Page 1

1


Mostrar o que Pernambuco em beleza, não natural. O charme e a graciosidade das jovens pernambucanas que sonham em brilhar nas passarelas e nos editoriais de moda local e nacional. Esse é o principal objetivo da “Modelos da Terra”, uma publicação que surge no mercado editorial nordestino a partir do projeto pessoal do Designer Claudio Barreto. Com um sucesso prodigioso, o que seria apenas um portfólio de campanhas publicitárias, ganha corpo e uma proposta diferenciada na forma de um site e uma revista virtual, disponibilizada agora eletronicamente. Notícias, matérias, informação e entrevistas sobre moda, beleza, cultura, educação e outros assuntos de interesse direto chegam até você, leitor e leitora, entre ensaios fotográficos que têm como finalidade destacar a flexibilidade e a beleza das modelos de Pernambuco. Confira o que tem em nossa “Modelos da Terra”. Claudio Barreto Expediente: Fotos, criação e diagramação: Claudio Barreto Redação: Ivelise Buarque (Jornalista responsável – DRT/PE 2467) Contato comercial: Claudio Barreto (81) 8529.1136 Gabriela Paes (81) 8801 3767 Edilania Albuququerque (81) 8874 6289/9925 3541

3


cara a cara Por trás do maravilhoso mundo da beleza

Ao contrario do que prega o brilhante provérbio “por trás de um grande homem, existe sempre uma grande mulher”, a experiência deste produtor mostra que por trás de uma bela mulher está um grande homem. Promotor de eventos, Miguel Braga é a pessoa por trás das mulheres mais belas de Pernambuco, que sonham com a conquista de um dos títulos mais importantes do estado: o Miss Pernambuco. Coordenador do concorrido concurso de beleza, Braga é original do Recife e enveredou neste universo quando sua amiga de infância Simone Augusto foi eleita Miss Pernambuco de 1985. Nos anos seguintes, foi se integrando cada vez mais no concurso com ações específicas, como a colocação de uma das candidatas ao titulo e o acompanhamento do reinado de Meg Brasileiro, Miss Pernambuco de 1987, durante um ano. Com o passar do tempo, Miguel Braga se preocupou em entender e atuar arduamente no Miss Pernambuco, universo que aprendeu a admirar e prestigiar intensamente pela experiência de vida e pelas personagens com quem teve a oportunidade de conviver como a inesquecível Miss Brasil 1954, Marta Rocha.

Galvão (1978), Simone Augusto da Silva (1985), Andresa Maria de Paiva (1994) e Débora Daggy (2001). Aqui em entrevista exclusiva à Modelos da Terra, Miguel Braga revela como vê o universo da beleza, os benefícios que os concursos propiciam , os meandros dos bastidores, a importâncias das parcerias e os sucessos alcançados em sua trajetória. Modelos da Terra - Neste 2010, você completou 20 anos à frente da coordenação do Miss Pernambuco, um dos seus principais projetos. Numa retrospectiva, o que é mais importante para você como produtor hoje?

Em 1989, começou a trabalhar como assistente de Romildo Alves e apresentou a Miss Itamaracá, finalista naquele ano do Miss Pernambuco. E, em 1990, coordenou o Miss Pernambuco ao lado do próprio Romildo Alves. Este foi então o início concreto de uma carreira de 20 anos de dedicação ao concurso, que é considerado por Braga um mundo maravilho de beleza em que ficaram imortalizadas as figuras de grandes pernambucanas: Sonia Maria Campos (1958), Maria Eunice Mergulhão Maciel (1968), Ângela Agra

Assis Farinha, a Miss Brasil Larissa Costa e Miguel Braga (Foto: Fernando Machado) Miguel Braga - A satisfação de ter produzido um grande espetáculo. Com o Miss Pernambuco, damos oportunidades a jovens talentos de todo estado de participarem de um evento de padrão nacional.

Miguel Braga com a amiga e modelo Luiza Brunet

O trabalho de Miss Pernambuco você começou a desenvolver junto com Romildo Alves, também parceiro histórico de muitos nomes do Estado. Para você, qual a importância das parcerias?


Miguel Braga - Na verdade, Romildo foi meu grande professor. Além de um grande mestre, ele foi bastante generoso comigo no decorrer destas duas décadas. Com seu profissionalismo e sua compreensão sobre este universo, esteve sempre presente nos momentos mais difíceis desta trajetória. E, para mim, Alves sempre é um oásis de talento e cumplicidade com seus parceiros. Modelos da Terra - O trabalho de produção em Pernambuco é bastante movimentado. O estado deve algo comparado as principais metrópoles em relação a este mercado de produção?

instrução intelectual e fundamental que nos faz perceber e dizer que uma pessoa é bonita. Modelos da Terra - Quais os elementos que uma jovem deve ter para alcançar o sucesso, como miss e como modelo? Miguel Braga – Estudar. É fator fundamental fazer vários cursos, como oratória, língua estrangeira como inglês, etiqueta, entre alguns outros de suma importância.

