Issuu on Google+

SUS

RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Prefeitura Municipal de Divinópolis

Sistema Único de Saúde


ÍNDICE

I – IDENTIFICAÇÃO............................................................................................................................

01

II – GESTÃO DAS AÇÕES...................................................................................................................

02

III – ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA........................................................................................... 02 IV – REDE FÍSICA E EQUIPAMENTOS.......................................................................................... 03 V – RECURSOS HUMANOS.................................................................................................................

04

VI – CONTROLE SOCIAL.....................................................................................................................

07

VII – CONTROLE AVALIAÇÃO, REGULAÇÃO E AUDITORIA.................................................. 08 VIII – INFORMAÇÃO EM SAÚDE....................................................................................................

14

IX – VIGILÂNCIA À SAÚDE..............................................................................................................

15

X – ASSISTÊNCIA HOSPITALAR....................................................................................................

21

XI – ATENÇÃO ESPECIALIZADA..................................................................................................... 22 XII – ATENÇÃO BÁSICA.....................................................................................................................

24

PACTO DE GESTÃO..........................................................................................................

26

PACTO PELA VIDA............................................................................................................

27

XIII – PRINCIPAIS INDICADORES...............................................................................................

28

POPULAÇÃO RESIDENTE...............................................................................................

28

NASCIDOS VIVOS........................................................................................................... 29 COBERTURA VACINAL.................................................................................................... 29 CAUSAS DE INTERNAÇÃO........................................................................................... 30 MORTALIDADE................................................................................................................. 31 XIV – GESTÃO FINANCEIRA........................................................................................................... 33 XV – ANEXO


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

IDENTIFICAÇÃO Município: Divinópolis Estado: Minas Gerais Número de Habitantes: 213.277 (Estimativa IBGE para 2008)

Dados da Prefeitura Municipal CNPJ: 18.291.351/0001-64 Endereço: Rua Pernambuco nº 60 – Centro – CEP: 35.500-008 Telefone: (37)3229-6500

Fax: (37) 3229-6782

Órgão Gestor da Política de Saúde: Secretaria Municipal de Saúde Endereço: Avenida Getúlio Vargas, nº 268 – Centro – Cep: 35.500-024 Telefone: (37)3229-6800

Fax: (37)3250-5471

Condição de Gestão: Plena do Sistema Municipal pela NOB 96 Regionalização da Assistência: * Pólo Microrregional de Saúde da Microrregião Divinópolis/SAMonte * Pólo Macrorregional de Saúde da Macrorregião Oeste

Gestão 2009-2012 Prefeito Municipal: Vladimir de Faria Azevedo E-mail: gabineteprefeito@divinopolis.mg.gov.br Gestora: Rosenilce Cherie Mourão Gontijo Resende E-mail: cheriesemusa@divinopolis.mg.gov.br

Gestão 2005-2008 Prefeito Municipal: Demetrius Arantes Pereira E-mail: gabprefeito@divinopolis.mg.gov.br Gestor: Vanir Alves de Andrade E-mail: vanir@divinopolis.mg.gov.br 1


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

GESTÃO DAS AÇÕES

LINHA DE AÇÃO: Assistência Farmacêutica

Diretriz Prioritária: Garantir o acesso dos usuários do SUS aos medicamentos básicos.

Meta: Informações educativas e técnico-científicas, de fácil acesso, disponíveis para os servidores e a comunidade.

Justificativa: Melhorar a qualidade da assistência prestada pelos servidores envolvidos na prescrição e/ou na dispensação farmacêutica e a conscientização da comunidade quanto ao uso de medicamentos.

Ações:  Implementação das atividades de assistência farmacêutica através da reativação do Comitê Científico para a padronização e estudo dos medicamentos;  Implantação da Farmácia no C.S.Ermida;  Implantação do programa “Super Ativo” disponibilizando aos portadores de TDAH (hiperatividade) um novo modelo assistencial dissociado (pelo menos em um primeiro momento) da intervenção medicamentosa. Através de um trabalho intersetorial, o município tem disponibilizado às crianças e aos adolescentes com diagnóstico de hiperatividade atividades esportivas, artísticas e culturais como alternativas a um tratamento essencialmente medicamentoso;  Regularização e manutenção dos estoques de medicamento, garantindo a não interrupção do tratamento;  Implementação das atividades do comitê científico na padronização e estudo dos medicamentos usados na rede SUS;  Realização de 7.000 boletins e capacitação de todos os profissionais prescritores da rede própria com os seguintes temas: -

Asma e Rinite;

-

Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade;

-

Hipertensão Arterial Atualização;

-

Dislipidemias;

-

Protocolo Clopidogrel;

-

Protocolo Carvedilol;

-

Informe Técnico - Novos Medicamentos Padronizados. 2


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Atendimentos nas Farmácias Públicas em 2008 Central

421.872

Niterói

129.776

Nossa Senhora das Graças São José

72.325 234.364

Sersam

43.593

TOTAL

901.930

Fonte: SIS/SEMUSA/Divinópolis

LINHA DE AÇÃO: Adequação da rede física e equipamentos das unidades assistenciais próprias

Diretriz Prioritária: Adequar a rede física das unidades assistenciais próprias para a garantia do acesso da população a serviços compatíveis com as normas técnico-científicas vigentes.

Meta: Condições adequadas da estrutura física da rede assistencial própria e suficiência tecnológica para a oferta de serviços de qualidade.

Justificativa: Algumas unidades próprias com estrutura física precária, fora dos padrões recomendados pela VISA e necessidade de manter o funcionamento das unidades de saúde, considerando materiais e equipamentos para o conjunto das ações propostas para esses serviços.

Ações: Reforma do C.S. Tietê, C.S. Itaí e C.S. CSU (pequena reforma e pintura); Reforma e ampliação do C.S. Nações; Construção do C.S. Santo Antônio dos Campos; Construção do C.S.Afonso Pena; Mudança e reforma do PSF Vale do Sol e do PSF O.M. Gontijo (funcionava no mesmo prédio da ESF Serra Verde);  Reforma do Posto de Atendimento da Comunidade do Choro (PSF Quilombo);

    

3


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

 Reforma do Posto de Atendimento da Comunidade Rural do Inhame (PSF Jardinópolis);  Construção do Laboratório Análises Clínicas - em fase adiantada de execução: a conclusão da obra estava prevista para final de novembro/2008, no entanto, durante o processo de execução da obra detectou-se a existência de problemas de ordem técnica referentes ao sistema de ar condicionado e exaustão. A empresa responsável pela elaboração dos projetos formulou um relatório técnico propondo alternativa para que os problemas identificados fossem equacionados. A SEMUSA acionou a Procuradoria e a Controladoria do município sobre a possibilidade de acatar a alternativa técnica apresentada, uma vez que, além do ônus financeiro relativo a elaboração/revisão do projeto, tal empreendimento poderia implicar também na alteração do custo da obra cujo critério de julgamento foi o de menor preço. De posse do parecer da Controladoria/Procuradoria a SEMUSA solicitou à SEMVOP que fossem tomadas as providências necessárias;  Reforma do SERSAM com ampliação da área física para funcionamento em tempo integral, 24 horas/dia (CAPSIII);  Reforma e ampliação do Pronto Socorro - em fase adiantada de execução: a conclusão da obra estava prevista para final de novembro/2008, no entanto, durante o processo de execução da obra detectou-se a existência de problemas de ordem técnica referentes ao sistema de ar condicionado e exaustão. A empresa responsável pela elaboração dos projetos formulou um relatório técnico propondo alternativa para que os problemas identificados fossem equacionados. A SEMUSA acionou a Procuradoria e a Controladoria do município sobre a possibilidade de acatar a alternativa técnica apresentada, uma vez que, além do ônus financeiro relativo a elaboração/revisão do projeto, tal empreendimento implicaria também na alteração do custo da obra cujo critério de julgamento foi o de menor preço. De posse do parecer da Controladoria/Procuradoria a SEMUSA solicitou à SEMVOP que fossem tomadas as providências necessárias;  Cadastramento junto ao Fundo Nacional de Saúde do projeto de construção de um único almoxarifado dentro dos padrões da vigilância sanitária;  Aquisição e instalação na Policlínica de um aparelho de ultrassom digital com ecocardiógrafo, ultrassonografia pélvica, endovaginal, obstetrícia, abdominal e prostática;  Contrato de comodato do aparelho “Imullaite 2000” para o Laboratório de Análises Clínicas;  Aquisição de equipamentos para a rede assistencial e para o nível central da Semusa, conforme anexo.

4


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

LINHA DE AÇÃO: Desenvolvimento de Recursos Humanos

Diretriz Prioritária: Desenvolver um programa de educação permanente para os servidores da Semusa, de modo a proporcionar sua constante atualização profissional, visando à realização de ações e serviços de saúde eficientes e eficazes.

Meta: Profissionais atualizados, com domínio técnico e conscientes de suas atribuições. Constante atualização dos conhecimentos dos Servidores da Semusa.

Justificativa: Melhorar a autoestima, a humanização e o comprometimento dos funcionários, necessários à realização de ações e serviços de saúde eficientes e eficazes.

