Page 1

se essa rua fosse minha

Apoio


“Pra gente cantá o sertão, Precisa nele morá, Te almoco de feijao E a janta de mugunzá, Vive pobre sem dinheiro, Trabalhando o dia inteiro, Socado dentro do mato, De aprecata currelepe, Pisando em riba do estrepe, Brocando a unha de gato.” Patativa do Assaré

z

.


Se essa rua fosse sua, o quê você faria? Imagine que você se transportou para o futuro. Imagine que, nesse momento, você esteja olhando para a sua comunidade e vendo queela está diferente, que ela foi transformada. Houve uma mobilização e seus moradores fizeram uma ação coletiva, que trouxe benefícios e ganhos para a comunidade. Essa pergunta foi feita aos comunitários integrantes da Rede Comunidades Semiárido com o objetivo de incentivá-los a refletir sobre as possibilidades de transformar positivamente suas realidades locais por meio de ações coletivas de mobilização. Essa publicacão é uma compilação das repostas dos comunitários à provocação acima. Dezembro de 2015

F

Coordenação-geral: Marcos Carmona Concepção e coordenação editorial: Luiz Eduardo Lomba Rosa Projeto gráfico: Luiz Eduardo Lomba Rosa Fotos: produzidas pelos autores das histórias http://www.mobilizadores.org.br/jornada/


z

Redondo I Cachoeira dos Índios/PB Jose Netto Kazhuza

E l

Se essa rua fosse minha Eu mandava, eu mandava jardinagem Com flores e bosques Para verem, a paisagem. E de lá muitos jardineiros Se unir e trabalhar Com arranjos de flores O mundo decorar E o pão de cada dia ganhar. Se essa rua ,se rua fosse minha Não deixava a desejar, E colocava o povo inteiro, Pra plantar e cultivar. Para da bons frutos, E a vida adoçar, e sentir cada gosto, E se saborear, E de muito trabalhar, e felizes ficar e Esses alimentos nunca mais faltar


zd Distrito Tabuleiro Água Branca-AL

Jailma Gonçalves Feitosa Se essa rua Se essa rua fosse minha Eu mandava Eu mandava partilhar Mobilizava Mobilizava a galera Para a rua Para a rua organizar

Se essa rua Se essa rua fosse minha Eu usava Eu usava sem parar Compartilhava Compartilhava as ideias Para outras Para outras comunidades ajudar!

Nessa rua Nessa rua tem um parque Que se chama Que se chama COMUNHÃO Dentro dele Dentro dele há pessoas Bem felizes Bem felizes com a inclusão.

Nessa rua Nessa rua tem um lado Que se chama Que se chama diversão Dentro dele Dentro dele há crianças Que aprendem Que aprendem em socialização.

Se há pessoas Se há pessoas com inclusão Há oportunidades Há oportunidades também Se há pessoas Se há pessoas em COMUNHÃO É porque É porque vamos além!

q


Covões de Baixo ;Agua Branca-AL Cícera Soares

b

9

Se essa rua fosse minha Se a mesma fosse minha Eu construiria Um telecentro pra toda gente Com acesso à informação E contava a nossa história Para os demais também saber Que somos uma comunidade De homem valente e mulher guerreira Com coragem e habilidade Tenta mudar essa realidade De desemprego e desigualdades Com integridade e dignidade; Será construido no centro Um espaço de produção, circulação e informação Com características da globalização Além do sufoco que nunca é pouco Sugando o sangue do povo De geração a geração É o poder do dinheiro, movendo o mundo inteiro Covões de Baixo Em desenvolvimento por muitas e muitas gerações Como seres protagonistas do presente e do futuro


1

b Pedra Branca Cumaru-PE

Luzenira Bezerra e Nicolau Gonçalves É uma rua comercial que durante o dia os produtores e compradores se dirigem ao local. Alguns pra comercializar seus produtos naturais trazido lá da roça da agricultura familiar. Mas à noite o ambiente se trasforma num tráfico ilegal alguns cheirando cola outros vendendo droga tomando conta do local.

Por falta de segurança a prostituicão entre joves e crianças toma conta do local. Se essa rua fosse minha eu construía um casarão em forma de coração pra servir de recuperação

dando orientação a quem não teve oportunidade, levando cultura e esporte a essa gente desviada por ter sua mente vazia mergulhou no mundo da prostituidade.

Sem conhecer seus direitos e sem saber lutar pelo mesmo tornou-se na vida um fracasso destruindo sua vida sem deixar um legado de ser na vida. Um ser humano conceituado se tornando dependente sem visão de olhar em frente causando danos à sociedade tudo isso fruto da desigualdade! SE ESSA RUA FOSSE MINHA eu botava ordem na cidade!!


e

Tanque Velho II São Braz do Piauí-PI Nicole Cardoso

r

Nessa rua falta creche e mais educação para as crianças estudarem Falta água encanada para poder beber e se banhar Falta mais cultura e lazer para os jovens se divertirem e brincarem Falta mais oportunidade de emprego Faltam cursos para os jovens e adultos poderem se profissionalizarem Ah! Mas se essa rua fosse minha!