Miguel Braga – Não. Historicamente, Recife sempre foi um celeiro de grandes talentos, em vários sentidos. Sempre tivemos um respeito no cenário artístico nacional. E, nos dias de hoje, o que vemos é um mercado maduro, onde profissionais se preparam para esse segmento específico. Modelos da Terra - Seu nome sempre esteve a frente de diversos projetos como o da Miss Pernambuco e Embaixatriz do Turismo do Brasil, além de participação em outros como Urbanu´s Officina de Modelos. Que tipos de projetos lhe atraem mais? Miguel Braga – Todos os projetos têm seu grau de importância. Mas, para mim, os projetos que me traem mais são aqueles que propõem dar maiores oportunidades aos novos talentos. Modelos da Terra - Vida de produtor é bastante movimentada, mas, com certeza, incomoda. O que é mais desgastante nesta carreira?

Miguel Braga com Jarbas Vasconcelos e Terezinha Nunes Modelos da Terra - Sua experiência lhe aproximou de várias pessoas e de várias histórias. Desta forma, você conhece muito o mercado e o sucesso. Há espaço para quem quer crescer como modelo e como produtor(a) no Estado e no Nordeste? Miguel Braga – Sim, com certeza. O mercado esta crescendo e em especial o de Pernambuco. Percebemos que hoje está se formando um grande consócio de responsabilidade e qualidade nas produções artísticas no Estado. E, com isso, surge a necessidade de profissionais qualificados para atuar nesta área. Modelos da Terra - De tudo que você já presenciou e acompanhou. Quais são as histórias de sucesso que mais lhe marcaram? E quais as histórias de fracasso que mais lhe assustaram?

Miguel Braga – O sucesso é bom, mas para mim o que mais desgasta é a falta de privacidade. Muitas vezes, as pessoas esquecem que a carreira artística é uma profissão como qualquer outra. Sendo assim, apesar de convivermos neste universo de glamour, ainda somos meros mortais e, como tais, temos o desejo de uma vida tranqüila e sem os alardes em que nos colocam. Modelos da Terra - Como produtor, você se tornou uma referência. Para você, é um peso cuidar da imagem pessoal e profissional? O que você acha mais importante para quem busca uma carreira que exige muita visibilidade? Miguel Braga – Pode ser difícil manter a integridade, mas a seriedade no seu trabalho e a transparência de como você conduz sua vida são imprescindíveis. Essas, sem duvida, têm quer ser as principais bandeiras de um produtor. Modelos da Terra - Você é uma referência também por ser o responsável pelo Miss Pernambuco. Como Vinícius de Moraes dizia, beleza é fundamental? E por quê? Miguel Braga - Sem dúvida, beleza é fundamental. Porém, não é só importante a beleza estética. Ela tem que estar agregada aquela beleza que realmente conquista. É a

Miguel Braga – Na minha visão, o sucesso é o resultado diário de um trabalho sério. Já o fracasso é nada mais que um momento para reavaliar seu trabalho. Desta forma, vejo a relação entre o sucesso e o fracasso como um ponto de avaliação e não como algo que possa me assustar. Modelos da Terra - Pela sua experiência, qual a forma de atingir o sucesso de maneira ética e profissional no mercado local, regional e nacional? Miguel Braga - Trabalhar com seriedade sem ter medo de errar, porque são com os erros que aprendemos a nos supera. Modelos da Terra - Em sua opinião, quais as principais dificuldades que uma modelo profissional ou uma jovem que aspira a vida de miss tem que superar? E qual a grande recompensa desta luta? Miguel Braga – É preciso manter uma disciplina frente as dificuldades. Os jovens querem resultados muito rápidos. Contudo, eles acabam esquecendo que, atrás de um sucesso repentino, sempre existe muitos anos de trabalho. 5


Cultura e Entretenimento Imagens que valem mais do que palavras Já foi notoriamente dito à exaustão que uma imagem vale mais que mil palavras. Um filme ou uma foto sempre provocam e impactam muito mais do que qualquer escrito. E Pernambuco tem milhares de imagens que expressam diversos sentimentos nos seus filhos, residentes, visitantes e turistas. São lugares especiais que, muitos motivos, se tornaram pontos turísticos ou points de referência para comerciais e books fotográficos. Vale a pena conhecer e se aprofundar na história de alguns desses lugares inexpressáveis.

Alto da Sé (Olinda)

Mercado da Ribeira

Poço da Panela

Com uma beleza exuberante, o local encanta todos com sua arquitetura histórica, resistente, expressa nas igrejas de São Salvador do Mundo, conhecida como Catedral da Sé, e de Nossa Senhora da Conceição, que ainda abriga um convento, e no observatório.

