Page 1

Publicação Trimestral Edição nº13 Agrupamento de Escolas Moinhos da Arroja

Ficha Técnica Propriedade: Agrupamento de Escolas Moinhos da Arroja Escola E.B 2/3 Moinhos da Arroja Rua Fernando Lopes Graça Arroja Odivelas Tel.: 219348850 Fax.: 219348853 Editora: Escola E.B 2/3 Moinhos da Arroja Alunos colaboradores: Alunos do Clube de Jornalismo Profº coordenadores: Paula Diogo de Oliveira Paulo Cruz

Periodicidade: Trimestral

Setembro-Dezembro 2010 Estudantes: 1 cabeçadinha Não estudantes: 2 grandes cabeçadas

Editorial Caros leitores, O Cabeças de Vento regressa agora à nova escola, com um design diferente e novas rubricas: Entrevista, Visitas de Estudo, Notícias... Convidamo-lo a ler os nossos artigos nesta altura em que as férias de Natal estão prestes a chegar. Ao longo deste primeiro período, desenvolveram-se muitas actividades no nosso Agrupamento e nas Bibliotecas Escolares , embora só tenha sido possível relatar aqui algumas. Desejamos a todos um Natal Feliz com muita alegria e amor, sempre na companhia da Família.


Visita de Estudo ao Teatro

No dia 26 de Novembro de 2010, pelas 09h00m, os alunos do 9ºano, no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa, deslocaram-se ao teatro “O Sonho” em Santos, Lisboa, para assistir à representação da peça “Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente. Chegámos ao teatro por volta das 09h30m. A peça começou e a animação também. No decorrer da peça só se ouviam gargalhadas e

palmas, principalmente quando os actores se dirigiam à plateia. A representação da peça foi um pouco diferente do texto original, pois acrescentaram algumas “piadas” e mudaram a ordem de entrada das personagens no palco pois os actores não eram suficientes para se organizarem da forma como o texto original estava escrito. Na nossa opinião, a personagem mais divertida foi o Parvo pois interagiu bastante com o público e de

uma forma bastante divertida. Em conclusão, esta peça de teatro foi uma forma de

consolidarmos melhor a matéria dada nas aulas de Língua Portuguesa, de uma forma muito mais divertida.

Por vezes, no meio escolar, podemos encontrar pessoas com características diferentes das nossas, com hábitos, roupas, personalidades, formas de pensar ou até modos de encarar a vida fora do vulgar. Mas o problema está na forma como a sociedade, no geral, encara a diferença. Pessoas com características diferentes são, na maioria das vezes, excluídas como cidadãos. Para combater esta cruel, mas pura realidade, temos de aceitar estas pessoas na sociedade tais como são, tentando ao máximo ajudá-las nas dificuldades que encontram no seu dia-a-dia. A descriminação é algo que não deve fazer parte do nosso dicionário; ninguém deve , vez alguma, ser vitima desta acção. Ninguém se deve sentir mal consigo próprio, apenas porque os outros não se sentem bem com a diferença dessa pessoa. Por isso mesmo, devemos respeitar TODOS e as suas diferenças, visto que todos nós viemos ao Mundo para sermos nós próprios e não aquilo que os outros querem que sejamos! Não esqueçamos isso nesta época festiva. Ana Carolina Santos, Ana Fernandes, Inês Ferreiro - 9º A Página 2


No dia 31 de Outubro de 2010, celebrou-se o Halloween e decidiu-se comemorar este dia, fazendo um concurso

1º lugar – Joana Rodriguês 6º B 2º lugar – Tânia 5º E 3º lugar – Diogo Benedito 5º C A exposição das vassouras decorreu entre os dias 29 de Outubro e 5 de Novembro.

de vassouras, organizado pela biblioteca e pelo subdepartamento de inglês, destinado aos alunos de 2º Ciclo. O objectivo era que os alunos enfeitassem uma vassoura e escrevessem uma frase em inglês sobre o Halloween.

caram-se de vampiros, zombies, bruxas, feiticeiros e muitas coisas assustadoras que arreO júri foi constituído piam as pessoas! pela equipa da biblioteca escolar e pelos docentes de Inglês do 2ºciclo . O Halloween, tradição norte-americana, é, para as crianças, uma fantasia assustadora. Algumas crianças mas-

