Issuu on Google+

Agosto 2013 | Edição 03

37

ROOTS Influências através dos séculos

TENDÊNCIA CHAVE O melhor do Fashion Rio e SPFW

56

LOOKBOOK Escolhao seuestilo!

26

SUMMER

TIME FÉRIASDE VERÃO

36

GAROTA

TOP A grande vencedora

MODA BRASIL MAGAZINE

1


Está tudo aqui! Conheça o Shopping Moda Brasil!

O Shopping Moda Brasil tem 14.200 metros quadrados de moda para oferecer a você. O primeiro centro comercial atacadista do Espírito Santo conta com mais de 50 lojas de moda feminina, masculina, lingeries, fitness, plus size e acessórios. Os empresários de moda que visitam o Shopping têm à disposição serviços, como salas de descanso, estacionamento e praça de alimentação. Entre em contato conosco e consulte o guia mais próximo da sua região (27) 2101-4153. 2

MODA BRASIL MAGAZINE

www.shoppingmodabrasil.com.br


Modelo: Viktoriya Janeiro.

BE CREATIVE BE BLESSED

www.blessedcrew.com

FOTOGRAFIA . MAKEUP & HAIR . STYLING . VIDEO . DESIGN


4

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

5


MODABRASIL MAGAZINE NÚMERO#03 EDITORIAL A terceira edição da Moda Brasil Magazine anuncia as principais tendências da primavera-verão das mais de 50 marcas que compõem o Shopping. Looks exclusivos para os segmentos de vestuário e acessórios femininos e masculinos serão apresentados. Vamos demonstrar ainda, a evolução da capital capixaba da pronta-entrega, que se tornou referência nos últimos anos para lojistas do Espírito Santo e de regiões como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia, que movimentam diversas excursões ao mês, e incrementam ainda mais as atividades econômicas da região, que apresenta boa infraestrutura para receber os turistas de negócios. Nossos principais diferenciais, a excelência na pronta-entrega e a capacidade que temos de atender às necessidades dos revendedores de moda, com a velocidade que o fast fashion demanda, serão abordados por meio de depoimentos de empresários que vêm ao Shopping para abastecer seus comércios. A criação do Shopping Cidade Sol, empreendimento do Grupo Moda Brasil, com lançamento previsto para 2014, é mais uma novidade para os lojistas. O empreendimento é uma grande conquista para o Norte do Estado. Serão 150 lojas 100% pronta-entrega, incluindo ainda: restaurantes e lanchonetes e estacionamento com cobertura e hotel. Levar até a você o melhor da moda capixaba é a nossa meta, sempre. Confira nas próximas páginas as qualidades das peças confeccionadas por nossas fábricas e surpreenda-se! Boa leitura!

DIRETOR DIRETOR ADMINISTRATIVO Julio Bezerra MARKETING COORDENADOR DE MARKETING Leandro Garozi PRODUTOR DE MODA Aurélio Eduardo Sathler EDIÇÃO DE MODA Inês Maximino (Blessed Crew) Revisão Mariane Pereira (Tipz - Comunicação e Marketing) CONCEITO E DESIGN Blessedcrew.com DIRETOR CRIATIVO Jay Nielsen FOTOGRAFIA Jay Nielsen STYLING Inês Maximino MAKE UP & HAIR Nikita Carvalho ARTE FINAL Blessedcrew.com

6

MODA BRASIL MAGAZINE

AGOSTO 2013 | EDIÇÃO 03

37

ROOTS INFLUÊNCIAS ATRAVÉS DOS SÉCULOS

TENDÊNCIA CHAVE O MELHOR DO FASHION RIO E SPFW

56

LOOKBOOK ESCOLHAO SEUESTILO!

26

SUMMER

TIME FÉRIASDE VERÃO

36

GAROTA

TOP A GRANDE VENCEDORA

MODA BRASIL MAGAZINE

NOSSA CAPA Foto: Jay Nielsen Styling: Inês Maximino Beauty: Nikita Carvalho Design Nails: Ana Leites (Milky Nails).

1


SUMÁRIO Moodboard Inspiração

10

Looks matchy-matchy

ENTREVISTA MATEUS SOLANO

18

08 14

MIX TENDÊNCIAS

DEPOIMENTOS DE LOJISTAS

22

26

EDITORIAL SUMMER POOL

36

GAROTA TOP A VENCEDORA

CULTURA ROOTS

44

TENDÊNCIA CHAVE DICAS DE VERÃO

50

TOP 5 VIAGEM

37 46 52

GASTRONOMIA VaneteArrigoni lookbook MIX DE PRODUTOS

56

DICAS HAIR

72

MODA BRASIL MAGAZINE

7


m ue o sol te q r o lh e m veite o uente, laras. Apro de viver num país q c o ã s o rã pôr ara este ve e quem gosta. O fato locais tropicais e o p s e õ ç a ir peças As insp veite os anhia d r, na comp ora das férias. Apro onheceu. Aposte em rar. e c re fe o para mistu s na h nca c r vantagen isitar lugares que nu s que nunca pensou s e da te e d o p ó s v rõe lmeira olatina. Vá isture pad no, das pa a piscina a e c o do sol de C no seu armário e m o d , ulhe n do Brasil rar ano. Merg casa. o d que vão du antar com as cores te n e u q ocktail em is c c a n e m m u e o s r ã e ç e z Deix a esta nte fa e compõe . Experime alegria qu praia ao fim do dia na nce. e passeie rádio e da o d e m lu vo Aumente o

a c i p o r t se i a m i n ea ia d x s a a m p Estam

FONTES: www.weheartit.com / www.fashiongonerogue.com

8

MODA BRASIL MAGAZINE


de s o t n o ais, p . s o i r 贸 s s ace

e s a m r fo a t a l p , cor

MODA BRASIL MAGAZINE

9


SHOPPING

TUDO A COMBINAR Os coordenados a combinar são tendênciaS quenteS deste Verão. Os looks vieram diretamente da passarela. incendiaram os blogs e foram usados e abusados pelas celebridades. O chamado look “matchy-matchy” está em todas as lojas, para todos os gostos e carteiras. Quer seja, saia e casaco, top e shorts ou calças e t-shirt, as opções são infinitas e nós não conseguimos resistir.