Um dos pólos de maior agitação durante o Carnaval de Olinda, o espaço foi construído no final do Século XVII, funcionando a princípio como mercado de carne, farinha, peixes e escravos, sendo conhecido, inclusive, como o mais antigo shopping de escravos do Brasil a resistir ao tempo. Localizado no alto de um dos morros de Olinda, de onde se tem uma vista maravilhosa da cidade de Recife, o espaço mantinha calabouços em que os negros esperavam o leilão e que hoje funcionam em torno de 15 lojas e galerias de artesanato, assim como a Oficina Guaianases de Gravura, entre outras coisas. Entre os suvenires que podem ser encontrados por lá, estão peças de barro, artigos de renda, couro e palha. Seu edifício é característico do Brasil colônia, com piso em tijolos, dois terraços com colunas e batente em pedra. Do outro lado da rua estão as ruínas do antigo Senado de Olinda, de onde, em novembro de 1710, Bernardo Vieira de Melo deu o primeiro grito pela independência do Brasil.

Em meio a agitação controlada da Zona Norte do Recife, encontra-se uma área marcada por muita história e arquitetura num bairro que respira cultura, museus, igrejas e institutos culturais. Nesta região da cidade, onde viveu e ganhou notoriedade o sociólogo e escritor pernambucano Gilberto Freyre, guarda alguns paraísos escondidos como o bairro Poço da Panela, uma área territorial de 87 hectares, banhada pelo Rio Capibaribe, que faz fronteira com os bairros de Casa Forte, Santana e Monteiro. Esta localidade pertencia as terras do Engenho Casa Forte e surgiu por volta do Século XVIII, como um simples povoado em meio às grandes plantações de cana-de-açúcar.

Construído no começo do século XIX, o Observatório Meteorológico de Olinda foi o lugar onde o astrônomo francês Emmanuel Liais descobriu o primeiro cometa do Brasil, no ano de 1860, que foi batizado com o nome de seu descobridor, como é praxe, mas passou a ser conhecido também como Cometa de Olinda. A Igreja da Sé foi construída em 1535 e é a primeira paróquia do Nordeste e, ainda, representa a catedral da Arquidiocese de Olinda e Recife, desde 1676. Já a Igreja e Convento de Nossa Senhora da Conceição foi construída no século XVI e é um dos recolhimentos de freiras mais antigos do país, funcionando por muito tempo como casa religiosa para mulheres abandonadas. Além da vista maravilhosa de toda Cidade Alta de Olinda e do Recife, o local tem espaços peculiares como o Samba do Preto Velho e a própria feirinha de artesanato, que rendem fotos memoráveis.

www.modelosdaterra.com.br

Considerado um dos bairros mais verdes da cidade do Recife, possui grandes casarões, sobrados e áreas de grande importência cultural e arquitetônica do Século XIX como a Estrada Real do Poço (principal via da localidade) e a Igreja de Nossa Senhora da Saúde, ambos tombados pelo Patrimônio Histórico.

Mercado do Varadouro O local, conhecido pelas animadas apresentações de maracatu que encantam os turistas na histórica cidade de Olinda, é uma antiga e tradicional fábrica de doces do século XIX. Ela foi desapropriada pela Prefeitura de Olinda em 1979 e reformada para abrigar o Mercado e o Teatro Fernando Santa Cruz, mantendo ainda em sua estrtura uma feira de artesanato. Além do seu rústico interior, a fachada é o marco alto do mercado servindo como um bom cenário arquitetônico e fotográfico.


Casa de Cultura de Pernambuco Uma das principais referências históricas e arquitetônicas do Estado, esta é a antiga Casa de Detenção do Recife, localizada numa das áreas mais antigas da cidade. Com 8400 m² de área construída e 6000 m² de pátio externo, o espaço foi construída em 1867 com projeto que seguiu o modelo francês de penitenciária mais moderna daquela época, concebido pelo engenheiro Mamede Alves Ferreira, idealizador de mais dois prédio históricos tombados: o Ginásio Pernambuco e o Hospital Pedro II. Depois de funcionar por 118 anos como penitenciária, o prédio foi tombado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE) em 1980 e, hoje, funciona como o maior Centro de Cultura e Arte Pernambucana, abrigando lojas de artesanato de todo o Estado, do litoral ao sertão. Além das lojas de artesanato, o espaço tem como atrações as apresentações de grupos folclóricos, musicais e de dança.

Pátio de São Pedro

Criado em 1729 a partir de projeto da Irmandade de São Pedro dos Clérigos, em meio das Águas Verdes, no Bairro de Santo Antônio da Vila do Recife. A praça, que apresenta formato quadrado, é formada por 29 casas baixas coloridas e pedras irregulares, que constitui um dos mais bem preservados conjuntos arquitetônicos do período colonial. Este conjunto arquitetônico, que conta ainda com a imponente Catedral de São Pedro dos Clérigos, possui um calçamento de pedras irregulares do Século XIX e um gradil de ferro que delimita o átrio da igreja, cujo piso é de ladrilhos de barro. Salvo pequenas alterações, permanece a mesma proposta dos primeiros tempos da vila e, por isso, foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1938. A beleza da área divide espaço com a agitação dos tempos modernos que agita o centro da cidade com progranação popular. Ateliês, bares e restaurantes ocupam os sobrados, garantindo movimento nas noites de sexta e sábado e também nas de terça-feira, quando acontece o “Terça Negra”, evento musical relacionado à cultura afro-brasileira.