Sugiram vassouras que revelaram a criatividade e a originalidade dos alunos. Nos três primeiros lugares ficaram: Trabalho realizado por: André Piteira Mónica

5ºAno

Página 3


O “Dia Internacional da Pessoa com Deficiência” cujo dia oficial é o 3 de Dezembro, comemorou-se no nosso Agrupamento. As docentes da educação especial elaboraram cartazes sobre o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência e solicitaram a colaboração dos docentes dos Jardins de Infância e das escolas do 1º Ciclo para, no dia 3 de Dezembro, dinamizarem, com os alunos, uma actividade de visionamento da história “O Quadradinho” que de uma forma simples e didáctica aborda as questões da inclusão. Na EB 2/3 Moinhos da Arroja o Dia Internacional da Pessoa com deficiência foi comemorado com uma exposição e sessões de sensibilização, no dia 6 de Dezembro. Eealizaram-se 3 sessões de sensibilização .A 1ª sessão destinou-se aos alunos do 7º e 9º ano que visionaram filmes sobre a deficiência motora e conversaram com o Sr. Vasco Magalhães que partilhou a sua experiência de vida e a sua força de vontade em ultrapassar as dificuldades impostas pela deficiência visual aos 14 anos de idade. Os alunos demonstraram respeito e interesse em saber mais sobre o Sr. Vasco Magalhães que aos 34 anos de idade é Massagista de profissão. Na 2ª e 3ª sessão os alunos do 2º e 3º CEB visionaram dois filmes sobre a deficiência motora. No final das sessões, ao som da música “Trevo de quatro folhas” cujo

Página 4

refrão é “TODOS IGUAIS TODOS DIFERENTES” os alunos escreveram, segundo a sua sensibilidade, algumas mensagens referentes às atitudes que cada um de nós e a sociedade em geral deve assumir para que a inclusão passe das palavras aos actos. A árvore de natal “Inclusão” construída pelas docentes da equipa de educação especial foi decorada com as mensagens dos alunos e, posteriormente, integrada na exposição alusiva ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência que esteve patente no Centro de Recursos. Gostaríamos de deixar o nosso agradecimento ao Sr. Vasco Magalhães que generosamente respondeu a todas as questões colocadas pelos docentes e pelos alunos sobre o seu percurso escolar e profissional, sobre os obstáculos que teve que ultrapassar para exercer a profissão de massagista. Ficámos todos mais ricos em conhecimentos práticos sobre a deficiência visual mas, sem dúvida, ficámos todos a “saber ser” melhores cidadãos.

As docentes de Educação Especial


Entrevista ao professor Vítor Paulo professor mais antigo da escola.

1– Gosta do que faz?

R: Adoro! 2– Há quantos anos dá aulas? R: Há 38 anos 3- Com que idade começou a dar aulas? R:Comecei a dar aulas aos 19 anos. 4-Para si, como foi trabalhar na escola Isabel de Portugal? R:Comecei a trabalhar naquela escola há 26 anos, mas a escola foi ficando velha. Em termos de aulas, gostei. 5-Como se sente ao trabalhar numa nova escola? R:Sinto-me bem; trabalho com um bom colega. 6-Acha que é uma boa escola em termos de avaliação? R:Depende dos alunos. 7-Tem saudades da velha escola? R:Bastantes, vou lá 2 dias por semana. 8-Quais foram os seus melhores momentos na velha escola? R:Sempre me senti bem; gostei de festejar os aniversários da escola. 9-Que recordações tem da escola? R:É normal ter recordações... Tinha uma horta de que gostava muito. 10-Quando entrou para a escola, fez logo amizades? R:Fiz.Entrei para o ensino em 1972 e dei-me sempre bem com todos (funcionários, professores e alunos).

Joana Magalhães 6ºB nº 7

Margarida Dantas 6º B nº 15 Mariana Dantas 6ºB nº 16 Mariana Seuanes 6ºB nº17 Página 5


Na nossa escola, tens a teu dispor vários desportos que podes praticar, nos tempos livres. Se és rapaz podes praticar Badminton ou Futsal, se és rapariga podes praticar Badminton ou Basquetebol. Informa-te no ginásio junto do professor responsável.