Ações:  Realização de capacitações, reuniões com as unidades de saúde com enfoque na integração de grupos e equipes, motivação da equipe interdisciplinar, informações sobre: Estatuto, Ética e questões jurídicas relacionamento intra e interpessoal, relacionamento profissional, auto-estima;  Execução do Progesus – Programa de Qualificação e Estruturação da Gestão do Trabalho e da Educação no Sistema Único de Saúde;  Participação de servidores em congressos científicos e classistas;  Incentivo à participação dos servidores em programas permanentes de gestão e assistência no SUS – por exemplo: grupo de multiplicadores do plano diretor da atenção primária, capacitações constantes da equipe do SAE (DST/AIDS), descentralização da saúde mental;  Aumento considerável no número de servidores, melhorando a distribuição das tarefas: Quadro comparativo: Nº de servidores lotados na Semusa nos anos 2004 e 2008 Número de Profissionais Ano 2004

Ano 2008

Diferença (Ano 2008 - Ano 2004)

Superior

402

489

21,64%

Médio

490

190

-61,22%

Fundamental

162

698

330,86%

3

2

-33,33%

1.057

1.379

30,46%

Nível

Elementar

Total

Fonte: Dados 2004: Relatório de gestão 2004/SEMUSA; Dados 2008: Administração de Pessoal/RH/Semusa

5


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Comparando os anos 2004 e 2008, observa-se um aumento de 322 servidores (30,46%), sendo 27,02% referente à profissional de nível superior. Relação dos Profissionais lotados na SEMUSA em Dezembro/2008: Nível

Ensino Superior

Categoria

Município Estado MS

Assistente Social Biomédico Bioquímico Contador Dentista Dentista (Especialização) Dentista PSF Educador Enfermeiro Enfermeiro PSF Farmacêutico Fiscal de Saúde - Bioquímico Fiscal de Saúde - Dentista Fiscal de Saúde - Enfermeiro Fiscal de Saúde - Farmacêutico Fiscal de Saúde - Médico Veterinário

19 1 15 1 48 1 10 2 49 24 13 1 4 4 1 1

Fisioterapeuta Médico Médico Generalista PSF Médico Veterinário Nutricionista Psicólogo Relações Públicas Terapeuta Ocupacional

9 211 16 2 3 35 1 3

Subtotal

476

Ensino Médio Agente de Administração Agente Sanitário Auxiliar de Secretaria Citotécnico Técnico de Enfermagem Técnico de Laboratório Técnico de Nível Médio Técnico de Radiologia

56 32 1 2 57 20 2 11

1

3

7

2

5

Total 19 1 15 1 48 1 10 2 50 24 13 1 4 4 1 1 9 221 16 2 3 37 1 3

8

489

2

58 32 1 2 57 21 2 11

1

6


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

THD

Subtotal Nível

187 Categoria

0

3

Município Estado MS

ACD ACD de PSF

59 6

Agente Comunitário Agente de Saúde Auxiliar de Enfermagem Auxiliar de Laboratório Ensino Fundamental Auxiliar de Radiologia Auxiliar de Serviços Motorista Of. de Serviços Coveiro Of. de Serviços Pedreiro

90 122 211 6 1 131 37 1 1

Subtotal Nível Elementar

6

6

665

Total 60 6

1

2 1

190

24 2

1

2

5

28

90 146 215 7 1 134 37 1 1

698

Atendente de Enfermagem

1

1

Instrutor de Esportes

1

1

Subtotal

2

0

0

2

TOTAL

1.330

10

39

1.379

%

96,45

0,72

2,83 100,00

Fonte: Administração de Pessoal/RH/Semusa

LINHA DE AÇÃO: Controle Social

Diretriz Prioritária: Fortalecer e ampliar o controle social sobre o planejamento, a execução e a avaliação das ações e serviços de saúde.

Meta: Controle social fortalecido e informações educativas, de fácil acesso, disponíveis para a comunidade.

Justificativa: Importância do envolvimento da comunidade, além do Conselho Municipal de Saúde (CMS), na formulação das políticas públicas de saúde, bem como a necessidade de manter a qualidade das ações do CMS principalmente no que se refere ao planejamento, execução e avaliação das ações e serviços de saúde. 7


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Ações:  Participação dos conselheiros nas discussões e na fiscalização do orçamento e planejamento das ações de saúde;  Implementação do serviço de ouvidoria, canal de comunicação entre o cidadão e a gestão pública de saúde. Através deste serviço todos os setores da Semusa tomam conhecimento e respondem a todas as solicitações, reclamações, denúncias, elogios e sugestões encaminhados pelos cidadãos;  Realização do I Encontro de Conselhos de Saúde em Divinópolis;  Realização de dois cursos de capacitação para os conselheiros de saúde;  Realização de sete conferências, sendo seis distritais e uma municipal;  Criação do Conselho Local na área de abrangência do PSF Icaraí.

LINHA DE AÇÃO: Controle, Avaliação Regulação e Auditoria

Diretriz Prioritária: Controlar, avaliar, regular e auditar os serviços públicos e privados contratados.

Meta: Efetivação do serviço de controle, avaliação, auditoria e regulação assistencial.

Justificativa: Garantia do acesso equânime aos serviços disponibilizados pelo SUS/Divinópolis.

Ações:  Controle da produção hospitalar e ambulatorial, tendo como parâmetros a Programação Pactuada e Integrada (PPI) e os recursos financeiros disponibilizados;  Regulação da oferta e da demanda dos serviços próprios e contratados otimizando a utilização da capacidade instalada e o cumprimento dos princípios do SUS;  Parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (SES/MG) na regulação dos leitos hospitalares, em co-gestão, através da implantação do Sistema de Informação SUSFACIL;  Avaliação periódica da qualidade dos serviços prestados e averiguação das denúncias registradas, fazendo os encaminhamentos necessários;  Reestruturação do serviço de auditoria, garantindo a complementaridade do conhecimento dos profissionais que atuam na auditoria, com ênfase no equilíbrio e na legalidade das relações entre a Secretaria Municipal de Saúde, os prestadores de serviço e os usuários.

8


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Média de permanência (dias) em 2008

Pediatria

6,6 35,3

Clínica médica

6,1 1,9

Clínica cirúrgica

Especialidades

Especialidades

Média de permanência (dias) em 2004

Pediatria

8,3

Clínica médica

8,3 1,7

Clínica cirúrgica

4,8

683,78 621,77

Clínica médica

526,00 387,05 1.624,85

Clínica cirúrgica

Obst et rí cia Clí nica cirúr gica 10,0%

20,0%

30,0%

40,0%

50,0%

Especialidades

Especialidades

Valores

Clí nica médica

0,0%

732,82 Clínica médica

1.394,57 552,52 2.584,39

Distribuição de Internações e Valores (%) em 2008

Internações

Pediat r ia

2.189,22

Pediatria

Clínica cirúrgica

Distribuição de Internações e Valores (%) em 2004

Psiquiat r ia

5,5

Valor Médio (R$) em 2008

Especialidades

Especialidades

Valor Médio (R$) em 2004 Pediatria

32,9

Internações

Pediat r ia

Valores

Psiquiat r ia Clí nica médica Obst et rí cia Clí nica cirúr gica

60,0%

0,0

0,1

0,2

0,3

0,4

0,5

0,6

Produção Hospitalar:

1.624,85 387,05 526,00 621,77 683,78

4.8 1,9 6,1 35,3 6,6

856,75

6,8

205 390 1 33 629

Mortalidade Hospitalar (%)

Valor Médio R$

%

Valor Total R$

%

Número de Óbitos

Total

4.840 31,59% 7.864.251,84 56,44% 7,61% 2.739 17,88% 1.060.119,16 5.143 33,57% 2.705.212,23 19,41% 6,17% 1.175.150,84 8,43% 945 8,11% 1.653 10,79% 1.130.290,73 15.320 100,0% 13.935.024,80 100,0%

Média de Permanência (dias)

Clínica cirúrgica Obstetrícia Clínica médica Psiquiatria (AIHs) Pediatria

Número de Internações

Especialidade

Internações em Divinópolis em 2004

4,2 7,6 0,1 2,0 4,1

Fonte: SIH/SUS

9


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

8.621.534,57 1.131.004,42 2.783.553,94 1.299.288,73 1.959.350,11 100 15.794.731,77

5,5 1,7 8,3 32,9 8,3

100 1.572,08

8,3

118 225 2 20 365

54,58 7,16 17,62 8,23 12,41

Mortalidade Hospitalar (%)

Valor Médio R$ 2.584,39 552,52 1.394,57 732,82 2.189,22

%

Valor Total R$

% 36,26 22,25 21,7 10,07 9,72

Número de Óbitos

Total

3.336 2.047 1.996 926 895 9.200

Média de Permanência (dias)

Clínica cirúrgica Obstetrícia Clínica médica Psiquiatria (AIHs) Pediatria

Número de Internações

Especialidade

Internações em Divinópolis em 2008

3,54 11,27 0,22 2,23 3,97

Fonte: SIH/SUS

Produção Ambulatorial: Quantidade e valor dos procedimentos ambulatoriais realizados pelo SUS/Divinópolis/Minas Gerais Ano 2004 Quantidade Valor Categoria de procedimentos Nº % R$ % Procedimentos de Atenção Básica 1.245.661 38,3 ..01-Ações Enfermagem/Outros de Saúde Nível Médio 258.119 7,9 ..02-Ações Médicas Básicas 191.726 5,9 ..03-Ações Básicas Em Odontologia 431.157 13,3 ..04-Ações Executadas P/Outros Prof.Nível Superior 315.516 9,7 ..05-Procedimentos Básicos Em Vigilância Sanitária 49.143 1,5 Procedimentos Especializados 1.266.083 38,9 5.172.317,78 29,6 ..07-Proced.Espec.Profis.Médicos,Out.NívelSup./Méd 719.914 22,1 1.996.029,08 11,4 ..08-Cirurgias Ambulatoriais Especializadas 4.997 0,2 439.854,37 2,5 ..09-Procedimentos Traumato-Ortopédicos 2.314 0,1 74.804,63 0,4 ..10-Ações Especializadas Em Odontologia 16.531 0,5 57.522,71 0,3 ..11-Patologia Clínica 327.876 10,1 1.217.797,26 7,0 ..12-Anatomopatologia e Citopatologia 28.114 0,9 221.260,47 1,3 ..13-Radiodiagnóstico 66.331 2,0 644.838,81 3,7 ..14-Exames Ultra-Sonográficos 4.603 0,1 69.263,96 0,4 ..17-Diagnose 15.548 0,5 98.938,48 0,6 ..18-Fisioterapia (Por Sessão) 74.545 2,3 175.499,84 1,0 ..19-Terapias Especializadas (Por Terapia) 4.740 0,1 71.212,29 0,4 ..21-Próteses e Órteses 563 0,0 105.192,00 0,6 ..22-Anestesia 7 0,0 103,88 0,0 Procedimentos Assistenciais de Alta Complexidade 740.972 22,8 12.273.338,90 70,4 ..26-Hemodinâmica 480 0,0 234.873,75 1,3 ..27-Terapia Renal Substitutiva 32.242 1,0 4.696.394,17 26,9 ..28-Radioterapia (Por Especificação) 62.247 1,9 1.038.042,18 6,0 ..29-Quimioterapia - Custo Mensal 5.509 0,2 2.548.014,42 14,6 ..35-Tomografia Computadorizada 2.911 0,1 289.344,85 1,7 ..36-Medicamentos 568.435 17,5 2.118.144,89 12,1 ..37-Hemoterapia 55.700 1,7 1.073.383,53 6,2 ..38-Acompanhamento de Pacientes 13.448 0,4 275.141,11 1,6 Total 3.252.716 100,0 17.445.656,68 100,0 Fonte: SIA/SUS