KERY

NIMBUS

10

MODA BRASIL MAGAZINE


KABAN

KERY MODA BRASIL MAGAZINE

11


Print it! Os padrões e estampados já são característicos do Verão. as flores, as inspirações tropicais e marítimas fazem sempre parte do nosso imaginário de férias. Confira 3 combinações diferentes de como pode coordenar padrões e torná-los em looks distintos. O segredo são sempre os acessórios.

12

MODA BRASIL MAGAZINE


AD FACES

MODA BRASIL MAGAZINE

13


ENTREVISTA

Mateus Solano “Não sei se o sucesso me ensina ou incentiva. O sucesso mais me incentiva a continuar ir em frente, do que me ensina alguma coisa”

14

MODA BRASIL MAGAZINE


O Félix é um vilão ao qual não estamos acostumados. Como tem sido esse processo de criação?

para conseguir. A irmã dele é o grande problema, porque é o xodó do pai e, provavelmente, o hospital vai ficar com ela.

Ele é diferente dos bonzinhos, mas para cada personagem que faço, tento buscar uma diferença total e absoluta, porque acho que ninguém é igual, por mais que a pessoa seja boa ou ruim, ou qualquer outra coisa assim. Desse ponto de vista, acho que ele é tão diferente quanto o Mundinho (Gabriela) era do Miguel, do Jorge (Viver a Vida), ou então, quanto o Arnaldo (Do Tamanho do Mundo), que estou interpretando no teatro. Não vejo essa dificuldade. A opção sexual dele é bem perceptível, pela forma como ele age. Ele tem um casamento de fachada, convencional como a gente pode chamar... Como homem, mulher, filho e tal. Ele tem essa vontade de poder e de ser diretor do hospital. Isso tudo ele acha que é camuflado de ser homossexual. Ele é um cara sem escrúpulos. Ambicioso, tenta se tornar o acionista majoritário do hospital que pertence ao pai e vai passar por cima de tudo e de todos

Alguns países estão regulamentando o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Você acredita que, com isso, o preconceito irá diminuir? Já me fizeram uma pergunta parecida, do tipo se acho politicamente correto acontecer neste momento. Na verdade, o que está acontecendo é uma grande discussão sobre essas hipocrisias, que sempre existiram. A questão da aceitação ou não do homossexual aparece agora, porque temos uma grande liberdade na internet, de dizer o que a gente acha, fóruns são montados e tem a questão da globalização. As pessoas têm suas opiniões que podem ser lidas. Não acho que este momento é diferente. A única diferença é que agora se fala mais sobre essas coisas. O preconceito sempre existiu, mas agora ele está muito mais à tona. Agora, se ele vai diminuir isso eu não sei... Deixo pra história dizer.

Seu personagem é gay, mas não assume por medo da repressão. Você acha que o Félix sente a necessidade de mostrar que virilidade combina com poder? A questão dele é com o pai que, apesar de não ser contra homossexual, não gostaria que o filho fosse. É como muitos e muitos pais que a gente vê por aí. O pai fez a parte dele, no sentido de tentar arquitetar a vida do filho. Todos os movimentos do Félix são para agradar ou esfregar na cara do pai que ele é muito bom. Ele é bom no papel de interpretar o marido, como o pai queria que ele fosse. Mas o que ele quer, na verdade, é que o pai o perceba melhor do que a irmã. Félix é movido por insatisfação e sentimentos de injustiça, por inveja, sentimentos mesquinhos... Sobre a questão de maldade, você comentou que está lendo ‘Efeito Lúcifer’. Em sua opinião, ninguém é o “Eu da força”? É um bom livro. Na verdade, ainda estou lendo, mas está complicado, porque o roteiro

é extenso. Mas é um barato, porque ele mostra que sempre existe uma parte nossa que é má e outra que é boa. Cada um de nós tem suas circunstâncias de vida, que leva a alimentar o monstro que há dentro de nós. Ou o altruísta que existe dentro da gente. E, no caso do Félix, essa maldade já existia desde pequeno. Existem algumas cenas com a avó dele, em que ela fala sobre as maldades que fazia quando era criança. Mas isso tudo foi alimentado, principalmente, pela rejeição do pai e o excesso de mimos da mãe, e por esta questão dele ter que esconder a homossexualidade que é visível. E como é para você lidar com a sua maldade? Como você a controla? Sou um cara, digamos que do bem. Um cara de paz. Mas sei da existência da maldade. Eu lido com ela por meio dos meus personagens. Acho a profissão de ator uma grande catarse neste sentido. A gente se põe no papel de outras pessoas, e acaba exercitando outros lados da gente, que são reprimidos pela sociedade. MODA BRASIL MAGAZINE

15


ENTREVISTA Grande parte do carisma de um vilão vem daí. A gente diz bom dia, boa noite, com licença o dia inteiro. Chega em casa e liga a televisão, e vê aquele cara dizendo aquelas barbaridades que às vezes a gente gostaria de dizer, mas colocamos um cadeado na boca e acabamos não dizendo. Muita coisa fica engasgada na garganta, somos impedidos de falar para não perder o emprego, o amigo, perder isso ou aquilo. Essa não é a primeira vez que você trabalha ao lado da atriz Barbara Paz. É mais fácil dividir a cena com quem já conhece? A desenvoltura é melhor? É a terceira vez que trabalhamos juntos. Com certeza é mais fácil, e essa é a grande vantagem que um grupo de teatro leva em cima de um elenco de teatro. Elenco é aquele povo que se junta para fazer a peça e depois se separa. Um grupo vai trabalhando, se conhecendo, desenvolvendo linguagem, e o trabalho vai enriquecendo. O fato de eu estar num terceiro trabalho com a Barbara... poxa, conheço o jeito dela, e, hoje, a gente discute muito menos sobre qualidades ou defeitos um do outro nas cenas. Um dos fatos que as pessoas comentam é que a emissora dificilmente mostrará o beijo entre duas pessoas do 16