Campeonato de Futsal 1.ª Jornada

Melhor Marcador

Melhor Guarda Redes

Ericson (Putos)

5

Miguel Ferreira (Arroja)

0

Bodahn (Putos)

4

Rafael (Incriveis)

0

Luís (F.M.ª João)

3

Guilherme (J.Sucesso)

0

Mamadu (Deuses da Bola)

3

Ruben Sousa (F.M.ª João)

0

Ruben (All Stars)

3

Evantino

0

2.ª Jornada Melhor Marcador

Melhor Guarda Redes

Ericson (Putos)

9

Rafael (Incríveis)

0

Sandro (F. C. Putos)

7

Envantino (Putos)

1

Zelene (Arroja)

5

Ruben Sousa (F. Maria João)

1

Pedro Coelho (Cromos)

5

Daniel (Black Stars)

2

Diogo (F .C. Farinha)

4

Rodolfo (All Stars)

2

Tânia Mahomed do 7º E e Ines Serrano do 6º B

Decorreu no dia 3 de Dezembro mais uma Corrida do Corta-Mato Escolar. Este ano a corrida realizou-se dentro da nossa escola, num percurso mais “limpo” que o habitual, os atletas/alunos confessaram até que sentiram falta da lama dos anos anteriores. Foi assim um corta-mato sem mato e com um conceito bem mais urbano….

Página 6


Um menino de seis anos levo o relógio novo para a escola. Não tira os olhos do mostrador, vira-se para a professora e exclama: -Ó professora, como é que posso saber a hora certa se ela não para quieta?

Num autocarro de 2 andares as morenas iam no andar de baixo e as loiras no de cima. As morenas estavam muito felizes enquanto que loiras iam muito caladinhas Então diz uma morena para a outra: -Olha lá! Vai lá ver o que é que se passa com as loiras! Ela subiu ao primeiro andar e viu as loiras todas agarradas umas às outras a tremer. Então, ela pergunta a uma loira: -Olha lá, o que é que se passa, porque é que estão tão caladinhas?

Qual é a coisa qual é ela, que tem duas bossas e está no pólo norte? Qual é a coisa qual é ela, que tem uma perna mais curta que a outra e não pára de andar?

-Sabes, é que vocês têm condutor e nós não!

Margarida Dantas, 6º B

Joana Magalhães, 6º B

Margarida Dantas, 6º B Mariana Dantas , 6º B Mariana Seuanes, 6º B

F_ _ _ _ a S_ _ _ _ _ l N_ z _ _ é S_ n_ _ _ é m

Trabalhador -

L_ g o_

Amanhecer –

C a m i_ _ a

Prémio –

L_ _ b_ _

Erguer –

A l m o_ _ _ _

Útil –

_us_

Bravo – Cansar – Margarida Dantas 6º B Página 7


No dia 25 de Outubro de 2010, celebrouse, na E B 2,3 Moinhos da Arroja, o dia da biblioteca escolar, pois para nós a biblioteca é importante: nela podemos usar o computador, ler livros, fazer trabalhos e ainda divertirmo-nos em silêncio. Sim, em silêncio, pois a biblioteca é um sítio de

ma. A biblioteca é um sítio agradável e silencioso! Na Biblioteca da EB1/JI nº 7 também há muitas actividades! Para saberes tudo o que se faz, torna-te seguidor do blogue das bibliotecas do agrupamento: http://moinhodasleituras.blogspot.com/.

Trabalho realizado por:

trabalho onde não podemos perturbar os colegas.! Na biblioteca dinamizaram-se actividades para os alunos: fizemos sopas de letras, palavras cruzadas, um desenho ou um pequeno texto sobre o que para nós significa a biblioteca e um livro. Quem acabasse ganhava um separador e uma go-

Joana Magalhães – 6ºB Margarida Dantas- 6ºB Mariana Dantas- 6ºB ana Seuanes- 6ºB

Nesse dia, a professora Bibliotecária deslocou-se à EB 1/JI Porto Pinheiro para ler “O Grufalão” ao pequeninos. Antes da leitura, perguntou-se à pequenada que descrevesse um Grufalão: dando asas à imaginação, surgiram as respostas mais inesperadas …! A leitura expressiva da história captou a atenção das crianças que, seguidamente, recontaram lindamente a narrativa a partir da observação das ilustrações! Página 8