Eu construía uma creche para as crianças começarem a se alfabetizar Eu encanava a água para as casas, assim as mulheres não teriam mais que se queimar Eu criava um monte de empregos, para que muita gente fome não ter que passar Eu criava uma universidade para que as pessoas pudessem se especializar Ah! Mas se essa rua fosse minha!


e Serra do Meio Água Branca-AL

*

Comunidade Serrado Meio

Se essa rua Se essa rua fosse minha Eu mandava Eu mandava construir Um espaço social para juventude Um lugar onde todos possam ir Um espaço de lazer De cultura e alegria Com biblioteca, telecentro E cinema todo dia Um espaço democrático Com acesso popular Onde jovens e adultos Se orgulhem em frequentar

Nessa rua Nessa rua tem amor Esperança, muita fé e união Todos juntos, todos juntos Somos fortes Na melhoria da nossa situação


d

Riacho de Pedra Cumaru-PE Dyovany Otaviano

Se essa rua fosse minha Eu mandava sinalizar Com placas e outdoors Para saber em Riacho de Pedra chegar.

Se essa comunidade fosse minha O posto de saúde ia funcionar Com remédios, ambulância e médicos Isso jamais eu deixava faltar.

Se estrada fosse minha Eu mandava ajeitar Os buracos que existem nela Para Riacho de Pedra poder visitar.

Se essa comunidade fosse minha Mandava construir uma área de lazer Com campo, quadra, piscina e praça Para o meu povo melhor viver.

Se essa comunidade fosse minha Todo povo eu ia mobilizar Com propostas e ações Fazendo a comunidade melhorar.

Se essa comunidade fosse minha Reservatórios de água mandava fazer Limpar açudes e perfurar poços Para o meu povo na seca não sofrer.

Se essa comunidade fosse minha As tradições culturais não deixava acabar Fortalecia a identidade do meu povo Para sermos um ponto de cultura popular.

Se essa comunidade fosse minha Todos os agricultores mandava capacitar Com projetos e técnicas agroecológicas E de forma sustentável poder plantar e lucrar.

Se essa comunidade fosse minha Um grupo de artesãos eu mandava formar Se essa comunidade fosse minha Com qualidade o meu povo ia criar Comercializando os produtos Todos os seus animais Trabalho e renda iam gerar. E assim poder prosperar. Se essa comunidade fosse minha O festival da jabuticaba mandava realizar Se essa comunidade fosse minha Um museu mandava fundar Construiria pousadas e restaurantes Guardando toda história do meu povo Para os turistas vir visitar. Para as futuras gerações poder contar. Se essa comunidade fosse minha Se essa comunidade fosse minha Toda escola eu mandava reformar Ao mundo inteiro ia gritar O professor ia ser bem pago e valorizado Que nela mora um povo guerreiro E os alunos teriam melhores condições E que luta para a mesma melhorar. para estudar.


a

:Retiro II Nossa senhora da Glória_SE Claudinha Lunna

g

Se essa rua, se essa rua fosse minha Eu mandava, eu mandava contruir Uma escola bem descente e estruturada Para que nossa crianças possam estudar! A que temos, a que temos é muito ruim, É uma casa sem nenhuma estrutura, Que precisa muitas coisas melhorar São duas professoras no mesmo lugar Desse jeito não dá pra estudar! E ainda falta uma pracinha Onde as crianças possam brincar E o povoado melhorar!

Falta também um postinho de saúde, Para que nossa população possa se consutar!!! Se essa rua fosse minha!


/ Furnas, Surubim-PE

p

Josseane Teodoro

Moro na Comunidade de Furnas, mais precisamente no Povoado Dom Bosco, em homenagem ao nosso Padroeiro. Como um sonho, olho para ela como amiga, com lembranças da minha querida infância e lembro que com pouco éramos felizes, brincadeiras sadias e amizades que até hoje são cultivadas. Hoje não vemos tantos avanços, continua quase inalterada, apenas algumas construções, que com suor e muito trabalho foram erguidas. Como exemplo, temos a capela que em sistema de mutirão se transformou em local de fé e religião.

Para um futuro próximo enxergamos avanços que nos levam a uma sociedade mais digna, com: posto de saúde mais estruturado, com quadra poliesportiva, calçamentos, praças, telecentro mais qualificado, água para todos e máquinas e equipamento no auxílio dos agricultores.

Assim, teríamos uma melhor qualidade de vida, mas deixando bem claro que é preciso nos fortalecer em comunidade, traçando metas no intuito de alcançarmos objetivos comuns.