MODA BRASIL MAGAZINE

mesmo sexo. Esse fato pode acontecer nesta novela? Aliás, você toparia fazer uma cena assim? Estão até colocando bastante no You Tube uma cena de um beijo gay que eu fiz num filme, chamado “Novela das Oito”. É uma cena muito bonita. Agora, já na televisão, a novela trata a questão da homossexualidade com muita normalidade, de uma forma, que ainda não foi vista. Se o beijo gay acontecer, certamente será da mesma forma que o beijo heterossexual, sem nenhuma forma de preconceito e sem nenhum alarde. O ator sempre quer ser odiado quando interpreta um vilão. O que você espera que o público ache desse novo trabalho? Eu não vou às ruas. Fico o dia inteiro no Projac e depois volto para casa. Mas fico sabendo por meio dos meus colegas. Depois de muito tempo fui dar uma olhada no Twitter e fiquei muito feliz de ver a repercussão positiva do personagem. As pessoas falam rindo que estão odiando. É um ódio dúbio. É amor e ódio, porque tem muito humor, e eles gostam. A tendência do personagem é ir se soltando mais. Muitas vezes eu penso que talvez esteja dando pinta demais, mas... Já relaxei quanto a isso. Acho que

tem uma teatralidade, que permite o Félix dizer algumas coisas. Como tem sido pra você acompanhar de perto o crescimento da Flora, que já está com dois aninhos? Dois aninhos e sete meses... Tem sido ótimo! Tudo tranquilo. Ela ainda é muito pequena, mas você já se perguntou como vai fazer para passar conceitos de ética e moral para ela? Não, eu vou pensar no dia a dia. Mesmo com pouca idade, os pais colocam os filhos em atividades como balé, inglês, espanhol. Você vê um problema ou acha positivo para o crescimento da criança? Vejo como algo positivo, porque a infância é o momento em que temos que fazer várias atividades, até pra gente saber o que vamos escolher, lá na adolescência. É uma das fases mais estimulantes da vida, e a criança precisa ser estimulada. Eu já passei por cursos de judô, natação, vôlei, basquete, violino e música. Fui muito estimulado. O fato de o meu pai ser diplomata possibilitou que eu conhecesse vários lugares pelo mundo. Tudo isso abriu a minha cabeça. E tudo que eu puder dar de abertura pra minha filha,

e não de fechamento, vou querer dar. Muitos dos problemas que a gente vê de intolerância, hoje, são por ter pessoas com cabeça fechada e opiniões conclusivas e definitivas sobre as coisas. Eu sou mais da pergunta: ‘será que pode ser?’... Gosto de uma frase do Sócrates: ‘Só sei que nada sei’. Existe uma discussão em torno de bater ou não na criança. O que você pensa a respeito deste assunto?

Como você normalmente age em situações de limites? Cada um deve saber como educar o seu filho. O mais importante é isso que eu falei, de mostrar pra criança que nada é definitivo. Tudo é criativo. Tudo pertence ao presente, nada pertence ao passado e nem ao futuro. É no presente que a gente utiliza o que


aprendeu no passado pra construir um futuro. Mas o único momento que existe é o presente.

Não tem como descrever. Acho que todas aquelas frases clichês começam a fazer todo o sentido.

Com a chegada de um filho, as pessoas afirmam que se tornam melhores, no sentido pessoal. Isso aconteceu com você?

Você ajuda a cuidar da Flora, troca fraldas, coloca para dormir?

Eu gosto de falar, inclusive, usar este exemplo, pra falar da minha peça. O Arnaldo acorda um belo dia, e não consegue andar. É um mal súbito que logo passa, mas que abre um

buraco dentro dele. E, a partir daí começa, a ver as coisas como se estivesse vendo o mundo pela primeira vez. Com este novo olhar ele começa a questionar as escolhas dele, e o desejo e os valores que ele dá para as coisas. Eu comparo isso com o momento em que voltei da maternidade com a Flora. Não era o mesmo Rio de Janeiro...

Claro! Eu sou o pai. Flora é 50% eu! Quando você está de folga o que mais gosta de fazer? Andar de bicicleta e curtir os amigos em casa... Maysa – Quando fala ao coração – irá reestreiar no Canal Viva. Como foi para você interpretar o compositor e produtor musical Ronaldo Bôscoli? Ali descobri que sabia fazer televisão. Percebi que conseguia transportar a qualidade que busco no teatro, de onde venho, para a TV. Foi uma descoberta muito importante. O Bôscoli chegou na hora certa em minha vida. Meu objetivo foi entender o que o Jayme Monjardim queria daquele papel, e deu certo. Encaixei a minha figura na lembrança que cada um tem dele. Seu personagem atuou como grande vilão na minissérie, e na vida real a passagem dele na vida da cantora foi breve. Mas Manoel Carlos optou por aumentar sua participação. Como foi para você? Bôscoli foi o vampiro emocional de cantoras

como Elis Regina, Nara Leão e da própria Maysa. Ele foi um dos criadores da Elis como a conhecemos. Ele falava para ela colocar a voz para fora. Por enquanto, você também está com o espetáculo ‘Do Tamanho do Mundo’. E o texto foi escrito pela sua mulher, Paula Braun. Como tem sido esse processo? Tem sido muito bom. Era uma questão para mim, porque a gente já acorda, toma café e dorme junto, mas trabalhar não sabia como ía ser. Tem sido muito bom saber que isso pode unir a gente ainda

mais e não separar. Nesta peça você interpreta Arnaldo, um homem que acorda e não consegue caminhar. Como está sendo o processo de criação deste personagem? O problema logo passa, mas abre um vácuo na vida dele. Então, começa a repensar o valor das coisas e as necessidades. De repente, não sabe o que vale a pena na vida dele, o que é verdade, o que não é. Ele começa a questionar tudo.

