Issuu on Google+

LifI

Viver com estilo

29 MISTURAfina

Uma seleção de novidades em acessórios, gadgets, carros e beleza para satisfazer seus desejos

65 CASAestilo

Mostra Black e Casa Cor SP trazem ambientes criativos e sofisticados

Fafá deBelém Nº 33 R$ 10,00

A espontânea cantora paraense conta episódios de sua trajetória

97 IDENTIDADE

Rafael Nunes, Marquinhos Trad, Leni Fernandes, Jamil Paroschi e outras personalidades que se destacam no cenário sul-mato-grossense


VIVER COM ESTILO ENTUSIASMO. Podemos afirmar que essa foi a palavra que comandou a equipe da Mood Life nos últimos meses, enquanto o novo projeto gráfico/editorial era preparado. Um trabalho volumoso, que se estendeu por noites e finais de semana, energizado com xícaras de café e boa vontade de todos que colaboraram para o belo resultado que você tem nas mãos. Nova tipologia, novos padrões de cores e diagramação. Mas não foi só visualmente que mudamos, agora, nas páginas da Mood Life, abordaremos temas empresariais, políticos, além de nossas tradicionais matérias de decoração, arquitetura, cultura, viagem e novidades em estilo, tecnologia e carros. Nosso time de colaboradores também ficou maior para trazer opiniões diversas sobre vários temas.

Nosso time de colaboradores também ficou maior para trazer opiniões diversas sobre vários temas Marcando essa nova fase da Mood Life, não poderíamos escolher uma pessoa mais emblemática do que Fafá de Belém, figura marcante da cena artística brasileira, que circula entre a música do norte do país aos estilos mais curiosos, como o fado português. A cantora nos recebeu em sua casa, em São Paulo, e depois pudemos acompanhar seu show durante a Virada Cultural Paulista. Uma oportunidade rara que abraçamos. Um pouco desse encontro e outras novidades, você confere em nossas páginas. Bem vindo à nova Mood Life.

60 CAPA

A personalidade forte e a voz marcante de Fafá de Belém

00 PERFIL 56 PERSONALIDADE Vestibulum erat risus, tincidunt vel blandit a, mollis vel mi. Curabitur non ligula mauris, eu fringilla nulla.

Uma entrevista sobre carreira, vida e paixões de Marcos Costa, maquiador oficial da Natura

EXPEDIENTE

Foto da Capa Estúdio Sim

10

MOODlife

Produção Executiva Valtinho Fragoso

JORNALISTA RESPONSÁVEL Cidiana Pellegrin (MTB 687/MS) redacao@moodlife.com.br EDITOR Odirley Deotti editor@moodlife.com.br FOTÓGRAFOS Estúdio Sim, Gilson Barbosa, Miguel Palacios REVISÃO Dáfini Lisboa dafini.lis@gmail.com Colaboraram nesta edição: Texto Adriana Estivalet, Carla Carvalho, Carla Cecarello, César Benavides, Cidiana Pellegrin, Clarissa de Faria, Dirceu Peters, Douglas Mamoré Junior, Jéssica Asato, Karla Lyara, Laís Camargo, Lúcia Coletto, Maria Adélia Menegazzo, Odirley Deotti, Paulo Cruz, Scheila Canto, Thereza Christina Silva e Walter Gonçalves. Ilustração Milton Cesar Ornellas. DIRETORES Iara Diniz, Marta Albuquerque DIRETOR COMERCIAL Dirceu Peters Revista MOOD Life é uma publicação mensal. Rua Frederico Soares, 450. Santa Fé. Campo Grande/MS CEP 79021-250. Não nos responsabilizamos pelos conceitos emitidos nos artigos assinados. As pessoas que não constam no expediente não tem autorização para falar em nome da Revista MOOD Life. Impressão e acabamento Idealiza Gráfica e Editora. PARA ANUNCIAR LIGUE (67) 3304-8504 DISTRIBUIÇÃO E ASSINATURA Gabriela Galante atendimento@moodlife.com.br


Em 2013 a Plaenge comemora 25 anos em Campo Grande. São 25 anos construindo com você histórias de vida.

plaenge.com.br

Use um leitor QR Code e assista ao vídeo institucional desta campanha.


CONTEÚDO

Motor Gadgets Estilo Beauty

29 MISTURAfina 32 MOTOR Já está no Brasil o

superesportivo Audi R8 Coupé V10 Plus, mais conhecido como “o carro do Homem de Ferro". 36 GADGETS Samsung acaba de

lançar o Wireless Charging Pad, um carregador sem fio para seu smartphone Galaxy S4.

38 ESTILO H.Stern, Richards, Diesel,

Converse e outras novidades para arrematar seu look com perfeição.

42 BEAUTY As melhores marcas e

produtos para a beleza do seu corpo e rosto. Novidades em perfumes, cabelos e maquiagem.

Décor Arquitetura Design Gourmet Viagem

65 CASAestilo 66 DESIGN Move Móvel permite ao

cliente criar cada peça ao seu estilo. 68 FEIRA HYPE Móveis, objetos e

ideias criativas para vestir seu lar.

72 DÉCOR Mostra Black e Casa Cor SP

84 GOURMET Restaurante Clos de

Tapas une arquitetura contemporânea e gastronomia com toques moleculares. 86 VIAGEM Com muito sol, mar e

trazem tendências e ambientes com conteúdo conceitual e criativo.

belas paisagens, Viceroy Maldives é a hospedagem certa para os aventureiros mais exigentes.

98 VIDA DE ARTISTA A arte sem

104 VOX Rafael Nunes revela sua

Perfil Entrevistas Cidades Política Eventos

97 IDENTIDADE rótulos de Lina Anunciação.

12

MOODlife

100 PERFIL Cristina Carvalho conta

paixão pela tecnologia aplicada à estética.

sobre seu talento para cuidar do visual feminino.

110 CASES Leni Fernandes e o

102 LOUNGE Jamil Paroschi:

116 ATITUDE Deputado Marquinhos

Compromisso, decidação e entusiasmo com a arquitetura.

sucesso da rede Badulaque.

Trad fala de ações e projetos voltados ao público consumidor.


ACHADOS

Fotos Divulgação

Por Cidiana Pellegrin

MODA SELECIONADA SABOR ARTESANAL O apreço pelas massas é quase unanimidade entre os brasileiros. E para a equipe da Mood também. Em busca de um sabor especial, conhecemos a Pasta Colore, empresa da nutricionista Camila Lanfredi. Ela oferece alguns tipos de massas (canelone, rondelli, capeleti, nhoque, fettutine, raviolli, talharim), todas com opção 100% integral e coloridas à base de legumes, como cenoura, espinafre e beterraba. As mais famosas são o nhoque de mandioquinha e nhoque recheado com mussarela. No menu ainda estão opções inusitadas, como balinhas de massa de cacau com recheio de Nutella e castanhas, indicada para quem busca uma sobremesa especial. Por hora, o atendimento está sendo feito na casa da empresária, mas o negócio deve ser ampliado nos próximos meses, incorporando também uma pequena mercearia.

14

MOODlife

Encomendas podem ser feitas pelo telefone 9982.6858 e no endereço www.facebook. com/Pastacolore, você confere o cardápio

GASTRONOMIA DA ESTAÇÃO Curtir o friozinho fica ainda melhor saboreando um prato quente. Localizado no bairro Nova Bahia, a casa Rocha's Caldos & Sopas oferece seis tipos de caldos, cada dia com um cardápio diferente a conferido na fan page da empresa. Vaca Atolada, Escaldado Cuiabano, Feijão Carioquinha com Calabresa, Creme de Palmito e Sopa de Capeletti são algumas das delícias servidas. Pagando um preço bem amigo – R$ 18 – o cliente pode experimentar todos os sabores e seus acompanhamentos. Para os mais comedidos, a versão à la carte também promete agradar. Funcionamento de terça a domingo, das 18 às 23h, na rua Mirangaba, 294. Mais informações 3026.2676

Na hora de montar o look, nós mulheres gostamos de nos sentir únicas, o que muitas vezes nos leva a pagar pela exclusividade de uma peça. Esse foi um dos motivos de encontrar a Saga. Do chique ao despojado, a loja apresenta uma seleção do que há de melhor nas grifes Osklen, FYI, Juliana Jabour, EVA, Cavendish, Pop Up, Escudero, Cotton Project e Zapalla. A proposta é oferecer moda com curadoria num espaço conceitual e urbano, também ambientado com obras do artista plástico Wagner Tomaz. Hoje o espaço está localizado no Kafofo, onde permanecerá até fim de julho. Sua sede oficial será no shopping Bosque dos Ipês, a partir do dia 15 de agosto, onde o portfólio será ainda maior com as novas marcas Cori, Fred Perry e 3am


* Consulte o regulamento no site: www.noivafashion.com.br

Se a brincadeira f icou séria, esse é o lugar.

sto o g A e d 8 1 a 15 ões Convenç e Centro d

e Camillo Rubens Gil dn d e - M S

C a m p o G r as h i o n . c o m . b r www.noiv

afa

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA EM UM SÓ LUGAR

Concorra a uma viagem para Santiago no Chile.


TOMEnota NACIONAL Por Cidiana Pellegrin

EXPOSIÇÃO

Olhares TEATRO

Faroeste nos palcos

Em 30 de dezembro de 1953, o então prefeito Jânio Quadros expulsou cerca de 1 mil prostitutas do Bom Retiro, onde havia a chamada Zona Livre, e as confinou na região da Luz. Ambientada como faroeste, a peça Homem Não Entra resgata esse fato histórico. O pistoleiro Django e a prostituta Brigitte armam suas vinganças contra o xerife Mardock, que domina a região na base da violência, arbitrariedade e corrupção. No elenco da trama, sob direção de Paulo Faria, estão os atores Mel Lisboa (protagonista), José Roberto Jardim, Beto Magnani, Roberto Leite, entre outros.

16

MOODlife

A trama está em cartaz na Sede Luz do Faroeste. Rua do Triunfo, 305, metrô Luz. Tel. 11 3362.8883

Bob Wolfenson, Cristiano Mascaro, Fernando Stankuns, Hans Gunter Flieg, Jean Manzon, Marcel Gautherot, Thomas Farkas e Virgile Simon Bertrand, entre outros renomados fotógrafos nacionais e estrangeiros, mostram seu olhar sobre as principais construções do país. Os cliques podem ser conferidos até 21 de julho, na exposição “Arquitetura Brasileira Vista por Grandes Fotógrafos”, no Instituto Tomie Ohtake. Dividida em duas partes, a atração reúne 18 edificações de grande influência, além da apresentação de escadas e rampas. A mostra fica aberta de terça a domingo, das 11h às 20h, com entrada gratuita. Informações no site www. institutotomieohtake.org.br

Fotos Divulgação

sobre a arquitetura brasileira

EXPOSIÇÃO

Rubem Braga em cartaz

Até 2 de setembro, visitantes e moradores de São Paulo podem conferir de perto a exposição “Rubem Braga – O Fazendeiro do Ar”, no Museu da Língua Portuguesa. São textos, documentos, correspondências, desenhos, pinturas, fotografias, objetos, depoimentos em vídeos e publicações sobre a vida do autor, desde o seu nascimento em 12 de janeiro de 1913, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES), até sua rotina em jornais, como repórter político e como correspondente de guerra na Itália, além da atuação nas artes plásticas e sua paixão por pássaros. A mostra tem entrada livre aos sábados e, de terça a sexta e domingos, os ingressos custam até R$ 6. Informações no site www.museulinguaportuguesa.org.br


TOMEnota NACIONAL Por Cidiana Pellegrin

Fervo no domingo A festa Tots Vexame agita mais uma vez a domingueira da boate Bubu Lounge, em Pinheiros, São Paulo. No dia 22 de julho, o evento vai reunir Mari B, lançando seu novo single, além dos DJs Wandy Telles, Kaio Charles, Montino Acosta e Robertinho Vilela. A pista também será animada por Paulo Agulhari e Paulo Ciotti, encarregados das batidas eletrônicas e pop. Uma das mais conhecidas drags caricatas do Brasil, Silvetty Montilla, também marca presença como convidada especial do evento.

18

MOODlife

Entradas de R$ 15 a R$ 20. Novidades pelo site www.bubulounge.com.br

SHOW

Fotos Divulgação

BALADA

Rock

internacional A banda norte-americana Paramore vai divulgar seu quarto disco em uma pequena turnê no Brasil. Dia 25 de julho, o grupo se apresenta no Rio de Janeiro, dia 26, em Belo Horizonte, dia 28, em Brasília, e dia 30, em São Paulo. Em agosto, o trio estará em Curitiba (2) e Porto Alegre (4). Entre os hits que prometem animar as noites, estão "The only exception" (2010), "Decode" (2008) e "Crushcrushcrush" (2007), entre outros. Os convites já estão à venda nestas cidades. Mais informações no site www.paramore.com.br

GOURMET

Nobre

Pastel Depois de o popular brigadeiro tornar-se uma iguaria gourmet, chegou a vez de o pastel assumir o mesmo status. Inaugurou-se em fevereiro, em São Paulo, o estabelecimento A Pastella, com um cardápio farto desse petisco. O cliente pode escolher três ingredientes mais um tempero para compor o recheio. Há opções comuns, como queijo, carne moída e calabresa, e alimentos mais finos, como salmão, alcachofra e alho-poró. Além das versões salgadas, a casa também possui escolhas para sobremesa. Onde: Rua Booker Pittman, 179 - Chácara Santo Antonio. Mais informações no site www.apastella.com.br


design by Fernando Higashi - (67)8190-0943

CONVITES PERSONALIZADOS Casamento 15 Anos Corporativo Eventos em Geral

Presidente Prudente (18) 3221-7822 | 8155-6052

Campo Grande (67) 3324-7822 | 8128-3905

ACESSE NOSSO SITE WWW.PAPELCONVITE.COM.BR


TOMEnota REGIONAL Foto Nathalia Zandavalli

Por Cidiana Pellegrin

FOTOGRAFIA

Ilustração Ong Pei Hun

Olhar

sul-mato-grossense EXPOSIÇÃO

Cultura

Boemia

Até 28 de julho, os campograndenses poderão apreciar a segunda temporada de exposições no Museu de Arte Contemporânea (MARCO), aberta à visitação de terça a sexta, das 12h às 18h. São quatro mostras: “Fábulas Instantâneas”, de Priscilla Pessoa; “Os corpos que buscamos”, de Zilá Soares; “A impressão que fica” - coletiva dos artistas Cícero Rodrigues, Daniela Rodrigues, Liege Dreyer, Luana Oliveira, Ong Pei Hun, Oswaldo Guimarães, Rafael Maldonado, Rodrigo Lopes e Willian Menkes; e “Acervo”obras de T. Lídia Baís.

Apreciadores de esportes e da boemia, os empresários Julyann Alves Machado e Paula Caroline conhecem bares e restaurantes de todo país. Agora uniram suas experiências profissionais e vivências pessoais para abrir o empreendimento Boteco da Gula, localizado na Rua da Paz, 374. Composto por dois ambientes: salão principal e deck ao ar livre, o boteco promete um excelente lugar para saborear o almoço, curtir um happy hour com os amigos e degustar uma série de petiscos.

