Page 1

Monte, Desenvolvimento Alentejo Central – ACE

gu i a d e a p o i o p a r a a procura de emprego


Ficha Técnica

O Guia de Recursos para a Procura de Emprego surge no âmbito do ParticipAR – Inovação para a Inclusão em Arraiolos. Este projecto enquadra-se no Programa para a Inclusão e Desenvolvimento (PROGRIDE) em execução pelo Monte – ACE, cofinanciado pelo Instituto da Segurança Social, I.P. através da medida I do "PROGRIDE", a decorrer entre Agosto de 2005 e Junho de 2009.

Título Guia de Apoio na Procura de Emprego

Autoria Monte, Desenvolvimento Alentejo Central – A.C.E.

Coordenação Geral Marta Alter

Equipa Técnica Ana Paula Varela João Antunes José Neves

Revisão Inácia Lopes Rebocho Paula Santos

Design Gráfico José Neves


Índice Introdução................................................................................................3 Plano de Acção ..........................................................................................4 Anúncios de Emprego ..................................................................................5 Candidatura Espontânea...............................................................................6 Carta de Apresentação.................................................................................7 O que é uma Carta de Apresentação...............................................................7 Caracteristicas de uma Carta de Apresentação ..................................................7 Instruções para utilização do Curriculum Vitae ...................................................9 Instruções para uma correcta elaboração do CV .................................................9 Europass Instruções pormenorizadas para utilização do CV Europass ...................... 11 Como redigir o seu CurriculumVitae Europass? ................................................. 11 A Entrevista ............................................................................................ 14 Preparação para a entrevista ..................................................................... 14 Entrevista e Imagem pessoal ...................................................................... 14 Aspectos da Imagem a cuidarem ................................................................. 14 Durante a entrevista ............................................................................... 14 Após a entrevista ................................................................................... 15 Passaporte de Línguas Europass ................................................................... 16 Instruções Pormonerizadas para o preenchimento do Passaporte de Linguas Europass (Recomendações Gerais)........................................................................... 17 Webgrafia .............................................................................................. 22 Fontes ................................................................................................... 23

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

2<


Introdução Desde a sua criação (aproximadamente 12 anos), o Monte tem vindo a desenvolver a sua actividade junto das comunidades rurais da região Alentejo Central, com vista a contribuir para o seu desenvolvimento e crescimentos.

Tendo por base a sua experiência de trabalho e o principio de minimizar as desigualdades e constrangimentos que influenciam negativamente as zonas rurais e as suas populações, o Monte propõe-se desenvolver um conjunto de instrumentos práticos que apoiem as populações, que se encontrem mais afastadas dos centros urbanos, a tomar decisões e a agarrar oportunidades com vista à sua integração social e profissional. Neste contexto surge a criação do Guia de Apoio para a Procura de Emprego. Este manual destina-se às populações das comunidades rurais. Resulta de uma aprofundada pesquisa de documentos e sites institucionais. Traduz de uma forma resumida e clara, passo-a-passo, a forma mais correcta para procurar emprego. Iremos ver os documentos necessários para esse efeito, como os elaborar, que cuidados e postura correcta a adoptar durante as entrevistas de emprego. Utiliza-se uma linguagem simples e são disponibilizados exemplos práticos para cada uma das fases mais comuns durante a procura de emprego.

De assinalar ainda neste manual, por considerarmos tratar-se de uma informação de interesse crescente para a população, a inclusão de informações destinadas a um público mais específico, com potencial interesse em procurar emprego no estrangeiro.

No final, o manual disponibiliza uma listagem de endereços electrónicos que serviram como fonte para a criação do Guia de Apoio para a Procura de Emprego e que permitirão ao utilizador aprofundar toda a informação apresentada ao longo do guia.

Boa sorte!

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

3<


Plano de Acção O primeiro passo é informar-se no mercado de emprego.

