Page 1

motocamping N.º 1 - Outubro - Dezembro - Subscrição gratuita - www.revistamotocamping.com

Centro de Portugal em duas rodas 6 parques de campismo para descobrir

CASA DOS PATUDOS Alpiarça

BMW 1200 GS ! Motor com alma de viajante

QUINTA DA LAGOALVA Castas vincadas de personalidade

QUINTA DO CASAL BRANCOTradição agrícola e vitivinícola com mais de 200 anos

GLAMPING - CAMPISMO COM VERDADEIRO GLAMOUR

01


MOTOCAMPING Editorial / 3 Zona Centro - Seis parques de campismo / 4

Cultura sobre rodas / 30

Gastronomia e vinhos/ 35

Contacto moto / 41

Contacto viagem/ 45

Compras viagem / 52

Revisão viagem /56

Descobrir o Mundo / 62

Mercado de duas rodas / 65

Viagem Verde / 72

Vida Selvagem / 81

Evento especial/ 26

Moto Shopping - Especial Natal / 27

Outubro - Dezembro 14

Montanha & Campismo / 110

Fotografia / 121

Viajantes / 136 Desafios e Ideias / 136 Viajante Internacional / 147 Viajante Solidário / 149

MOTOCAMPING • 2


Editorial Sob rodagem Sob rodagem, é a sensação que temos ao iniciar o projecto da Motocamping em Portugal. Este é o paralelismo de sentimentos que partilhamos com todos vós! Isto porque, trata-se de um novo projecto editorial que chega agora ao vosso computador, no entanto, há largos meses que viajamos por Portugal há procura dos melhores parques de campismo na zona centro do País, dos melhores locais para visitar, da melhor proposta de gastronomia e de histórias para partilhar. Ao longo de 2.900 quilómetros realizados, entendi que as traves mestras deste projecto fariam todo o sentido de avançar e esbater por completo as dúvidas que todos tínhamos ao desenvolver este projecto em Portugal. Isto porque, a palavra “camping” em Portugal, assume uma força depreciativa, no que concerne a uma oferta turística de relevância. Na verdade, após visitar inúmeros projectos de “camping” em Portugal, entendi, que estava na altura de esbater este ruído e ajudar a potenciar a imagem destes espaços magníficos espalhados a nível nacional. Qual seria a melhor forma de promover estes encantos? Muito simples, através das duas rodas, até porque, se cria um elo de ligação único e que envolve intrinsecamente a palavra … liberdade! Sim, quando falamos de “camping”, estamos a falar de liberdade, contacto com a natureza, conhecer panoramas diferentes, apreciar o nascer do sol, ouvir o vento nas folhas, canto dos pássaros, ver o céu com milhares de estrelas e tudo isto ao lado da sua moto. Neste “hotel”, tem as estrelas que deseja, basta olhar para o céu! Este é o espírito que sentimos, na qual, queremos partilhar com todos vós, para além de acreditarmos que Portugal merecer ser promovido da melhor forma pela sua fantástica natureza e pela génese das suas pessoas. Actualmente, “camping”, não significa somente montar a tenda, existem nos diferentes espaços ofertas de estadia diferenciadas, desde do simples “bivaque” até casas de madeira de luxo! Sentir a natureza, sentir e conhecer novas pessoas, regiões, hábitos diferentes, troca de informações , experiências num ambiente de cordialidade, rotina da criação de novas amizades na estrada e na estadia, é a missão da Motocamping! Existem diversos pilares que gostaríamos de reforçar e contribuir com a revista Motocamping. Neste caso, unir todos aqueles que apreciam viajar por Portugal em duas rodas, tal como, partilhar noções de respeito pela natureza, meio ambiente e acima de tudo convivência social através das duas rodas. Estamos sob rodagem, no entanto, a mesma só fará sentido, se for acompanhada pela sua partilha e que seja sentida pelos quilómetros que nos unem ao longo deste magnífico país que se chama Portugal.Um profundo agradecimento a todos os parceiros, empresas , entidades que acreditam na Motocamping que estão presentes neste primeiro número.

Propriedade e Edição Filipe Gama Sede e Redacção Rua do Valdaque n.106-108 2090 - 194 Alpiarça Periodicidade Trimestral ERC Nº: 126553

!

Director Filipe Gama Sub-Director Ruben Martins Fotografia Image 2.0 Design Motocamping - Online Contactos Telm.: 924 32 62 09 Tel.:243 556 543

! !

geral@motocamping.pt publicidade@motocamping.pt imprensa@motocamping.pt

! ! !

www.revistamotocamping.com

MOTOCAMPING • 3


REPORTAGEM

6

Parques Campismo

Centro de Portugal MOTOCAMPING • 4


1.

Viajar pelo centro de Portugal

Descubra nesta primeira viagem os seis melhores parques de campismo na zona centro de Portugal texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

A nossa primeira viagem iniciou-se em Santarém, com a intenção de percorrermos a zona centro interior do País. Pelas 7H30 da manhã, preparamos a moto para o início desta viagem, no entanto, sentimos que ainda vamos enfrentar em pleno mês de Junho, os chuviscos de um inverno que teima não terminar o seu ciclo em Portugal. Contudo, tudo preparado, e com um GPS inquietante que parece não se conter em nos confundir com tantos mapas e sugestões, mas finalmente, conseguimos colocar a rota que nos leva até Mação, descobrir os encantos do concelho que é conhecido pela terra dos três A devido ao excelente “Ar” que se respira, à límpida e fresca Água que se bebe e ao Azeite que tempera de forma singular a gastronomia local.

MOTOCAMPING • 5


O concelho de Mação pertence ao

O nosso percurso ainda foi marcado

A gastronomia

Distrito de Santarém e situa-se no

entre serras, neste caso, tivemos opor-

tremamente variada, entre pratos

vértice de três regiões tradicionais:

tunidade de atravessar o Bando dos

tradicionais podemos destacar os

Beira Baixa, Alentejo e Ribatejo.Todo

Santos e o Bando de Codes.A norte

famosos enchidos, presunto e

este território, ligado fisicamente à

temos a Serra de St.º António, a serra

maranho ou lampreia. Para vos abrir

Beira Baixa, remonta o paleolítico,

da Amêndoa, Serra da Galega , Serra

o apetite, o concelho de Mação pro-

era da qual se encontram diversos

das Águas Quentes e a sul do Concel-

duz cerca de 70% do presunto na-

vestígios na zona. O concelho de

ho, as Serras da Alfeijoeira, Serra do

cional. Convidaram-nos a experi-

Mação está inserido numa zona de

Casal e a Serra de Moledo. Num con-

mentar as azeitonas, enchidos frios

pinhal, onde se podem encontrar

celho, onde existem dezenas de

e um queijo de cabra e de ovelha

densos bosques de pinheiro bravo,

nascentes e ribeiras, entre elas a

únicos! Recomendamos que experi-

eucalipto, sobreiro, azinheira e

Ribeira da Pracana, Ribeira da Ocreza

mentem o Cabrito Assado em forno

oliveira. Ao longo do percurso efec-

e a Ribeira do Bolestim. Ao longo da

a lenha à moda de Mação, e o feijão

tuado, efectivamente, foi uma exper-

nossa viagem, verificamos que nas

de Matança. Se ainda conseguirem,

iência única sentir de perto esta

aldeias ainda se vive

intensamente

têm o arroz de lampreia, sável da

magnífica natureza. Por diversas

actividades tradicionais, onde a agri-

Telha e o ensopado de enguia ou

vezes, fomos convidados a parar a

cultura e a pecuária ganham destaque.

sabota.Para terminar, tigeladas de

nossa moto e apenas senti-la de per-

A indústria do pimentão merece a sua

Cardigos ou fofas de Mação.

to e registar esses momentos.

distinção.

do concelho é ex-

MOTOCAMPING • 6


Barragem de Ortiga onde corre uma água com qualidades medicinais, que ajuda a curar doenças da pele e fígado nas Termas da Ladeira.

7 • Your Magazine • website.com

MOTOCAMPING • 7


Ortiga Parque de campismo texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

O parque de campismo de Ortiga fica

O parque de campismo de Ortiga encon-

localizado na região sul do Concelho de

tra-se debruçado sobre a Albufeira da

Mação, sendo um local de eleição para

Barragem da Ortiga, localiza-se a 75 min-

quem visita a região. O nosso GPS de-

utos de Lisboa, 2 horas do Porto e aprox-

scobriu uma das zonas mais bonitas de

imadamente a 75 minutos de Espanha,

Portugal, ao chegarmos ao local enten-

percorridos em Auto-estrada ou Itin-

demos de imediato o orgulho dos

erários principais.

Maçaenses quando nos falam da praia classificado com três estrelas e dispõe de

!

A praia fluvial de Ortiga tem à dis-

várias funcionalidades para os seus

Parque campismo de Ortiga

posição um variado leque de activi-

utentes, desde água quente, sala de con-

Estrada da Barragem

dades desportivas, tal como, slide, es-

vívio, zona de caravanas e tendas, an-

calada, canoagem, entre outras de ar

fiteatro, assadores, estacionamento, ram-

livre e lazer. Para quem aprecia camin-

pa de barcos e uma série de atributos de

Telefone: 241 573 464

har, existe um guia disponível de trilhos

qualidade para quem pretende visitar de

Fax: 241 573 482

de Mação.

moto este magnífico local.

Para permanecer neste paraíso natural,

O parque de campismo de Ortiga é uma

encontra-se disponível o parque de

referência de puro prazer, contemplação

campismo de Ortiga. Ao chegarmos ao

da natureza e de um perfeito local para o

local fomos recebidos pela Srª. Nadine

encontro com o descanso.

fluvial de Ortiga.

O parque de campismo de Ortiga está

6120-525 Ortiga

Email:campismo@cm-macao.pt

! !

Restaurantes A Lena - Ortiga - 241 573 457

Ambrósio, na qual, nos apresentou na integra todo o parque e com a toda a

A Motocamping recomenda que coloque

sua simpatia partilhou todos os serviços

no seu GPS este magnífico parque de

disponíveis e locais envolventes que a

campismo.Vale a pena fazer uma viagem

nossa equipa poderia visitar! Através do

até Ortiga. É um prazer passear pela

O Balado - Mação - 241 572 224

seu conselho, visitamos a ruínas Ro-

região em duas rodas.

O Cantinho - Mação - 241 107 558

Mais informações : www.cm-macao.pt

O Regional - Cardigos - 274 866 858

!

Solar do Moinho - Cardigos - 274 866 505

manas, Anta da foz do Rio Frio e a Albufeira da Ribeira da Pracana.

Avenida - Mação - 241 572 585

Casa Velha - Mação - 241 572 632

MOTOCAMPING • 8


Ortiga Parque de campismo

MOTOCAMPING • 9


Ortiga Parque de campismo

No parque de campismo de Ortiga sente-se a natureza em todo o redor. O tempo aqui não passa e sente-se.

MOTOCAMPING • 10


Ortiga Parque de campismo O parque de campismo de Ortiga surpreende pela sua paisagem envolvente, mas também pela qualidade das suas instalações e serviços disponíveis aos seus visitantes. A partir do parque de campismo recomendamos que descubra a zona envolvente, neste caso, vale a pela caminhar por uma hora ao longo do rio Ocrez e ficar a conhecer o Parque Arquológico do Ocreza. Pode também visitar Mação e aproveita para visitar o museu de arte PréHistória . Pode também ficar a conhecer as actividades artesanais do Concelho de Mação e que ainda perpetua as mãos hábeis dos artesãos locais.Destacamos as rendas, bordados, mantas tecidas em fio de algodão, e brinquedos de madeira. MOTOCAMPING • 11


Ortiga Praia Fluvial


Ortiga Praia Fluvial

Visite a reportagem: www.revistamotocamping.com MOTOCAMPING • 13


Olhos de Água Parque campismo texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

Entre Serras e paisagem verdejante,

Em Alcanena, recomendamos que visite a

sentimos o motor da nossa BMW

Igreja Paroquial de Nossa Senhora da

1200GS e seguimos para Olhos de

Graça. Nesta igreja, destacam-se alguns

Água. Como cartão de visita do parque

azulejos datados do século XVIII, escul-

de campismo de Olhos de Água temos

turas quinhentistas de São Vicente,Nossa

Telefone: 249 891 027

o Rio Alviela, visto que, o respectivo

Senhora da Graça e ainda imagens de

Fax: 249 881 842

parque situa-se a 5,3 km de Alcanena

Santa Luzia e do Espírito Santo.

e tem acesso direto às praias fluviais e nascentes do rio em causa.

A vinte quilómetros do Parque, pode encontrar e visitar as grutas de Santo António

Olhos de Água 2380 - 037 Alcanena

www.cm-alcanena.pt

! !

O Parque de Campismo dos Olhos de

e as grutas de Álvados, pode ainda ficar a

Água dispõe zona de caravanismo,

conhecer o Parque Natural da Serra de

animação, actividades, bar, canoagem,

Aire e Candeeiros, onde se encontram as

Rojas - Alcanena - 249 845 948

correios, grelhadores para

pegadas de dinossauro.

Tertúlia da Gaivota - Alcanena - 249 739 093

Mais informações:www.cm-alcanena.pt

O Malho - Alcanena - 249 882 781

piqueniques, mini-supermecado, parque infantil e restaurante.

Restaurantes

! MOTOCAMPING • 14


Quisque feugiat diam nec felis O parque de campismo de Olhos de Água tem o eleifend dapibus. In consequat acprivilégio da companhia do rio Alviela, na qual, cumsan sapien, et suscipit lectus alitorna o ambiente único e permite a todos os quam id. Nam con-gue sem in lacus a oportunidade de praticar inúmeras tem-pus utvisitantes ornare neque pulvinar.” actividades de aventura, ou simplesmente optar por colocar os pés numa água límpida e sentir a natureza à sua volta… Your Magazine • website.com • 15 MOTOCAMPING • 15


Olhos de Água Parque campismo No parque de campismo de Olhos de Água poderá encontrar o Centro de Ciência Viva do Alviela. Um espaço interativo de divulgação científica e tecnológica, integrado na Rede de Centros da Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica. Recentemente constituído como associação científica e técnica sem fins lucrativos, o Centro Ciência Viva do Alviela tem como associados fundadores a Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, a Câmara Municipal de Alcanena, o Instituto Politécnico de Leiria e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

MOTOCAMPING • 16


Grutas Santo António Parque Natural das Serras Aires e Candeeiros texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

Ao viajarmos para o Parque de Campismo de Olhos de Água, não podíamos perder a oportunidade de visitar as famosas grutas de Santo António.

As grutas de Santo António foram descobertas em 1995, encontram-se situadas em Pleno Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros e integram o maciço calcário da Estremadura. Com mais de 50.000 anos, as Grutas de Santo António impressionam pela sua sala monumental, pelos vários percursos de água e lagos naturais. Trata-se de uma série de grutas totalmente envoltas de estalactites e estalagmites.

Mais informações:

www.grutassantoantonio.com

Na proximidade das Grutas de Santo António, pode ser encontrado um circuito com enorme valor turístico, histórico e arquitectónico na região Oeste da zona centro de Portugal. Na zona envolvente, se mantivermos um espírito activo para devorar mais quilómetros, podemos visitar os castelos de Leiria, Óbidos, Porto de Mós, Santarém, Torres Novas, Almourol, Ourém e por fim o Convento de Tomar, Mosteiro da Batalha e o Santuário de Fátima. Seja qual for o caminho que pretenda descobrir, irá desfrutar de uma paisagem de serra única e com momentos marcantes, tal como, encontrar-se com vários pastores que passeia com as suas cabras pela encosta da serra.

MOTOCAMPING • 17


Castelo de Bode Parque Campismo texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

Nesta viagem pela zona centro, a

património natural da lagoa de Al-

MOTOCAMPING reencontrou

bufeira.

provavelmente um dos melhores parques de campismo a nível na-

Na visita que efectuamos temos

cional.O parque de campismo está

destacar os três magníficos “bunga-

situado junto da barragem de Caste-

lows” destinados a quatro pessoas,

lo de Bode, no concelho de

e uma vivenda equipada com cozin-

Abrantes, sendo um local único para

ha, casa de banho privativa, sala e

desfrutar umas excelente férias.Tra-

dois quartos individuais.

ta-se de um local onde impera a pura serenidade da região ribatejana, junto de uma albufeira que é considerada a maior bacia hidrográfica de Portugal, com capacidade de 900,5 milhões de metros cúbicos.

Ao longo de sessenta quilómetros, na respectiva barragem podem ser praticadas inúmeras actividades

Destaque ainda para a piscina central embutida num “deck” de madeira que ajuda a criar um ambiente paradisíaco.

Pode realizar 17kms e visitar a bela cidade de Abrantes, repleta de monumentos, na qual destacamos o Castelo de Abrantes, Igreja de Santa

náuticas, desportivas ou de lazer.

Maria do Castelo, São Vicente, São

A meio da albufeira de Castelo de

Poderá ainda visitar a Capela de

Bode, encontra a Ilha do Lombo,

Santa Ana, Convento de São

que dispõe de uma estalagem.

Domingos e da Esperança.

O parque de campismo tem uma

Após este fantástico passeio, o

área de 2,5 hectares, com a capaci-

apetite desperta e não pode deixar

dade de trezentos lugares. O parque

de provar a doçaria típica da região,

de campismo disponibiliza inúmeras

neste caso, palha de Abrantes, lam-

unidades de alojamento, poderá

preia de ovos, bolo real, broas de

encontrar ainda um café, restau-

Abrantes e os famosos queijos do

rante, parque de jogos e parque

céu.

infantil.

João Baptista, e Misericórdia.

Não dizemos nada, mas em Outubro

Na área envolvente pode encontrar

vamos voltar a Abrantes, porque

vários percursos, onde poderá rea-

decorre a Feira de Doçaria Tradi-

lizar a sua caminhada e efectuar

cional, no último fim de semana, o

diversos registos fotográficos fabu-

açúcar vai obrigar-nos a viajar, não

losos.

gostamos nada….

Poderá ainda visitar o Ecomuseu de Martinchel, que visa promover o

MOTOCAMPING • 18


Castelo de Bode Parque campismo

MOTOCAMPING • 19


Castelo de Bode Parque campismo

! Parque Campismo

Restaurantes

Castelo de Bode

A Noémia - Abrantes - 241 881 153

2200-638 Abrantes

Cascata - Abrantes - 241 361 011

Telefone: 241 849 262

Grelha Nova - Abrantes - 241 365 539

Fax: 241 849 244

Barraqueiro - Tramagal - 241 890 056

www.fcmportugal.com

Santa Isabel - Abrantes - 241 366 230

E-mail:castelo.bode@fcmportugal.com

São Lourenço - Abrantes - 241 365 222

!