10


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Quantidade e valor dos procedimentos ambulatoriais realizados pelo SUS/Divinópolis/Minas Gerais em 2008

Grupo de Procedimentos

Quantidade

Valor

GRUPO 01 - AÇÕES DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO EM SAÚDE

545.919

-

0101-Ações Coletivas/Individuais em Saúde

545.919

GRUPO 02 - PROCEDIMENTOS COM FINALIDADE DIAGNÓSTICA

58.531

10.227,21

0201-Coleta de Material

42.454

10.227,21

571

-

0214-Diagnóstico por Teste Rápido

15.506

-

GRUPO 03 - PROCEDIMENTOS CLÍNICOS

533.341

-

0301-Consultas/Atendimentos/Acompanhamentos

457.650

-

0307-Tratamentos Odontológicos

75.691

-

GRUPO 04 - PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS

30.685

-

0401-Pequenas Cirurgias e Cirurgias de Pele, Tecido Subcutâneo e Mucosa

25.174

-

1

-

148

-

0414-Cirurgia Orofacial

5.362

-

GRUPO 08 - AÇÕES COMPLEMENTARES DA ATENÇÃO À SAÚDE

1.023

14.220,00

0801-Ações Relacionadas ao Estabelecimento

1.023

14.220,00

1.169.499

24.447,21

GRUPO 01 - AÇÕES DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO EM SAÚDE

13.653

3.680,10

0101-Ações Coletivas/Individuais em Saúde

1.363

3.681,10

0102-Vigilância em Saúde

12.290

-

GRUPO 02 - PROCEDIMENTOS COM FINALIDADE DIAGNÓSTICA

589.691

4.526.362,54

664

7.819,03

0202-Diagnóstico em Laboratório Clínico

382.134

1.476.827,31

0203-Diagnóstico por Anatomia Patológica e Citopatologia

36.964

310.834,49

0204-Diagnóstico por Radiologia

86.472

802.169,78

0205-Diagnóstico por Ultra-sonografia

8.253

195.148,20

0209-Diagnóstico por Endoscopia

1.454

45.230,50

0211-Métodos Diagnósticos em Especialidades

22.375

140.132,04

0212-Diagnóstico e procedimentos especiais em hemoterapia

51.110

1.548.201,19

0213-Diagnóstico em Vigilância Epidemiológica e Ambiental

265

-

GRUPO 03 - PROCEDIMENTOS CLÍNICOS

541.371

4.023.873,50

0301-Consultas/Atendimentos/Acompanhamentos

444.343

3.368.863,11

0302-Fisioterapia

56.119

287.243,53

1356

59.583,50

0306-Hemoterapia

38.292

300.870,32

0307-Tratamentos Odontológicos

1.208

6.965,24

53

347,80

0202-Diagnóstico por Laboratório Clínico

0404-Cirurgias das Vias Aéreas Superiores da Cabeça e Pescoço 0413-Cirurgia Reparadora

Procedimentos de Atenção Básica

0201-Coleta de Material

0303-Tratamentos Clínicos

0309-Terapias Especializadas

11


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Grupo de Procedimentos

Quantidade

Valor

GRUPO 04 - PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS

6.614

273.099,95

0401-Pequenas Cirurgias e Cirurgias de Pele, Tecido Subcutâneo e Mucosa

4.074

86.924,73

0404-Cirurgias das Vias Aéreas Superiores da Cabeça e Pescoço

1.097

11.786,91

0405-Cirurgias do Aparelho da Visão

242

148.151,43

0406-Cirurgia do Aparelho Circulatório

280

7.957,78

0407-Cirurgia do Aparelho Digestivo, Órgãos Anexos e Parede Abdominal

11

125,87

0408-Cirurgia do Aparelho Osteomuscular

168

6.017,94

0409-Cirurgia do Aparelho Geniturinário

68

849,62

0410-Cirurgia de Mama

10

188,50

0412-Cirurgia Torácica

11

124,08

0414-Cirurgia Oro-facial

615

9.892,37

0415-Outras Cirurgias

38

1.080,72

GRUPO 05 - TRANSPLANTES DE ÓRGÃOS, TECIDOS E CÉLULAS

830

85.148,02

0501-Coleta e Exames para Fins de Doação de Órgãos, Células e Transplante

287

11.843,02

0506-Acompanhamento e Intercorrência Pós-transplante

543

73.305,00

1.527

1.789.867,63

419

132.093,65

1.108

1.657.773,98

1.153.686

10.702.031,74

4369

631.660,74

0204-Diagnóstico por Radiologia

5

275,50

0206-Diagnóstico por Tomografia

2.509

271.174,67

0208-Diagnóstico por Medicina Nuclear (in vivo)

351

86.462,59

0210-Diagnóstico por Radiologia Intervencionista

41

7.953,42

0211-Métodos Diagnóstico em Especialidades

403

247.732,16

1.060

18.062,40

GRUPO 03 - PROCEDIMENTOS CLÍNICOS

109.917

11.834.719,10

0303-Tratamentos Clínicos (outras especialidades)

4

1.603,16

0304-Tratamento em Oncologia

76.934

7.409.170,00

0305-Tratamento em Nefrologia

32.963

4.423.816,50

0306-Hemoterapia

16

129,44

GRUPO 04 - PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS

419

91.397,46

0405-Cirurgia do Aparelho da Visão

40

25.720,00

0418-Cirurgia em Nefrologia

379

65.677,46

GRUPO 05 - TRANSPLANTES DE ÓRGÃOS, TECIDOS E CÉLULAS

3.741

102.877,50

0501-Coleta e Exames para Fins de Doação de Órgãos, Células e Transplante

3741

102.877,50

GRUPO 06 - MEDICAMENTOS

2.890.339

7.119.785,98

0601-Medicamentos de dispensação excepcional

2.890.339

7.119.785,98

Procedimentos Assistenciais de Alta Complexidade

3.008.785

19.780.440,78

TOTAL GERAL

5.331.970

30.506.919,73

GRUPO 07 - ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS 0701-Órteses, Próteses e Materiais Especiais não Relacionados ao Ato Cirúrgico 0702-Órteses, Próteses e Materiais Especiais Relacionados ao Ato Cirúrgico Procedimentos Especializados GRUPO 02 - PROCEDIMENTOS COM FINALIDADE DIAGNÓSTICA

0212-Diagnóstico e procedimentos especiais em hemoterapia

Fonte: Ministério da Saúde – Sistema de Informação Ambulatorial do SUS (SIA/SUS)

OBs.: os valores correspondem aos recursos MAC e Faec

12


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Quadro Comparativo da Produção Ambulatorial do SUS nos Anos 2004 a 2007 Número de procedimentos realizados Grupo de Procedimentos

2004

2005

2006

2007

..01-Ações Enfermagem/Outros de Saúde Nível Médio

258.119

498.557

697.048

514.572

..02-Ações Médicas Básicas

191.726

199.636

210.941

209.264

..03-Ações Básicas Em Odontologia

431.157

501.105

348.059

317.195

..04-Ações Executadas P/Outros Prof.Nível Superior

315.516

144.898

148.201

127.265

..05-Procedimentos Básicos Em Vigilância Sanitária

49.143

32.430

20.282

12.192

1.245.661

1.376.626

1.424.531

1.180.488

719.914

486.640

364.077

537.093

..08-Cirurgias Ambulatoriais Especializadas

4.997

7.346

5.798

4.011

..09-Procedimentos Traumato-Ortopédicos

2.314

2.025

1.334

1.097

..10-Ações Especializadas Em Odontologia

16.531

20.704

5.340

6.962

327.876

337.884

320.890

368.815

..12-Anatomopatologia e Citopatologia

28.114

32.258

31.976

36.161

..13-Radiodiagnóstico

66.331

65.225

75.820

81.453

4.603

5.365

7.217

7.230

..17-Diagnose

15.548

19.167

18.309

18.491

..18-Fisioterapia (Por Sessão)

74.545

86.078

81.407

73.862

4.740

10.451

18.886

10.866

563

414

867

340

7

8

-

1

1.266.083

1.073.565

931.921

1.146.382

480

420

416

402

..27-Terapia Renal Substitutiva

32.242

31.120

31.587

32.764

..28-Radioterapia (Por Especificação)

62.247

68.226

59.973

64.238

5.509

7.804

9.594

11.295

-

185

258

262

2.911

2.788

2.553

2.928

568.435

1.089.372

1.610.753

2.227.734

..37-Hemoterapia

55.700

75.109

77.112

78.882

..38-Acompanhamento de Pacientes

13.448

29.448

46.172

35.724

740.972

1.304.472

1.838.418

2.454.229

3.252.716

3.754.663

4.194.870

4.781.099

Procedimentos de Atenção Básica ..07-Proced.Espec.Profis.Médicos,Out.NívelSup./Méd

..11-Patologia Clínica

..14-Exames Ultra-Sonográficos

..19-Terapias Especializadas (Por Terapia) ..21-Próteses e Órteses ..22-Anestesia Procedimentos Especializados ..26-Hemodinâmica

..29-Quimioterapia ..32-Medicina Nuclear - In Vivo ..35-Tomografia Computadorizada ..36-Medicamentos

Procedimentos Assistenciais de Alta Complexidade TOTAL GERAL

Fonte: Ministério da Saúde - Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS (SIA/SUS)

13


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Quadro Resumo da Produção Ambulatorial do SUS nos Anos 2004 a 2008 Número de Procedimentos Realizados

Grupo de Procedimentos 2004

2006

2007

2008

Procedimentos de Atenção Básica

1.245.661 1.376.626 1.424.531

1.180.488

1.088.024

Procedimentos Especializados

1.266.083 1.073.565

931.921

1.146.382

981.029

740.972 1.304.472 1.838.418

2.454.229

104.827

3.252.716 3.754.663 4.194.870

4.781.099

2.173.880

Procedimentos Assistenciais de Alta Complexidade Total

2005

Fonte: Datasus-MS/Planejamento-Semusa-Divinópolis

Produção Ambulatorial (%) do SUS de 2004 a 2008 4,82% 51,33% 43,83% 34,74%

Alta Complexidade

Especialidade

22,78% 45,13% 23,98% 22,22% 28,59%

Média Complexidade

38,92% 50,05% 24,69% 33,96% 36,66% 38,30%

Atenção Primária

0,00% 2004

2005

2006

% 2007

100,00%

2008

Obs.: Em 2008 com a tabela unificada houve uma grande alteração na classificação dos procedimentos dentro da tabela SUS, ou seja, os procedimentos foram reclassificados dentro dos grupos da alta complexidade, média complexidade e atenção primária.