Organização:

a. A informação é o trunfo do jogo da “Caça ao Emprego”; b. Leia diariamente os anúncios de emprego publicados nos jornais e seleccione os que lhe interessarem;

c. Consulte e seleccione as ofertas disponíveis nas Agências para a Qualificação e Emprego ex. – Centros de Emprego e nas Agências Privadas;

d. Consulte e seleccione os anúncios afixados em painéis nas Juntas de Freguesia, nos Hipermercados, Supermercados ou em outros locais públicos;

e. Contacte familiares, amigos e conhecidos para obter informações sobre outras oportunidades de emprego;

f. Observe quais os requisitos mais exigidos pelos empregadores. Faça uma lista das actividades nas quais há mais emprego,

g. Anote as empresas ou entidades ligadas a essas áreas de actividade os respectivos endereços, consultando por exemplo; > Agência para Qualificação e Emprego > As Páginas Amarelas

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

4<


Anúncios de Emprego Uma outra forma de procurar emprego, é através da consulta de anúncios de emprego, quer nos jornais, quer via Internet. Desta forma pode ficar a conhecer as necessidades das empresas

no

recrutamento

dos

trabalhadores,

possibilitando

deste

modo,

uma

candidatura.

Geralmente um anúncio de emprego contem várias informações, é preciso estar atento. Pode encontrar informações relativas a; •

Empresa – nome, nacionalidade, localização, sector de actividade, perspectivas de expansão no mercado, tipo de produtos, volume de negócios;

Posto de trabalho – título, funções a exercer, local, possibilidade de promoção na carreira, nível de responsabilidade, deslocações, regalias sociais e remunerações;

Exigências de Candidatura – nível de formação, experiência profissional, estágios, conhecimentos no domínio da informática e línguas, por exemplo carta de condução, capacidade de comunicação oral e escrita, idade e disponibilidade;

Poderão ainda ser referidas outras exigências tais como; capacidade de adaptação, de liderança, de iniciativa e sentido de responsabilidade...

Aprenda a interpretar os anúncios de emprego e não se deixe impressionar, pois é quase impossível alguém preencher todos os requisitos.

Poderá você mesmo oferecer a sua prestação de serviços às empresas. Para elaborar o próprio anúncio não se esqueça: O anúncio, como oferta de serviço, deve ser compreensível, conciso, objectivo, e fundamentalmente apelativo.

Para que a sua mensagem chegue a empresa à qual pretende, deve escolher o jornal ideal para a publicação para que o anúncio surta efeito. Enfermeira Oferece-se para cuidados de enfermagem ao domicílio. Dão-se referências Tel.: (266) …….

g

Gestor Todos os ramos de actividade. Com experiência em Direcção de Recursos Humanos Tel.: (266) ………das 12h às 17h

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

5<


Candidatura Espontânea

A Candidatura Espontânea é uma forma de se dar a conhecer, fazer uma promoção pessoal, oferecendo os seus serviços de modo a despertar na entidade empregadora a vontade de o conhecer e convidar para uma entrevista.

Para se tornar eficaz, a carta deve ser manuscrita em papel branco tamanho A4, concisa, com frases curtas e claras, sem rasuras. Nas grandes empresas deve ser dirigida ao director dos Recursos Humanos; nas empresas de recrutamento e recursos humanos, ao director da empresa.

A carta propriamente dita deve desenvolver três ideias principais, a cada uma das quais deverá corresponder um parágrafo: •

Introdução - Neste parágrafo deve fazer se referência à razão da candidatura, e referir o que pretende com a candidatura;

Desenvolvimento - Demonstrar em que medida a sua formação e experiência poderão ser úteis, relacionando-os com o que sabe sobre a actividade na empresa;

Conclusão Procure convencer o empregador a conceder lhe uma entrevista.

Miguel Alves da Cunha Rua 31 de Janeiro, nº 8 9500- 360 Ponta Delgada Ponta Delgada, 8 de Outubro de 2005 Exmo. Senhor Presidente Tenho acompanhado com o maior interesse as actividades desenvolvidas pelo pelouro da Cultura dessa Câmara. Sou licenciado em História de Arte, área que penso poder ser dinamizada por esse pelouro dada a riqueza arquitectónica desta região. Durante as minhas férias, enquanto estudante, participei em diversas iniciativas ligadas à arqueologia e à recuperação do património. Na esperança de poder aprofundar as minhas perspectivas neste domínio, aguardo a oportunidade de prestar mais informações numa próxima entrevista. Com os melhores cumprimentos, subscrevo me com a máxima consideração

Atentamente _____________________ Miguel Cunha

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

6<


Carta de Apresentação

O que é uma Carta de Apresentação As cartas de apresentação devem ser utilizadas sempre que um currículo for enviado, qualquer que seja a situação, posto a que candidata ou empresa.