MOODlife

em diferentes versões

20

GASTRONOMIA

Sábado, domingo e feriados, o funcionamento é das 14h às 18h. O Marco fica na Rua Antônio Maria Coelho, nº 6000, no Parque das Nações Indígenas

em novo endereço

Saborear um sobá ou tomar tereré com amigos são hábitos tão comuns, que nem sempre nos despertam o desejo de um registro especial. Mas o 2º Concurso de Fotografias Patrimônio Histórico e Cultural – Nossa Identidade, promovido pela Fundação de Cultura do Estado, promete estimular os clicks temáticos de nossa Cultura Imaterial. Serão selecionadas 20 fotos e premiados os três primeiros colocados com R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil, respectivamente. Os demais colocados receberão certificados de menção honrosa. As inscrições para o segundo concurso vão até 12 agosto. Informações pelo telefone 3316.9178, ou pelo site www.fundacaodecultura.ms.gov.br CORRIDA

Esporte e solidariedade

No dia 25 de agosto, véspera do aniversário de 114 anos de Campo Grande, o Centro Stoffer, em parceria com a Th2, realiza a primeira edição da Corrida do Bem, um evento voltado não só à qualidade de vida, mas também com finalidade filantrópica. Serão três percursos: caminhada de 5 km, corrida de 5 km e corrida de 10 km. Além do valor da inscrição, o participante contribui com um quilo de alimento não perecível. Todas que completarem o percurso ganharão camisetas e medalhas, bem como, kits de hidratação com frutas e isotônicos. As inscrições podem ser feitas no Centro Stoffer - que fica na rua Arthur Jorge, 622 - até o dia 19 de agosto. Outras informações pelo telefone 3305.8099


ESTANTE Por Jéssica Assato*

LITERATURA

GAROTA EXEMPLAR / Gillian Flynn "Em Garota Exemplar temos um suspense eletrizante sobre relacionamento em crise. Nick Dunne é um homem cheio de problemas pessoais e ter que se mudar de Nova York para a pequena North Carthage (Missouri) para cuidar de sua mãe doente pode trazer muitos problemas. Amy Elliot, sua esposa, não está feliz com essa mudança. No aniversário de cinco anos de casamento, Amy desaparece em sua própria casa enquanto Nick cuida do Bar. E o primeiro suspeito, como sempre, é o marido. Como Nick poderá provar sua inocência, mesmo com um diário cheio de segredos, provas que o incriminam e um casamento em crise? Um suspense incrível, cheio de revelações impactantes. Quando achamos que a história já tem um ponto final, Gillian nos leva a uma próxima verdade. Garota Exemplar já alcançou 4 milhões de leitores em todo o mundo e você não pode ficar de fora." MÚSICA

MONOMANIA / Clarice Maciel

Não sou nerd. Gosto de ler ou culta

e pronto

22

MOODlife

*Jessica Asato, 25 anos, turismóloga por profissão, blogueira por amor e fotógrafa por diversão

"Clarice tem 24 anos e lança o seu primeiro álbum Monomania em 2013. Filha de roteirista e carioca, a menina já atuou em novelas, curta-metragens e programas humorísticos. Agora tenta a carreira como cantora e, pelo visto, está se saindo muito bem. Monomania, Oitavo Andar, Macaé e De todos os loucos são as músicas mais acessadas no canal do Youtube. O CD já está disponível na loja do iTunes." CINEMA

OS MISERÁVEIS / Tom Hooper "Para os fãs de musicais, Tom Hooper surge com a adaptação musical da obra de Victor Hugo, Os Miseráveis. Aqui a história é literalmente cantada e pode surpreender o público mais crítico. Temos como cenário a Revolução Francesa do século XIX. Jean Valjean (Hugh Jackman) é um criminoso condenado a uma grande sentença mas alcança sua liberdade. Porém, para o oficial Javert (Russel Crowe) uma vez criminoso, sempre criminoso e sua missão é desmascarar Jean. Será que o oficial estava pronto para encarar a compaixão com o próximo, a importância dos sentimentos e o sacrifício pela pátria? O filme roteirizado por William Nicholson traz cenas incríveis de combate, vozes cheias de sentimentalismo e até um sentido cômico, com os personagens de Sacha Baron Cohen e Helena Boham Carter. Até onde você iria para conquistar sua liberdade?"


LEITURAS Por Maria Adélia Menegazzo*

A cópia, a arte e a influência Nas

minhas aulas de poéticas contemporâneas, costumo propor a leitura de ensaios, justamente por serem textos sem pretensão doutrinária e que provocam discussões abertas sobre um determinado assunto. O objeto de reflexão vem de todas as artes. A última discussão girou em torno do “êxtase da influência”, de Jonathan Lethem, com inusitadas observações sobre conceitos de plágio, cópia, citação, apropriação e outros. Ter pensamento próprio é diferente de ser original, porque, afinal, o que significa originalidade? Onde está a originalidade dos versos de Manoel de Barros “Quando eu nasci, meu pai sabia que eu era torto”, se colocados ao lado de Drummond “Quando eu nasci, um anjo torto, desses que vivem nas sombras, veio e disse: Vai, Carlos, ser gauche na vida!”? Sem contar Adélia Prado, Chico Buarque, Torquato Neto e tantos outros que usaram a mesma expressão inicial e a imagem do anjo torto, esbelto, safado, chato etc. Paródia? Raduan

24

MOODlife

"O mercado, sempre ele, acaba assumindo o papel de juiz e determinando a autoria."

Nassar, em Lavoura arcaica, faz questão de apresentar no final suas fontes bíblicas e literárias. Yann Martel, o autor de As aventuras de Pi, relatou que teve a “inspiração” de escrever seu romance após ler uma resenha do livro de Moacyr Scliar, Max e os felinos. Martel divulgou sua fonte e utilizou apenas a ideia. Influência? Em 2005, os artistas britânicos Jake e Dinos Chapman compraram uma tiragem completa de 80 gravuras da série “Desastres da guerra”, de Goya, artista do romantismo espanhol, e sobre elas pintaram, com aquarela, cabeças de macaco, palhaço ou cachorro, destruindo o caráter trágico das gravuras originais, transformando-as em uma nova história. Eles são os proprietários daquela tiragem, portanto, são proprietários da obra? Lethem afirma (mas é apenas um ensaio, não nos esqueçamos!) que se deve admitir com toda a humildade que a invenção não consiste em criar a partir do nada, mas a partir do caos. Daí pergunto: o que poderia conter sua ideia de caos? Transformar uma crônica de guerra numa história em quadrinhos dessacralizando a tradição? Talvez seja esta a melhor resposta do nosso tempo, mas em quase nada difere do gesto de Marcel

Duchamp, quando desenha bigodes e barba na Monalisa de Leonardo Da Vinci. Digo “quase” porque Duchamp interveio em uma reprodução, um tipo de cartão postal sem valor. Já os irmãos Chapman intervieram em gravuras autorizadas e que custaram 40 mil euros à época. Deu pra entender? O mercado, sempre ele, acaba assumindo o papel de juiz e determinando a autoria. Copyright? O que dizer de Dizzy Gillespie saindo em defesa de um músico acusado de plagiar Charlie Parker: “Não se pode roubar um dom. Bird entregava sua música ao mundo e, se você pode ouvi-la, pode ficar com ela para você”. Copyleft? Assim, todas as ideias são de segunda mão, pois o mundo da arte e da cultura é um vasto bem comum. Tão comum que todo o ensaio de Lethem foi construído com base em citações que ele faz questão de apresentar no final do texto. A teoria na prática: um ensaio. *Maria Adélia Menegazzo é

Doutora em Teoria Literária com Pós-doutorado em Artes Plásticas, membro da Associação Brasileira de Críticos de Arte e da Academia Sul-mato-grossense de Letras


Zahran, 1409 67 3043.7335

coNcorra a viagem para a alemaNha e muitos iphones 5. A cAdA 3 mil reais em compras você gAnhA um cupom e já está concorrendo A viagem para munique com acompanhante, durAnte A oktoberfest. Acesse finger.ind.br e pArticipe.

cert. de autorização da caixa no 6-0528/2013

*Promoção válida de 01/06/2013 até 31/07/2013.

Nossa iNspiração vem da alemaNha. Nada melhor do que levar você pra lá.


CULTURA Por Laís Camargo

Viola que toca a alma

26

MOODlife

Instrumento que marca o regionalismo é inspiração para projetos


Q

uando o som das cordas chega aos ouvidos, é inconfundível, vem junto a sensação de que o músico tem vinte dedos em cada mão e que a perfeição do instrumento não tem fim. E não tem mesmo. É só o começo. A viola tem se popularizado cada vez mais e há muito tempo deixou de ser restrita aos moradores da zona rural. Há quem faça blues na viola, como o músico ícone do instrumento, Almir Sater. Com esse alcance amplo que só a arte consegue ter, surgem projetos. Um deles é a Camerata Violeira, uma orquestra de violas somadas a instrumentos eruditos como violoncelo, violino e acordeon. A ideia partiu

do músico Marcos Assunção, ganhador de um prêmio Pixinguinha e com trabalho reconhecido na Europa nos últimos anos. Patrocinado pelo FIC (Fundo de Investimentos Culturais) do Governo do Estado, Marcos dirige há dois anos as oficinas do projeto “Violeiros do MS”. Ah, um detalhe: Marcos era guitarrista até alguns anos atrás. Caiu no gosto pela viola após entrar em uma loja de instrumentos e ter um momento de conexão com aquele som peculiar. “Eu cresci vendo meu avô Duarte Assunção tocar moda de viola, mas, quando decidi ser músico, parti para o jazz, tive um trio de música instrumental, depois, comecei a estudar a

viola, que foi me abrindo vários caminhos”, conta Marcos, que ano passado realizou o primeiro Festival Jazz e Viola em Campo Grande, com a presença de um dos maiores pesquisadores da viola no Brasil, Roberto Corrêa.

"Nossa música já vem sendo tocada na Europa há anos, mas eles não haviam escutado viola caipira ainda"

De olho no mundo

Com mais de duzentas inscrições para o projeto “Violeiros do MS” na última edição, as projeções para a orquestra são ainda maiores. Após a apresentação de Marcos na Espanha, a perspectiva é de que o som da viola se estenda ainda mais. “Eu tenho o pé em Mato Grosso do Sul, mas a cabeça no mundo, eu sei do que está rolando no circuito instrumental brasileiro. O nível musical que é exigido para esse tipo de trabalho é alto, há uma dedicação diária, sempre estudando, sempre melhorando. Nossa música já vem sendo tocada na Europa há anos, mas eles não haviam escutado viola caipira ainda”, constatou o músico, que ministrou oficina na maior escola de flamenco do mundo, Amor de Dios, na Espanha.

27

Fotos Estúdio Sim


CULTURA Por Laís Camargo

Documentário registra história da viola de cocho

MOODlife

Com mais particularidades ainda, a viola de cocho é patrimônio imaterial do Estado. Será lançado, este ano, um DVD patrocinado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) com registros de oficinas de produção do instrumento, em Corumbá. Esta viola é produzida artesanalmente em pequena escala, uma tradição passada por gerações. O DVD contém entrevistas com os artesãos mais relevantes dessa forma de arte no Estado, Vitalino Soares Pinto, Sebastião de Souza Brandão e Agripino. A produção-executiva foi feita por Daiana Arná e a direção de fotografia é de Fábio Moreira. O cururu é o ritmo mais conhecido tocado na viola de cocho, assim como a dança

28

Fotos Divulgação

do siriri. A fabricação do instrumento envolve anos de história e exige um mestre cururueiro, que ensina desde o corte da madeira até a finalização e colocação das cordas. “Cada cururueiro tem que fabricar sua própria viola e fazer sua toada. A toada é fácil, você faz quando se apaixona por uma menina”, conta Vitalino Soares Pinto, cururueiro e oficineiro com projeto registrado no DVD. O produto ficará disponível no IPHAN. “Com o tempo, já não vai tendo mais, essa tradição vai desaparecer da nossa região. Os cururueiros estão idosos, a gente tem que ir passando”, comenta o cururueiro Sebastião de Souza Brandão.


30

MISTURAfina Carros Gadgets Estilo Beauty

32 MOTOR Já está no Brasil o superesportivo Audi R8 Coupé V10 Plus, mais conhecido como “o carro do Homem de Ferro". 36 GADGETS Samsung acaba de lançar o Wireless Charging Pad, um carregador sem fio para seu smartphone Galaxy S4. 38 ESTILO H.Stern, Richards, Diesel, Converse e outras novidades para arrematar seu look com perfeição. 42 BEAUTY As melhores marcas e produtos para a beleza do seu corpo e rosto. Novidades em perfumes, cabelos e maquiagem.

BESTshops

29

CONFIRA OS PRODUTOS QUE PROMETEM ROUBAR A CENA


MISTURAfina MOTOR Por Paulo Cruz

Novo R8 Um Audi ainda mais nervoso

32

MOODlife

No que se refere aos equipamentos, a lista é bem extensa, afinal, não poderia ser diferente para um carro de seu preço. Os controles eletrônicos também ajudam a aumentar o conforto e a segurança do motorista/piloto

Em comparação com o seu irmão R8 V10, ele está melhor. O novo câmbio S tronic de 7 velocidades é uma transmissão compacta de dupla embreagem e possui função de controle de saída que oferece ótima tração no arranque. Com motor 5.2 TFS1 de 10 válvulas que desenvolve 550 cv de potência, este torpedo sobre rodas acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos e atinge velocidade máxima de 317 km/h. No exterior, o modelo recebeu diversos detalhes que garantem o estilo ainda mais

esportivo. São eles: acabamento das soleiras das portas, capa do espelho retrovisor e entradas laterais em fibra de carbono, frisos decorativos brilhantes e iluminação no compartimento do motor. Os faróis também são novos e a grade frontal está mais estreita. No interior, o superesportivo ficou ainda mais refinado, com acabamento também em fibra de carbono e teto moldado em couro. Há, ainda, peças em alumínio que, junto a luzes e detalhes em vermelho, acentuam a esportividade do modelo. Foto Divulgação

JÁ ESTA NO BRASIL o superesportivo Audi R8 Coupé V10 Plus, mais conhecido como “o carro do Homem de Ferro", já que foi usado pelo excêntrico, bilionário e filantropo Tony Stark (Robert Downey Jr.), que veste a armadura do super-herói, no último filme de Shane Black. O filme teve um orçamento de US$ 200 milhões, fez sucesso nas bilheterias das telonas e já faturou mais de US$ 1 bilhão. Já o novo superesportivo, embora custe cerca de R$ 700 mil, só renderá prazer e uma boa despesa para o seu dono.


MISTURAfina MOTOR Por Paulo Cruz

Lifan SUV X60

34

MOODlife

A MONTADORA CHINESA Lifan fez sua reestreia no mercado brasileiro com o lançamento do SUV X60, que chega em uma única versão ao preço de R$ 52.777. Seu grande trunfo para encarar concorrentes como Renault Duster, Ford EcoSport, Chery Tiggo e Hyundai Tucson está no pacote de equipamentos. O chinês, montado no Uruguai, sai de fábrica com airbags frontais, freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, direção hidráulica, ar-condicionado, retrovisores elétricos, luzes de neblina dianteiras e traseiras, regulagem de altura do volante e regulagem de altura dos

faróis, rodas de alumínio de 16 polegadas, rack de teto, sistema multimídia com tela sensível ao toque, que agrega DVD, navegação por GPS, CD, rádio AM/FM, entrada USB e sistema Bluetooth, câmeras de ré, comandos no volante, revestimento dos bancos e acabamento almofadado da porta em couro ecológico, abertura interna de portamalas e tampa do tanque de combustível, entre outros itens. Por dentro, o revestimento dos bancos é em couro ecológico bege, que acompanha também o revestimento das portas, aliado aos plásticos que imitam metal. Por baixo

do capô, um motor 1.8 litro VVT de 128 cv de potência máxima a 6.000 rpm e 16,8 kgfm de torque a 4.200 rpm, acompanhado do câmbio manual de 5 marchas. Esse conjunto oferece força necessária para o uso cotidiano, mas peca em situações em que é necessário um desempenho mais forte, como numa estrada, por exemplo. A marca investirá também na ampliação de sua rede de concessionárias para tentar buscar um lugar em nosso competitivo mercado.

X60 peca apenas em itens básicos como computador de bordo e ajuste de altura no banco do motorista

Foto Divulgação

Chinês bom de briga reestreia no Brasil


MISTURAfina GADGETS Por Odirley Deotti

doisemum

A LG lançou recentemente o novo All in One V320, um moderno e minimalista desktop. Equipado com um sintonizador de TV integrado, o All in One V320 concentra PC, monitor e TV em um mesmo produto. Com sistema Windows 8, possui tela Full HD de 23 polegadas, 4Gb de memória e processador Intel Core i5. Por R$ 2.649. SAC 0800 707 5454

recarga

O Samsung Wireless Charging Pad é um carregador sem fio para seu smartphone Galaxy S4, que conta com a tecnologia Qi. Para carregar seu S4 sem fios, você vai precisar de uma capa traseira e uma base. Se já tiver uma base compatível com o Qi, basta comprar uma capa. A base tem luz LED que mostra quando o S4 estiver carregado, ou se ele está mal posicionado. Lá fora, a capa custa US$ 40, e a base, US$ 50, no site www.samsung.com

O design elegante e limpo marca o tom do DCM276, um micro system compacto da Philips, que pode ser fixado na parede ou no suporte para mesa que vem incluso. Nele, é possível carregar iPod e iPhone simultaneamente e também ouvir músicas em CD, via USB e rádio FM. A potência do aparelho é de 10W RMS. Por R$ 398 no site www.casasbahia.com.br

36

MOODlife

VINGADORES As minicaixas de som Avengers da eKids são super divertidas. As caixas Marvel Avengers Rechargeable Character Speakers têm baterias recarregáveis de lithium-ion, vêm com pés e mãos, e os rostos dos super-heróis pintados nas telas dos alto-falantes. Os três Vingadores disponíveis são Iron Man, Capitão América e Incrível Hulk. Cada minicaixa Marvel Avengers Rechargeable Character Speakers custa US$ 24,99 na Amazon.com Fotos Divulgação

sonoro


MISTURAfina ESTILO Por Cidiana Pellegrin

JOIAS ARQUITETÔNICAS

Monocromo

Se você considerava ousados demais os tênis floridos, listrados, xadrezes e com animal print da Converse All Star, saiba que a marca acaba de lançar uma coleção de modelos monocromáticos. Além das cores clássicas, como preto, marrom e branco, ela investiu no dourado, prata envelhecido e azul para deixar os pés cheios de estilo. A tendência é do final dos anos 60, quando surgiu também o movimento punk, que tomou conta do guarda-roupa da juventude da época. Mais informações no site www.converseallstar.com.br