Parque da Jaqueira

Localizado em área nobre no centro de Recife, é uma das áreas preservadas mais queridas pelos moradores que se destaca pela grandiosidade das coisas. O Parque da jaqueira é conhecido pelas enormes medidas, mantendo uma Pista de cooper de 1.000 m, ciclovia de 1.100 m, pista de bicicross de 400 m, pista de patinação de 600 m. Para um passeio à tarde com as crianças ou uma corrida no final de semana, o local é perfeito para quem gosta de verde e de tranquilidade. Essencial para quem quer manter a forma, quem é adepto a esportes radicais. Possui ainda diversas árvores frutíferas e ornamentais, playground, área verde e vários jardins projetados pelo paisagista Carlos Belani. O espaço também abriga a construção em estilo barroco (a Capela de Nossa Senhora da Conceição) e mantém movimentada agenda anual com diversos eventos culturais e de entretenimento que são realizados em seu interior.

Marco zero

Como é conhecida Praça Rio Branco, é trecho de terra em que partiu o desenvolvimento da Cidade Maurícia em meio aos oceanos de manguezais, por ser um local ideal para a construção de um porto. Assim como na Holanda e em Veneza, deste ponto a capitania foi se desenvolvendo e expandindo com o aterramento das águas que rodeavam o local. Além da vista incrível dos rios que se unem ao mar, este ponto é marcado pelo cenário do Pátio de Esculturas do artista plástico Francisco Brennand, intitulada “Eu vi o mundo”, e tornou-se o principal palco de comemorações e apresentações artísticas do Estado e da capital pernambucana. 7


capa Cores e cultura na Várzea Por Ivelise Buarque

Dos velhos e tradicionais engenhos, a Várzea dá lugar à beleza natural e artística com dois complexos culturais que merecem visitação: o Instituto Ricardo Brennand e a Oficina Brennand. Os espaços são duas iniciativas privadas que promovem ao público pernambucano e aos turistas no Estado uma viagem à história do Brasil Colônia, riqueza das antigas gerações mundiais e o universo complexo

e impactante do artista Francisco Brennand em exposição permanente. Com cerca de oito anos de existência, o Instituto Ricardo Brennand tem sua arquitetura inspirada em castelos medievais de estilo Tudor, um atrativo a mais para quem chega ao Recife. Com suas construções em tijolos naturais, portões em cores escuras e pesadas, com riqueza de apliques e entalhes, bordas torneadas, além de fachadas rebuscadas com ornamentos, as edificações que compõem o IRB somam em apelo para atrair curiosos ao local, onde é mantido um dos maiores e mais ricos acervos sobre o período holandês pernambucano em todo o mundo. O complexo é integrado por uma pinacoteca com um amplo salão de 1.200 metros quadrados, auditório, reserva técnica, cafeteria, lojinha, biblioteca e um Castelo Museu das Armas, além dos belos jardins com exposição ao ar livre de peças do próprio acervo do IRB. O espaço ocupa 77 mil metros quadrados, rodeado por aproximadamente 25 hectares de Mata Atlântica preservada. A pinacoteca, a primeira a abrir suas portas, em 2002, é a vedete, em termos de estrutura. Acompanhando a arquitetura do Castelo das Armas que foi a primeira edifi cação do IRB a ser iniciada é considerada pelos especialistas em espaços como este, como um dos mais bem equipados de todo o país. O que possibilitou colocar o Recife na rota de exposições internacionais. A pinacoteca mantém um belo acervo de obras raras, com destaque para a bibliografia do período holandês no Brasil. Alguns livros expostos integram um conjunto valioso de obras publicadas sobre nosso país, no exterior, como o livro de Barléu,


contando os grandes feitos de Nassau. Algumas dessas obras foram adquiridas de várias fontes. Entre elas, o acervo do pernambucano José Antônio Gonsalves de Mello, o mais completo historiador do período holandês de todos os tempos. Na exposição “Frans Post e o Brasil Holandês na Coleção do Instituto Ricardo Brennand” que tem como foco principal as 15 telas do paisagista de Nassau, também ganham destaque objetos, documentos e manuscritos importantes para o entendimento de nossa história. E 12 livros são vistos como relevantes. Impressos na Holanda e Portugal, Inglaterra e Espanha, essas publicações foram selecionados para integrar a mostra de Post e representam a vasta produção de uma época. Conhecido como o Castelo da Várzea, o Museu das Armas ocupa uma área de 1.000 metros quadrados e é integrado por oito espaços: a torre de entrada, com 45 metros quadrados, o salão principal é distribuído por 160 metros quadrados e a sala orientalista, com 150 metros quadrados e ainda uma sala de armas, com 60 metros quadrados. Ainda: um hall – teto jardim, com 260 metros quadrados e dois espaços reservados para serviços técnicos, com 120 metros quadrados e 125 metros quadrados, respectivamente. O foyer, cartão de vista do Museu das Armas, tem 40 metros quadrados. A Oficina Brennand é outro espaço que merece ser destacado pela sua riqueza artística. O ambiente foi idealizado pelo renomado numa área de 15 mil metros quadrados, instalad nas terras do Engenho Santos Cosme e Damião, a também no histórico bairro da Várzea. Cercada por remanescentes da Mata Atlântica e pelas águas do Rio Capibaribe, a Cerâmica São João tornou-se fonte inspiradora e depositária da história do artista pernambucano Francisco Brennand, em 1971, quando este transformou as ruínas da olaria da antiga fábrica de tijolos e telhas do seu pai neste ambicioso e bem sucedido projeto. Este monumental e original conjunto arquitetônico integra numa mesma proposta pintura, escultura e arquitetura na forma do trabalho de um artista vivo e atuante, representando um museu de exposições em constante mutação com peças permanentes

