emai: marianav.schulz@gmail.com


Por quê

do projeto? O comportamento de consumo atual tornou-se tão habitual que não existe a consciência do impacto que se causa no próprio ambiente. As pessoas não se dão conta de que o seu comportamento atinge diretamente todas as suas formas de existência o que inclui diretamente o lixo que elas produzem. Não perceber as conseqüências de seus próprios hábitos é uma doença do mundo moderno, o consumismo descontrolado também faz com que as pessoas descartem o que não tem mais utilidade e o seu próprio lixo de forma desorganizada. Resultando em cidades poluídas, onde praticamente sempre se caminha pelas ruas em meio ao lixo, não sendo perceptível para uma grande maioria, pois ele já faz parte do cenário.


“ Os psicólogos chamam isso de “cárcere” do consumo, uma vez que pode ser difícil fazer escolhas sobre o que comprar e o que não comprar porque hábitos, rotinas, normas sociais e valores culturais nos prendem em comportamentos insustentáveis..” O que é meu é seu Autor: Rachel Botsman e Roo Rogers.


O cenário caótico das grandes cidades por vezes não é culpa apenas de governos, mas sim da própria falta de cultura das pessoas em relação a sua produção de resíduos. Os cidadãos de Porto Alegre ainda não entenderam que a cidade faz parte da sua casa, e enquanto derem continuidade a esse pensamento permanecerão a sujar as ruas sem culpa. Por esse motivo o projeto social “do lixo ao luxo” foi criado, para desenvolver a consciência de que o lixo precisa ser respeitado com a sua devida importância e chamar a atenção dos porto-alegrenses para essa situação que é totalmente mutável por eles.


?

De que forma isso será feito?

A pesquisa feita pela DCS no livro “Postais do Rio Grande do Sul” que aborda o perfil dos gaúchos suas diversidades de gostos e hábitos de consumo, apresenta que o estado tem um gosto natural para a cultura e pintura. Dando destaque para a última citação onde o livro apresenta que 57% dos gaúchos gostam de pintura e 49% gostam de arquitetura. Com base nesses dados o projeto “do lixo ao luxo” capta a atenção dos gaúchos através daquilo que eles gostam por naturalidade, e utilizando esse conhecimento para conscientizar por meio do seu “prazer” e trazer de forma inconsciente a educação. O projeto “do lixo ao luxo” trará artistas gaúchos voluntários que queiram expor a sua arte nas lixeiras de bairros específicos de Porto Alegre. Para que possam divulgar o seu trabalho e agregar valor as lixeiras, transformando elas também em arte e consequentemente mais apresentáveis para a população e sua cidade. O que vai transformar o pensamento do artista em relação ao lixo, pois a lixeira vai

se tornar parte do seu trabalho, e passará a ter valor para ele. Conscientizando ele no desenvolver do projeto o quanto o lixo é importante para a sua cidade. E a população a olhar com outros olhos para as lixeiras, vendo a sua cidade mais alegre e bonita assim como sugere o próprio nome da cidade. Assim as lixeiras deixam de ter uma conotação negativa, onde as pessoas fogem do assunto por se sentirem enojadas. Evitando por vezes que ele se torne alvo de “queimadas”. O lixo que passa a ter um “status” de arte diminui a rejeição do gaúcho em relação a esse tema. O que é de suma importância para instituições e políticas públicas, devido a dois grandes fatores inevitáveis a COPA e as Olimpíadas. A cidade de Porto Alegre será exposta a um grande número de países e pessoas. Abrindo o país para uma visão negativa ou positiva da sua organização, e visão de costumes da sua população.


?

Qual é o objetivo disso?

O projeto “do lixo ao luxo” será realizado para conscientizar as pessoas de que o lixo é importante e deve ser visto com respeito. Para que se evitem as realizações de fogueiras dentro dos containeres, e as pessoas passem a enxergar o local correto de colocar os seus resíduos já que essa percepção tem diminuído cada vez mais. Chamando assim a atenção para esse tema de forma singular, como citado anteriormente através dos seus gostos mais pessoais e comuns a cidade que é a arte e a pintura. Com o objetivo também de tornar a cidade mais rica e interessante visualmente, tanto para os estrangeiros quanto para os conterrâneos. O objetivo é tornar o ato de colocar o lixo no local

certo um habito, não somente para receber os principais eventos da história como a COPA e as Olimpíadas, mas para depois desses. Pois, todos os Porto-Alegrenses merecem desfrutar de sua cidade limpa e ter orgulho de sua higiene para com suas ruas. O projeto tem o desígnio de abrir os olhos das pessoas, pois elas têm a noção do que deve ser feito, porém não o fazem. Elas necessitam apenas de um “empurrão” para tomar a atitude certa. Para que a cidade se transforme em uma referência em boa educação e uma rota de turismo e futuramente o próprio projeto ser realocado para auxiliar as outras cidades do país.