MOTOCAMPING • 20


Tomar Parque de campismo texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

A partir do alto de uma colina descobri-

As diferentes conjugações de sabores

Numa região com um vasto património.

mos o Convento de Cristo, património

fizeram-me esquecer as dúvidas com o

podemos começar por visitar o centro

mundial, e ao olharmos à nossa volta,

meu GPS, mas no final, pronto, tive de

histórico da cidade, com traçado me-

estamos envoltos pelas muralhas do

colocar a questão - Sabe informar-me

dieval. Não poderá deixar de visitar o

Castelo dos Templários em Portugal.

se o parque de campismo de Tomar é

Convento de Cristo - Património Mun-

Chegamos a Tomar!

no centro da cidade? Resposta afirmati-

dial, a Igreja de Santa Maria dos Olivais,

va e umas meras indicações, permiti-

Sinagoga de Tomar, Museu Fósforos e

A cidade de Tomar tem tudo para deixar

ram-me prosseguir a minha viagem. Já

no quadrículo da cidade, a arte

qualquer turista impressionado, seja em

me esquecia, faltava a última colher de

manuelina e renascentista presente nas

termos de história ou arte. A cidade é

sopa de frutos vermelhos!

igrejas de São João Baptista, Santa Iria,

repleta e envolta em natureza, tem o rio Nabão como referência na zona centro.

na Ermida de Nossa Senhora da ConLigo o motor, mantenho aquela conver-

ceição e as capelas de São Gregório de

sa de circunstância com a “senhora

São Lourenço.

O nosso GPS indicava-nos que o Par-

GS”, convenço-a, sinceramente, peço-

que de Campismo de Tomar se situava

lhe desculpa porque afinal a informação

Uma cidade que apresenta uma brochu-

na zona centro da cidade, mas a nossa

que me tinha prestado estava correcta!

ra turística com mais de 150 páginas,

dúvida imperava, até porque ao longo

Acho que “ela”, me perdoou , até

torna-se impossível falar-mos de todos

da nossa viagem praticamente todos os

porque, voltei a sentir passados segun-

os momentos tão agradáveis que vive-

parques se situavam fora do centro da

dos aquele motor “boxer” empolgado

mos ao longo de dois dias pela região.

cidade.

para fazer mais quilómetros.

Portanto, recomendamos, caso preten-

Pronto, tivemos de interromper a nossa

O parque de Campismo de Tomar, loca-

viagem, e optar por almoçar na Casinha

templarios.pt e/ou solicite no parque de

liza-se no centro da cidade, precisa-

D`Avó Bia. Confesso-vos, o título era

campismo o guia turístico dos Tem-

mente o lado do rio Nabão. Toda a zona

sugestivo, até porque, fez-me relembrar

plários. Trata-se de um guia extrema-

envolvente é repleta de espaços verdes

os conselhos da minha avó! Mas antes

mente completo da região, qualidade

e salpicado por cores de flores magnífi-

de colocar qualquer questão sobre a

gráfica notável e um mini livro para

cas.

guardar na sua prateleira das viagens!

campismo, não podíamos deixar de

O parque de campismo de Tomar ofe-

pedir o Bacalhau de Alecrim que se

rece aos seus visitantes uma sala de

!

fazia destacar como prato do dia!

estar, restaurante, parque infantil, grel-

Destaque para os croquetes de batata e

hadores, bar, cafetaria e internet em

os legumes salteados! Para a sobreme-

todo o parque. Destaque, para a magní-

sa, uma sopa de frutos vermelhos.

fica piscina.

da visitar Tomar, visite o site www.rt-

trajecto a seguir, para o parque de

! MOTOCAMPING • 21


Visite a reportagem: www.revistamotocamping.com

Parque Campismo Tomar

Restaurantes

Rua Centro Republicano

Casinha dà Avó Bia - Tomar - 249 323 828

2300 Tomar

Casa das Ratas - Tomar - 249 315 237

Telefone: 249 329 824

Convento Letitão - Tomar - 249 323 018

Fax: 249 322 608

Manjar dos Templários - Tomar - 249 381

www.cm-tomar.pt

! ! ! !

MOTOCAMPING • 22


Golegã Terra do Cavalo texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

Na Golegã, em pleno Ribatejo, encontramos o Parque Campismo Municipal. A história da Golegã tem uma relação directa aos rios Almonda e Tejo, uma lezíria marcante, à sua volta cavalos, touros e quintas repletas de histórias. Na Golegã, mantém-se a pura tradição e criação do Cavalo Lusitano. O Puro-sangue Lustiano é considerado o cavalo mais antigo de sela do mundo.

Na Golegã encontramos uma actividade agrícola com enorme dinâmica, visto que, a elevada fertilidade das terras permite o cultivo de cereais, olival, vinha, hortícolas, entre outras.

O Parque de Campismo da Golegã, encontra-se localizado no centro histórico da Golegã, nomeadamente, junto da Lagoa da Alverca. Foi inaugurado a década de 80, no entanto, em 2012 foi totalmente remodelado, apresentando aos seus visitantes uma qualidade ímpar em termos de acomodação e/ou estadia. Segundo a Câmara Municipal da Golegã, através da sua promoção, o parque de campismo é um espaço privilegiado para repousar, pernoitar, ideal como ponto de partida para a descoberta do património histórico-monumental e paisagístico da Capital do Cavalo. A esta promoção, não temos nada mais a acrescentar, a não ser, confirmar que se trata de um parque merecedor de uma visita da sua parte e deve imperativamente sentir a qualidade e desfrutar do mesmo.

O parque de Campismo da Golegã apresenta quatro apartamentos T1, um quarto inteiramente adaptado a deficientes e dois quartos com casa de banho comum. A realçar a qualidade dos balneários, neste caso equipados com secadores e fraldário, zona de tanques, estendal colectivo, passagem de roupa a ferro e uma magnífica sala de convício.

A sala de convívio tem

serviço directo para o restaurante, lareira, televisão, alpendre com mesa de matraquilhos, pingue-pongue, parque infantil, parque de manutenção, circuito de manutenção ao ar livre, tal como, local destinado à prática de desporto. Para os seus piqueniques, tem ao dispor uma churrasqueira, serviço de internet grátis e equipamento wireless com cobertura total do parque.

MOTOCAMPING • 23


Golegã Reserva Natural Na Golegã, poderá visitar a Reserva Natural do Paúl do Boquilobo nas margens do Rio Almonda, pertencente à rede MAP -

Reservas da Biosfera de UNESCO e integrada na

zona húmidas de importância Internacional da Convenção de Ramsar. Trata-se de uma zona que enorme relevância Internacional para a conservação de aves aquáticas, sendo que, nesta zona estão reunidas todas as condições para a invernada, nidificação ou para uma grande ajuda para as rotas migratórias.

Nesta reserva natural ainda se pode encontrar várias espécies de anfíbios, répteis, pequenos mamíferos ( lontra e rato de cabrera) e várias espécies de peixes.

www.portal.icnb.pt

Golegã Casa - Estúdio de José Relvas Não podíamos deixar de visitar e de vos falar da fabulosa casa - estúdio de Carlos Relvas. Uma casa com um património de imagens fabulosas, reforçando a veia artística do seu autor. Para quem não conhece o espólio e/ou o percurso do artista, não deverá efectivamente deixar de visitar este projecto, sendo que, adiantamos que Carlos Relvas foi uma das figuras centrais da história da fotografia Portuguesa. Efectivamente, José Relvas foi um experimentalista, investigador, segundo dizem obcecado pela perfeição técnica e com um apurado sentido estético. O seu trabalho artístico foi amplo, sem dúvida um grande retratista da sociedade portuguesa, desde camponeses até aristocracia. Destaque ainda para a fotografia de animais, com especial relevo para a tourada.

Para mais informações visite:

www.casarelvas.com MOTOCAMPING • 24


Goleg達 Parque campismo


Golegã Parque campismo

Parque Campismo Golegã Largo do Parque Campismo

2150 Golegã

Telefone: 249 979 003

www.cm-golega.pt

!

Restaurantes Lusitanus - Golegã - 249 976 345

O Barrigas - Golegã - 249 717 631

MOTOCAMPING • 26


Escaroupim Parque de campismo texto FILIPE GAMA | fotos Image 2.0

Ao viajarmos junto das margens do rio Tejo, vamos encontrar este magnífico parque de campismo em plena mata florestal ribatejana. Sem dúvida, trata-se de mais um destino para memorizar no seu GPS. É um destino para relaxar que junta campo e uma praia fluvial fabulosa.

Ao vermos a peça de comunicação de promoção turística do parque de campismo, não descansamos até descobrir este local magistral. Isto porque, existe efectivamente uma simbiose perfeita entre o rio Tejo e a floresta que gera paisagens de rara beleza.

O parque encontra-se situado junto a à pequena vila de Escaroupim, com a proximidade de Salvaterra de Magos e Marinhais. A pequena aldeia de Escaroupim é conhecida pelas casas de “avieiros”.

O parque tem uma área de 3 hectares, com capacidade de 250 lugares, sendo que, possui excelente condições em termos sanitários, lavabos, sombras, piscina, água quente, café, restaurante, parque de jogos e parque infantil.

Para todos aqueles que apreciam caminhadas, a zona envolvente existem inúmeros percursos.

A aldeia do Escaroupim fica relativamente perto do parque de campismo, portanto, recomendamos vivamente a sua visita! A Aldeia trata-se de um pequeno aglomerado populacional de casa antigas suspensas, tipo palafitas, pintadas com as cores garridas, designadas por “avieiras”.

Estas habitações caracterizam-se pelas suas reduzidas dimensões, pintura de cores vivas e por estarem assentes em pilares para precaver as inundações do rio Tejo.Na margem do rio, podemos encontrar pequenos barcos de madeira, designados por “bateiras”. Poderá ainda visitar o Núcleo Museológico do Escaroupim, ou simplesmente passear pelo rio Tejo através da empresa local que disponibiliza diversos pacotes turísticos para esse efeito.

!

MOTOCAMPING • 27


Escaroupim Parque campismo

MOTOCAMPING • 28


Escaroupim Parque campismo

Mata Florestal
 Escaroupim
 2120-018 Salvaterra de Magos
 Santarém
 Telefone- 263 595 484
 Fax- 263 595 484

www.fcmportugal.com

MOTOCAMPING • 29


CULTURA SOB RODAS

2.

CASA

texto FILIPE GAMA / CASA DOS PATUDOS | fotos IMAGE 2.0

Na nossa viagem pela zona centro de Portugal, tornava-se imprescindível efectuar uma visita à magnífica Casa do Patudos em Alpiarça. Foi com grande estima e simpatia que fomos

dos Patudos

recebidos pelo Professor Nuno Prates, Conservador da Casa

No Museu de Alpiarça encontramos uma rica

horas de visita, foram inúmeras as histórias partilhadas, algu-

e vasta colecção de arte, composta por pin-

mas envoltas em mistério, outras dignas de serem conhecidas

tura, escultura e artes decorativas de referência na Europa.

dos Patudos - Museu de Alpiarça, que se disponibilizou para nos dar a conhecer a magnífica história do Museu, tal como, da família e em particular de José Relvas.Ao longo de quatro

e partilhadas em relação à paixão de José Relvas por Alpiarça e acima a sua li-gação à arte e respeito por diversos artistas portugueses, tais como, Silva Porto, José Malhoa, Columbano Bordalo Pinheiro e Constantino Fernandes. MOTOCAMPING • 30


Uma breve história do Museu, a Casa

Ao visitar a Casa dos Patudos -

dos Patudos foi residência de José

Museu, recomendamos que faça

Relvas, desde dos finais do século XIX

uma visita guiada, isto porque, vai

até 1929, marcado pela sua morte.

encontrar uma rica e vasta colecção

José Relvas foi político, diplomata,

composta por pintura, escultura e

estadista, abastado lavrador, colec-

artes decorativas.

cionador de arte e músico amador, e o mais importante, foi o homem que

Na pintura portuguesa, destacam-

proclamou a República a 5 de Outubro

se inúmeros pintores que marcaram

de 1910.

a história da arte, neste caso, Silva Porto, José Malhoa, Columbano

A Casa dos Patudos foi inaugurada,

Bordalo Pinheiro e Constantino Fer-

como, museu em 15 de Maio de 1960.

nandes. Ainda podem ser vistas

Ao longo da nossa visita, através da

porcelanas de Sèvres, Saxe, peças

mestria e profundo conhecimento do

das Companhias das índias, cerâmi-

Professor Nuno Prates, tivemos opor-

ca da Fábrica das Caldas, Rato,Bica

tunidade de apreciar diversas peças de

do Sapato e Vista Alegre, bronzes de

mobiliário, porcelanas, pinturas e

Chapu Mércie e de Frémiet.

tapeçarias adquiridas por José Relvas, tal como, entender a sua sensibilidade

Todas as divisão da Casa, permitem

artística.

viajar pelo mundo através da arte exposta, tal como, despertar a sua

O arquitecto responsável pela Casa

curiosidade para artistas notáveis de

dos Patudos foi Raul Lino. A escolha

escolas estrangeiras.

de José Relvas, sobre este arquitecto, baseou-se no facto do mesmo possuir

A Casa dos Patudos - Museu tem ao

uma cultura europeia vincada. A Casa

dispor dos seus visitantes uma loja,

dos Patudos assinala uma nova lin-

onde poderá adquirir publicações,

guagem de Arquitectura Conceptual.

postais,réplicas e peças de artistas

Segundo, Prof.Nuno Prates, a Casa é

contemporâneos.

apropriada de referências nacionais.

Tem ainda ao dispor, uma biblioteca A nível exterior a Casa dos Patudos

especializada em História e História

encontra-se despojada de decorações

de Arte. Ainda poderá visitar o o

marcantes, no entanto, os seus es-

arquivo histórico, que reúne docu-

paços interiores são de um enorme

mentação escrita e materias fotográ-

esplendor, tal como, com um mobiliário

ficos da História Contemporânea de

invulgar e único concebido pelo

Portugal.

próprio arquitecto somente para a Casa.

Estão disponíveis visitas guiadas, programas de animação cultural e

Em 1904 a Casa dos Patudos sofreu

pedagógica destinada à comunidade

algumas remodelações, devido ao

escolar

crescimento das colecções, portanto, as novas áreas da Casa basearam-se

Destacamos ainda o novo Polo Eno-

numa linha revivalista e nacionalista.

turístico com uma capacidade para

O Arquivo Histórico da Casa dos Patudos preserva um acervo documental legado por José de Mascarenhas Relvas (1858-1929). Por testamento lavrado em 1928, José Relvas legou a Quinta dos Patudos, a Casa, a colecção de arte, a biblioteca e o arquivo, ao Município de Alpiarça, impondo que a residência fosse conservada como museu e mantivesse a designação de Casa dos Patudos.

duzentas pessoas.

MOTOCAMPING • 31


CASA dos Patudos Museu de Alpiarรงa


Uma casa que acolhia músicos,pintores,políticos, diversificada do seu plano intelectual, vincada pela história de cada divisão e repleta de tertúlias.

MOTOCAMPING • 33


Casa dos Patudos - Museu Rua José Relvas

2090-102 Alpiarça

Telefone: 243 558 321

Fax: 243 556 444

museudospatudos@cm-alpiarca.pt

www.facebook.com/csa.patudos

Blog: casadospatudos.blogspot.pt

MOTOCAMPING • 34


GASTRONOMIA E VINHOS SOB RODAS

QUINTA Lagoalva texto FILIPE GAMA / QUINTA LAGOALVA | fotos QUINTA DA LAGOALVA / IMAGE 2.0

A Quinta da Lagoalva estende-se pela margem Sul do Tejo,

Os vinhos e os azeites fazem parte da longa tradição da

cerca de 2 km de Alpiarça e a 11 km de Santarém, perante

Quinta da Lagoalva. A Quinta é produtora de vinho desde

este facto, não podíamos deixar de incluir uma visita a este

1888, na Exibição Portuguesa da Indústria , onde apresen-

paraíso com uma área de cerca de 7000 ha, sendo que, as

tou cerca de 600 cascos de vinho.

suas principais produções são o vinho, o azeite, a cortiça, a floresta, cereais, e a criação de vacas , ovelhas e o cavalo lusitano. No percurso de que liga o centro de Alpiarça até à Quinta da Lagoalva, a natureza oferece-nos paisagens verdejantes, no meio de campos agrícolas e dignas de serem registadas no GPS.

A responsável pelo Turismo da Quinta da Lagoalva, Sofia Campilho, fez o acolhimento, com toda a disponibilidade e envolta numa enorme e agradável simpatia deu-nos a conhecer a história da Quinta, tal como,tivemos oportunidade de realizar uma agradável visita aos principais espaços da Quinta.

A Quinta da Lagoalva de Cima em 1983 foi adquirida por Henrique Teixeira de Sampay, 1º Conde da Póvoa. Em 1841 - 42 através de herança passa para D.Maria Luísa Noronha de Sampaio, que casa em 1846 com D.Domingos António Maria Pedro de Sousa e Holstein, 2º Duque de Palmela,revertendo a partir dessa época os bens para a Casa Palmela.

Por questões descendência, a Quinta pertence actualmente à Sociedade Agrícola Quinta da Lagoalva de Cima S.A.

Actualmente, os 45ha de vinhas da Quinta, existem os melhores “terroirs” do Tejo, com castas nacionais e mundiais, nomeadamente, nos brancos: Sauvignon Blanc, Alvarinho, Arinto, Fernão Pires, Verdelho, e Chardonnay. Nos tintos, há que destacar, Touriga Nacional, Alfrocheiro,Tinta Roriz, Cabernet Sauvignon, Shyrah, Tannat e Castelão.

O sistema de produção é baseado em vinha australiana, com um sistema que conjuga a vinificação com diferentes opções enológicas, designado pelo modelo do “novo mundo” e opções fracionais Europeias.

A Quinta da Lagoalva procura afirmar-se pela filosofia do produtor, das características das castas e do microclima existente em Alpiarça.

Paralelamente, a Quinta da Lagoalva tem uma forte ligação com a Produção Agrícola, nomeadamente, na cultura do milho, ervilha,cevada, na pecuária, com gado ovino, caprino, e ainda na produção florestal através do montado de sobreiro, eucaliptal e pinhal.A Quinta aposta nos melhores recusos, tal como, melhores equipamentos de tecnologia para o desenvolvimento do processo produtivo.

MOTOCAMPING • 35


QUINTA Lagoalva

Na Quinta da Lagoalva foi instalado pelo 2º Duque de Palmela, nomeadamente, em 1948 uma Coudelaria. Actualmente, possui um grupo de 10 éguas de ventre de raça Puro Sangue Lusitano.

