Page 1

nº 44 – Setembro de 2012

Descobrir a beleza da Fé Cristã

Oásis na Ilha do Faial Página 2 Oásis volta ao Faial com apelo ao serviço por amor Página 3 Testemunhos Página 4 e 5 “O padre” (O pai) Página 6


OÁSIS NA ILHA DO FAIAL

Como dizia o Jornal faialense “Incentivo”, o “Oásis volta ao Faial com apelo ao Serviço por Amor”. Na verdade, organizaramse mais dois cursos Oásis nas instalações da paróquia dos Cedros na Ilha do Faial. O primeiro de 24 a 26 de Agosto para jovens, sobre a Fé, “Descobrir a beleza da Fé Cristã”; e o segundo para adolescentes, sobre a Vocação, “Vocação: dizer Sim ao chamamento de Jesus”. Os dois encontros tiveram 65 participantes, vindos das paróquias de Ribeirinha, Pedro Miguel, Cedros, Angústias, Praia do Norte e Salão.

O trabalho foi acompanhado por uma equipa de leigos desta ilha que tem sido o “motor” e a alma do Oásis no Faial: espírito de Serviço, dedicação, aposta nos jovens e muita disponibilidade para preparar e servir as refeições, acompanhar os jovens durante a noite, e prestar todo o auxílio necessário. Alguns tiraram férias nestes dias para os poder acompanhar. Durante estes dias criou-se um ambiente de grande confraternização e amizade, não só com momentos de alegria e festa mas também de reflexão, oração, e celebração da Eucaristia e da Reconciliação. Na última Eucaristia, e sinal de responsabilidade e empenho, alguns jovens comprometeram-se em alguns níveis de compromisso: de Serviço, de Promessa e de Animador; um casal fez a sua consagração no Instituto Secular “Ancilla Domini”. Ao longo destes últimos anos, a Espiritualidade do Movimento Oásis tem sido dada a conhecer e proposta aos jovens desta ilha açoreana, fruto de vários encontros e ações de formação. De há três anos para cá este trabalho tem sido mais regular, geralmente com encontros no Verão e no Carnaval.

Crescer - on-line nº 44 Setembro de 2012 Página nº 2


Oásis volta ao Faial com apelo ao serviço por amor Foram 65 os adolescentes e jovens que participaram em dois encontros do Oásis, que regressou á três anos a esta ilha e está a fazer uma nova aminhada no Faial. Servir por amor é a principal mensagem da espiritualidade do Movimento Oásis que está de regresso ao Faial com a organização de cursos para jovens e adolescentes. Este movimento da Igreja Católica teve uma adesão significativa há mais de dez anos na ilha do Faial. Depois de uma interrupção está desde há três anos a fazer uma nova caminhada com os jovens. Termina hoje o encontro destinado a adolescentes, que juntamente com o primeiro que decorreu no fim-desemana para jovens, reuniu cerca de 65 participantes. Na ilha do Faial, surgiram no último ano grupos do Movimento Oásis organizados nas freguesias da raia do Norte, dos Cedros e do Salão, onde a sua espiritualidade está cada vez mais viva. Segundo Davide Silveira, do Movimento no Faial, a ideia de promover os cursos surgiu devido à experiência que os promotores tiveram durante a sua juventude. «Há muitos anos vivemos isto, o que nos ajudou. E hoje queremos proporcionar a todos os jovens o mesmo pois estes estão muitos abandonados nesta ilha em relaç ã o à I g r e j a » . Para Davide Silveira, a Igreja devia ir mais ao encontro dos jovens e não ficar fechada nas suas «capelas».Do norte de Portugal, vieram dois orientadores. O sacerdote José Manuel Araújo reconhece nos jovens faialenses uma «sede de Deus».«Encontrei os jovens com vontade de querer conhecer, aprender e aprofundar a sua fé», afirmou em declarações a o I N C E N T I V O . Para o padre, a caminhada feita nos últimos anos tem sido positiva, englobando sempre novas pessoas e criando-se espírito de grupo. Davide Silveira considera que o número de participantes é

positivo e salienta que há muitos casos que têm participado em todos os encontros realizados. Para os organizadores o importante não é ver os resultados mas sim semear nos jovens algo que mais tarde se revele. O Movimento Oásis nasceu com o padre Rotondi, italiano, e carateriza-se por defender uma forma cristã de estar no mundo procurando sempre servir por amor. «Quem quer seguir este espírito, quer estar no mundo com uma atitude de serviço», definiu assim o sacerdote este movimento. Leonarda Dias In Jornal “Incentivo”, Faial, 28 de Agosto 2012

Crescer - on-line nº 44 Setembro de 2012 Página nº 3


Testemunhos

“Gostei muito deste Curso Oásis. Fizemos atividades diferentes como por exemplo o inquérito sobre a fé, em que saímos daqui e fomos colocar às pessoas questões sobre a fé. As conferências e os trabalhos de grupo foram muito enriquecedores e permitiram aos jovens crescer na fé. A vigília foi muito interessante e diferente, pois foi encenada, permitindo assim que a vivêssemos mais.” (Daniela Gomes)

“Permitiu que nós, jovens, crescêssemos na fé…” (Catarina T.)