JOGO-RÁPIDO

O que é o sucesso? Não sei se o sucesso me ensina ou me incentiva. O sucesso mais me incentiva a continuar ir em frente, do que me ensina alguma coisa. O que o sucesso te ensinou? O sucesso de glamour não ensinou nada! Mas se for a fama, ela só me ensina a ter cuidado com ela. Como concilia a vida de pai e ator? Da mesma forma que a de médico e ator. Para você, um domingo perfeito é: É aquele que vem depois do sábado. É absolutamente perfeito. Já o dia que vem depois do domingo, não é exatamente bom... (risos) Qual é a sua maior vaidade? Cada pergunta difícil que você me faz... Eu acho que é minha careca. Que estilo de mulher mais te atrai? A minha! Qual a maneira de deixar o Dia dos Namorados inesquecível? É não esquecer a data, em primeiro lugar. Eu nunca esqueci, porque a televisão sempre anuncia... Compre, compre! Uma característica marcante em você: Sou muito alto! Eu tenho um e noventa. O que nunca imaginariam sobre você? Vão continuar sem imaginar... Do que você tem medo? Do futuro... Não, do futuro não. Tem uma frase do Gilberto Gil que diz: ‘Não tenho medo da morte, mas de morrer sim’. O que mais te dá prazer em fazer? Censurando! MODA BRASIL MAGAZINE

17


TENDÊNCIAS

Estações

D&G FW 2013

O

s bandos de pássaros a chegar da emigração na primavera e as chuvas do inverno são pontos cada vez menos certos. A evolução do planeta e a maneira como vivemos nele, afeta o seu funcionamento. A poluição, o derreter do gelo nos polos e o aquecimento global são realidades. O tempo torna-se imprevisível. Em um dia frio, estamos com uma peça de malha e, de repente, o sol abre e começamos a suar. Os designers defendem que este fato não os influencia. Segundo eles, as vontades é que mudaram, e o importante é criar peças que atraiam pela beleza e sofisticação. Itens indiferentes às temperaturas. Os designers criam casacos de pelo nas coleções de verão e vestidos decotados

Campanha Secret Garden da Dior Inverno 2013

18

MODA BRASIL MAGAZINE

A meteorologia já não é certa consoante as estações do ano, e os designers sentem-se mais livres na hora de criar as suas coleções nas duas grandes temporadas do ano. nas coleções de inverno. É um mix sem retorno, que pode ser muito favorável e faz cada vez mais sentido. As marcas pretendem vender para os 2 hemisférios e isto só vem contribuir para uma oferta crescente no mercado. As tendências já não são consequências dos nomes das estações. Hoje, o potencial de cada peça é medido pela sua qualidade e pelo styling realizado com ela, ou seja, a maneira de cada um utilizar cada opção. Os limites tornamse bem maiores e as definições do que são peças de verão ou de inverno, ficam menos carregadas. Desenhar roupas à medida do mundo, tendo em conta que as pessoas vivem em climas e temperaturas muito

diferentes, é um desafio das grandes marcas. Apostas das high brands, as coleções resort/cruise – mini coleções de poucos looks, dirigidas às pessoas que viajam para lugares mais quentes no inverno – são ideais para países quentes, como o Brasil, que tem temperaturas agradáveis o ano todo. As regras são menos rígidas e os estilistas já não estranham o fato de existirem casacos de cabedal compridos para a temporada de verão. Calções de seda ou vestidos de alças para uma coleção de inverno tornam-se novas apostas. Para o consumidor comum, essas novas tendências criam várias vantagens. As


esGlobais peças de coleções passadas, também podem ser utilizadas em outras temporadas. É mais fácil compor looks e brincar com a conjugação das peças. Com tanta informação disponível hoje em dia, em revistas, sites e blogs, o mercado da moda ganhou uma importância inevitável. Essas transformações criaram clientes mais exigentes. Com opções infinitas e uma moda global, temos mais hipóteses, ironicamente, de nos individualizar. Ou seja, havendo acesso a mais conteúdos e opiniões, as pessoas se tornam mais seletivas. As combinações de peças, por exemplo, permitem várias possibilidades. Portanto, não só as temperaturas e o clima ficam imprevisíveis, mas o que vamos ver nas passarelas também. E o mais curioso e interessante, é assistir a como cada cidade do mundo interpreta as mesmas coleções e/ou tendências. As leituras de diferentes culturas sobre um mesmo hit podem criar panos para mangas, mas no final tudo está interligado.

PROENZA SCHOULER LOOKBOOK.

PRADA SUMMER 2013.

MODA BRASIL MAGAZINE

19


20

MODA BRASIL MAGAZINE


www.lojakery.com.br AD_Kery_Joana.indd 1

MODA BRASIL MAGAZINE 7/23/13 3:47 PM 21


CLIENTES

Considerado uma potencialidade econômica no Espírito Santo, o Shopping Moda Brasil atrai todos os meses mais de três mil lojistas e diversas excursões de estados como Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais e ESPÍRITO SANTO. A qualidade dos produtos, preços justos e as facilidades oferecidas pelo programa de fidelidade atraem os empresários do segmento. Conheça alguns dos revendedores de moda que passam por aqui.

Alenita Souza, lojista de Medeiros Neto (BA)

Ancilia Nicolal, lojista de Nova Venécia (ES)

Daniele Falquer, lojista de Campos (RJ)

Pryscylla Olmo da Silva, Jerônimo Monteiro (ES)

“Sou cliente do Moda Brasil há muito tempo. O atendimento dos profissionais e a variedade de marcas são atrativos. Também destaco a qualidade dos jeans encontrados nas lojas. As peças seguem as tendências da moda e sempre agradam meus clientes.”

“Tenho o hábito de vir ao Shopping a cada dois meses para conferir as novidades. Sou cliente do Shopping desde o lançamento, há dois anos. Estou satisfeita com a qualidade dos produtos, o atendimento, conforto, segurança e bem-estar oferecidos em cada espaço.”

“Os produtos que compro no Shopping têm uma ótima aceitação dos meus clientes. Para abastecer sempre o meu negócio com as novidades de cada estação, visito o Moda Brasil duas vezes por mês. Indico a conhecidos e amigos que lidam com o segmento da moda, principalmente, pela segurança e conforto.”

“Minha primeira visita ao Shopping foi com o auxílio de um guia de compras. O público-alvo da minha loja são os jovens e no Moda Brasil há várias marcas que têm esse perfil. Isso facilita na hora da compra. Com as peças que adquiro aqui tenho obtido bons resultados no meu negócio.”

22

MODA BRASIL MAGAZINE


Elisania Kelly, Caratinga (MG)

Kleid Calazans, Vila Velha (ES)

Maria Sonia, Jacarepaguá (RJ)

“Durante três meses como cliente já pude constatar que o Shopping já tem rendido bons frutos à minha loja. As peças que adquiro no Moda Brasil têm uma ótima aceitação, devido a qualidade das peças. O atendimento e os preços justos estão de parabéns.”

“Venho ao Moda Brasil de 4 a 5 vezes ao mês. O Shopping se tornou um diferencial para a minha loja, por causa do acabamento das roupas. Meus clientes adoram! A facilidade para realizar trocas e a proximidade são outros atrativos.”