ADEREÇO FASHION O acessório é clássico, e seu uso, versátil. Pode colorir ou arrematar o look e ainda aquecer nas temporadas geladas. Na Richards, marca de moda despojada, há opções de lenços em linho e seda com estampas étnicas, florais e geométricas, todas exclusivas. Além da loja física, o produto pode ser adquirido no e-commerce da marca www.richards.com.br. Preço sob consulta

As linhas sinuosas que marcam o trabalho de Oscar Niemeyer serviram de inspiração para a joalheria H.Stern lançar uma coleção em parceria com o arquiteto, em 2008. Cinco anos mais tarde, o trabalho tem continuidade em novas versões de anéis, brincos, pendentes e pulseiras. São 34 peças, com estilo leve e minimalista, feitas de ouro amarelo e branco com diamantes, divididas em oito linhas: Pássaro, Rampas, Alvorada, Orlas, Monumento, Traços, Flor, Brasília e Copan. São nomes que fazem analogia direta à obra e às influências do renomado profissional. Informações www.hstern.com.br

38

MOODlife

DA HORA

Fotos Divulgação

Apesar das cores sóbrias, os relógios da grife Diesel fogem do convencional pelo design arrojado. Recentemente, a marca lançou mais dois modelos: o IDZ4280, que possui cronógrafo com calendário e detalhe da coroa de ajuste em aço, e o IDZ7269, com dial para marcação do tempo que possibilita dois fusos diferentes no mesmo relógio. Informações www.grupodumont.com.br/diesel


MISTURAfina ESTILO Por Cidiana Pellegrin

Exuberante Barroco Estampas de arabescos, tecidos adamascados, metalizados, bordados, rendas e aplicações. Os detalhes luxuosos desse estilo artístico dos séculos 16 e 17 estão de volta

Joias Camila Klein

Versace Yellow Diamond R$ 231

Óculos Dolce & Gabbana

Blazer e saia Renner R$ 149 e R$ 79,90

40

MOODlife

Bolsa Arezzo

Sapato Tabita R$ 376,60 Sapatilha Ana Capri R$ 140 Fotos Divulgação


MISTURAfina BEAUTY Por Cidiana Pellegrin

Unhas de A Hollywood Mystique, da Mary Kay, chega em edição limitada. A coleção inspirada nas musas do cinema inclui, além de maquiagem, uma pequena linha de esmaltes composta por base, Radiant Red (vermelho intenso), Tempting Teal (azul petróleo) e Bold Fuchsia (pink). As cores contrastantes são sugeridas para combinações nail art, aos estilos filha única, francesinha invertida e inglesinha. Por R$ 22. Disponível entre as revendedoras Mary Kay

PRATICIDADE AO BARBEAR Graças ao sistema Vacuum Technology integrado, o aparador de pelos Cut&Clean Arno for Men garante aspiração de até 99% dos pelos cortados, eliminando a sujeira do banheiro. Prático e higiênico, o aparelho ainda possui lâminas em titânio e vem acompanhado de sete pentes removíveis que oferecem diferentes regulagens, nos tamanhos 1 mm, 6 mm, 9 mm, 12 mm, 18 mm e 25 mm, além da bolsa de viagem. Por R$ 249,99. Disponível no site www.walmart.com.br

42

MOODlife

BELEZA NACIONAL O grupo francês L’Occitane rendeu-se às matérias-primas brasileiras e lança a marca L’Occitane au Brésil. No primeiro momento, duas linhas chegam ao mercado: uma feita à base de extratos de jenipapo – típico do cerrado – e mandacaru – símbolo da caatinga. Os produtos contemplam hidratantes, sabonetes, colônias, xampus, condicionadores, colônias etc. Apesar de já estarem disponíveis nas lojas brasileiras, no resto do mundo, só a partir de 2014. De R$ 9,90 a R$ 80 na loja L’Occitane do Shopping Campo Grande

Dupla versão A Gucci lançou novas edições – feminina e masculina – do Gucci Guilty. A versão Black Pour Homme tem notas de abertura compostas por coentro e lavanda. No coração da fragrância, estão essências verdes aromáticas, como néroli e flores de laranjeira. Já o Gucci Guilty Black Pour Femme traz um clima juvenil com um intenso oriental floral, com notas de frutos vermelhos e pimenta rosa no topo. A feminilidade da framboesa, do pêssego e do patchuli completam o delicioso aroma. De R$ 199 a R$ 252 no site www.sephora.com.br

Fotos Divulgação

diva


MISTURAfina BEAUTY Por Cidiana Pellegrin

44

MOODlife

Beleza COMPACTA UMA NÉCESSAIRE completa na bolsa é a solução rápida para arrasar em todas as ocasiões. Para criar um kit compacto, a dica é investir em produtos na versão mini ou que tenham mais de uma função, como a Base 3 em 1 da linha Natura Aquarela. O produto pode ser usado como base, corretivo e oferece acabamento de pó. O blush vai colorir e iluminar o rosto e o batom de tom forte deixa o visual mais poderoso.

Para potencializar a maquiagem à noite, um lápis preto assume a função de delineador e sombra, e o efeito é completo com a máscara que deixa os cílios até cinco vezes mais volumosos. Os lenços de papel vão salvar a pele em caso de oleosidade demasiada e uma borrifada de água termal ajuda a hidratar e refrescar antes do make.

Máscara de Cílios Preta Natura Aquarela R$ 24,90. Base 3 em 1 Natura Aquarela R$ 30,80. Lápis Preto Natura Aquarela R$ 15,90. Blush Compacto Natura Aquarela 21,50. Batom Natura Aquarela R$15,80. Soft Face Capricho Lenço Removedor de Oleosidade Facial R$ 25,99. Água Termal Avène Spray 50 ml R$ 31,90. Nécessaire Carmen Steffens R$ 99,90


EQUILÍBRIO Por César Benavides*

A hora certa da plástica

46

MOODlife

Muitos

perguntam se existe idade certa para uma cirurgia plástica. Podemos dizer que existe diferença entre idade certa, adequada, ou idade mínima, quando se trata de cirurgia plástica estética. O dimensionamento das indicações cirúrgicas, em geral, norteia-se pelo fato de a região a ser operada atingir, pelo menos, a maior parte do seu desenvolvimento, o que faz com que os resultados tenham possibilidade de boa durabilidade. Aqui citaremos apenas as cirurgias mais realizadas e sua idade mínima estimada. A cirurgia de tratamento de orelhas proeminentes (otoplastia) – muito realizada na infância e, também, na adolescência e idade adulta, de acordo com "A região a ser o desconforto do paciente operada deve ter – tem de 5 a 7 anos como atingido, pelo menos, idade mínima, período em que a orelha alcançou a maior a maior parte do seu parte do seu desenvolvimento. desenvolvimento" Assim, se for motivo de desconforto na infância, a cirurgia poupará possíveis traumas e complexos posteriores. A cirurgia de nariz (rinoplastia) pode ser realizada, a partir dos 16 anos em garotas. Nos rapazes a partir dos 17 anos também se pode considerar a realização dessa cirurgia. Após esse período, pode ser feita em qualquer idade. A cirurgia de redução das mamas (mamoplastia redutora) tem sua idade mínima entre 16 e 18 anos, apesar de o desenvolvimento pleno ocorrer 2 anos após a primeira menstruação. Aqui, conta muito a avaliação do endocrinologista e ginecologista, além das repercussões que as mamas muito grandes, por vezes, gigantomastias, poderão trazer para a coluna e postura das pacientes. A melhora da autoestima e a socialização contam muito como benefício dessa cirurgia.

O aumento das mamas com a inclusão de próteses de silicone (mamoplastia de aumento) tem sido indicado, também, desde os 16 anos, mas, principalmente, entre 17 e 18 anos, com a concordância do ginecologista e endocrinologista. Volume mamário é denotação de feminilidade. Mamas pequenas fazem com que o tórax feminino se assemelhe ao masculino e podem trazer desconforto e complexos, por isso, quando bem indicada, a cirurgia faz tão bem às pacientes. A lipoaspiração pode ser indicada a partir de 16 anos, mas a maioria dos profissionais prefere aos 17 ou 18 anos. Devemos lembrar de que má alimentação e maus hábitos não podem ser resolvidos com a lipoaspiração. Cada paciente submetido a essa cirurgia deve ter a consciência de que a gordura removida poderá ser reacumulada (com novas proporções), caso não haja mudança de hábitos. A plástica de face, outrora indicada somente após os 50 anos, atualmente ocupa lugar no tratamento de pacientes que passaram por grandes perdas de peso (cirurgia de redução de estômago). Nesses casos, dependendo do excesso da pele facial, a cirurgia de face pode ser indicada antes dos 50 anos. Há, também, pacientes que possuem tendência familiar à flacidez da pele das pálpebras superiores e podem ser submetidos à cirurgia a partir dos 30 anos. Do que foi descrito, idade mínima é importante, assim como compartilhar com o cirurgião plástico (membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) os critérios relacionados à idade, as alterações da anatomia e a maturidade para passar bem pelo pós-operatório e ter resultados que contribuam para a saúde e o bem-estar de forma geral. *Dr. César Benavides é Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. CRM4046 / RQE 2215


ESTILO DE VIDA Por Laís Camargo

Esportes

cheios de estilo

Além do visual arrojado de práticas como golfe, tênis e equitação, muita paixão move seus praticantes

A

Foto Estúdio Sim

48

MOODlife

ssim como o apreço por um time de futebol ou partido político, a paixão por um esporte é difícil de explicar. Um sentimento profundo que mexe com os instintos e desperta garra e força de vontade no praticante. Alguns desses esportes não são tão comuns, chegam a ser rotulados como elitistas ou de determinada faixa etária e comum entre profissionais da mesma área. O fato é que as barreiras são cada vez menores e, com o fluxo rápido de informações via internet, são muitas possibilidades; é possível iniciar um time de lacrosse, por exemplo, apenas assistindo a videoaulas on-line.

O rugby é um desses esportes que passou dos comentários na roda de amigos para campos e campeonatos no Estado. O que se sabia era que um esporte “que nem futebol americano, mas sem proteção” estava chegando, mas o que aconteceu foi além. “Temos uma equipe de competição e projetos sociais em oito cidades do Estado. Na equipe, são times masculino, feminino e juvenil. Além disso, estamos inserindo aos poucos, nas escolas, uma modalidade sem contato, em que as crianças amarram uma bandeira na cin-

tura e treinam os movimentos do jogo”, aponta Luiz Fernando Villanueva, presidente da Federação de Rugby do Estado. A equipe existe desde 2001 e já chegou três vezes à final da Copa Brasil Central de Rugby, competindo com todo o Centro-Oeste. Ainda assim, a mão de obra especializada no ensino de rugby é escassa. “As pessoas com conhecimento para ensinar rugby são de outros países, tivemos um espanhol que fez subir muito nosso nível. Temos um projeto para trazer um treinador bom de fora do país”, avalia Luiz, que é advogado e se encantou pelo esporte quando um amigo, que ajudou a fundar a Federação, o levou para assistir a um jogo. “A Federação quer desenvolvimento e não rendimento, por enquanto. Onde aparece alguém no Estado querendo rugby, doamos bolas, nos mobilizamos para fazer acontecer”, argumenta. Para saber mais, acesse www.rugbyms.com.br

“Temos uma equipe de competição e projetos sociais em oito cidades do Estado"


nham condições de se manter no esporte. E como atualmente os centros de equitação estão bem mais próximos das cidades, eles oferecem toda a estrutura para a instrução da equitação por valores acessíveis”. Os benefícios da prática da equitação atingem corpo e mente. “Cada vez mais pessoas procuram a equitação com vários objetivos, como a melhora de condicionamento físico, da postura, da autoestima, da capacidade respiratória e vascular, tonificação muscular, equilíbrio, coordenação, resistência, e por que não, para se tornarem grandes campeões de salto dentro das competições hípicas

que abrangem todas as categorias e idades”, avalia Márcia, que também é proprietária da Hípica Soberano e formada em Enfermagem. De acordo com sua experiência, a integração com o animal ultrapassa palavras: “Quando montamos a cavalo, estabelecemos com ele uma relação de confiança, respeito e amizade, pois cavaleiro e cavalo se transformam em um conjunto e passam a atuar como se fossem um só, é algo indescritível e que não tem idade para começar e nem terminar”. Inclusive, crianças a partir de um ano e meio de idade já podem ter aulas.

49

Ultrapassando a relação de carinho entre homens e animais domésticos, a ligação da humanidade com os cavalos é bastante antiga. Sendo por fins rurais, militares ou esportivos, esses equinos são marcantes na história e povoam o imaginário popular desde cedo. Para a instrutora de equitação e hipismo Márcia Helena Toloi, também foi assim: “Admiro esses animais desde criança, eles representam magnitude com seus movimentos e agilidade. É importante ressaltar que, hoje em dia, esse tipo de atividade tem se popularizado, pois até um tempo atrás somente cavaleiros com muito dinheiro, ou patrocinados, ti-

Foto Shutterstock

Beleza dos animais se confunde com destreza dos cavaleiros


ESTILO DE VIDA Por Laís Camargo

Quando o maior desafio não é o adversário

50

MOODlife

Em uma realidade que parece ainda mais distante da brasileira, o golfe também tem espaço em Campo Grande. “Meu marido e eu começamos a nos interessar pelo esporte, pesquisamos na internet e descobrimos um japonês que mantinha um pequeno campo e treinava pessoas interessadas. Com o tempo, fomos procurando outros campos e encontramos vários pelo Estado e

pelo mundo. Fomos jogar até nos Estados Unidos”, conta Andréia Munaro, 38 anos. Ela diz que se surpreendeu com o esporte: “Descobri que o golfe é muito mais mental do que corporal, é o jogador com o campo, e não com o adversário. Além disso, tem uma ligação imensa com o meio ambiente, uma partida pode durar muitas horas”, enfatiza. O equipamento pode pesar até 10 quilogramas, e a prática do esporte traz o aprimoramen-


“Descobri que o golfe é muito mais mental do que corporal, é o jogador com o campo, e não com o adversário" do tênis”, indica o arquiteto Reginaldo, que recentemente ganhou o título de campeão por equipe no Torneio Entre Amigos Lins. Para ele, o esporte traz benefícios além do corpo: “Nos propicia estar em contato com os amigos, que por motivos profissionais não conseguimos ver no dia a dia”.

Foto Estúdio Sim

anos pelo arquiteto Reginaldo Bacha, 49 anos. Este esporte foi adotado pelos campo-grandenses, que dispõem de espaços com boa infraestrutura sem sair da área urbana. “Eu diria que a parte técnica, na verdade, é um constante aprendizado. Em relação ao físico, você precisa ter o mínimo de preparo para conseguir jogar. O ideal é você ter uma rotina básica, intercalando academia e corrida, até para você não se lesionar durante a prática

51

to. “Os jogadores são classificados por handcap, começa com 40 e depois diminui. O handcap do Tiger Woods, melhor jogador do mundo, é zero. É interessante como os golfistas se procuram, é uma ótima forma de conhecer pessoas. Golfista que é golfista viaja e acha um campo aonde quer que esteja”, garante Andréia, que ano passado foi a campeã do ranking sul-matogrossense de golfe. Já o tênis é praticado há 10


INTIMIDADE

Foto Shutterstock

Por Carla Cecarello

Fim do amor

52

MOODlife

É possível reconhecer e acompanhar o roteiro de agonia e morte de um vínculo amoroso. Existem sinais e sintomas que permitem diagnosticar a doença fatal do desamor Primeiro sinal: a mesmice (manifestação direta da perda da curiosidade) Depois de algum tempo de relacionamento, os parceiros passam a acreditar que cada um conhece o outro a fundo, que é sempre capaz de adivinhar o que o parceiro sente e pensa. Daí em diante, a comunicação praticamente se interrompe: as frases não chegam a ser pronunciadas até o final, as respostas chegam antes que as perguntas tomem forma. Não há espaço sequer para corrigir os desvios de interpretação, não cabe mais a pergunta salvadora (“O que você quer dizer com isso?”). Se um dos dois se atrever a desmentir a interpretação do outro (“Não era absolutamente isso o que eu queria dizer!”), em vez de ouvir um pedido de esclarecimentos, será bombardeado com um “Eu sei muito bem o que você queria dizer, eu te conheço direitinho, você não me tapeia”. A partir daí, o casal está condenado a viver sob

o império do silêncio, no qual se cavam abismos de desentendimentos e incompreensões, pois cada um dos parceiros passa a manter um diálogo interior com suas fantasias sobre as ideias e os sentimentos do outro – cada vez mais distanciadas do que o outro realmente pensa e sente. Segundo sinal: o tédio (filhote da mesmice) Com a perda da comunicação, há pouca possibilidade de descobrir novas facetas do companheiro que, por sua vez, desiste de se expor, depois de ser reiteradamente mal compreendido. Num retorno à perda de identidade dos primeiros tempos, agora há um congelamento do outro em facetas supostamente conhecidas, um desinteresse por propostas que poderiam arejar conexões antigas ou despertar novos aspectos da personalidade de cada um para formar conexões novas. A relação perde o brilho, os parceiros se descuidam, de si mesmos e do outro. Terceiro sinal: sensação de incompetência Assim como no início do relacionamento cada um valoriza as peculiaridades do outro e tem prazer em sinalizar seu agrado, uma convivência longa tem o dom de inverter esse processo: as gracinhas viram defeitos, cada um parece sentir prazer em criar situações que ressaltam as dificuldades do outro. Apontar falhas e incompetências torna-se um divertimento permanente, sobretudo, na presença de terceiros. A partir daí, o olhar desdenhoso que cada um pousa no outro desvela e reforça a incompetência, nega qualquer valor, congela a distância e decreta a morte da relação. *Carla Cecarello é Psicóloga e Sexóloga, coordena o Projeto AmbSex. CRP 06/35812-0


PERSONALIDADE Por Karla Lyara

MARCOS Costa

56

MOODlife

A

paixonado pelo que faz, ele conquistou seu espaço com muito trabalho. Marcos Costa hoje é maquiador oficial da Natura e participa dos principais eventos editoriais de moda do país, como o São Paulo Fashion Week. Sua vida profissional iniciou cedo, aos 16 anos, quando era assistente de um renomado cabeleireiro em Goiânia, onde nasceu. Já trabalhou na Europa e nos EstadoS Unidos e vários atores como Fábio Assunção, Gisele Bündchen, Letícia Sabatela já passaram por sua mãos. “Adoro trabalhar com beleza e tenho certeza de que essa foi uma ótima escolha de vida”, destaca Marcos. No dia 8 de julho, ele estará em Campo Grande para apresentar a nova coleção Aquarela da Natura. Em entrevista exclusiva para a revista Mood conta como tudo começou e revela que após sucesso de vendas com o livro “Eu Amo Maquiagem”, sua segunda obra está saindo do forno.