Quem se beneficia O público beneficiado pela realização deste projeto será os próprios residentes da cidade de Porto Alegre, as instituições e políticas públicas. Por ser um projeto que visa o bem comum, sera visto de forma positiva pelas redes de comunicação e sociedades no geral.


ME TO DO LO GIA

O projeto se dará em 5 (cinco) etapas respectivamente Divulgação do projeto, Seleção de trabalhos, execução e divulgação dos resultados.

A etapa de divulgação se dará através das redes sociais Facebook e Twitter por um vídeo postado no “vimeo” que fala de forma singular, criativa e direta sobre o projeto e direcionando-as para um blog (blogspot) onde poderão inscrever sua arte do contêiner para ser selecionada a realizar o seu trabalho. O processo de inscrição se dará pela ficha de inscrição e a arte feita pela pessoa no modelo do contêiner disponibilizado no blog. Assim com essa forma de organização é possível averiguar quantas pessoas irão se voluntariar para fazer parte do projeto. E o material prévio que desejam utilizar minimizando transtornos relativos a falta de materiais. O nome do projeto é “Do lixo ao luxo”, mas o tema designado será livre apenas dando uma sugestão para quem gosta de partir de uma temática para melhorar o processo de criação que será “Eu sou feito de...”.

A Seleção de trabalhos será feita através da equipe realizadora do projeto. Para que não haja constrangimentos caso exista algum trabalho ofensivo para a sociedade. Na terceira etapa a execução, os artistas serão reunidos em um saguão e antes de iniciarem os seus trabalhos será apresentada a eles uma palestra sobre a importância do lixo, porém o especialista escolhido necessita ser uma pessoa comunicativa e que cative os espectadores para que eles se motivem com a causa fazendo-os sentir parte de uma real mudança na sociedade consequentemente inspirando-os. No próprio salão os contêineres estarão dispostos e limpos para execução dos trabalhos. Um Kit será dado ao artista para que ele possa fazer a sua arte enfatizando que aquele material é dele e dificilmente terá outro disponível. Durante todo o processo de criação realizada pelos artistas, a palestra e instalação dos containeres haverá um dois responsável registrando todos esses processos captando imagens através de câmera fotográfica e filmadora, pois esse material será utilizado na etapa de divulgação dos trabalhos, onde será feito um vídeo com o material coletado e postado no blog e nas demais redes sociais com agradecimentos aos artistas voluntários e a equipe realizadora. Todo o projeto será feito em três meses e vinte dias.


IMPACTO IMPACTO IMPACTO Os resultados esperados durante e após o processo de execução do projeto é de que haja uma identificação das pessoas com o que está sendo construído e o seu resultado de arte nos contêineres. No momento em que há uma valorização da superfície em que a arte se encontra tornando a “lixeira” agradável visualmente, diminuindo a rejeição das pessoas em se aproximar dessa para colocar o lixo. Até mesmo provocando a aproximação para poder vislumbrar mais detalhadamente a pintura e a originalidade dos trabalhos executados pelos artistas da sua terra.

O impacto será gerado pela arte feita e o “buss” que será gerado pelos meios de comunicação e pelos próprios artistas que naturalmente vão tornar o projeto conhecido, pois a sua arte estará em uma exposição a céu aberto semelhante ao projeto mundial “Cow Parede”, que roda o mundo abrindo oportunidades para todos os artistas se mostrarem com a arte nas esculturas de vaca diversas criadas especialmente com o fundamento de divulgação artística. Do “Lixo ao Luxo” é mais do que o ato de divulgar a arte em si, tem utilidade, a organização e o respeito da cidade com o seu ambiente, colocar o lixo no lixo. Além de fazer com que se torne um atrativo instigando as pessoas a tirarem fotos ao lado dos contêineres, tornando-os um atrativo turístico.


Parcerias As parcerias escolhidas para a realização do projeto são sugestões para que se tenha uma maior abrangência de credibilidade, pois são marcas almejadas por artistas e conhecidas pela população simpática a arte e ao bem- estar entre população e meio ambiente. Podendo ser alterada essa estrutura de parcerias conforme o interesse desses para com o projeto.


Esse projeto visa o bem de totas as pessoas envolvidas espero que tenham gostado. Sugerir e criticar o projeto faz parte sendo bemvindo quaiquer comentarios. Obrigada.

doLIXO AO LUXO Um projeto para a vida.

Do lixo ao luxo  

Projeto social para a Prefeitura de Porto Alegre.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you