E / Solidão São Braz do Piauí-PI José Gomes de Carvalho e Josias Ribeiro

i

Se essa rua fosse minha eu mandava por calçamento de modo a minimizar a poeira Se essa rua fosse minha eu mandava plantar muita árvore Se essa rua fosse minha eu faria uma quadra de esporte para os jovem e adultos jogar todas as horas frias e recuperava 30 anos atrasado de nossa vida Como nós temos um poço artesiano sem equipamento com a vazão de 3 mil quinhentos litros de água por hora Se ele fosse equipado os moradores ganhariam mais de três mil litro por hora Nós iámos ter chacra bem equipada com muitas árvores frutíficas e horta Mas como ele não é equipado, recebendo 200 litros por dia que só dá para os animais beberem no tempo da seca


=! Baixa do Novilho João Câmara-RN Jeane Melo

Se esta comunidade fosse minha Muitas coisas iria mudar Investimentos em beneficio Para vida coletiva melhorar.

Se esta comunidade fosse minha Internet iria instalar Para ajudar os estudantes A informação mais rápida chegar.

Se esta comunidade fosse minha Uma quadra de esporte iria construir Incentiva a pratica de exercício E também para ser divertir. Se esta comunidade fosse minha Investiria em cursos profissionalizantes Para os que visam um bom trabalho E um futuro brilhante. Se esta comunidade fosse minha As ruas mandava calçar Diminuiria a poeira Melhorando o ar deste lugar.

Se esta comunidade fosse minha Uma igreja católica iria construir Para quem quisesse rezar E a casa de Deus conhecer.

Se esta comunidade fosse minha Seria feita muitas mudança No centro construiria uma praça Para jovens, adultos, idosos e crianças. Por fim, lutaria por saúde e educação Qualidade da agua e meio ambiente Visando ter conhecimento, bem estar E uma ação consciente.

b


=! j Lagoa de Cima, São Braz do Piauí - PI José Paes da Rocha

Se esta rua fosse minha, daria tudo o que nossa comunidade precisa.

Daria energia de boa qualidade, água suficiente para o consumo humano. de boa qualidade, sanamento básico, educação de qualidade, saúde, direitos iguais para todos, moradia digna para quem necessita de verdade.


!

D -

Santo Antônio dos Posseiros Mauriti-CE Romar De Né

Se essa rua fosse minha Eu mandava construir um calçamento para diminuir a poeira causada e que afeta os moradores ao lado. Se essa rua fosse minha eu mandava construir um abastecimento de água para sanar a dificuldade por aguá. Se essa rua fosse minha eu mandava construir uma unidade Básica de Saúde para atender aos moradores sem que fosse necessário eles se deslocaram para outra comunidade em busca de atendimento médico. Se essa rua fosse minha eu mandava construir uma espaço de lazer e interação para a comunidade (uma praça). Se essa rua fosse minha eu mandava construir uma quadra de esporte para a prática de esportes. Se essa rua fosse minha eu mandava colocar iluminação publica para satisfazer os moradores durante a noite.


h D Caraibeira dos Teodósios Pariconha-AL

Cinthia Gomes , Amanda Alves, Daiana Mércia e Nilma Nascimento

Se essa rua fosse minha Eu fazia, eu fazia uma mudança O qual ela seria, ela seria uma pracinha repleta de flores. Vamos todos juntos e misturados mobilizar Para com pracinhas enfeitadas a comunidade passar. Nessa rua precisa-se de transporte Que necessita organização Pra transportar, a população. Que tanto carece os cidadãos. Os nossos governantes roubaram a população No qual roubou infraestrutura, também. Roubaram saneamento básico. E educação, saúde também. E o por quê? E o porquê de tanta raiva? Foi porque? Causou a decepção E agora a comunidade de Caraibeiras Vamos todos nós mobilizar Fazendo o bem vamos todos melhorar, a situação do governo do nosso lugar Juntos e misturados vamos todos mobilizar Para garantir um futuro para nosso lugar

b


+ f

Tingui Água Branca-AL

Mobilizadores do Tingui

Se essa rua Se essa rua fosse minha Eu chamava Eu chamava a conversar Com alegria, com alegria no semblante Só pra o meu, só pra o meu povo juntar Nessa rua Nessa rua tem uma gente Com história geração a geração Dentro dela Uma herança holandesa Que formou, que formou a região

Se formou Se formou a região Tu COEP, tu COEP sabes bem Que o TINGUI necessita de UNIÃO E é de todos E é de todos que ela vem!


f

:

8

Sítio Alegre Barro-CE

Guilherme Angelo e Maria Estela Pereira

Se essa rua fosse minha... Buscaria com certeza mais políticas públicas que garantisse a nossa juventude rural crescer e desenvolver seu potencial na própria comunidade sem se deslocarem para os grandes centros onde a maioria das vezes vão apenas se marginalizarem. Se essa rua fosse minha... Não haveria com certeza nem uma forma de violência contra a criança, a mulher e a pessoa idosa, haveria mais amor e mais respeito.

