Page 1


o1

mooomag A mooomag é uma magazine cultural virada essencialmente para si mesma. Contudo os estilos apresentados são variados e assim a pensar em todos os que a lêem...

[Política mooo] Se não desejar receber a mooo, por favor contactenos expressando a sua vontade em desistir desta subscrição. Caso a mooo não receba nada, continuaremos a enviar-lhe este semanário. O seu endereço electrónico, ou qualquer outra informação pessoal, fica connosco e, em caso algum, será cedido ou vendido a terceiros. Toda a informação pessoal será manipulada apenas para uso da mooo e considerada estritamente confidencial...

E eis que da água se fez o vinho, sede de existir e aqui estamos! Para bem de todos nós queríamos mesmo era voltar, não que dependesse o trabalho de milhares de empregados mas sim porque esta magazine não é uma maçã mas sim o prazer de a comer. Desde já esperamos que ai estejam ainda para nos receber e que depois de tanto tempo de ausência que marquemos a nossa presença. E nada melhor que isso que mudarmos de roupa... Vamos tentar prestar vassalagem à continuidade...


Cat Powers Depois da última vez que Chan Marshall cá esteve já muito mudou e pouco se lembra. O memorável festival Radar na Aula Magna, foi uma prenda de fim de verão que já poucos esperavam. E de tempo precisam as mudanças, Cat Powers aparece assim amanhã às 22h no Coliseu de Lisboa para nos apresentar a sua último mudança. "Jukebox", é o nome do sucessor de "The Greatest" e as diferenças acaracterizam-se por experiência. Versões infiéis mas não menos dignas de Frank Sintra, Janis Joplin, Bob Dylan, entre outros leva a, no mínimo, inesperar qualquer momento do concerto. Concerteza será menos íntimo e mais impessoal que último mas pode ser que nos enganemos... Preço do bilhete: 20€ a 40€


03

Boris Apóstolos do analógico, missionários da força transcendental do rock, os japoneses Boris desenham à força de impetuosos projécteis sonoros um colossal arco de ruído maravilhado, absorto na experiência psicadélica. A estreia do trio em Lisboa - que na verdade será um quarteto, dada a presença em palco do über-notável Michio Kuriahara (Ghost, White Heaven, The Stars) - coloca, por uma noite, Alcântara como destino de todas as viagens. Formados em 1992 por Atsuo, Wata, Takeshi e Nagata (que deixou a banda em 1996, reduzindo-os a um enorme power trio), os Boris escapam à catalogação preguiçosa, explorando géneros tão aparentemente díspares como o drone metal (as afinidades com os norte-americanos Sunn O))) e Earth são evidentes), o stoner rock psicadélico (pensem nos californianos Quicksilver Messenger Service e em todas as outras jam bands alucinógenas dos anos 60) ou o noise (Merzbow é uma referência inevitável, embora aqui o estrondo seja mais orgânico e visceral, mais próximo da verve de Keiji Haino, com quem já colaboraram em algumas ocasiões). A discografia nunca mais acaba (dezassete álbuns, mais uma imensidão de EP's e singles), mas registos como "Pink" (disco do ano em 2006?), o duplo "Altar" (também de 2006, em colaboração iluminada com os Sunn O))) de Stephen O'Malley) e "Smile" (o novo álbum, embebido na memória do glam rock japonês dos anos 70) reerguem a revolta para bem alto e justificam uma referência especial.

Ao vivo, a investida Boris assalta os tímpanos com uma muralha de som simultaneamente avassaladora e irresistível, diferente de todas as outras. Nada no mundo conhecido soa como a algo sequer parecido. Dia 27 estreiam-se em Lisboa e não duvidem, a cidade vai ser deles. Vocês vão fazer o quê, ficar em casa? [text from Zédosbois]


“T ree pa rad e an d h er hid de n fac e” _ P ç d o Com érci o | Lissab on


Air Waves EP


08

Air Waves

Animal Collective

Numa senda de música nova dificilmente te traremos algo mesmo que digas que seja novo, mas a junção de culturas e estilos está aí! O contratempo de toda esta pesquisa para te darmos algo bom e refrescante, que ainda não conheças é que, também, muito dificilmente virá tão cedo para Portugal... Contamo-nos enganar... Assim, "Air Waves", é um EP que saiu no inicio deste mês de uma banda de Brooklyn com o mesmo nome. O Folclore parece ser a influência, mas o tratamento dado torna tudo mais pesado, rude e ao mesmo tempo entranha-se à alma... Faça a pesquisa no MySpace e depois digam da vossa justiça...

