Page 1

nยบ 60 Fevereiro de 2014

TRANSFORMADOS NA ALEGRIA DO EVANGELHO (02 de fevereiro, dia do Consagrado)


TRANSFORMADOS NA ALEGRIA DO EVANGELHO Semana do Consagrado De 26 de janeiro a 02 de fevereiro de 2014

O Consagrado é Outro Cristo A maior riqueza da Igreja está na possibilidade que lhe foi confiada de fazer de cada pessoa outro Cristo por meio

do

Batismo.

Esta

é

a

transformação mais radical que o

Há uma parte da missão da Igreja que

Sacramento opera e que pode ser

não pode ter a expressão adequada sem

assumida na vivência da fé eclesial.

a

Os

totalmente

Consagrados

são,

na

Igreja,

aqueles que receberam a vocação de

ação

destes

homens

imbuídos

e

mulheres

de

Cristo,

transformados por Cristo, rosto de Cristo.

testemunhar com a totalidade da sua pessoa esta nova realidade, por meio

O Consagrado encarna a alegria do

de uma configuração perfeita com o

Evangelho

Senhor Jesus Cristo, expressa na

A vocação de consagração é fruto da

vivência dos conselhos evangélicos da

descoberta do significado mais profundo

pobreza, da castidade e da obediência.

da alegria do Evangelho. Não se baseia

Assumem uma forma específica de

nas alegrias ou satisfações do mundo,

viver,

mas

transformados

por

Cristo,

fundamenta-se

em

Deus,

no

caraterizada pela radicalidade do seu

Evangelho de Jesus Cristo, que é anuncio

estilo de vida. Esse é o contributo que

de salvação para os pobres e pecadores,

a Igreja lhes pede e de que o mundo

já sobre esta terra, mas sempre a apontar

precisa como auxílio para vislumbrar o

para a alegria definitiva da comunhão com

rosto de Deus.

Ele, no Céu.

Crescer on-line - Fevereiro de 2014 - Página nº 2


Face a tantas insatisfações produzidas

Os consagrados têm a especial missão

pela busca insaciável de alegrias

de ocupar lugar ativo na “Igreja em

fugazes,

saída” (cf. Evangelii gaudium 20),

o

experiência

Consagrado de

vida

tem

uma

diferente

a

convocada pelo Papa Francisco para

apresentar: o de uma alegria serena,

fazer a Evangelização do mundo.

discreta, sóbria, pacificadora. Esse

Homens e mulheres esperam esses

testemunho tem tanto mais valor e

momentos de graça, que serão de

capacidade de persuasão quanto mais

encontro com o Deus da vida e da

é autêntico, vivido e sentido, quanto

alegria,

mais radica na comunhão com Cristo e

assumiram deixar-se transformar pela

com o Seu Evangelho.

novidade do Evangelho.

mediados

pelos

que

Neste sentido, podemos dizer que o Consagrado assume a vocação de ser, na Igreja, o Evangelho vivo da alegria, que

seduz,

irradia,

transforma

e

conduz à conversão.

+ Virgílio do Nascimento Antunes Presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios

O Consagrado proclama a alegria do Evangelho Como

toda

a

vocação

cristã,

a

vocação de consagração inclui sempre as duas dimensões: viver e anunciar, ser discípulo e missionário. No respeito pela especificidade de cada um dos carismas fundadores, há um dinamismo comum a todos, que precisa de ser potenciado de forma adequada

nas

presentes

circunstâncias da vida da Igreja.

Crescer on-line - Fevereiro de 2014 - Página nº 3


Testemunho sobre o Curso de Dezembro Creio que este retiro despertou sentimentos comuns em todos. Foi complicado transcrever por palavras aquilo que vivenciamos nesses três dias (17-18-19 de Dezembro 2013) pois é indescritível tudo aquilo que sentimos, mas tentando adjectiva-lo foi inesquecível, enriquecedor, único, inspirador, deu-nos a possibilidade de termos momentos de partilha, de paz (quer para connosco quer para com os outros), a união e o convívio também foram muito especial para nós, e nunca esqueceremos a simpatia de todas as pessoas (já agora a comida era deliciosa). O que também nos marcou muito foi o convite pessoal que nos foi feito para presenciarmos no banquete, e deixarmos jesus crescer dentro de nós. Queremos agradecer ao Movimento Oásis e a todos os que tornaram possível este retiro pela experiência positiva que nos ofereceram, e que nos vai ser lembrada para o resto das nossas vida; esperamos ansiosamente por outra oportunidade como esta. Inês Teixeira