deste símbolo pernambucano. Nele podem ser conferidos painéis, murais, esculturas, objetos decorativos, quadros e cerâmicas, além de algumas exposições temáticas e de uma linha voltada para a construção civil caracterizadas pelo estilo inconfundível de Brennand. O espaço ainda se destaca pela sua arquitetura em ruínas, numa perspectiva histórica de refletir a origem do complexo num estilo das grandes maravilhas gregas. São mais de 10 mil metros quadrados de arte e cultura que expressam sonhos, pesadelos, piadas, críticas, símbolos fálicos, formas eróticas em meio a jardins projetados por Burle Marx. Tudo isso espalhado em meio ao abandono original da fábrica do velho engenho, fundada pelo seu pai (o velho Ricardo Brennand) em 1919 e encerrada em 1945.

Serviço: Instituto Ricardo Brennand - Engenho São João, s/n, na Várzea (Alameda Antônio Brennand - Continuação da Rua Professor Luiz Freire, próximo ao Cefet) Funciona: De terça a domingo, das 13h às 17h. Quanto: R$ 5,00 (inteira) e R$ 2,00 (idosos, estudantes, professores e crianças até 7 anos portando documento de identificação). Nas terça-feiras, a entrada é gratuita. Informações: 2121-0352. Oficina Brennand - Engenho Santos Cosme e Damião, s/n, na Várzea (Próxima à Rua Gastão Vidigal, após o Campus da UFRPE) Funciona: De Segundas às Quintas, das 08h às 17h. Às Sextas, das 08h às 16h. Quanto: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (estudantes e idosos). Informações: 3271.2466

9


11


Bazar Tempo incerto mexe com a produção de make e hair neste inverno 2010 Prevenção

Limpeza profunda

Pensando no processo preventivo para suas consumidoras, a Natura amplia a linha Chronos. A marca lança o Natura Chronos 25+ FPS 15 indicada para os primeiros sinais do tempo. Este Creme Anti-Sinais 25+ conta com elastinol, extrato de café, licopeno, FPS 15 e proteção UVA e UVB, com a concentração de ativos adequada para a faixa etária entre 25 à 30 anos, através de uma ação antioxidante e oferecendo hidratação prolongada. Tem como principal ponto de destaque o re-equilíbrio e funcionamento da pele, prevenção dos primeiros sinais e o estimulo da renovação celular.

Fácil e prático

Cara Limpa A Avon reforça sua linha de beleza com a proposta de mostrar a pele mais jovem e mais iluminada com o Ideal Shade Base Compacta de Múltipla Ação FPS15, que utiliza a exclusiva tecnologia Precise Light. Esse produto apresenta pigmentos que se ajustam à luz para deixar sua pele com aparência natural em qualquer iluminação ou ambiente. Prático, corresponde a um 3 em 1 podendo ser usado como base, corretivo e pó em um só produto, tornando a pele perfeita em um único passo. Ele combina a suavidade de uma base líquida com o acabamento natural de pó, fazendo uma cobertura perfeita, prática e de resultado imediato com longa duração.

Naturalmente belos A linha Pantene Pro-V da Procter & Gamble, possui uma ampla gama de produtos que atendem a consumidores com os mais variados hábitos e estilos. Um deles é a Cachos Definidos Pantene, que promete cachos 99% mais definidos e hidratados em apenas 10 dias. Esta coleção inclui xampu, condicionador, máscara para hidratação intensiva e creme para pentear. Todos os produtos contêm aminoácidos (os Aminos Pro-V) que hidratam e revitalizam os cabelos, recuperando-os dos danos provocados pelo clima ou pelo uso exagerado de escova, de chapinha e permanente, entre outros processos químicos. A fórmula cremosa, enriquecida com vitaminas, desembaraça, hidrata, dá forma e balanço aos cachos, além de hidratar os fios e revitalizar a cor, reduzir a queda, deixando os cabelos com o volume e a definição adequados.

Shampoo Purificação da Raiz de O Boticário é um mix de menta e graviola que controla a oleosidade, perfuma e mantém a sensação de limpeza por mais tempo. Como contém extratos naturais, ele ainda prolonga a sensação de cabelos recém-lavados, deixando-os soltos, macios, com brilho e deliciosamente perfumados. É um produto bastante indicados para pessoas com excesso de oleosidade nos cabelos, proporcionando 44% de diminuição. Os resultados podem ser obtidos após 30 dias de uso combinado do Shampoo + Condicionador.