Esta Coudelaria já foi distinguida com o título de Campeão dos Campeões na 1º Exposição do Cavalo Português, no ano de 1983 em Lisboa e na Feira Nacional da Agricultura de Santarém em 1987.

A Coudelaria também produz cavalos destinados ao lazer, tauromaquia, ensino e atrelagem de competição.

Na Quinta da Lagoalva podem ser realizadas visitas com provas de vinho, passeios em charrete pelas vinhas e com almoço temático.

MOTOCAMPING • 36


QUINTA Lagoalva Da Quinta da Lagoalva destacamos o o tinto, das castas castelão e Touriga Nacional. No seu processo de vinificação, as uvas são vindimadas mecanicamente durante a noite. Após dois dias de maceração préfermentativa, a fermentação alcoólica ocorre em cubas de inox a 24ºC. As massas são prensadas em prensas pneumáticas e a fermentação malo-láctica ocorre em barricas de carvalho Francês e Americano, onde estagia entre 4 a 6 meses.

Em termos de nota de Prova, o vinho apresenta uma cor ruby, é um vinho elegante, com notas de baunilha no nariz, e na boca, é redondo, fácil e equilibrado. Deve ser servido a 16ºC, pode ser acompanhado com carnes pouco elaboradas ou peixes no forno.

Na Quinta da Lagoalva tem como referência a produção de azeite, neste caso, plantado há mais de 200 anos pelo 2ºDuque de Palmela, a Quinta tem um olival de origem Italiana. O azeite é extraido de azeitonas de variedade Frantoio e Moraiolo, colhidas no estado ideal de maturação,que desenvolve um azeite suave, ligeiro toque amargo e picante.


QUINTA Lagoalva

Na Quinta da Lagoalva encontramos vinhos apelativos na cor, vivos, frescos, sabor único e tudo conjugado com o Turismo, é convidativo conhecer esta riqueza no Ribatejo.

Quinta da Lagoalva de Cima 2090 -222 Alpiarça Telefone: 243 559 070 geral@lagoalva.pt GPS: 39º17`53.45N / 8º33`31.40W www.lagoalva.pt

!

MOTOCAMPING • 38


GASTRONOMIA E VINHOS SOB RODAS

QUINTA!

Casal Branco texto CASAL BRANCO | fotos IMAGE 2.0

Na imensa planície do Vale do Tejo, a Quinta do Casal Branco é um lugar privilegiado para desfrutar de múltiplas experiências construídas à volta do vinho.

Nas diversas actividades de enoturismo disponíveis na Quinta do Casal Branco, destacamos as visitas guiadas à Adega, provas de vinhos comentadas, almoços e jantares vínicos, visitas guiadas à Vinha e à Coudelaria de Cavalos.

Para nos apresentar a magnífica Quinta do Casal Branco, contamos com o acolhimento único de Filomena Justo, na qual, ao longo de uma manhã inteira,se disponiblizou para nos apresentar de forma pormenorizada toda a Quinta. Uma Quinta com duzentos e cinquenta anos, que coloca a sua mestria na produção do designado néctar dos Deuses.

A Quinta do Casal Branco encontra-se situada à beira da Estrada Nacional 118, no sentido Benfica do Ribatejo e Almeirim, sendo que, estende-se aos limites da A13. As vinhas ocupam 140 hectares, possuem uma média de 30 anos, beneficiam do terroir franco arenoso, compondo-se sobre castas Portuguesas: Fernão Pires, Castelão, Trincadeira e Touriga Nacional, Syrah, Merlot, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Alicante Bouchet.

Uma equipa jovem e altamente especializada, permite desenvolver e obter o reconhecimento de vinhos de qualidade, na qual, destacamos o Falcoaria, Capucho, Terra de Lobos, Quinta do Casal Branco e um Espumante Monge.

Coloque no seu GPS a Quinta do Casal Branco, e em grupo ou de forma individual, certamente, irá ficar deslumbrado com a visita guiada, opte por uma prova de vinhos ou o desafio de realizar um workshop de cozinha. Pode sempre participar na vindima, na pisa da uva e na poda.

Um lugar onde merece ser descoberto e sentido ao volante da sua moto! De certo, que um dia iremos regressar. MOTOCAMPING • 39


QUINTA!

Casal Branco Na Quinta do Casal Branco, os visitantes tem ao dispôr um restaurante e uma loja onde poderá adquirir os diferentes vinhos comercializados pela Quinta.

MOTOCAMPING • 40


QUINTA!

Casal Branco

MOTOCAMPING • 41


BMW!

CONTACTO MOTO

GS1200 texto FILIPE GAMA | fotos IMAGE 2.0

Com uma viagem de 700 kms ao volante da designada “Rainha” do segmento das “Trail”, permitiu-nos rapidamente aferir que o título obtido é difícil de suplantar, tal como, a experiência de condução proporcionada é algo quase indiscritível.

A nossa aventura iniciou-se na zona Centro de Portugal, mais concretamente em Mação, seguimos até Benfica do Ribatejo para visitar a Quinta do Casal Branco, sempre aos comandos de um moto única pelas suas novas características e profundas alterações técnicas.

Para além do seu arrefecimento do seu motor que passou a ser líquido, na condução desenvolvida podemos sentir o novo propulsor, tal como, todo o conjunto mais compacto, tais como, quadro, design, jantes e pneus.

Efectivamente, obteve-se com a nova BMW GS1200 um equilíbrio extremo, um quadro único, novo depósito , banco e estrutura do guiador. Podemos de imediato verificar que o banco se tornou mais estreito, tal como, o guiador se tornou mais ergonómico e tudo isto se traduz em melhor conforto em termos da utilização em viagem.

Quando falamos em equilíbrio, não podemos esquecer o equilíbrio de massas, portanto, o seu peso é distribuído de forma estruturada e todo o conjunto torna-se compacto e rapidamente nos adaptamos, e desenvolvemos uma condução repleta de prazer para os quilómetros que a “Rainha” exige que sejam realizados. MOTOCAMPING • 42


CONTACTO MOTO

Temos a destacar a qualidade dos respectivos pneus, os Michelin Anakee 3, que nos proporcionaram uma excelente condução e sempre com um comportamento irrepreensível em estradas secundárias. Segundo a marca Michelin, são uma referência em durabilidade no segmento trail, pelo menos 25% com mais durabilidade do que os Metzeler Tourance EXP.

Com a segurança garantida em termos de pneus, todo o conjunto encontra-se desenvolvido com uma ergonomia extrema, portanto, tudo se torna intuitivo ao conduzir a GS1200. Ao longo dos 700 kms realizados por estradas nacionais, não podemos esquecer do funcionamento do motor, neste caso, a sua suavidade, a qualidade da embraiagem , eficácia da caixa de velocidades e aquele barulho magistral no meio das inúmeras estradas envoltas em natureza.

Por vezes, sentia, que o meu cérebro se desligava, tal era os momentos de prazer que obtinha ao sentir e ouvir aquele motor a devorar com tanto prazer os quilómetros realizados. E ainda faltava explorar todo o seu potencial em vários cenários, até porque, a tecnologia disponível permite-nos melhor a eficácia da nossa condução em diferentes cenários - Rain, Road, Dynamic, Enduro e Enduro pro.

Algo que, me deixou surpreendido, pela positiva, foi o consumo, visto que, um depósito de 20 litros permitiu-me efectuar cerca de 300 kms, num estilo de condução “viva” e bastante fluída, também graças à vivacidade dos regimes desenvolvidos por este magnífico motor.

Também notável é o sistema da BMW Navigation - GPS, permite-nos realizar sempre uma viagem segura em termos de rota, mas também, rapidamente através do punho esquerdo podemos ter acesso a todas as informações sobre a nossa condução e um relatório completo da moto.

Em determinado momento, após vários quilómetros, a curiosidade desafiou-me e até me questionou: “ Como será o comportamento fora de estrada? Vai, sai agora deste percurso e faz uns quilómetros pelos estradões…!”.

No entanto, vou deixar-vos na curiosidade, até porque, depois de sairmos de Benfica do Ribatejo seguimos pelo Alentejo interior até Évora e terminamos em terras Algarvias. Podem ler de seguida na próxima reportagem.

Em Évora e pelo Algarve realizamos inúmeros percursos fora de estrada com a GS1200! Podemos adiantar, que mais uma uma vez fomos surpreendidos!

Na estrada, afinal o que podemos concluir da BMW GS1200?

O modelo conduzido ainda contava com o apoio do sistema ASC - Controlo de tracção e ABS, com um funcionamento eficaz e irrepreensível. Destaque ainda para a tecnologia ESA - (Electronic Suspension Adjustment), com três níveis de ajustamento - Soft, Normal e Hard.

Muita tecnologia, potência,qualidade de construção, conforto e adianto-vos, que devem,imperativamente, enviar um email e/ou contactar todos os amigos, família a dizer que vão descobrir o mundo após se sentarem ao volante desta “Rainha” da categoria para um test-drive.

MOTOCAMPING • 43


CONTACTO MOTO

A GS1200 é uma moto para enfrentar o mundo. Após 1.200 quilómetros percorridos em Portugal, a mesma, de certo se deve questionar - “Para quando atravessar continentes?”.

MOTOCAMPING • 44


CONTACTO VIAGEM

Rumo a Évora texto FILIPE GAMA - ECORKHOTEL | fotos IMAGE 2.0

Rumo a Évora, porque razão? Podem ser

A Motocamping tem que destacar o novo

inúmeras as razões, que nos podem levar

conceito deste hotel, sendo que a cortiça

a Évora. Poderá somente para rever a

é o elemento mais utilizado na

beleza desta cidade, fazer mais uma vez

arquitectura do Ecorkhotel, tal como, na

o roteiro histórico ou simplesmente fazer

zona envolvente. O revestimento exterior

a rota megalítica e monumental. Mas não,

do edifico principal utiliza esta matéria

desta vez rumámos a Évora para

prima na sua concepção, portanto, torna

descobrir o Ecorkhotel.

este edifício um dos mais raros do mundo por a escolha deste material e o primeiro

O Ecorkhotel, Évora Suites & SPA, uma

no sector da hotelaria.

unidade hoteleira ecológica de 4 estrelas. Este eco-hotel, tem como oferta de

O projecto de arquitectura é da autoria do

alojamento 56 suites privativas, com

Arq. José Carlos Cruz. A utilização da

cerca de 70 m2 cada, rodeadas de

cortiça exterior, actua como isolante

sobreiros, azinheiras e oliveiras

térmico e acústico, permite uma

centenárias. Um hotel com um design

eficiência energética ímpar, para além de

contemporâneo e envolto num montado

reforçar o ambiente natural.

alentejano, tornando-o único para uma estadia familiar ou de natureza

O hotel encontra-se construído com

profissional. O hotel encontra-se situado

especial “focus” na máxima eficiência

a 5 minutos do centro de Évora, portanto,

energética, utilizando a geotermia para

mais uma mais valia para visitar a cidade

aquecimento do edifício principal e

Património da Humanidade.

piscinas. São também utilizados painéis solares para aquecimento da água no hotel, piscinas exteriores e interiores.

MOTOCAMPING • 45


No Ecorkhotel podemos encontrar uma cozinha autêntica, que opta por produtos da região alentejana e da época, muitos deles biológicos.

O ABS deixou de ter tanta “interferência” na condução e foi complacente com alguns devaneios, no entanto, tudo em perfeita segurança.

O hotel tem ao seu dispor um conjunto de equipamentos especializados, para todos aqueles, que mesmo no seu período de férias não pretendam perder a sua forma. O bem estar do corpo e da mente é algo que este hotel tem intrinsecamente ligado às suas estruturas e serviços oferecidos. Isto porque, dispõe de 6 salas de tratamentos, uma delas reservada à “cromoterapia”.

Depois de uma aventura em terra, mais uma vez, a GS1200 disse-me….” Que tal, fazer uma piscina no final do dia no Ecorkhotel, já que estão 42 graus, e aproveitar para ver o por do sol em Évora acompanhado com um bom copo de vinho alentejano?” .

Destaque para o circuito entre salas de tratamento, piscina interior, sauna e banho turco!

Se me permitem, meus amigos, a BMW GS1200 sabe que o que quer da vida ! Ainda bem, que juntos descobrimos o Ecorkhotel.

Agora entende porque razão tivemos de ir a Évora?

Ecorkhotel, Évora Suites & SPA


O que está à espera? Afinal, aos comandos da BMW GS1200 o percurso entre Lisboa a Évora foi demasiado curto! Depois de termos realizado uma centena de quilómetros em asfalto, perto do Ecorkhotel pude finalmente experimentar uma estrada de terra, passei para o modo “Enduro” e a aventura começou, o controlo de tracção funcionou em pleno, no entanto, permitiu que a roda traseira derrapasse ligeiramente… era isso que pretendia sentir!

7006 - 804 / Évora - Portugal
 Telefone: 266 738 500

Lat. N 38º 33' 09'' / Long. W 07º 58' 11’'

www.ecorkhotel.com

!

MOTOCAMPING • 46


Ecorkhotel Évora

MOTOCAMPING • 47


CONTACTO VIAGEM

texto FILIPE GAMA - ECORKHOTEL | fotos IMAGE 2.0

Com as malas já preparadas para seguir para o Algarve, colocamos as coordenadas e de seguida fizemos “reset” no GPS. Não podíamos sair de Évora, sem levar uma lembrança de referência desta linda terra alentejana. Novas coordenadas e partimos à descoberta da Herdade da Calada, uma referência de vinhos alentejanos. A Herdade da Calada foi fundada em 1854 pelos descendentes do Duque de Lencastre, rodeada de sobreiros e eucaliptos provenientes da Austrália e entre as colinas do Alentejo.

Herdade da Calada

O edificio principal da Herdade da Calada é um dos espaços vinícolas mais modernos e inovadores em Portugal. A herdade tem cerca de 35 hectares de vinha, 110 hectares de olival, 60 hectares de cereais, 215 hectares de montado, uma barragem e várias pequenas represas de água. Em solos pardos mediterrâneos,nasce um vinho único, uma produção “ State of the art”.

MOTOCAMPING • 48


CONTACTO VIAGEM

Herdade! da Calada

Na Herdade da Calada, a produção de azeite também ganha uma enorme expressão, com aromas herbáceos, com um sabor marcado pela fruta que o origina, ligeiro picante. Na Herdade recomenda-se que acompanhe este azeite com um pão alentejano tostado.

Nas vinhas em redor, descobrimos o lago da barragem, envolto em silêncio, somente ouvíamos os verdadeiros sons da natureza.

Naquele local não existe tempo, reencontramos o equilíbrio necessário para ligar o motor da GS1200 e seguir até ao Algarve.

A Herdade também tem soluções de estadia, destaque para o desenvolvimento de um projecto de enoturismo, mais do que apenas "beber" vinho, pode apreciar paisagens, num ambiente acolhedor e familiar.

Na mala da nossa moto, guardamos um Baron de B, tinto, reserva de 2005 , segundo Eduardo Cardeal, Enólogo da Herdade da Calada, iríamos sentir um aroma intenso a frutos silvestres. Um vinho suculento e com notas picantes no palato e chocolate amargo. Fui alertado, que este Baron B, deveria ser decantado 2 horas antes de servir.

E fui mais 350 kms a pensar nesta garrafa…

Herdade da Calada
 Estrada de Évora - Estremoz - 12km
 Telefone: 266 47 00 30

www.herdadedacalada.com

MOTOCAMPING • 49


CONTACTO VIAGEM

Rosário Parque campismo

texto FILIPE GAMA / CAMPING ROSÁRIO | fotos CAMPING ROSÁRIO

A nossa rota estava traçada no GPS para o Algarve, mas o

O parque dispões de cerca de 30 alvéolos marcados, dis-

Alentejo inspira-nos, confesso-vos que fomos à procura de

tribuíos por vários patamares, todos com ligação eléctrica

novas inspirações junto da natureza, nada melhor que

(6 amperes), sendo que, cerca de 18 estão localizados

conhecer o parque de campismo rural do Rosário.

numa zona separada para auto-caravanas. Alguns alvéolos possuem sombra e têm cerca de 80 a 140 m2 de sombra.

O parque de campismo rural do Rosário, encontra-se situado a dois quilómetros ao sul da aldeia do Rosário, no

A uma pequena distância, podemos encontrar diversos

leste do Alto Alentejo. O parque de campismo rural do

campos agrícolas, encontramos também aldeias e vilas

Rosário tem a particularidade de ter uma gerência Holan-

com diversas atracções turísticas e culturais. O parque de

desa, Ernst Hendriksen e Enrica Audero são mentores

campismo está situado num local excelente para activi-

deste magnífico projecto em terras alentejanas , neste

dades ao ar livre, como a pesca, canoagem, caminhadas,

caso, mais uma vez entendemos, que Portugal conquista o

observação de aves e estrelas.

coração de qualquer um!

Camping Rosário

Quem visita o parque tem à sua disposição um lugar único para acampar, um olival extenso e o contacto com a natureza é garantido! O parque tem um terreno com mais de 5 hectares, piscina privada, junto ao rio Lucefecit e da barragem do Alqueva.

Apartado 27

7250-999 Alandroal
 Telefone: 268 459 566

Telemóvel: 963 679 945

Coordenadas : N 38°36'25" - W 7°20'48" 
 N 38,60694 - W 7,34667

MOTOCAMPING • 50


Rosário!

Camping rural fotos CAMPING ROSÁRIO

MOTOCAMPING • 51


Compras! para sua viagem fotos BMW MOTORRAD PORTUGAL

1.

BMW CAPACETE

SYSTEM 6 EVO

Com mais de 30 anos de experiência no desenvolvimento de capacetes, a BMW apresenta o

modelo SYSTEM 6 EVO. Este modelo pesa somente 1570 gramas, excepcionalmente confortável e seguro. Tem uma óptima ventilação, uma nitidez extrema em termos de viseira, uma aerodinâmica e uma concepção design diferenciador. Um novo sistema de ajuste e mais ergonómico. Possui um forro removível, lavável desenvolvido em Alcantara®, DuPont Coolmax, e Hydroplus. Compatível com sistema de comunicação da BMW Motorrad. Mais informações www.bmw-motorrad.pt - Preço sob consulta.

MOTOCAMPING • 52


2.

BMW LOGO

AFIRMAÇÃO E PAIXÃO

Afirmação e paixão é o mote da colecção da BMW LOGO. Pode

estar a viajar na sua moto ou simplesmente a partilhar com os seus amigos as suas últimas viagens e aventuras vividas, no entanto, o prazer de fazer parte da comunidade BMW Motorrad poderá estar sempre presente. Mais informações - www.bmw-motorrad.pt - Preço sob consulta.