Mari-


A nova escola EB 2,3 abriu e com ela concretizou-se um sonho que pairava no ar há pelo menos duas décadas: o de uma escola que tivesse condições físicas condignas a que os agentes educativos e alunos têm direito. O espaço que muitos desejaram está ao dispor de todos, mas todos têm de o respeitar e estimar, pois o civismo é essencial na comunidade educativa. A Biblioteca Fernando Lopes Graça é um dos locais aprazíveis da escola, contudo ainda muito há a fazer: as estantes chegaram em meados de Dezembro, os livros ainda não estão arrumados nem devidamente catalogados, falta decorar os diferentes espaços, sem contar, entre outras tarefas, com as dezenas de impressos que têm de ser elaborados a fim de registar todas as actividades dos utilizadores... Apesar de todas as dificuldades e condicionalismos inerentes à instalação de um novo espaço e à definição de novas regras , decidimos prestar os “serviço mínimos” a docentes e alunos. Os do 2º Ciclo têm visitado regularmente este espaço, quer nos intervalos quer na ausência de professores, para ler, fazer trabalhos, requisitar livros, jogar, participar na Hora do Conto …

A nov a escola

Gostaríamos que os alunos do 3º ciclo visitassem a biblioteca mais assiduamente, pois é para os alunos e em função deles e dos professores que trabalhamos, tendo sempre em vista o sucesso educativo. A fim de prestarmos um serviço que satisfaça todos os utilizadores, as sugestões são bem-vindas! Votos de umas boas festas! A coordenadora da Biblioteca Escolar

Na linha de continuidade dos dois anos anteriores, todos os alunos e 1º e do 5º ano receberam , com alegria, um livro. Os livros, oferta do Plano Nacional de Leitura, foram entregues às turmas pela professora bibliotecária. Com esta iniciativa, promovida pelo Ministério da Educação e o Plano Nacional de Leitura, pretende-se dar as boas-vindas e desejar boas leituras aos alunos que frequentam pela primeira vez o 1º e o 2º Ciclos do Ensino Básico. Espera-se também que todos os alunos associem o momento da entrada num novo ciclo de ensino ao prazer de ler e de aprender!

Página 9


1888-1935

Agradecimentos:: funcionária Minda e prof.Carlos Marques, pelos adereços.

Várias pessoas na mesma pessoa...

No dia 30 de Novembro, numa actividade dinamizada pela Biblioteca Escolar, recordou-se Fernando Pessoa, um dos maiores e controversos poetas portugueses. O Gonçalo, do 9º C, disfarçado de Fernando Pessoa deslocou-se pela escola, conversou com os membros da comunidade educativa e leu um dos “seus” poemas. Fernando Pessoa é um Página 10

muito conhecido não só pelos poemas que escreveu sob o seu verdadeiro nome, mas também por aqueles que foram redigidos pelos heterónimos. Estes são individualidades inventadas (e distintas da do autor), com uma biografia e até um horóscopo próprio. Alberto Caeiro, poeta da natureza, nasceu em Lisboa em 1885 e morreu tuberculoso em 1915. Ricardo Reis nasceu no

Porto em 1887 e recebeu uma educação clássica. Estudou a cultura grega e latina. Álvaro de Campos, engenheiro naval e poeta da sensação, nasceu em 15 de Outubro de 1890. Cada um dos heterónimos tinha uma maneira de escrever bem particular!


 No dia 9 de Novembro de 2010, dois dos alunos do 8ºAno, numa actividade dinamizada pela professora Paula Afonso, encarnaram Pitágoras e seu ajudante e foram a várias salas representar a vida deste famoso matemático.

sua vida e as suas descobertas.  Depois o seu ajudante distribuiu folhas com a sua biografia e uma ficha com exercícios sobre o teorema de Pitágoras enquanto “Pitágoras” mostrava o pergaminho.