Crescer on-line - Fevereiro de 2014 - Página nº 4


JESUS: FONTE DE VIDA! No fim-de-semana de 17 a 19 de Janeiro de 2014, tivemos mais uma experiência no Movimento Oásis, que como vem sendo habito, é sempre uma oportunidade única e tocante. De todas as vezes que cá vimos conseguimos sentir Jesus, mas desta vez foi um pouco diferente, pois foi mais intenso, no geral. Fomos convidados a construir o nosso poço e a limpá-lo de todas as coisas menos boas que existem nele e principalmente a inundá-lo, preenchelo da água pura que é Jesus. Todos os momentos foram especiais e como tal, não há um único momento em que todos possam dizer que foi o melhor. Um dos momentos que consideramos mais importante foi a vigília, tocou-nos profundamente e também a reconciliação, onde pudemos estar verdadeiramente com Jesus, sentimonos em paz e livres dos nossos pecados. Com alguns testemunhos percebemos que ter dúvidas, saber questionar a Igreja, não é mau, mas temos de procurar respostas e fazer uma Igreja melhor, contrariar a teoria de que a nova geração é descrente e “má influência”. O Duvidar e o Questionar ajuda-nos a crescer com Jesus e a ficar mais próximo Dele. Sabemos que a grande equipa organizadora da casa Oásis estará sempre de portas abertas para nos receber e nós sempre com muita vontade de regressar. Por isso dizemos: OBRIGADA! Nélia Fernandes e Inês Oliveira

Crescer on-line - Fevereiro de 2014 - Página nº 5


JESUS: FONTE DE VIDA! Testemunho de uma animadora

JESUS: FONTE DE VIDA! “cada encontro tem as suas marcas” No passado mês de janeiro, tive a oportunidade de ir a mais um dos encontro no movimento Oásis relembrar os bons momentos que já passei na casa e voltar a conviver com amigos que já tinha conhecido em encontros anteriores e fazer novas amizades. Todos os encontros me marcam de uma maneira diferente… Não consigo dizer que gostei mais de um ou de outro, pois cada um tem as suas marcas, marcas essas que ficarão para sempre no meu coração.

Há um tempo atrás recebi um convite para uma nova experiência, ir animar um encontro no movimento Óasis. Um pouco tímida, mas lá disse que sim e fui… Quando lá cheguei, senti um espírito de acolhimento fantástico e aí senti-me logo à vontade. O tema do encontro era “Jesus Fonte de Vida”, um tema bastante interessante, na minha opinião. Durante o fim-de-semana, tivemos alguns momentos de oração, de convivo e de brincadeira. Convivemos com pessoas novas, e com elas enriquecemos o nosso conhecimento. Os momentos que mais me marcaram foram a vigília, o testemunho da Sara Queiroga e a Eucaristia de domingo à tarde. Estar como animadora, foi uma experiência bastante interessante para mim, pois também aprofundei os meus conhecimentos sobre alguns temas, fiz novas amizades e ao mesmo tempo refleti algumas das minhas imperfeições.

No último encontro o tema falado foi “Jesus Fonte de Vida”, um tema muito interessante e que eu gostei muito de falar e aprender sobre ele.

Catarina Moreira – Vila Cova (Paredes)

Anabela Moreira

Durante o encontro, fizemos várias atividades ligadas ao tema, como por exemplo, foi-nos dada uma caixa em forma de coração em madeira para que nós pudessemos guardar o nosso tesouro. Também nos foi oferecido uma pedra branca, para que nela pudessemos escrever o que queriamos ser mais, na parte de cima da pedra e o que queriamos ser menos, na parte de baixo da pedra. Foram atividades que serviram para refletirmos sobre o que somos hoje e o que podemos ser…. Todos os momentos vivenciados neste encontro me marcaram de forma muito especial, mas entre estes destaca-se, o momento da vigília. Foi de facto, um momento marcante para mim, pensei no que sou e no que posso ser melhor e aí senti-me obrigada a fazer um comprimisso com Jesus, comprometime a ser jovem +. Adorei todos os momentos passados na casa, momentos de partilha, de convívio, de oração e até mesmo de gargalhadas. Foi sem dúvida um momento marcante e que para sempre ficará em minha memória.