Resgatando suas vivências, o profissional declara que trabalhar com a beleza foi uma ótima escolha de vida Hoje, você reside em São Paulo, mas sua carreira começou em Goiânia. Como Como foi seu interesse pela área da beleza? Sou do Centro-Oeste, nasci em Goiânia. Comecei cedo, pois não queria depender dos meus pais. Um dia, uma amiga foi cortar o cabelo e fui acompanhá-la. Chegando lá descobri que o cabeleireiro estava precisando de assistente e logo me prontifiquei em trabalhar com ele. Comecei limpando o salão, lavando cabelos e logo depois já quis dar as primeiras pinceladas e penteadas.

Paris a convite de dois amigos que moravam lá. Fiquei três anos na França e isso foi muito bom para a minha carreira. Nessa época tive mais segurança em relação a beleza e ainda fui assistente de um fotógrafo suíço.

E após esse período, qual foi o momento em que sua carreira alavancou?

Você considera que o trabalho é o segredo do sucesso. Em 2006, lançou o livro “Eu Amo Maquiagem”, que

Em 1986 me mudei para

Como foi sua experiência na Europa e Estados Unidos? Gosta de viajar? Grandiosa. Lá aprendi principalmente que meu lado organizado se encaixou bem aos padrões europeus e que estudar sempre é a melhor escolha para crescer na área. Gosto muito de viajar!


"Antes de tudo, você tem que amar a profissão estudar, observar bastante e ter personalidade nas suas escolhas." Após o sucesso da obra, tem algum projeto novo? Estou finalizando meu segundo livro, está saindo do forno e será um prazer apresentá-lo para as mulheres do Mato Grosso do Sul. Pelo fato de viajar bastante, sua agenda está sempre cheia. Como é seu dia a dia? Uma correria danada! Não tenho uma rotina, cada hora estou em algum lugar. Muitas

Prático, virginiano e amante das cores. Como é ser um dos profissionais mais conceituados do país? Antes de tudo, você tem que amar a profissão estudar, observar bastante e ter personalidade nas suas escolhas. Mas ainda tenho vários sonhos. Aliás, não podemos viver sem eles.

57

esgotou em apenas quatros semanas com o caloroso acolhimento dos leitores. Como avalia esse resultado? Foi um delícia mesmo! Dizem que foi o primeiro livro de maquiagem lançado no Brasil que acabou rapidinho. Acho que o mercado brasileiro está carente de livros sobre o assunto e também fiz questão de usar todas as mulheres, independentemente de classe social, estilo e etnia.

Foto Divulgação

vezes não me sobra tempo para ir ao cinema, porém os momentos com a minha família e os meus amigos são essenciais. Para cuidar da saúde, procuro ir sempre a academia, onde faço musculação e exercício aeróbio. Meu maior hobby é ler.


CAPA Por Cidiana Pellegrin

Espontânea

MOODlife 60

Foto Estúdio Sim

Fafá


Religiosa, irreverente e sincera, essa paraense só canta o que gostaria de dizer se aproximar dos adultos e conhecer um mundo mais interessante do que o de brincar de boneca ou montar casinha. O impulso foi dado por Roberto Santana – amigo de seu pai – que a viu cantando em um bar em Belém, usando um cocar de índio. Ao completar 18 anos, Fafá foi entregue ao aprendizado musical e, por isso, os brasileiros hoje agradecem. Um ano antes de lançar seu primeiro trabalho, interpretou a canção Filho da Bahia, que entrou para a trilha da novela Gabriela, o que ajudou a projetá-la como intérprete. Em 1976, deu voz ao LP Tamba Tajá, bem visto pela crítica na época. O álbum seguinte, Água, confirmou o sucesso com cerca de 95 mil cópias vendidas. Nessa época, era fã de Roberto Carlos e da turma

da Jovem Guarda, mas também fascinada por jazz, música clássica, além dos grandes cantores de rádio, como Cauby Peixoto, Angela Maria, Núbia Lafayette e Orlando Silva. Bem mais tarde, já com o álbum Nuvem de Lágrimas, teve a primeira canção sertaneja a tocar nas FMs do Rio de Janeiro. Música regional, rock, bolero, ritmos caribenhos, guarânias, afoxés, lambadas, sambas-canções, forró, clássicos da MPB e até o fado – ritmo português – viraram repertório para a artista nesses 37 anos de carreira. “Eu apenas pretendo cantar o que eu gostaria de dizer. Defendo a liberdade em todos os momentos e movimentos da vida. Não tenho amarras”, confidencia. A mesma convicção das escolhas musicais vale para 61

E

spontaneidade dificilmente se constrói e, quando se trata de Maria de Fátima Palha de Figueiredo, é bem possível confirmar essa teoria. Conhecida pelo Brasil como Fafá de Belém, a cantora coleciona um repertório eclético, o envolvimento em causas políticas, opiniões sinceras e um jeito de ser passional. Ah, e seria um pecado se sua marcante gargalhada passasse em branco nesta lista. Paraense, ela construiu uma carreira sólida e colocou o Estado na rota musical para o restante do país. Apesar de interpretar desde pequena alguns sucessos de Maysa e de Johnny Half nas reuniões familiares, cantar não era um desejo profissional. Ela queria ser psicóloga ou manicure. A música foi o canal para


CAPA

62

MOODlife

Por Cidiana Pellegrin

o campo pessoal. Nos anos 80, Fafá se uniu a milhares de pessoas para pedir eleições diretas num Brasil com duas décadas de ditadura. Ficou conhecida como a musa das Diretas Já, pois esteve presente em todos os comícios, cantando o Hino Nacional em uma interpretação arrebatadora, e, ao final de cada evento, soltava uma pomba branca simbolizando a paz. Depois da campanha, ela “levou a culpa” pelo fato de as Diretas não terem sido aprovadas e acabou sendo chamada de pé-frio. Ficou dois anos sem trabalhar direito e recebendo ameaças. “Isso já são águas passadas”, diz ela, que preferiu não se atentar aos detalhes do assunto. Em 2011, outra causa ganhou sua atenção. Vivendo atualmente em São Paulo, a cantora foi a Belém pedir para que seu Estado não fosse dividido e participou de campanhas pela permanência de um único Pará. O recado acabou atendido no plebiscito. Como única cantora do mundo a se apresentar para dois Papas – João Paulo II e Bento XVI – Fafá considera o fato um orgulho profissional e particular. A escolha do novo pontífice, que ocorreu há poucos meses, motivou a artista

a lançar o EP “Amor e fé”, com quatro músicas de temática católica. Além de “Ave Maria”, que ganhou uma versão bossa nova, o disco contém faixas como “Nossa Senhora” (Roberto Carlos / Erasmo Carlos), “Eu sou de lá”, assinada pelo padre Fábio de Melo, e “Gracias a la vida”, uma música associada à luta contra as ditaduras latino-americanas, de autoria da chilena Violeta Parra. A seguir, a paraense comenta mais sobre sua fé, suas escolhas profissionais e atuação em causas políticas.

Como foi sua infância? Não havia internet e a TV só chegou a Belém quando eu tinha mais de 6 anos. Portanto, brincar na rua, pega-pega, subir em árvores e nadar nos igarapés e rios de nosso sítio faziam parte da rotina. A música sempre esteve presente. Você colocou o Pará na rota musical brasileira. Hoje você acha que a nova geração (Gaby Amarantos e Calipso, por exemplo) está representando bem o Estado?

O Pará tem uma riqueza musical, uma pluralidade muito grande. E como tudo que é plural, gosto de algumas coisas e não gosto de outras. Mas acho importante que haja um movimento e investimento por parte do governo do estado para mostrar esta diversidade musical do Pará. O que pode nos contar do disco “Amor e fé”? Desde que cantei para o Papa João Paulo ll, quando lancei


Foto Estúdio Sim

"SEMPRE QUE SE TEM UMA OPINIÃO DEFINIDA E CLARA SOBRE AS COISAS, Devemos contar com as consequencias. Já apanhei muito, mas também sei que sou muito amada por meu povo.

um single com Ave Maria Brasileira, tenho vontade de fazer um trabalho só de Ave Marias. Com a escolha de um Papa latino, realizei este sonho. Vejo que você é uma pessoa de muita fé, inclusive no Pará tem a procissão do Círio de Nazaré que reúne milhares. Você é devota? Sim. Nós, paraenses, temos em Nossa Senhora de Nazaré uma amiga, mãe, confidente, enfim... Temos uma "amizade e confiança" quase humanas.

Venha ao Círio e você entenderá do que estou falando. É difícil descrever, só vivendo. Em sua biografia, no seu site, você declarou: “É o povo que ensina ao artista o que ele tem de cantar e não o artista que deve ensinar ao povo o que ele tem de ouvir.” Você já gravou de tudo, teve alguma rejeição? Sempre que se tem uma posição definida e clara sobre as coisas, devemos contar com as consequências. Já apanhei

muito, mas também sei que sou muito amada por meu povo. O público jovem, por exemplo, se identifica com a atitude, depois, descobre minha música. Às vezes, gosta, às vezes, não. É um assunto antigo, mas, você foi considerada a musa das DiretasJá! Muitos artistas se envolveram, mas outros não. O que te levou a levantar aquela bandeira, a se tornar uma ativista? Não sou uma ativista, cresci em uma família em que a música

'' 63


CAPA

Foto Estúdio Sim

Você sempre quis que sua filha fosse cantora? No quesito artístico, existem semelhanças entre vocês? Sempre quis que fosse feliz! Ela é super disciplinada, eu não sou. Ela estuda, aquece etc. Eu entro na raça. Agora, estou aprendendo com ela a me cuidar.

''

FIQUEI BASTANTE EMOCIONADA Quando recebi menções ao "meu" hino.

É emocionante saber que, de alguma forma, fazemos parte da história democrática deste país."

64

MOODlife

e a discussão política estavam sempre "na mesa". Isto deu a todos nós uma noção de cidadania. O que me levou e me leva a levantar bandeiras é esta consciência que minha família me orientou a ter. Muito se comentou sobre sua interpretação do Hino Nacional. Hoje você ainda o canta? Fiquei bastante emocionada quando recebi muitas menções ao "meu" hino, por ocasião das

manifestações recentes. Muitas vieram de jovens, muito jovens. É emocionante saber que, de alguma forma, fazemos parte da história democrática deste país. Na época, você participava de encontros com Lula. A causa deu origem a uma amizade? Sim, na altura em que o PT ainda era ilegal, nos reuníamos todos em minha casa ou na casa dele, em São Bernardo.

Essa ligação forte com Portugal que você tem é por sua família ser procedente de lá? De tudo. Mas, especialmente, da paz e de poder andar nas ruas a qualquer hora, sem medo. Como uma paraense, quais são as dicas para quem quer conhecer o Estado e sua cultura? O que indica aos sul-mato-grossenses? Comece pela gastronomia e, a partir daí, mergulhe em nossa cultura, nossas águas, nossos cheiros e sabores. Se possível, vá ao Círio de Nazaré. Viajar é seu hobby preferido? Adoraria ter férias, mas sempre tiro uns dias antes e depois de cada espetáculo. Assim vou equilibrando trabalho e lazer. Como é a Fafá como avó da Laura? Apaixonada! Hahahahaha.


66

CASAestilo Décor Arquitetura Design Gourmet Viagem

66 DESIGN Move Móvel permite ao cliente criar cada peça ao seu estilo. 68 FEIRA HYPE Móveis, objetos e ideias criativas para vestir seu lar. 72 DÉCOR Mostra Black e Casa Cor SP trazem tendências e ambientes com conteúdo conceitual e criativo. 84 GOURMET Restaurante Clos de Tapas une arquitetura contemporânea e gastronomia com toques moleculares. 86 VIAGEM Viceroy Maldives é a hospedagem certa para os aventureiros mais exigentes, com muito sol, mar e belas paisagens.

MOSTRABLACK

65

A MOSTRA MAIS LUXUOSA DO PAÍS TRAZ AMBIENTES COM CONTEÚDO CONCEITUAL E CRIATIVO

DÉCOR


DESIGN Por Cidiana Pellegrin

É personalizado

Move Móvel permite ao cliente criar cada peça ao seu estilo CONTEMPORÂNEO, retrô, clássico, moderno e rústico. Em uma loja de mobiliário convencional, dificilmente encontraremos uma peça em todos esses estilos. Personalizar o móvel em pouco tempo, trocar suas cores, texturas e outros detalhes de acabamento é algo que parece impossível à primeira impressão. Foi pela falta de produtos que se adequassem a seus clientes, já que nem sempre o tamanho padrão atendia ao biofísico ou a faixa etária do usuário, que a arquiteta Moricy Chaim encontrou uma oportunidade para lançar sua marca: Move Móvel - Criação

66

MOODlife

“Sinto que as pessoas estão buscando mais o uso de cores nos espaços , que vivem e trabalham, pois isso traz energia"

de Mobiliário. “Queria dar liberdade para ele decidir a dimensão, estilo e textura que gostaria. Morei muitos anos fora de São Paulo e não encontrava locais que vendessem peças de forma segura e que você conseguisse sentir sem ter que ir viajar para ver. Aí surgiu a ideia de uma experiência criativa on-line, em que a pessoa pudesse entrar no site e montar seu móvel por meio de uma simulação,” explica a empresária, que também queria ajudar outros profissionais com a mesma necessidade. Formada pela Mackenzie, em 1981, Moricy atuou

na área de arquitetura industrial no Rio de Janeiro, onde aprendeu a unir técnica com criatividade. Depois, inaugurou seu escritório segmentado a projetos e construção, e, em 1995, veio para Corumbá, onde montou uma marcenaria e outra empresa voltada ao segmento de interiores e design de mobiliário. “Foi no Pantanal que resolvi ser designer e lá aprendi tudo sobre madeiras, mas ainda faltava o conhecimento industrial, por isso, voltei para São Paulo, em 2005. Fiz pós-graduação em Design para Movelaria e criei a Move Móvel”, relembra. O conceito da marca une mobilidade, personalização e durabilidade. Além de criar, a empresa produz mobiliário, um processo que envolve uma equipe multidisciplinar composta por: publicitá-


Fotos Divulgação

SERVIÇO

Para aqueles que querem ter uma experiência criativa no Monte seu Móvel, a marca vende pelo site www.movemovel.com.br. Já quem busca uma peça pronta basta acessar o canal virtual: www. lojamovemovel.com.br. Também é possível obter atendimento personalizado no Ateliê da Move Móvel, localizado na Praça Villaboim, 160, cj. 4, Higienópolis, em São Paulo. Tel. 11 3667.0648 67

rio, jornalista, dois designers de produtos, designer de interiores, engenheiro, arquiteta/designer, marceneiros, torneiros, estofadores, lustradores, pintores, fotógrafo e responsáveis pelo transporte. Atualmente, são feitas de 30 a 60 peças por mês. Para garantir o processo do “monte você mesmo”, a designer produz peças básicas (caixas, tampos e boxes) e miméticas (pés, pernas, cabeceiras) para criar um móvel. O sistema é complementado por opções de acabamento, como a escolha das tonalidades. Apesar de uma paleta variada, a Move Móvel se caracterizou no mercado colorindo a madeira maciça. “Sinto que as pessoas estão buscando mais o uso de cores nos espaços que vivem e trabalham, pois isso traz energia e diferenciação”, revela Moricy