LINHA DE AÇÃO: Informação em saúde

Diretriz Prioritária: Modernizar o sistema de informação em saúde para subsidiar o planejamento e a avaliação das ações e serviços de saúde. 14


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Meta: Dados fidedignos e de qualidade, para subsidiarem a formulação de políticas públicas de saúde no município.

Justificativa: Importância da qualidade das informações geradas nas unidades de saúde e nível central da Semusa, que subsidiam a avaliação dos serviços e o planejamento de ações estratégicas que visem à redução de riscos de doenças e outros agravos, bem como a necessidade de criar uma base de dados para identificação de todos os usuários do SUS residentes em Divinópolis.

Ações:  Aquisição de computadores e impressoras para o nível central e unidades de saúde da Semusa, conforme relatório de equipamentos anexo;  Implantação da rede convergente de comunicação (RCC – Cidade digital) que interliga todos os Centros de Saúde, Pronto Socorro, Policlínica, Sersam e Farmácia Central;  Atualização dos cadastros dos estabelecimentos de saúde (CNES);  Por dificuldades financeiras, não foi possível fazer o cadastro da população no Cartão SUS definitivo, porém foi criado um setor específico, com profissionais exclusivos, que fizeram o cadastro provisório de todos os usuários que necessitaram;  Atualização do sistema de informação do controle, avaliação, regulação e auditoria, das Farmácias Públicas e da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF);  Substituição do sistema de informação no Laboratório de Análises Clínicas, por um software de propriedade da Prefeitura, facilitando os trabalhos e gerando informações mais ágeis;  Criação e implantação de um sistema de informação para a Policlínica, Radiologia, SAE, Unidades de Saúde (módulo produção), SERSAM, Laboratório de Citopatologia (câncer de mama), Odontologia e Pronto Socorro;  Alimentação regular de todos os sistemas de informação do Ministério da Saúde: SIA, SIH, CNES, SIM, SINAN, SINASC, PNI, SIAB, HIPERDIA, SISPRENATAL, SISVAN, BOLSA FAMILIA, SISCOLO, SAUDE DE FERRO.

LINHA DE AÇÃO: Vigilância à Saúde

Diretriz Prioritária: Promover ações intersetoriais para o controle dos determinantes dos problemas prioritários de saúde e implementação do projeto Vigisus II. 15


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Meta: Sistema, estruturado, de Vigilância em Saúde.

Justificativa: Controle dos determinantes dos problemas prioritários de saúde, tais como a profilaxia das zoonoses e doenças transmitidas por vetores e seus agravos e incômodos.

Ações:  Prevenção, por intermédio de trabalhos de educação e fiscalização sanitária, dos riscos à saúde da população vinculados à utilização de serviços e ao consumo de produtos de interesse sanitário;  Alimentação e análise de sistemas de informação: SINASC, SIM, PNI, SINAN;  Manutenção do serviço de Imunizações;  Construção do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) - em fase adiantada de execução: a conclusão da obra estava prevista para final de novembro/2008 e a inauguração agendada para o dia 30 de dezembro/2008; no entanto, devido às más condições meteorológicas, houve atraso na entrega das obras. O CCZ tem importância estratégica na execução da vigilância e controle ambiental através do manejo e controle das populações de cães e gatos, como medida profilática das zoonoses, suporte aos trabalhos de controle da dengue, esquistossomose e vigilância da qualidade da água para consumo humano;  Aquisição de veículo para captura de cães/gatos, objetivando recolhimento dos animais (bravios e/ou doentes) que colocam em risco a saúde e/ou integridade física dos cidadãos;  Relatório Circunstanciado de Avaliação da Programação das Ações de Vigilância em Saúde: PAP-VS 2008: 1. Notificação Ação 1.1

Realizar notificação dos casos de sífilis em gestante (1,6% das parturientes)

Meta

Realizado

% alcançado

NSA

NSA

NSA

Comentário / justificativa: Meta 2.007: 100% das unidades de saúde notificando (33 unidades notificantes). 1.2

Definir Unidades Sentinelas para notificação dos agravos à saúde relacionados ao trabalho

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

Comentário / justificativa: Não pactuado em 2.007. 1.3

Implantar a notificação de agravos à saúde relacionados ao trabalho

Comentário / justificativa: Não pactuado em 2.007.

16


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

2. Investigação Ação

2.1

Realizar coleta oportuna de uma amostra de fezes para cada caso de PFA (80% dos casos notificados e/ou conhecidos por busca ativa).

Meta

Realizado

% alcançado

0

0

100,0

Meta

Realizado

% alcançado

1

1

100,0

Comentário / justificativa: Não houve casos no período. 3. Diagnóstico laboratorial de agravos de Saúde Pública Ação 3.1

Realizar diagnóstico laboratorial de doenças exantemáticas - sarampo e rubéola (95% dos casos notificados).

Comentário / justificativa: Meta de 2.007: 80% dos casos notificados. Em 2.008 não houve casos no período. Realizar diagnóstico laboratorial dos casos de meningite 3.2 bacteriana por meio das técnicas de cultura, contraimuno-eletroforese ou látex (43% de casos confirmados)

4

4

100,0

1.123

1.123

100,0

Comentário / justificativa: Implantar aconselhamento e testagem sorológica para 3.3 hepatites B e C nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA). Comentário / justificativa: Meta estadual. 3.4

Realizar testagem para sífilis (VDRL) nas gestantes (100% das gestantes).

Comentário / justificativa: Parto normal: 745, cesário: 238, curetagem pós aborto: 140. disponíveis até set/08. Fonte: SIH

Dados

4. Vigilância Ambiental Ação

4.1

Cadastrar áreas com populações expostas ou potencialmente expostas a solo contaminado – VIGISOLO. Prazo de envio do relatório até 15 de novembro.

Meta

Realizado

% alcançado

1

1

100,0

1

100,0

NSA

NSA

Comentário / justificativa: Feito relatório e enviado na 1ª semana de dezembro. Realizar a Vigilância Ambiental em Saúde relacionada à Qualidade da Água para Consumo Humano - VIGIAGUA. 4.2 Prazo de envio do relatório do 1º semestre até dia 31 de julho e do 2º semestre até 31 de janeiro (100% de relatórios).

1

Comentário / justificativa: 1º relatório enviado à GRS/Divinópolis em 14/07/08. Identificar os municípios de risco para a Vigilância 4.3 Ambiental em Saúde relacionada à Qualidade do Ar – VIGIAR. Prazo de envio do relatório até 15 de outubro.

NSA

Comentário / justificativa: Meta anual e estadual em 2.007.

17


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

5. Vigilância de Doenças Transmitidas por Vetores e Antropozoonoses 5.1. Vigilância entomológica Ação Realizar pesquisa de triatomíneos nos municípios, 5.1.1. conforme classificação das áreas estabelecidas na estratificação de médio e alto risco.

Meta

Realizado

% alcançado

1.129

1.514

134,1

Comentário / justificativa: Em 2.007: municípios da GRS/Div não se enquadram nessa estratificação; estão todos em vigilância. Utilizar mesmo cálculo de 2.006: 1.232 pesquisas no ano.Até nov.=1129 pesq. 5.1.2.

Implantar a vigilância entomológica em municípios não infestados pelo Aedes aegypti.

NSA

NSA

NSA

485.182

116,3

Comentário / justificativa: Meta em 2.007 para municípios não infestados. Realizar vigilância entomológica de flebotomineos em 5.1.3. áreas com transmissão das leishmanioses, conforme classificação epidemiológica. Comentário / justificativa: Meta estadual. 5.1.4

Realizar ações de eliminação de focos e/ou criadouros de 417.177 Aedes aegypti e/ou Aedes albopictus nos imóveis

Comentário / justificativa: Meta 2.007: 80% do total x 6 ao ano: 455.102. Resultado: LI + tratamento + PE's + UBV. Até novembro = 417.177 imóveis. 5.2. Vigilância de hospedeiros e reservatórios Realizar sorologia de material coletado em carnívoros e 5.2.1. roedores para detecção de circulação de peste em áreas focais.

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

0

0

100,0

29.842

101,6

Comentário / justificativa: Meta não relacionada ao município. Realizar pesquisa malacológica em municípios com 5.2.2. coleções hídricas de importância epidemiológica para esquistossomose. Comentário / justificativa: Meta estadual em 2.007. 5.3. Controle vetorial 5.3.1.

Realizar borrifação em (100%) dos domicílios positivos para controle de triatomíneos.

Comentário / justificativa: Não houve imóveis positivos. 5.4. Imunização de reservatórios 5.4.1.

Vacinar a população canina na Campanha de Vacinação 22.853 anti-rábica.

Comentário / justificativa: População total: 28.567 (80% = 22.853).

