Page 1

CONHEÇA O E-BOOK A última novidade em tecnologia para leitura é o E-book (livro eletrônico) que apesar de ter sido muito criticado, é a maneira mais prática de ter sempre o seu livro na mão. O livro digital proporciona comodidades, facilidades para os amantes da leitura, visto que o usuário pode carregar diversos livros em um único pendrive.


VANTAGENS DO E-BOOK Algumas das vantagens do E-Book é a portabilidade, onde obra chinesa pode ser adquirida no Brasil em segundos. Outra vantagem do e-book é o preço, pela sua facilidade de divulgação e o baixo

custo

ficando

mais

de

produção,

baratos

que

estão livros

impressos. Os preços de leitores ebook variam entre R$ 400 à R$ 1.100,

depende

do

modelo

e

capacidade do produto. Os formatos que as obras poderão ser encontradas são: .pdf, .doc, .odt, .txt, .lit e .opf.


E-BOOK PARA TODOS Em dezembro de 2009, a Justiça de São Paulo emitiu liminar suspendendo a cobrança de taxas de importação praticadas pela Amazon para a venda do Kindle no Brasil, baseada na noção de que leitores de e-books não devem ser considerados meros aparelhos eletrônicos e sim enquadrados na mesma categoria de livros e jornais, que não pagam impostos, segundo determina a Constituição Federal. 


- Jornal Correio Braziliense


LIVROS ELETRテ年ICOS COMPLICAM VIDA DOS ESCRITORES

De: Rodrigo Alves


Com

a

invasão

dos

e-books em

território norte-americano, os agentes literários começaram a se mostrar preocupados com o mercado. E já afirmam: “Em termos de ganhar a vida como escritor, é melhor que você tenha outra fonte de renda”. A medida que o e-book se popularizar, menos escritores conseguirão se sustentar. Estes dados estão em um artigo de Jeffrey A. Trachtenberg, que tem escrito no The Wall Street Journal, nos últimos

tempos,

textos

sobre

impacto digital na Terra do Tio Sam.

o


CRESCIMENTO DO E-BOOK

Vendas cresceram ao longo do ano nos EUA e, no BRASIL, editoras criaram

uma

distribuidora

para

conteĂşdo digital. Foi o ano do livro digital. O mercado de venda dos chamados e-books deve fechar em US$ 966 milhĂľes neste fim de ano.


“A maioria dos editores teve grandes ganhos com livros eletrônicos neste ano, em detrimento de uma ligeira queda na venda das obras em papel.” Os

números

foram

realmente

animadores. Em julho, a Amazon.com, uma das maiores livrarias virtuais do mundo, garantiu que já vendia mais livros digitais que em papel. Segundo dados

da

empresa,

no

segundo

trimestre de 2010, para cada 100 livros impressos, a livraria vendeu 143 livros digitais. O auge aconteceu em junho, quando foram vendidos 180 obras

digitais

impressos.

para

cada

100


E-BOOK NO BRASIL No Brasil, as editoras adotaram a cautela, preferindo descobrir primeiro o rumo do vento para então içar velas. Em

junho,

seis

delas

(Objetiva,

Record, Sextante, Intrínseca, Rocco e Planeta) se uniram para criar a Distribuidora de Livros Digitais (DLD), uma empresa de fornecimento de conteúdo específico para e-readers.


Em relação à edição em papel estimase que o valor em relação ao livro impresso é superior a 30%. Mesmo assim, os sócios da DLD apostam em retornos modestos nos primeiros anos. Afinal,

uma

pesquisa

divulgada

durante a Bienal do Livro em São Paulo, em agosto, mostrou que 67% dos entrevistados não conheciam o ebook.


“O livro impresso faz parte da nossa cultura

e,

existindo”,

por disse

isso, Rosely

continuará Boschini,

presidente da Câmara Brasileira do Livro. O Ministério da Cultura destinou, em outubro, a verba de R$ 365 mil para a criação de um fundo de tradução. “Com exceção de clássicos, como Jorge Amado, e de best-sellers, como Paulo Coelho, a literatura do Brasil é praticamente Alemanha”,

desconhecida atestou

na Boos.