Se essa rua fosse minha... Os refugiados, não existiam, e muito menos a guerra, e sem a paz entre os povos e as nações. Se essa rua fosse minha... Se fosse minha esta rua a nossa mãe natureza estava protegida, não aconteceria tanto desrespeito ao meio ambiente, tais como: desmatamento, assoreamento, queimadas, rios poluídos pelo lixo e agrotóxico.

Se essa rua fosse minha... A corrupção seria combatida em todos os níveis e segmentos, e nosso povo não faria do seu voto moeda de troca e sim o exercício as cidadania, e assim homens e mulheres se tornariam conscientes de seus direitos e deveres enquanto cidadãs e cidadãos.

Se essa rua fosse minha... Haveria mais políticas públicas de sustentabilidade de combate aos efeitos da seca no nordeste, e não esmolas que deixam o nosso povo cada dia mais alienado. E por fim se essa rua fosse minha teríamos mais respeito a vida, promoveríamos uma cultura de paz e com certeza trabalharíamos por uma educação e saúde de qualidade.


Baixio Cajazeiras-PB Vanielli Geilson

F Na nossa rua tem uma praça de lazer com academia popular, parque para as crianças, ninho de livros e uma quadra de esportes.

Desassoreamos os açudes e rios, construímos barragens onde estão cheios e limpos e também há coleta de lixo. O setor saúde está bom, nosso posto de saúde é bem equipado, medicamentos não falta e os profissionais são humanizados.

Afinal, na nossa rua com a academia popular melhorou a saúde e bem estar de todos, temos água limpa e agora também uma comunidade consciente, onde é “um por todos e todos por um”.

<


Anauá Mauriti-CE

Leandro Souza, Flavio Araruna e Rosa Lindjhenys

U

E se existisse uma Rua só nossa? Nela viveríamos melhores? Estaríamos aptos a cuidá-la? Todos os dias são construídos novas ruas, mas para que uma rua seja construída, geralmente outra rua, “velha” sem mais utilidade, é destruída para que outra rua ganhe vez. Em Anauá tem ruas e Rua. Essas ruas possuem nomes e números, sobretudo, possuem vidas. Delas saem sons e, ao passar por elas cheiros são sentidos. Nessa lógica, as ruas são unidades vivas, são espaços semânticos nos quais, ao longo dos anos, ficam gravados em suas memórias espaciais, os tons e toques da temporalidade social, econômica e por que não poética? Se as ruas de Anauá pudessem falar, elas diriam, certamente, que já presenciaram coisas que talvez você, leitor, não gostaria de ter vivido para ver. Essas ruas guardam segredos que nem mesmo o tempo poderá, um dia, trazer à tona. Anauá só é anauá porque existem suas ruas, não no sentido espacial de entender, mas sim, na perspectiva de que nelas existem vidas que as dão vozes, sobretudo, as vozes noturnas. Há uma rua reta, uma curva, nota-se ainda uma rua que se serpenteia calmamente cruzando os poucos espaços que nos resta. São ruas que levam e trazem todos os dias, meninos, meninas, jovens, adultos e idosos. Cada um destes, com uma missão; escolas, roçados, bares, sombra de árvores e outros caminhos mais, rumo à socialização de prosas diárias. Temos também uma rua sombria, todavia, alegre. Nela ninguém quer seguir, pois é lá que se faz a viagem última, é nela que são conduzidos os fragmentos daquilo que um dia já fora vida. No entanto, para cada voz que se cala ao passar por essa rua, soma-se um pedaço de memória que se perpetuará para as gerações futuras. Mas nossas ruas não são mais as mesmas, elas foram degradadas ao longo de poucos anos. Elas possuem poeiras, pedras, sacos, buracos, todos unidos numa só sincronia. Em dias de vento, bailam soltos fragmentos de sacos perdidos em meio a remanescentes de poeiras, que saem ruas abaixo, depositando-se em espaços de esquinas bifurcadas. Se essas ruas fossem minhas, eu as daria cheiro e cor, sobretudo, banho, literalmente. Mas elas não são minhas, mas nossas. Toda a comunidade deve pensar no coletivo, agir no coletivo e cuidar para que no futuro, essas ruas não se tornem remanescentes de memórias. Infelizmente, no atual estado de individualidade capitalista que se insere a sociedade do presente século, as ruas perderam seu sentido semântico, não são tratadas mais como Ruas, mas sim, como espaços divisórios nos quais, são inseridos sistemas de delimitação geopolítica. E isto, as tornas vulneráveis a todas as intempéries do tempo. Em conclusão, ressalta-se a importância de se cuidar do espaço onde vivemos, desde uma sala de estar até as ruas que embelezam nossas casas, pois, elas são unidades vivas e como tal necessitam de ser cuidadas, assim como se cuida da vida em sua forma individual.