18


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

6. Controle de doenças Ação 6.1.

Realizar exames coproscópicos para esquistossomose em áreas endêmicas.

controle

de

Meta

Realizado

% alcançado

1.022

1.949

190,7

Comentário / justificativa: Meta 2.007: média dos exames realizados em 2.005 e 2.006: 1.115 exames. Até novembro = 1.022 exames. Realizar exames oculares externo em escolares para 6.3 detecção de portadores da infecção tracomatosa em áreas endêmicas Comentário / justificativa: Meta estadual.

6.4

Curar (80%) dos casos de leishmaniose tegumentar americana (LTA)

2

2

100,0

(70%) dos casos de leishmaniose visceral (LV), de acordo com o protocolo clínico.

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

NSA

Meta

Realizado

% alcançado

14086 e 13.348

95,3 e 90,3

16.949

93,5

NSA

NSA

NSA

2.581

2.333

90,4

Comentário / justificativa: Em 2.007 não houve pactuação para LV. 6.5

Avaliar o grau de incapacidades físicas I e II nos casos novos de hanseníase

Comentário / justificativa: Ação não pactuada em 2.007. 6.6

Avaliar o grau de incapacidades físicas I e II nos casos curados de hanseníase

Comentário / justificativa: Ação não pactuada em 2.007. 6.7

Examinar os contatos intradomiciliares dos casos novos de hanseníase, de acordo com as normas preconizadas.

Comentário / justificativa: Ação não pactuada em 2.007. 7. Imunizações 7.1. Vacinação Ação 7.1.1.

Vacinar (95%) das crianças < de cinco anos na campanha 14.784 anual (em duas etapas) contra poliomielite

Comentário / justificativa: Valores referentes à 1ª e 2ª etapas da campanha. 7.1.2

Vacinar (80%) dos idosos na faixa etária >=60 anos na 18.122 campanha anual contra a influenza

Comentário / justificativa: 7.1.3

Vacinar (95%) de pessoas contra rubéola na faixa etária de 12 a 39 anos de idade

Comentário / justificativa: Ação não pactuada em 2.007. 7.1.4

Vacinar (95%) da população de 1 ano de idade contra sarampo, rubéola e caxumba (vacina tríplice viral).

Comentário / justificativa: Dados até 30/11/08. Def. busca faltosos e no registro e falta de conscientização dos responsáveis.

19


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Ação 7.1.5

Meta Vacinar (70%) da população de 1 ano a 19 anos com a vacina contra hepatite B.

Realizado % alcançado Ação NSA

NSA

NSA

5

5

100,0

Meta

Realizado

% alcançado

NSA

NSA

NSA

Comentário / justificativa: Ação não pactuada em 2.007. 7.2. Vigilância de eventos adversos pós-vacinação 7.2.1.

Investigar (100%) dos eventos adversos graves pósvacinação

Comentário / justificativa: 8. Monitorização de agravos de relevância epidemiológica Ação 8.1.

Implementar a vigilância, prevenção e controle das doenças e agravos não transmissíveis

Comentário / justificativa:Ação não pactuada em 2.007. Em 2.008 Divinópolis não consta na lista para implantação. 9. Divulgação de informações epidemiológicas Ação

Meta

Realizado

% alcançado

Meta

Realizado

% alcançado

Meta

Realizado

% alcançado

10

10

100,0

3

3

100,0

49

49

100,0

Meta

Realizado

% alcançado

9.1. Elaborar informes epidemiológicos. Meta estadual. 10. Alimentação e Manutenção de Sistemas de Informação Ação 10.1

Intensificar a coleta das declarações de óbito - DO nos municípios.

Comentário / justificativa: Meta anual. 10.2

Realizar coleta da Declaração de Nascidos Vivos - DN. (TBN: 13,4/1.000 nascidos vivos).

Comentário / justificativa: Meta anual. Ação 10.3 Garantir o envio de dados do SIM com regularidade. Comentário / justificativa: Meta estadual. Envio regular de banco de dados do API 12 remessas dos 10.4 dados de vacina de rotina e 3 remessas dos bancos de campanha. 10.5

Realizar envio regular de dados do SINAN (80% de remessas regulares).

Comentário / justificativa: 11. Acompanhamento da PAP-VS Ação 11.1.

Monitorar a PAVS uma vez ao ano em 100% dos municípios.

Comentário / justificativa: Meta microrregional / estadual.

20


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

LINHA DE AÇÃO: Assistência Hospitalar

Diretriz Prioritária: Garantir a realização dos procedimentos especializados e cirurgias para os pacientes de Divinópolis e referenciados pelos municípios pactuados na PPI.

Meta: Assistência hospitalar fortalecida, de qualidade e de fácil acesso, em Divinópolis.

Justificativa: Dificuldades de internação no município provocada, dentre outras causas, pela deficiência do número de leitos SUS disponíveis para a população e oferta insuficiente de serviços de atendimento às urgências e emergências.

Ações:  Assinatura de Termo de Compromisso juntamente com a SES/MG e o Hospital São João de Deus para aumento de 60 leitos, até abril de 2009, no Hospital São João de Deus, através do PROHOSP 2007/2009;  Participação na liberação de recursos estaduais, através de convênio estabelecido entre a SES/MG e o Hospital São João de Deus para abertura de 20 leitos provisórios para atendimento preferencialmente das clínicas ortopédica e oncológica;  Trabalho exaustivo junto aos representantes legais de todos os Hospitais do município, na tentativa, sem êxito, de novos contratos de leitos hospitalares para o SUS;  Busca ativa de referências para internações fora do município, através da PPI: aumento das referências para Santo Antônio do Monte e Santo Antônio do Amparo; referências para Itaúna;  Apresentação, na CIB Microrregional, do projeto para implantação do serviço de atendimento móvel às urgências – SAMU 192 em Divinópolis, cujo parecer da Secretaria Estadual de Saúde foi: “Atualmente o Ministério da Saúde bem como a Secretaria Estadual de Saúde (SES) não aprovam a implantação do SAMU Municipal”;  Aumento do quadro de funcionários e melhorias na estrutura física e tecnológica do Pronto Socorro proporcionando uma maior resolutividade e amenizando o problema da deficiência de leitos no município.

21


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Pacientes atendidos nos leitos de semi-internação do Pronto Socorro em 2008 Clínica

Nº de Pacientes

%

Médica Pediátrica Neurológica Cirúrgica Ortopédica Psiquiátrica

4.698 1.780 1.029 921 813 52

50,56 19,15 11,07 9,91 8,75 0,56

Total

9.293

100,00

Fonte: Prestação de contas do 1°, 2°, 3° e 4° trimestre de 2008/Semusa

Altas realizadas nos leitos de semi-internação do Pronto Socorro em 2008* Clínica Total

Nº de Pacientes 6.061

% 65,22

Fonte: Prestação de contas do 1°, 2°, 3° e 4° trimestre de 2008/Semusa

LINHA DE AÇÃO: Atenção Especializada

Diretriz Prioritária: Garantir e ampliar o acesso da população às ações e serviços de saúde, prestando atendimento compatível com as normas técnico-científicas vigentes, visando controlar os problemas prioritários de saúde.

Meta: Resolutividade na rede ambulatorial especializada do SUS.

Justificativa: Assegurar assistência especializada de qualidade em Divinópolis e conforto e qualidade para o acesso dos usuários aos serviços fora do domicílio.

Ações:  Ampliação significativa do número de atendimentos em oncologia, cardiologia e mamografia;  Ampliação significativa do número de exames de ultrassonografia: aquisição de um aparelho de ultrassom digital com ecocardiógrafo, ultrassonografia pélvica, endovaginal, obstetrícia, abdominal e prostática;  Ampliação qualitativa e quantitativa de exames disponibilizados pelo Laboratório de Análises Clínicas através da aquisição de um novo aparelho, que 22


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

realiza, dentre outros, os exames PSA (próstata), T4 livre e TSH (tireóide), HIV, Ferritina, Beta HCG (teste de gravidez) e exames marcadores de hepatite;  Realização de exames de ressonância magnética, através da contratação de terceiros;  Ampliação da oferta de consultas e de exames complementares e de apoio diagnóstico em otorrinolaringologia;  Diminuição da fila de espera para realização de cirurgia de adenoidectomia e amigdalectomia através da compra do serviço;  Ampliação do acesso ao tratamento odontológico especializado através da implantação do serviço de especialidades odontológicas (SEO);  Aquisição de nove veículos para atendimento do TFD (Tratamento Fora do Domicílio) e para o atendimento de pacientes acamados - 01 ambulância Courier, 01 ambulância Ducato, 01 ambulância Fiorino, 01 ambulância Kangoo, 01 ambulância Spriter, 01 Corsa Classic, 01 Uno Mille, 01 Kombi e 01 Doblo;  Reestruturação da Policlínica através da otimização do fluxo do atendimento;  Reavaliação das necessidades da assistência em saúde mental, com conseqüente mudanças na execução do plano municipal de saúde: - Ampliação dos serviços do SERSAM para 24 horas (CAPSIII), com acolhimento noturno e também com a instalação de um serviço de urgência e emergência psiquiátrica, devido ao déficit de leitos hospitalares psiquiátricos para atendimento regional e as dificuldades de resolutividade desta especialidade no Pronto Socorro; - Instalação do serviço residencial terapêutico, visando a ressocialização de 8 usuários divinopolitanos e da região que residiam em hospitais psiquiátricos; - Prorrogação da meta de implantação de um serviço específico para usuários de álcool e droga uma vez que o CAPSIII poderá dar suporte a estes usuários até a construção do CAPS AD (Centro de atenção psicossocial - álcool e drogas);  Por dificuldades financeiras, não foi instalado o Centro de Referência à Saúde do Trabalhador Municipal.  Elaboração do projeto para implantação do “Centro Viva Vida de Referência Secundária” visando a organização da atenção à saúde sexual e reprodutiva e à criança. Foram elaborados dois projetos: - 1º Projeto: realizado conforme Resolução nº 759 de outubro de 2005, encaminhado e aprovado pela CIBMicrorregional. Apesar da Secretaria de Estado da Saúde/MG não ter se manifestado formalmente, o município não foi contemplado. - 2º Projeto: conforme contato com os técnicos da Secretaria de Estado da Saúde/MG, foi elaborado pela Semusa um 2º projeto, visando o atendimento dos municípios do Consórcio do Vale do Itapecerica – CISVI. Até o momento a SES/MG não se manifestou.