 O aluno mascarado de Pitágoras tinha um pergaminho onde leu a

Trabalho realizado por: Inês Alves 9ºA Página 11


Pรกgina 12


Na Semana Europeia de Prevenção de Resíduos, os pais foram convidados a vir à escola participar numa acção de sensibilização sobre reciclagem de resíduos. ( 22 a 26 de Novembro ). Esta foi a saudação que os alunos do 1º A da E.B.1. Porto Pinheiro dedicaram aos seus pais . SAUDAÇÃO Aos pais aqui presentes Nós queremos saudar Convidamo-los à escola Para aprenderem a reciclar. Nós estamos a aprender E queremos saber mais Com o programa eco escolas Contamos com os nossos pais.

Página 13


Dia do Não Fumador 17 de Novembro No passado dia 17 de Novembro assinalou-se o Dia Mundial do Não Fumador. Na nossa turma fizemos alguns debates sobre este tema. Fizemos também desenhos e outros trabalhos. Aprendemos e copiámos uma poesia. Os meninos que têm pais fumadores levaram-na para casa. A Diana disse que viu escrito no tabaco do pai, FUMAR MATA... e é verdade. Sempre que alguém fuma um cigarro perde dois minutos de vida. Ele é o maior inimigo da saúde. Os fumadores também prejudicam a saúde dos não fumadores junto de quem vivem que acabam por ser fumadores contra a sua vontade. Por tudo isto nunca vamos

Fumar...

Poesia

No dia do não fumador Cuida dos teus pulmões. Não fumes, por favor, Ou ficam como carvões. Para a tua vida durar Com qualidade e prazer, Não penses em fumar Mesmo se alguém te oferecer. Fumar faz mal à saúde O cigarro parece que engana. Não fumes na tua vida Só para teres alguma fama. Alunos do 2º ano Turma A Prof. Céu Guilherme Página 14


Consideramos fundamental para de- senvolver um trabalho de qualidade fazer uma articulação com toda a comunidade educativa. Nesse sentido, no decorrer deste primeiro período lectivo, participámos na execução e planeamento de várias actividades em articulação, nomeadamente com o CAF e com o 1ºCiclo. No passado dia 2 de Novembro, comemorámos no nosso Jardim de Infância, o “Dia das Bruxas”. Organizámos, em conjunto com o CAF um jogo e um lanche, seguido de um baile em que todas as crianças participaram.

No dia 11 de Novembro, foi a vez do “Dia de Sº. Martinho”. Desta feita juntámo-nos ao 1º Ciclo, planeámos um dia especial para as nossas crianças, com música, teatro e muitas castanhas

Também não quisemos deixar passar em branco o “Dia Mundial da Ciência”. Organizámos experiências na nossa sala que partilhámos com os meninos do 1º Ciclo e também aprendemos com eles outras experiências fazendo uma visita às suas salas. Foi um dia diferente que as nossas crianças viveram com muito entusiasmo.

Neste momento estamos a preparar a Festa de Natal. Será uma manhã em grande, vivida por todos os alunos do Agrupamento. Aguardem por mais notícias nossas no próximo número...Até lá…. BOAS FESTAS!!! JI nº7 Página 15


Ao longo do primeiro período fizemos várias experiências com a água: “A Garrafa Chuveiro”, “Flutua ou não Flutua?”, “A Cartolina e o copo”…

A nossa preferida foi, sem dúvida, “A Garrafa Chuveiro”, daí têmo-la também realizado no Dia Mundial da Ciência, com os meninos do Jardim de Infância, da sala da educadora Sandra.

Página 16


...

Temos o prazer de apresentar, a todos os leitores, o nosso Cantinho da Leitura. É um espaço muito catita! Aqui está…

Já aprendemos que existem números amigos, que nos facilitam muito a vida quando precisamos de fazer cálculos! A partir das contagens possíveis dos números amigos fizemos um fio de contas para cada um, ora vejam!!

Com tapetes, almofadas, e dois cubos cheios de livros conseguimos criar um espaço bem agradável!

Também construímos um fio de contas gigante, para a turma! Para tal tivemos a ajuda do professor António, que nos arranjou os materiais. Este super fio tem cem peças e olhem que é uma diversão quando começamos a contar no número um e só paramos no cem!!

É aqui que ouvimos histórias e passamos bons momentos a folhear os livros… quando soubermos ler devidamente é que vai ser!!!! Todas as semanas temos livros em destaque. Adorámos as histórias “Pê de Pai” e “Coração de Mãe”! Lindíssimas!!