5 e Modelo I, João Câmara-RN

Silvaney Ribeiro da Silva Se essa comunidade fosse minha Eu mandava todas as ruas calçar Para diminuir a poeira no verão E no inverno os carros não atolar

Se essa comuinidade fosse minha Eu mandava construir Uma praça com árvores, bancos e playground Para as crianças, os jovens e os idosos se divertir Se essa comunidade fosse minha Eu mandava edificar Uma área esportiva E todos o esporte iriam praticar Se essa comunidade fosse minha Eu mandava poços perfurar Pois com água abudante A vida da população iria mudar

Se essa comunidade fosse minha Projetos eu iria implantar Gerando emprego e renda Desenvolvendo a economia do lugar

Se essa comunidade fosse minha Parceiros eu iria buscar Para ajudar o desenvolvimento da comunidade E uma vida mais justa a todos proporcionar


5d Pereiros Bonito de Santa Fé-PB Maria Lizandra Silva

Na região nordeste no estado da Paraíba na cidade de Bonito de Santa Fé a comunidade de Pereiros vem ganhando destaque graças a uma mobilização feita pelos agricultores que buscaram parcerias importantes, trazendo para a comunidade maquinas de alto desempenho na hora de beneficiar e empacotar os alimentos que por lá são produzidos. Que também já tem destino certo, o mercado local construído e utilizado por todos os moradores .


B Cacimba Cercada, Mata Grande-AL

Adriano Adão Ferreira

Se essa rua fosse minha Eu faria projetos para ela linda ficar A rua é um espaço publico, ou seja, Juntos com a comunidade nós iremos trabalhar Começando de agora Para que os pedestres possam transitar E com o tempo O ambiente mais agradável ficar. Pelas calçadas iremos transitar Nas comunidades junto com o povo Pelas casas iremos passear Com o dever e alegria Para mobilização continuar Juntos e misturados Para ela linda sempre ficar.


-H Barreiros, Cajazeiras-PB

+

Nalri Pereira

Se essa rua fosse minha, aqui existiria educação de base de qualidade, aprenderiamos mais sobre o sertão nordestino e sua realidade e não só sobre as outras regiões que os livros didáticos dão tanta enfâse. Existiriam cursos de capacitações onde poderiamos escolher o curso que nos agradávamos sem ser preciso sair pra outras cidades distantes. Aqui haveria mobilização de todos os moradores, a união e o trabalho comunitário seria a base de tudo. E esses trabalhando em conjunto teriam onde divulgar e comercializar seus trabalhos, e todos saberiam valorizar a agricultura familiar devido a sua grande importância. Assim, ali não faltaria mão de obra pra todos os moradores nem a necessidade de procurar empregos fora do campo, já que eles querem permanecer ali. Na minha rua haveria médicos pra atender a todos que precisassem, haveria água em abundância, pois não existiria desperdício nem poluição, os açudes seriam desassoreados e as ávores voltariam a crescer por toda a comunidade e não seriam mais desmatadas.

Minha rua seria a prova de que para ter uma vida saudável, feliz e em comunidade não é preciso ir pra cidade, que o campo pode oferecer tudo que as pessoas dali precisam, basta ter oportunidades, lideranças e força de trabalho. Essa rua hoje ainda anda em passos lentos, mas nada impede que um dia seja assim como sonhamos, pois ela não é só minha, ela é NOSSA!


h

Cachoeirinha - Agrovila I, Nossa Sra. da Glória-SE\

1 Gilvaldo Silva Santos

Eu mandava fazer rede de esgoto, calçar, Para poder andar livre sem poeira levantar, escola para as crianças estudar, uma praça pra de tarde com os amigos prozear, um descanso para o outro dia trabalhar, coleta de lixo para o meio ambiente melhorar. Tudo isso é o que quero pro meu lugar.


` ! Quixabeira Água Branca-AL Ceiça Campos

Se essa Rua, Se essa Rua fosse minha Eu juntava todo mundo E com a força toda unida Fazia do meu sonho o sonho de todo mundo.

Se essa Comunidade, se essa comunidade fosse minha, Preservaria as arvores, a cacimba, o carro d’boi e a casinha, multiplicaria por mil vezes, todo valor perpetuado por meus antepassados um dia, E por um amanhecer e um por do sol no sertão por nada eu trocaria!!!


Maxi, Água Branca-AL Maria Andrade

)

Se essa rua fosse minha Eu mandava asfaltar Pois a poeira é grande quando o povo começa a pular nas festa do padroeiro Quando começam a louvar.

a

Os jovens daqui precisam de mais animação As vezes não tem lazer E alguns ficam paradão Eu criaria praça Para reunir uma multidão

Se essa rua fosse minha Iria ela mudar Eu traria um telecentro Para o pessoal usar Fazer os trabalhos da escola E o facebook acessar

Mudar a sua rotina e o modo de pensar Conhecer melhor o mundo Também se comunicar Pois nesse mundo moderno é bom participar.