23


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

LINHA DE AÇÃO: Atenção Básica

Diretriz Prioritária: Garantir e ampliar o acesso da população às ações e serviços de saúde, prestando atendimento compatível com as normas técnico-científicas vigentes, visando controlar os problemas prioritários de saúde.

Meta: Controle dos problemas prioritários de saúde.

Justificativa: Necessidade de avançar na direção de um sistema de saúde centrado na qualidade de vida das pessoas e do seu meio ambiente.

Ações:  Por dificuldades financeiras manifestadas pela administração municipal, não foi possível o cumprimento de 100% da meta, porém foram implantadas quatro equipes de saúde da família (PSF) e duas equipes de agentes comunitários de saúde (PACS): - PSF Candidés para atendimento do Candidés, Floramar e Distrito Industrial Jovelino Rabelo; - PSF Grajaú para atendimento do Grajaú, Nova Suíça, São Simão, Morumbi, Savassi, Ipanema, Primavera, Del Rei, São Lucas, Vila Rica e São Geraldo; - PSF Icaraí para atendimento do Icaraí, São Caetano, Estância Gafanhoto, Fazenda da Usina, São Miguel, Eldorado e Lagoa dos Mandarins; - PSF Nilda Barros para atendimentos do Jardim Real, Chácara Santa Rita, Conjunto Habitacional Nilda Barros, Quintino e Casa Nova; - PACS Santa Rosa para atendimento do Dona Quita, Paraíso, Jusa Fonseca, São Bento e Santa Rosa; - PACS Tietê para atendimento do Campina Verde, Dulphe Pinto de Aguiar, Orion, Sion, Belo Vale, Jardim Bethania e Rancho Alegre;  Manutenção das ações de saúde bucal: procedimentos individuais preventivos, procedimentos coletivos (escovação supervisionada, bochechos com flúor, educação em saúde bucal), atendimento às urgências, procedimentos curativos;  Regularização e manutenção dos estoques de material médico cirúrgico e odontológico, garantindo a não interrupção do tratamento;  Implementação das ações da saúde da mulher: diagnóstico de gravidez, cadastramento de gestantes, acompanhamento de pré-natal de alto risco (Policlínica) e de baixo risco (Atenção Primária), vacinação, avaliação do puerpério, atividades educativas para promoção da saúde, rastreamento de

24


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008







 











câncer de colo de útero (coleta de material para exames de citopatologia, realização de exame citopatológico); Implementação das ações de saúde da criança: acompanhamento do crescimento e desenvolvimento, promoção do aleitamento materno, realização do esquema vacinal básico de rotina, realização de campanhas de vacinação, atividades educativas de promoção da saúde e prevenção das doenças; Planejamento familiar: atendimento por equipe multidisciplinar na Policlínica (médico, enfermeiro, psicólogo, assistente social) e fornecimento de medicamentos e de métodos anticoncepcionais. O Hospital São João de Deus manifestou formalmente o desejo de habilitação para realização de laqueadura tubária, que foi encaminhado para deliberação da CiB Microrregional; Realização de ações educativas e preventivas como a “Semana Nacional de Mobilização e Luta contra a Tuberculose”, “Semana Municipal de Combate à Hanseníase”, “Semana da Mulher”, “Semana do Homem” e “Semana do Adolescente” reforçando junto à população a importância da realização de exames preventivos de câncer de próstata, câncer de colo do útero, câncer de mama, doenças ocupacionais, doenças sexualmente transmissíveis, diabetes e hipertensão, campanhas antitabagismo; Alimentação e análise de sistemas de informação: SISPRENATAL, SIAB, HIPERDIA, SISVAN, Saúde de Ferro, Bolsa Família; Descentralização das ações para controle da tuberculose na rede básica: identificação de sintomáticos respiratórios (SR), exame clínico de SR e comunicantes, realização da baciloscopia pelo Laboratório Municipal e/ou Funed BH, tratamento supervisionado dos casos positivos, ações educativas; Implementação das ações para controle da tuberculose na Policlínica: casos especiais em que a rede básica precisa de suporte técnico, fornecimento de medicamentos, atendimentos às intercorrências; Implementação das ações de erradicação da hanseníase na Policlínica: identificação de sintomáticos dermatológicos, acompanhamento ambulatorial, avaliação dermato-neurológica, fornecimento de medicamentos, atendimento de intercorrências, atividades educativas; Descentralização das ações de promoção da saúde mental na rede básica: projeto piloto no C.S. São José para atendimento dos usuários do Distrito Sudeste; Implementação das ações para controle da hipertensão arterial: realização de grupos educativos para o controle de condições de risco (obesidade, vida sedentária, tabagismo) e prevenção da Hipertensão arterial; Implementação das ações para controle da diabetes melittus: realização de grupos educativos sobre as condições de risco (obesidade, vida sedentária) e prevenção de complicações (cuidados com os pés, orientação nutricional, cessação do tabagismo e alcoolismo);

25


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

 Ampliação do elenco de procedimentos realizados pelo Laboratório de Análises Clínicas;  Implantação do Programa “Saúde em Movimento” visando a implementação de atividades preventivas de saúde e a qualidade de vida da população assistida nos distritos sanitários;  Início da implantação do Plano Diretor da Atenção Primária através do cadastramento dos habitantes do município pelos agentes comunitários de saúde.

Pacto de Gestão

Resultado 2007

Meta 2008

Cobertura vacinal por tetravalente em menores de um ano de idade

95,97

96,2

86,30

Proporção de óbitos não fetais informados ao SIM com causas básicas definidas

97,03

97,03

96,40

Taxa de notificação de casos de paralisia flácida aguda PFA em menores de 15 anos

0

0

0

Proporção de doenças exantemáticas investigados oportunamente

100

100

100

Proporção de casos de doenças de notificação compulsória (DNC) encerrados oportunamente após notificação

100

100

*

Proporção de receita própria em saúde conforme prevista na regulamentação da EC 29/2000

19,7

21,6

18,19

Índice de alimentação regular das bases de dados nacionais obrigatórias SIS-SUS, SIH-SUS, CNES, SIAB

100

100

100

Índice de contratualização de unidades conveniadas ao SUS, nos estados e municípios

100

100

100

Indicadores

Alcançado

* Segundo a Vigilância Epidemiológica do Município não foi possível informar este dado, pois o mesmo depende de orientações da GRS/Div, e que até o momento não contava com profissional especializado para assessorar a referência técnica do SISVAN do município.

26


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Pacto pela vida Resultado 2007

Meta 2008

Alcançado

0,2

0,2

18,06

0,16

0,18

0,04

-

100

100

86,2

90

100

86,67

90

96,9

Coeficiente de mortalidade pós-neonatal. OBS.: reduzir a porcentagem proposta

4,21

4

2,3

Coeficiente de mortalidade neonatal. OBS.: reduzir a porcentagem proposta

6,89

6,8

5,0

Taxa de letalidade por febre hemorrágica de dengue

0

0

0

52,9

53

12,5

100

100

100

60

60

**

40

50

54

Taxa de incidência de AIDS em menores de 5 anos de idade

0

0

0

Percentual de unidades de saúde que desenvolvem ações no campo da atividade física

20

40

61,29

Proporção da população cadastrada pela estratégia saúde da família

16,08

21

23,14

8,31

10

7,55

Taxa de internações por acidente vascular cerebral

19,56

19

0,93

Taxa de internação por diabetes mellitus e suas complicações na população de 30 anos e mais

5,91

5,5

3,30

Média anual de consultas médicas por habitante nas especialidades básicas

0,98

1,2

0,78

Proporção de nascidos vivos de mães com 4 ou mais consultas de pré-natal. anterior, conforme instrutivo

94,41

-

96,0

Proporção de nascidos vivos de mães com 7 ou mais consultas de pré-natal.

70,97

-

71,90

Percentual de crianças menores de cinco anos com baixo peso para idade

3,23

3,23

3,81

Taxa de cobertura CAPS por 100 mil habitantes

0,47

0,47

0,47

Indicadores I- Saúde do Idoso

Taxa de internação hospitalar de pessoas por fratura do fêmur

II- Câncer de Colo de Útero e de Mama

Razão de exames citopatológico cérvico-vaginais na faixa etária de 25 a 59 anos em relação a população alvo, em determinado local, por ano Percentual de tratamento/seguimento no nível ambulatorial das lesões precursoras do câncer do colo de útero (lesões de alto grau - NIC II e NIC III), em determinado local, por ano Proporção de investigação de óbitos infantis

IIIMortalidade Infantil e Materna

IV- Doenças emergentes e endemias

V- Promoção da Saúde

Proporção de óbitos de mulheres em idade fertil investigados

Proporção de cura de casos novos de tuberculose pulmonar bacilífera Proporção de cura dos casos novos de hanseníase diagnosticados nos anos das coortes Proporção de amostras clínicas coletadas do virus influenza em relação ao preconizado Proporção de casos de hepatites B e C confirmados por sorologia

Cobertura de primeira consulta odontológica programática

VIFortalecimento da Atenção Básica

VIII- Saúde Mental

** Divinópolis não faz parte da relação dos municípios a terem amostras coletas.

27


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

PRINCIPAIS INDICADORES

População Residente em Divinópolis, por ano Ano

População

Método

2008

213.277

Estimativa

2007 2006

211.611 207.981

Estimativa Estimativa

2005 2004

204.325 197.141

Estimativa Estimativa

2003 2002 2001 2000 1999

193.976 190.796 187.731 183.962 185.045

Estimativa Estimativa Estimativa Censo Estimativa

Fonte: IBGE, Censos e Estimativas

Faixa Menor 1 1a4 5a9 10 a 14 15 a 19 20 a 29 30 a 39 40 a 49 50 a 59 0 a 69 70 a 79 80 e + Total