Tem basicamente três objectivos:

1. Apresentar a candidatura; 2. Informar do envio do currículo; 3. Pedir a realização de uma entrevista.

Características de uma Carta de Apresentação Em relação às suas características, as cartas de apresentação devem ser: •

Breve - dois ou três parágrafos são suficientes para apresentar o assunto;

Formal - o candidato deve dirigir se ao potencial empregador obedecendo às formalidades da sua posição, recorrendo às fórmulas de tratamento, apresentação e despedida de forma adequada;

Correctas - os erros gramaticais e ortográficos devem ser sempre evitados sob pena de a candidatura ficar invalidada.

Quando se elabora uma carta de apresentação, é necessário TER em conta a necessidade de colocar os seguintes elementos, nas secções apropriadas:

1. Identificação do candidato: > Nome > Morada > Telefone > Ainda, outros pormenores que deseje

2. Identificação do anúncio: > A que responde; > Respectiva referência, se for caso disso.

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

7<


3. Título do posto de trabalho a que se candidata e da empresa onde se situa, se isso foi referido no anúncio.

4. Referência ao envio do currículo em anexo, geralmente no final da carta.

Exemplo da uma carta de apresentação

Anabela Marques Av. 1º de Maio, nº 14 9500-560 Ponta Delgada

Exmo. Senhor Director dos Recursos Humanos Da Santos, AS Rua da Alegria, nº7 9500-560 Ponta Delgada Exmo.(a) Senhor(a), Gostaria de apresentar a minha candidatura para o cargo de assessora de produção que a vossa empresa anunciou na edição de 15 de Maio no "Diário dos Açores". Junto envio em anexo o meu currículo que apresenta, em pormenor, a minha formação escolar, bem como a experiência prática adquirida durante os estágios que efectuei. Contudo, gostaria de aprofundar melhor as razões da minha candidatura numa possível entrevista. Na expectativa de um próximo contacto, subscrevo me com os melhores cumprimentos.

________________________ Anabela Marques

Anexo: Curriculum Vitae

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

8<


Instruções para utilização do Curriculum Vitae

A redacção do Curriculum Vitae (CV) é uma etapa importante na procura de um emprego ou formação. O CV é, na maior parte dos casos, o primeiro contacto com um futuro empregador, por essa razão, deve ser feito de modo a captar a sua atenção desde o primeiro instante e a permitir obter uma entrevista.

Atenção: Normalmente para efectuar uma primeira selecção dos candidatos, os empregadores, despendem menos de um minuto com a análise de um CV. Mostre-se convincente desde o início para não perder a oportunidade.

Instruções para uma correcta elaboração do CV Leia atentamente as informações que se seguem antes de preencher o modelo de CV que lhe é proposto.

1. Redija o seu CV num estilo cuidado Apresente as suas habilitações e aptidões de forma clara e lógica para valorizar os seus pontos fortes. Nenhum aspecto de forma nem de fundo deve ser negligenciado; como é evidente, são de evitar erros ortográficos e de pontuação.

2. Concentre-se no essencial Um CV deve ser breve: na maioria das vezes, duas páginas são suficientes para valorizar o seu perfil.

3. Adapte o seu CV em função do posto a que se candidata Releia atentamente o seu CV antes de o enviar a um empregador, verificando se corresponde ao perfil pretendido; realce os elementos susceptíveis de valorizar a sua candidatura.

4. Respeite a estrutura do modelo O CV permite-lhe apresentar as suas habilitações, aptidões e competências de maneira lógica:

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

9<


> Informações pessoais; > Descrição da experiência profissional; > Descrição da formação académica e profissional (que pode colocar antes da rubrica «Experiência profissional», caso esta seja limitada; para inverter a ordem das rubricas, utilize a função "copiar/colar" do tratamento de texto); > Inventário pormenorizado das suas aptidões e competências pessoais adquiridas ao longo do percurso de formação, da carreira profissional ou ao longo da vida. Nota: > Imprima o seu CV em papel branco; > Mantenha o tipo de letra e a paginação propostos; > Evite escrever frases inteiras em caracteres sublinhados, em maiúsculas ou a negrito, que dificultam a leitura do documento.

5. Seja claro e conciso A leitura do CV deve permitir ao entrevistador conhecer o seu perfil em apenas alguns segundos. Por conseguinte: > Utilize frases curtas; > Concentre-se nos elementos pertinentes da sua formação e experiência profissional.

