Page 13

em 02 de outubro de 2009, no mesmo bairro e na mesma rua em que nasceu, calle San Jacinto. Durante toda sua vida acadêmica buscou ir além dos muros universitários e, em contato permanente com os movimentos sociais, levar adiante a luta pela construção de um mundo mais justo e solidário. Sua teoria pregava visibilizar os contextos, desestabilizar o hegemônico para depois transformar o mundo em um lugar onde a dignidade do ser humano seja o valor mais importante. Defendia que os direitos humanos são um processo, um resultado de lutas sociais pela busca de espaços que possibilitem a todos e a todas lutar por sua dignidade, a partir de uma igualdade material, que permita colocar em prática uma liberdade positiva e uma fraternidade emancipadora. De acordo com sua teoria, por intermédio das lutas travadas pelas pessoas, individual ou coletivamente, é que se possibilita o acesso aos bens, materiais e imateriais, necessários para viver dignamente, tais como moradia, alimentação, trabalho, lazer, liberdade de expressão e liberdade religiosa. Ao considerarmos os direitos humanos como um produto cultural, frente ao qual se pode reacionar política, social ou juridicamente, deixamos entrar a realidade no conceito, abandonando os fenômenos naturais, metafísicos e transcendentais. E, ao escrever sobre a importância do riso para impulsionar essa luta pela dignidade humana, disse que a alegria, o sentido do humor são antídotos eficazes contra o totalitarismo e o autoritarismo, pois o riso carrega em si esse caráter subversivo. Na obra “O nome do riso” nos incita a lutar por nossa capacidade genérica de fazer e por generalizar a possibilidade de fazer valer nossas plurais e diferenciadas formas de lutar pela dignidade. Disso, segundo ele, gerará a alegria 12

Revista MPT_Flori.indd 12

Rev. MPT RS, Porto Alegre, n. 2, p. 11-13, 2010.

4/6/2011 3:15:09 PM

Revista do MPT-RS nº 2  

Revista do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul editada sob responsabilidade dos procuradores do Trabalho lotados no Estado.

Revista do MPT-RS nº 2  

Revista do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul editada sob responsabilidade dos procuradores do Trabalho lotados no Estado.

Advertisement