População Residente por Faixa Sexo Masculino Etária 2004 2008 1.500 1.459 6.536 6.077 8.557 7.995 9.465 8.355 9.638 9.217 17.490 19.540 15.885 16.483 12.703 15.003 7.389 10.449 4.484 5.474 2.069 2.881 703 1.068 96.419 104.001

Etária e Sexo, 2004 e 2008 Sexo Feminino Total 2004 2008 2004 1.441 2.941 1.395 6.252 12.788 5.824 8.335 16.892 7.626 8.969 18.434 8.159 9.477 19.115 8.986 18.028 35.518 19.523 17.476 33.361 17.614 13.252 25.955 16.674 8.151 15.540 11.305 5.340 9.824 6.585 2.862 4.931 3.830 1.139 1.842 1.755

2008 2.854 11.901 15.621 16.514 18.203 39.063 34.097 31.677 21.754 12.059 6.711 2.823

100.722 109.276 197.141 213.277

Fonte: IBGE, Censos e Estimativas

Taxa de crescimento anual estimada (%) (2000-2007)

1,8

Mulheres em idade fértil (10-49 anos), 2004

67.202

Mulheres em idade fértil (10-49 anos), 2008

70.956

Proporção da pop. feminina em idade fértil, 2008 (%)

64,9

28


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Informações sobre Nascidos Vivos de Residentes em Divinópolis (MG), 2000-2008 Condições Número de nascidos vivos

Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano Ano 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 3.047 2.943 2.708 2.736 2.728 2.777 2.609 2.851

Taxa Bruta de Natalidade

16,2

15,4

14,1

13,9

13,4

13,3

12,3

12,1

% com prematuridade

7,2

7,8

7,9

8,9

9,4

9,2

8,2

8,9

% de partos cesáreos

52,1

50,3 55,8 55,7 57,8 55,0 57,8

59,4

% de mães de 10-19 anos

13,9

14,0

13,1

12,4

12,2

12,4

12,4

12,4

% de mães de 10-14 anos

0,3

0,3

0,3

0,2

0,3

0,4

0,4

0,3

% com baixo peso ao nascer geral % com baixo peso ao nascer parto cesário % com baixo peso ao nascer parto vaginal

10,2

10,2

10,3

10,3

11,3

10,8

9,5

10,6

10,5

10,3

10,7

11,1

12,9

12,5

11,1

11,7

9,7

10,2

9,7

9,3

9,1

8,6

7,3

9,0

Fonte:SINASC/IBGE/Epidemiologia/DSC/SEMUSA Nota:Dados até 2005 obtidos do DATASUS; dados de 2006 a 2008 obtidos do SINASC Municipal, sujeitos a retificação.

Cobertura Vacinal

Evolução da Cobertura Vacinal (%) por Imunobiológico, Divinópolis (MG), 2000-2008 Imuno

2000

2001

2002

2003 2004 2005 2006 2007 2008

BCG (BCG)

88,76 105,2 96,31 89,77 90,3

84,2

99,7

94,5 110,01

Contra Febre Amarela (FA)

43,16 90,25 77,83 13,55

74

82,6

89,2

96,1

87,00

Contra Haemophilus influenzae tipo b (Hib)

108,7 106,4 27,97

0,1

0,07

0,07

0,04

-

Contra Hepatite B (HB)

97,17

84,1

82,2

92,9

97,6 88,60

Contra Influenza (Campanha) (INF)

84,24 77,94 85,93 94,74 93,9

89,9

85

93,1

93,53

Contra Sarampo

82,57 98,89

70,8

-

-

-

-

Oral Contra Poliomielite (VOP)

91,07 104,8

91,5

89,46 84,7

83,9

92,2

96,3

86,61

Oral Contra Poliomielite (Campanha 1ª etapa) (VOP)

93,4

216,2 93,75 93,98 90,2

80,4

85,8

90,7 95,28

Oral Contra Poliomielite (Campanha 2ª etapa) (VOP)

91,93 106,7 98,95 98,05 90,7

84,5

91,4

87,3 90,29

-

54,8

92,1

83,52

84,9

92,6

96

86,29

0,07

-

0,4

0,04

-

81

85,8

91,9

99,7 88,74

13,3

-

-

0,07

101,5 94,27 87,56

Oral de Rotavírus Humano (RR)

-

-

-

Tetravalente (DTP/Hib) (TETRA)

-

-

61

-

91,91

Tríplice Viral (SCR)

86,02 105,6 108,6 107,3 -

-

-

-

-

90,67 84,3

Tríplice Bacteriana (DTP)

Tríplice Viral (campanha) (SCR)

104,3 29,69

0,17

0,1

-

-

-

Fonte: Programa Nacional de Imunizações (PNI)

29


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Causas de internação - %

Capítulo CID-10

2004

2005

2006

2007

2008

I- Algumas doenças infecciosas e parasitárias

4,00

3,34

3,53

4,44

2,69

II- Neoplasias (tumores)

6,82

7,63

8,12

11,26

9,57

III- Doenças sangue órgãos hemat.etranst. Imunitár.

0,54

0,57

0,41

0,52

0,38

IV- Doenças endócrinas nutric. e metabólicas

2,06

2,53

2,06

1,25

1,19

V- Transtornos mentais e comportamentais

2,94

2,81

4,10

3,77

2,72

VI- Doenças do sistema nervoso

1,55

1,52

1,31

1,60

1,08

VII Doenças do olho e anexos

0,24

0,23

0,36

0,40

2,45

VIII- Doenças do ouvido e da hipófise mastóide

0,56

0,41

0,36

0,38

0,23

IX- Doenças do aparelho circulatório

18,26

17,86

15,52

13,17

12,82

X- Doenças do aparelho respiratório

9,53

10,59

9,45

7,25

6,92

XI- Doenças do aparelho digestivo

8,15

8,39

8,01

7,46

9,53

XII- Doenças da pele e do tecido subcutâneo

3,50

2,92

2,28

1,69

1,42

XIII- Doenças sist. Osteomuscular e tec conjunt.

2,51

2,80

2,40

2,73

2,41

XIV- Doenças do aparelho geniturinário XV- Gravidez parto puerpério XVI- Algumas afec originadas no período perinatal XVII- Malf cong deformid e anomalias cromossômicas XVIII- Sint sinais e achad anorm ex clin e laborat XIX- Lesões enven e alg out conseq causas externas XX- Causas externas de morbidade e mortalidade XXI- Contatos com serviços de saúde

6,59

5,85

5,65

5,27

5,03

20,00

19,13

22,10

23,25

25,91

1,89

2,10

3,24

2,22

2,58

1,03

1,25

0,65

1,05

1,05

1,51

1,53

1,81

2,03

0,88

8,06

8,09

8,19

9,40

9,17

0,00

0,00

0,00

0,01

0,08

0,27

0,46

0,44

0,83

1,89

Fonte: DATASUS/MS

Os dados mostram uma significativa redução do número de internações em 2008.

Taxa de Mortalidade Geral (por 1.000 habs.) segundo sexo, Divinópolis (MG), 2000-2008 Anos

Masculino

Feminino

Total

2000

5,9

4,3

5,1

2001

6,2

4,3

5,2

2002

6,0

4,4

5,2

2003

5,8

4,4

5,1

2004

5,9

4,7

5,3

2005

5,9

4,4

5,1

2006

6,0

4,3

5,1

2007

5,7

4,1

4,9

2008

5,6

4,4

4,9

Fonte: SIM/IBGE/DSC/SEMUSA Nota: dados de 2007 e 2008 obtidos do SIM Municipal, sujeitos a retificação

30


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

A taxa de mortalidade geral ficou praticamente estável durante este período. Em 2008 foi de 4,9 por mil habitantes, e continua sendo mais elevada para o sexo masculino.

Mortalidade Proporcional (%) por Faixa Etária Segundo Grupo de Causas CID10 2007

Grupo de Causas

< 1 ano

1 a 4 anos

5 a 9 anos

I. Algumas doenças infecciosas e parasitárias

6,9

0,0

0,0

0,0

0,0

6,3

4,3

3,4

4,2

II. Neoplasias (tumores)

0,0

50,0

0,0

0,0

0,0

14,8

23,9

14,5

17,0

IX. Doenças do aparelho circulatório

3,4

50,0

0,0

0,0

14,3

18,2

38,5

37,5

32,7

X. Doenças do aparelho respiratório

3,4

0,0

0,0

0,0

0,0

4,5

80,2

18,9

12,0

XVI. Algumas afec originadas no período perinatal

51,7

0,0

0,0

0,0

0,0

0,0

0,0

0,0

1,5

XX. Causas externas de morbidade e mortalidade

0,0

0,0

100,0

60,0

78,6

28,4

4,3

3,0

9,4

34,6

0,0

0,0

40,0

7,1

27,8

20,8

22,7

23,2

100,0

100,0

100,0

100,0

100,0

100,0

100,0

100,0

100,0

Demais causas definidas

Total

10 a 14 15 a 19 20 a 49 50 a 69 70 anos anos anos anos anos e mais

Total

Fonte: SIM/Epidemiologia/DSC/SEMUSA Nota: dados sujeitos a retificação

A principal causa de mortalidade continua sendo as doenças do aparelho circulatório (32,7%), seguido das neoplasias (17%) e das doenças do aparelho respiratório (12%).