MOTOCAMPING • 53


COMPRAS VIAGEM

BMW FATO STREETGUARD!

!

A nova colecção de equipamentos da BMW Motorrad demonstra exclusividade, qualidade e segurança.

!

!

O modelo “Streeguard” é o fato perfeito e tranversal para todo o tipo de utilizações, devido à sua tecnologia de “Shoeller Keproshield”. Este têxtil apresenta enorme protecção, desenvolvido única e exclusivamente para motociclistas, é um composto de Kevlar, laminado de 3 camadas, algodão, poliamida e membrana c_change. A membrana c_change adapta à temperatura exterior, regulando a temperatura corporal do seu utilizador e melhora a actividade da respiração da peça. Paralelamente, a membrana é completamente estanque, impermeável e apresenta uma enorme flexibilidade permitindo construir uma superfície exterior com um material totalmente elástico para um conforto de utilização ainda maior. Paralelamente, este modelo apresenta uma maior resistência desgaste, maior protecção do calor por fricção e resistência à abrasão.

O modelo Streetguard, é completamente estanque ao vento, impermeável e respirável. Apresenta inúmeras protecções amovíveis nas costas, ombros, cotovelos, ancas, joelhos e ajustáveis em altura e em 3 posições. Possui bolsas para protecções dorsais e com fecho e protecção de cóccix. Destaque para a resistência do fecho de correr, também ele impermeável, estanque ao vento e resistente aos raios UV. O tecido da frente é reflector, tal como, nas costas e nas pernas, permitindo aumentar a segurança do condutor. Tem uma gola antiintempéires, estanque ao vento, impermeável e amovível. O forro é térmico 3M Thinsulate e amovível. Muito interessante, é o facto, de existir uma protecção de radiação, neste caso, um bolso destinado ao telemóvel e dois bolsos interiores impermeáveis. Disponível modelo para homem e mulher.

Para mais informações:

www.bmw-motorrad.pt

!

MOTOCAMPING • 54


BMW

AIRSHELL

!

O modelo AIRSHELL visa oferecer a máxima visibilidade com o melhor conforto.

!

O modelo Airshell, trata-se de um casado desenvolvido em malha poliamida resistente à abrasão. O casaco é desenvolvido em mate-rial Air Tex de grande superfície impermeável, estanque ao vento, respirável e desenvolvido com uma membrana térmica de forma a re-gular a temperatura corporal do motociclista. Possui protecções destacáveis nos ombros e cotovelos, protecção lombar, material reflector e é completamente ajustáveis nas mangas e cintura. Existem em duas cores, preto ou néon, com uma escala de tamanhos entre o S a XXXL. É um modelo unisexo.

Para mais informações sobre este modelo recomendamos que visite o seguinte site:

www.bmw-motorrad.pt e/ou uma concessionário oficial da marca em Portugal.

MOTOCAMPING • 55


REVISÃO VIAGEM

texto FILIPE GAMA | fotos IMAGE 2.0

Para viajar é imperativo que tenhamos os melhores

O serviço “ store my moto” , caso necessite de guardar a

parceiros, são eles os principais responsáveis pela

sua moto num local seguro e com qualidade em termos de

qualidade da nossa viagem, em termos de segurança ou

manutenção, a Moto Center , também tem ao seu dispor

simplesmente

este serviço.

porque compreendem na íntegra a nossa

paixão pelas duas rodas. A Moto Center é um exemplo de paixão, segundo Ricardo Nascimento, ao longo da sua experiência como motociclista, sentiu em conjunto com o seu sócio, a necessidade de criar um serviço exclusivo para as duas rodas. Desta forma, surgiu a ideia de criar um espaço dedicado a pneus de moto e revisões.

A equipa que compõe a Moto Center tem uma vasta formação em pneus de motos, têm toda a experiência para recomendar a melhor opção para a sua moto ou para a sua próxima viagem em termos de manutenção. Durante a visita que a Motocamping pode realizar às instalações da Moto Center, verificamos que são inúmeras as marcas de

A Moto Center tem ao dispor de todos os motociclistas

pneus representadas.

serviços inovadores, para além do serviço comum de pneus, revisão,lavagem personalizada, existem ainda o serviço designado por “pick my moto” e “store my moto”. Segundo, Ricardo Nascimento da Moto Center, o serviço “pick my moto” visa efectuar o levantamento da moto do cliente num local pré-agendado, substituir os pneus e/ou revisões e entrega da moto.

A Moto Center encontra-se situada numa das principais artérias de Lisboa, com equipamento moderno, exclusivo para motos e uma área de 200 m2 de oficina, parque de estacionamento, parqueamento e uma área de exposição de pneus.

Obrigado Moto Center, finalmente, temos no mercado alguém que entende a nossa paixão… MOTOCAMPING • 56


MOTO CENTER Rua Dr.António Martins Nº3 -A 1070-099 Lisboa
 Telefone: 217 271 590 geral@motocenter.pt www.motocenter.pt

!

Moto Center Especialistas em pneus de motos.

Moto Center Lavagens e serviços exclusivos.

MOTOCAMPING • 57


MARCAS E TENDÊNCIAS

ALBATROSS Relógios texto FILIPE GAMA | fotos ALBATROSS

A Albatross nasceu em 2010 direccionada exclusivamente para o universo masculino. Um marca jovem, no entanto, construída da experiência de mais 60 anos de trabalho no sector relojoeiro.

Quando falamos da Albatross, falamos de inovação, com valores vincados provenientes do outdoor, tecnologia e life style.

A Albatross afirma-se como um conceito caracterizado pelo prazer em desfrutar da vida, em todas as suas vertentes.

Pathfinder

A vida é uma descoberta, com Albatross essa descoberta torna-se ainda mais desafiante!

Os relógios Albatross são dotados com movimentos japoneses, que garantem níveis de fiabilidade únicos, materiais de excelência e duradouros.

O futuro com Albatross torna-se mais estimulante, o seu ADN ganha expressão com a assinatura SPREAD YOUR WINGS, um compromisso que inspira os homens a construir o seu próprio caminho e, com uma atitude positiva, abrir os braços à vida!

Conheça o site oficial da Albatross

www.albatross.pt

MOTOCAMPING • 58


MARCAS E TENDÊNCIAS

BOO Óculos texto FILIPE GAMA - BOO | fotos MARCA

Travar a destruição do delicado eco-sistema do nosso planeta, e o desejo de nos tornarmos “verdes” não é apenas mais um tema de conversa. Na BOO, esta é a missão!

A BOO usa não só o melhor, mas também um dos materiais mais abundantes e, naturalmente renováveis e sustentáveis rio mundo, o Bambu, transformando-o em elegantes e modernos óculos de sol, combinando a necessidade de estilo com a paixão pelo meio ambiente.

O uso do bambu como matéria prima tem vantagens especiais e ecologicamente positivas: além da força e flexibilidade do material e a sua excelência relação resistência/peso, é a planta que cresce mais rapidamente do mundo, chegando a alcançar em alguns casos até 1 metro em apenas num dia, oferecendo assim uma opção de utilização de recursos naturais altamente renováveis.

Calculam-se que existam mais de 1250 espécies de bambu no mundo, espalhados por 90 géneros.

Conheça o site oficial da BOO:

www.booglasses.com

MOTOCAMPING • 59


MARCAS E TENDÊNCIAS

AMPHORA Cerveja artesanal texto AMPHORA | fotos MARCA

A

cerveja artesanal AMPHORA nasceu em Braga,

GLADIATOR - English IPA: Caracterizada pelo seu aroma

apelando a todo o cariz histórico da cidade, às suas

floral, pinho e citrinos, o seu sabor amargor equilibrado

raízes e imagem.

com os maltes tornam-na inebriante. Corpo Médio. Car-

Aproveitando o saber ancestral do fabrico de cerveja e

bonatação média.

trazendo os sabores misticos e profundos de outras

épocas, a AMPHORA apresenta-se nas seguintes var-

ELYSIUM - Honey Ale: Profundo aroma a mel e florais,

iedades:

completamente apaixonante. Sabor profundo e textura

média.

BRACARA - Cream Ale: Uma cerveja suave mas rica em

sabores provenientes dos maltes utilizados. Óptima para

MPERATOR - Abbey Dubbel: Fortemente maltada, o seu

qualquer ocasião

corpo rico e profundo sabor frutado tornam-na numa

referência na sua especialidade.

AVGVSTA - Sweet Sout: Profunda como a sua cor negra e

!

rica em corpo e sabor a café com leves toques de choco-

Conheça o site oficial : www.cerveja-amphora.com

late picante. Ideal para acompanhar pratos de carne e sobremesas

RVBER - Strong Scotch Ale: A mais complexa e inebriante variedade da AMPHORA, repleta de misticismo com os seus toques de caramelo e florais. A companheira ideal para pratos de peixe, aves, ou então para aquele momento a dois num belo pôr-do sol.

MOTOCAMPING • 60


MARCAS E TENDÊNCIAS

A melhor Francesinha do mundo texto MARCA | fotos MARCA

Um dos símbolos da cidade do Porto a nível gastronómico - a Francesinha - foi considerada pelo site AOL Travel e pela revista Short List como uma das 10 melhores sanduíches do Mundo.

!

O Lado B Café resolveu registar a marca - A Melhor Francesinha do Mundo, resolveu projectar ainda mais esta cultura da cidade do Porto.

Estamos perante um produto de grande qualidade, primor na concepção com o objectivo de atingir a excelência.

!

Desde há já um longo tempo que a ‘francesinha’ do Lado B tem recebido os maiores elogios, não só por parte dos seus clientes, mas também de vários profissionais da área da restauração e de alguma imprensa da especialidade. Motivados por esse apoio, partiu-se para o aprimorar da receita, submetendo-a, nestes dois últimos anos, a longos testes e experimentações, até se atingir um nível o mais próximo possível da excelência. O cuidado meticuloso na escolha dos ingredientes e o esmero atento na sua confecção são outros dos factores que nos dão a garantia de poder apresentar um produto final nunca inferior ao que de melhor se disponibiliza na cidade do Porto.

!

Conheça o site oficial; www.amelhorfrancesinhadomundo.com MOTOCAMPING • 61


Marrocos texto e fotos FILIPE GAMA / SAHARA TOURS / CARLOS MARTINS

A Sahara Moto Tours, segundo o seu fundador , Mário Santos foi criada a pensar em todos os que aliam o gosto de viajar de moto ao espírito de aventura.

A Sahara Moto Tours é o seu parceiro ideal no que concerne à organização, alojamento, transporte e repatriamento de motos num contexto de viagem de aventura.

Os Tour Leaders Sahara Moto Tours, acompanham toso os aventureiros em todo o percurso, tal como, têm ao dispor um carro de apoio para garantir a máxima segurança no desenvolvimento logístico da viagem realizada.

As viagens da Sahara Moto Tours são realizadas em grupo, neste caso, num número restrito de participantes. Como aventureiro, tem sempre duas possibilidades, neste caso, ou desenvolve a sua viagem em grupo ou pode inscreverse de forma individualizada.

MOTOCAMPING • 62


Marrocos Descobrir o outro Marrocos A Sahara Moto Tours tem uma programação seleccionada criteriosamente, de forma a apresentar uma oferta turística única e diferenciadora no mercado. Todos os programas disponíveis permitem ter uma relação de proximidade a nível paisagístico, nível cultural, gastronómico e de estadia do melhor de cada País.

Para além dos programas regulares, a Sahara Motor Tours, também organiza à medida viagens de aventura, sejam para grupos e/ou simplesmente clientes individuais.

De seguida a Motocamping, apresenta um programa de uma nova viagem programada a Marrocos, para 13 de Março a 22 Março de 2015.

Segundo, Mário Santos, responsável pela empresa Sahara Moto Tours, será uma viagem que visa descobrir o “outro” Marrocos. Será 10 dias de viagem, com o seu início em Lisboa, com um percurso estimado em 2915 kms por Marrocos. O objectivo com este programa é sentir o choque cultural , que tanto faz vibrar os corações dos viajantes nestas terras. A viagem está programada para visitar locais de grande exotismo, tal como, numa relação de proximidade com o povo marroquino.

Serão inúmeras as vilas que esta viagem irá cruzar, neste caso, começamos por Chefchaouen, uma vila pataca onde se regista apatia de muitos, mas também trabalho duro e pesados das gentes que se dedicam exclusivamente à terra. Uma vila que vive do comércio, agricultura e do turismo.

Destaque para Fez e Imichil , um planalto desértico do Médio Atlas marroquino, com cerca de 2.500 metros de altitude, designado por o Planalto dos Noivos, devido à existência de lagos nas crateras de dois vulcões, separados por uma dezena de quilómetros: o Tislit ( A Noiva) e Islit ( O Noivo) .

Reza a lenda que dois amantes pertencentes a tribos berberes inimigas, foram impedido de casar pelas respectivas famílias. Por tal razão, resolveram ambos afogarem-se nos dois lagos por serem impedidos de ficarem juntos.

! !

MOTOCAMPING • 63


Marrocos Descobrir o outro Marrocos Os desfiladeiros de montanhas de terra seca e estéril acompanham a viagem em Foum Zguid. O cenário é idílico, a paisagem é grandiosa, à medida que saídos das montanhas o clima vai aquecendo.

O lago Iriki, dunas de Chegaga, Ait Benhaddou e não podia faltar neste programa Marrakech. Em sinal despedida, Mehdia é o último registo desta magnífica aventura, zona de praia e pequenas enseadas junto a Kenitra.

Sahara Moto Tours

Rua António Gilberto de Andrade, bloco C

2750 - 841 Cascais
 Telefone: 211 992 772

Uma viajante…

Telemóvel: 965 835 753

info@saharamototours.com

www.saharamototours.com

Carla Tenreiro

“Quero agradecer esta experiência maravilhosa e para mim uma nova maneira de olhar para muita coisa da vida. Nunca tinha ido tão longe em duas rodas e nunca pensei que isso nos mostrasse a mesma coisa de formas tão diferentes. Foi cansativo, por falta de treino, gostava de ter ficado mais um dia aqui e ali para poder desfrutar e conhecer melhor determinadas coisas. Mas sei, que numa viagem de grupo há limitações. Mas até nisso o Grupo, que confesso ia um pouco a medo, foi simplesmente fantástico. Tão fantástico que os dias seguintes foram até um pouco nostálgicos . Tive a tremenda sorte de haver uma carrinha de apoio, o que tornou o passeio ainda mais agradável não tendo que fazer os caminhos difíceis em cima da mota o que com a minha pouca experiência era um pouco assustador. Depois as escolhas dos hotéis, as ementas os pontos de paragem, demonstraram o grande envolvimento na preparação do passeio. A preocupação constante do Mario em relação a segurança na estrada, fantástica!!! Nada de correrias loucas, nada de colocar o que quer que fosse em perigo deixou-me bastante agradada. O Carlos, um gentleman, uma pessoa bem disposta com grande conhecimento também destas andanças a transmitir sempre muita confiança e boa disposição. Por fim o João, incansável com todos com uma energia de manhã à noite, super prestável animou sempre o grupo com a sua energia positiva uma autêntica enciclopédia andante a sua colaboração foi bastante importante. Resumindo, como diz o nosso menino Miguel, esta viagem mudou a minha vida. Espero que esta seja a primeira de muitas. Mario muito obrigado, votos de muitos sucessos e continue sempre com esse cuidado virado para o cliente, isso é o segredo do sucesso. Beijinho muito grande e até breve.”! MOTOCAMPING • 64

!


MERCADO

HONDA CROSSTOURER A Honda Crosstourer é uma moto capaz de surpreender pela sua qualidade em termos globais, sendo que, a sua ergonomia, qualidade de construção e a tecnologia envolta na sua mecânica torna-a irrepreensível e subsequentemente um moto a ter em consideração no sector onde actua. A Motocamping propõe-vos conhecer ainda melhor este modelo da Honda neste breve contacto. Em próximas edições, estamos certos que iremos ter um contacto em viagem para partilhar.

MOTOCAMPING • 65


HONDA VFR 1200 X CROSSTOURER texto e fotos FILIPE GAMA / HONDA PORTUGAL

A Honda VFR 1200 X Crosstourer com dois anos de existência no mercado nacional, continua a ser um expoente máximo de tecnologia e inovação da marca Honda. O seu design marcante, a tecnologia e inovação incrementada pela transmissão com opção do controlo automático, neste caso, a ausência de embraiagem e pedal de mudança são algumas inovações que revolucionaram o mercado e o segmento em particular.

O motor que equipa da VFR 1200 X Crosstourer não necessita de uma apresentação formal, sem dúvida, é o seu principal ponto forte, um motor de 1.236,7 cm3, com 129,2 cv de potência máxima a 7.750 rpm. Um binário de 6.500 rpm, que permite ter uma potência em baixa e média rotação extremamente estimulante, tornando-a bastante dinâmica e com “alma” inquietante.

Em todo o conjunto, destaque para o sistema de transmissão electrónica de dupla embraiagem - DTC - Dual Clutch Transmission, no entanto, existe a opção do controlo manual. Para os mais cépticos, adversos à mudança tecnológica, poderá levantar-se questões sobre a ausência da embraiagem, pedal das mudanças, no entanto, a melhor resposta a esta dúvida reside em experimentar. Efectivamente, ao experimentar passados minutos estamos a outro nível de experiência e com mais valias para uma condução mais citadina. Em relação a esta tecnologia, somos obrigados a afirmar de forma assertiva, só temos de nos preocupar em apreciar a viagem, porque o restante é tão natural e torna-se completamente intrínseco à nossa condução.

A par desta tecnologia, ainda existem outras funções disponíveis , para melhorar ainda mais a performance da VFR 1200 X Crosstourer, falamos do modo D ( Dynamic) destinado à utilização mais urbana, permite uma relação mais económica em termos de consumos e maior controlo em piso molhado. O modo designado por S ( Sport), permite que seja colocado ao seu dispor toda a potência e maior dinâmica de aceleração.

!