Não é só desodorante que se torna prático para o uso diário. Um novo produto chega ao mercado para tornar a vida mais fácil. É o perfume em roll-on da Margarita Bloom que se torna uma opção indispensável, uma vez que pode ser carregado na bolsa. Como os vidrinhos são pequenos, eles são ideais para carregar para cima e para baixo - mesmo na menor das bolsas. Além de práticos, eles ainda vêm com rótulos lindíssimos cheios de imagens retrô e personagens de pin-up, no estilo dos produtos da Soap&Glory. São mais de 10 opções de fragrância com aromas como canela, gengibre, figos caramelizados e romã, entre muitos outros. E todos os produtos da marca ainda são feitos com ingredientes naturais e orgânicos, como óleo de girassol, leite, mel e semente de uva. Por enquanto, o produto é vendido apenas nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido e custa US$ 12,90. É só esperar!

Look brilhante Este é a promessa do Glazewear Shine Gloss Labial Super Brilho, que apresenta agora nova versão com formula avançada. Este produto, que já é um sucesso da marca Avon, proporciona cobertura uniforme e uma sensação ultraconfortável, além de um incrível look brilhante. Este Efeito de alto brilho é aliado a uma sensação de lábios hidratados, confortáveis, macios e suaves. Entre os destaques desta fórmula está uma cobertura uniforme que dura por horas.


Closet H

oje a moda não pede muitas combinações e sim bastante cores porém que ficam de acordo, os acessórios são usados para destacar o visual e possui cores fortes e claras para ficar diferente do visual básico. As bolsas coloridas são uma das formas para destacar o visual. A bolsa não precisa necessariamente combinar com o cinto e a cor do calçado, pois fica muitas cores iguais e acaba pesando no visual. Por isso, vale a pena ousar e se arriscar nas mais variadas combinações, desde que se tenha bom sendo. O efeito color chega para contrastar com a frieza das cores tradicionais do OutonoInverno.

Multicolorido

Tudo em cima Vale ressaltar ainda a saia de cintura alta, que ficou muito conhecida neste ano de 2010. Muitas mulheres optaram em usar o modelo que deixa a cintura mais fina, escondendo as gordurinhas localizadas de modo natural. Além delas, têm sido muito usadas também as calças e os shorts de cintura alta, acompanhado de camisetas e blusinhas por dentro da peça. Antes os modelos eram soltinhos, mas agora surgiram os de cinturas altas e coladas ao corpo. Os novos modelos são indicados mais para as magrinhas, pois marca bem o corpo valorizando as curvas femininas. O tecido é normalmente o mesmo dos vestidos de bandagem e, por isso, a mulher necessita estar em dia com o seu corpo.

Retrô

Há um ano, ele virou um bibelô para a mulherada e passou a ser um acessório diferenciado para compor um look básico. O cinto de lacinho traz uma nostalgia dos momentos românticos da década de 50 e proporciona um visual bastante charmoso. Atualmente, ele pode ser usado em vestidos, blusas, calças e principalmente com roupas de cintura alta. Além de ajudar a compor o seu look da sua maneira, as opções disponíveis no mercado agradam a todos os gostos tornando este um mimo importante para tornar o seu dia mais colorido e feminino.

Fofos e incomuns Seguindo do ditado popular “o lixo de uns é o luxo de outros”, um novo acessório vem conquistando as mulheres e causando muito frison. São os pingentes inusitados em formatos diferenciados e fora dos padrões tradicionais: lobo, beija flor, cavalo, esquilo, tesoura, sorvete no pescoço. Pode parecer meio estranho, mas esses artigos estão entrando cada vez mais na moda e ganhando a marca de algumas das mais badaladas marcas como a espanhola Après Ski e as americanas “Manymals”, Cast of Vice e Tiffany, que lançou uma linha especial de jóias inspirada no filme “Alice no País das Maravilhas” (relógio, gato risonho, cupcake, entre outros).

Curinga Uma peça básica no armário é sempre fundamental no guarda-roupa de qualquer mulher. Isso porque nem sempre é fácil escolher as combinações certas: testar as peças e montar um visual perfeito as vezes é um desafio em tanto quando não se está com saco ou criatividade. Por isso, manter no closet uma camisetinha branca é uma mão na roda e a chave perfeita para não errar no figurino. Essa eterna companheira agora invade territórios glamourosos, cheia de atitude, mostrando que pode ser bem mais versátil do que a gente sempre imaginou. A mesma camiseta branca pode protagonizar diferentes looks, deixando o visual mais relax ou glam. Para tirar o caráter básico e prosaico desta peça, basta caprichar nos acessórios e soltar a criatividade, mas, lógico, sem exagero.

