Page 129

Nova Holanda tem tudo, tem comércio, tudo, tudo, tudo. A gente tá tomando um cafezinho, o homem passa aí, todo dia, a comunidade, cinco da manhã até oito da noite, perdi as contas, todos trabalham. Tem ônibus pra Barra, ônibus pra Alvorada, ônibus pro Leblon! Kombi, ih, meu Deus, quer melhor do que isso? Está tomando um cafezinho e o cabra diz: “Ôh, seu Joaquim!” E eu digo: “Ôh, meu filho, espera aí que tô tomando meu cafezinho aqui”. O cara para a Kombi, a gente toma o cafezinho, joga o copo dentro da pia e pega a Kombi e vai para Bonsucesso. Quer coisa melhor do que isso? Se vai descer o morro e o cara tá passando mal, não tem ninguém pra ajudar. E você vê aqui: quantos carros tem aqui? E corre, alguém socorre: “Socorre aqui, minha filha, minha mulher que tá morrendo”. Bota dentro do carro, cai pro meio do mundo e chegando lá, tem hospital. Presta atenção! Boto a água no fogo, corro ali, vou ali na Teixeira, seis horas da manhã já tem padaria aberta, mercado, tudo... “Me dá um pacote de café e um quilo de açúcar.” E volto pra casa, chego aqui e a água não tem nem fervido ainda, pra fazer o café. Tem farmácia aberta a noite toda! A Nova Holanda é um centro da cidade. Supermercado na Teixeira Ribeiro tem pra você escolher de melhor, tudo barato. Então, meu irmão, é uma coisa boa a Nova Holanda. Fale da Nova Holanda quem quiser, mas nós estamos aqui pra valorizar a Nova Holanda, pra propagar a Nova Holanda. E quando vêm: “Você é de onde?” “Ah, de Nova Holanda”. Como nós gostamos da Nova Holanda! Sabe, hoje mesmo eu fiquei pensando: “Meu Deus! Como as coisas mudaram dentro de 52 anos, não é mesmo?” Se tenho algum sonho na minha vida? Eu acho que já cumpri meus sonhos. Primeiro, todos os meus filhos estão bem, cada um tem sua casa, suas famílias, meus netos tão bem, então, um homem com 80 anos, ele vai sonhar mais o quê? Ele tem que andar bem, comer bem, dormir bem, vestir bem, entendeu? E gastar o que ele tem dentro da medida pra não tá pedindo aos outros: se você tem dez, gasta cinco. O maior bem-estar do homem é esse, o cara andar com a cabeça erguida onde passar. Isso que é importante pra mim, é isso aí, o sonho meu é esse: onde passar ser legalizado dentro da favela, todo mundo me conhecer. Todo mundo me trata bem, todo mundo sabe quem eu sou, sabe como eu cheguei, sabe de onde é

04 // A memória da Nova Holanda por seus moradores

127

Profile for Mórula Editorial

Memória e Identidade dos Moradores de Nova Holanda  

O livro “Memória e Identidade dos Moradores de Nova Holanda” faz parte de um projeto mais amplo e ambicioso: apresentar a história e memória...

Memória e Identidade dos Moradores de Nova Holanda  

O livro “Memória e Identidade dos Moradores de Nova Holanda” faz parte de um projeto mais amplo e ambicioso: apresentar a história e memória...

Profile for morula
Advertisement