MOTOCAMPING • 66


HONDA VFR 1200 X CROSSTOURER

A VFR 1200 X Crosstourer é uma referência do segmento em termos de conforto e ergonomia, o seu banco de 850 mm, permite que se consiga uma posição de condução adequada para longas viagens, a par do pára-brisa totalmente regulável. Quando falamos de conforto, não podemos descurar a importância da segurança, neste caso, a VFR 1200 X Crosstourer equipa na dianteira um disco duplo de 310 mm, na traseira

um disco de 276 mm, equipada com ABS com-

bined, o que permite demonstrar ser um conjunto adequado para uma travagem equilibrada e eficaz tendo em consideração a dimensão do modelo. O controlo de tracção (TCS) vem de origem na VFR 1200 X Crosstourer, com a particularidade de poder ser desligado para aventuras fora de estrada. Destaque, para as elegantes jantes

raiadas de 19” polegadas na roda da frente e 17”

polegadas na roda traseira, com pneus de utilização mista, tal como, para a eficaz suspensão de 165 mm na dianteira e de 146 mm na traseira, preparadas na integra para as incursões fora de estrada. Em termos de consumos, a VFR1200 X Crosstourer apresenta uma autonomia de 300 km, tendo em consideração a média de 15km/L em estrada. Na cidade, o consumo pode sofrer uma variação entre 11 a 12 km/L. Em suma, estamos perante uma moto que está preparada para ser uma excelente “companheira” de viagem, até porque, o seu ADN deriva dessa vertente. A decisão será sempre sua, a Motocamping, recomenda que faça um test-drive num concessionário da marca Honda, estabeleça o seu primeiro contacto e aprecie a sua condução. Se tem dúvidas? De certo, que as mesmas serão esbatidas nos primeiros quilómetros de prazer.

!

Mais informações sobre este modelo ou sobre a marca visite, aproveitamos para agradecer a disponibilidade da Honda Portugal na cedência das informações:

!

www.honda.pt MOTOCAMPING • 67

MOTOCAMPING • 67


www.honda.pt

VFR 1200 X CROSSTOURER

MOTOCAMPING • 68


Triumph 1200 Explorer XC texto e fotos FILIPE GAMA / TRIUMPH INGLATERRA

!

E A Triumph 1200 Explorer XC está preparada para descobrir o mundo, seja em estrada ou fora dela! Este modelo foi criado para todos os motociclistas que procurem fiabilidade, conforto em grandes viagens, motor potente, económico e fácil de conduzir em diferentes cenários. A Explorer conta com um motor de três cilindros com 1215 CC, com 137 cv às 9.000 rpm e 121 Nm às 6.400 rpm. Um motor em baixas rotações com uma prestação notável, tal como, muita potência em altas quando solicitado. A dupla árvore de cames à cabeça funciona com 4 válvulas por cilindro, mantém sempre a missão deste motor em perfeita sintonia com as exigências do terreno e/ou estrada que possa percorrer. A transmissão por veio tem uma caixa de seis velocidades bastante robusta, permitindo enfrentar saídas de estrada e terrenos com cariz mais aventureiro. Paralelamente, tem a vantagem de não necessitar de manutenção sistemática. A Explorer tem um depósito de 20 litros, com um consumo de 4,15L/100km numa velocidade de 90 km/h, permitindo ter uma autonomia de 320 kms. A injecção de combustível é controlada através do sistema tecnológico designado por “ride by wire”, neste caso, um sistema electrónico de gestão de combustível, consoante a relação entre utilização vs consumo real necessário para melhor performance do motor. O quadro tubular é distinto e diferenciador e com qualidade para condução fora de estrada. Uma suspensão robusta com 46 mm na frente e com um curso de 190 mm, ideal para pisos irregulares e conforto. Na traseira, amortecedor com um curso de 194 mm com regulador de pré-carga hidráulico e regulável.


Triumph 1200 Explorer XC

Em termos de travagem a Explorer conta com duas pinças de 4 pistões, discos duplos de 305 mm na dianteira e com um disco na traseira. Todo este sistema é controlado por um sistema de ABS electrónico. Destaque para as jantes em alumínio de 1o raios e 17 polegadas na traseira, na frente apresenta uma jante de 19 polegadas. A posição de condução é alta, com o domínio total do guiador, largo e ergonómico. O passageiro usufruiu de grande espaço, tendo pegas para oferecer maior segurança. A distância de eixo da Explorer é de 1530 mm, oferecendo um relação de espaço e estabilidade bastante equilibrada. Paralelamente, são inúmeros os extras que a Explorer pode acolher da marca, todos eles, com uma missão de oferecer maior conforto e reforçar a qualidade do modelo em grandes viagens. Em suma, tal como o seu nome indica, explorar está no ADN desta moto. Cabe agora a si, tomar a decisão, neste caso, estará preparado para realizar uma grande viagem? Deixamo-lo a pensar, caso pretenda mais informações, visite o site da Triumph Uk. Aproveitamos para agradecer as informações prestadas sobre o modelo da Triumph 1200Explorer XC por parte da Triumph Inglaterra. www.triumph.co.uk

MOTOCAMPING • 70


TRIUMPH 1200 XC

www.triumph.co.uk MOTOCAMPING • 71


VIAGENS VERDES

Portugal Nature Lodge texto FILIPE GAMA / fotos PORTUGAL NATURE

Um projecto criado por Peter e Joke, em que Maio de 2006, resolveram desistir da vida profissional que desempenhavam e inclusive da própria casa na Holanda, e procurar um lugar diferente para viver intensamente!

Peter e Joke viajaram durante um ano e meio à procura do paraíso perfeito, afinal ele sempre existia, chama-se Portugal, mais concretamente , sudoeste alentejano.

O alojamento está construído no Monte de Malhadins, cerca de 7,5 hectares, envolto em colinas cobertas de sobreiros,arbustos, plantas, flores e ervas. A Portugal Natura Lodge encontra-se situado a 40 km a norte do Algarve e a 80 km de Lagos, entre vilas costeiras de Lagos, entre as vilas costeiras da Zambujeira do Mar e Vila Nova de Milfontes.

Em termos de alojamentos, destacamos a tenda safari? Sim, leu correctamente! Uma tenda digna de um verdadeiro safari, com casa de banho interior e uma varanda construída na encosta. Da varanda temos uma vista magnífica, digna de uma longa metragem, montes, vales de cortar a respiração! Uma tenda fabricada em África, qualidade única e com a garantia que os sentimentos serão idênticos… mesmo que não se avistem leões, elefantes ou outro animal de savana.

! !

MOTOCAMPING • 72


VIAGENS VERDES

Na Portugal Nature Lodge também de pode optar por experimentar uma yurt da Mongólia. Uma tenda redonda, com uma janela redonda no topo, que permite ver o céu alentejano! Numa yurt não sente calor, nem frio e o ambiente leva-o a viajar até à Mongólia! Fora da yurt, temos um terraço que abrange todo o vale, na frente avistam os montes do Parque Natural. A yurt pode ser mobilada para duas pessoas, no entanto, pode ser adaptada para mais pessoas e toda a sua decoração criam um cenário perfeito!

Pode ainda optar por um tipi, neste caso uma tenda dos índios americanos. É uma experiência única, todo o ambiente criado é acolhedor, mas ao mesmo tempo espaçosa e confortável. A tipi encontra-se instalada numa plataforma de madeira, com chão coberto de tapetes, camas confortáveis, envoltas em rede mosquiteiras, que tornam o ambiente único. No exterior tem uma cada de banho privada e cozinha para preparar as suas refeições.

São inúmeras as actividades que podem ser realizadas na Portugal Nature Lodge, pode optar por visitar o parque natural do Sudoeste e Costa Vicentina, praticar BTT, caminhadas ou simplesmente conhecer as maravilhosas praias de Zambujeira do Mar ou Vila Nova de Mil Fontes.

O que está à espera para colocar no seu GPS a Portugal Nature Lodge?

Portugal Nature Lodge

Monte Malhadins

Apartado 2646

7630-488 Troviscais

Telemóvel: 91 419 96 71

www.portugalnaturelodge.com

!

MOTOCAMPING • 73


VIAGENS VERDES

ECOLODGE Brejeira

MOTOCAMPING • 74


VIAGENS VERDES

ECOLODGE Brejeira

É desta forma que começa a história da Ecolodge da Brejeira: “Era uma vez um casal que sonhava com paz, natureza e liberdade. Um dia entraram dentro de uma furgoneta e decidiram rumar a sul em busca do seu sonho. No seu caminho encontraram Brejeira que os arrebatou com a sua paisagem ampla e os abraçou no seio dos seus seis hectares. Foi então que a aventura começou. No início não havia nada: nem água ou electricidade, nem casa. Só a simplicidade do silêncio e vastidão da natureza, por vezes imprevisível, e seus habitantes. Cheios de força, embora com poucos meios, o casal de sonhadores deitou mãos à obra. Lentamente mas decididos, com um saco cheio de paciência e litros de sangue, suor e lágrimas, cada pedra de seu sonho foi cuidadosamente colocada. E assim cresceu o resultado de tanto empenho e sua inspiração: Eco Lodge Brejeira, uma alternativa ecológica de alojamento.” Aqueles que procuram um conforto envolvido na simplicidade, sentirão o pulsar da natureza a apelar aos seus sentidos. Tal como este casal de sonhadores sentir-se-ão abraçados por Brejeira e encontrarão aqui um lar. Não haverá melhor sítio do que a Brejeira para descobrir o sul de Portugal, numa perspectiva original; numa caminhada cujas pegadas serão sempre suaves com a Natureza. Os sonhadores são Sander e Claire!

MOTOCAMPING • 75


VIAGENS VERDES

São inúmeras as opções em termos de alojamento disponíveis na Brejeira. Pode optar por descobrir e viver uma experiência numa tenda mongol, com telhado aberto para ver as estrelas do céu algarvio e escutar o som dos grilos! Para os dias de frio existe um fogão a lenha para aquecer o ambiente! A tenda mongol tem uma varanda magnífica, onde pode usufruir de uma “chaise longe” para apreciar o pôr do sol. Ao lado uma pérgola oferece a sombra para os dias quentes, área da cozinhar, frigorífico e pode fazer a confecção das suas refeições. Uma escada esculpida no terreno, e temos uma casa de banho ecológica, com uma magnífica paisagem e com privacidade. Existe sempre o serviço de pequeno almoço exclusivo! Sim leu bem, exclusivo, porque pode solicitar onde pretende saborear o seu seu pequeno almoço. Junto aos arbustos de medronho, encontra-se uma antiga roulotte cigana holandesa, devidamente restaurada com cama de casal, sala de estar, cozinha e um alpendre único capaz de oferecer uma paisagem magnífica da Serra de Monchique. Depois tem ao seu dispôr a carrinha dos bombeiros, um projecto de alojamento extremamente inovador. Trata-se de uma ambulância usada pelos bombeiros alemães que foi recuperada e transformada em uma pequena auto-caravana com uma cozinha, sala de estar e com uma cama de casal. As portas traseiras da carrinha podem ser abertas e de certo que ficará mais próximo da natureza!


Campismo de verdadeiro luxo para aventureiros sofisticados‌


Na Brejeira são inúmeras as actividades que podem ser realizadas, sejam desportivas ou actividades lazer.As opções podem ser andar a cavalo, golfe, praia, caminhadas, ciclismo,canoagem,pesca e mergulho.Relativamente perto tem a barragem Odelouca, onde pode nadar ao longo dos quinze quilómetros da sua albufeira.

Pode optar por descobrir as diversas praias em redor da Brejeira, a praia da Costa Celeste ou as praias selvagens da Costa Vicentina.

A Noroeste da Brejeira podemos avistar o ponto mais alto do Algarve situado na Serra de Monchique. Meia hora por entre antigas estradas que ladeiam oásis de cortiça, eucaliptos e castanheiros, com espectaculares vistas panorâmicas sobre a costa, levam até a cidade de Monchique. Esta é a Meca dos caminhantes e mountain bikers, embora este trajecto possa ser realizado de carro em jeito de passeio.

Mais um local que imperativamente tem de ser colocado no seu GPS da sua moto ….

! !

Ecolodge Brejeira

Brejeira

8300 Silves

T (+351) 919 376 502

www.eco-lodgebrejeira.com

!

MOTOCAMPING • 78


VIAGENS VERDES

TIPI Algarve

texto FILIPE GAMA / fotos TIPI

O Tipi Algarve traduz-se em paz e tranquilidade no Monte João Afonso, a costa sol do sul de Portugal. O Tipi Algarve oferece um “camping” repleto de requinte ao estilo das tendas dos índios Americanos. Quem visita o Tipi Algarve pode encontrar vários tipis deslumbrantes, para duas pessoas ou para uma família maior! Ainda pode optar por fazer a sua estadia um yurt ou na tenda safari, sendo que, cada unidade tem a sua própria cozinha , frigorífico, fogão, utensílios de cozinha que tornam a sua estadia mais cómoda , no entanto, sem descurar o conceito eco-turismo.

Todos aqueles que visitam o Tipi Algarve poderão escolher os seus próprios vegetais cultivados de forma orgânica nos 2,5 hectares de terra disponível. Os produtos consumidos não têm qualquer tipo de químico e são produzidos pelas melhores práticas e respeito pela natureza.

Existe uma relação integrada de todo o projecto ambiental com todas as pessoas que visitam o Tipi Algarve, com o objectivo de utilizar todos os recursos da terra em prol da comunidade. Com uma localização rural isolada, numa área florestal protegida em Portugal, o Tipi Algarve torna-se um local mágico e soberbo.

Em redor existem uma quantidade de praias que reforçam ainda mais a beleza envolvente, depois de as explorar pode terminar o seu dia a relaxar e desfrutar um copo de vinho no terraço! Pode também dar um mergulho na fantástica piscina! No final da noite, pode sempre relaxar e conviver na sala de convívio, onde existem jogos de tabuleiro, cartas, bilhar e outras actividades de lazer.

Uma vez por semana, no Tipi Algarve é realizado a noite do churrasco, junto ao espaço “chill out” e muita sangria caseira para criar novas amizades!

! MOTOCAMPING • 79


VIAGENS VERDES

No Tipi Algarve também pode descobrir o caminho das novas terapias, pode praticar yoga ou simplesmente escolher os vários tratamentos terapêuticos disponíveis.

Os tratamentos são vários, desde do tratamento vela da orelha Hopi com massagem facial, até reflexologia, aromaterapia facial, massagens ayurvédicas e reiki.

Um local relaxante, eco-friendly, neste caso, um verdadeiro oásis de tranquilidade e de quem procura reencontrar-se fora da sua vida stressante!

Parta à aventura pelo Algarve e inclua o Tipi Algarve no seu GPS…

!

Tipi Algarve Monchique - Portimão Telemóvel: 93 508 44 39 www.tipialgarve,com

!

MOTOCAMPING • 80


VIDA SELVAGEM

Wildwatch Tão perto da vida selvagem texto FILIPE GAMA / fotos WILDWATCH

Existem três paixões que movem a empresa Wildwatch, passamos a citar, o Algarve, vida marinha e a paixão por preservar e a dar a conhecer estes dois tesouros. Na nossa visita pelo Algarve, não podíamos deixar de visitar a empresa Wildwatch, ficar a conhecer de forma pormenorizada os serviços que propõe e que são únicos! Uma equipa composta por jovens biólogos marinhos da região do Algarve, que acreditam na sua terra e nos seus recursos e que criaram um pacote turístico de experiências de contacto com cetáceos, tubarões e aves marinhas nos recantos da costa Algarvia. A fabulosa vida selvagem que habita as nossas águas, podem ser agora visitadas com a Wildwatch, que também se preocupa com o seu estudo e preservação.

!

MOTOCAMPING • 81


WILD LIFE Com a Wildwatch poderá fazer uma incursão de barco ao encontro da fabulosa interacção entre cetáceos, aves marinhas ou inesperadas rotas de migração das baleias comuns, baleias piloto e orcas. Uma viagem de reveladora descoberta, onde pode ver de perto os fantásticos golfinhos riscados no seu verdadeiro habitat natural! Certamente que ao fazer uma viagem com a Wildwacth irá viver emoções fortes, efectuar registos fotográficos únicos e esta experiência será marcante em termos de aventura. A Wildwacth escolheu a vlla piscatória de Ferragudo, um museu vivo do património cultural marítimo, para instalar o centro nevrálgico de pesquisa e observação. O Centro de Observação de Cetáceos do Algarve, encontra-se situado num armazém de pesca artesanal, sendo que, é o ponto de partida para a descoberta da vida marinha. Existe ainda uma loja disponível para adquirir uma lembrança desta aventura, tal como, pode adquirir o que de melhor se produz na região. Uma aventura que visa a consciência ambiental, até porque, a aventura só existe se respeitarmos o mundo em que vivemos!

EXPLORER

MOTOCAMPING • 82


Wildwatch Rua da Ribeira 73 Ferragudo - Faro Telefone: 282 422 373 www.wildwatch.pt

MOTOCAMPING • 83


TOURATECH A aventura de viajar em duas rodas já tem um berço em Portugal, chama-se Avis. texto FILIPE GAMA | fotos IMAGE 2.0

Nos dias, 5, 6 e 7 de Setembro, no Clube Náutico de Avis, Alentejo, decorreu a 4º edição do Travel Event, empresa líder em equipamentos e acessórios para a motos de viagem e aventura - Touratech Portugal.

Na sexta feira, depois do jantar, mais precisamente pelas 21 horas deu-se inicio às apresentações das histórias de dois viajantes. Uma óptima forma de iniciar este evento, com uma história de viagem do Diogo Oliveira que percorreu cerca de 5.000 mil kms pela Europa em 22 dias numa Honda PCX. A noite terminou, com mais histórias de fantásticas viagens por parte de Paula Kota, que partilhou com todos participantes deste evento, os magníficos registos fotográficos das suas viagens pelo Oriente!

Ao longo dos três dias do evento, foi possível todos os participantes, mediante inscrição, realizar um teste “drive” a todos os modelos GS da BMW e da KTM. No recinto do evento, estiveram presente diversas marcas do sector, com destaque para a revista REV, equipamentos Drenaline, capacetes Nexx, Espaços Sonoros, Bomcar BMW, Husqvarna, Yamaha , Triumph Portugal, KTM, Suzuki e a própria Touratech.

Um evento com sentimentos fortes e para 2015 já colocamos no nosso GPS…. imperdível!

A manhã de sábado foi preenchida pelos diversos passeios, destaque para o passeio turístico desenvolvido pela BMW Motorrad Fans, que juntou cerca de 91 participantes nas lindas paisagens de Avis! Um passeio marcado por um trajecto magnífico, digno de ser apreciado a baixa velocidade e tornou-se esplendoroso ao circular nas longas rectas das estradas do Alentejo!

Para os mais aventureiros, foi realizado um passeio “off road” nível 1, para todos aqueles que não têm tanta experiência fora de estrada , paralelamente, foi desenvolvido outro passeio “off road” nível 3, que já requeria conhecimentos avançados de “off road”, com obstáculos e muita lama!

A tarde de sábado, foi preenchida por “workshops” de orientação de “roadbook”, com um pequeno percurso de 50 kms!

Nos restantes dias, os relatos de viagens fizeram-se distinguir no final da noite, onde sempre imperou o fantástico convívio entre todos os participantes, organização e empresas parceiras envolvidas.