FEIRAhype Ideias para vestir sua casa. Por Cidiana Pellegrin

ILUMINAÇÃO despojada

Fotos Divulgação

Abajures e luminárias são itens imprescindíveis na hora de decorar a casa ou o escritório. O pendente Petra, do Estúdio Cristiana Bertolucci, foi feito de lona com tratamento especial que garante um visual amassado e despojado à peça. Disponível nos tamanhos pequeno (30 diâmetro x 35h), médio (45 diâmetro x 37h) e grande (57 diâmetro x 25h), e tons de marrom claro, escuro e cinza, o produto possui cúpula desestruturada, que permite ao item ser dobrado e carregado com mais facilidade. Mais informações www.cristianabertolucci.com.br

68

MOODlife

Suaves E DIVERTIDAS A estética divertida e otimista da estilista espanhola Agatha Ruiz de la Prada foi transportada para o universo infantil: ela desenhou uma coleção de móveis para crianças. A linha é composta por uma minimesa em formato de flor, que pode ter o tampo retirado para servir como vaso ou baú de brinquedos, e cadeiras em layout de coração. Resistentes, as peças podem ser usadas em áreas externas e são encontradas no site www.vondom.com


marketing difrateli

VIVER BEM COMEÇA POR SUAS ESCOLHAS

3352.4806

67 Rua Ceará, 2693 | Vila Célia Campo Grande - MS | CEP: 79022-390

WWW.DIFRATELLIFATTO.COM.BR

/difratellifattoms @difratellicg


FEIRAhype Fotos Divulgação

Ideias para vestir sua casa. Por Cidiana Pellegrin

SONO

tranquilo

Décor

ESTRANGEIRO

70

MOODlife

Em agosto, a Holly Hunt, marca norte-americana de decoração de luxo, vai abrir as portas no Brasil. A loja será inaugurada na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, em São Paulo. A flagship brasileira contará com coleções assinadas pelos designers Ralphi Rucci – renomado no mundo da moda, acabou de fazer uma coleção exclusiva de mobiliário para a marca –, Jean Michel Wilmotte, Christophe Pillet, Christian Astuguevieille, Paul Mathieu, Alison Berger e Kevin Reilly, além da coleção de móveis e luminárias assinados pela própria Holly Hunt, empresária e dona da marca homônima. Para mais informações sobre a marca, acesse www.hollyhunt.com

Alta tecnologia aliada à saúde. A linha Flex Celliant Bioceramics – The Energy Inside potencializa o bemestar a partir de fios especiais construídos de micro-partículas de 13 diferentes minerais. A chave de Celliant Bioceramics pode absorver a energia emitida pelo nosso corpo, reciclá-la e liberá-la através de raios infravermelhos, gerando benefícios. Quando absorvida pela pele, resulta na oxigenação sanguínea e rebalanceamento de temperatura do corpo durante o sono. Informações na loja ¼ Um Quarto, localizada na Av. Afonso Pena, n° 3835. Contato pelo tel. 67 3043.5081

Paredes

ESTAMPADAS

A Regatta Concept Wall, marca de revestimentos da Regatta Tecidos, traz para o Brasil diferentes estampas de papel de parede assinadas por designers da Europa. A ideia é oferecer ao cliente estilos que vão do conceitual ao luxuoso, aliando qualidade, inovação de materiais e preocupação ecológica. São coleções variadas que prezam, em sua maioria, pelo grafismo e por elementos da natureza.


DÉCOR Por Cidiana Pellegrin

72

MOODlife

LUXO nas alturas Mesclando tendências, peças de design e arte, a terceira edição da Mostra Black ocupa os últimos andares de um edifício em São Paulo


73

Fotos Divulgação


DÉCOR

74

MOODlife

Em

sua primeira edição, a Mostra Black deu novos ares a uma casa neoclássica. No ano seguinte, o evento mudou-se para uma locação modernista, e em 2013, chegou às alturas, ocupando os cinco últimos andares de um edifício anexo ao shopping JK Iguatemi. São 3.200m² destinados a 40 profissionais convidados. No time estão algumas estrelas na decoração, arquitetura e paisagismo nacional, como Débora Aguiar, Fernanda Marques e Fernando Piva, além de designers hypes, como Guto Requena e Zanini de Zanine. A mostra de décor mais luxuosa do país é famosa por reunir alguns dos melhores profissionais da área e por vezes lançar novos talentos. Nesta edição traz ambientes com conteúdo conceitual e criativo em diferentes estilos, mistura as últimas tendências do mercado de decoração com peças de design clássicas e contemporâneas e valoriza a composição com obras de arte. Além dos espaços, a vista de São Paulo promete ser um grande atrativo. Na cobertura da torre fica o Bar do Terraço, um dos lugares mais agradáveis para admirar a cidade e aproveitar o serviço operacionalizado pelo restaurante Terraço Itália.

Repleto de cores discretas usadas em sobretons, o dormitório criado por Marina Linhares reflete extrema elegância e aconchego. O ambiente recebeu as últimas novidades em mobiliário e tecido de revestimento, além de itens de madeira certificada. A iluminação de LED ao redor da cama reforça o clima intimista

No Hotel Black, projetado pelo arquiteto Guilherme Torres, o bambu ganha destaque aplicado no piso, no teto e nas paredes, e a unidade na cor do revestimento colabora para a sensação de amplitude. Com design atemporal, a área de banho do espaço ainda traz uma sensação de aconchego e conforto


Fotos Divulgação

As jovens Adriana Helú, Carolina Oliveira e Marina Torre Lobo, do escritório Triplex Arquitetura, idealizaram o Estar Contemporâneo, em 76 m². São espaços distintos, mas integrados, que deram à locação original uma nova releitura e soluções inusitadas, como o uso de chanfros para camuflar a janela. O trio também assinou diversos móveis, um dos mais elogiados é a estante com jogo de luz

75

Fernanda Marques reinventou a construção original desse espaço, investindo em novo piso e teto em madeira. Reverenciando a atmosfera urbana de São Paulo, o lounge Dell Anno tem ampla área de estar com numerosas obras de arte e referências de design, além da cozinha integrada, com móveis de madeira escura e detalhes em vidro na cor bronze


Sem paredes, a suíte de 50 m² criada por Consuelo Jorge chama a atenção pelo teto trabalhado. O recurso usado pela arquiteta foi um painel de gesso em degradê, na cor verde, produzido artesanalmente. O quarto mantém o clima típico de intimidade, alinhado a uma atmosfera artística decorada com peças de design e obras de arte

76

MOODlife

SERVIÇO

Visitação até 9 de julho de 2013. Funcionamento: de segunda a domingo, e feriados, das 12h às 23h. Local: Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 – W Torre Plaza Vila Olímpia, SP (torre anexa ao Shopping JK Iguatemi) Valor do ingresso: R$ 100,00. Venda também pelo site www.livepass.com.br.

Leveza, pureza e simplicidade são alguns adjetivos que definem este home office criado pelo casal Fernanda Abs e Fred Benedetti. Com o desafio de tornar o corredor um espaço sofisticado, a dupla optou pela regra do “menos é mais”. Destaque para a madeira em meio ao branco, usado em todos os móveis e objetos


DÉCOR Por Cidiana Pellegrin

Conforto, ESTILO e ARTE

Casa Cor SP 2013 evidencia sua proposta de ‘Morar Bem’ em 77 espaços

78

MOODlife

A

27ª edição da Casa Cor São Paulo está trazendo tendências e novas propostas do universo residencial e comercial, com interpretações de uma parcela dos melhores profissionais no país. O evento mais tradicional do segmento de decoração, arquitetura e paisagismo do Brasil, e mais completo da América Latina, segue até 21 de julho. São 77 ambientes voltados ao “Morar Bem”, tema eleito pela administração para nortear os projetos de 2013. Segundo o presidente do Grupo Casa Cor, Angelo Derenze, a intenção “é mostrar que a relação viva e apaixonada com a casa está ao alcance de todas as pessoas, independentemente de idade, classe social ou perfil familiar”. A proposta da mostra é um viver sofisticado, “propiciando uma experiência de morar com conforto, estilo e arte”, ele defende. Este ano, o público vai apreciar e se inspirar em projetos de casas, lofts, apartamento, estúdios, suítes, uma casa de veraneio e cozinhas gourmets, criados por nomes famosos, como Brunete Fraccaroli, Fabrizio Rollo, Esther Giobbi, Ana Maria Vieira Santos, Jóia Bergamo, Roberto Migotto, Dado Castelo Branco, Murilo Lomas, entre outros. O time foi criteriosamente selecionado por um comitê curador, que fez uma rigorosa análise de portfólio e histórico de trabalhos realizados por cada profissional. Os visitantes do evento ainda podem conferir peças de mobiliário clássico de parte do acervo do MoMA (The Museum of Modern Art) adquirido na década de 70, pela Fiesp. Entre os 17 itens em exposição, estão a Poltrona Mole, do designer nacional Sergio Rodrigues, a Poltrona Charles Eames e a Cadeira Panton, consideradas ícones do design mundial. Nos últimos quatro dias do evento, ou seja, de 18 a 21 de julho, acontece o Special Sale, período em que os artigos que compõem os ambientes entram em liquidação de até 70%. Quem visitar o estado neste período pode aproveitar as novidades.

Conforto e leveza descrevem a SUÍTE DO CASAL inspirada em William Bonner e Fátima Bernandes. Em tons neutros, o ambiente criado por Simone Goltcher foi dividido em antessala e dormitório, contemplando as áreas de descanso, banho e closet. No quarto, todos os móveis foram desenhados pela arquiteta e a cabeceira da cama ganhou destaque com luminárias e LED embutido


79

Fotos Divulgação


DÉCOR

80

MOODlife

Nos últimos quatro dias do evento, ou seja, de 18 a 21 de julho, acontece o Special Sale, período em que os artigos que compõem os ambientes entram em liquidação de até 70%. Quem visitar a cidade neste período pode aproveitar as novidades.

Os arquitetos Gerson Dutra de Sá e Ana Salama deram uma proposta moderna à SALA DE BANHO e ao Banheiro Público, ambientes integrados e que trazem unidade na decoração. Uma das apostas da dupla foi destacar nos planejados a cor azul petróleo – tom visto como uma das principais tendências no Salão de Milão – e mesclá-la com vermelho, outro tom inusitado para mobiliário


Fotos Divulgação

Para criar o ESPAÇO DO HOMEM MODERNO, a arquiteta Ana Maria Vieira Santos misturou obras de arte, móveis com design atual e objetos antigos de decoração, o que resultou num ambiente contemporâneo. Além de aconchegante, o living foi equipado com uma elegante mesa de bilhar para receber os amigos. Branco, cinza e preto são as cores dominantes, que também reforçaram a atmosfera masculina

Charme Gourmet O LOUNGE GOURMET, de Gustavo Calazans [acima], foi dominado por cores contrastantes em uma atmosfera industrial, já que instalações elétricas, hidráulicas e de gás ficaram aparentes, assim como os tijolos da parede. Em 350 m², quatro ilhas com seis mesas formam uma grande bancada e, ao fundo, há uma cozinha de apoio. Para manter a essência original do imóvel, foi preciso recuperar os tacos de madeira e consertar portas e janelas

81

Gustavo Paschoalim buscou inspiração nos lofts novaiorquinos para criar a SALA DE VINHOS [no alto]. O ambiente mescla materiais rústicos – como o tijolo inglês preto que reveste uma das paredes – com contemporâneos, a começar pelo papel de parede de seda imitando aço corten. Pensado para servir exclusivamente à degustação e apreciação de vinhos, a sala traz ambientes de estar, jantar, uma copa de apoio e um miniescritório para estudo da bebida


DÉCOR

Para projetar a SUÍTE DA MENINA, a profissional Renata Coppola pensou em uma garota criativa, que curte moda e balé. O espaço recebeu um canto de leitura, área para dança, um luxuoso banheiro e uma enorme penteadeira. Para dar o tom de decoração alegre, a arquiteta empregou papel de parede colorido no teto e na parede, além de bonecas em escala real

82

MOODlife

SERVIÇO

O CAFÉ foi a grande inspiração da dupla de arquitetas Carla Fazenda e Ligia Egas para criar o espaço Aromas. Filtros de papel reciclados, bules, lustres e outros elementos que remetem à bebida estão retratados no ambiente, como a estante em forma de xícara. Para conseguir o efeito sofisticado, o piso e a

parede foram impermeabilizados com resina MMA, de metacrilato, dando aparência de verniz brilhante às superfícies de alvenaria

Visitação até 21 de julho. Horário: de terça a sábado, das 12h às 21h30. Aos domingos e feriados, das 12h às 20h Local: Jockey Club de São Paulo Endereço: Av. Lineu de Paula Machado, 1173, Cidade Jardim, São Paulo-SP Ingressos: de R$ 40 a R$ 49 Mais informações: 11 3819.7955


GOURMET Por Cidiana Pellegrin

SABOR espanhol

Clos de Tapas une arquitetura contemporânea e gastronomia com toques moleculares

84

MOODlife

O

s tira-gostos mais famosos da Espanha, as tapas, ganharam interpretações mais sofisticadas e ingredientes nacionais no restaurante Clos de Tapas, localizado na Vila Nova Conceição, em São Paulo. A casa foi eleita pelo júri do Guia da Folha de S. Paulo como a melhor novidade de 2011, no segmento. Em 2012, o espaço foi considerado o melhor restaurante espanhol pela revista Veja São Paulo. Criado pelo restaurateur Marcelo Fernandes (sócio do premiado Kinoshita), o estabelecimento é comandado pela chef Ligia Karazawa, que acumula experiências profissionais em premiados restaurantes espanhóis, como

El Celler de Can Roca e El Bulli — do chef catalão Ferran Adrià, que surpreendeu o mundo com suas texturas e sabores diferentes utilizando inovadoras tecnologias. As influências da gastronomia molecular aparecem com sutileza para valorizar o produto e surpreender na apresentação. O cardápio da casa é dividido em três partes: a primeira, chamada Pensadas para Compartilhar, apresenta tapas que servem duas pessoas. Já a seção Tapas Individuais é dividida entre pratos frios e quentes. Entre as opções, estão o robalo em ceviche e sua sopa ao manjericão, e O Tronco — uma pele crocante de mandioquinha, acompanhada de folhas frescas, cogumelos,

tubérculos, defumados e flores. Entre as tapas quentes, há a opção de leitão, caqui na cachaça e alho negro e a de foie gras de pato no tucupi. Cinco sugestões de sobremesa completam a carta, com doces como o iceberg de cambuci, com sorvete de graviola e cítricos, e o coco com cacau e curry. Para a hora do almoço, há um cardápio especial: o Menu Meio-Dia, renovado todos os meses. São três propostas de entradas, prato principal e sobremesa. Os pratos também podem ser acompanhados de um bom vinho, já que a casa oferece uma carta com 120 opções, com destaque para os rótulos espanhóis e para os champanhes Veuve Cliquot.


VINHOS Por Douglas Mamoré Junior.

ESCOLHAS do mês Masi Passo Doble Malbec/ Corvina 2010 - Masi Tupungato Agrícola Masi/Argentina Este delicioso tinto é elaborado por Masi – o rei do Amarone e o grande mestre da passificação de uvas – utilizando a uva Malbec, cortada com a italiana Corvina, da região do Vêneto. A ótima acidez o deixa fresco e seco, ideal para acompanhar diversos pratos. Para Jancis Robinson, ele é extraordinário , "um vinho único, com um final de boca mais seco e sofisticado do que a maioria dos vinhos argentinos". $

CONTEMPORÂNEO e acolhedor

Fotos Divulgação

Corbec 2009 - Masi Tupungato - Agrícola Masi/Argentina

SERVIÇO Rua Domingos Fernandes, 548 Vila Nova Conceição Tel. 11 3045.2291 Capacidade: 56 lugares Horário de funcionamento: Segunda à Quinta. Almoço 12h às 15h Jantar 19h30 às 23h Sexta – Almoço 12h às 15h Jantar 19h30 às 0h Sábado – Almoço 13h às 16h Jantar 19h30 às 0h

O Corbec é um tinto rico e que mostra uma espantosa elegância. Sem dúvida, é um vinho diferente da maioria dos argentinos: mescla as uvas Corvina e Malbec, sendo que a primeira domina 70% do corte e segue o processo de passificação, marca registrada do Amarone e na qual a Masi é perita. O Corbec já nasce como um grande tinto. "Encorpado, aveludado e cheio de camadas", descreveu Robert Parker, que a avaliou em 92 pontos. $$$

*Douglas Mamoré Junior. Enófilo desde 2005, dedica-se exclusivamente ao universo dos vinhos. douglas@mistral.com.br Você encontra estes vinhos na Cantina Romana, no Vermelho Grill ou na Galeteria Zanotto, em Campo Grande. 85

Além do menu premiado, o espaço é admirado pelo projeto arquitetônico, assinado por Naoki Otake, vencedor do V Prêmio de Arquitetura Corporativa, em 2008. O restaurante revela sua contemporaneidade pelo desenho em linhas retas, mesclando pedras, madeira, colunas de aço corten, entre outros elementos. Sua fachada em vidro proporciona vasta iluminação natural. O grande destaque do ambiente é o imponente painel de pedra na parede de sete metros que abriga obras do artista chileno Enrique Rodríguez. As mesas deste lado do restaurante contam com um sofá e luzes intimistas, tornando o espaço acolhedor. Com paisagismo de Gilberto Elkis, o espaço incorporou uma árvore de jasmim-manga em sua ampla calçada, feita em mármore travertino, de onde é possível enxergar o salão do restaurante.