“A cada 15 dias gosto de vir ao Shopping para conferir o que as marcas apresentam como novidades. Sou cliente há 1 ano e aprecio a qualidade das peças de jeans wear e de lingeries, segmentos que revendo em minha loja.”

Envie seu depoimento+foto para: marketing@shoppingmodabrasil.com.br

MODA BRASIL MAGAZINE

23


24

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

25


FOTOGRAFIA_jaynielsen styliNG_inĂŞs maximino beauty _Nikita carvalho joana alegria_best models nails_ Ana leites_milky nails 26

MODA BRASIL MAGAZINE


TOP E SHORT KABAN MODA BRASIL MAGAZINE

27


MACACテグ AMABILIS

28

MODA BRASIL MAGAZINE


VESTIDO AMABILIS

MODA BRASIL MAGAZINE

29


BLUSA TUTTI FRUTI SHORT TUTTI FRUTI

30

MODA BRASIL MAGAZINE


T-SHIRT TUTTI FRUTI SHORT - TUTTI FRUTI

MODA BRASIL MAGAZINE

31


CAMISA CODENIX CALÇA PANTALONA CODENIX 32

MODA BRASIL MAGAZINE


CALÇA E TOP NIMBUS

MODA BRASIL MAGAZINE

33


34

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

35


Modelo de Colatina vence o concurso Garota Top Moda Brasil Mais de 150 modelos, entre 14 e 24 anos, de todo o Espírito Santo, participaram do nosso concurso, o Garota Top Moda Brasil. Três eliminatórias marcaram a realização dessa iniciativa que elegeu apenas uma vencedora. A capixaba Izabela Gonçalves Machado, de 15 anos, que encantou a nossa equipe de jurados e o público que participou da votação, por meio do voto popular, foi a escolhida. Izabela descobriu o concurso por meio da nossa página no Facebook e conta que decidiu participar nos últimos dias de inscrição. “Não imaginava que conseguiria vencer. Todas as etapas foram bem difíceis e haviam modelos muito bonitas. A última eliminatória foi a mais complicada. Restaram apenas 5 meninas e todas queriam muito o título”, lembra. Carreira A nossa Garota Top começou sua carreira em 2011, em Colatina, com apenas 13 anos. Em 2012, participou de um concurso em Belo Horizonte, Minas Gerais, em que disputou eliminatórias com mais de 600 modelos de todo o País. Hoje, com o prêmio de R$3 mil que recebeu em nosso concurso e com o contrato com Agência Ragazzo, tem vários planos e pretende investir no futuro profissional. “Essa é uma oportunidade única de fazer contatos e me tornar conhecida no mercado. Tenho planos de fazer cursos e me especializar como modelo”, comenta. 

36

MODA BRASIL MAGAZINE


CULTURA

Séculos de Moda Ao longo dos séculos, o vestuário brasileiro foi influenciado pela colonização e globalização. Mas terão as influências voltado completamente às raízes? No século XVI, quando os colonizadores portugueses chegaram ao Brasil, na zona hoje chamada de Espírito Santo, depararam-se com um grupo de indígenas muito específico que lhes mostrou muita resistência. Temidos pelo seu aspecto e fisionomia, foram apelidados de botocudos.

As peças de vestuário que usavam eram bastante reduzidas, mas assentavam em grandes plantas e flores, ornamentos de madeiras e peles de animais. Cinco séculos depois, as inspirações para as coleções são, precisamente, as mesmas dos povos primitivos: os acessórios grandes e “statement”, que são algumas das maiores tendências a nível global. Os temas florais e as estampas com plantas e árvores são reinventados a cada estação e os prints animais já se tornaram verdadeiros clássicos que não cansam.

Os botocudos eram homens de grande porte, extremamente bem preparados para a luta e bastante temidos por outras tribos vizinhas. Para além do ar agressivo, ainda ostentavam botoques ou batoques, ornamentos feitos de madeira em formas arredondadas, introduzidos nas orelhas e no lábio inferior - representativos referentes às orações e/ou Será um ciclo vicioso ou a vasta beleza da batalhas. natureza brasileira é uma grande inspiração?

Não temos uma resposta concreta para estes fenômenos culturais e sociais. Mas a verdade é que o fascínio pelo mais antigo e o “blend”, a inspiração nas raízes culturais e o inovador são processos encantadores. Existem alguns grupos que ainda resistiram até o século XX, na zona do Espírito Santo e de Minas Gerais, vivendo da pesca e da caça. Aos poucos, infelizmente, acabaram por desaparecer, deixando para trás marcas ricas na história indígena brasileira. Vão sempre ficar conhecidos como os eternos lutadores.

MODA BRASIL MAGAZINE

37


RAÍZES A inspiração indígena é usada no nosso

dia a dia, muitas vezes, inconscientemente. O étnico e os roots são tendências que acabam por voltar de temporada em temporada. Brinque e misture peças. as opções são infinitas!

Angelica Swenson FOTOS_JAYNIELSEN EDIÇÃO DE MODA_INÊS MAXIMINO BEAUTY_NIKITA CARVALHO

38

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

39


40

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

41


42

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

43


TENDÊNCIAS

Tendência Chave Confira as tendências que os estilistas apresentaram nos eventos de moda mais badalados do Brasil

COLCCI

TECA POR HELO ROCHA

R. ROSNER

O

Fashion Rio e o São Paulo Fashion Week incendiaram, mais uma vez, a passarela com tendências arrojadas e divertidas para este verão, estação que é tema desta revista. Apesar dos designers serem, nos dois eventos, criadores muito distintos e com conceitos e coleções fortes, existem sempre elementos comuns que fazem surgirem novas tendências. Pode ser uma cor, pode ser uma peça ou mesmo uma atitude. O Fashion Rio é o lugar com mais propostas de swimwear a nível nacional, e nesta temporada, assistimos ao surgimento de uma tendência global, que não é comum para o povo brasileiro. Os biquínis brasileiros são conhecidos, mundialmente, por serem muito reduzidos. A tendência no swimwear, neste momento, tanto nos Estados Unidos, como na Europa, é de uma leve inspiração dos anos 1950 e 1960, com peças com cortes retrô, aliadas aos padrões mais modernos e coloridos. As opções que vemos à venda, atualmente, no fast fashion, são de partes de baixo bem maiores. Calções cintura alta e partes de cima maiores também são