Renovação Tabuleiro de Mistura

A nova ordem mundial, frente as mudanças sociais e economias, é reaproveitar e renovar, dentro da cultura e política do social e ecologicamente correto. Então,

para não disperdiçar, é importante lançar mão da criatividade para dar novos ares a uma peça bastante popular no dia a dia: o tennis. A pedida é torná-los mais alegres e modernos com pequenos ajustes que realcem a propostar com cores. Diversas marcas como a All Star e a Nike apostaram na idéia do tênis coloridos com soluções diferenciadas. E agora essa novidade é uma tendência para reduzir a anciosidade naqueles momentos de compulsividade, lançando-se mão de artifícios comuns e simples como comprar somente cadarços novos ou trocar os

cadarços por fitas grossas e coloridas. Com essas pequenas estratégias, é possivel restaurar e inovar este acessório, gastando-se pouco e deixando-os com cara nova. Basta compre os substitutos com as cores da moda para combinar com suas roupas, ou fazer flores ou qualquer desenho com tinta de tecido, ou fitas cujas cores e estamparias chamem atenção. Vale tudo para deixar o tênis mais divertido, legal e personalizado. 13


de cara Tempo incerto mexe com a produção de make e hair neste inverno 2010 Por Ivelise Buarque*

de dia a dia e o ros n l e v á s e en dos omb m qu p is ta ra s d u e in lt d a r m a ite or d rte na s. Que gem é um onsável p ais charme para tos, o co encaracolado o curto n a S x A maquia lher, sendo resp m le m A n a s e Para que al e aind r mu Segundo m cabelos liso os deve apostar lados e qualque vantada no visu ou uma balada. ke e uma o d ro c n la le a combina belos encaraco . Os fios são e or toda a dar uma r curtir uma festa o carreira, o m os e para a o c c ti s e p n o e ic tem e româ istribuir o volum adas, dando o quem qu com o look com os são itens bás ados para d a d n d d r de delic arredo trabalha de hair adequa ar os devidos cuidprodução. s, a fim são naturais e o ic tr é im o s m a as do. ndas produçã damental se to s acabem com a. As o ente desarruma inverno, ç o e n d b e z fu a li o s c é d e s o lm d rtante rí este e é impo belo to natura equenos aumenta no pe do clima. rt c p o e e c p u s u q a o r ca ado evita ade ção er o pente ato do rosto. O face”, reocupa po e da instabilid p lh o c ta s s e e a e E rm d da ne, su e do tem “Na hora nsideração o fo aços e formas abelos é e Perséfo e seis u q em virtud o tr u c c o s s n o e e levar em combinar com tação no bonito e , Zeus ord eses com sua mã ria se ra a id g h re e g d r te gia is m tem que x Santos. O uso -los com aspecto Na mitolo méter, ficasse se scuridão. Deméte e ficaria le á A ix e e e u D q a ra d afirma de, filha com Hades, o deus d sses períodos em o inverno. dável pa aturalida er n n e m m o la e e o c e d o v c re re er diz outon causa meses inverno ável. s. Isto qu a pele o, e por ria se originado o e d re id d u e c a s lh te u m is e tr m te en .N às uiag stação sua filha, odidade mais fria do ano s podem A maq m o bro, a e este c m e te longe de o e e o s lh çã ad e s, simplicid s é mais na esta lguns casos, os o tar os dias dia 23 d as temperatura o por o n n e o a e n -s d u m e o ix a d a que m staque. E rido promete esq e Encerran zada pelas b te atípico, marc r longas d : s io b teri colo stan s po , e nos lá é carac a tem sido ba uvas intercalada ar mesmo rosa Pink e foco. O o d e ra o fo lh r m g e li h fica cida verm ano o c constantes de c frio promete che ador (BA), o conhe da como o ã , s ç . re s s ta o g s lv a s io e a d le a fr S a a a em banc strela ixa alor. M ivos e r vez n especial om a ba das de c Os tons v que vão ganha tom pink é a e tom cor tempora s de agosto, em devem sofrer c ba ba res ue são as co cores sóbrias. O r da estação. “O luz do dia neste mê ) e Natal (RN), q o a c s mas E por sua m e foi eleito a o vapor, louras e as que Recife (P do ar. do d e to ia g c a ia n u a ê lt q s ma tend m vo lhere taca umidade o també o: o lilás. As mu m esse tom”, des ininos, a o, que teve o h m in v fe e s d o ad açã variaçã bem co a sofistic ito pente es dessa pede sua bem clara ficam Studium Beleza. No ques é o glamour e das coqueluch do nas le o a nta 010 s têm a pe dor Laércio AZ, d inverno 2 oque como um o que foi aprese acionais. tanto no ir e ia d u o q p a rn c om sto e rida clássico de acordo com nos desfiles inte om estilos ia pelo ro , uma boca colo um e s s a c o , p d o r o ã e ã to ç mplo com ndo o glitt estaç aten os olhos, a boca. Por exe moso, fica ótima s do mu ens chamam a N s la re a s s a g n p dem core cre e mo quia u p o a o c m m o s é c o e s b s lh o os tam ude, fo Cabelo diferentes. édio, na inho ou n r por cima. Os olh leves. m v s e to ra n d tu e x m e te glitte tinua ompri o mais toque de sobrancelhas sã entar o c os. O coque con que s re p a o s O co los vã e sólid fortes e a tação. “ me em esfiados Os cabe s d e , s a s ro s b e ara s om volu r altura do é um clássico p e com maior ode esta s p e a le a lh lt e re a , o o s em inh za. altura da uito cert ium Bele vem na abeça. Nada m Santos, do Stud do verão x c s cima da rado”, ensina Ale as bagunçada ç n tu a u o. lo e tr desestr de cava porada de invern o b ra O m ce na te permane