6. Dê a ler o seu CV Releia atentamente o seu CV depois de preenchido, de forma a eliminar eventuais erros ortográficos e a certificar-se de que está formulado de forma clara e lógica.

Dê a ler o seu CV a uma terceira pessoa para se certificar de que o seu conteúdo é claro e de fácil compreensão.

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

10<


Europass Instruções pormenorizadas para utilização do CV Europass http://europass.cedefop.eu.int

Seguidamente apresentamos algumas dicas essenciais para o correcto preenchimento do CV Europass. Este modelo é utilizado em todos os países da Comunidade Europeia, foi a solução encontrada para a normalização na estrutura dos CV's, contendo toda a informação necessária para que o empregador possa ter uma boa noção das suas letra utilizado competências e formação. Este Modelo é muito importante, pois actualmente a grande maioria dos empregadores solicita a apresentação do seu CV neste formato.

Como redigir o seu Curriculum Vitae Europass? (a) Utilizar a interface proposto no sítio web Europass (http://europass.cedefop.eu.int). O seu CV poderá então ser guardado num directório à sua escolha; (b) Carregar o modelo numa língua à sua escolha e a partir do mesmo sítio web, guardando-o no disco rígido do seu computador. Poderá então prosseguir com o preenchimento das várias rubricas, inscrevendo os seus dados pessoais na coluna da direita (consulte os exemplos de CV fornecidos em http://europass.cedefop.eu.int) Preencha as diferentes rubricas de acordo com as instruções abaixo fornecidas Atenção: > Não altere a coluna da esquerda; > Respeite a paginação do modelo, bem com o tipo de letra

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

11<


Exemplo de modelo Curriculum Vitae Europass

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

12<


g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

13<


A Entrevista

Preparação para a entrevista •

É importante organizar toda a documentação que possa vir a ser necessária: diplomas ou certificados de cursos, estágios e experiência profissional, cartas de recomendação, documentos pessoais de identificação...;

Verificar e confirmar a data, hora e local da entrevista;

Estar preparado para ser entrevistado por mais de uma pessoa ou para mais do que uma entrevista. Outras etapas são os testes psicotécnicos ou os de personalidade são por vezes muito frequentes.

Entrevista e Imagem pessoal Um candidato com boa aparência é geralmente mais confiante, transmitindo tal sentimento aos responsáveis pela selecção.

Aspectos da Imagem a cuidarem > Manter o cabelo limpo e com um estilo apropriado; > Os homens deverão ter a barba feita ou bem aparada; > Evitar dentes sujos ou mau hálito; > Ter as mãos e as unhas sempre limpas; > Utilizar uma roupa limpa, sóbria e bem engomada; > Uma postura correcta, estando de pé ou sentado. Durante a entrevista > Ser pontual; > Cumprimentar o entrevistador; > Sentar se só quando for convidado para isso e ao fazê-lo manter uma postura correcta; > Responder sem hesitação às perguntas e focar a atenção nos pontos que considera mais importantes; > Ser franco e directo, utilizar uma linguagem cuidada, mas não artificial; > Saber dialogar; > Não mascar pastilha elástica; > No final da entrevista, agradecer ao entrevistador a oportunidade que lhe foi dada.

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

14<


Após a entrevista

Não é comum o empregador admitir o candidato de imediato. No entanto se passar algum tempo sem receber nenhuma resposta, é importante contactar de novo a empresa e solicitar uma resposta.

No caso de uma resposta positiva, o candidato deverá perguntar quando deverá apresentar se na empresa.

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

15<


Passaporte de Línguas Europass http://europass.cedefop.eu.int

O Passaporte de Línguas Europass é um documento onde as suas competências linguísticas são registadas pormenorizadamente. É um complemento do CV Europass.

Desenvolvido pelo Conselho da Europa, é um dos três elementos constituintes do Portfólio Europeu de Línguas (consulte o site www.coe.int/portfolio), o qual lhe permite descrever e ilustrar as suas experiências e competências mais em pormenor. O Passaporte de Línguas funciona como um inventário do conjunto das suas competências linguísticas, especificando a sua profundidade e nível. Nele se incluem também as suas competências parciais numa língua, como, por exemplo, ser capaz de ler facilmente determinado idioma, mas nem por isso ser capaz de o falar de um modo fluente. O passaporte recenseia as competências adquiridas tanto de maneira formal como informal (ou seja, fora do percurso educativo). As suas diferentes competências poderão ser apresentadas de uma forma clara e passível de comparação em termos internacionais, graças aos níveis estabelecidos pelo Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (http://europass.cedefop.europa.eu).