44

MODA BRASIL MAGAZINE

SALINAS

encontrados. Ou mesmo trajes de banho de uma só peça, os chamados triquínis, mas com uma nova condição e uma nova definição de beleza: É mais importante que a peça seja bonita e elegante do que mostrar a pele. O Fashion Rio acompanhou esta tendência crescente, para surpresa de muitos, e desenvolveu coleções semelhantes. Auslander, numa versão preta e branca, com muita influência desportiva, subiu as calcinhas e aumentou os tops. Triya, num tom mais elegante e rico em cor, apresentou cinturas altas, imensos cortes diferentes para os tops e trajes de banho completos, mostrando que o corte e os padrões fazem a diferença. Em Salinas, também não foi diferente, a prioridade era tapar mais a parte traseira e, novamente, os trajes de banho de uma peça só. Irá o Brasil deixar a tanga e os minibiquínis, em prol de uma grande tendência? No São Paulo Fashion Week, em termos de prêt-a-porter e couture, houve uma tendência predominante: O branco. O branco é quase uma tendência clichê. No verão, é a cor chique, que favorece as

AUSLANDER

TRIYA

peles bronzeadas, que faz um contraste bonito e que ilumina. Desde as coleções mais casuais, como a Osklen e a Colcci, até as mais conceituais, como a de R.Rosner e a de Samuel Cirnansck, tinham branco puro nas peças. E apesar do branco ser uma escolha habitual, também é uma cor com muito significado adjacente. O mais óbvio, como a inocência, pureza e perfeição. É também a liberdade das opressões, o alívio do desespero e do choque emocional. A tonalidade ajuda a limpar e acalmar as emoções, pensamentos e o espírito. Tendo em conta o estado inconstante e inseguro mundial do Brasil, a nível social e econômico, podemos encarar o branco na roupa como uma mensagem de paz inconsciente dos designers. O impacto da moda e da roupa é inegável. A importância das cores na consultoria de imagem, também é um fato comprovado. Abrace o branco no seu closet e relaxe neste verão!


MODA BRASIL MAGAZINE

45


DICAS

10 dicas para passar melhor o seu verão Book Club

Faça algo que nunca fez Sempre quis começar uma aula nova no ginásio ou arriscar um novo corte de cabelo? Este é o momento!

Organize com os seus amigos um clube de leitura e façam as reuniões na praia mais próxima. Aproveite o calor, mergulhe e partilhe ideias.

Dançar mais Aproveite a playlist para fazer uma festa leve em casa. Ria com os amigos, não há melhor remédio.

Música ao ar livre Não conseguimos viver sem música, portanto, porque não partilhá-la e, ao ar livre, aproveitar o bom tempo? Informe-se dos festivais, concertos e shows mais próximos da sua casa.

46

MODA BRASIL MAGAZINE

Vicie-se nas novas aplicações do celular. Conecte-se às redes sociais do Shopping Moda Brasil e compartilhe novidades!

Reorganize o closet Doe o que já não usa e o que não quer mais. Arrume de maneira que esteja tudo à vista e organizado do seu jeito para ser mais fácil na hora de procurar uma peça. Isso vai te inspirar e te ajudar a descobrir coisas que já nem lembrava que tinha.

Receita nova Aposte em saladas no verão! São mais frescas, têm mais água e vitaminas para se manter hidratado. Junte novos ingredientes e surpreenda a sua cara metade com um novo prato saudável inventado por você. Piqueniques Conhece um lugar bonito, com uma vista de tirar o fôlego? Leve a sua família até lá para um piquenique. Desfrute do ar livre!

App’s

Fotografias Tire mais fotografias. Eternize as ocasiões importantes no papel ou no digital. Procure ter lembranças dos momentos especiais!

Decoração faça você mesmo Tem uma madeira velha no quintal que não serve para nada? Ou uma caixa velha de fruta? Pinte e decore ao seu gosto. Pode torná-las em uma mesa ou prateleira nova para a sua casa. FONTE: www.weheartit.com / www.tumblr.com


MODA BRASIL MAGAZINE

47


48

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

49


VIAGEM

5 lugares TOP para pa (sem ter que ir muito longe)

Praias DE Guarapari

G

uarapari é conhecida por ter as praias mais bonitas do Espírito Santo. Este local é procurado o ano inteiro pelas qualidades terapêuticas da água. É impossível não se sentir bem com o azul inconfundível do mar. A flora à sua volta também é vasta e peculiar, tornando a cidade um lugar tropical e especial na imensidão de cerca de 30 praias. Sendo a costa tão extensa, existem pequenos paraísos secretos para se descobrir entre rochedos e pequenas falésias.

Dunas de Itáunas Vinte e cinco quilômetros de praia com um cordão enorme de dunas que compõem uma linda paisagem. Um paraíso de águas límpidas e mornas, que convidam todos os turistas a apreciarem de perto a maravilha natural. É possível encontrar nas dunas a mata de restinga baixa e um solo arenoso e salino, que mesmo assim deixa crescer árvores frondosas, muitas vezes frutíferas. Do alto das dunas, vemos de um lado o mar, e do outro o rio. A vila por trás da natureza é extremamente bucólica e pitoresca, com nativos hospitaleiros, prontos para ensinar forró a qualquer estranho. 50

MODA BRASIL MAGAZINE


passear neste verão! Pedra Azul

Mosteiro Zenen Budista

Um local bastante conhecido pelo acervo arquitetônico urbano e a escalada nas montanhas rochosas de Pedra Cabeça Torta, Pedra da Conceição, Pedra da Montanha, Pedra da Rocinha e Toca dos Caboclos. Um local mágico com rochas enormes, onde a natureza oferece uma vista incrível sobre a cidade e pequenas surpresas escondidas em vários cantos, como pinturas rupestres. Se exploração e serra combinam com você, essa é a rota perfeita para visitar neste verão.

