Issuu on Google+

BIKE n.º 194

www.bikemagazine.pt

maio 2013 l Mensal l PVP continente 3,95€

Acompanha-nos no

magazine

Urban Style

ESCOLA BIKE

Conheces a marca Rasto?

#1

SABES COMO POTENCIAR O TEU TREINO?

#2

TESTES YETI|SB95

d e z i l a i c e p S ro Expert Carbon Endu

Enduro faz tudo! a : as et cl ci bi ês tr r te Já não precisas de

VIAGENS DE SONHO

ROTEIRO

BTT no Vietname Hans Rey no Haiti 75 www.bikemagazine.pt

Há muita coisa na Batalha para além do mosteiro…

ISBN 5601753001303

VAN NICHOLAS|ZION 29ER TNT|+ 6 PRODUTOS

DIA A DIA DE

MÁRIO COSTA Campeão nacional sub-23/elite Ciclocross

5 601753 001303

0 0 1 9 4

APRENDE A FAZER BATIDOS ENERGÉTICOS


TESTE

b SPECIALIZED ENDURO EXPERT CARBON Texto: Pedro Pires Fotografia: Pedro Lopes Rider: Renato Fernandes

DEFINIÇÃO DO ENDURO Não há nome que assente melhor a uma bicicleta do que este: Enduro. Com a vertente do BTT que mistura a resistência com a gravidade a crescer, tens aqui uma opção a ter em conta para os épicos de fim de semana e as provas da Taça.

18


Bem visto

Comportamento a subir e a descer Peso Conforto Estética

A melhorar

Carcaça dos pneus podia ser mais robusta

SPECIALIZED

ENDURO EXP. CARB. Suspensão: Fox 34 Talas CTD Amortecedor: Fox Float CTD Travagem: Avid Elixir 7 SL Transmissão: Sram X7/X0 5.625€

19


roteiro Batalha

Media Partner

Bike Hotel Casa do Outeiro magazine

BATALHA

Pedra sobre pedra Com um imponente mosteiro, praia a 30 km e a Serra de Aire ali ao lado, a Batalha ĂŠ um destino capaz de atrair visitantes com os mais diversos interesses. No roteiro deste mĂŞs fomos explorar alguns trilhos nas redondezas. Texto: Pedro Pires Fotografia: JoĂŁo Carlos Oliveira

70 www.bikemagazine.pt


71


Escola Todos nós, atletas ou não, temos um perfil e uma genética individual. Se soubermos realmente quais são as nossas potencialidades e as nossas fraquezas, podemos maximizar muito mais o nosso treino.

Perfil atlético

OTIMIZA O TEU TREINO

A importância de conhecer os diferentes patamares de rendimento desportivo é crucial para delinear objetivos mensuráveis e alcançáveis a curto e médio prazo, sejam eles competitivos ou meramente físicos. Texto: Tiago Aragão Fotografia: Arquivo

76


O

BTT é, hoje em dia, uma modalidade desportiva que se pode regozijar pela enorme quantidade e qualidade de tecnologia disponível para atletas e treinadores, contribuindo de sobremaneira para um trabalho de preparação física cada vez mais preciso e rigoroso. Os equipamentos disponíveis para a avaliação do atleta, por exemplo, são cada vez mais fiáveis, permitindo inclusive fazer análises no próprio terreno, ou simular em laboratório o esforço real, em bicicletas próprias desenvolvidas para o efeito. Neste sentido, é cada vez mais profundo o conhecimento científico da modalidade e aumentam as possibilidades de analisar com mais pormenor as capacidades físicas e principais debilidades de cada betetista. O caso mais pragmático deste profundo conhecimento, é a análise cada vez mais precisa do “binário” de cada atleta, que é traduzido pela relação peso/potência a intensidades submáximas e máximas. O aumento do número de publicações científicas com estudos realizados em ciclismo e BTT, possibilita a comparação com valores de referência de atletas de top internacional, e assim “catalogar” com rigor os patamares de rendimento físico de cada atleta. Atualmente em Portugal, já uma grande parte de atletas profissionais e amadores, conhecem com detalhe os seus valores (potencialidades) e trabalham afincadamente cada intensidade de treino, com o objetivo de garantir o melhor rendimento desportivo, através da afinação/calibração física de cada patamar/limiar de rendimento físico. O ciclismo mundial trabalha já há alguns anos com estes dados, na medida em que o ingresso de atletas em equipas UCI é em grande parte das vezes baseado no estudo do perfil fisiológico, assente na análise detalhada da capacidade de produção de força/potência do atleta. A RELAÇÃO PESO/POTÊNCIA A capacidade de produção de potência de cada atleta deve ser sempre relativizada ao peso corporal do indivíduo, visto que, entre atletas com igual potência no limiar 77


Atualidade BASTIDORES

O DIA A DIA DE

MÁRIO COSTA

Nesta edição encontrámo-nos com um dos nomes mais consagrados do atual panorama nacional, e também um herói local na vila de Junqueira, pertencente a Vila do Conde. Texto: Paulo Rema Fotografia: Luís Lopes

Perfil: Nome: Mário Costa Data de nascimento: 31/10/1991 Treinador: Sérgio Carvalho Equipa: ASC/BikeZone Localidade: Junqueira (Vila do Conde) Bpm max: 208 Bpm min: 42 Comida favorita: Arroz de polvo e empadão Bebida favorita: Água

84


85


Bike Magazine 194