Se uma fosse minha Eu iria abrilhantar gerar empregos e rendas para o provo trabalhar E todo final de mês suas compras irá comprar. Os jovens estão viajando Para emprego arranjar Deixam suas famílias Para no mundo lutar Pois na rua que moro é difícil encontrar.

Se essa rua fosse minha Eu fazia alguns projetos Para adquirir máquinas agrícolas e agricultor ter acesso. Se essa rua fosse minha Tudo era mais legal Eu traria coisas boas Somente o ideal Uma vida mais contente Para todo o pessoal

Se essa rua fosse minha construia uma biblioteca então para a juventude ter acesso ao mundo de leitura e uma boa educação.


a

G F

Nossa Senhora Aaparecida - Retiro II Nossa Senhora da Glória-SE Alici Oliveira Machado

Se essa rua fosse minha, eu mudaria muitas coisas para que ficasse bem melhor. Mandava calçar a estrada, para não fazer poeira, também faria uma pracinha, para que todos aproveitassem e jogassem conversa fora. Faria uma quadra para podermos nos divertir. E também faria um colégio, porque aqui é uma associação, onde duas professoras ensinam em uma sala, uma grande confusão.

Colocaria um posto de saúde, para o povo se tratar, porque a nossa saúde vem em primeiro lugar. Enfim, se essa rua fosse minha eu faria várias coisas nesse lugar, mudaria de um cantinho a outro, para mais bonita ela ficar.


G

Itaizinho Paulistana-PI Railka Sá

d Se essa rua fosse minha, Eu mandava reformar, o mercado público. Não deixaria acabar Para a criançada brincar e alegria continuar. E a renda gerar. Deixaria o chão de terra Ou talvez plantasse grama. Encheria as laterais de flores, Um vasinho em cada canto. E coloria as paredes que sem vida estão. Retalhava todo o teto que desgastado está. E daria vida onde um dia já teve. Se essa rua fosse minha Não deixaria acabar. Eu chamaria toda a comunidade, Para se mobilizar. Chamaria um monte de amigos, Alguns parentes E até o meu irmão. Para realizarmos está ação. É lamentável saber que poder público nada se espera. Eu só queria devolver a vida aquele espaço Que um dia eu cresci. Queremos mais atitudes e menos falatório. Chega de tantas promessas.


1

Nossa Senhora Aparecida - Retiro II Nossa Senhora da Glória/SE Jucilania Aragão

Se fizermos um pouquinho pela gente Eu trazia igualdade ao cidadão Nesse mundo o que precisa é consciência Liberdade de ir e vir do cidadão Mostraria que a educação é qualidade Que a escola é o futuro da criança Precisamos construir boas escolas Para formarmos o futuro da nação Um povoado arborizado é mais bonito Com pracinhas, brinquedos e muito mais Um posto de saúde bem descente Atendendo a população da região Organizando o povoado minha gente Pavimentando e arrumando o lugar Onde moramos, o lugar é tão bonito Mas politicas publicas necessita este lugar.

C


1 Baixa Grande Cachoeira dos Índios-PB Wesley Kayke

Se essa rua Se essa rua fosse minha Eu lutava, eu lutava pra ajudar. Juntaria todo mundo na pracinha sem divisas para nos atrapalhar. Baixa Grande de baixo e a de cima não seriam divididas mais assim quero minha Baixa Grande sempre unida para juntos um futuro construir. Ao olhar pro futuro eu quero ver as mangueiras novamente em seu lugar. Como outrora enfeitavam e davam frutos serviriam pras crianças lá brincar. Os jovens poderiam ter uma renda com a manga, fruta marca do lugar os idosos usariam sua sombra pra poderem se juntar pra conversar. Mais cultura, mais saúde e segurança, qualidade de vida e lazer não é sonho, pode ser uma utopia mas todos juntos faremos acontecer!

C ;


b CoxÁ Aurora-CE

Delvânia Aparecida Ferreira

\

Se essa rua fosse nossa o que faríamos? Essa é uma ficção de como seria a nossa comunidade se tivessemos a oportunidade de expandir nossos conhecimentos!