Morro da Vargem é o primeiro mosteiro zen budista da América Latina. Guiados pela disciplina, harmonia, liberdade da mente e bom humor, os monges seguem o budismo num ambiente calmo e leve, através da meditação. Além de retiros e algumas atividades, existem visitas gratuitas ao mosteiro, aos domingos. É possível ver toda a zona ecológica, os templos, as belezas naturais que o rodeiam e as trilhas em meio à Mata Atlântica. Os monges explicam todo o funcionamento do mosteiro e da sua vivência. É um roteiro histórico e cultural. Imperdível!

Pôr do Sol Colatina é um polo econômico e industrial incontornável da região. É conhecida pelas suas festas e pela magia do seu pôr do sol único. Com as altas temperaturas, assim que o sol começa a baixar, o ar enche-se de cores incríveis, que tornam o céu um verdadeiro espetáculo visual. A revista TIME, na década de 1960, o considerou um dos mais bonitos do mundo e nunca mais esse título foi retirado. www.colatina.es.gov.br www.olhares.uol.com. www.mosteirozen.com.br/ www.hoteisepousadas.blog.br www.guaraparialuga.com.br MODA BRASIL MAGAZINE

51


FOOD STYLE

Receitas deliciosas O Espírito Santo, estado do Sudeste brasileiro, é uma faixa de terra espremida entre o vasto estado de Minas Gerais e o profundo mar azul. “Terra composta de montanhas e mares, de portas abertas para o mundo, onde o sol irradia a maior parte do ano.” Essa é a definição da historiadora Patrícia Merlo sobre o solo capixaba, em seu livro “Em Torno da Panela: Sabores do Espírito Santo”. É muito significativo e representativo esse litoral de águas azuis com 400 quilômetros de extensão. Com a chegada dos imigrantes europeus, na metade do século XIX, a maior parte da população concentrava-se na ilha de Vitória, de onde partiu para iniciar o

desbravamento do interior do estado. Algum tempo depois, os imigrantes seguiram na direção do Rio Doce de águas profundas e navegáveis que desempenharam no estado do Espírito Santo o papel de limite natural entre a zona povoada e a região desconhecida do Norte. Percebe-se que a cozinha tradicional capixaba teve o seu apogeu nos contornos do mar, com os peixes, camarões, siris, lagostas e caranguejos. A história do desbravamento do município de Colatina está intimamente ligada às tentativas de colonização do Vale do Rio Doce e de suas terras que eram habitadas por índios botocudos e conhecidos também por aimorés. Portanto, a influência alimentar indígena na região de

Colatina ocorreu por meio da construção do paladar com os frutos das águas cristalinas do Rio Doce, tais como: O cascudo, o pitu, a piabinha, a traíra, o piau, a manjuba (a sardinha desse manancial), a corvina e o grumatã. Surge assim, a alquimia do preparo capixaba, como parte de um processo intercultural: A moqueca de peixe com pirão de farinha, servida borbulhando em panela de barro. No prato, os ingredientes nativos e os peixes que eram consumidos pelos índios. Já no modo de temperar, a tradição portuguesa e a habilidade da mão africana. Nesse contexto, surgem os pirões feitos com o caldo das carnes vermelhas, encorpados com a mandioca em forma de farinha sob a influência indígena. Segundo Gilberto Freire, em “Casa-Grande & Senzala”, os elementos provindos de culturas diferentes e que constituem o

patrimônio alimentar brasileiro estão articulados sob uma perspectiva em que escolhas, abandonos, apropriações e transformações fazem parte de um processo histórico e cultural. Nessa perspectiva, no início do século XX, ocorreu um intenso processo migratório interno no solo espíritosantense e o recomeçar da saga da exploração das terras desconhecidas do Norte do Espírito Santo. Isto é, por uma grande parte de imigrantes italianos em busca de terras mais produtivas e o grande incentivo de amigos que já haviam imigrado para o Vale do Rio Doce, como afirma Cristina Dadalto, em sua obra “Trajetórias Migrantes”. Dessa forma, sob as influências indígenas e italianas, surgem dois atrativos alimentares que representam a identidade históricocultural de Colatina: a moqueca de peixes que nascem no Rio Doce e o capeletti ou agnolim das mãos das mulheres italianas. Sabe-se que a memória gustativa é uma das vias de recepção e de entendimento entre os povos. Isso torna mais fácil compreender a preservação desses pratos para estabelecer ou não deixar morrer o elo profundo e forte para com os índios e os italianos (que são, na realidade, os colonizadores de Colatina), interligados nos atos de cozinhar e comer. Vale ressaltar que Colatina compõe a Região Turística Doce Pontões Capixaba, formada por nove municípios em que consistem de formações rochosas diferenciadas e hidrografia, que facilitam o desenvolvimento do Turismo e Esporte de Aventura. Além de Colatina, também fazem parte dessa região, as cidades de Águia Branca, Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Governador Lindenberg, Mantenópolis, Marilândia, Pancas e São Domingos do Norte. O turismo de aventura dessa região é composto por 21 modalidades. Estão na lista: Caminhada, caminhada de longo curso, cicloturismo, cavalgada, rafting, canionismo, cachoeirismo,

52

MODA BRASIL MAGAZINE


deliciosas e com estilo rapel, tirolesa, arvorismo, turismo fora de estrada, escalada, canoagem, bungee jump, asa delta, parapente, observação da vida selvagem, montanhismo, flutuação, mergulho, espeleoturismo (atividades desenvolvidas em cavernas, grutas, lapas, tocas e afins). O turismo de negócios, em Colatina, capital capixaba da pronta-entrega é representado por meio da indústria têxtil e de confecção. Esse segmento atrai turistas de outras cidades do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia ao polo colatinense. As atividades desenvolvidas no Shopping Moda Brasil apresentam aos empresários da moda as novidades do mundo fashion e, também, os dois ícones da cultura gastronômica colatinense: Moqueca de Pescada com Pirão e Capeletti na Manteiga de Sálvia.