“Foi uma experiência enriquecedora. O tema foi bem escolhido para a nossa idade… É sempre bom fazer parte deste tipo de atividades… É uma experiência diferente que nos ajuda no nosso dia a dia.” (Diogo Pereira)

“Durante estes dias no Curso Oásis gostei do tema que falámos, a vocação, gostei dos trabalhos de grupo realizados e da convivência com outras pessoas e as novas amizades”. (Helena Dutra)

Crescer - on-line nº 44 Setembro de 2012 Página nº 4


“Aprendi muito e queria agradecer por me ensinarem coisas novas.” (José Oliveira)

“Gostei de partilhar mais coisas sobre Jesus, gostei também de aprender coisas novas. Gostei de rezar…” (Nicole Garcia)

“Gostei muito… vou falar com os animadores para saber aquilo em que posso ser útil”. (Ana Rita Souto)

O curso Oásis 2012, decorrido nos passados dias 27, 28 e 29 de Agosto no Faial, foi, como em todos os outros encontros anteriores, muito acolhedor. Houve momentos de oração, momentos

de aprendizagem e momentos de convívio. O tema principal do encontro foi a vocação, em que falámos do que era a vocação e foram-nos apresentados vários testemunhos vocacionais. Também tivemos a presença da Irmã Catarina, da congregação das franciscanas hospitaleiras, e do David e da Elisabete, que nos deram o seu testemunho na escolha da sua vocação. Realizámos o sacramento da reconciliação, e também uma vigília de oração que foram momentos muito importantes deste encontro. Para encerramento, houve a celebração de uma Eucaristia, animada por todos os oásistas. Agradecemos a todos os animadores que contribuíram para o sucesso deste encontro. Alexandra

Crescer - on-line nº 44 Setembro de 2012 Página nº 5


“O padre” (O pai)

“O padre”, expressão de proximidade, foi este o sentimento que tive quando comecei a ler o prefácio desta obra (PADRE ROTONDI O homem do “Sim”) Nas comemorações do centenário do seu nascimento e apesar de ter partido há 22 anos para «…o começo do desígnio eterno da Providência», continua uma pessoa tão presente pelo seu exemplo de vida. Ainda vou a percorrer as primeiras páginas do II Capítulo, sem pressa de concluir este livro, à medida que o vou lendo são incontáveis os sentimentos que se acercam do meu ser, é despertado a cada instante a fome, a sede por este manjar de vida inspirado na vida de outro grande homem, santo Inácio de Loiola. Imagino, como se estivesse a viver cada momento descrito, cada convicção sentida em função de um Sim com amor, com desejo de pertencer a um exército de paz e levar Cristo, esperança viva e feliz, a cada homem sem rumo, perdido pelas coisas do mundo, apegado a muito que lhe sabe a pouco ou a nada e que os torna em rostos sem sorrisos, em olhares sem brilho e sem futuro, sem esperança. Seres que marcam por aquilo que são e vivem, cativam, cativam mesmo, de uma forma impressionante, sem vergonha nem receio, fazendo com que outros procurem, desejem ardentemente, sentir, viver toda a maravilha que contemplam nestes jovens. Amigos oasistas, que este desejo cresça dentro de cada um de nós, sejamos também capazes de dizer não às coisas e Sim a este brilho, a este OÁSIS criado pelo “padre”. “O padre”, é uma expressão que guardo carinhosamente no coração, uma expressão que me emocionou e me leva a desejar, a pedir a Deus que sempre oriente o nosso franciscano (sacerdote franciscano ordenado este ano na Praia do Norte – Faial) neste sentir e que o possamos também, sempre, chamá-lo “o frade”, como pessoa doce, linda, feliz e humilde que é. Paula Dias (Faial) Movimento Oásis Centro de Espiritualidade Rua Mirante de Sonhos, 105 4445-511 Ermesinde - tel. 229712935 http://www.movimentooasis.com Contactos : padrearaujo@sapo.pt / oasis@movimentooasis.com

Crescer On-line - setembro de 2012  

Boletim formativo e informativo do Movimento Oásis

Advertisement