A nossa comunidade seria bem melhor se tivessemos melhores codições de vida e foi falando com alguns amigos sobre esse assuntos que sonhei com algo surreal, porque infelizmente a realidade é inimiga de quem não sabe o verdadeiro significado da vida. No meu sonho a nossa comunidade era bem desenvolvida por que tínhamos aplicado os cursos que fizemos. São eles: caprino, avecultura básica, panificação e agricultura orgânica, incluíndo hortaliças orgânicas. Cada menbro tinha montado uma pequena empresa e essa ou essas estavam dando lucros. Tambem tínhamos um telecentro e todos os nossos jovens tinham acesso à internet. Tinha água encanada, uma horta comunitária, ou seja, a nossa comunidade era um lugar onde todos tinham condiçôes financeiras estáveis e uma condição de vida muito boa, por que além de tudo nos preservávamos o meio ambiente.


p

Tanque Velho I São Braz do Piauí-PI Nonata Lopes

A minha comunidade é situada no sertão do Piauí. Mora um povo acolhedor, mas também sofredor. Mesmo enfrentando tantas dificuldades, sempre estamos de bem com a vida.

Se em minha comunidade tivesse oportunidade de emprego, tudo seria melhor. Se no meu sertão chovesse mais, nos ajudaria a melhorar na agricultura e apicultura. Se em minha comunidade tivesse uma energia de qualidade, teríamos uma marcenaria funcionando, fabricando moveis . As maquinarias estão se acabando todas paradas. Se minha comunidade tivesse acesso as tecnologias, faria a diferença. Sem sinal de Internet tudo fica mais difícil.

5


Barro Vermelho. Paulistana-PI Robson de Jesus e Adalton Crescencio

:

{ Eu imagino minha comunidade futuramente com uma melhor coletividade entre os moradores nas reuniões da associação dos moradores. Criando projetos que possam trazer melhorias para comunidade, a ampliação do posto de saúde, ruas todas calçadas, crescimento do telecentro, assim mais jovens podem ter acesso à internet, melhorias na escola e na educação, com projetos de incentivo à leitura, e estudos como aulas de danças, música, teatro, capoeira, entre outros, fazendo com que os jovens desenvolvam interesse pela escola. Diante disso, facilitando a vida dos jovens na hora de arrumar um emprego ou ingressar numa faculdade ou cursos profissionalizantes - o foco antes dos adolescentes era só o ensino médio. E vejo o crescimento da cooperativa de apicultores do Barro Vermelho e o aumento de integrantes e a criação de novas cooperativas, que vão gerar empregos e trazer renda para comunidade, fazendo com que diminua o numero de pessoas que migravam para as grandes metrópoles atrás de melhores condições de vida.


e

z

Marimbas, Cachoeira dos Índios/PB Tony Francisco

Se essa rua se essa rua fosse minha, Eu mandava eu mandava construir, Uma sede para a nossa associação, Lá seria um local aonde todos, Pudesse se reuniria para descurtir, Para os problemas e as soluções discutir. Se essa rua se essa rua fosse minha, Eu mandava eu mandava trazer água, Para matar a sede de nossas famílias, E essa água e essa água que eu traria, Ela viria da barragem transposição, Que fica perto daqui.

Da barragem caiçara, Eu faria uma tubulação, Levando água da bendita transposição Diretamente pra caixa de Marimbas, Pra não faltar água nunca mais na nossa vila. Se essa rua se essa rua fosse minha, Desenhava desenhava uma empresa, Onde todos pudesse trabalha, Pra que ninguém deixasse nossa terrinha.

Seria muito bom se não fosse apenas um sonho de todos já que a transposição passa a apenas 8 km de nossa comunidade, acabaria de vez por toda com o grande problema de água e nossa comunidade.


s

Olho D`Água Missão Velha-CE

Valéria Rélvia

Antes todos viviam temendo ficar sem água, agora não mais. Há alguns anos atrás realizamos na nossa comunidade um projeto em conjunto, conseguimos mudas de árvores e reflorestamos as encostas dos rios, e também da nossa fonte principal. Sabíamos que reflorestar a mata ciliar era importante, plantamos ipês, o que também ajudou no turismo. Lá pelos meses de setembro a outubro eles estão floridos, o que enche os olhos de qualquer um. Ver nosso lajeiro sem água foi muito triste, aqui mulheres lavavam roupa, crianças brincavam. Ainda bem que tivemos essa ideia, agora tem muita água, ainda assim continuamos cuidando do lugar, resolvemos um problema sério e de uma forma agradável. Você já viu um ipê florido? Não? Então venha aqui que eu te mostro.

M


f

@ d

Batalha Monte Horebe-PB Daniel Caldeira

Se essa rua fosse nossa o que faríamos ? Imaginação geral em viajem no futuro: implantação de uma empresa na comunidade.

Em uma noite de quarrta-feira (7/10/2015), reúnem-se no telecentro comunitário de Batalha todos os integrantes que compõe a mesma, a fim de fazer uma viagem futura, visando a transformação da realidade do local mencionado. Por meio dessa experiência, puderam idealizar a implantação de uma empresa na comunidade .