31


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Coeficiente de Mortalidade para algumas causas selecionadas (por 100.000 habitantes), Divinópolis (MG), 1999-2007

Causa do Óbito

1999

2000

2001

2002

2003

2004

2005

2006

2007

Aids

2,2

2,2

5,3

3,7

4,7

5,6

3,4

4,8

3,3

Neoplasia maligna da mama (/100.000 mulheres)

11,7

7,4

16,7

11,3

11,3

11,9

10,5

10,3

9,2

Neoplasia maligna do colo do útero (/100.000 mulheres)

3,2

5,3

2,1

3,1

2,1

1,0

4,8

4,7

6,5

Infarto agudo do miocárdio

23,8

34,8

30,9

30,4

34,1

35,0

35,7

30,3

24,1

Doenças cerebrovasculares

44,3

63,6

62,3

63,9

58,7

58,3

65,6

55,8

36,9

Diabetes mellitus

20,0

19,6

22,9

22,0

23,7

24,4

22,5

24,0

23,6

Acidentes de transporte

13,5

17,9

18,6

14,7

21,5

24,3

21,5

13,0

12,8

Agressões

2,2

5,4

3,7

9,4

4,7

9,6

7,8

4,8

8,5

Fonte: SIM/DATASUS (dados até 2005 obtidos do DATASUS) Nota:dados de 2006 a 2007, fornecidos pelo Setor de Epidemiologia, sujeitos a retificação

Outros Indicadores de Mortalidade

1999

2000

2001

2002

2003

2004

2005

2006

2007

Total de óbitos

952

935

980

984

1.020

1.086

1.099

1.029

1.042

Nº de óbitos por 1.000 habitantes

5,1

5,1

5,2

5,2

5,3

5,5

5,4

4,9

4,9

% óbitos por causas mal definidas

15,2

6,8

7,7

5,4

5,6

6,1

4,0

3,9

5,0

63

44

55

42

41

38

45

25

29

Nº de óbitos infantis por causas mal definidas

1

-

1

1

1

0

1

0

0

% de óbitos infantis no total de óbitos *

6,6

4,7

5,6

4,3

4,0

3,5

4,1

2,4

2,8

% de óbitos infantis por causas mal definidas

1,6

-

1,8

2,4

2,4

0,0

2,2

0

0

Mortalidade infantil por 1.000 nascidos-vivos **

19,7

14,6

18,1

14,3

15,0

13,8

16,5

9,0

11,1

Total de óbitos infantis

* Coeficiente de mortalidade infantil proporcional **considerando apenas os óbitos e nascimentos coletados pelo SIM/SINASC *dados de 2006 a 2007, fornecidos pelo setor de epidemiologia, sujeitos a retificação Fonte:SIM/SINASC/DATASUS

Destaca-se uma redução considerável do número de óbitos infantis. 32


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

GESTÃO FINANCEIRA A gestão dos recursos foi fundamentada nos princípios legais do SUS e no respeito ao dinheiro público.

Investimento Financeiro em Saúde (despesas pagas) Percentuais aplicados pelo FMS Ano

%

2005

21,31

2006

22,41

Média (%)

20,41 2007

19,72

2008

18,19

Fonte: Contabilidade/SEMUSA Divinópolis

Execução orçamentária

Valor (R$)

Total de créditos orçamentários

87.786.684,02

Total empenhado

86.525.572,71

Saldo de dotação

1.261.111,31

Total liquidado

86.533.367,91

Total pago

86.385.325,89

Saldo a pagar

140.246,82

DETALHAMENTO DA GESTÃO FINANCEIRA:

33


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

34


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

35


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

36


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

37


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

38


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

39


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

40


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

41


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

42


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

43


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

44


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

45


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

46


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

47


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

48


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

49


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

50


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

51


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

52


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

53


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

54


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

55


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

56


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

57


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

58


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

59


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

60


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

61


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

62


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

63


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

64


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

ANEXO

Programas Material Abridor de boca Agitador de tubos Alarme monitorado Alavanca Álbum Ambu Antena - kit de comunicação de dados Antena Parabólica Antena veicular Aparelho amalgamador Aparelho celular Aparelho de anestesia Aparelho de fax Aparelho de gasometria Aparelho de pressão Aparelho de pressão com rodízios Aparelho de profilaxia Aparelho de Raio X odontológico Aparelho de som portátil Aparelho de ultrassom Aparelho fotopolimerizador de resina Ar condicionado Armário cruz vermelha Armário Armário de aço para cozinha Armário vitrine Arquivo Aspirador cirúrgico portátil Atomizador Autoclave Avental de chumbo Bacia inox/esterilização Balança Balcão Banco Bandeja inox Banho Maria Bau para moto

Rede Assistencial 1 1 5 134 2 10 6 12 3 20 3 1 2 1 224 15 1 1

Gestão da Saúde

1 1

1

3 5

2 1 23 6 1 79 15 76 2

42 1 14 2

12 1 17 58 46 3 47

3 14 1 2

65


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Programas Material Bebedouro Beliche de madeira Berço Bicicleta Binóculo Biombo Braçadeira Cabo para instrumentais/esterilização Cadeira Cadeira de banho Cadeira de cabeleireiro Cadeira de rodas Cadeira infantil automotiva Cadeira Longarina Cadeira odontológica Cadeira para balcão Cadeira para transporte de animais Cadeira prancheta Caixa de som Subwoofer Caixa inox Caixa térmica Cama de madeira Cama fawler Câmara digital Câmara escura Câmara escura Câmara para conservação de vacinas e imunobiológicos Caneta odontológica Canhão de luz Capacete de oxigênio Carrinho de curativo Carrinho de emergência Carrinho para carga Carro funcional plástico Centrífuga Chapa de Cabelo Chicote Clorímetro digital portátil Colposcópio Comadre Compressor de ar

Rede Assistencial 6 3 2

Gestão da Saúde 5

1 1 21 24 42 295 11 1 20

1 53

6 115 19 1

7 20 5 1 1 1

20 25 1 1 70 8

3 20 4 3 1 2 1 7 4 2 12 2 1 2 17

1

66


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Programas Material Conjunto para laringoscopia Conjunto para macronebulização Conjunto para nebulização contínua Conjunto para retossigmoidoscopia Contra-ângulo Cortina Cortina em painel CPU Cronômetro digital Cuba/esterilização Desfibrilador Destilador de água Detector cardio fetal Divisória Eletrocardiógrafo Equipo Escada Escaninho de aço Espectrofotômetro Especulo/Esterilização Estabilizador Estante de aço Estetoscópio Estojo inox Estufa Estufa para cultura bacteriológica Extintor de incêndio Ferro elétrico Fichário de acrílico Fluorímetro Foco Foco auxiliar com pedestal e rodízios Foco auxiliar ginecológico Fogão Fórceps Forno a gás Forno de microondas Fotóforo Freezer horizontal Furadeira Geladeira

Rede Assistencial 2 8 2 1 10 15 2 81 6 21 5

Gestão da Saúde

2 2 50 2

1 13 15 1 16 69 10 1 122 76 58 130 266 9 32 11 20 7 2 27

15 2 13 51 44 3 1 3 8 1 1

1 279 1 1 1

14

3 1 3

67


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Programas Material Glicosímetro GPS Gravador de DVD Guarda roupas 4 portas Guilhotina Higrômetro digital Impressora Jogo de sofá Kit de saúde reprodutiva Laringoscópio infantil Lavatório para cabelo Liquidificador Livro Lupa estereomicrosopia binocular Maca Maca para exame clínico Maca para exame ginecológico Máquina de calcular elétrica Máquina de corte de cabelo Máquina de costura Máquina de datilografia Máquina de fumaça Máquina de lavar roupas Máquina fotográfica Máquina para acabamento de cabelo Marca-passo Marreco Mesa auxiliar Mesa de aço Mesa de aço com tampo de granito Mesa de controle Mesa de fórmica Mesa de melanina Mesa em MDF Mesa em PVC Mesa Mayo Mesa para computador Mesa para impressora Mesa tipo rack para computador Micro motor Microfone

Rede Assistencial

Gestão da Saúde

2 1 5 4 1 40

1 27 1

31 4 1 52

1 12 1

41 36 17 2 2

1 1 1 1 19 5

60 74 30 13 17 16 1 19 1

1 1 1 2 2

2 1 3 8 27 4 11 2

1

68


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Programas Material Microfone sem fio Micrômetro digital Microscópio Mocho Modelador de cabelos Modelo pélvico Moinho elétrico Monitor Monitor Cardíaco MP3 player Multifuncional Nebulizador costal monitorado Negatoscópio Nobreak Notebook Otoscópio Oxímetro Painel de conexões Pedestal girafa para microfone Pendrive Phmetro portátil Pinça Pistola de cola Placa de identificação Porta agulha/esterilização Porta algodão Porta cartão de ponto Prancha longa Projetor multimídia - Datashow Quadro branco Rack Rádio Radiômetro Refletor odontológico Refrigerador 2 portas Regulador para rede de oxigênio Relógio de ponto Respirador pulmonar Scaner Secador de cabelos Seringa

Rede Assistencial

5 61 1 1 1 80 2 1 10 9 1 54 7 3 1 339

Gestão da Saúde 4 1 2 1

51 2 1 4 1 3 1 1 1 1 1 27 2

7 13 12 2 1 1 29 3 1 1 15

1 7 2

1 2 1 6

2 3

2 82

69


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

Programas Material Serra elétrica para gesso Suporte de forno Suporte para baú Suporte para mastros Suporte para mesa ASK Suporte para peso Suporte para roupa suja Suporte para som Suporte para soro Suporte para soro fixo Suporte para TV Switch Tábua de passar roupa Tela de proteção Televisão Tenda Tenda de oxigênio Termômetro digital Termômetro digital para ambiente Tesoura/Esterilização Turbidímetro digital Unidade auxiliar Veículo Ambulância Courier Veículo Ambulância Ducato Veículo Ambulância Fiorino Veículo Ambulância Kangoo Veiculo Daily campo 35.13 Veiculo Kombi Veículo Ambulância Spriter Veículo Corsa Classic Veículo Doblo Veículo Uno Mille Fire Flex Ventilador TOTAL

Rede Assistencial

Gestão da Saúde

3 1 2 1 1 4 3 1 48 12 15 4

14

3 1 1 1 2

2

64

20 1 56 1

16

92

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 18

4.342

867

1

Fonte: Patrimônio/Divisão Administrativa/Semusa/Divinópolis Dados sujeitos a retificação

70


PREFEITURA MUNICIPAL DE DIVINÓPOLIS - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE RELATÓRIO DE GESTÃO 2008

SUS

Sistema Único de Saúde

RELATÓRIO DE GESTÃO ANO 2008

Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis Av. Getúlio Vargas, 268 Centro – Divinópolis/MG CEP: 35.500-024 Fone: (37) 3229-6800 Fax: (37) 3250-5471

Prefeitura Municipal de Divinópolis

71


Relatório Anual de Gestão 2008 - Semusa Divinópolis