Em parceria com a Turres Offroad, foram realizadas duas formações de condução “off road” e o domingo terminou com uma actividade organizada entre a Touratech Portugal e a empresa Espaços Sonores.

MOTOCAMPING • 84


MOTOCAMPING • 85


MOTO Shopping Uma rubrica que apresenta todas as novidades no mercado para si e para a sua moto. Afinal já é quase Natal!

MOTOCAMPING • 86


MOTO SHOPPING

IN-PARTS

Making happy Customers

Fazer os clientes felizes é a missão desta nova empresa focalizada no segmento de duas rodas de aventura em Santarém. A Motocamping foi visitar, saímos realmente felizes… A In-Parts em Santarém é

atendimento, acima de tudo,

importadora oficial da marca

é um verdadeiro conhecedor

AltRider para Portugal, com

das necessidades reais de

um show-room único e com

todos aqueles que fazem

uma oferta diversificada e

centenas de quilómetros por

focada em todos aqueles que

Portugal e pelo Estrangeiro

sonham viajar pelo Mundo.-

ao comando das suas motos,

Na In-Parts podemos encon-

visto que, ele próprio vive

trar uma gama de produtos

essa experiência intensa-

das melhores marcas Inter-

mente.

nacionais, seja ao nível do vestuário, tal como, ao nível da manutenção, acessórios, vestuário, comunicação e navegação, bagagem, iluminação e electrónica e pneus. Paralelamente, cada cliente tem um serviço exclusivo de montagem dos seus equipamentos. O Pedro Aranha, principal fundador e criador do projecto da In-Parts prima

Se pretende viajar e procura uma empresa especialista e com uma oferta comercial de qualidade, recomendamos que visite a In-Parts em Santarém. Pode encontrar as seguintes

marcas:

Rev`it,Icon,Optimate,Alpinestart,Ohlins,Renthal,Castrol,Pi vot,Pegz,Rox,RotoPax,Nau,S hark,Kappa,Zulupack,Slime,S hoei,Arai e GsEmotion.

pela excelência do serviço de MOTOCAMPING • 87


Na In-Parts encontra todos os produtos de referência internacional para si e para a sua “companheira” de viagem! Já pensou na sua próxima viagem? Antes, visite a In Parts e surpreenda-se!

In - Parts Rua da Liberdade N.80 Perofilho- Santarém Telemóvel: 91 8124137 www.in-parts.com MOTOCAMPING • 88


Moto 1.

MOTO SHOPPING

MALAS LATERAIS UNIVERSAIS GIVI EA101

Alforges universais e expansíveis Givi Material 600D PU e polyester Sistema de fixação rápido e universal através de cintas de velcro Capa de chuva Material reflector Cinta para transportar ao ombro 2 esticadores para ajustar as malas Reforço em plástico rigido Capacidade: 30 L Dimensão: 29 * 18-28 * 47

BOLSA DE CINTURA GIVI EA108 Bolsa de cintura em 600d pu e polyester Bolso frontal e traseiro Reflectores

SACO DE DEPÓSITO 6 L GIVI EA106 Pequeno saco de depósito ideal para o dia-a-dia

!

Material: 600d pu inserções em polyester. Bolsa para telemóvel 2 imans incluídos Capa para a chuva Reflectores Cinta para levar ao ombro Capacidade: 6 L Dimensões: 13 x 16 x 31 MOTOCAMPING • 89


MOTO SHOPPING

Moto 2.

GIVI TRK52N Trekker Monokey

Capacidade de 52 litros com acabamento alumínio Topcase espaçoso com Monokey - sistema de fixação que completa a gama de Trekker. Permite o armazenamento de dois capacetes modulares. Feitos de polímeros reforçados com fibras de vidro, garante alta rigidez estrutural. Tem uma capa de alumínio adonisado para resistir às intempéries.

GIVI TRK33N Trekker Monokey® Capacidade de 33 litros com acabamento em alumínio com abertura superior Disponível em duas versões, com uma capacidade de 46 LT (TRK46N) e 33 LT (TRK33N), o novo caso TREKKER são a melhor solução para as motos equipadas com tubos de escape de um só lado.

MOTOCAMPING • 90


MOTO SHOPPING

Moto 3.

Givi Trekker Outback Alu 37 Liter Set

O Trekker Outback é as primeiras malas GIVI feitas inteiramente de alumínio. Outback Trekker tem todas as características para dar uma experiência de condução confortável e uma facilidade de utilização sem precedentes.

!

• • • •

Dimensões: 19,4 "comprimento x 9,6" largura x 15,2 "alta (495 x 246 cm x 387 cm) Volume: 37 litros Material: alumínio Carga máxima: 22 kg

MOTOCAMPING • 91


MOTO SHOPPING

Moto Givi Trekker Outback Black Line 37 Liter Set O Trekker Outback são as primeiras malas GIVI feitas inteiramente de alumínio. Outback Trekker tem todas as características para dar uma experiência de condução confortável e uma facilidade de utilização sem precedentes.

!

• • • •

Dimensões: 19,4 "comprimento x 9,6" largura x 15,2 "alta (495 x 246 cm x 387 cm) Volume: 37 litros Material: alumínio Carga máxima: 22 kg

MOTOCAMPING • 92


MOTO SHOPPING

3.

MONOKEY SYSTEM KGR33 GARDA Top case com capacidade de 33 litros em alumínio.

ZAINI E ALTRO RA305R Bolsa pequena dimensão para GPS.

Moto

MOTOCAMPING • 93


MOTO SHOPPING

4.

LINHA DRY PACK WA401S 30 litros

LINHA DRY PACK WA405F 40 litros

SERBATOIO LH200 Saco depรณsito

Moto

MOTOCAMPING โ€ข 94


MOTO SHOPPING

5.

Backpack 25 L

25 L Mochila

!

ZulupackSac tote 100% à prova d'água. Fecho com zíper de plástico e três voltas do pescoço do saco. 1 compartimento estanque. 1 respirável bolso com zíper na frente. Suspensórios para trás e E.V.A. espuma de alta densidade. Cinta e duas alças laterais portage. ZulupackDimensions: 46 x 20 x 13 centímetros ZulupackMatière: Nylon 420 D de revestimento dupla de PVC

Tube 25 tubo 25

!

ZulupackSac marinheiro 100% à prova d'água. Alças de ombro ajustável. Uma faixa de pega. 1 bolso frontal e fecho. .ZulupackDimensions fecho com zíper de plástico e três voltas do pescoço do saco (linha de dobra): L 45 x 12.5 cm Ø ZulupackMatière Nylon 420 revestimento em PVC dupla D

MOTOCAMPING • 95


MOTO SHOPPING

Drenaline 6.

BLUSÃO ATLAS Ref. 00.0301332 Composição: 
 Cordura
 Forro Softshell destacável com membrana impermeável e respirável Eyedry
 Entradas de ar
 Inserções reflectoras
 Cores: cinza/preto
 Protecções: Ombros/Cotovelos (YF) e Costas


MOTOCAMPING • 96


MOTO SHOPPING

CALÇAS ATLAS Ref.00.0301342 Composição: 
 Cordura
 Superfabric
 Forro destacável com membrana impermeável e respirável Eyedry
 Entradas de ar
 Inserções reflectoras
 Cores: cinza/preto
 Protecções: Joelho e Tíbia
 Corte: Homem

MOTOCAMPING • 97


MOTO SHOPPING

Drenaline LUVAS ATLAS WINTER Ref. 00.0301613 Composição: Nylon 
 Pele de Cabra
 Membrana impermeável e respirável Eyedry
 Forro em Thermore
 Cores: Preto
 Protecções: Nós e Dedos
 Corte: Homem

MOTOCAMPING • 98


MOTO SHOPPING

Drenaline BOTAS ATLAS Ref. 00.0300860 Composição: Pele
 Nubuk
 Membrana impermeável e respirável Eyedry
 Sola Vibram
 Inserções reflectoras
 Cores:Preto/castanho
 Protecções: Canela, dedos e calcanhar


MOTOCAMPING • 99


MOTO SHOPPING

REVIT POSEIDON GORE TEX Ref. FJT169

Revit Poseidon GTX uma mistura perfeita que resulta num casaco de aventura-turismo. Este modelo é impermeável. Escudo exterior 2L nylon 600D Gore-Tex ® tecido, SuperFabric ®, Lorica ®, 3L Gore-Tex ® Pro nylon 600D tecido, trecho 3L Gore-Tex ® Pro tecido, cera poliéster 600D, poliéster costela
 Forro térmico destacável de isolamento
 Impermeabilização & respirabilidade tecido de Gore-Tex ® 2L
 Proteção totalmente perfurada espuma de EVA na parte traseira, painel SuperFabric ® para os ombros e cotovelos, preparados para Seesoft CE-nível 2 volta protetor inserir - tipo RV, proteção de SaS Tec ® CE nos ombros e cotovelos
 Visibilidade laminado reflexo no peito, costas e braços.

MOTOCAMPING • 100


MOTO SHOPPING

APACHE !

Ref. 127

MOTOCAMPING • 101


SHOPPING - ESTILO VIDA

NEXX CORE 01X3001017 !

ESPECIFICAÇÕES

Novo conceito de capacete: MAXIJET produto modular com protecção na frente (queixo) Casco ATR (Termoplástico) Forro em tecido anti-alérgico e anti-transpiração Forro ajustável e removível Interior lavável Viseira PC Lexan Óculos de sol interiores, solares 80% Fecho Micrométrico Tamanho: XS a XXXL

MOTOCAMPING • 102


MOTO SHOPPING

PLAIN 01XT108000

NEXX

ESPECIFICAÇÕES

Casco em Tri-Composite (Fibra de Vidro, Carbono e Kevlar) Norma ECE/22-05, DOT e NBR-7471:2001 Modelo de calota disponível em 3 tamanhos (Calota pequena - XS a S Calota média - M - L; Calota grande - XL a XXXL) Tecidos CoolMax Campo de Visão Panorâmico 2 entradas de ar e 4 de saída (Air Dynamic System) Forro e laterais 3D, amovíveis, ajustáveis e laváveis Forro Anti-alérgico e anti-transpiração Preparado para o uso do sistema Intercomunicação NEXX X-COM Deflector de Vento Fecho Micro Métrico Viseira PC Lexan com novo sistema Block'N'Seal (fecho e selagem dupla) e sistema de troca rápida de Viseira X-SWIFT Viseira com cavidade preparada para o uso de Pinlock Sistema de Ventilação da Viseira Óculos de sol interiores 80% solares ´ Narigueira amovível

!

Spoiler integrado no próprio casco Reflectores na parte frontal,

lateral e rectaguarda Laterais com sistema de Emergência em caso de acidente Sistema de conforto ergonómico - Kit de enchimento que permite um ajuste perfeito do capacete em diferentes formatos de cabeça

TAMANHOS DISPONÍVEIS:

XS a XXXL

MOTOCAMPING • 103


SENA

SMH10 O SMH10 é um intercomunicador com Bluetooth 3.0 de longo alcance - Bluetooth intercom, projetado especificamente para quem utilizada moto. Com o SMH10, você pode ligar o telemóvel Bluetooth handsfree, ouvir música estéreo ou voz instruções de navegações GPS por Bluetooth sem fio, ter conversas de intercomunicador em full-duplex com um passageiro ou outros condutor.


www.sena.com MOTOCAMPING • 104


MOTO SHOPPING

ROLLEI

Rollei Bullet Actioncam S-30 Uma câmara compacta que grava em Full HD as suas aventuras.

Resolução do vídeo Full HD 1920x 1080p

www.rollei.com MOTOCAMPING • 105


MOTO SHOPPING

GPS 390LM

Equipamento de navegação por GPS específico para motos.

www.garmin.com/pt-PT/

Ecrã táctil de 4,3 polegadas fácil de utilizar com luvas, com grande visibilidade e legível à luz solar;

À prova de água até IPX7¹; de construção sólida com plásticos resistentes a combustíveis;

Com registo do historial de serviços para registar a manutenção da mota;

Com um capacete ou auricular com Bluetooth™ (vendido separadamente), pode receber indicações claras de mudança de direcção;

Apresentação mais rápida de rotas e de mapas, procuras de destinos mais intuitivas

Barra de pesquisa fácil de utilizar;

Ver e seleccionar comércio no mapa – sem ser necessário navegar pelos menus;

Indicador do limite de velocidade;

Pré-visualização do que pode encontrar nas saídas de auto-estradas seguintes (Serviços de saída);

Indicação da faixa de rodagem com visualização de cruzamentos.

MOTOCAMPING • 106


MOTO SHOPPING

Limpeza Manutenção

C3 Chain Lube Off Road Lubrificante untuoso de cor amarela, desenhado especialmente para lubrificar as correntes de motos todo-terreno e quads. Dispersa os depósitos de areia, lama e terra. Protege a corrente em condições de humidade e lamas.

! !

Embalagens 0,400L spray
 Nota:Disponível uma referência para motos de estradas.


E2 Moto Wash Poderoso produto de limpeza e desengordurante biodegradavel para toda a moto: deixa uma pelicula resistente à corrosão que protege a pintura, os elementos metálicos e os vernizes.

!!

Embalagens 1 L, 60 L


MOTOCAMPING • 107


MOTO SHOPPING

Limpeza Manutenção

Moto Polish Castrol Bike Polish foi desenvolvido para limpar e polir superfícies pintadas, cromadas e plástico sem utilização de água. Renova e protege todas as superfícies proporcionando uma limpeza excelente da viseira. Incorpora componente anti UV para reduzir a descoloração das superfícies pintadas.


Limpeza corrente Castrol Chain Cleaner é um produto de limpeza altamente eficaz para correntes de motociclos com ou sem O-Ring ou X-Ring; Excelente performance de limpeza e desengorduramento; Evaporação rápida; Não danifica os vedantes; Repelente de água.


MOTOCAMPING • 108


Pneus MITAS E-08 120/90-17 TL Pneu com um rasto em blocos para ambas as rodas das Motos de Trail. Excelente pneu para estrada, que permite a ocasional saída para fora de estrada, em terrenos menos exigentes.

Adequados aos motociclos de Enduro/Trail, capazes de aguentar longas viagens com pequenos trechos fora da estrada.
 
 Desportivo na estrada, mas capaz de funcionar eficazmente até em superfícies fora de estrada.
 
 Padrão de piso revolucionário, que combina a alta performance com um desenho contemporâneo e inovador.
 
 Tecnologia com uma cintura de aço a 0° assegura uma maior estabilidade e excelente controlo em todos os tipos de superfície de estrada, mesmo com elevado peso.

MOTOCAMPING • 109


Campismo - Montanha

A PRIMEIRA TENDA texto FILIPE GAMA | fotos ISTOCK

Iniciamos esta rubrica de campismo e montanha centrado no tema a minha primeira tenda. A escolha da primeira tenda é fundamental para que possamos descobrir o mundo do campismo, porque se correlaciona com o conforto que se obtém na estadia e qualidade da mesma num determinado parque. Paralelamente, a escolha da tenda tem de ser criteriosa, temos de ter consciência das características de cada modelo presente no mercado, tal como, escolher aquela tenda que se adapta às nossas necessidades de campismo. A escolha de uma tenda não é algo complexo, mas a Motocamping ajuda-o a tomar a melhor opção de compra. Partilhamos consigo algumas dicas!


Numa primeira dica, recomendamos que quando adquirir a sua tenda é recomendável que tenha um primeiro contacto com a tenda montada.É primordial que tenha uma percepção clara da dimensão da tenda e do grau de complexidade na sua montagem. Por outra lado, esta situação nunca é perceptível através do catálogo e/ou informações técnicas disponibilidades nos pontos de venda, mesmo que as medidas do modelo estejam presentes. Paralelamente, o espaço da tenda necessita de ser testado pela sua pessoa, sentir a ergonomia do mesmo e ter um contacto com o processo da montagem. Após uma longa viagem de moto, necessita de uma tenda com um processo de montagem não complexo.

No acto da montagem rapidamente pode verificar a altura da tenda. Independentemente, da mesma ser por vezes somente utilizada para descansar ou prenoitar, consideramos que uma tenda deve ter uma altura mínima, visto que, apresenta inúmeros benefícios em termos ergonómicos, quebrando na integra a sensação de claustrofobia e facilita a sua mobilidade no interior da tenda. Outro aspecto importante nas características da tenda é a sua estrutura de ventilação e a sua impermeabilização. Não podemos esquecer, mesmo que pratique campismo somente em pleno verão, por vezes, acontece em certos parques campismo em Portugal durante a noite existir alguns índices de humidade.

MOTOCAMPING • 110


A PRIMEIRA TENDA Portanto, ainda centrado no tema da ventilação, recomendamos que analise se a sua futura tenda tem um sistema de rede na estrutura do topo, isto porque, permite a circulação do ar, evita que a temperatura no interior da tenda seja elevada e obtém melhor qualidade e mais conforto na sua utilização. Consequentemente, é importante se prevenir e não adquirir uma tenda demasiado ventilada, até porque, em noites com temperaturas mais baixas, certamente, terá de reforçar-se com um saco de cama mais quente.

A este nível, deve verificar também se o material aplicado no desenvolvimento da tenda é lavável, isto porque, no futuro facilita a sua manutenção e limpeza.

Recomendamos ter atenção ao tipo de espias (estacas de aço/ferro), neste caso, aconselhamos que verifique a qualidade das espias de origem da tenda. Diversos mo-delos no mercado são de fraca qualidade, portanto, basta serem incorrectamente manuseados para se entortarem ou partirem. Desta forma convém adquirir algumas espias como precaução inclusive no mercado encontra alguns modelos com sistema de perfuração para facilitar o processo de fixação ao solo.

Outro aspecto a ter em consideração na compra da sua nova tenda é o número de pessoas que irá utilizar o respectivo equipamento. Existem diversos modelos no mercado, de ser ponderado a dimensão da tenda de forma a facilitar o transporte na moto, mas também, quanto maior a tenda maior o custo nos parques de campismo. Por exemplo, quando um determinado parque se encontra organizado em alvéolos, terá obrigatoriamente de suportar o custo de um espaço adicional para alocação caso possa ter uma tenda com grande dimensão e/ou duas tendas.

Dos diferentes modelos existentes no mercado, recomendamos que se foque nos modelos do segmento de aventura, ou neste caso, uma tenda individual, tem a particularidade de ser extremamente leve e com um esquema de montagem verdadeiramente simples e rápido.

MOTOCAMPING • 111


QUE SACO CAMA DEVE ESCOLHER?

Se nas tendas a oferta no mercado é quase interminável, o mesmo se aplica aos sacos de cama. No mercado pode encontrar diferentes marcas, tamanhos, formatos e podem variar consoante a temperatura oferecida.