Os olhos marcados continuam como uma boa opção para noite e o blush rosa fica só no contorno e o marrom esfumaçado dá relevo. “Mas vale salientar que a mulher deve saber equilibrar as cores e a pele deve estar sempre bem tratada, limpa e sem imperfeições à vista”, conclui Laércio AZ. O Studium Beleza, em Boa Viagem comemora 1 ano de funcionamento no próximo dia 15 de maio. O espaço é a opção certa para quem gosta de se cuidar e exige qualidade no atendimento, produtos e serviços. Com ambientes diferenciados, arquitetura clean e sofisticada, o ponto forte é seu staff de profissionais. Sócio-diretor do espaço ao lado de Karla Bezerra de Mello, o pernambucano Henrique Mello é maquiador queridinho das celebridades e número um das principais revistas de moda, beleza e comportamento. Após 20 anos em São Paulo, Mello aporta na cidade e traz sua experiência de mais de 25 anos de carreira nacional e internacional como consultor e maquiador visagista, além de oferecer serviços exclusivos e personalizados

em beleza. Entre as atividades pioneiras do espaço estão o Bodas’s Day e o Personal Beauty, trabalhos direcionados que prometem ser a sensação da clientela do dia-a-dia e dos segmentos de noivas, moda e publicidade. Além dele, o time traz nomes como Laércio AZ – já conhecido entre as bem-nascidas do Recife e os hair stylists Alex Santos e o carioca João Coscardo - consultor oficial da L’oréal e darling de celebridades. Para completar, o conceituado fotógrafo Renato Filho é responsável pela produção de books e eventos em geral. Dicas de moda, beleza, makes e cabelos por experts no assunto são super oportunas em pautas jornalísticas do gênero para o inverno, noivas, mulheres que não abrem mão de estar em sintonia com as atuais tendências ou mesmo para quem busca um estilo próprio que realce as belezas naturais e dê um ‘up’ no visual.

Studium Beleza Rua Horizonte, nº 41, Boa Viagem Fone: + 55 (81) 3341.3434 | 3343-4176 www.stud1um.com.br (*) Com informações da Assessoria de Imprensa: AP Comunicação Estratégica

15


DIVULGAÇÃO

GambGaragee A Força da Miscigenação

A banda nasceu em 2005 de jovens da zona sul da cidade do Recife, mais precisamente do Bairro do Pina e Brasilia Teimosa, com a proposta de fazer um som diversificado mas sem perder a originalidade. No início de 2008, os integrantes decidiram criar algo novo, valorizando os elementos culturais da nossa região, chegando à conclusão que a cultura e a arte devem ser usadas como forma de fortalecer nossas raízes brasileiras, e a música como sendo uma das principais arte onde podemos levar através de nossas canções, diversão, educação, instrução e informação. Atualmente, trazemos as influências de grandes artistas como Luiz Gonzaga, Chico Science e Nação Zumbi, Tim Maia, Jorge Ben Jor, Paralamas do Sucesso, Lenine, Cordel do Fogo Encantado, O Rappa, as nações de Maracatu,Bob Marley,Pink floyd, além de grandes escritores pernambucanos como Josué de Castro, Carlos Pena Filho, Manuel Bandeira, João Cabral de Melo Neto,e grande parte dos movimentos de cultura popular e tantos outros poetas, músicos e letristas do mundo. Rock,reggae,samba,xote,maracatu,côco...toda essa fusão cultural, chega a aguçar a percepção musical e a gerar uma nova forma de entender a música.Então, a banda hoje

traz uma proposta cultural onde nosso som e letras, se misturam com poesia e música, cultura e arte, antropologia, sociologia e literatura, ou seja, utilizando toda essa riqueza que temos juntas num só propósito de fazer um novo som, com muita qualidade e originalidade. Nossa proposta cultural e artística é enaltecer e fortalecer a cultura de um estado chamado PERNAMBUCO, de um região chamada NORDESTE, de uma nação chamada BRASIL.integrantes: Diego Rodrigues - Vocal Flávio Siqueira - Guitarra Yrleonne Hubbarack - Baixo David Cordeiro - Batera Higo Tattoo - Percussão Lamartine - Percursão Músicas com cara nova estão neste site da OI :http://www.oinovosom.com.br/gambgaragee Nosso site:http://gambgarageepe.webnode.com.br/


17


19


Revista digital Modelos da Terra - edição 1  

Mostrar o que Pernambuco em beleza, não natural. O charme e a graciosidade das jovens pernambucanas que sonham em brilhar nas passarelas e n...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you