MOQUECA DE PESCADA

Ingredientes: 2 cebolas grandes, 8 tomates bem maduros, 2 colheres de pó de colorau, azeite de oliva, 800 gramas de pescada, 3 maços de coentro. Passo a passo: Doure a cebola, picada em pedaços pequenos, no azeite de oliva e acrescente o azeite de oliva. Faça uma caminha com a metade da porção de tomates picados em cubinhos. Tempere o peixe com sal e limão, poucos minutos antes do início do preparo. Não é preciso deixar marinando. Coloque as postas sobre a cama de tomate. Sobre as postas, coloque o restante do tomate e o coentro fresco picado, inclusive, com o cabinho. O peixe fica no ponto

02

01

04

em até 20 minutos. Rende quatro porções. CAPELETTI NA MANTEIGA DE SÁLVIA Faça um caldo de carne de galinha com uma cebola branca. Deixe cozinhar bastante e, depois, coe esse caldo. Coloque-o novamente em uma panela e deixe-o ferver. Acrescente 500 gramas de capeletti e deixe cozinhar por 10 a 15 minutos. Observe o cozimento para não deixá-los estourar. Escorra a massa num escorredor. Numa frigideira grande, acrescente duas colheres de sopa de manteiga sem sal e uma colher de sopa de azeite extravirgem em fogo médio. Acrescente 500 gramas de capeletti e dê puxadas. Depois, coloque as folhas de sálvias frescas, inteiras ou

Acompanhamentos Moqueca

levemente rasgadas. Finalmente, ajuste o sal. Incorpore ½ xícara de ervilhas. Sirva com lascas de queijo pecorino.

Vanete Piedade dos Santos Arrigoni vp.arrigoni@uol.com.br Cozinheira, pós-graduada em Gastronomia, consultora gastronômica e de serviços.

03

Moqueca Capixaba

06

Moqueca Capixaba

CAPELETTI NA MANTEIGA DE SÁLVIA

Moqueca Capixaba

05

Moqueca Capixaba MODA BRASIL MAGAZINE

53


www.lojakery.com.br 54

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

55


MODA FEMININA

FOTOGRAFIA_Jorge Conopca styliNG_Aurélio Eduardo Sathler beauty _VICK JR. Renan Bernardo_RAGAZZO Rafaela RodriguesViana_RAGAZZO Thais Potratz_RAGAZZO

56

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA FEMININA

MODA FEMININA

MODA FEMININA E MASCULINA

57

MODA BRASIL MAGAZINE


58

MODA BRASIL MAGAZINE

MODA FEMININA

MODA FEMININA MODA FEMININA


MODA FEMININA E MASCULINA MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA

59

MODA BRASIL MAGAZINE


60

MODA BRASIL MAGAZINE

MODA FEMININA MODA FEMININA MODA FEMININA E MASCULINA


MODA FEMININA MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA

61

MODA BRASIL MAGAZINE


62

MODA BRASIL MAGAZINE

MODA FEMININA MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA


MODA FEMININA

MODA FEMININA

MODA FEMININA

63

MODA BRASIL MAGAZINE


64

MODA BRASIL MAGAZINE

MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA


MODA FEMININA E MASCULINA MODA FEMININA

MODA FEMININA

65

MODA BRASIL MAGAZINE


66

MODA BRASIL MAGAZINE

MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA


MODA FEMININA MODA FEMININA

MODA MASCULINA

67

MODA BRASIL MAGAZINE


68

MODA BRASIL MAGAZINE

MODA MASCULINA

MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA


MODA FEMININA

MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA

69

MODA BRASIL MAGAZINE


70

MODA BRASIL MAGAZINE

MODA FEMININA

MODA FEMININA E MASCULINA

MODA FEMININA E MASCULINA


MODA FEMININA

MODA FEMININA

MODA FEMININA

71

MODA BRASIL MAGAZINE


DICAS BEAUTY

Olhos ou Boca

donna karan

DIOR

DIOR

CHANEL

AKRIS

CHANEL

As tendências de maquiagem para o verão vieram com cor e com os chamados novos neutros, que são os metalizados. Agora é só você escolher o seu foco: Os olhos ou a boca.

MIELE

MISSONI

VERSUS

ROCHAS

GUCCI

MICHAEL KORS

MARC JACOBS

PRADA

MIU MIU

MOSCHINO

SAMUEL CIRNANSCK

KENZO

JONATHAN SAUNDERS

GUCCI

DRIES VAN NOTEN

Quando o foco é os olhos podemos escolher entre cores néon para combinar com o guarda-roupa ou optar por algo mais natural, como o dourado e o prateado. Nos lábios, do rosa forte ao vermelho. No fundo, a maquiagem da estação define uma mulher poderosa, ambiciosa, que gosta de desafios e é cheia de atitude.

72

MODA BRASIL MAGAZINE


Apanhados e entrançados

MARNI

LV

GILES

ERIN FETHERSTON

HOLLY FULTON

As influências mais flagrantes para este verão são os cabelos selvagens e naturais, tanto compridos como curtos. Os apanhados com o volume dos anos 1960 também voltaram. Há ainda os aditivos das tranças aos penteados. Os acessórios vintage nos cabelos complementam os penteados. Lenços e bandoletes são opções. Apesar de existirem tendências ditadas pelos designers nas semanas da moda, o mais importante é manter o seu cabelo saudável, solto e luminoso. Lembre-se de proteger suas mechas do calor e do sol!

MODA BRASIL MAGAZINE

73


74

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

75


76

MODA BRASIL MAGAZINE


MODA BRASIL MAGAZINE

77


78

MODA BRASIL MAGAZINE


O TECIDO DENIM PARA SEU JEANS PREMIUM

OBSTINAÇÃO. A BUSCA INCANSÁVEL DA CANATIBA PELO DENIM PERFEITO, A CONSTRUÇÃO DO DENIM PRECIOSO, AUTÊNTICO, INOVADOR. PRESERVANDO OS RECURSOS NATURAIS, COM RESPONSABILIDADE SOCIAL. TRABALHADO EXAUSTIVAMENTE COM A DEDICAÇAO DO ARTESÃO, LAPIDADO DIA A DIA. A CANATIBA É MOVIDA POR ESTA PAIXÃO, DE QUEM GARIMPA COM OBSTINAÇÃO, NA BUSCA DA CONSTRUÇÃO PERFEITA, DO TINGIMENTO ORIGINAL, DO ACABAMENTO QUE LAPIDA, QUE TRANSFORMA O BRUTO EM PRECIOSO: O DENIM NA MAIS PRECIOSA JOIA.

tecido com a tecnologia LYCRA® lastingFIT

W W W. C A N AT I B A . C O M . B R MODA BRASIL MAGAZINE

79


80

MODA BRASIL MAGAZINE


Moda Brasil Magazine - 3 ed.