Em Portugal e com o tipo de temperaturas registadas, consideramos que um saco de cama de 10ºC é o suficiente para se obter qualidade de conforto e aquecimento adequado para a realidade da nossa temperatura, no entanto, fica limitado caso pretenda praticar campismo fora de Portugal, onde as temperaturas tornam-se mais desafiantes e mais exigentes com a qualidade dos equipamentos.

Acrescente na sua lista de compras de campismo um colchão de espuma, designada por esteira, leve e que evite que o seu saco de cama esteja em contacto directo com o solo. As esteiras também têm medidas, sendo que estão correlacionadas com altura do seu utilizador, podem variar do tamanho S ao XL. Como dica, se pretende aumentar o conforto da sua estadia, pense também num colchão insuflável, visto que, ajuda a isolar a humidade, manter a temperatura e oferece maior conforto.

MOTOCAMPING • 112


DICAS PARA O CAMPISMO

Nunca fez campismo? A Motocamping dá-lhe umas dicas!

Antes de ligar a moto e partir à aventura, inspeccione todos os equipamentos necessários para a montagem da sua tenda e reveja quais os utensílios necessários para essa operação.

Como mencionámos anteriormente, não precisa de abdicar do conforto, portanto, não se esqueça do colchão de ar.

Pretende cozinhar? Procure adquirir um kit de pequena dimensão para que possa reservar na mala da sua moto, tal como, procure um material leve, copos, talheres e pratos de plástico ou pode adquirir um kit de alumínio.

Verifique os pontos de electricidade do parque, isto na eventualidade de pretender e/ou realizar uma extensão para a sua tenda.

Mais uma dica importante, tenha atenção às torneiras alocadas no respectivo parque, podem criar pequenas zonas de água parada e atrair insectos.

Estas são as dicas mais importantes! Entendemos, que inúmeras dicas podem ser partilhadas, no entanto, não podemos descurar o factor experiência, neste caso, ligue o motor da sua moto e descubra o mundo do campismo!

Não se esqueça de colocar mais espias na mala da sua moto! Se possível, de aço e leve sempre o dobro de espias de acordo com aquelas que a sua tenda necessita!

Uma dica, mas também pode ser uma regra, evite montar a sua tenda em horas da maior intensidade de calor. A tenda deverá ser montada no período da manhã ou no final da tarde.

Antes de montar a sua tenda, convém analisar as zonas de sombra do parque, inclusive, questionar e ouvir a opinião da recepção, visto que, evita ter a sua tenda exposta ao sol. Paralelamente, evite montar a tenda junto a focos de luz de grande intensidade ou locais de maior tráfego pedonal.

Descubra e analise primeiro o tipo de solo onde pretende montar a sua tenda. Não se esqueça, existem zonas impossíveis devido à qualidade do terreno alocar a montagem da sua tenda. Outra regra, geralmente, junto às árvores as sombras são fantásticas, no entanto, é mais susceptível encontrar mais insectos, formigas e até ninhos de pássaros.

Escolha sempre um local que esteja próximo das áreas comuns do parque: casa de banho, sala de convívio, lavatório, bar, piscina, supermercado, isto porque, facilita a sua logística, mas também analise o risco do ruído.

!

MOTOCAMPING • 113


A PRIMEIRA TENDA

Shopping MOTOCAMPING • 114


CAMP 4 - Ref.TT43350204 Tenda Berg Peso - 4,8 kgs Dimensões - 210x240+ 130x130cm 4 pessoas www.sportzone.pt

MOTOCAMPING • 115


VANGO - Ref. Soul 200 Tenda Vango Peso - 2,5 kgs Dimensões - 130 x 120 270x210 cm 2 pessoas www.explora.pt

MOTOCAMPING • 116


Devil 200 - Saco cama Saco-cama tipo múmia. Para 2 estações. Temperatura de conforto +9ºC, temperatura limite +5ºC.

A gama Devil da Easy Camp é orientada a campistas mais exigentes. Maior volume, mais quentes e confortáreis. Construção de dupla camada, enchimento em fibra oca, coberturas do fecho de grandes dimensões, tudo isto contribui para uma retenção de calor eficaz.

Chakra Green - Saco cama Saco-cama de 1 estação ideal para acampamentos de verão. O formato rectangular permite usar como edredom com o fecho zip completamente aberto. Pesa apenas 800g e inclui saco de transporte. Temperatura de conforto +15/+10ºC

www.explora.pt MOTOCAMPING • 117


Shopping North Face - Casaco Montanha

Uma protecção térmica impar, garantida pela robusta construção das duas camadas Gore-Tex© Performance Shell, da colecção Summit Series™ da The North Face, desenhado para uso em expedição desde o campo base ao cume, onde as condições extremas do clima, terreno e temperatura, exigem o mais alto nível de performance.

Modelo masculino.

!

. Corte desenhado para utilização intens;

. Impermeável, respirável, fechos selados;

. Capuz totalmente ajustável, compatível com capacetes, fio de ajuste laminado;

. Gola tricotada para maior conforto;

. PU zips nos bolsos do peito e pit-zips;

. Dois “napoleon pockets”

. Dois “alpine pockets” com “reverse-coil zips” e “windflapsPit-zips”;

. Bolso interno elástico para garrafa de água;

. Bolso interno de segurança com fecho zip

. “Saia” anti-vento elástica.

!

Peso: 850 g

www.yupik.com.pt MOTOCAMPING • 118


Shopping

North Face - Havoc GTX XCR Para um estilo de baixo perfil e alta performance, escolha os sapatos de caminhada Havoc GTX XCR da The North Face.

Estes soberbos sapatos incorporam a membrana Gore-Tex ® para completa impermeabilização e respirabilidade crucial, enquanto a pele e guarda lamas são completados por uma biqueira de borracha e palmilha de multi-densidade NORTHOTIC™ FOOTBED, que proporciona maior estabilidade, suporte e amortecimento em caminhada.

A tecnologia interior Snake Plate™ aumenta a estabilidade em toda a parte dianteira do pé, sem sacrificar a flexibilidade de que os rápidos caminhantes necessitam, e a sola exterior VIBRAM® aumenta a tracção, estabilidade e protecção.

Em caminhadas moderadas por terrenos variáveis os sapatos de caminhada Havoc GTX XCR proporcionam um desempenho robusto e ágil.

Peso: 850 g (par)

www.yupik.com.pt MOTOCAMPING • 119


Leatherman Juice S2 O Leatherman Juice S2 é definitivamente uma referência.

Com o mesmo tamanho que o C2, sem o saca-rolhas mas com uma tesoura.

Perfeito para a caixa de hobby ou para o porta-luvas, o Juice torna os projectos em casa e aventuras ao ar livre muito mais coloridos!

25 Anos de Garantia

Peso: 125g

Petzl reactive lighting Lanterna frontal compacta, potente e recarregável, com tecnologia REACTIVE LIGHTING.

!

Tecnologia REACTIVE LIGHTING ao serviço da compacta lanterna de referência TIKKA para máxima performance. A potência de iluminação e a forma do feixe adaptam-se instantaneamente ao ambiente graças ao sensor de luminosidade, e está optimizada para garantir a autonomia seleccionada. Os feixes largo, misto ou focalizado permitem beneficiar de uma iluminação adaptada a todas as situações, da visão de proximidade à de longo alcance (de 7 a 215 lumen, de 2 a 110 m).

! !

Bateria recarregável Lítio-Ião com tomada USB.

Shopping

Banda confortável e de fácil ajuste. Construção em duas partes na parte posterior da cabeça para um excelente suporte durante actividades dinâmicas.

!

Peso: 115 g

www.yupik.com.pt MOTOCAMPING • 120


FOTOGRAFIA

CANON EOS 7D Mark II texto FILIPE GAMA - CANON PORTUGAL / fotos CANON PORTUGAL

O mês de Setembro foi repleto de novidades para a marca Canon, com destaque para o lançamento da EOS 7D Mark II, a DSLR de referência no mercado e líder na sua categoria devido ao seu desempenho e características únicas.A EOS 7D Mark II é uma câmara revolucionária, dotada de uma rapidez impressionante, com poder e desempenho absoluto fornecendo a liberdade necessária para todos aqueles fotógrafos que a Canon considera os entusiastas e que se adaptam à mudança constante do mundo.

A EOS 7D Mark II foi totalmente reconstruída , redesenhada e desenvolvida para os momentos mais rápidos da vida, a câmara consegue captar 10 frames por secundo (fps) sem perder a qualidade de resolução, e juntamente o novo sistema de 65-point cross type AF(i) e os processadores Dual DIGIC 6, a EOS 7D Mark II estabelece uma nova rapidez e poder de imagem.

!

MOTOCAMPING • 121


CANON EOS 7D Mark II

A

FOTOGRAFIA

EOS 7D Mark II foi desenvolvida para captar o

momento perfeito, com uma qualidade excepcional, visto que a câmara possui um novo sensor de 20.2MP APS-C CMOS com um alcance nativo de ISO 100-16,000, expansível para ISO 51,200. Paralelamente, integra um sensor de medição de alta - re solução avançada de 150K pixel RGB+IR e um inovador detector de oscilações, a EOS 7D MARK II garante imagens fabulosas. Este modelo é completamente adaptável ao fotógrafo, visto que os controlos do corpo são personalizáveis e um visor que fornece uma cobertura aproximadamente 100%. Este modelo tem funcionalidades de cinema a nível profissional, incluindo a funcionalidade ao vivo, output HDMI sem compressão e tecnologia Dual Pixel CMOS AF, a EOS 7D Mark II ajuda-o a descobrir novos níveis de criatividade expressiva.

A EOS 7D Mark II tem um desempenho único, em situações de alta velocidade, disparando até 10 imagens de total resolução em apenas um segundo, em grande parte ao novo obturado e ao mecanismo mirror drive, com uma durabilidade de disparo de 200,000 ciclos.

O modelo EOS 7D Mark II tem um desempenho único com um sistema AF 65 point extremamente rápido, fornecendo uma sensibilidade e uma resistência para

A EOS 7D Mark II permite-lhe adaptar o sistema

se focar em objectos com precisão elevada. Esta

AF, com um menu personalizável semelhante ao

máquina conta com um dos sistemas AF mais

modelo EOS1D X, fornecendo controlo completo

avançados dentro da categoria, cada ponto AF é

de sensibilidade e acompanhamento de objectos,

cross-type 1, com o ponto central a oferecer

enquanto que o novo SF Modo Selection permite

focagem dual cross-type a f/2.8 e sensibilidade de

que mude instantaneamente de modos de área

baixa luz EV-3. garantindo uma precisão incomparável

AF sem que seja necessário tirar os olhos do visor.

em todas as condições de luz e para os objectos.

!

MOTOCAMPING • 122


FOTOGRAFIA

A EOS 7D Mark II permite fotografar em ambi-

A EOS 7D Mark II é desenvolvida para fotografar

entes fechados ou abertos, com luz natural ou

as situações mais exigentes,com um corpo re-

artificial, permite obter imagens precisas com o

sistente em liga de magnésio, contem GPS in-

novo sensor de medição 150k pixel RGB+IR - o

corporado e uma bússola digital. Este novo

primeiro numa EOS a incluir sensibilidade in-

modelo comporta inúmeros acessórios e inclui

fravermelha e oscilação de luz. Esta nova fun-

novo battery grip, que permite fotografar mais

cionalidade de oscilação inovadora assegura

tempo e de forma estável.

que as imagens são tiradas apenas quando os níveis de luz se encontram no seu nível mais

! !

brilhante - ao analisar inteligentemente a fonte de luz e detectar oscilações de luz que o olhos simplesmente não consegue ver. As tecnologias EOS iTR AF e AI Servo AFIII, introduzidas na EOS-1D X, trabalham em conjunto com o sensor de medição avançado para fornecer um acompanhamento do objecto preciso.

!

O vídeo é algo que é levado de forma séria por este modelo, graças aos outputs HDMI sem compressão (4:2:2) para os gravadores externos. Garantindo áudio profissional durante cada disparo, a EOS 7D Mark II tem um novo microfone dedicado e uma entrada de head-phones para dispositivos externos, controlo de silêncio para prevenir o ruído operacional que pode ser captado quando as configuração são alteradas.

!

A performance AF superior é executada pela tecnologia única da Canon Pixel CMOS AF, para que se possa disparar com um foco suave e preciso.A velocidade Movie Servo AF e a sensibilidade de acompanhamento podem ser personalizadas, o que dá o controlo completo pullfocus-effects e transições entre objectos. A câmara capta cada segundo da acção em qualidade Full HD, com possibilidade de escolher frame rates desde 24p até 60p de modo a conseguir movimentos suaves e efeitos de câmara lenta.

MOTOCAMPING • 123 MOTOCAMPING • 123


CANON Aventura Qual será a melhor máquina para quem viaja de moto, mas que não pretende descurar a qualidade de imagem? Essa máquina tem o nome de Canon Powershot SX280 HS.

!

Trata-se de uma câmara de viagem compacta e efectivamente muito completa. A PowerShot SX280 HS tem todas as características necessárias para registar os melhores momentos da sua viagem! Destacamos o zoom óptico de 20X, filmes Ful HD a 60 fps sem qualquer trepidação, GPS e Wi-FI. o HS system assegura resultados notáveis , inclusive em baixa lumi-

O avançado processamento DIGIC 6 e a alta sensibilidade do sensor CMOS de 12,1 megapixels oferecem uma qualidade excepciona com ISO até 6.400.

!

Certamente, esta será a segunda melhor parceira de viagem, de forma a registar os melhores momentos!

! !

Mais informações :

www.canon.pt

nosidade.

Com a PowerShot SX280 HS consegue fazer os melhores enquadramentos, graças a objectiva de 25mm e com o zoom óptico de 20x. Ainda pode utilizar a tecnologia zoomplus, permite-lhe um zoom com grande nitidez.

Este modelo apresenta o HS System: CMOS de 12,1 MP DIGIC 6, destaca-se em condições de pouca luz, permitindo-lhe captar uma verdadeira atmosfera sem flash, e/ou sem utilização de tripé.

MOTOCAMPING • 124


FOTOGRAFIA

Olhar Portugal Nanã Sousa Dias !!

Nasceu em Torres Vedras, em 1957. Fotógrafo, músico profissional e produtor discográfico. Começou a fotografar na adolescência, tendo abandonado cerca de 2 anos depois, devido à crise económica que se instalou no país, após a revolução de 1974.

Em 1997, decidiu retomar a actividade fotográfica. Montou um pequeno laboratório em casa e adquiriu uma Hasselblad dos anos 60, com a qual começou a praticar.

Começou, nessa altura, a assimilar tanta informação técnica e artística quanto era possível, através de livros, revistas, exposições e Internet.

Em 2000 entrou para o site "Fotografia em Português", tendo recebido uma Menção Honrosa 15 dias depois e tendo ganho o galardão máximo do site, Autor do Mês, pouco depois. Foi, então, convidado a integrar o júri do site, tendo sido, também, um dos coordenadores do livro editado pelo site, que incluía algumas fotografias da sua autoria.

Tendo abordado vários temas, no início da sua actividade, concentra-se actualmente na fotografia de paisagem, retrato a nu em estúdio, e fotografia urbana, maioritariamente, a preto e branco.

As suas influências são muitas, Ansel Adams, Edward Weston, Brett Weston, John Sexton, Henri Cartier- Bresson, Elliot Erwitt, Helmut Newton, Richard Avedon, Yousuf Karsh, Robert Mapplethorpe, Jeanloup Sieff, Arnold Newman, etc.

Seguidor do Sistema de Zonas, criado e desenvolvido por Ansel Adams e Edward Weston, imprime, em laboratório convencional, todos os seus trabalhos, sendo um amante da fotografia "Fine Art", em médio e grande formato.

Iniciou, em 2003, um ciclo de Workshops de fotografia de Paisagem, Sistema de Zonas, Retrato, Laboratório e fotografia de Estúdio, tendo efectuado vários cursos, em diversas cidades. Além dos Workshops, lecciona cursos de fotografia particulares e em várias instituições.

Ao longo dos últimos 4 anos, tem participado em vários sites nos Estados Unidos, Brasil, Rússia, Dinamarca, Alemanha e Portugal, tendo recebido numerosos prémios e distinções. Actualmente, faz parte do júri de 2 sites interactivos, em Portugal e nos EUA.

Os seus trabalhos foram publicados em várias revistas nacionais e estrangeiras, bem como em livros técnicos, distribuídos em todo o mundo, por uma conceituada editora inglesa de livros e revistas de fotografia.

Participou em várias exposições colectivas e individuais tendo, neste momento, agendadas 3 exposições no Brasil e várias em Portugal.

Em 2005, a revista americana B and W Magazine, considerada a melhor publicação de fotografia Fine Art do mundo, publicou um artigo com uma entrevista e fotografias de Nanã Sousa Dias.

MOTOCAMPING • 125


FOTOGRAFIA

Olhar Portugal Ilhéu Vila Franca


Ilha do Bugio

Lagoa de Albufeira

MOTOCAMPING • 127


Farol do Bugio

Falésia S.Miguel

MOTOCAMPING • 128


Aรงores

Aรงores MOTOCAMPING โ€ข 129


Sra.da Graรงa

Sagres

MOTOCAMPING โ€ข 130


Lisboa

MOTOCAMPING • 131


Olhar Portugal ! E s t a s f o t o g r a fi a s f o r a m cedidas gentilmente pelo fotógrafo Nanã Sousa Dias à revista Motocamping, referente a um projecto de f o t o g r a fi a a é r e a s o b r e Portugal.

!

O portefólio deste magnífico fotógrafo pode ser apreciado no seguinte site:

! www.nanasousadias.com !

MOTOCAMPING • 132


LIVROS DE VIAGENS

Livros de Viagem texto GONÇALO CADILHE / fotos GONÇALO CADILHE

! !

Passagem para o Horizonte

!

Era uma provocação de um bom amigo: “Gonçalo, já seguiste os passos de Magalhães, já fizeste a Peregrinação de Fernão Mendes Pinto, já repetiste a viagem do achamento das Ilhas das Especiarias. Quando é que fazes a tua viagem?” Este livro é a resposta que Gonçalo Cadilhe deu ao seu amigo, e a si próprio. Quando completou 40 anos, o autor arrancou para uma volta ao mundo de um ano que pretendia realizar um sonho antigo e reafirmar o sonho de vida que tem levado: viajar e escrever.

!

Seguindo levianamente um itinerário pelos cinco continentes baseado na localização das melhores ondas de surf do planeta, saltando da pobreza extrema da América Latina e da orla do Índico para o excesso de mordomias da Polinésia e da Califórnia, Gonçalo Cadilhe deixa-nos o relato de um périplo variado e original.

