Page 41

E

stampas, grafismos, restos de guarda-chuvas, acessórios de submissão e armaduras no Museu Oscar Niemeyer (MON) bem poderiam ser elementos de uma mostra ou mesmo uma instalação de arte contemporânea. Foi mesmo com esse intuito de unir arte e moda que a Semana de Moda de Curitiba inovou e criou para esta edição a Passarela Art. O evento, que aconteceu entre os dias 22 e 28 de outubro, proporcionou a quatro marcas uma experiência de exibir os seus trabalhos de maneira diferenciada. A começar pela passarela, que deixou de lado o formato tradicional, para aproveitar os painéis do museu como cenário, e os looks, que trouxeram a pegada de vanguarda para completar o show. Baseada em conceitos como os de sedução e oposição entre liberdade e submissão, a marca Bruna Galliano, homônima da ex-maquiadora e agora designer de moda íntima, trouxe para a passarela uma coleção de lingeries com pegada sado e design diferenciado. Nos looks apresentados pela Prisma, da também ilustradora Priscila Martins, foi a vez do corpo ornamentado representar armaduras de guerreiras. No que diz respeito a grafismo e belas imagens, Lorena Matioli e Roberta Custódio, da Lupi Design, são experts. A dupla transportou toda a sua arte para a estamparia única, inspirada na América latina, sob o tema “Histórias de pescador”. Bem poderiam figurar em exposições contemplativas.

Tudo bem que o espaço do MON já confere um clima art, mas o que realmente fez a diferença foi o trabalho dos designers. “A Lupi Design, por exemplo, já tinha desfilado na Passarela 2. Essa marca presta serviços, faz estampas para as outras marcas e desenvolveu uma coleção só para a P Art. A Renata Luciana - que faz coleções inteiras usando material de guarda-chuvas reciclados - estava na Passarela 1, nós achamos que a P Art era o lugar ideal para ela e para essas marcas que têm criações mais artísticas e menos comerciais”, finalizou o responsável pelo espaço.

LabModa Além da Passarela Art, a semana de moda contou com mais duas passarelas, onde doze desfiles, entre marcas mais comerciais e novos talentos puderam mostrar o seu potencial. Para complementar, eventos paralelos, como a feira LabModa, onde os visitantes puderam adquirir mimos fashion e o Fórum de Gestão e Criatividade, com palestras e debates sobre moda local e nacional.

Por fim, Renata Luciana. A arte de vestir e o seu trabalho com guarda-chuvas reciclados trouxeram as estruturas de metal e tecidos de sombrinhas em forma de moda. Utilizando técnicas como o moulage na construção, o material conferiu o estilo autoral e exclusivo para as peças.

Criação Na página ao lado, passarela de Renata Luciana. Guarda-chuvas são matéria prima para os looks. Nesta página, Lupi Design exibe o seu grafismo em estamparia exclusiva

www.modashoesbrasil.com

Foto: Emi Hosh

De acordo com o diretor artístico do LABmoda - Semana de Moda de Curitiba, Junior Gabardo, a Passarela Art não teve custo algum para os participantes, sendo totalmente patrocinada pelas empresas Vicunha Têxtil e Santa Constância. “Nós demos uma olhada no mercado, pedimos ajuda de profissionais e coordenadores de cursos de moda para escolher essas marcas que nós sabemos que, apesar de não terem muito apelo comercial, desenvolvem um trabalho muito interessante na área de criação. Por isso mesmo, que essa foi a única passarela totalmente subsidiada”.

41

Moda Shoes Brasil - ed03  

Moda, calçados, acessórios, bolsas e muito mais.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you