VIAGEM Por Cidiana Pellegrin

EXUBERANTE Sol, mar, belas paisagens e serviços exclusivos. Viceroy Maldives é a hospedagem certa para os aventureiros mais exigentes

litoral

86

MOODlife

U

m dos principais destinos de viagem de luxo entre os europeus, as Ilhas Maldivas são cenário perfeito para quem busca sossego, clima quente, mar transparente e paisagens subaquáticas encantadoras. O país é composto de mais de 1190 ilhas divididas em 26 atóis no Oceano Índico. Ao extremo norte, a menos de uma hora de voo da capital Malé, está a ilha privada Vagaru, com mais de 17 hectares de palmeiras e areia intocada. Nesse recanto paradisíaco, foi inaugurado, em 2012, o Viceroy Maldives, hospedagem certa para os aventureiros mais exigentes.

O hotel oferece um conjunto de luxo, que vai desde suas acomodações ao atendimento inigualável. A decoração reforça a beleza natural das ilhas e de sua cultura. Assinado pela empresa Yabu Pushelberg, da midiática dupla canadense de designers de interiores George Yabu e Glenn Pushelberg, o projeto traz materiais rústicos alinhados de uma forma moderna, o que permite ao resort uma atmosfera sofisticada sem ostentação.


87

Fotos Divulgação


VIAGEM Por Cidiana Pellegrin

São 61 bangalôs: 32 espalhados sobre a água e 29 na praia. Cada um é projetado para ter o máximo de intimidade, oferecendo piscinas privativas e uma série de outros serviços exclusivos. As acomodações variam em sua localização. Situadas à beira da água estão as Beach Villas, cercadas por uma exuberante vegetação. São dois tipos de

88

MOODlife

Para os clientes que procuram o melhor que as Maldivas têm a oferecer, a hospedagem ideal é o ROYAL VILLA, onde a privacidade absoluta combina com o máximo de espaço e conforto

hospedagem: o Beach Bungalow – com 192 m², abrange quarto com área de estar, sala de banho e varanda externa com piscina; e o Deluxe Beach Bungalows, ideal para família e casais. Ocupando 311 m², a área possui locação em dois andares, disponibilizando um segundo quarto aos hóspedes, além de todas as regalias citadas anteriormente


Fotos Divulgação

Além de ser um refúgio para relaxar, a ilha disponibiliza um miniclube com variedade de esportes aquáticos, snorkeling, excursões de pesca marítima e mergulho para conferir de perto uma das regiões mais belas do planeta

89

Debruçada sobre a lagoa está a Water Beach Villa, composta por casas espaçosas, confortáveis e luxuosas. Além da vista espetacular, aqui o hóspede pode escolher entre relaxar em sua piscina privativa ou mergulhar na sedutora água azul ao redor. A Deluxe Water Bungalows é a opção mais ampla dessa acomodação, que permite também curtir a beleza do pôr-do-sol no Oceano Índico


VIAGEM

Quanto à gastronomia, cinco salas de jantar apresentam tudo o que o cliente pode querer, como a cozinha à beira-mar casual, pratos asiáticos e europeus. A Treehouse, por exemplo, atrai clientes com seus sabores exóticos do Oriente Médio. Generosas almofadas e espreguiçadeiras são engenhosamente colocadas para permitir um espaço íntimo e animado. Já o restaurante Cerchio é ideal para quem procura uma noite tranquila com amigos e familiares, ou um jantar à luz de velas. Além do clima intimista, o menu promete uma interpretação moderna da cozinha italiana, complementado por uma fina seleção de vinhos internacionais. Desde o amanhecer até ao final do dia, os hóspedes também podem aproveitar a paisagem da água cristalina enquanto desfrutam do café da manhã no ambiente Vista Além dos prazeres gastronômicos, um espaço de tratamento permite que cada hóspede mergulhe em sessões de bem-estar. Com ofurôs e outras terapias holísticas, além de cuidados estéticos com produtos suíços, o Spa promete tornar a hospedagem ainda melhor. São sete suítes construídas sobre o oceano. Para aqueles que preferem um exercício introspectivo, as aulas de yoga oferecidas todas as manhãs convidam a começar o dia saudando o nascer do sol. Já os praticantes de fitness podem aproveitar um centro especializado para suas atividades

90

MOODlife

SERVIÇO

Reservas +960 654 5000 viceroy@lsagency.com www.viceroyhotelsandresorts.com


91


UD Dicas para incrementar sua cozinha. Por Cidiana Pellegrin

NO PONTO

Esqueça o garfo. Com o provador de massa Monte Carlos, da marca alemã Silit, vai ficar mais fácil colher o macarrão para conferir sua textura e cozimento. Feito em aço inox, o utensílio possui um longo cabo (22 cm) para evitar o risco de queimaduras nas mãos. Por R$ 60, no site www.bololo.com.br

SABOR COM ESTILO Encarar uma noite fria pode ser mais prazeroso saboreando um fondue. Entre as novidades do mercado estão os aparelhos com panela esmaltada da Forma. São três opções (branca, amarela e vermelha), que vão levar um charme extra à mesa. Por R$ 351,90. Mais informações www.formainox.com.br

CHARME na cozinha

MOODlife

SEMPRE QUENTE

Em nome da praticidade, a marca inglesa Kenwood criou chaleira elétrica SJM031, que promete otimizar o tempo de preparado de bebidas quentes graças ao sistema de rápido e constante aquecimento da água. Além de útil, o produto vai embelezar a cozinha com seu design arrojado. Por R$ 469, no site www.submarino.com.br

92

Fotos Divulgação

A Multiflon trouxe as cores das passarelas para sua nova linha de frigideiras, em alumínio de alta espessura. A série Woks Color Candy Collection, que apresenta o utensílio nos tons de azul, lilás e Pink, também possui antiaderente que combina partículas de cerâmica, o que o torna mais resistente. Por 52,90. Informações no site www.multiflon.com.br


sucesso internacionaL absoLuto, chegou na Dr. Laser o tratamento que É a sensação Para a boa forma. Preocupada em oferecer aos seus clientes o que há de mais moderno em equipamentos, a Dr. Laser apresenta a sua mais nova conquista: o aparelho FREEZE. Com base em uma exclusiva e revolucionária tecnologia (MP2), o FREEZE inova combinando Pulsos Magnéticos com Radiofrequência Multipolar, o que possibilita resultados mais superiores e duradouros.

Em instalações modernas, a Dr. Laser garante um tratamento seguro e eficaz. Além disso, nossos clientes são atendidos por uma equipe capacitada. Tudo para que o tratamento tenha um resultado satisfatório.

O FREEZE proporciona resultados de uma pele mais firme e jovem, que pode reverter os efeitos do seu envelhecimento. Cada sessão de tratamento é bastante amena, e os pacientes já conseguem notar os resultados na primeira sessão.

Quantas sessões são necessárias? Até 6 sessões, 1 vez por semana.

. Único centro especializado em depilação a laser do país . Acompanhamento médico durante o tratamento . Sessões realizadas por fisioterapeutas treinadas . Atendimento em todos os dias da semana. . Horários flexíveis. . Localização central. . Avaliação gratuita com fisioterapeuta - inclui filme explicativo. . Utilização dos equipamentos mais modernos do mundo. . Parcelamento em 10 vezes para todos os tipos de tratamento . Instalações adequadas e modernas com alvará da Vigilância Sanitária.

quais áreas atuam o freeze? O tratamento é indicado para as áreas faciais ou corporais, em locais onde é mais comum aparecerem a flacidez e/ou gordura localizada. o tratamento é doloroso? Não, o equipamento é aplicado através de movimentos circulares e o aumento da temperatura promove uma agradável sensação na área tratada. É um tratamento seguro? Sim, o equipamento é certificado pelas mais rígidas normais nacionais e internacionais, sendo o mais seguro e o mais eficiente da sua categoria.

Rua Dr. Arthur Jorge, 1052 . Centro . 3044-7800 . www.drlaser.com.br Aberto de segunda a sexta das 7h30 às 20h . sábados das 8h às 20h . domingos, das 8h às 13h.

93

Os aplicadores do FREEZE (MP2) geram um calor gradual e uniforme, o que garante um tratamento sem dor e sem período de recuperação. São duas ponteiras especialmente elaboradas para tratamentos faciais e corporais, em locais onde é mais comum aparecerem flacidez e/ou gordura localizada e celulite. Os pulsos magnéticos aumentam a produção de FGF-2, um hormônio responsável pelo crescimento dos vasos sanguíneos e da proliferação de fibroblastos. Simultaneamente a radiofrequência aumenta a síntese de colágeno e elastina, resultando em uma pele mais firme e jovem.

qual é o tempo de cada sessão? 20 a 30 minutos por área.

Por que fazer Dr. Laser?


CADERNOespecial Por Sonia Caldart Assista todas essas receitas acessando www.youtube.com/cenariofeminino Tire suas dúvidas, enviando e-mail para cenariofeminino@hotmail.com

Para o papai Com a aproximação do Dia dos Pais, nossa sugestão de artesanato deste mês é uma simpática caixa arquivo, que com certeza ajudará o papai a organizar seus materiais de trabalho.

ARTESANATO

Caixa Arquivo Materiais: Caixa MDF ou de papelão duro Tinta acrílica na cor desejada Papel texturizado Pinceis Cola branca Verniz transparente Fita para acabamento Letrinhas MD ou adesivas Lixas

94

MOODlife

Rolinho de espuma

Veja o passo a passo no programa Cenário Feminino no dia 20 de julho, às 8h30min no SBT MS ou acessando youtube.com/cenariofeminino após 22/07/2012 Solicite molde por e-mail: cenariofeminino@hotmail.com

Os materiais deste artesanato você encontra na Fradelli. www.fradelli.com.br fradelli@fradelli.com.br facebook.com/fradelliartesanato Av. Mato Grosso, 3059 - Santa Fé Tel. 67 3901.6666


Biomassa de banana verde

Patê de biomassa de banana verde

Pão integral com biomassa de banana verde

Ingredientes:

Ingredientes:

Ingredientes:

04 a 06 bananas verdes com casca.

02 xícaras (chá) de biomassa ½ xícara (chá) de salsa e cebolinha picadas 01 lata de atum em azeite de oliva extra virgem 01 colher (sopa) de cebola ralada ou bem picada Sal e pimenta do reino a gosto.

01 xícara (chá) de aveia

Modo de fazer:

Lave as bananas, uma a uma. Em seguida, coloque-as (com casca) em uma panela de pressão, cubra com água fervente, (para causar choque térmico), cozinhe por 15 minutos, desligue o fogo e aguarde mais 5 minutos para a pressão sair naturalmente e terminar o cozimento. Retire as bananas e vá aos poucos separando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no processador ou bem amassadas com garfo, até obter uma pasta bem espessa. Dica: a massa básica pode ser mantida na geladeira por até 7 dias. Ela vai ficar dura, portanto na hora de utilizar passe por um ralador grosso para facilitar o processamento.

01 xícara (chá) de gérmen de trigo 03 xícaras (chá) de trigo integral 03 xícaras (chá) de água morna 02 colheres (sopa) de fermento para pão ½ copo de óleo de girassol 02 colheres (chá) de linhaça

Modo de fazer:

Misture todos os ingredientes utilizando metade do azeite da lata de atum. Depois de misturar bem até ficar macio, mantenha na geladeira até a hora de servir. Acompanha torradas, bolachas salgadas etc. Dica: utilize no lugar do atum, sardinhas, azeitonas pretas e temperos a gosto.

01 colher (café) de sal 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo farinha de trigo até dar o ponto. 02 xícaras (chá) de biomassa de banana verde

Modo de fazer:

O processo é o mesmo do pão caseiro, lembrando que a biomassa precisa ser ralada, já que endurece na geladeira. Dica: O pão, depois de assado, pode ser congelado por até seis meses.

Assista o passo a passo das receitas no youtube.com/cenariofeminino do dia 22 de junho.

Receita elaborada pela Nutricionista Francisca C. Bigaton da My Dietas

TODO SÁBADO às 08h30 no SBT MS www.cenáriofeminino.com.br Cabelo e maquiagem Marie Jolie Tel. 67 3326.2950 / Sonia veste Dalva Guimarães Tel. 67 3382.5388

95

CULINÁRIA


Perfil

Entrevistas

Cidades

Política

98 VIDA DE ARTISTA A arte sem rótulos de Lina Anunciação. 100 PERFIL Cristina Carvalho conta sobre seu talento para cuidar do visual feminino. 102 LOUNGE Jamil Paroschi: Compromisso, decidação e entusiasmo com a arquitetura. 104 VOX Rafael Nunes revela sua paixão pela tecnologia aplicada à estética. 110 CASES Leni Fernandes e o sucesso da rede Badulaque. 112 ÁGORA Cidadania, política e urbanismo com Dirceu Peters. 116 ATITUDE Deputado Marquinhos Trad fala de ações e projetos voltados ao público consumidor.

EVANDROPrado

FOTOGRAFADO PELO ESTÚDIO SIM NA INSTALAÇÃO “DOMINUS TECUM”, MONTADA RECENTEMENTE NO MARCO.

PORTRAIT

97

Eventos

98

IDENTIDADE


VIDA DE ARTISTA Por Laís Camargo

Lina

da Anunciação

Arte sem margens e rótulos

98

MOODlife

A

lguns processos artísticos doem, desde a produção à contemplação; mas a arte de Lina da Anunciação tem o contrário: leveza e alívio. Atualmente, ela é uma das únicas em Mato Grosso do Sul a dominar a técnica da tinta fluorescente em tecido – experiência adquirida após dez anos trabalhando com cenografia de festivais de música eletrônica na Europa. “Eu não tive influência nenhuma, mas tive desde sempre veia artística, porém, não percebi os sinais. Fui atrás sozinha, me interessei. Exatamente por não ter artistas na família, fui atrás de outros dons, como os idiomas. Eu, sozinha, comprava argila, esculpia. Era um contato só meu inicialmente, depois, fui procurar o curso de Artes Visuais, que ainda estou fazendo”, conta a artista de 32 anos. Formada em Letras pela UFMS, ela relata com certo orgulho que matava aula de

algumas disciplinas para poder assistir às aulas de educação artística em outro curso. “Viajei pela Europa, trabalhei na Inglaterra, em Portugal, na Holanda. Sempre levei os trabalhos com cenografia de festivais eletrônicos como diversão, não pensava que eu queria ser artista”, lembra. Mesmo com a vida caminhando por outro lado, entre casamento e três filhos, Lina nunca deixou de exercer o dom. Pintava as paredes de casa, colocava seu toque onde podia. Assim que voltou para Campo Grande, em 2005, a cena eletrônica estava efervescente na cidade. “Essa vertente é muito espiritual, visionária e, ao mesmo tempo, psicodélica. É por isso que minha arte puxa um pouco do abstrato, por essa influência inicial que tive”, explica. Com exposição marcada para começar dia 13 de setembro, no Sesc Horto, Lina aposta principalmente na aquarela, técnica que transborda seus

sentimentos artísticos. “Hoje em dia mexo com tudo, uso cada técnica para explorar uma linguagem, uma poética. No caso da aquarela, mexo muito com abstracionismo, surrealismo. Quero transmitir a expressão da alma, dos sentimentos. Ao mesmo tempo em que o olho transpassa tudo, depende de cada um que olha. Cada pessoa que olha minha obra vê a si mesmo, porque busca em si as referências para interpretar. Até evito colocar muitos títulos para não limitar a percepção”, aponta. A figura humana acompanha Lina em todas as linguagens, enfatizando a máxima da artista: “Um artista coloca questionamentos no mundo e minha arte traz isso, essa pergunta. Ela chama atenção das pessoas para si mesmas. Quero que os quadros sejam como espelhos. Não quero que digam muitas coisas, mas que perguntem e as pessoas achem suas respostas”, afirma.