Fonte: O Estado de S. Paulo, Caderno 2, em 27/12/2010 via Ministério da Cultura


MUDANÇAS Mais uma mudança de cultura vem sendo

notada

com

influência

da

tecnologia. A venda de e-books já supera

a

venda

de

livros

convencionais segundo anúncio da Amazon.com.


A primeira loja a vender livros digitais –

Loja

singular

-

hoje

tem

concorrentes como a Gato Sabido , Livraria Cultura, – Saraiva

– e a

própria loja do kindle - entre outras. Existem ainda downloads gratuitos no Domínio Público, a Mojo Books, ou a Editora Plus . O mercado de e-readers também está em crescimento, em agosto chega o e-reader nacional, o Alfa da Positivo, que deve contribuir na disseminação dessa cultura por aqui.

Esperamos

apontados

como

que

entraves

dificultadores

da

expansão do mercado brasileiro na leitura

digital,

como

a

falta

de


profissionais

especializados

na

conversão dos livros – em português, e a falta de definição de modelos de negócio

adequados

ao

mercado

brasileiro. Fato é que mais uma vez assistiremos

a

uma

mudança

de

cultura, à transformação de um hábito, fomentado pela tecnologia digital. Uma transformação que impactará não só hábitos

pessoais,

mas

a

cultura

acadêmica como um todo, provocando a necessidade de adequação dos processos educativos e da própria disponibilização

de

títulos

para

a comunidade acadêmica. http://pedagogarita.blogspot.com/2010/10/e-bookspara-baixar-no-seu-computador_25.html


EXEMPLOS DE LIVROS E-BOOK E-book Curso Prático de Teatro de Fantoches-Brunokids

E-books, arquivos em PDF.Curso a distância. No primeiro volume do curso de iniciação em teatro de fantoches você aprenderá a como iniciar um projeto

com

teatro

de

fantoches.


Nela são apresentadas sete razões para você se engajar neste trabalho lúdico e maravilhoso que é arte de se contar

histórias

com

fantoches.

No segundo volume vamos conhecer técnicas

praticas

desempenho apresentação.

Outros livros.

na

para

um hora

bom da


PROFESSOR: E-BOOK É REALIDADE

PARA

ESCOLA

Quantas vezes os adolescentes não vão para o colégio com uma pilha de livros

embaixo

equilibrando

todo

do esse

braço

ou

peso

nas

costas? Os livros em formato digital


podem ser lidos em computadores, em alguns celulares ou em aparelhos mais recentes como o Sony Reader ou o Kindle, que contam com a tinta eletrônica. Essa tecnologia da e-Ink não cansa os olhos, porque não gera luz como uma tela comum. É como se você

estivesse

lendo

páginas

tradicionais. Para o professor de Comunicação Social da PUCRS, Eduardo Pellanda, à medida que os e-books fiquem mais baratos para se produzir e distribuir, deve ocorrer uma inclusão natural das escolas

no

processo.

"Aqui

na

universidade, a nossa editora já está com um catálogo grande de livros


digitais que não teriam um modelo comercial para serem lançados em papel", exemplifica o também autor do blog Ubimidia. O especialista acredita que a prática pode servir para escolas primárias, especialmente aquelas em regiões remotas do país, onde a logística dificulta a distribuição e a atualização das obras.


A aceitação dos e-books no Brasil já é realidade no mercado acadêmico e no de livros técnicos, de acordo com Pellanda. Dentro das escolas, essa também pode ser a possibilidade de trazer uma maior variedade de obras literárias. O professor ledores

é

positivo

digitais

como

quanto

aos

ferramenta

escolar: "Preço já temos para isso, este aparelho custa 130 dólares e pode ser comprado sem imposto. Fonte: http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI4 812585-EI8266,00Professor+Ebook+e+realidade+possivel+para+esco la+brasileira.html


TRABALHO REALIZADO:

MICHAEL AIRES CATUNDA

CURSO EAD - SENAC

Novas Tecnologias-EBook  

TRbalho sobre novas tecnologias na educaçao e no dia-a-dia.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you