Advertência: Poderá obter o seu Passaporte de Línguas de duas maneiras: (a) Preencher o modelo disponível no site http://europass.cedefop.eu.int, após o que receberá o seu passaporte por correio electrónico; ou (b) Descarregar o modelo (em formato Microsoft Word ou rtf), bem como as instruções, guardando-os no seu disco rígido, após o que introduzirá os seus dados pessoais. Necessita de ajuda? Consulte diversos exemplos de passaportes no site http://europass.cedefop.eu.int.

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

16<


Instruções Pormenorizadas para o preenchimento do Passaporte de Línguas Europass (Recomendações Gerais)

Antes de começar a preencher o seu Passaporte de Línguas, reveja alguns princípios importantes:

1. Respeite a estrutura do modelo O Passaporte de Línguas permite-lhe apresentar as suas competências e qualificações linguísticas de forma lógica. Dele constam: > Informação pessoal; > Para cada língua: (a) Descrição das suas competências com base na autoavaliação; (b) Enumeração de certificado (s) ou diploma (s); (c) descrição da (s) sua (s) experiência (s) em termos de língua e cultura. Notas: > Imprima o seu Passaporte de Línguas em papel branco; > Mantenha o tipo de letra e a paginação propostos; > Evite escrever frases inteiras em caracteres em maiúsculas ou a negrito, que dificultam a leitura do documento; > Não altere os títulos das rubricas da coluna da esquerda; > Elimine todas as rubricas não preenchidas.

2. Seja claro e conciso O ideal será que bastem alguns segundos para o leitor do seu Passaporte formar uma opinião acerca do seu perfil. Por conseguinte: > Seja conciso; > Concentre-se nos elementos pertinentes da sua formação e experiência. Seja realista ao proceder à sua autoavaliação. Se sobrestimar o seu nível, corre o risco de lançar sobre si o descrédito durante uma entrevista ou um período experimental.

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

17<


3. Verifique o seu Passaporte de Línguas depois de o preencher Releia atentamente o seu passaporte depois de preenchido, de forma a eliminar eventuais erros ortográficos e a certificar-se de que está formulado de forma clara e lógica.

Dê-o a ler a uma terceira pessoa para se certificar de que o seu conteúdo é claro e compreensível.

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

18<


Exemplo de modelo do Passaporte de LĂ­nguas Europass

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

19<


Europass Mobilidade – Suplemento ao Diploma http://europass.cedefop.europa.eu

O que é o Suplemento ao Diploma? O Europass – Suplemento ao Diploma é emitido em nome dos titulares de diplomas do ensino superior, juntamente com o seu certificado ou diploma de licenciatura. Este suplemento contribui para uma melhor compreensão das qualificações académicas de nível superior, sobretudo fora do país em que as mesmas foram atribuídas. O EuropassSuplemento ao Diploma foi desenvolvido em colaboração com a UNESCO e o Conselho da Europa.

O Suplemento ao Diploma não é: O Europass – Suplemento ao Diploma não é: •

Um documento de substituição do diploma ou certificado de licenciatura original;

Um sistema de reconhecimento automático das qualificações.

Onde pode ser obtido? O Europass-Suplemento ao Diploma é emitido pela instituição de ensino superior que concedeu o diploma de licenciatura/mestrado/doutoramento original. Apoio técnico O acesso a esta secção está reservado às instituições de ensino superior. Para obter uma senha de acesso, contacte o seu Centro Nacional Europass1.

Exemplos de Europass – Suplementos ao Diploma (http://europass.cedefop.europa.eu/pt/documents/diploma-supplement)

1

http://portal.iefp.pt/portal/page?_pageid=177,1&_dad=gov_portal_iefp&_schema=GOV_PORTAL_IEFP

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

20<


Europass - Suplemento ao Certificado http://europass.cedefop.europa.eu

O que é o Europass – Suplemento ao Certificado? O Europass – Suplemento ao Certificado destina-se a pessoas que possuam um certificado de educação e formação profissional. Acrescenta informação àquela que já consta do certificado oficial, facilitando a sua compreensão, principalmente por parte das entidades empregadoras ou organismos de outros países. A informação incluída no Europass – Suplemento ao Certificado é fornecida pela autoridade certificadora competente.