Foto EstĂşdio Sim

99

"Um artista coloca questionamentos no mundo e minha arte traz isso"


PERFIL Por Carla Carvalho

CRISTINA Carvalho

100

MOODlife

C

aso você seja cliente de Cristina Carvalho, saiba que todas as vezes em que a encontrou no supermercado ou em um evento, nos minutinhos de “oi” e “tchau”, ela conseguiu informações extraoficiais da sua personalidade, que nem de longe você imagina. “Costumo observar minhas clientes em outros ambientes para avaliar o corte do cabelo, se está preso, solto, penteado natural, com a franja de lado, ao meio. Anoto tudo e fico com informações a mais sobre cada uma”, confessa. Cuidar da beleza feminina é a profissão de Cristina há 20 anos. Mudar o visual das mulheres por meio dos cabelos, maquiagem, sobrancelha e tudo

que a estética possa oferecer é tanto habilidade quanto talento. “Independentemente do que vá fazer, eu já sei como minha cliente costuma usar o cabelo. Então faço algo que irá valorizar ao máximo sua aparência. Todo esse zelo que dispenso é porque prezo por um atendimento personalizado”, explica. Como em todas as profissões, existe atenção especial para alguma atuação: “A minha são as noivas, sou apaixonada por elas”, confessa. O encantamento na preparação de noivas vai além do esperado. Cristina fez curso com Alfredo Tilli, da Escola de Arte Floral de Holambra, e sabe produzir buquês de casamento. “Há muitas peculiaridades em um buquê de noiva. Já

Foto Estúdio Sim

20 anos de dedicação à beleza feminina aconteceu de, no dia de pegar o buquê, ver que não ficou do jeito que foi pedido e a noiva desabar a chorar no salão. Como sei fazer, desmonto e arrumo ali mesmo. É um momento único e eu tenho muita alegria em participar disso”, comenta. Vivendo um novo momento em sua vida, Cristina planeja realizar um sonho: “Comprar minha Harley-Davidson e me aventurar por aí”, finaliza.


LOUNGE

102

MOODlife

Por Carla Carvalho


JAMIL Paroschi "Minha inspiração vem de Deus. Se não for Ele, não faço nem uma casinha de cachorro" mas há, com certeza, momentos em que exijo atenção redobrada. Acho muito importante que exista essa distinção na rotina da minha empresa”, avalia. Por gostar da natureza, ele mantém a prática de atividades ao ar livre, como correr e andar de bicicleta, e ama pescar. O futebol também entra na agenda de Jamil, junto à musculação. Apreciador de carros e motos esportivas, afirma não ter muita disciplina para organizar viagens a passeio. “O destino, os horários e onde ficar são definidos, geralmente, de última hora. Decido, arrumo as malas e vou”, ele explica, fugindo do tradicional.

103

churrasco com os amigos. Apaixonado por desenho, o arquiteto fez pinturas dos 7 aos 15 anos e tem o costume de iniciar os projetos no croqui. “Desenvolvo à noite. Vou indo por etapas e detalhando cada área”, conta, mostrando vários registros, como os ambientes produzidos para a Casa Cor e o Morar Mais por Menos. Como chefe, Jamil preza pela descontração e flexibilidade no ambiente de trabalho, sem deixar de pontuar a importância da postura profissional. “É necessário que o funcionário tenha gosto pelo que faz, tenha prazer na profissão que executa. Por isso, cultivo a amizade de todos e um ambiente em harmonia,

Foto Estúdio Sim

Q

uando nos deparamos com obras ousadas e descoladas, é bem comum questionarmos a inspiração do autor. A resposta, mais comum ainda, é ouvir nomes consagrados, que vão da geração clássica à contemporânea. Sobre seus trabalhos, que correspondem a esse tipo de obra que foge do convencional, Jamil comenta: “Minha inspiração vem de Deus. Se não for Ele, não faço nem uma casinha de cachorro”, responde com naturalidade e fora do padrão. Tranquilo, fala de projetos pequenos com o mesmo entusiasmo dos grandes. “O compromisso é e tem de ser o mesmo. É importante ter o empenho e a dedicação nos dois casos, para que os imprevistos alterem o mínimo possível o projeto original” pontua. A rotina de viagens, na maior parte para São Paulo, Santa Catarina e interior de Mato Grosso do Sul, sempre tem espaço para o lazer com os filhos e


VOX Por Scheila Canto

Conquistado pela Cidade Morena Apaixonado pela tecnologia aplicada à estética, o cirurgiãoplástico Rafael Nunes escolheu Campo Grande para apostar na expansão de seus negócios

O

104

MOODlife

cirurgião-plástico Rafael Nunes viu o nascimento da era moderna da tecnologia do laser e acumula experiências de sucesso. À frente da rede Dr. Laser como sócio e diretor-clínico, ele pretende transformar a unidade da Capital no maior centro de referência em tecnologia estética do Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país. Na entrevista a seguir, conta sobre sua paixão pelo trabalho e o amor à primeira vista por Campo Grande Por que lhe chamam de Dr. Laser? Eu ganhei este pseudônimo no exterior e, como qualquer apelido, começou como uma brincadeira dos amigos durante as aulas que ministro. “Hoje, tem aula com o Dr. Laser” e, daí em diante, a coisa foi au-

mentando. Acabou virando um personagem, afinal, são 15 anos dedicados à tecnologia do laser. Nestes 15 anos de carreira, quais as grandes oportunidades que teve? Eu me considero um privilegiado. Tive a chance de ver o nascimento da era moderna da tecnologia do laser. São poucos aqueles que têm a oportunidade de viver e escrever a história de uma tecnologia que era promissora e, nos dias de hoje, é absolutamente consagrada. Também percorri o mundo – isso inclui todos os continentes e vários países – ministrando aulas sobre o laser. Estas oportunidades criaram diversas amizades, além de me proporcionarem a chance de mostrar ao mundo que o Brasil é um grande país também na tecnologia a serviço da medicina. Quais são os planos da empresa para a capital sul-mato-grossense? Hoje, tenho orgulho em dizer que o melhor e o mais moderno, no que se refere à tecnologia de ponta para tratamento estético dentro da rede, está em Campo Grande. O projeto para minha "morena dos olhos" é realmente grandioso e queremos, ainda, elevar esse patamar e transfor-

mar a Dr. Laser daqui no maior centro de referência em tecnologia de ponta em estética do Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país. A clínica vem sendo preparada há 12 meses para se constituir em um polo de atração e treinamento para médicos de todas as Américas e da Ásia. Por que o senhor diz que Campo Grande é a sua ‘morena dos olhos’? Quando assumi a direção da Dr. Laser, recebi de meus sócios a missão de eleger – em uma rede de 20 clínicas – a escolha do segundo centro de referência internacional em tratamentos com tecnologia de ponta no campo da estética. O primeiro é na matriz, em Belo Horizonte. Visitei todas as unidades e confesso que, ao chegar aqui, eu me apaixonei pela cidade, pelas pessoas, pelo potencial econômico e a vocação de crescimento deste Estado. Definitivamente, sou um apaixonado pela Cidade Morena.

Apaixonado pela tecnologia aplicada à estética, o cirurgiãoplástico Rafael Nunes escolheu Campo Grande para apostar na expansão de seus negócios


Como um apaixonado pela tecnologia, como você analisa o futuro da estética? Cada vez mais, o nosso paciente não deseja realizar procedimentos que exijam internação hospitalar, exames pré e pós -operatórios, e grande tempo para recuperação. Vivemos um momento de explosão dos procedimentos não invasivos. É sobre este tema que a estética vai caminhar nos próximos anos.

105

Como tem sido a adesão masculina com relação à vaidade? A cada dia recebemos mais e mais homens na clínica. Claro que a relação ainda gira em 70% de atendimento do público feminino contra 30% do público masculino. Porém, esta diferença já foi muito maior.

Foto Estúdio Sim

Seu nome é muito badalado entre as celebridades. Qual o maior desafio em cuidar da beleza dos famosos? Tratar famosos é o mesmo desafio de tratar um paciente anônimo. Claro que as necessidades podem ser bem diferentes. Muitas vezes, pessoas expostas na mídia não têm muito tempo para se recuperar de um tratamento, e é aí que somos desafiados a atender as necessidades individuais destas pessoas.


PESSOAS E NEGÓCIOS Por Lúcia Coletto*

Uma questão de escolhas E

scolher ou não escolher, eis a questão. Ao tomar de empréstimo a frase de Shakespeare em Hamlet e trocar “ser” por “escolher”, podemos abordar um tema que está sempre entre nós: nossas escolhas. Vivemos, atualmente, o momento da diversidade, da informação e da tecnologia, quando tudo acontece muito rápido; estamos sempre com a sensação de que não podemos perder tempo! Somos impulsionados a saber de tudo, frequentar muitos lugares, conviver com muita gente, porque, dessa maneira, estaremos conectados com o mundo e com todos. Com isso, vivemos de alguma forma na superficialidade, não queremos investir em uma carreira, mas aproveitar todas as oportunidades que o mercado nos oferece, que nem sempre são as melhores a médio prazo. Será que realmente estamos fazendo as nossas escolhas? Vamos pensar um pouco em como nos comportamos ao

108

MOODlife

"O que define alguém que escolhe ou acaba sendo escolhido são justamente as suas atitudes no trabalho ou na vida pessoal"

iniciar uma carreira: a escolha da profissão foi uma escolha minha, do mercado ou dos meus pais? O ambiente de trabalho que criei para mim, as horas de dedicação, a qualificação profissional e a integração com minha vida pessoal estão coerentes com o que realmente desejo? Será que consigo avaliar o que cada atitude minha gera de resultados na minha vida? Sou capaz de acordar cedo para malhar ou chegar ao escritório sem atrasos? Consigo ser mãe ou me dedicar integralmente à minha vida profissional? Podíamos ao menos pensar que é possível fazer as duas escolhas e que seremos bons o suficiente nas duas áreas também. Feliz ou infelizmente, acordamos e dormimos tendo de fazer escolhas que, de preferência, devem fazer parte do que queremos para nós. Se desejo ser líder em uma empresa, devo me lembrar de tudo o que envolve uma liderança positiva (ou negativa). Se fico confortável em ter um cargo operacional, por que pensar que somente os líderes, gerentes e diretores têm sucesso? O que define alguém que escolhe ou acaba sendo escolhido são justamente as suas atitudes no trabalho ou na vida pessoal; é aquele brilho nos olhos, é o entusiasmo

diante da vida, é viver de acordo com o que se acredita. E isso acontece independentemente da função ou do grau de sua importância, em qualquer que seja a hierarquia: deparamonos o tempo todo com secretárias, serventes, diretores e tudo o mais com brilho e sem brilho nos olhos. E, ao nos depararmos sem esse tal “brilho nos olhos”, perdemos a chance de sermos mais felizes com as oportunidades que temos ao nosso alcance. Como nada é definitivo, se amanhã resolvo mudar, posso viver também conforme a minha nova escolha e, mesmo assim, continuar a ser uma pessoa de sucesso em qualquer área. Antes de tudo, devo definir o que significa sucesso para mim. Dessa forma, consigo trilhar um caminho que me leve à realização profissional e pessoal. Essa é uma estrada subjetiva e intransferível, mas que pode ser compartilhada com a minha família e meu trabalho por meio de nossas afinidades. E, então, já pensou sobre suas escolhas no dia de hoje ou está deixando que o seu chefe ou sua família escolha por você? *Lúcia Coletto é Consultora

Organizacional Especialista em Gestão de Pessoas e Empresas. E-mail: consultoria@aghil.com.br


CASES Por Clarissa de Faria

ACESSÓRIOS

de sucesso A proprietária da Badulaque, Leni Fernandes, fala da determinação, coragem e visão de negócio na idealização da loja, que hoje possui seis unidades na Capital e está prestes a se tornar franquia

110

MOODlife

"V

islumbrei o nome e em seguida resolvi patentear, pois sempre imaginei a Badulaque uma grande rede de lojas”. É com esse teor que a empresária Leni Fernandes, à frente de outras duas marcas, a Inel Classic e Prata e Cia, conta a história do empreendimento com a Badulaque, loja de acessórios femininos que ela adquiriu em 2009 e que com apenas quatro anos, maturou muito cedo. Hoje, são seis unidades na Capital, que já passaram por diversas reformulações, de marca, organização e mobiliário para poder se tornar franquia, com previsão de inauguração em 2014. Criativa, determinada e apaixonada pelo que faz, ela se tornou empresária há 23 anos com a Prata e Cia, criada pouco tempo depois que deixou o trabalho no banco Itaú para se dedicar ao comércio de porta em porta. A primeira experiência com o produto aconteceu ainda como bancária. “Há 28 anos um cliente da agência ofereceu algumas peças para que eu pudesse vendê-las e me saí muito bem. Após esse início bem sucedido, decidi investir em um negócio próprio no ramo,” relembra.

Na época, trabalhava no varejo com o consumidor final, mas a Prata e Cia voltou-se para outro público, o atacado, como permanece até hoje. Em 2008 veio o desejo de entrar no varejo, uma aposta que hoje resulta em 80% do portfólio de vendas. A primeira loja para esse público foi a Joalheria Inel Classic, montada a partir de uma viagem de negócios a Suíça. Em 2009, uma nova oportunidade: A compra da Badulaque. “O público da loja é variado, pois nossas lojas têm estrutura, marcas e produtos para atender do público A ao público C, isso por que nosso preço é justo e somos transparentes em todos os momentos”, ressalta. Em 2013 Leni decidiu apostar em duas novidades: o e-commerce, que já está sendo implantado e no modelo de franquias, na qual está recebendo toda a consultoria do Sebrae. Há um ano a empresária apostou na revenda de grifes, que já eram comercializadas na Inel Classic, e hoje possuem um espaço diferenciado dentro da Badulaque. Na loja do Shopping Campo Grande, por exemplo, o andar de cima foi reservado para as jóias, relógios e óculos de grandes marcas. “A pedido de vários clientes resolvi


Foto Estúdio Sim

''

O PRODUTO TODO LOJISTA ADQUIRE,

mas bom atendimento, preço justo e um ambiente bonito, não"

primeiramente a Deus que sempre me deu capacidade em acreditar que tudo seria possível, ao conhecimento de formar talentos dentro da loja, a uma gestão eficiente, aos produtos de qualidade, em seguida a minha equipe, pois estou rodeada de profissionais comprometidos. Tudo isso é o que fez da Badulaque uma rede de sucesso”, garante e conclui: “Nasci para empreender”.

111

trabalhar com marcas internacionais, porém nunca fiz diferenciação entre meus clientes e os produtos, pois acredito que me destaco por essa versatilidade em atender todos os públicos em um único espaço. O produto todo lojista adquire, mas bom atendimento, preço justo e um ambiente bonito, não”, destaca. Se deparar com o crescimento próspero de uma marca e torná-la franquia é a prova viva de que a ousadia de Leni deu certo. “Agradeço


ÁGORA Cidadania, política e urbanismo. Por Dirceu Peters*

O mês em que o ‘Brasil acordou’ HÁ ANOS, vemos movimentos populares no Oriente Médio e na Europa. Minha consciência sempre perguntando: “E o Brasil?”. Eu defendia o país: “Não podemos nos esquecer das Diretas Já (1984) e dos Caras Pintadas (1992)”. A consciência retrucava: “Isso faz mais de 20 anos”. Aí, uma de minhas filhas diz “que os políticos vejam que o povo acordou e que continua lutando por um País melhor. Como é bom ter esperança de novo. Vou para a manifestação, vocês sabem no que eu acredito”. A população sai às ruas para lutar, procurando ser ouvida diante do acúmulo de situações que não concorda: aumento do transporte coletivo, corrupção, PEC 37, Estatuto do Nascituro, tentativa de eliminar a liberdade de imprensa. Reivindica, também, mais recursos para a saúde e a educação. Como os governos vão lidar com esta nova situação e como vão negociar? As manifestações estão sendo marcadas pelas redes sociais, têm diferentes lideranças e revolucionam os

112

MOODlife

"Nossos dirigentes têm de rever seu modo de governar"

EM ALTA Redes sociais continuam aumentando seu poder de comunicação. As recentes manifestações, em diferentes cidades do Brasil, mostram que essa ferramenta tem uma capacidade ainda a ser testada.

EM BAIXA A cada chuva, inúmeras árvores são quebradas ou arrancadas, causando prejuízos à população, pois atingem carros e prédios, danificando-os. Estudos realizados mostram que cerca de 20 mil árvores estão condenadas na Capital.

MAS POR QUE ÁGORA? Era a praça principal da Cidade-Estado na Grécia, em que o cidadão convive com outro, compra nas feiras, discute política e participa dos tribunais populares. Era o espaço público da cultura e da vida social dos gregos. Era o espaço da cidadania.

costumes. Não é privilégio do jovem, da criança, do adulto, do idoso. Todos participam. Os marqueteiros aprenderam a fazer campanhas políticas pelas redes sociais, agora, os políticos vão ter de aprender a ouvir, nas redes sociais, o que a população tem a dizer. Nossos dirigentes têm de rever seu modo de governar. Aí, minha outra filha diz que “também precisamos mudar nosso comportamento, não jogar lixo nas ruas, não parar nas vagas reservadas, não furar as filas, não subornar o guarda, pois isso é corrupção”. Encerro com a frase do hino nacional, um dos slogans das manifestações, e digo com muito orgulho: “Verás que um filho teu não foge à luta”.

*Dirceu Peters, arquiteto e urbanista, presidente do IAB-MS e entusiasta das causas político-sociais.