Página 17


Entrámos há pouquíssimo tempo para a escola, mas já sabemos que ao participarmos neste concurso podemos ajudar muita gente!

A nossa escola está a participar numa Acção de Solidariedade Social, promovida pela empresa Henkel.

Há vários prémios, entre eles uma bandeira com a inscrição “Escola Vencedora do Concurso No Amarelo é Limpinho 2011” e um cheque de ajuda para uma Instituição de Solidariedade Social.

Fomos convidados a entregar brinquedos a fim de serem distribuídos, no Natal, em diversas instituições de Solidariedade social. Assim, para além de alegrarmos o Natal de outras crianças, procuramos sensibilizar os meninos das escolas do 1º ciclo do agrupamento e as suas famílias para a situação das crianças mais carenciadas do nosso país.

Para tal, temos que separar, de Dezembro de 2010 a Abril de 2011, a maior quantidade de embalagens recicláveis de plástico, metal e pacotes de bebida que conseguirmos! A nossa turma já está a trabalhar nesse sentido…

Já tivemos uma Acção de Sensibilização com dois técnicos da Divisão de Resíduos Sólidos dos Serviços Municipalizados de Loures. Nesta acção jogámos “A Roleta dos Resíduos”…

Adorámos participar e aprendemos bastante acerca da separação de resíduos!! Vamos lá tentar ganhar!!!

Página 18

E olhem parece que está a correr muitíssimo bem! Recebemos dois receptores de papel, em cada escola, para o depósito dos brinquedos e… ora vejam o resultado...

Bem haja a todos os que contribuíram!! Feliz Natal!!!


Para Comemorar o Maior Dia Mundial de Acção Ambiental de sempre, o dia 10 de Outubro, as Escolas EB1/JI Porto Pinheiro e a EB1/JI nº7 de Odivelas desenvolveram acções ambientais em todas as turmas, sendo que cada turma elaborou um cartaz subordinado ao tema “Preservação do ambiente”, e em cada escola fez-se uma exposição com os trabalhos desenvolvidos. Na EB1/JI Porto Pinheiro

Na EB1/JI Nº7 de Odivelas

Houve muito empenho por parte de todos os alunos e professores. Ambas as exposiçoes continham mensagens ambientais muito importantes para salvar o planeta. Parabens a todos! Prof. Cátia Fonseca

Página 19


“DIA DAS CIÊNCIAS” PASSADO COM O 3º A DA EB Nº 7 DE ODIVELAS

Este foi um dia muito divertido e interessante! Na nossa sala realizamos duas experiências: “ O ovo de borracha” e “A mensagem Secreta”. A turma do 4ºB esteve na nossa sala e participou nas nossas experiências! ”.

Queres aprender como se faz?

O Ovo de Borracha Material: Um ovo cozido descascado; Um frasco de gargalo pequeno; Algodão; Fósforo; Pinça metálica; Álcool Procedimento experimental: Coloca uma pequena bola de algodão em chamas mas do dentro do frasco, com a ajuda de uma pinça. Tivemos muito cuidado a realizar esta experiência, e por isso ela deve ser realizado por um adulto!!!! 2. Seguidamente, coloca no rebordo do frasco (sobre o gargalo) o ovo cozido descascado. 3. Espera que o ovo entre no recipiente.

Página 20


A Mensagem Secreta Material: Sumo de limao; Faca ; Folha de papel; Pincel fino; Copo de vidro ou plastico. Procedimento Experimental: Corta um limão ao meio, com a ajuda de uma faca. Espreme o sumo do limão para o interior do copo. Com a ajuda do pincel, escreve uma mensagem, numa folha de papel branca. Coloca o papel num local seco, deixando que a tua mensagem se torne realmente invisível. Para revelares a tua mensagem, deves fazer o seguinte: Com a mensagem virada para baixo, passa-a a ferro, utilizando um ferro quente (deves fazêlo sobre a tábua de passar, colocando um pano velho por baixo, para não sujar).Repete várias vezes, desliga o ferro e vira a tua mensagem ao contrário.

