Page 18

BREVES APONTAMENTOS SOBRE AS OPRESSÕES PATRIARCAIS E A OBRA DE JOAQUÍN HERRERA FLORES

Denise Maria Schellenberger1   Dentre a obra de Joaquín Herrera Flores, inesquecível ser humano, “trianero” e saudoso mestre dedicado ao tema dos direitos humanos, encontramos o livro “De habitaciones propias y otros espacios negados (uma teoria crítica de las opressiones patriarcales)”, dedicado em especial ao estudo das opressões patriarcais a que são submetidas as mulheres. Deste denso e interessante texto pinçamos aqui, relembrando os ensinamentos expostos em conversas e também em sala de aula, alguns aspectos que consideramos relevantes, sem detrimento de outros e com a singela intenção de homenagem e leitura/releitura, sem pretensão de esgotar o tema e sim de debater e repercutir as idéias e o pensamento crítico do mestre. Entre os diversos aspectos abordados, enfatizamos a análise do mestre sobre o patriarcalismo e o que denomina “depredador patriarcal” bem como a visão sobre as teorias feministas, perpassando os temas da liberdade e da igualdade (Que igualdade? Igualdade de que?); constatando o lineamento de uma teoria da justiça, na esteira de Iris Marion Young, chegando no conceito de espaço analisado dentro da separação entre o público e o privado e a necessidade de reinterpretar o espaço como um espaço social ampliado, desde uma visão crítica e igualmente ampliada da atividade política. 1 Procuradora do Trabalho do MPT-RS, Mestra em Direito pela PUCRS e Doutoranda em Direitos Humanos pela Universidad Pablo de Olavide-Sevilla Rev. MPT RS, Porto Alegre, nº 2, p. 17-36, 2010.

Revista MPT_Flori.indd 17

17

4/6/2011 3:15:09 PM

Revista do MPT-RS nº 2  

Revista do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul editada sob responsabilidade dos procuradores do Trabalho lotados no Estado.

Revista do MPT-RS nº 2  

Revista do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul editada sob responsabilidade dos procuradores do Trabalho lotados no Estado.

Advertisement