O que não é O Europass – Suplemento ao Certificado não é: •

Um substituto do certificado original;

Um sistema de reconhecimento automático das qualificações.

Onde pode ser obtido? O Europass – Suplemento ao Certificado é emitido pelas entidades que atribuíram o certificado original. •

Alguns países criaram Inventários Nacionais de Europass – Suplementos ao Certificado;

Se não for esse o caso, contacte o Ponto de Referência Nacional2 do seu país para saber onde pode obter um Suplemento ao Certificado (na sua própria língua ou numa língua estrangeira).

Apoio técnico

O acesso a esta secção está reservado a organismos que utilizam o Europass – Suplemento ao Certificado. Para obter uma senha de acesso, contacte o seu Ponto de Referência Nacional3. Exemplos de Europass – Suplementos ao Diploma (http://europass.cedefop.europa.eu/pt/documents/diploma-supplement)

2

http://europass.cedefop.europa.eu/europass/home/vernav/Information+and++Support/National+Reference+P oints/navigate.action 3 http://portal.iefp.pt/portal/page?_pageid=177,1&_dad=gov_portal_iefp&_schema=GOV_PORTAL_IEFP

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

21<


Webgrafia •

http://classificados.pt.com - Anúncios vários, de emprego inclusive, grátis na Internet

http://emprego.aeiou.pt - Divulgação de Currículos Vitae e consulta da oferta e procura de emprego

http://europa.eu.int - Estudar, trabalhar, emprego, assuntos sociais na EU

http://superempreo.sapo.pt - Procura e oferta de emprego

www.adecco.pt - Oferta de emprego actualizada

www.bep.gov.pt - Oferta de emprego na UE

www.bolsademprego.com - Procura e oferta de emprego

www.centralemprego.com - Pesquisa de ofertas; pedidos de emprego e depósito de Currículos Vitae

www.cicr.org/emg/jobs - Comité Internacional da Cruz Vermelha, emprego disponível e candidaturas espontâneas

www.dsj.raa.pt - Guia de emprego, cartas de apresentação, anúncios

www.emprego.pt - Procura e oferta de emprego

www.emprego.universia.pt - Saídas profissionais, banco de Currículos Vitae, oferta de emprego

www.empregoinfo.com - Bolsa de emprego nacional

www.eurograduate.com - Oferta de emprego na UE

www.eurojobs.com - Depósito de Currículos Vitae recrutamento, oferta de emprego

www.eusei.com/emprego/index.asp - Emprego on-line em Portugal, agência de recursos humanos, serviço de anúncios na Internet

www.eusei.com/empregosonline/index.asp - Bolsa de emprego on-line e gratuita; procura e oferta de emprego.

www.expressoemprego.clix.pt - Expresso emprego e encontre, no My Portal, anúncios, notícias de emprego e acções de formação à sua medida.

www.grupocrh.com -

Emprego, recrutamento e selecção; trabalho temporário;

candidaturas e ofertas •

www.iefp.pt - Emprego, formação profissional, certificação profissional

www.interjobs.com - Oferta de estágios e emprego

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

22<


www.kidogil.web.pt/intro.htm - Empresa de trabalho temporário; site de emprego, recrutamento, part-time, full-time; várias categorias de emprego

www.markelink.com/bemprego.htm - Bolsa de emprego actualizada regularmente, vocacionada para as áreas da Engenharia e Arquitectura

www.mercabolsa.pt - Oportunidade de emprego na área da informáticas

www.michaelpage.pt - Empresa de recrutamento; oferta de emprego, Curriculum Vitae e candidaturas

www.netemprego.pt/

www.qep.pt - Oferta de emprego nas mais diversas áreas

www.stepstone.pt - Procura de emprego em Portugal e mesmo no estrangeiro

Fontes •

www.dsj.raa.pt

www.europass.pt

g

uia

de

procura

apoio de

para

emprego

a

23<

GUIA DE APOIO PARA A PROCURA DE EMPREGO  

Este manual destina-se às populações das comunidades rurais e resulta de uma aprofundada pesquisa de documentos e sites institucionais. Trad...

GUIA DE APOIO PARA A PROCURA DE EMPREGO  

Este manual destina-se às populações das comunidades rurais e resulta de uma aprofundada pesquisa de documentos e sites institucionais. Trad...

Advertisement