BASTIDORES Por Walter Gonçalves

DILMA EM DOIS TEMPOS Durante as manifestações populares que sacudiram o país afora, a presidente Dilma Rousseff teve dois momentos: quando a temperatura do movimento “Vem pra rua” estava nas alturas, a mandatária fez um discurso em rede nacional em que, aparentando estar acuada pelas vozes ruidosas das ruas, apenas declamou um texto previamente preparado e mal articulado. Reflexo disso, foi que o movimento, que até então não era contra o governo dela, passou a mirar a administração federal, e os primeiros gritos de “Fora Dilma", começaram a aparecer nas manifestações

que se seguiram ao discurso. Para alguns analistas, Dilma, naquela oportunidade, perdera a chance de ficar calada. Já no pronunciamento que realizou durante o encontro com governadores e prefeitos das capitais, no dia 24 de junho, em Brasília, em que apresentou cinco pactos para reformas, entre eles a de realização de um plebiscito popular para consultar a nação para fazer a reforma política, há muito tempo desejada, a presidente foi firme, se comportou como estadista e uma verdadeira líder. Ventos novos começam a soprar nesta terra cujos filhos não dormem em berço esplêndido.

FARPAS DE AÉCIO NEVES

114

MOODlife

O presidente nacional do PSDB e virtual candidato à Presidência da República em 2014, senador Aécio Neves (MG), criticou o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff, (do dia 21 de junho), em cadeia nacional de rádio e TV. Segundo Aécio, a presidente perdeu uma oportunidade única de se conectar com a população ao

não reconhecer erros. O senador afirmou que, ao contrário do que a presidente disse, os investimentos em saúde no Brasil diminuíram nos últimos dez anos. Ele criticou ainda as desonerações que o governo fez no setor de transportes que, segundo o senador, foram "para atender lógicas e interesses específicos".

povo UNIDO Uma das reformas mais aguardadas, a Política, vai ser pauta principal nos meios políticos e na sociedade nos próximos meses. A proposta da presidente Dilma Rousseff de realização de um plebiscito para consultar a população sobre uma ampla reforma política, deverá mobilizar todos os segmentos do País em torno dessa discussão. Quando a sociedade pressiona, o trem anda.

"Dilma escolheu fazer um discurso que reproduz o tradicional jeitinho de fazer política no Brasil: empurrando os problemas para debaixo do tapete, fingindo que não tem nada a ver com o que está acontecendo, que é tudo responsabilidade dos outros, que só não fez melhor porque não foi permitido" Senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB e virtual candidato a sucessão de Dilma Rousseff


PIZZA NO CALOTE A CPI do Calote da Câmara de Campo Grande, instalada para investigar o não pagamento dos fornecedores do município pela prefeitura, tem cheiro, gosto e cor de que vai acabar em pizza. O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, vereador Paulo Siufi (PMDB), já disse que não pretende pedir a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), e sim dar uma satisfação à sociedade. O Legislativo municipal deve ter outros mecanismos para obrigar a prefeitura a prestar informações. A criação de uma CPI é assunto sério, não pode ser banalizada.

A voz das ruas não é mais rouca. Pelo contrário, é estridente e de altíssimos decibéis. Foi o que mostraram as manifestações País afora. Tomara que os ouvidos sempre moucos de certos políticos tenham recebido a mensagem ruidosa de quem está até às tampas com o mar de corrupção, e desengavetem depressa as reformas que a nação há muito reivindica.

ESCAFEDERAM Coincidência ou não, a classe política de Mato Grosso do Sul desapareceu de vista desde o levante das ruas de todo o País, e em especial de Campo Grande. Muitos, dizem, cancelaram compromissos "inadiáveis" em busca do conforto e da segurança dos respectivos lares para evitar confrontos com a juventude ávida por mudanças na política e todos os setores que lhes dizem respeito.

115

recadoDAS RUAS


ATITUDE Por Cidiana Pellegrin e Clarissa de Faria

Marquinhos Trad

O deputado fala de ações e projetos voltados ao público consumidor

M

116

MOODlife

esmo com sobrenome tradicional na política do Estado, Marquinhos Trad integra uma nova geração de parlamentares, com postura e ideias independentes de seus pares. Ganhou alta projeção como relator da CPI da Enersul, em que conquistou a devolução proporcional do que a concessionária de energia cobrou indevidamente dos clientes nos últimos anos. Voltando seu olhar a projetos que defendam os direitos do consumidor, o advogado conta a seguir sobre as propostas de fomento ao turismo local, da condição de parcelamento de débitos com o Detran, sua atual relação com o governador, além de opinar sobre a administração da Capital.

Atualmente, seus trabalhos estão mais voltados para o consumidor? Sim. Quando um direito é afrontado, começam a surgir leis para protegê-lo. Mas o consumidor ainda não tem conhecimento da quantidade de ferramentas que possui para exercer o seu direito, e pensa cumprir apenas seus deveres. Você mostrou que é possível fazer diferente com a implantação da CPI da Enersul. O que te levou a enfrentar essa questão? O clamor popular, pois a energia elétrica do Estado passou a ser um item de desconforto e preocupação, chegando inclusive, a consumir quase 20% do salário mínimo em 2007. Comecei a estudar e me indignei com determinados impostos diante de uma realidade absolutamente distante do que eles cobravam do cidadão. A conquista foi a devolução de quase 25% ao longo de seis anos? Sim. A primeira vitória foi estancar o aumento que vinha se acelerando. Chegou a ter

ano - 2003 e 2004 - em que nossa energia elétrica subiu 50%, tornando-se a tarifa mais cara do Brasil. Em 2007, nós pagávamos R$ 0,43 o quilowatt/ hora. Seis anos depois, o valor é de R$ 0,32. Agora me diga, o que baixou em seis anos, se não a nossa tarifa? Você tem planos de fazer essa mesma análise com as demais concessionárias? Em 2009, tentei questionar a Águas Guariroba, mas a Constituição Federal me impede, por ser de competência privativa municipal. Porém, por se tratar de uma empresa que presta serviço público, devemos fiscalizar e monitorar para buscarmos a modicidade tarifária. Falando em serviços de concessionárias, você foi autor de uma lei que não permite ao consumidor ser negativado por inadimplência do pagamento de água, luz e telefone. Isso mesmo. Se você deixou de pagar esses serviços, você já é punido com a suspensão do fornecimento. As empresas queriam penalizar também


117

Foto EstĂşdio Sim


ATITUDE Por Cidiana Pellegrin e Clarissa de Faria

com a inscrição do usuário nos serviços de proteção ao crédito. Como legislador, via dois fatos preocupantes: duplicidade de punição e a inexistência de cláusula contratual que rezava essa negativação. Entendo também que a penalidade transcendia a esfera estadual, e ganhamos no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. A Enersul recorreu ao STF e a lei está suspensa temporariamente.

118

MOODlife

Fomentar o turismo local também está entre suas pautas? Queremos que o sul-matogrossense conheça as belezas naturais de seu próprio Estado. Por isso, criei um projeto que permitirá ao cidadão local ter 50% em todos os passeios de área pública e na rede hoteleira em baixa temporada. A ideia ainda está em discussão.

''

Você também tem projetos que acabaram copiados por outros estados, certo? A questão da proibição do depósito prévio para atendimento de urgência virou legislação federal em 2010, baseada na lei que eu levantei.

Utilizei o fundamento de que há um desequilíbrio entre o contratante e o contratado no momento da exigência do depósito prévio, já que a situação psicológica da pessoa está afetada. Outro projeto inovador é de ter um cartório dentro da maternidade. Seu projeto que permite o parcelamento de débitos com o Detran foi aprovado recentemente entre os deputados. Quais são as vantagens, se o governador sancioná-lo integralmente? O condutor poderá parcelar sua dívida com o Detran em até 10 vezes, e o desconto para pagamento à vista do IPVA passará de 10% para 15%. Para quem optar pela divisão, o projeto amplia o número de parcelas de três para cinco. Isso vai aumentar a arrecadação do Estado e facilitar a vida do consumidor. Nos bastidores, você soube que o governador era contra, e isso não é a primeira vez que acontece. Como você avalia sua relação atual com o governo? De respeito, mas sem

A POLÍTICA NUNCA DEVE TRAZER O PÃO PARA O MANDATÁRIO, ela pode trazer glórias,

mas nunca o pão"

subserviência. Reconheço-o como autoridade máxima do meu Estado, mas tenho agido com independência e equilíbrio. Como você avalia a administração do Bernal? Não sou favorável a qualquer afastamento ou impeachment. Creio que ele tenha problemas, até porque chegou ao cargo mais alto da Capital sem experiência de gestão. Hoje, o Bernal se isolou, o que gera consequências ruins para ele e para a cidade. Eu torço para que consiga fazer uma administração tão boa quanto a dos outros prefeitos. O sonho de ser prefeito ou governador ainda permanece? Sim. Deus tem um propósito na vida de todos os seus filhos. Se essa for a vontade dele, farei de tudo para alegrá-lo. Seu pai foi uma figura importante da política. O que ele te deixou como ensinamento? Ele deixou ensinamentos fortes, sempre me auxiliou no aspecto moral, criou a gente com princípios. Ele sempre falava: “ganhar a eleição não é o mais difícil; difícil é superar o desafio do mandato para não entrar num sistema”. A política nunca deve trazer o pão para o mandatário, ela pode trazer glórias, mas nunca o pão.


ETIQUETA Por Adriana Estivalet*

Cuide bem da sua cidade

120

MOODlife

Ouço

a maioria das pessoas dizer que a cidade em que mora poderia ser mais bela, limpa e segura. Todos nós gostamos de lugares bem tratados, com visual bonito, limpos, enfim, agradáveis. Mas a questão é: o que você faz para melhorar a sua cidade? Bons costumes e educação não se aplicam somente a pessoas, mas ao lugar em que se vive também. Hábitos como não jogar lixo na rua e usar efetivamente as lixeiras, manter "Devemos sempre sua calçada e cobrar atenção das terreno limpos, autoridades, mas e recolher os há a nossa parte no resíduos do seu cachorro trabalho para um quando resultado duradouro." passeia são algumas ações eficazes para manter a cidade limpa. Percebo que muitas pessoas ainda não se conscientizaram de ter uma atitude sustentável. Vejo muitos terrenos pela cidade cheios de entulho como móveis, roupas, louças, aparelhos de todo tipo, muitas coisas que poderiam ser doadas para que fossem reaproveitadas, ou seja, recicladas. E com essa atitude ainda acabam poluindo mais a cidade. Há outras ações que

contribuem para o lugar que vivemos tornar-se mais agradável. O convívio com as pessoas com mais gentileza torna tudo melhor. Mas, para isso, fazem-se necessárias atitudes como um simples cumprimento no dia a dia, respeito com o espaço alheio, não abusar das regras e se achar “o esperto” porque as burlou. Usar as palavras mágicas “Bom dia”, “por favor”, “obrigado”, “com licença”, “por gentileza”, “posso ajudar?” faz bem a quem ouve e a você também. O comportamento no trânsito faz toda diferença no convívio da cidade. Atitudes como estacionar em vaga de deficientes ou idosos sem o ser, entrar naquela vaga em que era perceptível que outra pessoa estava aguardando para usar, xingar e buzinar demais são alguns dos comportamentos que também tornam o lugar em que se vive péssimo. Levantar-se e ceder lugar a um idoso, gestante ou a uma pessoa que esteja carregando algum tipo de peso é uma atitude respeitosa e humana. Plante, cuide do verde que te rodeia, cidades arborizadas são as mais lindas e agradáveis. A educação dos pequenos fará toda diferença no futuro.

Educá-los com consciência de coletividade e civilidade é imprescindível para que a nova geração viva em um lugar muito melhor. Devemos sempre cobrar atenção das autoridades, mas há a nossa parte no trabalho para um resultado duradouro. Engajar-se em mutirões e ações governamentais ou não pode ser de grande contribuição para o lugar em que vivemos. Cuide da sua cidade como se fosse a sua casa, no sentido mais amplo. Uma cidade se faz com pessoas dispostas a participar e a fazer alguma diferença.

*Adriana Estivalet é consultora pessoal e corporativa em Estilo e Imagem E-mail: contato@adrianaestivalet.com.br


Um começo perfeito para um final feliz.

CASAMENTOS – FORMATURAS – ANIVERSÁRIOS BATIZADOS – EVENTOS CORPORATIVOS – FESTAS TEMÁTICAS

Exclusiva, charmosa e contemporânea. A Estância Havaí foi idealizada para realizar sonhos. Com paisagens exuberantes e ambientes magníficos, toda a estrutura física foi planejada para tornar sua festa inesquecível. Proporcionar todas as condições para que seu evento seja um sucesso, com transparência e seriedade, este é o compromisso da Estância Havaí.

Fale com a gente e agende uma visita. Rodovia CG 040 Km 3 (Estrada do Inferninho) Campo Grande - MS • Fone: (67) 3365-6424 www.estanciahavai.com.br


EVENTOS Fotos Marcos Vollkopf

1

2

3

Bodas de Prata de Solange e Roneu Brum Dia 29 de maio, aconteceu uma das festas mais bonitas de Campo Grande: as Bodas de Prata de Solange e Roneu Brum. Foram 250 convidados, entre familiares e amigos, que, de uma forma e de outra, fazem parte da história do casal. A cerimônia religiosa, assim como a festa, aconteceu no luxuoso Loft Garden. A decoração foi feita pela dupla Furquim e Scalise, e recebeu adereços charmosos, como o bolo - desenhado pelo arquiteto - que levou noivinhos em cristal, além de outros adereços importados, como as embalagens da mesa de doces. Além de luxuosa, a noite foi marcada por declarações de amor, alegria e muita diversão.

5

122

MOODlife

4

1 O casal com a filha Helenita, Simone (irmã da noiva), Jorge (cunhado) e sobrinhos. 2 Roneu e Solange com Helena e Nelson Valcanaia, pais da noiva. 3 O casal Ada e Marcos Lima. 4 O genro Ricardo Feri com a neta Anita e os filhos Helenita e Nelsinho Brum levam as alianças para serem abençoadas. 5 O casal com irmãos e sobrinhos do noivo.


124

MOODlife


125


126

MOODlife


127


128

MOODlife


ASTRAL Por Teca Silva*

Astrologia não é bruxaria

130

MOODlife

Ser

astróloga é, no mínimo, uma profissão diferente. Muitas pessoas perguntam, têm dúvidas e, quase sempre por falta de conhecimento, atribuem misticismos e prévios conceitos à prática. A astrologia é uma ciência, pois envolve muito estudo, e é também uma arte, pois interpretar e decodificar o céu envolve muita sensibilidade e compreensão. Infelizmente, muitos têm uma ideia errônea da astrologia, baseiam-se em "É da natureza humana horóscopos de tentar compreender folhetins, feitos apenas para os seus próprios entretenimento. Astrologia não movimentos, assim envolve religião surgiu essa arte também, e ciência." não há qualquer fundamento neste sentido, pois o céu está aí em cima de nós, os planetas também, as estrelas e tudo isso não podem ser negados. Desde os primórdios da civilização humana, há registros desta técnica. Antigamente, o homem se orientava pelo céu, ele entendia que a natureza era só uma e o que estava em cima estava em baixo, portanto, a astrologia é um estudo que compara fenômenos celestes com os terrestres. Simples

assim, não há feitiços. É da natureza humana tentar compreender os seus próprios movimentos, assim surgiu essa arte e ciência. O homem sempre buscou uma resposta para tudo o que envolve sua permanência neste planeta. Antigamente, os navegadores se baseavam no movimento das estrelas para acharem seus destinos. E é isso que a astrologia mostra, o seu tempo, seu caminhar e sua rota aqui na Terra. Astrologia e astronomia são coisas parecidas, mas não são iguais. O céu é o mesmo, porém, a astronomia estuda o céu e seus fenômenos do ponto de vista físico. A astrologia estuda os fenômenos celestes para correlacionar com o que acontece aqui na Terra. A Terra faz parte do sistema solar, então, o homem não pode ser separado. Fazemos parte desta linguagem cósmica. O primeiro mapa astral tem data de 8.000 anos a. C., ou seja, é muito antigo. Na Idade Média, todo rei tinha um astrólogo para se orientar, aliás, naquela época, era uma profissão extremamente valorizada. Os tempos foram passando e a astrologia ficou restrita somente a uma elite intelectual, e foi depois de muitas revoluções

que pôde novamente ser divulgada ao público. Ser astrólogo é uma profissão, é lidar com vidas, com anseios, com alma, é necessário ter muito estudo, conhecimento e sensibilidade. Não coloque adjetivos, não fale que é do “diabo”, não tenha pré-conceitos sem antes saber da sua extrema riqueza. A única função da astrologia é orientação, e nada melhor do que o céu, que é nossa maior certeza de que Deus existe. Somos apenas intérpretes dele. *Teca Silva é astróloga e taróloga. Twitter: Teca_Astro Facebook: facebook.com/Tecaemaju E-mail: tecaemaju@hotmail.com



Mood Life 33