Page 1

CENTRO ESPÍRITA VICENTE DE PAULO Rua 7 de setembro no. 14-50 - Bauru - Centro – CEP. 17015-030 VOLUME 1

NÚMERO 81

AGOSTO 2010

HÁBITO DE COMER MUITO Com o peso acima do ideal, já entrando na obesidade, por iniciativa própria, Tadeu decidiu consultar um médico, que além da dieta, prescreveu-lhe inibidores do apetite; avisou-o, entretanto, que teria que ser por tempo limitado, pois, se não fossem usados com cuidado s especiais, esses medicamentos apresentavam elevada possibilidade de afetar a saúde. Não valeria a pena substituir um problema por outro. Em razão disso, precisaria aproveitar esse período para reeducar a sua maneira de alimentar-se; e também praticar exercícios com regularidade. Teria, pois, que abandonar o hábito de alimentar-se em excesso, e aprender a comer tanto necessário para recuperar o seu peso ideal; e, depois que conseguisse atingir essa meta, passasse a ingerir a quantidade necessária para mantê-lo. No dia da consulta, chegou em casa triste e meditativo, pois compreendeu que seria necessário renunciar a um dos grandes prazeres da vida. Não mais os churrascos de carnes ricas em gordura, nem massas, doces, chocolate, sorvete e tantas outras guloseimas que tanto apreciava; mas sim, as verduras e legumes, que sempre recusou, carnes brancas e outros pobres de lipídios e carboidratos. Não mais comer até sentir-se cheio, mas contentar-se com o necessário. Teria de escolher entre a saúde e o constante risco adquirir doenças várias. Depois de muito refletir, tomou a firme decisão de acatar toda a orientação do especialista. Mudaria completamente a sua vida. Mobilizaria todos os recursos que pudessem ajudar. Como cristão, recorreria sempre às orações. E disse para si mesmo: hei de vencer!... É bastante significativo o número de pessoas que se alimentam além do necessário. E logo aprendem que isso não é saudável. "Antes lhe abrirás de todo a mão e lhe emprestarás o que lhe falta, quanto baste para a sua necessidade" (Dt 15.8). Quem precisa de reeducação alimentar não é diferente dos que necessitam lutar para vencer maus hábitos, imperfeições morais ou vícios diversos. E só obtém êxito quando estão dispostos a renunciar aos costumes inconvenientes e substituí-los pelos que são saudáveis. Para alcançar esses objetivos, necessitam, entre outras medidas, educar a mente, mudar os valores e a maneira de ser, os ambientes que freqüenta e, conforme o caso, evitar determinadas amizades, além de impor-se rigorosa disciplina. No entanto, não são muitos os que estão decididos a fazer tudo isso e a perseverarem no esforço que se faz necessário. De modo geral, inúmeros desistem diante da intensa luta que têm de empreender. As dificuldades são maiores quando os hábitos se constituem numa forma de prazer cultivada durante anos, pois vão enraizando-se na mente, gerando condicionamentos difíceis de serem extirpados. Indiscutivelmente, o ensinamento de Jesus conscientizando-nos quanto à necessidade de agirmos em tudo com temperança aplica-se à alimentação. "Porque o reino de Deus não é comida, nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo" (Rm14.17). Umberto Ferreira

"CULTIVARÁ CONVICÇÕES SINCERAS, EM MATÉRIA DE FÉ; ENTRETANTO, SE ESSAS CONVICÇÕES NÃO SERVIREM À SUA RENOVAÇÃO PARA O BEM, SUA MENTE ESTARÁ RESUMIDA A UM CABIDE DE MÁXIMAS RELIGIOSAS."


PASSOS E OPORTUNIDADES Reflitamos! Será que atingimos a plenitude do conhecimento sobre um assunto ao concluirmos ciclos de estudos sobre o mesmo? Não! A vida nos demonstra facilmente que apenas demos um pequenino passo, ponto onde devemos reiniciar o aprendizado para o passo seguinte. Com esse pensamento o CEVP tem proporcionado a seus trabalhadores voluntários, e freqüentadores, cursos, fóruns, seminários e palestras com o objetivo de instruir e reciclar conceitos equivocados residentes em nossos pensamentos e ações, que vão se sedimentando alimentados pelas nossas fraquezas, orgulho, arrogância egoísmo, vaidade, etc. A parceria do CEVP com USE está proporcionando uma janela enorme àqueles que estão participando desses encontros, Nos últimos dois 29/05 e 26/06, concluímos o Seminário para Esclarecedores de Reunião Mediúnica, foi FANTÁSTICO, somente o ambiente de fraternidade vivenciado por todos já valeria a pena ter participado, mas não foi só isso, a troca de idéias e experiências foi riquíssima, estimuladas pelo envolvente programa preparado pelo DD da USE, culminado com a sapiência do mediador Edgar Miguel, que abrilhantou mais ainda esse encontro. Outras oportunidades virão, preparem-se não percam a chance, pois só aprenderemos a falar se aprendermos a ouvir, e só ensinaremos bem se também aprendermos bem. Departamento de Estudos

ANIVERSARIANTES DE AGOSTO

6 - Evitar as conversações inúteis.

06 - MARIA TEREZA B. OLIVEIRA

7 - Receber o sofrimento o processo de nossa educação.

15 - WALDEMIR ANTÔNIO SALLES

8 - Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem.

17 - CLARICE D. DEMARCHI AMARAL 20 - NEUSE PERES MONTEBRIGNOLI 21 - ANTONIO PADUA SIQUEIRA 23 - LUCIA HELENA P. OLLER RAMALHO 28 - PAULO ROBERTO SOUZA 30 - LEONILDA GIANNOTTI ASSIS 31 - PAULINA MANGIALARDO LIMA

DEZ MANEIRAS DE AMAR A NÓS MESMOS

9 - Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão. 10- Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar e colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.

1 - Disciplinar os próprios impulsos.

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Paz e Renovação.

2 - Trabalhar, cada dia, produzindo o melhor que pudermos.

EXPOSITORES DE AGOSTO

3 - Atender aos bons conselhos que traçamos para os outros. 4 - Aceitar sem revolta a crítica e a reprovação. 5 - Esquecer as faltas desculpar as nossas.

alheias

sem

05 - NELLY DEL NERY PRADO O homem “Chico Xavier"

12 - CESAR ESTEVES MORON 19 - LUCIA HELENA ÁVILA MIGUEL “O Evangelho no lar"

26 - ELAINE PIRES RAMOS

"É PRECISO NÃO ESQUECER QUE É O ESPÍRITO QUE AMA E NÃO O CORPO, E, QUANDO A ILUSÃO MATERIAL SE DISSIPA, O ESPÍRITO VÊ A REALIDADE.”

Julho/2010  

Gotas de Luz