A nossa turma: Ana Bruno Edmilson Catarina Inês Diogo João Tamára JúniorMateus Carolina Gabriel Susana Raíssa Pedro Liandro Marta Mafalda

Beatriz Djenifer

Página 21


Workshop,

No dia 22 de Novembro, pelas 11 horas, as turmas do 4º ano da escola EB1 nº7 de Odivelas reuniram-se na Biblioteca escolar Moinhos das Leituras para participarem no primeiro workshop da biblioteca - Conhecer Odivelas. A Dra. Cátia Chagas e o Dr. Ricardo Fernandes foram os nossos convidados, por serem especialistas em Património. Com eles recordámos a origem do nome Odivelas: - Pode ser “Odi” e “Velas” , palavra árabe que significa curso de água, e velas dos moinhos abundantes na região . - Ou teria surgido de “Ide vê- las”, que a rainha Isabel de Aragão terá dito ao seu marido, rei D. Dinis, quando ele vinha pela calada da noite visitar as meninas ao Mosteiro de Odivelas? O que sabemos de certeza é que já em 1183 João Ramires era pároco em Odivelas. Também ficámos a saber que, a nossa linda cidade, no dia 19 de Novembro de 1998, passou ser Concelho. Esse dia é feriado municipal e pode ser aproveitado para visitar os monumentos de Odivelas, entre eles: - o Senhor Roubado - o Cruzeiro -o Coreto - a Igreja Matriz - o Mosteiro. Agradecemos à professora Vera, responsável pela biblioteca, à professora Ana Cristina, ao Dr. Ricardo e à Dra. Cláudia por esta actividade que achamos muito interessante.

Profª Alzira 4º A

Página 22


Visita de estudo Na visita de estudo Fomos ao desportivo de Jamor Não vimos tudo Mas conhecemos um senhor Ás duas da tarde No autocarro entrámos Músicas escolares Lá dentro cantámos

Finalmente a Jamor Felizes chegámos No complexo desportivo Mini-golfe jogámos

Jogámos mini-golfe 18 campos havia Uma bola caiu a água Foi grande arrelia

Seguiu-se a canoagem Quando entramos na canoa Tivemos muita coragem… Demos duas voltas na boa! 4º A

Página 23


JARDIM

DE

INFÂNCIA

DA

ARROJA

Chegou o Outono!

Com ele descobrimos que só algumas frutas aparecem nesta época Como as romãs, maças, peras, as uvas…

Foi tão bom e diferente, mexer nas frutas, toca-las, cortá-las…. Que bem que soube comer nesse dia a salada de frutas à sobremesa!

O Dia Mundial da Alimenta-

ção ficou gostosamente assinalado!

É Dia de S. Martinho… tempo de festa e de magusto! As educadoras e as estagiárias decidiram fazer uma surpresa para os meninos do JI da Arroja! Representaram para nós a história da Maria Castanha!

Que giro foi vê-las, disfarçadas e a representarem. Aprendemos a importância da Solidariedade e da Amizade. E também nos divertimos muito!

Alguns dos nossos amigos também entraram e portaram-se todos muito bem.

Fomos visitar a Quinta da Paiã! A quinta era grande e à nossa espera estavam muitos animais de que já ouvimos falar, mas quase nunca nenhum de nós tinha visto de perto. Pudemos tocar nos coelhos, dar de comer as ovelhas, entrar na pocilga e ver os leitões que tinham nascido a pouco tempo com a mãe porca…. Foi uma grande aventura. Gostámos tanto, tanto, tanto!

Página 24


O GSP - Geometer’s Sketcpad – é um programa informático de Geometria Dinâmica com o qual os alunos da turma A do 8º ano (ano lectivo 2009/20210) trabalharam. Assim, no âmbito da disciplina de Matemática puderam comprovar algumas das propriedades estudadas. Seguem-se alguns exemplos:

Triângulo de Sierpinski

Feito por: Ana Raquel Nº5 8ºA

ÁRVORE PITAGÓRICA

Trabalho realizado por: Duarte Madureira, Nº 10; Margarida Fernandes, Nº16; 8ºA.