Crescer on-line - Fevereiro de 2014 - Página nº 6


Maupal, criador do grafito do "SuperPapa" Na segunda-feira, com a escuridão a seu favor («em teoria é uma ação ilegal, faz-se sempre de noite»), Mauro Pallota, pintor de profissão, artista de rua por paixão, desenhou na parede de uma das ruas de Roma, a dois passos do Vaticano, o "SuperPapa". «É um grafito ecológico e removível» que retrata o papa Francisco nas vestes de um super-herói», diz Mauro, nascido em 1972, que esta quarta-feira não teve descanso, com o telefone a tocar todo o dia. «Disseram-me para ir à Via Plauto [onde o grafito foi desenhado] e encontrei câmaras de filmar, fotógrafos, jornalistas», recordou o artista, que esperava uma apreciação favorável mas nunca imaginou que desse a volta ao mundo. «Os meus trabalhos de rua tiveram sempre reações positivas; pensava que este iria fazer um pouco mais de rumor, mas não que chegasse a todo o lado», disse sobre o grafito que o Pontifício Conselho das Comunicações Sociais publicou no seu perfil na rede social Twitter. «Levei mais tempo a encontrar a parede certa sobre o qual o fixar do que a desenhálo», conta "Maupal", como assina. «Quanto à zona - prosseguiu - nunca tive dúvidas: em Borgo Pio, o bairro papal por excelência, onde nasci e cresci, e aqui hoje todos adoram Francisco.» «Precisamente pela empatia que consegue criar à sua volta, o papa é muito pop, e quis desenhá-lo pop, como numa banda desenhada. Os superpoderes de que o dotei representam o enorme poder de que dispõe, que ele usa, o único líder no mundo, para fazer o bem. É o único que faz aquilo que diz e diz aquilo que faz.» «Os heróis das bandas desenhadas americanos descendem dos da mitologia grega, e eu quis interpretá-lo nessa chave, mas com toques de humanidade, como o cachecol da equipa argentina do San Lorenzo, por quem ele torce, os sapatos velhos e aquela mala preta de que nunca se separa.»

«A ideia chegou-me numa tarde, há algumas semanas: estava a folhear um pequeno jornal de super-heróis quando na televisão começaram a falar do papa. Na minha cabeça foi como um curto-circuito: o papa é um super-herói. Pallota teve uma educação católica, mas hoje «não frequenta». Por isso, parece-lhe que a sua homenagem a Francisco faz ainda mais sentido: «Gosto precisamente dele como homem, não porque acredite».

Piero Negri In Vatican Insider

Crescer on-line - Fevereiro de 2014 - Página nº 7


Palavrado Fundador “O que queres de mim, Senhor” Esta pergunta é plenamente consciente. É, talvez, a primeira vez na tua vida que te a faço, sabendo a quem a faço. Se tudo o que eu sou vem de Ti; se sou todo de Ti, devo ser todo para ti. Na nossa relação, Tu tens direitos e eu tenho deveres. Deste-me o corpo com os seus sentidos; a alma com as suas capacidades. A minha vida é Tua. São Tuas as minhas energias. Teu é o meu tempo. Tua é a minha morte. Tua é a minha eternidade. Diz-me: que queres de mim, Senhor? Depois de disto, nenhum empreendimento é tão seguro como aquele que me propões: seguro porque a vitória está garantido e nenhum de nós cairá, mesmo não faltando as privações, as dificuldades, as lutas e mesmo os momentos de desconforto; seguro porque nada nos será pedido para fazer que Tu não tenhas já feito antes de nós e em abundância; seguro porque os frutos da vitória serão todos para nós. Tu, de facto, ó Senhor, só queres a nossa felicidade e ficas feliz com a nossa felicidade. Nenhum mestre, nenhum rei, é mais fascinante do que Tu, ó Jesus. Quem poderá acolher um raio da tua divina luz! Quem poderá saborear o quanto é belo procurar-te, ó Senhor!... O que será encontrar-Te! Viver contigo, caminhar contigo, sofrer contigo, lutar contigo e para Ti; e, por fim, morrer contigo; ressuscitar e subir ao céu contigo!... Diz-me, Senhor, o que queres de mim?… (P. Rotondi, Passa parola, pág. 33-34) Movimento Oásis Centro de Espiritualidade Rua Mirante de Sonhos, 105 4445-511 Ermesinde - tel. 229712935 http://www.movimentooasis.com Contactos : padrearaujo@sapo.pt / oasis@movimentooasis.com

Crescer On-line - fevereiro de 2014  

Movimento Oásis em Portugal

Advertisement