!

A coincidência dos encontros, a importância da amizade, a lentidão da viagem, a reflexão sobre a passagem do tempo por todos nós e algumas pequenas verdades quotidianas sobre a felicidade e a natureza humana fluem em paralelo com a dinâmica da viagem independente e aventurosa de um mochileiro até destinos pouco percorridos pelo turismo de massa.

Um concentrado de mais de duas décadas a tratar as estradas do globo por tu.

MOTOCAMPING • 133


LIVROS - VIAGEM

Livros de Viagem Bodies in Motion: Evolution and Experience in Motorcycling

! Paperback !

- 2008

Steven L. Thompson

Jupiters Travels: Four Years Around the World on a Triumph

! Paperback – 2005

! Ted Simon

MOTOCAMPING • 134


SlowRoad texto FILIPE GAMA / fotos ADAMASTOR / ISTOCK

O livro “Slow Road” de Jorge Serpa merece um merecido destaque nesta rubrica de livros de viagem. Um livro que apresenta treze roteiros únicos em Portugal, seleccionados com enorme paixão pelo seu autor, na qual, no apresenta os melhores locais campestres e vilas históricas de Portugal. São inúmeras as sugestões das melhores rodas para descobrir este magnífico país ao comando da sua moto, sem descurar o que existe de melhor na gastronomia portuguesa.

!

Um livro que se torna um guia de referência, deverá estar sempre guardado na mala da sua moto, ate porque, nunca se sabe se a qualquer momento está dispostos a viajar por Portugal de forma muito “slow”…

www.adamastor.us MOTOCAMPING • 135


VIAJANTES

NORMANDIA Comemorar o dia “D” texto e fotos ANA FIDALGO

Viajar sozinha é trazer a estrada para dentro de nós. As pessoas, os lugares, os cheiros, as cores, o vento, o sol e a chuva.

Percorri o primeiro quilómetro no dia 1 de Junho, com o objectivo de chegar à Normandia 3 dias depois, a tempo das comemorações oficiais dos 70 anos do Dia-D, grande responsável pelo final da Segunda Guerra Mundial. O período da história de 1939 a 1945 sempre me fascinou, muito pela antítese de valores e ideais por que me oriento. Ter a possibilidade de apertar a mão aos responsáveis por este dia da liberdade, aos veteranos, foi como reviver a história, contada por quem a fez. A minha companheira Rá, uma BMW f650GS, levou-me sempre pelos melhores caminhos.

Aproveitei o bom tempo dos dias de Junho, para fazer dois dias longos de condução, um de 800 e outro de 600 quilómetros, que me levaram através dos Pirinéus até à cidade de Rennes, já na Bretanha e a pouco mais de 200 quilómetros do objectivo Bayeux (Normandia), onde iria acampar por 4 dias. A partir daí o clima típico da zona, de períodos de chuva frequentes, fez-me andar sempre com o fato de chuva vestido. O Parque de Campismo de Martragny onde fiquei foi construído em redor de um palacete, sendo as instalações novas e muito funcionais. Por todo o lado, estacionados em cima da relva, viam-se veículos da Segunda Guerra, pessoas circulavam vestidas à época, com réplicas de uniformes ingleses, americanos, canadienses ou franceses.

Nos cinco dias que se seguiram visitei os locais mais emblemáticos do Dia-D: as praias do Desembarque, alguns dos dezenas de museus com verdadeiras relíquias, as Baterias Alemãs espalhadas pela costa, os Cemitérios Americano e Alemão, e todos os pequenos recantos carregados de história e significado. Nunca uma única vez senti qualquer receio ou insegurança por viajar sozinha, por ser mulher na estrada. Havia quase uma irmandade de viajantes, que ali tinham chegado de mota, de carro ou de avião, todos com um sentimento de agradecimento e de lembrança para com os heróis do 6 de Junho de 1944. Ouviam-se as frases “Never Forget” e “Never Again”.

MOTOCAMPING • 136


“Viajar sozinha é trazer a estrada para dentro de nós. As pessoas, os lugares, os cheiros, as cores, o vento, o sol e a chuva.”

Viajar em França é fácil. As estradas têm bom piso e a sinalética é muito boa. É muito fácil orientarmo-nos. Não levei GPS, apenas mapas. Os nossos sentidos são permanentemente estimulados, até pelo cheiro a café acabado de fazer quando contornamos as casas logo de manhã. É viciante conduzir, não dá vontade de parar, embora haja mil e uma coisas a visitar. No regresso visitei o Mont Saint-Michel, voltei a contemplar as escarpas dos Pirinéus, que fizeram valer a pena todos os dias que me levantei cedo para trabalhar, atravessei

Agora a pergunta que todos me fazem. Se não me sinto sozinha, se não sinto falta de partilhar momentos com pessoas especiais? Não. Viajar é o meu acto de egoísmo, é o prazer dos prazeres, é concentrar em mim todas as emoções. É o meu grito de liberdade. É deixar a vida entrar pelos olhos dentro. É dependermos de nós próprios, mudarmos rotinas e ultrapassarmos medos, desafiando-nos constantemente. É não ter pressa de chegar, porque o que importa não é o destino, mas o percurso.

Boa Estrada a todos!

os Picos da Europa, guardando a recordação de uma estrada de piso amarelo retirada do Feiticeiro de Oz.

MOTOCAMPING • 137


ADN VIAJANTE Por Paula Kota - texto e fotos

PAULA KOTA Viajar não é apenas turismo, é uma forte experiência de vida.

Conhecer culturas diferentes, visitar paragens distantes, aprender que a vida é tão efémera que os problemas do dia-a-dia são pequenas gotas no oceano da vida. Viajar, é aprender a ser humilde, é um deslumbramento com a grande obra da natureza, é uma certeza que por todo o planeta há gente interessante, bondosa, hospitaleira.

Atravessar o deserto de África debaixo de um sol escaldante faz-nos perceber que os nossos limites estão sempre mais além. Chegar à África negra é uma explosão de cor e alegria. Uma aventura de 6.000 km entre Lisboa e Bissau (2009) que me deu uma nova perspectiva de vida.

Assistir às corridas na Ilha de Man (2011) foi o realizar de um sonho antigo. Passear pelas verdes paisagens da Escócia, por caminhos estreitos atravessados por veados, castelos abandonados, lagos, kilts e whiskey preencheu todo o meu imaginário.

Andar de moto sozinha por Marrocos (2012) foi uma feliz experiência de que o mundo é um lugar seguro e surpreendente, mesmo para uma mulher sozinha a viajar num país muçulmano.

Ver uma enorme trovoada nos Himalayas, a 4.000 m de altitude é uma experiência única. Rolar por difíceis estradas de montanhas, contactar de perto com uma sociedade regida pela felicidade, onde ser rico é ter paz e equilíbrio, onde os monges e os templos são coloridos e alegres ensinou-me que a vida é uma aventura constante.

Crescemos com as experiências, somos ricos em memórias. Um viajante nunca está sozinho.

paulakota.blogspot.pt

MOTOCAMPING • 138


VIAJANTES

PELA EUROPA De Viana do Castelo para a Europa texto e fotos FILIPE GAMA E PASCAL SILVA

De Viana do Castelo à procura da viagem perfeita pela Europa, essa procura torna-se mais fácil e desafiante com a presença de verdadeiros amigos, os quilómetros diluem-se de forma natural através desse espírito. São tantos os quilómetros incríveis que podem ser realizados na Europa, no entanto, Pascal Silva e os todos os seus amigos escolheram visitar algumas das cidades mais charmosas da Europa, a montanha fez parte desta aventura e as costas e praias não podiam de estar no plano desta viagem. Uma experiência única, que se confirma pelas fotografias partilhadas, existem lugares únicos para viver intensamente, quer pela beleza natural , quer da forma como integram a nossa paixão de viajar de moto.Agora sintam estes registos..

MOTOCAMPING • 139

4.753 KMS GPS - ROTA Viana do Castelo - Burgos - Bayonne Bayonne - Geneve Geneve - Liechtensein Liechtenstein - Landeck - Stelvio . Lago Como Lago Como - Milão - Génova Génova - Mónaco - Nice Nice - Saint Tropez - Marselha Narbonne Narbonne - Barcelona - Saragoza

,


A aventura começou em Viana do Castelo, momento da foto de grupo Pascal Silva, Pedro Arezes,Ana Manso,Álvaro Almeida,Alina Santos,Miguel Araújo, Sandra Cavalheiro,Rui S. , Anabela Araújo

Viana do Castelo

Austria

MOTOCAMPING • 140


Austria

Liechtenstein

Lausanne

Lago Como

MOTOCAMPING • 141


Liechtenstein

Mรณnaco

Saragoรงa

St.Tropez

MOTOCAMPING โ€ข 142


360ºGRAUS Por Filipe Gama - texto e Kiko Garcia - fotos

KIKO GARCIA Um aventura em 360º graus! Uma aventura programada por Kiko Garcia, na qual resolveu viajar por Portugal, literalmente, dar a volta ao país pela zona interior junto da fronteira com Espanha e junto à costa Portuguesa.

Numa viagem com dez etapas, ficamos a conhecer Portugal pelo olhar do Kiko Garcia, com registos únicos e histórias merecedoras de forma partilhada com a sua companheira de viagem Yamanha XT600Z Ténéré.

Os parques de campismo foi a estadia escolhida pelo viajante Kiko, não podíamos estar mais de acordo com essa escolha. Certamente, a proximidade com a natureza tornou esta viagem ainda mais especial!

Propomos que visite a página do facebook do Kiko Garcia Adventure! De certo, que vai apreciar as belas paisagens de Portugal e ficamos desde já a guardar por novas viagens…

MOTOCAMPING • 143


360ยบGRAUS Costa Portuguesa


360ยบGRAUS

Zona Interior Portugal

MOTOCAMPING โ€ข 145


600 ANOS

Do Porto a Ceuta Rota do Infante Por Quadrante - Rotas do Património - texto e fotos

No passado dia 20 de Setembro, na Ribeira do Porto, a Associação Quadrante - Rotas do Património, apresentou o projecto que liga Porto a Ceuta, Invicta Rota do Infante, na comemoração dos 600 anos da partida para Ceuta.

A apresentação foi marcada por uma performance artística para salientar o espírito de aventura e de ousadia desta grande aventura. Desta vez, a aventura ganhou contornos contemporâneos e passou o seu legado para o universo motorizado e mecânico.

A Rota do Infante é apadrinhada pelo piloto Pedro Bianchi Prata, grande conhecedor das areias do deserto e pelo Ricardo Diniz grande conhecedor dos mares.

A Rota do Infante conta com o total apoio do pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto. Com a apresentação da Rota do Infante, a Câmara Municipal do Porto antecipa as comemorações dos 600 anos da partida das naus para Ceuta. Esta nova rota faz despertar a história, relembra e homenageia todos aqueles que fizeram parte dos Descobrimentos e da ligação de Portugal com o Mundo.

A Rota do Infante tem como origem o projecto Quadrante-Rotas do Património, que procura dinamizar o turismo cultural e património artístico em Portugal com diferentes parcerias.Mais informações: no facebook www.facebook.com/pages/ quadrante.

MOTOCAMPING • 146


This World Ahead Dois amigos, duas motos e cinco continentes Por Thia World Ahed - texto e fotos e adaptado por Filipe Gama

O projecto “This World Ahead” nasceu de dois motociclistas amigos de Munique, Joe e Rolf, que resolveram enfrentar o maior desafio das suas vidas: Viajar em 5 continentes, 15 meses e mais de 70.000 kms em duas BMW R1200 GS. Após dois anos de planeamento, esta grande aventura teve o seu inicio no dia 19 de Julho de 2014.

!

A Motocamping tem acompanhado através do site oficial esta grande aventura - www.thisworldahead.com, destes dois grande “loucos” como se apelidam na sua apresentação, até porque, têm ambos uma experiência não muito significativa neste formato de viagens. No entanto, a decisão foi fácil de ser tomada, sendo que, esta ideia nasceu em 2011, quando ambos atravessavam a Califórnia rumo a Nevada. Segundo Rolf, “Nós não queríamos voltar para casa, não podíamos parar, queríamos fazer quilómetros. Então, questionamo-nos: Qual será a melhor viagem que se pode fazer?”, a resposta está dada, viajar pelo Mundo.

Destaque para a qualidade dos registos fotográficos desta viagem, recomendamos vivamente que acompanhe todos os quilómetros percorridos por estes dois amigos pela Ásia, Nova Zelândia, América do Sul e África.

“A melhor viagem é aquela sem data de regresso marcada.” Rolf e Joe

MOTOCAMPING • 147


Rota “ Cada vez que eu olho para este mapa do Mundo, penso nas exaustivas pesquisas que fizemos ao longo destes últimos dois anos sobre cada País, informações meteorológicas, políticas na viagem num contexto geral, no entanto, tudo pode variar num espaço de uma semana. Também fico emocionado e arrepiado quando percebo que esta linha vermelha será o meu endereço nos próximos meses…” - Rolf.

!

E s t a v i a g e m i r á p a s s a r p e l a Tu r q u i a , I r ã o , Uzbequistão,Cazaquistão,Turcomenistão,Quirguistão, China, Nepal, índia,Birmânia,Tailândia,Laos,Camboja, Malásia, Indonésia, Nova Zelândia e de seguida Lima,Peru,Bolívia,Chile,Argentina, Uruguai e Brasil. Para terminar, na África do Sul, Namíbia, Botswana,Zimbabwe,Moçambique, Malawi,Tanzânia,Uganda,Quênia e Etiópia. De seguida e para terminar esta grade aventura , Marrocos, Espanha, França e finalmente Munique.

www.thisworldahead.com MOTOCAMPING • 148


VIAJANTE SOLIDÁRIO

ADDHU Associação Defesa dos Direitos Humanos texto e fotos ADDHU e adaptado por Filipe Gama

Só viajamos porque temos distâncias que nos separa,

A ADDHU acredita que a cooperação para o desen-

e a distância actua sobre a nossa emoção! A Moto-

volvimento e a ajuda humanitária são o primeiro pas-

camping considera que um viajante que interage com

so, para a defesa dos direitos e dignidade humana. A

o destino, enrique-se a si próprio, tal como, pode

visão da ADDHU, derrubou as barreiras da utopia,

contribuir para o desenvolvimento social das comu-

ligou Portugal a todo o mundo e com os valores que

nidades que visita.

suportam todo este projecto têm dignificado o ser

A ADDHU - Associação de Defesa dos Direitos Hu-

humano.

manos quebra essas distâncias com os seus dife-

A ADDHU tem valores únicos, que credibiliza toda a

rentes projectos de solidariedade. Uma organização

sua estrutura a nível nacional e internacional, visto

Não Governamental para o Desenvolvimento, com

que, têm máxima transparência com todos os mem-

estatuto internacional e sem quaisquer ligações políti-

bros, parceiros, doadores e comunidade em geral.

cas e/ou religiosas. São inúmeros os projectos de

Paralelamente, a ADDHU assume na íntegra o seu

Educação para os Direitos Humanos, Cooperação

compromisso com as comunidades que interage,

para o Desenvolvimento e Ajuda Humanitária a nível

assegurando que os fundos recebidos são aplicados

nacional e internacional que ADDHU tem vindo a de-

nos projectos e actividades ao longo do ano.

senvolver e a criar a sua notoriedade. Destacamos o projecto no Quénia e no Nepal, onde prestam assistência a crianças órfãos e vulneráveis, famílias e comunidade desfavorecidas que vivem em situações de pobreza extrema, melhorando as suas condições de vida e promovendo o seu desenvolvimento.

A ADDHU foi fundada em 2006, por Laura Vasconcellos, escritora e professora universitária, que após uma visita à Birmânia decidiu responder ao apelo lhe foi dirigido pela população local: “ Sê a nossa voz lá fora”. MOTOCAMPING • 149


VIAJANTE SOLIDÁRIO

Programa de apadrinhamento Em Suaíli, Wanalea significa Eles preocupam-se com as crianças. A ADDHU tem um programa de apadrinhamento de crianças no Quénia.

A ADDHU tem um Programa de Apadrinhamento designado por Wanalea, através desse programa é possível ajudar a melhorar a vida das crianças órfãos quenianas no seu crescimento e educação.

O apadrinhamento é uma oportunidade única para mudar a vida de uma criança, contribuindo para a sua educação,saúde e de uma alimentação equilibrada. O apadrinhamento também resulta num troca de cultura, afectividade, num envolvimento directo no crescimento, evolução e na melhoria da qualidade de vida de uma criança com necessidades. A melhor missão que todos nós podemos ter na nossa vida, é devolver a capacidade de sonhar a uma criança, oferecendo-lhe todos os meios para quebrar o seu ciclo de pobreza e repor a sua felicidade.

! !

Como pode ser padrinho de uma criança do Quénia?

Uma criança pode ser apadrinhada por mais que uma pessoa. Um grupo de pessoas, pode dividir a mensalidade de uma criança, se consideram que não têm disponibilidade financeira sozinha. O apadrinhamento em grupo é uma excelente forma de ser solidário, mesmo em períodos de crise financeira. O valor da mensalidade é entregue à ADDHU, reverte na sua totalidade para a criança apadrinhada. Posteriormente, recebe de 4 em 4 meses um relatório sobre a criança, sobre as notas da escola, comportamento,

“ A criança que podemos educar, alimentar e dar -lhe oportunidade de sonhar, será aquela que um dia de braços abertos irá receber um viajante na sua terra..”

evolução, fotografias, desenhos para os padrinhos e uma carta da mesma.

A Motocamping acredita na ADDHU, nesta missão de vida, acreditamos que o mundo pode ser diferente! Sim, aquele mundo, que todos nós queremos explorar, encurtar distâncias e ligar todos!

Visite o site da ADDHU, participe e torne uma criança feliz neste mundo que é nosso!

Visite o site - www.addhu.org MOTOCAMPING • 150


VIAJANTE SOLIDÁRIO

www.addhu.org

www.addhu.org

Quénia

MOTOCAMPING • 151


www.revistamotocamping.com info@motocamping.pt

REVISTA 2 Brevemente

“Costumo responder, normalmente, a quem me pergunta a razão das minhas viagens: que sei muito bem daquilo que fujo, e não aquilo que procuro." Michel de Montaigne

Profile for Revista Motocamping

Motocamping  

Revista Motocamping www.revistamotocamping.com Número 1 Trimestral - Outubro a Dezembro 2014

Motocamping  

Revista Motocamping www.revistamotocamping.com Número 1 Trimestral - Outubro a Dezembro 2014

Advertisement