Página 25


No âmbito do desenvolvimento da literacia e da expressão escrita a professora bibliotecária da EB 2,3 Moinhos da Arroja, contou, às turmas do 5º ano e a uma turma do 6º ano, que ouviram, atentamente e com curiosidade, as histórias O Drumilibigudando e A Margarida . Antes de ouvirem a narração da primeira história, apelou-se à imaginação dos alunos, solicitando-lhes que descrevessem física e psicologicamente um Drumilibigudando…As respostas foram surpreendentes… Após a audição de A Margarida, a história de uma mosca atrevida, os alunos desenvolveram um exercício de escrita criativa ,“Dez e Gira”, cujas personagens tinham que ser o Drumilibigudango e a Margarida…

Página 26


Nesta rubrica, vamos focar aspectos positivos e negativos da nossa comunidade escolar e de tudo o que a envolve.

A Sala de Convívio da escola é um espaço de que todos os alunos devem usufruir, principalmente nesta época em que o tempo meteorológico não é o mais favorável para os alunos frequentarem o espaço exterior da escola. Assim, sendo, a sala de convívio precisa de reunir as condições necessárias para acolher a maioria dos alunos de forma a que eles não passem os seus intervalos noutros locais da escola que são proibidos. Para melhorar a sala de convívio, em primeiro lugar achamos que seria uma medida eficaz, colocar mais cadeiras e mesas, para que todos os alunos se pudessem sentar tranquilamente a comer ou a conversar com o grupo de amigos etc. Seria bastante positivo se houvesse mais auxiliares no buffet , pois as filas para comprar o lanche são por vezes quase intermináveis, o que faz com que os alunos não aproveitem o seu intervalo. Para os alunos que não conseguem comprar a comida a horas no buffet, seria proveitoso se houvesse uma máquina de comida automática idêntica à que foi colocada no pavilhão de educação física. Desta forma, as filas diminuíam, pois os alunos optariam também por comprar os produtos da máquina. Estes são alguns dos aspectos que consideramos os mais importantes. Na próxima edição voltaremos com mais criticas (sempre construtivas) à nossa escola!

Ana Carolina Santos, nº 2 Ana Fernandes, nº 3 Inês Ferreiro, nº 11 9ºA

Página 27


Nesta época natalícia, o Clube do Jornalismo deseja a todos os leitores umas boas festas. Aqui fica o texto dedicado a uma docente que se aposentou em Outubro. Para todos os que nos deixaram ao fim de muitos anos de dedicação à profissão, os nossos votos de muitas felicidades!

Há cinco anos, uma senhora, com cabelo branco, um penteado todo fashion, umas roupas muito à fente e com um enorme sorriso no rosto, entrou pela porta da sala de aula da nossa antiga escola Isabel de Portugal. Dizia ser a DT dos miúdos, e eles pensaram: - Acho que ela se enganou no sítio; ela não será cabeleireira, estilista ou outra coisa do género? E agora diz ser a nossa DT…e não é que era mesmo! Os alunos acharam muita graça ao terem uma DT mais velha que, com o passar do tempo, eles viam como uma segunda mãe que conversava com eles e os ajudava em todo o tipo de situações. E não é que a frase que mais os marcou e alegrou foi “Eu não quero ser papagaio”. Os alunos cresceram e a professora acompanhou-os afeiçoando-se muito a eles e eles a ela. Muita gente perguntava , porque é que aquela senhora era a mais adorada? Agora, respondemos-lhe nós: talvez tenha sido porque foi consigo que aprendemos a ver o mundo tal e qual como ele é. Aprendemos a ser mais homens e mulheres , a encarar a realidade sempre com um sorriso nos lábios, a distinguir o bem do mal. Por todos aqueles momentos de alegria e ternura, por todos aqueles conselhos que nos ajudaram e que nos ajudarão no futuro. Mas obrigado principalmente por ter tornado aquilo que nós achávamos uma “seca” num convívio agradável em que aprendemos muito, divertimo-nos muito e sorrimos. E é claro que nunca nos vamos esquecer daqueles gritos e daqueles Chééz… Muito obrigado a uma grande senhora..Maria de Lourdes Mota

Poema

Agradecemos por nos fazer sorrir… Agradecemos pelo brilho dos seus olhos… Agradecemos pelo seu sorriso… Por nos fazer acreditar que somos capazes! Por nos fazer acreditar que existem pessoas e pessoas….

Página 28


Cabeças Vento  

Cabeças de Vento nº13

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you