Perante essa idealização, provocaram uma grande mudança no quadro financeiro da comunidade, onde se gerou uma renda igualitária, que não era conquistada por meio da agricultura, trabalhando assim a coletividade. Sendo que os integrantes “leigos“ tornaram-se conhecedores de meios empresariais, ocupando seu dia-a-dia em atividades produtivas.


f Limoal Goianinha-RN

Genilda Sátiro da Silva e Ewerthon Silva Se essa associação, se essa associação fosse minha Eu mandava, eu mandava ampliar Fazer aqui novos projetos E um novo poço perfurar. Se essa associação, se essa associação fosse minha Eu mandava, eu mandava aumentar Criação de peixes e galinhas E novos viveiros aqui montar. Se essa associação, se essa associação fosse minha Eu mandava, eu mandava construir Fazer aqui um chafariz Pra ver a criançada feliz. Se essa associação, se essa associação fosse minha Eu mandava, eu mandava ampliar Formar aqui uma cooperativa Para as mulheres trabalhar. Se essa associação, se essa associação fosse minha Eu mandava, eu mandava construir Aqui uma sala de escolinha Para alegrar as criancinhas daqui.

#


8 Papa Terra Água Branca-AL Ana Maria

Em minha comunidade, Que se chama Papa-Terra Tem uma parte de caatinga E outra de pé de serra Ainda se ouve cantos, De aves lindas da terra

Há muito tempo fundada Mas, porém sem rumo algum, De repente chega um jovem Com uma proposta comum De fundar uma associação Pra toda população, Que sempre cabe mais um O convite foi aceito O povo se escreveu A associação foi fundada E a coisa aconteceu!

Agora com o povo unido Abraçando a mesma causa Conquistamos um calçamento Posto de saúde e quadra Estradas água e luz O rosto do povo reluz Com as conquista alcançadas

% Já estávamos esmorecendo Quando o coep chegou No começo deste ano Nossa esperança renovou Apontando novas ideias Um horizonte se formou

Ainda precisa muito, para a vida melhorar, Incentivo para os jovens, não sair de seu lugar, Curso profissionalizante seria muito importante. A inclusão digital ficaria bem legal Igualdade social para paz mundial.


8i D

Redondo Cachoeira dos Índios/PB

Alênicon de Souza

Ana Maria

Se essa rua, Se ela ainda fosse minha, Eu mandava Todas as casas preservar Nossa história Não permitia inundar. E nosso povo Deixava em seu lugar. Brava gente Que esse vale habitou Com coragem Nessa terra semeou Criou bichos Colheu flor, ergueu um lar, Porém agora, Querem desapropriar.

Se eu pudesse, Recorrer, apelaria. E contente A todo o país diria: - Que o Redondo É nossa comunidade, E aqui unidos Iremos permanecer.


COCOS Cajazeira-PB Otacio Oliveira

n

z Se essa rua fosse minha eu arborizava todas as praças, reformava todas as galerias de esgotos e ampliaria todas as escolas com qualidade. Pedia uma aprovação de lei para não jogar lixo na rua, acabava com a taxa de iluminação pública e contrataria mais médicos para melhorar a saúde pública.

d


d Baixa do Morro Fartura do Piauí-PI Cleonete Cavalcanti

]

Depois de uma mobilização na minha comunidade

z

Minha comunidade, depois que passou por essa ação de mobilização, tudo está mais fácil. Sede da associação ampliada com mais conforto e um telecentro de alta qualidade, onde jovens e adultos pesquisam seus trabalhos e participam das oficinas e cursos oferecidos pelo COEP, etc.

Temos mais facilidade de emprego na comunidade. Colégio com uma ampliação de alta qualidade, onde tem um funcionamento do pré ao ensino fundamental para crianças e jovens da comunidade e comunidades vizinhas. Temos médicos no postinho duas vezes na semana para as famílias. Mulher trabalhando em hortas comunitárias, onde ganham sua própria renda.

Jovens mais interagidos nas atividades comunitárias. De frente à igreja uma praça linda, onde as pessoas se encontram para dialogar e se divertir em família. Os produtores muito mais felizes com seus animais de raça e uma ração de qualidade. Mais cisternas calçadão para a melhoria de água para as famílias da comunidade. Depois dessa mobilização, minha comunidade se transformou totalmente para a felicidade de todos que nela vivem.


A Rede Comunidades Semiárido Ao longo dos últimos 16 anos, o COEP construiu um histórico de parcerias com comunidades rurais do Semiárido Nordestino. Hoje, cerca de 90 delas em sete estados (Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) formam a Rede Comunidades Semiárido.

%:

Mobilização comunitária, desenvolvimento de projetos, atividades colaborativas, intercâmbio de informações, parcerias, criação de idéias, cursos e oficinas, são algumas das atividades compartilhadas pela Rede.

9


8

|

:

Se essa rua fosse minha  

Essa publicação traz uma reflexão dos comunitários integrantes da Rede Comunidades Semiárido sobre as carências das suas comunidades e as po...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you