Issuu on Google+

Página

JORNAL MORELATE Edição 3_Ano 1

Outubro 2009

A Mercedes é nossa! A Morelate Autopeças traz uma ótima novidade para você: a linha de peças para motores Mercedes Benz. A linha conta com uma grande variedade de itens, dentre eles blocos, cabeçotes, pistões, bronzinas, juntas, bombas de água e óleo, virabrequins e comando de válvulas. Vale ressaltar que tais itens são compatíveis para os seguintes motores: OM352, OM355, OM364, OM366, OM447, OM449, OM457, OM904 E OM906.

Autopeças. Modelos como a SPRINTER 310, 312 E CDI também contam com uma linha completa de componentes em nosso catálogo.

As Vans não ficaram de fora nesta temporada de lançamentos da Morelate

Mais novidades Além da linha de componentes para a

Mercedes Benz, a Morelate Autopeças também distribuirá as marcas: Mahle, Susin, Schadeck, Auto Linea, Riosulense, Elring, Abr Borgwarner, Wahler e Maringa soldas.

Mercado de veículos pesados tem crescimento expressivo de 24% em 2008 Apesar da crise que apavorou a indústria mundial nos últimos meses, as vendas de veículos no varejo brasileiro foram recordes em 2008. Entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários, de acordo com dados divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores), elas subiram 14,15% - de 4.248.275 em 2007 para 4.849.497 no ano passado. Os de veículos pesados, por sua vez, experimentaram um expressivo crescimento de quase 24%. Foram 149.619 caminhões e ônibus em 2008 contra 120.846 no ano anterior. Somente na área de caminhões, a Fenabrave registrou o emplacamento de 123.283 unidades no varejo contra 98.695 em 2007 – quase 25% a mais. De a���������������������������� cordo com o ranking da entidade, a Mercedes-Benz liderou as vendas deste segmento no ano com 30,05% de participação. Seguida bem de perto ficou a Volkswagen Caminhões e Ônibus, com uma fatia de 29,88%; à frente de Ford (16,84%); Iveco (7,85%); Volvo (7,81%) e Scania (6,36%).Já as de ônibus subiram quase 19%, de 22.151 unidades em 2007 para 26.336 no ano passado. A campeã de vendas foi a Mercedes-Benz, com uma

fatia de 46,04%; seguida por Volkswagen Caminhões e Ônibus (28,45%); Marcopolo (15,09%); Agrale (4,24%), Scania (3,30%) e Volvo (1,65%). Em conseqüência desse desempenho, a entidade revisou suas previsões para este ano: de uma queda de 19% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves para 2009, projetada no início de dezembro, a um crescimento de 3,13% para todos os segmentos. Isso por conta do anúncio do pacote do governo que reduziu a alíquota de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos e de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) até 31 de março de 2009, anunciado no dia 11 de dezembro passado e que estimulou as vendas. Por segmento, baseado as projeções da Fenabrave, as vendas de automóveis e comerciais leves devem subir 4,20% em 2009 na comparação com o ano passado, para 2.783.466 unidades. Já as de caminhões somarão 126.119 unidades (+2,30%), enquanto as de ônibus chegarão a 27.310 unidades (+3,70%). Um desempenho positivo. Vale ressaltar que o Brasil apresenta enorme potencial de crescimento nos próximos 15 anos nesse setor.

WWW.MORELATE.COM.BR Rua Venâncio Diniz Junqueira, 327 - São Paulo - SP - Fone: (11) 3908 0060

1


Página 2

Novidades pesadas

MWM vai produzir motores da MAN no Brasil A MAN Latin America anunciou nesta segunda-feira (28) em Munique, sede mundial do grupo, que a MWM foi a escolhida para produzir os motores da marca no Brasil. Os caminhões Volkswagen das linhas Delivery, Worker e Constellation continuarão sendo produzidos normalmente, com as opções de motores Cummins ou MWM, como acontece desde que o consórcio modular foi lançado na fábrica de Resende (RJ). A próxima Fenatran, que acontecerá de 26 a 30 de outubro em São Paulo, será o palco para apresentação dos primeiros caminhões MAN que começarão a ser fabricados no Brasil provavelmente dentro dos próximos dois anos.

Os cavalos mecânicos MAN TGS 26.480 6x4, TGS 28.480 6x2, TGX 33.540 6x4 e o caminhão TGS 41.480 8x4 serão expostos na feira, mas ainda estão sendo realizados estudos para definir quais modelos da marca serão efetivamente lançados no Brasil. Também na Fenatran, a MAN Latin America apresentará o VW Constellation 19.320 com a opção de transmissão automatizada V-Tronic, já disponível nos ônibus Volksbus. Os novos modelos VW Delivery 8.150 Plus e 9.150, respectivamente com 8 e 9 toneladas de peso bruto total, equipados com motor Cummins ISB de 150 cavalos, também serão apresentados em outubro no Anhembi.

Depois da aquisição da Volkswagen Caminhões e Ônibus, a MAN tornou-se a terceira maior fabricante mundial de caminhões pesados do mundo. O presidente mundial da empresa, Hakan Samuelsson, disse que a grande prioridade hoje são os mercados do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), principalmente depois da queda de 50% nos volumes produzidos na Europa em decorrência da crise econômica. Disse também que cada marca atuará no mercado brasileiro dentro do seu perfil: a MAN com produtos premium com altas potências e tecnologia e a Volkswagen - marca que continuará a ser usada pela MAN Latin America - dentro da estratégia prevista no slogan “menos você não quer, mais você não precisa”.