Épá e como se de uma semana mágica fosse, nem um, nem dois, nem três bons concertos... E porque nos queixamos tanto? Na próxima quinta dia 29 a caixa mágica em Sta. Apolónia que os terráqueos chamam de Lux traz-nos á sua salsa de estar Animal Collective. Não que já não exista uma química entre ambos a banda e o país... Ou não fossemos código postal para Noah Lennox, um dos músicos... Ninguém nos diz que os próprios não vêm cá para visitar o velho compincha e já que por cá estão, promovem o mais recente trabalho, "Strawberry Jam". Não sejamos maus e tiremos-lhes o chapéu... Aliás a noite promete...


26 Segunda

30 Sexta

Cat Power Coliseu de Lisboa às 22:00, entrada 20 a 40€ Otto Michael Pereira & João Crisóstomo Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa às 19:00, entrada 10€ Rádio Macau no MusicBox em Lisboa às 22:00, entrada 10€

Lloyd Cole no Fórum Cultural de Alcochete às 22:00, entrada 10€ Os Jagunços no Bacalhoeiro em Lisboa às 23:00 Korasons na Crew Hassan em Lisboa Nicole Eitner na Fábrica Braço de Prata às 23:00, entrada 5€ Ölga no Lounge do Cais do Sodré em Lisboa às 22:00 Irmãos Catita no Maxime em Lisboa às 23:30, entrada 10€ Killagees no MusicBox em Lisboa às 00:00, entrada 8€ Scout Niblett na Zé dos Bois em Lisboa às 23:00, entrada 8€

Sam Sparro em Lisboa Combos da Escola de Jazz Luiz VillasBoas do HCP No Hot Clube em Lisboa às 23:00, entrada Livre Boris + Growing no LX Factory em Lisboa às 23:00, entrada 10€ Susana Félix no Maxime em Lisboa às 23:00, entrada 10€

28 Quarta Animal Collective + Atlas Sound no Lux em Lisboa

29 Quinta Marta Plantier & Luís Barrigas na Livraria Trama às 21:30, entrada 3€ Angry Odd Kids + Blaze no MusicBox em Lisboa às 23:00

estreias cinema Aritmética Emocional Emotional Arithmetic (2007) O Coração da Terra El Corazón de la Tierra (2007) Um Belo Par... de Patins Forgetting Sarah Marshall (2008)

31 Sábado La Resinance no Bacalhoeiro em Lisboa às 23:00 Lagharta + Bambo na Crew Hassan em Lisboa The Great Lesbian Show no Santiago Alquimista em Lisboa às 22:00

01 Domingo Bill Callahan + Alasdair Roberts no Santiago Alquimista às 22:00, entrada 18€ A Wilhelm Scream + Devil In Me + Fitacola no Tuatara em Lisboa às 18:00, entrada 7€

agenda mooo

27 Terça

09


10

The Magdalene Sisters

"The magdalene Laundries" eram instituições que mancharam a história popular Irlandesa durante 150 anos. A última instituição do género fechou em 96. Na altura as ditas mulheres "em queda", eram acolhidas e abandonadas nestas instituições e submetidas a trabalhos de dureza física insuportáveis. Tal viria a infligir psicologicamente nestas mulheres e assim tornar-se-iam, com o tempo, seguidoras de Deus. Este é um sinopse que de ficção não tem nada. Estes eventos foram documentados num documentário de 1997 de Steve Humphries ao qual se baseia uma das obras primas de Peter Mullan. Realizado na Irlanda em 2002, este filme relata a história de 4 mulheres das milhares de reclusas nas Instituições da Madalena, das irmãs da Misericórdia. Até o 1996, na Irlanda, as prostitutas e todas as mulheres que tinham um comportamento diferente ao aceite pela moral cristã Ás 22.30h no Bacalhoeiro em mais um jantar filme...

Destaque cinemateca Inserido no ciclo Ciclo 'Divas às Matinés', esta adaptação de uma das obras mais célebres de Tenessee Williams, revelou-se na altura e até aos dias de hoje em lago maior ou igual pela assinatura de Elia Kazan. Imortalizado pela interpretação de Brando, “Um Eléctrico chamado desejo”, revolucionou a era da industria cinematográfica pelo modo inovador de representar, Valeu Oscars e interpretações de luxo. Pode ver às 15.30, uma hora interdita para a maioria dos adultos, na cinemateca esta terça dia 27.


“Esca pes t o a w all” | Lissa bo n

|| mooo.mag || http://magazine.mooo.com mailto:mooo.magazine@gmail.com

mooo.mag #57  

Magazine Cultural

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you