Page 1

20

entrevista | interview

Texto | Américo Verde

Romão Santos Adult fan of LEGO

®

autor: Américo verde Blog: www.maodeabs.com Romão Santos é o construtor desta “coisa” fantástica. Construída com mais de 82 mil peças , esta obra de arte esteve presente no 2º TOMARLEGO, como um dos trunfos deste evento promovido pela Câmara Municipal de Tomar e co-organizado com a Comunidade 0937. Romão Santos é um dos meus construtores preferidos. Porquê? Bem, não é difícil chegar lá. Este MOC de grande qualidade mostra que nem sempre construir em grande número é o mais importante, podemos construir um MOC até chegar ao desejado. - Romão, és AFOL há quanto tempo? Desde que fiz 18 anos Nunca abandonei as construções LEGO®, nem tive uma Dark Age - Quais são os teus temas preferidos? Castelo e Piratas. Não tanto pelos sets em si (embora alguns sejam clássicos absolutos), mas mais pelas potencialidades dos universos. - A catedral de S. Macário é a tua grande obra. Queres falar sobre ela? Tempo de construção, tipo de peças, técnicas , duração,etc? A Catedral é o culminar de uma paixão já com décadas por arquitectura gótica. Passei tanto tempo a ler sobre o assunto, que não consegui evitar construir algo nessa linha. Começou de forma bem menos ambiciosa, sendo que seria apenas uma pequena capela numa cidade pirata. Mas a capela foi crescendo, crescendo e crescendo e a cidade teve que dar lugar à Catedral. É curioso que quase que evoluiu como uma catedral real: uma igreja primitiva é demolida, sendo construída em seu lugar uma igreja ainda maior, que por sua vez é também demolida sendo sucedida por uma catedral ainda maior. Por isso não foi um projecto planeado de raiz. A catedral foi crescendo ao longo dos 3 anos que levou a construir. Em relação ao tipo de peças, são praticamente todas peças comuns, e na sua grande maioria em old light gray (que encareceu bastante todo o projecto), havendo todavia um número incomparavelmente maior de plates do que de bricks. Não creio que a catedral possua técnicas de construção particularmente complexas ou originais, mas o óctogono e coruchéu das duas torres da fachada foram aspectos muito trabalhosos de obter satisfatoriamente a esta escala. São secções relativamente frágeis (o Marcos e o Ivan que o digam), com muita peça technic e também com muita peça system mal encaixada. Mas lá ficou mais ou menos com a forma pretendida.

www.molamagazine.com

- Eu sei que tens outros MOC´s que as pessoas às vezes não dão tanta importância. Tu tens moc´s baseados no Monkey Island. Queres falar sobre esse projecto ? Foi o primeiro projecto que iniciei em escala maior e é um projecto que espero retomar muito em breve. Adoro Monkey Island, considero ser a melhor série de jogos de todos os tempos e estou decidido a fazer uma réplica total de Melée Island como vista no 1º jogo. A capela que acabou por dar lugar à Catedral fazia precisamente parte do meu primeiro “rascunho” de Melée Island. - Dentro do teu estilo de construção, quem são os teus AFOL´s favoritos? Há um construtor que admiro particularmente e com quem, fruto de termos adoptado temáticas de construção semelhantes, tenho trocado inúmera correspondência e creio poder agora considerá-lo um amigo. Chama-se Bikics Milán, é hungaro, e criou uma cidade medieval fictícia chamada Szt Mirton. Todo o trabalho está fantástico, mas a catedral em particular é impressionante. O Bikics Milán é uma pessoa extremamente culta e é impressionante o pensamento e reflexão que ele coloca em cada decisão estética ou de design. São construções vivas, com toda uma miríade de acontecimentos históricos hipotéticos na sua génese. É mesmo muito interessante. - No meio disto tudo aventuraste-te 6 meses a trabalhar no Call Center da LEGO no Reino Unido. Conta-me como correu esta aventura? Foi uma loucura:) Além de trabalhar todo o dia rodeado de peças LEGO®, de estar numa empresa que trata os seus funcionários de uma forma extraordinária, estive rodeado de pessoas maravilhosas. Eles, mais do que qualquer outra coisa (mesmo os descontos de 50% em produtos LEGO®) são o que de mais precioso guardo dessa experiência. - Após participares nos eventos da 0937, podes ajudar a mostrar qual a importância do hobby no meio social em que estamos inseridos. A experiência LEGO® é uma mistura muito peculiar entre aspectos lúdicos e artísticos. E é um tipo de actividade que o público simplesmente não resiste, seja pela nostalgia de ter brincado com LEGO® enquanto criança, seja pelo humor e sorrisos que as construções LEGO®, mesmo as de tom mais sério, são capazes invariavelmente de gerar. O LEGO® pode ser um meio de promoção único de uma série de causas culturais e sociais.

- Aproveito o momento para fazer também alguma publicidade a um projecto que o Romão tomou conta. Neste momento, estás a liderar um projecto chamado Projecto Construir. Eu voluntariei-me de bom grado a este Projecto. Para quem não sabe o que é , podes falar sobre ele resumidamente? A ideia essencial do Projecto Construir é a de proporcionar momentos únicos de lazer e actividade a pessoas institucionalizadas, sobretudo crianças, ao envolvê-las activamente na construção de modelos em grande escala com peças LEGO®. Pretendemos com isto aumentar a auto estima, a auto disciplina, a motivação para o trabalho colaborativo e a concentração, tornando-se uma forma de dinamização dos resultados dos tratamentos, no caso de crianças internadas em estabelecimentos de saúdes, ou na actividade de reinserção social no caso de outras instituições. Estamos prestes a lançar dois grandes projectos de construção de estádios de futebol nos serviços de pediatria do IPO de Lisboa e do IPO do Porto. - Romão , obrigado pelo teu testemunho , a tua mãozada foi muito importante para este blog. Obrigado!

“A experiência LEGO é uma mistura muito peculiar entre aspectos lúdicos e artísticos.”


Fotografias | rom達o santos

entrevista | interview

21

www.molamagazine.com

Entrevista  

Interview of an Adult Fan Of Lego