Novidades para todos

Inspeção veicular será obrigatória em todo o país

Fique atento: sem passar pelo exame periódico o veículo não obtem o licenciamento! Os municípios com mais de 3 milhões de veículos deverão necessariamente instituir o exame, segundo dados de maio do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). Só a capital paulista tinha frota maior que esse limite. Hoje, apenas a cidade de São Paulo e o Estado do Rio de Janeiro têm inspeção obrigatória. O monitoramento obrigatório, no entanto, poderá ser feito em apenas parte da frota licenciada de cada

local. Isso será definido pelo órgão responsável, de acordo com a determinação do Conama. A intenção do teste, que vale para veículos alimentados com qualquer tipo de combustível, é controlar a emissão de poluentes, ao identificar falhas de manutenção e alterações no veículo que aumentem tal emissão. O ministro Carlos Minc (Meio Ambiente) estima que o ajuste dos motores pode reduzir em até 50% a emissão de poluentes no trânsito. A redução das emissões, de acordo com

o Ministério do Meio Ambiente, vai refletir na questão do aquecimento global. Sem passar pelo exame periódico, ou se for reprovado nele, o veículo não obterá o licenciamento anual. A resolução deverá ser publicada até o fim de novembro. A partir daí, órgãos estaduais de meio ambiente e municípios terão um ano para regulamentar a aplicação da medida, segundo um plano de controle de poluição veicular. Essa diretriz dirá, por exemplo, qual a frota alvo da medida (como carros com mais de cinco anos) e a periodicidade da revisão.

WWW.MORELATE.COM.BR Rua Venâncio Diniz Junqueira, 327 - São Paulo - SP - Fone: (11) 3908 0060


Página 3

Calendário de eventos AUTONOR Data: 26 a 30 de outubro de 2009 Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi - São Paulo - SP - Avenida Olavo Fontoura, 1.209 - São Paulo - SP Área Global de Exposição: 78 mil m² Público: em torno de 48 mil visitantes/ compradores de 45 países Periodicidade: Bienal

FENATRAN - Salão Internacional do Transporte Data: 26 a 30 de outubro de 2009 Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi - São Paulo - SP - Avenida Olavo Fontoura, 1.209 - São Paulo - SP Área Global de Exposição: 78 mil m² Público: em torno de 48 mil visitantes/ compradores de 45 países Periodicidade: Bienal

Feira dedicada à interação de diversos setores do campo automotivo, da fabricação de componentes até a ponta da comercialização.

Espaço para a realização de negócios, a FENATRAN 2009 - 17º Salão Internacional do Transporte, de 26 a 30/10 no Pavilhão de Exposições do Anhembi, reuniu 355 expositores de 15 países, que apresentaram as últimas novidades em produtos e serviços para transporte de carga e logística.

Amigo Morelate

Scania investe em ergonomia na cabine Em lançamento quase simultâneo com a matriz sueca, a Scania reformulou as Séries G e R, que ganharam novo desenho e serão lançadas na Fenatran. As mudanças na grade frontal melhoraram o fluxo de ar e o arrefecimento do motor. A cabine ganhou mais uma versão: o piso semiplano, que só estava presente no modelo Highline (com teto alto), agora é oferecido também no modelo R com teto normal e cabine leito, com uma ou duas camas. O motor V8 também passa a ser oferecido na nova versão. “Com esta cabine, pretendemos atender ao cliente que tem poucos caminhões, sonhava com o Highline, mas acabava ficando com a cabine G”, explica Roberto Leoncini, diretor de vendas da Scania. “Queremos reforçar nossa posição junto ao transportador que está aumentando seu poder de compra graças a financiamentos baratos como o Procaminhoneiro”, completa. A cabine G tem 1,53 m de altura, enquanto a Highline tem 1,90 m. A nova versão chega com 1,69, ou seja, oferece mais

espaço para quem passa a maior parte do tempo dentro da boleia. Os instrumentos do painel partem da ideia de que o motorista tem que prestar atenção na pista. Quem controla os números é o caminhão e o computador de bordo informa algum problema através de avisos que variam do vermelho ao amarelo ou preto, dependendo da gravidade. Para facilitar a vida a bordo, grande parte destes controles, como o computador de bordo, para a velocidade de cruzeiro, ou o freio auxiliar Retarder, para a velocidade de descida em rampa estão no próprio volante. Os motores das séries G e R passam pelas quatro opções de seis cilindros em linha, de 380, 420, 440 e 470 hp já disponíveis, sendo que, na potência mais alta, surge no portfólio da marca o modelo G com tração 10x4. O motor V8, somente para a linha R, permanece com as potências de 500 e 580 hp, este último sob consulta.

WWW.MORELATE.COM.BR Rua Venâncio Diniz Junqueira, 327 - São Paulo - SP - Fone: (11) 3908 0060


Página 4

Últimas

Uma ótima infra-estrutura e uma equipe bem treinada são as marcas da Volkswagen A Volkswagen Caminhões e Ônibus foi eleita por 78% dos frotistas e autônomos entrevistados pela Fenabrave como a primeira entre as montadoras de veículos comerciais no ranking da Pesquisa de Relacionamento entre Concessionários e Fabricantes. Já na Pesquisa de Satisfação com o Serviço de Pós-Vendas, 67% dos entrevistados se disseram muito satisfeitos e 27% satisfeitos com os serviços prestados pela empresa. O resultado garantiu à montadora o primeiro lugar na pesquisa.

Recentemente, a marca foi considerada a quinta melhor do setor de veículos do País pelo ranking da revista IstoÉ DINHEIRO. A montadora foi a única do segmento de caminhões e ônibus citada no ranking e destacou-se ainda em outras categorias: 1ª em Inovação e Qualidade, 2ª em Responsabilidade Social, 2ª em Recursos Humanos e 5ª em Governança Corporativa.

WWW.MORELATE.COM.BR Rua Venâncio Diniz Junqueira, 327 - São Paulo - SP - Fone: (11) 3908 0060


jornal morelate